Você está na página 1de 7

Interbits – SuperPro ® Web

1. (Uece 2016) Os genótipos do sistema sanguíneo ABO são representados pelos seguintes
alelos múltiplos: I A, I B e i. As informações logo abaixo foram disponibilizadas a um estudante
de biologia que pretende fazer uma prova de seleção de monitoria de Genética para a qual ele
terá que escolher a única opção falsa.

Dentre as afirmações a seguir, assinale a FALSA.


a) Os alelos I A e I B são codominantes entre si e dominantes em relação ao alelo i.
b) Os alelos I A e I B podem se expressar em heterozigose e produzem, respectivamente, as
aglutininas A e B.
c) O alelo i determina a ausência de aglutinogênios no sangue e expressa o tipo sanguíneo “O”
somente pelo par recessivo ii.
d) É provável que uma mulher com sangue tipo “B” possa ter filhos com sangue do tipo “O”.
Entretanto, basta somente que o tipo sanguíneo B seja expresso na forma homozigótica
para que essa afirmação deixe de ser uma provável verdade.

2. (Pucsp 2016) Na figura abaixo é mostrado o número de diferentes tipos sanguíneos do


sistema ABO, em 200 pessoas analisadas:

Após a análise dos dados, pode-se afirmar que as hemácias de APENAS


a) 90 dessas pessoas poderiam ser doadas para um receptor portador de aglutinogênios A e B.
b) 25 dessas pessoas poderiam ser doadas para um receptor portador de aglutinina anti-A.
c) 85 dessas pessoas poderiam ser doadas para um receptor portador de aglutinogênio A.
d) 80 dessas pessoas poderiam ser doadas para um receptor portador de aglutininas anti-A e
anti-B.

3. (G1 - ifsc 2016) Gustavo, Diogo e Joana são irmãos, filhos da mesma mãe e do mesmo pai.
Através da tipagem sanguínea, descobriram que Gustavo pode doar sangue para Diogo e
Joana; porém, não pode receber sangue de nenhum deles.
Diogo, por sua vez, pode receber sangue de Joana e Gustavo, pois não apresenta nenhuma
aglutinina no seu plasma. Já o sangue de Joana possui somente aglutinogênio/antígeno A.

Com base nessas informações, assinale a alternativa CORRETA.


a) Diogo pertence ao grupo O.
b) Gustavo pertence ao grupo AB.
c) Os pais pertencem aos grupos A e B.
d) Joana pertence ao grupo B.
e) Os pais pertencem aos grupos O e AB.

4. (Uemg 2016) Ana Júlia está super preocupada porque ouviu dizer que, sendo ela Rh-
(negativo) e seu namorado Emílio Rh+ (positivo), não poderiam se casar e nem ter filhos,
porque, senão, todos eles nasceriam com a doença hemolítica eritroblastose fetal, que os

Página 1 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

mataria logo após o nascimento.

Do ponto de vista biológico, o melhor aconselhamento que poderia ser dado a Ana Júlia seria:
a) Não se preocupe porque a informação está totalmente incorreta. Risco de nascerem bebês
com a doença hemolítica eritroblastose fetal só existiria se vocês dois fossem Rh-
(negativo).
b) Realmente, o que você ouviu dizer está correto e vocês não podem ter filhos, porque todos
eles apresentariam a doença hemolítica eritroblastose fetal e morreriam, durante a gestação,
ou logo após o parto.
c) Não se preocupe porque a informação está completamente errada. O risco de nascer criança
com a doença hemolítica eritroblastose fetal não está relacionado com o fator Rh, mas com
o fator ABO, podendo ocorrer quando o pai for do grupo AB e a mãe do grupo O.
d) Realmente, essa situação favorece a ocorrência de eritroblastose fetal em bebês que sejam
Rh+ (positivo). Porém vocês podem perfeitamente se casarem e terem filhos, desde que
seja feito um pré-natal adequado, com acompanhamento médico, que deverá tomar todas as
medidas de profilaxia ou tratamento, se for necessário.

5. (Enem 2ª aplicação 2016) Um jovem suspeita que não é filho biológico de seus pais, pois
descobriu que o seu tipo sanguíneo é O Rh negativo, o de sua mãe é B Rh positivo e de seu
pai é A Rh positivo.

A condição genotípica que possibilita que ele seja realmente filho biológico de seus pais é que
a) o pai e a mãe sejam heterozigotos para o sistema sanguíneo ABO e para o fator Rh.
b) o pai e a mãe sejam heterozigotos para o sistema sanguíneo ABO e homozigotos para o
fator Rh.
c) o pai seja homozigoto para as duas características e a mãe heterozigota para as duas
características.
d) o pai seja homozigoto para as duas características e a mãe heterozigota para o sistema
ABO e homozigota para o fator Rh.
e) o pai seja homozigoto para o sistema ABO e heterozigoto para o fator Rh e a mãe
homozigota para as duas características.

