Você está na página 1de 7

Interbits – SuperPro ® Web

  • 1. (Upe-ssa 3 2016) Rose pagou regiamente a um laboratório de Genética Animal para fazer

uma clonagem de sua gata calico de pelagem tricolor (branca com manchas amarelas e

pretas). O cromossomo X porta o alelo

C

B

para a cor preta ou o alelo

C

A

para a cor amarela,

e a cor branca é condicionada por outro gene. Rose ficou decepcionada ao receber o clone, pois a gatinha, apesar de compartilhar o mesmo DNA da sua mascote Marie, não apresentava variegação de pelagem idêntica.

Interbits – SuperPro ® Web 1 . (Upe-ssa 3 2016) Rose pagou regiamente a um laboratório
Qual alternativa explica o ocorrido?
Qual alternativa explica o ocorrido?
  • a) A gatinha é diferente da mãe biológica (Marie), pois a gata que a gestou possui genoma distinto, contribuindo com um dos X.

  • b) A inativação do X fez a gatinha heterozigota expressar um dos alelos em certas áreas do corpo, e o outro alelo, nas demais regiões, de forma aleatória.

  • c) Para haver sucesso na clonagem, o espermatozoide e o óvulo precisariam ter sido de um tio e de Marie, respectivamente, para que os cromossomos X possuíssem alelos diferentes.

  • d) Como a herança é multifatorial, além dos genes implicados, a dieta deveria ter sido cuidadosamente planejada para se obter o mesmo padrão de pelagem.

  • e) A condensação dos cromossomos X ocorre após o primeiro ano de idade, logo o padrão da pelagem só estará definido após esse período.

    • 2. (Acafe 2016) Mudança de sexo em lagartos.

Lagartos australianos que mudam de sexo em função do clima foram descritos em um estudo publicado em 01/07/2015 na revista Nature. As análises mostram que onze indivíduos nascidos de ovos incubados em temperaturas mais altas tinham um conjunto de cromossomos do sexo masculino, mas formaram indivíduos do sexo feminino. Estes indivíduos passaram facilmente de uma identidade de gênero controlada geneticamente a uma identidade controlada pela temperatura. Os pesquisadores também observaram que quando essas fêmeas de sexo invertido acasalam com os machos, o sexo de sua prole é inteiramente determinado pela temperatura de incubação dos ovos.

Fonte: Biologia - Secretaria do Estado do Paraná, 02/07/2015. Disponível em:

http://www.biologia.seed.pr.gov.br/modules/noticias

Nesse sentido, analise as afirmações a seguir e marque V para as verdadeiras e F para as falsas.

(

) Pela análise do cariótipo podemos distinguir o sexo em numerosos seres vivos. Esse fato

(

decorre da existência de um sistema genético de determinação do sexo, condicionado por cromossomos especiais, denominados cromossomos sexuais. ) No sistema de determinação do sexo ZW, o macho apresenta dois cromossomos sexuais iguais, ZZ (homogamético), enquanto a fêmea apresenta dois diferentes, um Z e outro W (heterogamética). Este sistema aparece em algumas espécies de peixes, de répteis e de aves.

Interbits – SuperPro ® Web

(

) Na espécie humana alguns genes se situam no cromossomo X. A herança desse tipo é

(

denominada herança ligada ao sexo. Quando a manifestação de uma característica ligada ao sexo deve-se a um gene recessivo, o menino herdará da mãe; quando dominante; o pai passará para todas as suas filhas. ) Na ordem Hymenoptera encontram-se espécies, como as abelhas, cuja determinação

(

sexual não envolve cromossomos sexuais. Os óvulos fecundados produzem fêmeas diploides, portanto férteis, enquanto os óvulos não fecundados produzem, partenogeneticamente, machos haploides e fêmeas estéreis. ) A herança influenciada pelo sexo é determinada por genes localizados nos cromossomos autossomos cuja expressão é, de alguma forma, influenciada pelo sexo do portador. Como exemplo de fator que influencia na expressão desses genes, podemos citar os hormônios sexuais.

A sequência correta, de cima para baixo, é

  • a) V - F - V - V - F

  • b) F - F - V - F - V

  • c) V - V - V - F - V

  • d) F - V - F - V - F

    • 3. (Unisinos 2016) Em 1906, os geneticistas britânicos L. Doncaster e G. H. Raynor, estudando

os cruzamentos entre mariposas magpie (asas escuras x asas claras), encontraram os

seguintes cruzamentos recíprocos:

I. fêmeas com asas claras X machos com asas escuras = toda a prole com asas escuras. II. fêmeas com asas escuras X machos com asas claras = toda a prole feminina com asas claras e toda prole masculina com asas escuras.

A partir desses resultados, podemos afirmar que se trata de um caso de

  • a) diibridismo.

  • b) codominância herança.

  • c) herança autossômica dominante.

  • d) herança autossômica recessiva.

  • e) herança ligada ao sexo.

