Você está na página 1de 5

BlucherProceedings

V SEMANA DE ENGENHARIA QUÍMICA UFES

Composição Química e Avaliação da


Atividade Antimicrobiana do Óleo de
Pimenta Rosa (Schinus terebinthifolius)
Carvalho, J. A. M.1*; Pinheiro, P. F.1; Marques, C. S.2.; Bastos, L. R.2; Bernardes, P. C.3

1 Departamento de Química e Física, Universidade Federal do Espirito Santo, Alegre, ES, Brasil.
2 Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre,
ES, Brasil.
3 Departamento de Engenharia de Alimentos, Universidade Federal do Espírito Santo, Alegre, ES, Brasil.

* e-mail: guto_tk22@hotmail.com
[~][/~][~][/~][~] [/~][~] [/~]

Resumo

O óleo essencial de frutos da pimenta rosa (Schinus terebinthifolius) foi obtido por hidrodestilação com
rendimento de 5,3% (m/m) em relação à massa seca dos frutos. Os constituintes do óleo foram
analisados por cromatografia em fase gasosa com detector de ionização de chama e espectrometria de
massas (CG-DIC e CG-EM) e os componentes majoritários encontrados foram: delta-3-careno (40,53%),
silvestreno (17,63%), beta-felandreno (14,25%), e alfa-pineno (11,90%). A atividade antimicrobiana do
óleo essencial de frutos de S. terebinthifolius foi avaliada pelo teste de difusão em ágar realizado em
Staphylococcus aureus e Escherichia coli. Para S. aureus, observou-se pequeno halo de inibição (9,17
mm) comparado com os antibióticos (ampicilina: 35,00 mm; tetraciclina: 29,17 mm). Em relação à
bactéria, E. coli não foi observada formação de halo de inibição, não apresentando atividade
antimicrobiana contra essa bactéria. Mais estudos acerca desse óleo essencial são necessários para
verificar sua atividade antimicrobiana.

Abstract
The essential oil from the fruit of Schinus terebinthifolius (pink pepper) was obtained by hydrodistillation,
showing a yield of 5,3% (m/m) according the dry matter content of the fruits. The composition of the
essential oil was analyzed by gas chromatography with a flame ionization detector (GC/FID) and gas
chromatography combined with mass spectrometer (GC/MS). The main compounds identified were: delta-
3-carene (40,53%), sylvestrene (17,63%), beta-phellandrene (14,25%), e alpha-pinene (11,90%). The
essential oil antimicrobial activity was investigated against Staphylococcus aureus and Escherichia coli
using the agar well diffusion method. Against S. aureus, the essential oil showed a small inhibition zone
(9,17 mm) when compared with antibiotics (ampicilin: 35 mm; tetracycline: 29,17 mm). No activity was
observed against E. coli. More studies are necessary to verify the antimicrobial activity of the essential oil
obtained from S. terebinthifolius.

