Repouso no Espírito

"Pe. DeGrandis perguntou se eu queria ser batizado no Espírito Santo. Quando disse sim, ele me tocou suavemente e caí no chão" REPOUSO NO ESPÍRITO Robert DeGrandis, S.S.J. No momento em que iniciamos nossa busca da revelação de Deus sobre o "repouso no Espírito", peço ao leitor que também participe dos "Seminários de Deus" e faça algumas perguntas ao Senhor. Ele diz em Jeremias 33,3: "Invoca-me e eu te responderei e te anunciarei coisas grandes e inacessíveis, que tu não conheces". INTRODUÇÃO O "repouso no Espírito" é um assunto de grande interesse em nossos dias e relacionado com a Renovação Carismática. Tal como o dom de línguas, a experiência de cair no chão durante uma oração tem despertado a atenção das pessoas. Pouco se tem escrito sobre ele e muito ainda é desconhecido. É como um território virgem, especialmente na comunidade católica. E justamente porque esse assunto está começando a se destacar e a ter os seus efeitos, quero abrir a comunicação e iniciar o diálogo a respeito. Desejo examinar o que acredito ser mais uma moção do Espírito Santo em nossos dias. O repouso no Espírito é, provavelmente, mais um dom carismático, pelo menos em parte. Parece haver um duplo carisma: o carisma de algumas pessoas, em quem o poder é tão forte que a maior parte dos que recebem suas orações cai; e o carisma daqueles que recebem a oração e que ficam tão abertos para receber que caem sob o poder quando alguém ora. A Constituição Dogmática sobre a Igreja, Lumen gentium, do Concílio Vaticano II, $12, ao falar dos dons carismáticos diz: "Estes carismas, quer eminentes, quer mais simples e mais amplamente difundidos, devem ser recebidos com gratidão e consolação, pois que são perfeitamente acomodados e úteis às necessidades da Igreja". Desse modo, o que queremos fazer aqui é começar a explorar a "adequação e a utilidade" deste dom, e "recebê-lo com gratidão". Minha primeira experiência pessoal com o repouso no Espírito aconteceu durante uma reunião de oração com Kathryn Kuhlman, em 1971. Lembro-me de ter ficado deitado

no chão, sentindo uma paz profunda e a consciência do enorme poder de Deus. Desde aquela ocasião, acredito que já repousei pelo menos 25 vezes. Se eu contar todas as vezes em que repousei no Espírito enquanto recebia uma oração, sentado em uma cadeira, creio que seriam de 75 a 100 vezes. Quase todas as vezes que recebo cura interior, repouso no Espírito. Uma das melhores experiências que já tive foi no Brasil, após um longo e cansativo dia de pregação. Estava exausto e alguém se ofereceu para me fazer repousar no Espírito. Após alguns momentos de repouso com o Senhor, levantei-me totalmente reanimado e renovado. Foi fantástico! Algumas vezes, quando estou tenso, antes de um seminário, peço a alguém que me faça repousar no Espírito. Posso repousar cerca de vinte minutos e, então, estarei pronto para ir, mais sensível, aberto e apto a perceber a direção que o Senhor quer que eu siga naquela pregação. Em 1972, quando fui chamado para orar em uma equipe com Francis MacNutt, na universidade de Notre Dame, tive minha primeira experiência de ser utilizado como instrumento para o repouso no Espírito de outra pessoa. Surpreso, chamei Bárbara Schlemon para que examinasse a pessoa que tinha caído. Ela me assegurou que o indivíduo estava "simplesmente repousando no Espírito". Era algo que eu nunca tinha visto. O tempo passou e comecei a me dedicar inteiramente ao ministério de cura na Renovação Carismática, e o repouso no Espírito se tornou uma via poderosa de cura, especialmente com grandes grupos, onde não havia tempo para a oração individual prolongada. Comecei a ouvir histórias de que o Senhor realizara curas profundas em espaços de tempo incrivelmente curtos, enquanto as pessoas repousavam calmamente em seus lugares ou no chão, durante as orações de cura. Pessoas que haviam se submetido a aconselhamento por muitos anos, sem conseguirem melhora significativa, obtinham profunda cura e rápido crescimento enquanto repousavam no Espírito por breve espaço de tempo. Tenho experiência de que uma das maneiras mais poderosas de ajudar a cura e o crescimento das pessoas na oração é através do repouso no Espírito. Eu costumava dar cursos sobre a oração e, atualmente, com esses cursos também ajudo as pessoas a se abrirem à experiência do repouso no Espírito. Algumas vezes, em