    • 4. (Ucs 2016) Considerando que o alelo mutante (h) recessivo condiciona a não produção do

fator de coagulação VIII e, consequentemente, a hemofilia, caracterizada por ser uma doença ligada ao cromossomo X, qual seria a chance da manifestação da hemofilia nos descendentes diretos de um cruzamento entre um homem hemofílico e uma mulher portadora, mas não hemofílica?

  • a) Todos seriam hemofílicos.

  • b) Nenhum seria hemofílico.

  • c) As filhas seriam hemofílicas e os filhos não hemofílicos.

  • d) 25% das filhas seriam hemofílicas e 25% dos filhos hemofílicos.

  • e) 25% dos filhos seriam não hemofílicos e 75% das filhas hemofílicas.

    • 5. (G1 - col. naval 2015) Leia o texto a seguir.

Dentre as características transmitidas de pais para filhos, algumas dependem da presença ou ausência de um tipo específico de cromossomo. Assim é a determinação do sexo de uma criança. No homem, o par de cromossomos sexuais é formado por cromossomos de tamanho diferentes e, na mulher os cromossomos de par sexual são de tamanho semelhante. Para compreender a determinação genética do sexo, é importante considerar que o par de cromossomos sexuais existe em todas as células do corpo dos indivíduos, entretanto um espermatozoide conterá apenas um dos dois cromossomos possíveis.

Com base no texto acima, assinale a opção que apresenta a probabilidade de um casal ter um menino como primeiro filho e o par de cromossomos sexuais do menino.

a) 1 4 e XX. b) 25% e XX.
a)
1 4
e XX.
b)
25% e XX.

Interbits – SuperPro ® Web

c) 75% e XX. d) 3 4 e XY.
c)
75% e XX.
d)
3 4
e XY.
  • e) 50% e XY.

    • 6. (Udesc 2015) Um geneticista foi procurado por um casal que desejava ter filhos, mas estava

preocupado com a possibilidade de vir a ter um filho com uma determinada doença que ocorria na família de ambos. Após analisar o caso, o geneticista pode determinar que é uma doença que está ligada ao sexo. Sabendo-se que tanto o homem como a mulher não possuem a doença, mas que a mãe dela é heterozigota e o pai normal, a possibilidade deste casal vir a ter um descendente com a anomalia é de:

  • a) 50%

  • b) 25%

  • c) 12,5%

  • d) 75%

  • e) 33%

    • 7. (Udesc 2015) Sabe-se que o daltonismo é uma herança ligada ao sexo, e que o albinismo é

condicionado por um gene recessivo localizado em um cromossomo autossômico. Um casal, em que ambos são heterozigotos para a pigmentação da pele; o homem e a mulher têm visão normal, sendo ela filha de pai daltônico, deseja saber qual a possibilidade de terem um filho albino e daltônico. Assinale a alternativa que apresenta o percentual probabilístico.

  • a) 50%

  • b) 6,25%

  • c) 33%

  • d) 25%

  • e) 0%

    • 8. (Acafe 2015) Hemofilia é um grupo de doenças genéticas e hereditárias que prejudicam a

capacidade de coagulação sanguínea, favorecendo hemorragias.

Observe a genealogia a seguir e assinale a alternativa correta.

Interbits – SuperPro ® Web c) 75% e XX. d) 3 4 e XY. e) 50%
  • a) Como afetou somente homens, é uma herança restrita ao sexo.

  • b) 3 e 7 são obrigatoriamente heterozigotas.

  • c) Homens normais podem ter filhas afetadas.

  • d) 13 pode ser portador do gene da hemofilia.

    • 9. (Mackenzie 2015) Um homem daltônico e destro, filho de pai canhoto, casa-se com uma

mulher de visão normal e canhota. O casal tem uma criança do sexo masculino, daltônica e destra. Considerando que o daltonismo é condicionado por um gene recessivo ligado ao X e o uso da mão esquerda é determinado por um gene autossômico recessivo, é correto afirmar que

Interbits – SuperPro ® Web

  • a) a criança herdou o gene para o daltonismo do pai.

  • b) a mulher é heterozigota para ambas as características.

  • c) todos os filhos do sexo masculino desse casal serão daltônicos.

  • d) esse casal pode ter filhas daltônicas.

  • e) todas as crianças desse casal serão destras.

10. (Fgv 2014) Leia a notícia a seguir.

“Uma equipe de investigadores da Escócia estudou três galináceos ginandromorfos, ou seja, com características de ambos os sexos. A figura mostra um dos galináceos estudados, batizado de Sam, cujo lado esquerdo do corpo apresenta a penugem esbranquiçada e os músculos bem desenvolvidos, como observado em galos. Já no lado direito do corpo, as penas são castanhas e os músculos mais delgados, como é normal nas galinhas. No caso dos galináceos, a determinação sexual ocorre pelo sistema ZW.”

Interbits – SuperPro ® Web a) a criança herdou o gene para o daltonismo do pai.
Interbits – SuperPro ® Web a) a criança herdou o gene para o daltonismo do pai.