Keywords: essential oil, gas chromatography, antimicrobial activity


BlucherProceedings
V SEMANA DE ENGENHARIA QUÍMICA UFES

1. Introdução No presente estudo, realizou-se extração do óleo


essencial do fruto de Schinus terebinthifolius Raddi,
Óleos essenciais são constituintes voláteis, que podem planta pertencente à família Anacardiaceae, conhecida
estar presentes em várias partes das plantas, tais popularmente como Aroeira. Árvore de porte mediano,
como: folhas, flores, frutos, raízes e rizomas. Esses nativa da América do Sul e do Brasil, pode ser
compostos são odoríferos, de caráter lipofílico e, no encontrada desde o nordeste até o sul do país. Possui
processo de hidrodestilação, separam-se da água por fruto pequeno e avermelhado, conhecido comumente
4
diferenças de polaridade e densidade¹. por pimenta rosa e de grande uso popular . Esses
frutos despertaram a curiosidade de analises como
Atualmente, existe uma grande tendência em utilizar os
composição química do óleo, umidade da planta e
óleos essenciais em diversos setores industriais, como
rendimento. Essas são três analises de grande
por exemplo: em perfumaria, cosméticos, aromatizante
importância, uma vez que, por meio da composição
e produtos de limpeza. Devido a presença de
química, é possível identificar os compostos
compostos que têm atividade antibacteriana e
majoritários presentes no óleo essencial extraído e,
antifúngica, diversos óleos essenciais vêm sendo cada
assim, qual teste se pode aplicar para planta. A
vez mais aplicados pelas indústrias farmacêutica, na
umidade revela o quanto de água presente na planta, e
produção de medicamentos, e pelos setores agrícolas,
através dessa diferença de massa calcular o
no desenvolvimento de pesticidas naturais. Além disso, 5
rendimento da quantidade de óleo extraído.
a ação antimicrobiana dos óleos essenciais também
vem sendo bastante explorada para a elaboração de Nesse contexto, o objetivo do trabalho foi caracterizar o
2
sanitizantes e produtos de limpeza e higiene . óleo essencial do fruto de S. terebinthifolius e testá-lo
sobre duas bactérias patogênicas, Staphylococcus
Por possuírem uma gama de importantes compostos
aureus e Escherichia coli, por meio de teste de difusão
voláteis em sua constituição, o processo de extração
em ágar.
de óleos essenciais mais utilizado é a hidrodestilação.
Em temperatura elevada, os compostos presentes na 2. Materiais e Métodos
planta são arrastados pelo vapor de água, e a mistura
formada retorna à fase líquida ao passar por
2.1. Coleta do material e extração do óleo
condensadores. Durante a coleta, observa-se
formação de duas fases: uma fase aquosa (hidrolato); e essencial
uma fase oleosa. É possível que no hidrolato estejam
Os frutos de Schinus terebinthifolius foram coletadas
presentes alguns constituintes orgânicos, que
pela manhã em Alegre, ES, Brasil, e divididos em três
apresentam solubilidade em água. A extração líquido-
porções de 300 g, que foram submetidas à extração.
líquido utilizando solventes orgânicos é uma forma de
Realizou-se a hidrodestilação das amostras, por três
se recuperar essas substâncias presentes no hidrolato
horas consecutivas, utilizando aparelho do tipo
e que, antes, encontravam-se em fase aquosa. Dentre 6
Clevenger.
os demais possíveis métodos de extração, destacam-
se: enfloração; extração com solventes orgânicos; Após a hidrodestilação, o hidrolato obtido para os frutos
extração com fluído supercrítico; prensagem a frio; da S. terebinthifolius foi centrifugado a 5000 RPM
arraste a vapor; extração com ultrassom; extração com (rotação por minuto), durante 5 minutos, de forma a
micro-ondas. As características da planta, a fonte de promover a separação entre as fases aquosa e oleosa.
óleo essencial (flor, folha, semente, raiz), o destino Com o auxílio de uma pipeta Pauster, o óleo
desse óleo e o composto que se deseja obter definem (sobrenadante) foi retirado e armazenado em frasco
o 7
o tipo de extração a ser aplicada³. âmbar em freezer a -4 C .
BlucherProceedings
V SEMANA DE ENGENHARIA QUÍMICA UFES

relatada para as análises em CG-EM. A temperatura do


injetor foi de 240 °C e do detector foi de 250 °C. Uma
2.2. Composição Química dos óleos amostra de 10 mg do óleo essencial foi diluída em 1 mL
8
essenciais de diclorometano, sendo injetado 1 µL da mistura.