6. (Fatec 2016) Durante a Idade Média, era comum o procedimento chamado de transfusão
braço a braço, no qual uma pessoa tinha uma de suas artérias do braço conectada
diretamente, por meio de um tubo, à veia de outra pessoa. Muitos pacientes faleciam ao
receber a transfusão de sangue dessa forma, devido ao desconhecimento, na época, das
complicações relacionadas à incompatibilidade de sangues no sistema ABO.

Considere que um médico desse período estivesse com um paciente necessitando


urgentemente de uma transfusão de sangue e que havia cinco indivíduos à disposição para
fazer a doação, via transfusão braço a braço. Suponha que os tipos sanguíneos das pessoas
envolvidas nessa situação eram os seguintes:

Tipo sanguíneo
Paciente A
Indivíduo 1 O
Indivíduo 2 AB
Indivíduo 3 B
Indivíduo 4 B
Indivíduo 5 A

Se o médico tivesse de escolher, aleatoriamente, um dos cinco indivíduos para realizar a


transfusão, a probabilidade de que o paciente recebesse um sangue compatível, com relação
ao sistema ABO, seria de
a) 20%.
b) 40%.
c) 60%.
d) 80%.

Página 2 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

e) 100%.

7. (Pucpr 2016) Leia o fragmento de texto a seguir:

Faixa etária para doar sangue deve ser ampliada

Documento, em consulta pública, propõe que jovens com 16 e 17 anos e idosos entre 65 e 68
anos sejam incluídos na faixa etária para doar sangue.

O Ministério da Saúde quer ampliar o número de doações de sangue no Brasil. Para isso,
colocou em consulta pública, nesta quarta-feira, dia 2 de junho, proposta que permite que
jovens de 16 a 17 anos (mediante autorização dos pais) e idosos de 65 a 68 anos possam ser
doadores de sangue. Atualmente, somente pessoas com idade entre 18 e 65 anos estão
autorizadas a doar. O texto da medida – que faz parte da nova Política de Procedimentos
Hemoterápicos – pode ser lido na página do Ministério da Saúde e receber sugestões da
população até o dia 2 de agosto.
Atualmente, no Brasil, são coletadas por ano, em média, 3,5 milhões de bolsas de sangue. O
índice brasileiro de doadores é de aproximadamente 1,8% da população. De acordo com
parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS), para manter os estoques regulares é
necessário que 1% a 3% da população faça isso regularmente (...).

Disponível em: <http://www.bancodesangue.com.br/website/content/bancosangue/noticias/?


idNoticia=118>. Acesso em 08/05/2015.

Pelo baixo índice de doadores, é comum ouvirmos que um banco de sangue de uma cidade
está solicitando sangue para um determinado procedimento médico. Imagine que um
determinado banco de sangue veicula a seguinte solicitação: “O banco de sangue necessita,
com a máxima urgência, de sangue tipo A positivo”. Considerando seus conhecimentos sobre
os grupos sanguíneos, a pessoa que precisa da transfusão desse sangue pode possuir tipo
sanguíneo e fator Rh dos tipos:
a) A; Rh negativo.
b) AB; Rh positivo.
c) O; Rh positivo.
d) O; Rh negativo.
e) AB; Rh negativo.

8. (Upf 2015) Na espécie humana, o grupo sanguíneo, no sistema ABO, é uma característica
hereditária do tipo polialelia, e o fator Rh é de herança mendeliana. Analise o heredograma de
três gerações de uma família apresentado abaixo, no qual o indivíduo 1 é um doador universal
e o indivíduo 2 é um receptor universal.

Sobre o grupo sanguíneo e o fator Rh dos membros dessa família, podemos afirmar
corretamente que:
a) o indivíduo 4 não pode ser um doador universal.
b) o indivíduo 3 necessariamente apresenta hemácias com aglutinogênios A e aglutinogênios B.

Página 3 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

c) caso o indivíduo 6 também seja um receptor universal, todos os filhos do casal apresentarão
os dois tipos de aglutininas: Anti-A e Anti-B.
d) o indivíduo 5 pode pertencer ao grupo sanguíneo O e fator Rh+ .
e) se o indivíduo 5 pertencer ao grupo sanguíneo B fator Rh+ e o indivíduo 6 ao grupo O, fator
Rh+ , seus filhos pertencerão ao grupo O ou B, todos obrigatoriamente fator Rh+ .

