Você está na página 1de 14

Análise Preliminar de Riscos - APR

Empresa: Data:
Unidade de Análise: Macro Processo/ Processo:

Equipe: (Nome/Área) Referências:

Barreiras de Recomendações / Cenário


Situação de Risco Causa Tipo de Efeito Efeito Freq Sev Risco Nova Freq Nova Sev Novo Risco
Proteção Sugestões de Risco
Base de Validação

Base de Validação

Base de Validação

Base de Validação

Base de Validação

Planilha excell: ModeloAPRrev 0 31/12/08 1/14


APR - Análise Preliminar de Risco (Rev 00 - 12/11/2009)
INS 0037 DECG - Instrução para Análise e Gerenciamento de Riscos

clique para inserir uma nova situação de risco


Salvar Arquivo (Ctrl + b) Página Inicial Plano de Ação

TABELA 1 - ANÁLISE ANTES DAS RECOMENDAÇÕES E SUGESTÕES


TABELA DE MATRIZ DE RISCOS APR
a tabela existente abaixo calcula automaticamente os valores de Frequência x Severidade

Total Cenários 0

FREQUÊNCIA
MATRIZ DE
RISCOS
PESOS 2 3 5 8

POUCO
PESOS REMOTA OCASIONAL PROVÁVEL
PROVÁVEL

32 CATASTRÓFICA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0
SEVERIDADE

16 CRÍTICA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

8 GRAVE 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

4 MODERADA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

2 LEVE 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

TABELA 2 - ANÁLISE APÓS RECOMENDAÇÕES E SUGESTÕES


TABELA DE MATRIZ DE RISCOS APR
a tabela existente abaixo calcula automaticamente os valores de Frequência x Severidade

Total Cenários 0
FREQUÊNCIA
MATRIZ DE
RISCOS
PESOS 2 3 5 8

POUCO
PESOS REMOTA OCASIONAL PROVÁVEL
PROVÁVEL

32 CATASTRÓFICA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0
SEVERIDADE

16 CRÍTICA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

8 GRAVE 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

4 MODERADA 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0

2 LEVE 0 0 % 0 0 % 0 0 % 0
TABELA 1 - RESUMO POR CATEGORIA DE RISCO
TABELA DE MATRIZ DE RISCOS APR
a tabela existente abaixo calcula automaticamente os valores referentes à categoria de risco

FRE
ÁREA
8 13 MUITO ALTO ALTO

PROVÁVEL FREQUENTE 0 0 % 0 0 %

0 % 0 0 %

Insira o nome da área


0 % 0 0 % nome da área referente à APR
elaborada

0 % 0 0 %

0 % 0 0 %

0 % 0 0 %

TABELA 2 - RESUMO POR CATEGORIA DE RISCO


TABELA DE MATRIZ DE RISCOS APR
a tabela existente abaixo calcula automaticamente os valores referentes à categoria de risco
FRE
ÁREA
8 13 MUITO ALTO ALTO

PROVÁVEL FREQUENTE 0 0 % 0 0 %

0 % 0 0 %

Insira o nome da área


0 % 0 0 % nome da área referente à APR
elaborada

0 % 0 0 %

0 % 0 0 %

0 % 0 0 %
entes à categoria de risco

FREQUÊNCIA

MÉDIO BAIXO MUITO BAIXO TOTAL GERAL

0 0 % 0 0 % 0 0 % 0 0 %

entes à categoria de risco


FREQUÊNCIA

MÉDIO BAIXO MUITO BAIXO TOTAL GERAL

0 0 % 0 0 % 0 0 % 0 0 %
TABELA RESUMO POR CATEGORIA DE RISCO/RESPONSÁVEL PELO ACOMPANHAMENTO
a tabela existente abaixo calcula a quantidade de recomendações/sugestões por categoria de risco e responsável

FREQUÊNCIA
ÁREA
MUITO ALTO ALTO MÉDIO BAIXO

0 0 0 0

Responsável pelo Gerente de


Diretor Gerente Geral Supervisor
acompanhamento Área

Insira o nome da área


nome da área referente à APR elaborada
PELO ACOMPANHAMENTO

NCIA

TOTAL
MUITO BAIXO
GERAL

0 0

Supervisor -
Página 10 de 14

PLANO DE AÇÃO DE ADEQUAÇÃO À APR


PLANO DE AÇÃO MACRO - DIRETRIZES GERAIS DE ADEQUAÇÃO À APR

FONTE: INS 00037 DECG - Instrução para Análise e Gerenciamento de Riscos


PGS 0001 DECG - Análise Preliminar de Riscos

clique nos itens abaixo para executar as ações

Salvar Arquivo (Ctrl + b) Página Inicial Matriz Cenários

IDENTIFICAÇÃO DOS DADOS DA APR


informe os dados abaixo

Método ou processo referente á APR:


Responsável pela elaboração da APR:
Data de realização da APR:
Data de cadastro do Plano de Ação:

PROGRAMAÇÃO
GA RESPONSÁVEL STATUS DE ADEQUAÇÃO DESCRIÇÃO DOS ITENS CONSIDERADOS COMO
CENÁRIO NÍVEL DE RISCO RESPONSÁVEL ADEQUAÇÃO ACOMPANHAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
SEQÜÊNCIA

SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA ADEQUAÇÃO JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN (IMPLEMENTADO, IMPLEMENTADO OBSERVAÇÕES
(IDENTIFICAR O Nº REFERENTE AO CENÁRIO QUE (NÍVEL DE RISCO IDENTIFICADO NO (DESCREVER A SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA NA APR) (DESCREVER O NOME DO RESPONSÁVEL PELO
(DESCREVER A GA RESPONSÁVEL GERENCIAMENTO DA AÇÃO)
(CAMPO AUTOMÁTICO, GERADO À PARTIR DO NÍVEL DE COM RESTRIÇÃO OU NÃO RESTRIÇÕES À IMPLEMENTAÇÃO (INSERIR OBSERVAÇÕES RELACIONADAS AO PLANO DE AÇÃO)
GEROU UMA SUGESTÃO E/OU RECOMENDAÇÃO) CENÁRIO) RISCO INFORMADO) IMPLEMENTADO) (INFORMAR OS ITENS RESTRITIVOS À IMPLEMENTAÇÃO TOTAL)
PELO GERENCIAMENTO DA AÇÃO)

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

P
01
R

P
02
R

P
03
R

P
04
R

P
05
R

P
06
R

P
07
R

P
08
R

P
09
R

P
10
R

P
11
R

P
12
R

P
13
R
Página 11 de 14

PLANO DE AÇÃO DE ADEQUAÇÃO À APR


PLANO DE AÇÃO MACRO - DIRETRIZES GERAIS DE ADEQUAÇÃO À APR

FONTE: INS 00037 DECG - Instrução para Análise e Gerenciamento de Riscos


PGS 0001 DECG - Análise Preliminar de Riscos

clique nos itens abaixo para executar as ações

Salvar Arquivo (Ctrl + b) Página Inicial Matriz Cenários

IDENTIFICAÇÃO DOS DADOS DA APR


informe os dados abaixo

Método ou processo referente á APR:


Responsável pela elaboração da APR:
Data de realização da APR:
Data de cadastro do Plano de Ação:

PROGRAMAÇÃO
GA RESPONSÁVEL STATUS DE ADEQUAÇÃO DESCRIÇÃO DOS ITENS CONSIDERADOS COMO
CENÁRIO NÍVEL DE RISCO RESPONSÁVEL ADEQUAÇÃO ACOMPANHAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
SEQÜÊNCIA

SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA ADEQUAÇÃO JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN (IMPLEMENTADO, IMPLEMENTADO OBSERVAÇÕES
(IDENTIFICAR O Nº REFERENTE AO CENÁRIO QUE (NÍVEL DE RISCO IDENTIFICADO NO (DESCREVER A SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA NA APR) (DESCREVER O NOME DO RESPONSÁVEL PELO
(DESCREVER A GA RESPONSÁVEL GERENCIAMENTO DA AÇÃO)
(CAMPO AUTOMÁTICO, GERADO À PARTIR DO NÍVEL DE COM RESTRIÇÃO OU NÃO RESTRIÇÕES À IMPLEMENTAÇÃO (INSERIR OBSERVAÇÕES RELACIONADAS AO PLANO DE AÇÃO)
GEROU UMA SUGESTÃO E/OU RECOMENDAÇÃO) CENÁRIO) RISCO INFORMADO) IMPLEMENTADO) (INFORMAR OS ITENS RESTRITIVOS À IMPLEMENTAÇÃO TOTAL)
PELO GERENCIAMENTO DA AÇÃO)

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

P
14
R

P
15
R

P
16
R

P
17
R

P
18
R

P
19
R

P
20
R

P
21
R

P
22
R

P
23
R

P
24
R

P
25
R

P
26
R
Página 12 de 14

PLANO DE AÇÃO DE ADEQUAÇÃO À APR


PLANO DE AÇÃO MACRO - DIRETRIZES GERAIS DE ADEQUAÇÃO À APR

FONTE: INS 00037 DECG - Instrução para Análise e Gerenciamento de Riscos


PGS 0001 DECG - Análise Preliminar de Riscos

clique nos itens abaixo para executar as ações

Salvar Arquivo (Ctrl + b) Página Inicial Matriz Cenários

IDENTIFICAÇÃO DOS DADOS DA APR


informe os dados abaixo

Método ou processo referente á APR:


Responsável pela elaboração da APR:
Data de realização da APR:
Data de cadastro do Plano de Ação:

PROGRAMAÇÃO
GA RESPONSÁVEL STATUS DE ADEQUAÇÃO DESCRIÇÃO DOS ITENS CONSIDERADOS COMO
CENÁRIO NÍVEL DE RISCO RESPONSÁVEL ADEQUAÇÃO ACOMPANHAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
SEQÜÊNCIA

SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA ADEQUAÇÃO JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN (IMPLEMENTADO, IMPLEMENTADO OBSERVAÇÕES
(IDENTIFICAR O Nº REFERENTE AO CENÁRIO QUE (NÍVEL DE RISCO IDENTIFICADO NO (DESCREVER A SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA NA APR) (DESCREVER O NOME DO RESPONSÁVEL PELO
(DESCREVER A GA RESPONSÁVEL GERENCIAMENTO DA AÇÃO)
(CAMPO AUTOMÁTICO, GERADO À PARTIR DO NÍVEL DE COM RESTRIÇÃO OU NÃO RESTRIÇÕES À IMPLEMENTAÇÃO (INSERIR OBSERVAÇÕES RELACIONADAS AO PLANO DE AÇÃO)
GEROU UMA SUGESTÃO E/OU RECOMENDAÇÃO) CENÁRIO) RISCO INFORMADO) IMPLEMENTADO) (INFORMAR OS ITENS RESTRITIVOS À IMPLEMENTAÇÃO TOTAL)
PELO GERENCIAMENTO DA AÇÃO)

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

P
27
R

P
28
R

P
29
R

P
30
R

P
31
R

P
32
R

P
33
R

P
34
R

P
35
R

P
36
R

P
37
R

P
38
R

P
39
R
Página 13 de 14

PLANO DE AÇÃO DE ADEQUAÇÃO À APR


PLANO DE AÇÃO MACRO - DIRETRIZES GERAIS DE ADEQUAÇÃO À APR

FONTE: INS 00037 DECG - Instrução para Análise e Gerenciamento de Riscos


PGS 0001 DECG - Análise Preliminar de Riscos

clique nos itens abaixo para executar as ações

Salvar Arquivo (Ctrl + b) Página Inicial Matriz Cenários

IDENTIFICAÇÃO DOS DADOS DA APR


informe os dados abaixo

Método ou processo referente á APR:


Responsável pela elaboração da APR:
Data de realização da APR:
Data de cadastro do Plano de Ação:

PROGRAMAÇÃO
GA RESPONSÁVEL STATUS DE ADEQUAÇÃO DESCRIÇÃO DOS ITENS CONSIDERADOS COMO
CENÁRIO NÍVEL DE RISCO RESPONSÁVEL ADEQUAÇÃO ACOMPANHAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO
SEQÜÊNCIA

SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA ADEQUAÇÃO JUL AGO SET OUT NOV DEZ JAN FEV MAR ABR MAI JUN (IMPLEMENTADO, IMPLEMENTADO OBSERVAÇÕES
(IDENTIFICAR O Nº REFERENTE AO CENÁRIO QUE (NÍVEL DE RISCO IDENTIFICADO NO (DESCREVER A SUGESTÃO OU RECOMENDAÇÃO GERADA NA APR) (DESCREVER O NOME DO RESPONSÁVEL PELO
(DESCREVER A GA RESPONSÁVEL GERENCIAMENTO DA AÇÃO)
(CAMPO AUTOMÁTICO, GERADO À PARTIR DO NÍVEL DE COM RESTRIÇÃO OU NÃO RESTRIÇÕES À IMPLEMENTAÇÃO (INSERIR OBSERVAÇÕES RELACIONADAS AO PLANO DE AÇÃO)
GEROU UMA SUGESTÃO E/OU RECOMENDAÇÃO) CENÁRIO) RISCO INFORMADO) IMPLEMENTADO) (INFORMAR OS ITENS RESTRITIVOS À IMPLEMENTAÇÃO TOTAL)
PELO GERENCIAMENTO DA AÇÃO)

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

P
40
R

P
41
R

P
42
R

P
43
R

P
44
R

P
45
R

P
46
R

P
47
R

P
48
R

P
49
R

P
50
R
Página 14 de 14

BASE DE DADOS
base de dados de validação

ADEQUAÇÃO NÍVEL DE RISCO CRITÉRIOS DE DECISÃO

IMPLEMENTADO MUITO ALTO ACOMPANHAMENTO PELO DIRETOR / IMPLEMENTAÇÃO IMEDIATA


IMPLEMENTADO COM RESTRIÇÃO ALTO ACOMPANHAMENTO PELO GERENTE GERAL / IMPLEMENTAÇÃO INFERIOR A 1 ANO
NÃO IMPLEMENTADO MÉDIO ACOMPANHAMENTO PELO GERENTE ÁREA / IMPLEMENTAÇÃO PRAZO MÁXIMO 3 ANOS
BAIXO IMPLEMENTAÇÃO CASO CUSTO SEJA COM BAIXO ESFORÇO, NÃO É OBRIGATÓRIA A IMPLEMENTAÇÃO
X MUITO BAIXO NÃO HÁ OBRIGATORIEDADE DE IMPLEMENTAÇÃO, INDEPENDENTE DO CUSTO

Você também pode gostar