2.2.1. Cromatografia gasosa acoplada ao 2.3. Análise microbiológica


espectrômetro de massas (CG-EM)
2.3.1. Microrganismos
O óleo essencial foi analisado por cromatografia
A investigação do efeito antimicrobiano do óleo
gasosa acoplada ao espectrômetro de massas (CG-
essencial foi realizada em bactéria Gram-positiva
EM), em equipamento com detector seletivo de massa,
Staphylococcus aureus (ATCC 6538) e em bactéria
modelo QP-PLUS-2010 (Shimadzu). A coluna
Gram-negativa Escherichia coli (ATCC 11229), ambas
cromatográfica utilizada foi a do tipo capilar de sílica
fornecidas pelo Laboratório de Microbiologia de
fundida com fase estacionária Rtx-5MS, de 30 m de
Alimentos do Departamento de Engenharia de
comprimento e 0,25 mm de diâmetro interno, utilizando
Alimentos.
hélio como gás de arraste. As temperaturas utilizadas
foram de 220 °C no injetor e 300 °C no detector. A
temperatura inicial da coluna foi de 60ºC, sendo 2.3.2. Preparo do inóculo e teste de difusão
programada para ter acréscimos de 3ºC a cada minuto, em ágar
até atingir a temperatura máxima de 240ºC. Uma
As bactérias foram ativadas consecutivamente em BHI
quantidade de 10 mg do referido óleo essencial foi
(Brain Heart Infusion) e estriadas em ágar padrão para
diluída em 1 mL de diclorometano, sendo injetado 1 µL
contagem, a partir do qual obteve-se os inóculos,
da mistura. Uma mistura de alcanos lineares (C 9 a C26)
preparando, em solução salina 0,85%, suspensões de
foi injetada no cromatógrafo nas mesmas condições
turvação equivalente ao padrão de McFarland 0,5. Um
usadas nas análises do óleo essencial para os cálculos
8
volume de 20 mL de ágar Müller-Hinton foi vertido em
do Índice de Kovats (IK) .
placas de petri. Orifícios de 6,0 mm de diâmetro foram

Os constituintes do óleo essencial do fruto da S. feitos no ágar sólido e, com um auxílio de um swab,

terebinthifolius foram identificados pela comparação aplicou-se o inóculo sobre toda superfície do meio já

dos espectros de massas obtidos com os espectros de seco. Em seguida, alíquotas de 5 μL do óleo essencial

massas existentes no banco de dados do equipamento puro foram adicionadas aos orifícios. Alíquota de 5 μL

(Wiley7), também pela comparação dos valores dos de água foi utilizada como controle negativo e

Índices de Kovats (KI) calculados com os valores tetraciclina e ampicilina foram os antibióticos padrões.
9 10
tabelados , e ainda pelos dados da literatura . As placas foram incubadas a 35 ºC durante 24 horas, e
11
os halos formados foram medidos .

12
A análise foi realizada em duplicada , com três
2.2.2. Cromatografia gasosa com detector de repetições. Procedeu-se análise de variância (ANOVA)
ionização de chamas (CG-DIC) e teste de média de Tukey, a 5% de significância,
13
utilizando programa estatístico Genes .
Para quantificar os compostos, o óleo essencial foi
analisado em um cromatógrafo a gás equipado com
detector de ionização de chama (CG-DIC) CG-2010 3. Resultados e Discussão
Plus (Shimadzu). A fase estacionária usada foi a coluna
capilar Rtx-5MS (30 m de comprimento e 0,25 mm de
diâmetro interno). O nitrogênio foi usado como gás de
arraste. A programação de temperatura no forno foi a já
BlucherProceedings
V SEMANA DE ENGENHARIA QUÍMICA UFES

10
3.1. Composição e identificação dos Pineno (11,9%). Ribeiro , identificou no óleo essencial

constituintes químicos do óleo essencial de S. de frutos de S. terebinthifolius os compostos

terebinthifolius. majoritários: delta-careno (42,3%) e beta-felandreno


5
(14,8%). Da mesma forma, Clemente , revelou como
O rendimento do óleo essencial de frutos de S. componente majoritário o delta-careno e beta-
terebinthifolius foi calculado em base seca e foi de felandreno para o referido óleo. O delta-careno
-1
5,3% (m m ), segundo a literatura para hidrodestilção o (40,52%) foi encontrado como constituinte majoritário
rendimento para o óleo essencial de S. terebinthifolius em óleo essencial do fruto de S. terebinthifolius
14
foi entre 5,6 . coletados na região de Alegre-ES.

O teor de óleo essencial na planta pode estar O óleo essencial dos frutos de S. terebinthifolius
associado a diversos fatores, tais como: temperatura, apresentou uma gama de bioatividade. Estes
10
luminosidade, sazonalidade, estádio de resultados são corroborados pelo trabalho de Ribeiro ,
desenvolvimento da planta, horário da colheita e o qual relatou que esse óleo tem atividade
16
nutrição da planta. Outros fatores também podem antimicrobiana e fungicida, e de Roveda , que
influenciar na quantidade e composição química do determinou sua atividade antitumoral.
óleo essencial, como: as interações da planta com
outras plantas, com microorganismos e insetos.
15 3.2. Atividade antimicrobiana