seminários de um dia, ou em retiros de fim de semana, oro para que os participantes repousem no Espírito no começo, antes de iniciar a palestra, no meio e no fim do retiro ou do dia. Essa experiência os abre para receber o Senhor e é mais eficiente do que qualquer outro método que eu já tenha descoberto. Algumas das curas mais profundas ocorrem em retiros nos quais as pessoas repousam no Espírito. Hoje, quando viajo pelos Estados Unidos e por diversos países, coordenando treinamentos de líderes e orações de cura, em meu ministério de tempo integral, vejo participantes sem-conta repousarem no Espírito - até mesmo bispos! Um dos comentários mais comuns que ouço quando estou pregando é: "Padre, o senhor é o primeiro a nos dar uma explicação detalhada sobre o repouso no Espírito". Lembrome que já em 1974, algumas pessoas em grupos de oração ficavam sob o poder do Espírito enquanto estavam louvando o Senhor. Muitos não sabiam do que se tratava e ficavam com muito medo. A falta de compreensão provoca confusão, interpretações equivocadas e abusos. O assunto precisa ser aberto à discussão. Não podemos

na Evangelii nuntiandi.à mudança da mente e do coração. A classe correspondeu . a dar a razão da nossa fé.. sem extinguir o Espírito. Muitos foram batizados no Espirito e começaram a falar em línguas. Logo fui confrontado com um desafio formidável . Entretanto. ao mesmo tempo tão poderoso e delicado. A experiência carismática faz com que Seu amor e poder se tornem evidentes . mas continuamos. Não creio que seja correto alguém que não tenha tido uma experiência tão subjetiva como o repouso no Espírito se posicione contra ela com simples argumentos intelectuais. Abandonei os manuais e resolvi fazer um Seminário de Vida no Espirito. encontra-se a semente da conversão sendo regada nos corações do povo. porque nos forçaram. Pe. Seria a mesma coisa que fazer um homem escrever um livro sobre a alegria de dar a luz uma criança. 75..simplesmente dar as costas ou reprimi-lo.. Na verdade. O negativismo que encontrei levou-me a examinar mais profunda e cuidadosamente a posição que eu e outros. a nós que damos valor positivo a essa experiência. afirma: .. Enfatizo os dons carismáticos e o batismo no Espirito Santo porque são eles que levam à conversão . A partir do momento em que decidimos correr o risco.. Em todos os lugares aonde vou. medo e problema. Nenhum homem poderia descrever adequadamente essa sensação.. De acordo com minha pesquisa.uma classe numerosa de crisma com cerca de 100 jovens. Eles se confrontam com as necessidades do povo tomados por uma sensação de incapacidade de realizar qualquer mudança. n. o povo tem fome . que também se dedicam inteiramente ao ministério de cura. Creio que o que devemos fazer é obter umas respostas pastorais para os problemas pastorais.. Em um artigo para a revista New Covenant. alguns críticos do repouso no Espírito nunca viveram a experiência.. Conversão significa mudança.. A necessidade de conversão é a mesma tanto para uma pessoa de 80 anos como para uma criança de oito. ouço sacerdotes dizendo: "Precisamos de alguma coisa . James Hughes fala da necessidade de formação espiritual dos jovens de sua paróquia e a solução que Deus lhe deu: "Comecei com um pequeno grupo de jovens que concordou em fazer um retiro.. Esses jovens precisam de Jesus.. Deus respondeu imediatamente ... Não quero negar que haja problemas pastorais. surgiram problemas quando tivemos de fazer algumas mudanças .. a presença de Deus se tornou tão forte que quase todos foram dominados pelo Espirito Santo e chamados a uma profunda conversão. Em cada história que se houve. confiando na orientação do Espirito Santo para me conduzir pelo caminho certo. O programa gira em torno da conversão. somos gratos àqueles que questionaram negativamente este dom. João diz nas epístolas: "Examinai os espíritos" (I Jo 4.. Cada história é um exemplo de entrega ao ministério do Espírito Santo. porque é uma experiência subjetiva da mulher.. Os corações dos jovens são transformados quando nos retiramos e deixamos o Senhor agir". o povo está buscando". Qual o segredo da mudança? O Senhor se encarrega disso.1) e é isto que estamos tentando fazer: examiná-los em sua autenticidade e praticidade. defendemos a respeito desse assunto. Durante o rito penitencial. Paulo VI. e mudança freqüentemente significa risco.