9. (Pucsp 2015) No lóco referente ao sistema sanguíneo ABO, há três formas, normalmente
representadas por IA , IB e i. Da combinação dessas formas há seis genótipos possíveis na
população humana.
Com relação a esse sistema sanguíneo foram feitas cinco afirmações. Assinale a única
INCORRETA.
a) Trata-se de um caso de alelos múltiplos e cada pessoa normal só poderá apresentar, no
máximo, duas dessas formas.
b) Pessoas que apresentam simultaneamente as formas IA e IB têm aglutinogênios ou
antígenos A e B em suas hemácias.
c) Uma mulher do grupo A heterozigota poderá ter com um homem do grupo B também
heterozigoto filhos dos grupos A,B, AB e O.
d) Pessoas com genótipo ii poderão receber, sem problemas de aglutinação, hemácias de
pessoas pertencentes aos grupos A e B.
e) Um casal que pertence ao grupo AB não poderá ter filhos do grupo O.

10. (Ucs 2015) Os grupos sanguíneos do sistema MN, caracterizado por dois tipos de
aglutinogênios nas hemácias, o antígeno M e o antígeno N, produzem 3 tipos de fenótipos.
Assinale a alternativa que corresponde aos possíveis genótipos.
a) A; AB; O
b) AgM AgM; AgM AgN; AgN AgN
c) Anti - A; Anti - B; Anti - AB
d) Anti - M; Anti - MN; Anti - NN
e) Aglutina em contato com antígeno M; Aglutina em contato com antígeno N; Não aglutina

Página 4 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

Gabarito:

Resposta da questão 1:
[B]

Os alelos IA e IB podem se expressar em heterozigose e codificam, respectivamente, os


aglutinogênios A e B.

Resposta da questão 2:
[D]

A análise dos dados revela que 80 pessoas pertencentes ao grupo sanguíneo O poderiam ser
doadores para indivíduos do grupo O e portadores de aglutininas anti-A e anti-B.

Resposta da questão 3:
[C]

Entre as alternativas propostas, a única possível é a [C] porque Diogo é receptor universal
(AB), Gustavo pode ser do grupo A ou O e Joana pertence ao grupo A.

Resposta da questão 4:
[D]

Para o casal Júlia (Rh- ) e Emílio (Rh+ ) existe o risco da ocorrência de filhos Rh+ com
eritroblastose fetal, caso não seja feito um pré-natal adequado, com acompanhamento médico.
Existem medidas profiláticas e terapêuticas que evitam o desenvolvimento da doença
hemolítica do recém-nascido.

Resposta da questão 5:
[A]

De acordo com sistema ABO, sendo o pai heterozigoto A (IA i) e a mãe heterozigota B (IBi),
podem gerar um filho O (ii). Para o fator Rh, o pai heterozigoto (Rr) e a mãe heterozigota (Rr)
também podem gerar um filho com fator Rh negativo (rr).

Resposta da questão 6:
[B]

O paciente pertencente ao grupo sanguíneo A pode receber sangue dos grupos A e O. A


probabilidade do doador ser do grupo A é igual a 20%; sendo a mesma chance de pertencer
ao grupo O. Dessa forma, a probabilidade de o doador ser do grupo A ou do grupo O é igual à
soma das probabilidades, isto é, 40%.

Resposta da questão 7:
[B]

O grupo ARh+ é doador para ARh+ e para ABRh+ , o receptor universal ideal.

Resposta da questão 8:
[A]

Sendo filho de pai O (ii) e mãe AB (IAIB ), o indivíduo 4 tem 50% de chance de pertencer ao
grupo sanguíneo A (IA i) e 50% de pertencer ao grupo B (IBi).

Página 5 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

Resposta da questão 9:
[D]

Pessoas com genótipo ii pertencem ao grupo O e possuem as aglutininas anti-A e anti-B no


plasma. Por esse motivo, somente podem ser transfundidos com sangue do tipo O.

Resposta da questão 10:


[B]

Fenótipos Genótipos
M AgM AgM
N AgN AgN
MN AgM AgN

Página 6 de 7
Interbits – SuperPro ® Web

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração: 29/01/2017 às 10:44


Nome do arquivo: Capítulo 3

Legenda:
Q/Prova = número da questão na prova
Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria Fonte Tipo

1.............160694.....Média.............Biologia..........Uece/2016............................Múltipla escolha

2.............152411......Média.............Biologia..........Pucsp/2016..........................Múltipla escolha

3.............160979.....Baixa.............Biologia..........G1 - ifsc/2016.......................Múltipla escolha

4.............152465.....Média.............Biologia..........Uemg/2016...........................Múltipla escolha

5.............166100.....Média.............Biologia..........Enem 2ª aplicação/2016......Múltipla escolha

6.............155369.....Média.............Biologia..........Fatec/2016...........................Múltipla escolha

7.............148928.....Média.............Biologia..........Pucpr/2016...........................Múltipla escolha

8.............142298.....Média.............Biologia..........Upf/2015...............................Múltipla escolha

9.............143688.....Média.............Biologia..........Pucsp/2015..........................Múltipla escolha

10...........143577.....Média.............Biologia..........Ucs/2015..............................Múltipla escolha

Página 7 de 7