Os componentes químicos encontrados no óleo Os halos obtidos estão apresentados na Tabela 2.


essencial de frutos de S. terebinthifolius foram descritos
Tabela 2. Médias dos diâmetros (mm) dos halos de
na Tabela 1.
inibição para o óleo essencial de S. terebinthifolius em
S. aureus e E. coli. Ampicilina e Tetraciclina como
Tabela 1. Composição química do óleo essencial de
antibióticos controle.
frutos de S. terebinthifolius. T.R. = tempo de retenção Halo de Inibição* (mm)
9
(min.), NI = não identificado, IK = Índice de Kovats , as
porcentagens das áreas foram obtidas no GC-FID (Rtx- Óleo
Microrganismo Ampicilina Tetraciclina
5MS column). essencial
T.R
(min) Componentes IK cal IK tab. Área (%) S. aureus 9,17c 35,00a 29,17b
E. coli ** 21,40b 27,00a
8,764 Alfa-Tujeno 928,68 931 0,18
Médias de três repetições. Pares de médias seguidas de pelo
9,049 Alfa-Pineno 935,86 939 11,9 menos uma mesma letra, na mesma linha, não diferem entre
10,778 NI 974,20 0,1 si, ao nível de 5% de significância, pelo teste de Tukey.
*Área de inibição incluindo orifício de 6 mm.
10,862 Beta-Pineno 975,87 980 1,6 **Medição não foi possível devido a não observação de halo.
11,719 Mirceno 992,11 991 5,65 O halo observado em S.aureus para o óleo essencial
12,279 Beta-Felandreno 1002,87 1031 14,25
extraído do fruto de S. terebinthifolius diferiu
12,614 Delta-3-Careno 1011,07 1011 40,52
significativamente dos halos formados pelos
13,196 Cimeno 1024,73 1022 2,98
antibióticos, possuindo o menor valor (9,17 mm).
13,463 Silvestreno 1030,77 1027 17,63
Entretanto, vale ressaltar que, mesmo com um halo
16,282 NI 1087,28 1,23
relativamente pequeno, o óleo essencial ainda assim
31,807 Z-Cariofileno 1416,19 1404 1,51
apresentou atividade antimicrobiana contra essa
34,491 Gama-muuroleno 1479,34 1477 1,41
bactéria, o que representa um importante achado. As
36,281 Delta-Cadineno 1522,03 1524 0,48
pequenas concentrações de alfa-pineno em sua
composição podem justificar essa atividade
17
No presente estudo o óleo da S. terebinthifolius antimicrobiana .
apresentou como compostos majoritários os
Para E. coli, não foi observada formação de halo de
compostos: delta-3-careno (40,5%), silvestreno
inibição, indicando que o óleo essencial obtido nas
(17,63%), seguido de beta-felandreno (14,2%) e alfa-
BlucherProceedings
V SEMANA DE ENGENHARIA QUÍMICA UFES

condições da pesquisa não apresentou efeito frugiperda (JE Smith, 1797)(Lepidoptera: Noctuidae).
Acta amazônica, v. 39, n. 2, p. 377-382, 2009.
antimicrobiano contra essa bactéria.
[8] PINHEIRO, P. F. et al., Phytotoxicity and
A fim de se concluir a respeito de sua atividade Cytotoxicity of Essential Oil from Leaves of Plectranthus
amboinicus, Carvacrol, and Thymol in Plant Bioassays.
antimicrobiana, sugere-se uma maior investigação não
Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 63, n. 41,
apenas contra espécies de bactérias, mas também 8981-8990. 2015.
contra fungos e leveduras.
[9] ADAMS, R. P. Identification of essential oil
components by gas chromatography/mass
4. Conclusões spectrometry (No. Ed. 4). Allured publishing
corporation. 2007.