Ainda que eu prefira chamar essa experiência de "Repouso no Espírito". as nossas funções físicas e psicológicas se desaceleram e a sensibilidade se intensifíca no relacionamento com o Senhor. Em 1967. . freqüentemente. A necessidade de conversão é constante para todos nós. existe certa concordância quanto à submissão.". renúncia ou repouso da atividade e dos sentidos do corpo físico para que Deus possa Se manifestar mais claramente ao íntimo do homem. Nas definições a seguir. At 9. vozes. frios ou quentes. entrega. "Dormição". definindo primeiramente o que é "experiência religiosa". também algumas vezes chamada de "Dominado no Espírito". hoje ainda.31) . Ministério de cura para leigos (4."Repleta do conforto do Espirito Santo. O repouso os atrai para a oração profunda. É. O aspecto de pósevangelização do repouso é para aqueles que aceitaram o Senhor e estão produzindo frutos.. puseram em risco a própria reputação ao narrar a história extraordinária a uma Igreja que não aceitava o dom de línguas. Em seguida. O Espírito de Deus. haverá uma série de citações que se referem a ele como "Morte ou morrer" no Espírito. Para os nãocristãos.) afirmo: "Parece que enquanto repousamos no Espírito. inspiração. Ele é a alma desta mesma Igreja. Matthew Linn fez uma observação interessante de que há um aspecto de "pré-evangelização" e de "pós-evangelização" no repouso no Espírito.". EXPERIÊNCIA RELIGIOSA: consciência de Deus em "nível de sensação e emoção" que gera uma resposta espontânea. visões e conversão. alguns católicos carismáticos da Universidade de Duquesne permitiram que o Espírito Santo os possuísse e conduzisse. DEFINIÇÕES Creio que seja útil começar de um ponto elementar. Pe. como nos inícios da Igreja. intensificando o dom da contemplação. Ele parece estar cativando tanto os fiéis como os infiéis com uma nova espécie de amor.. daremos algumas definições sobre a experiência a partir de diversas perspectivas. Certa vez. ou para os cristãos indiferentes que não prestam obediência ao Senhor. o repouso geralmente abre seus corações para ouvir a palavra de Deus. "Cair sob o poder". certamente atrai a atenção dos católicos. É Ele quem faz com que os fiéis possam entender os ensinamentos de Jesus e o seu mistério. Em meu livro. ao conferir dons de impacto.. E para os leitores que estão se iniciando no assunto do repouso no Espírito.a ed. "Morrer no Espírito" ou simplesmente "A bênção". . Após receberem o batismo no Espírito e começarem a orar em línguas. Ele é aquele que. age em cada um dos evangelizadores que se deixa possuir e conduzir por Ele. abordaremos a diferença entre o repouso "espontâneo" e "ministrado". acompanhada por revelação. REPOUSO NO ESPÍRITO: experiência que consiste em cair de costas no chão durante uma oração. Esses termos para nós serão sinônimos. Não parece haver uma descrição simples do que essa experiência abrange. a Igreja ia crescendo (cf.