Admitindo-se que Sam apresente perfeita diferenciação cromossômica nas células dos lados

direito e esquerdo do corpo, e uma gônada de cada lado, é correto afirmar que a gônada do lado

  • a) esquerdo produz espermatozoides, constituídos pelo cromossomo Z, ou pelo cromossomo
    W.

  • b) esquerdo produz óvulos, constituídos apenas pelo cromossomo Z.

  • c) direito produz espermatozoides, constituídos apenas pelo cromossomo W.

  • d) direito produz óvulos, constituídos pelo cromossomo Z, ou pelo cromossomo W.

  • e) direito produz óvulos, constituídos apenas pelo cromossomo W.

Interbits – SuperPro ® Web

Gabarito:

Resposta da questão 1:

[B]

Resposta da questão 2:

 

[C]

Resposta da questão 3:

 

[E]

I. Pais:

C

Z

C

c

w

Filhos:

Z
Z

Z

C

Z

c

Z �
Z

Z

C

II. Pais:

Z c Z Z C Z c

Z

c

Z

Z

C

Z

c

c

II. Pais: Z c Z Z C Z c c � Z C w

Z

C

w

Filhos:

 

Resposta da questão 4:

 

[D]

Gametas

     

masculinos e

 

X

h

 

Y

femininos

   
 

X

H

X

H

X

h

X

H

Y

 

X

h

X

h

X

h

X

h

Y

Resposta da questão 5:

 

[E]

Alelos: c (asa clara) e C (asa escura)

As fêmeas de mamíferos apresentam um dos seus cromossomos X inativados de forma aleatória; fato que explica a diferença de expressão gênica entre a gata clonada e a mascote Marie.

Em abelhas, os óvulos fecundados produzem fêmeas. Os óvulos não fecundados evoluem, partenogeneticamente, originando machos haploides férteis denominados zangões.

Os resultados sugerem que o gene determinante da coloração das asas das mariposas seja ligado ao sexo, isto é, esteja situado na região não homóloga do cromossomo sexual Z.

w (100% asas escuras)

Interbits – SuperPro ® Web Gabarito: Resposta da questão 1: [B] Resposta da questão 2: [C]

Z

(100% asas escuras) e

  • C w (100% asas claras)

Sabe-se que a hemofilia é caracterizada pelo alelo (h) recessivo no cromossomo X. Assim, um

X

h

Y e uma mulher portadora

X

H

X

h

Cruzando-se

.

homem hemofílico apresenta genótipo

estes dois indivíduos, obtém-se 25% de mulheres hemofílicas, 25% de mulheres portadoras,

25% de homens hemofílicos e 25% de homens não hemofílicos.

A probabilidade de ocorrer o encontro de um espermatozoide portador do cromossomo Y com um óvulo contendo o cromossomo X é igual a 50%. O par de cromossomos sexuais do menino será XY.

Resposta da questão 6:

Interbits – SuperPro ® Web

[C]

Alelos ligados ao sexo: a (anomalia) e A (normalidade)

Pais:

X

A

Y X

A

X

_

P (mãe

X

A

X

a

)

=

0,5

=

50%

P (filho X

a

Y)

=

0,5

=

0,5

0,25

=

25%

P (mãe X

A

X

a

e filho X

a

Y)

=

0,5

0,25

=

0,125

=

12,5%

Resposta da questão 7:

[B]

Alelos: a (albanismo) e A (normalidade)

d (daltonismo) e D (normalidade)

pais:

Aa X

D

Y

Aa X

D

X

d

P(albino e daltônico) =

d

P(aa X Y)

= =

4

4

1

1

1

16

=

6,25%

Resposta da questão 8:

[B]

As mulheres 3 e 7 são normais e portadoras do gene recessivo e ligado ao sexo causador da

hemofilia. Elas apresentam genótipo

X

H

X

h

.

Resposta da questão 9:

[D]

Alelos: d (daltonismo), D (visão normal), c (canhoto) e C (destro)

Pais:

d

X YCc

e

X

D

X

_

cc

O casal pode ter filhas daltônicas

(X

d

X

d

), caso a mãe seja portadora do gene para o

daltonismo

(X

D

X

d

).

Resposta da questão 10:

[D]

Sendo heterogaméticas, as fêmeas de galináceos produzem óvulos com o cromossomo sexual

Z e óvulos com o cromossomo W.

Interbits – SuperPro ® Web

Resumo das questões selecionadas nesta atividade

Data de elaboração:

Nome do arquivo:

29/01/2017 às 11:04

Capítulo 5

Legenda:

Q/Prova = número da questão na prova

Q/DB = número da questão no banco de dados do SuperPro®

Q/prova Q/DB Grau/Dif. Matéria

Fonte

Tipo

 

escolha

escolha

escolha

escolha

 

- col.

escolha

 

escolha

escolha

escolha

escolha

escolha