[10] RIBEIRO, A. C. Efeito da adição de óleo essencial


A extração do óleo essencial de frutos de S. de pimenta rosa (Schinus terebinthifolius Raddi) micro
terebinthifolius da região de Alegre-ES apresentou um encapsulado em queijo minas frescal. Alegre-ES. 86f.
Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de
ótimo rendimento (5,3% em relação à massa seca dos Alimentos), Programa de Pós-Graduação em Ciência e
frutos). Os constituintes majoritários encontrados Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal do
Espírito Santo, Alegre, 2015.
foram: delta-3-careno; silvestreno; beta-felandreno; e
alfa-pineno. O óleo essencial apresentou ação [11] NCCLS. Performance Standards for Antimicrobial
th
Disk Susceptibility Tests; Approved Standard—8 Ed.
antimicrobiana contra a bactéria patogênica S. aureus.
NCCLS document M2-A8 (ISBN 1-56238-485-6).
A extração do óleo essencial do fruto de S. Wayne, Pa. 2003.
terebinthifolius é uma opção interessante e pode
[12] DOWNES, F.P.; ITO, K.. Compendium of methods
agregar valor à cadeia produtiva da pimenta rosa. for microbiological examination of foods. 4 ed.
Washington: American Public Health Association -
5. Referências APHA, 2001

[13] CRUZ, C.D. GENES - A software package for


[1] GRUFFAT, X. CRIASAUDE: Óleos essenciais SP, analysis in experimental statistics and quantitative
fevereiro de 2016. Disponível em: genetics. Acta Scientiarum. v.35, n.3, p.271-276, 2013
http://www.criasaude.com.br/N5960/fitoterapia/oleos-
essenciais.html acesso em: 05 de setembro de 2016 [14] NICOLINI, J. V. COBEQI: Avalição da eficiência de
extração de óleo essencial de Schinus Terebinthifolius
[2] EL ASBAHANI, A. et al., Int. J. Pharmaceut., v. 483, Raddi (Aroeira vermelha) pelos métodos de
p. 220-243, 2015. hidrodestilção e arraste a vapor. Aracruz-ES.
Disponível em:
[3] BRASIL. 2007. ABIMA, Resolução nº. 2, de 15 de http://www.cobeqic2009.feq.ufu.br/uploads/media/9931
janeiro de 2007 as 20h. 7061.pdf, acessado 22 de setembro de 2016 as 14h.
[4] BRANCO NETO, L. M. C. et al., Avaliação do [15] [Morais, L. A. S. Influência dos fatores abióticos na
extrato hidroalcoólico de Aroeira (Schinus composição química dos óleos essenciais. Horticultura
terebinthifolius Raddi) no processo de cicatrização de Brasileira, v. 27, p. 4050-4063, 2009.]
feridas em pele de ratos. Acta Cirúrgica Brasileira, v.
21, p. 17-22, 2006. Disponível em: [16] ROVEDA, L.M. Composição química e atividade
http://www.scielo.br/pdf/%0D/acb/v21s2/32158.pdf antitumoral o óleo essencial de Schinus
Acesso em 22 de setembro de 2016. terebinthifolius Raddi (ANACARDIACEAE). Mato
Grosso do Sul. Disponível em:
[5] CLEMENTE, A.D. LOCUS UFV: Composição http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cach
química e atividade biológica do óleo essencial da e:http://japao.org.br/simposio2010/wp-
pimenta-rosa (Schinus terebinthifolius Raddi). 63f. Tese content/uploads/2010/PA013.pdf&gws_rd=cr&ei=VN_jV
(Pós-Graduação em Agroquímica), Programa de Pós- 7-ZL4mrwATCuaaABA, acesso 22 de setembro de
Graduação em Agroquímica, Universidade Federal de 2016
Viçosa, Viçosa, 2006.
[17] LEITE, A. M. et al., Inhibitory effect of beta-pinene,
[6] PINHEIRO, P. F. et al., Chemical Characterization alpha-pinene and eugenol on the growth of potential
and Toxicity of Citronella Grass Essential Oil on infectious endocarditis causing Gram-positive bacteria.
Frankliniella schultzei and Myzus persicae. Ciência e Brazilian Journal of Pharmaceutical Sciences, v. 43, n.
Agrotecnologia, v. 37, p. 138-144, 2013. 1, p. 121-126, 2007. Disponível em:
http://www.scielo.br/pdf/rbcf/v43n1/14.pdf Acesso em
[7] LIMA, R. K. et al., Atividade inseticida do óleo 22 de setembro 2016.
essencial de pimenta longa (Piper hispidinervum C.
DC.) sobre lagarta-do-cartucho do milho Spodoptera