. Gosto também da descrição simples feita por um pediatra: "Parece ser a evidência exterior da entrega interior que se faz ao Senhor". que a energia do corpo desfalece a ponto de não poder ficar de pé". ela também está profundamente concentrada no Senhor. Pe. Enquanto repousam. afirma: "Tanto quanto posso ver. Durante o repouso. Uma analogia que uso algumas vezes é com o banho de sol.. mas não se importa com nada. A pessoa se concentra na televisão e desliga-se totalmente dos outros. a tal ponto que ela cede o controle de seu sistema motor e desmaia ou cai flácida". mas também porque é um termo isento de avaliação. palavra que sugere "sono" e aponta para certa semelhança com a experiência de êxtase narrada nos escritos dos santos.. deixam que ele venha e relaxam.. é o poder do Espírito enchendo de tal forma a pessoa com uma consciência íntima muito elevada. Morton Kelsey comenta em Discernment: ". e simplesmente se refere à experiência como "o fenômeno da queda".. o sono é diferente. Pe. terão. open heart afirma: " .. É como estar completamente absorvido por um programa de televisão em uma sala barulhenta e cheia de gente. Vincent Walsh se refere a essa experiência como uma "dormição".Francis MacNutt. da plenitude do amor e da paz de Deus". Thomas Keating em Open mind. As pessoas simplesmente se estendem ao sol. Mons.". o Senhor realizará muitas curas. um toque direto. permanece a consciência dos outros agindo e falando ao redor. A pessoa pode ouvir o que está acontecendo.. Elas sentem o Seu amor.Esses nomes só começam a nos dar uma pista do que realmente está acontecendo . caem com uma sensação de bem-estar e permanecem deitadas todo o tempo que podem". em O poder de curar. Referindo-se às variadas descrições. Ralph DiOrio comenta: "Ele é parte do dom de cura. na revista Catholic Charismatic: " . Pe.a pessoa é dominada por uma profunda sensação de bem-estar que lhe causa um relaxamento momentâneo.sente-se uma leve interrupção no funcionamento normal dos sentidos e escorrega-se para o chão. Pe. No repouso no Espírito. no mais íntimo do ser. George Montague afirma. faremos referência a ele como o fenômeno da queda não só porque a queda no chão é o aspecto comum a todas as diversas formas da experiência.. que os faz relaxar e cair.. . Mas não se trata de sono. Se as pessoas não experimentaram este tipo de oração anteriormente. REPOUSO ESPONTÂNEO E MINISTRADO Outra definição que poderá ser útil é a que distingue o repouso "espontâneo" do repouso . ouvem o Senhor falando com elas e simplesmente repousam em Sua presença. pois não pressupõe uma causa para a experiência". em muitos casos um encontro direto com o Senhor.geralmente descrevem uma sensação de poder divino ou energia que flui interiormente.. Ted Dobson prefere separar totalmente o ato de cair da avaliação da causa da queda. ele afirma: " .. Sua energia parece estar canalizada para o Senhor. O repouso no Espírito é como deixar que o sol do Espírito Santo penetre no íntimo. Então.

não seja como eu quero. Prostração involuntária A. Repouso Espontâneo: consiste em cair sob o poder do Espírito Santo sem nenhum intermediário. uma das primeiras perguntas é: "Onde podemos encontrá-lo na Escritura?" Há situações paralelas ou semelhantes na Bíblia? Norton Kelsey afirma: "É óbvio que nos tempos bíblicos não havia nada exatamente similar à uma cerimônia moderna em que as pessoas se dirigem para a frente. Conflito espiritual "No caminho. é um exemplo. "Por essa razão eu dobro os joelhos diante do Pai .13-14). " (At 26. se é possível. Há referências bíblicas a quedas ante a presença de Deus. Em ação de graças.14-16). Saulo.15-16. que passe de mim este cálice. glorificando a Deus em alta voz. 2.. Também em Mt 26. pelo meio-dia."ministrado". no interior do vosso Templo!" (Sl 47. por que me persegues? . e lançou-se aos pés de Jesus com o rosto por terra. são tocadas e caem. . Prostração voluntária A. FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA À medida que entramos em contato com o fenômeno do repouso no Espírito. 1. para pedir-lhe que ele conceda. Jesus no Getsêmani ". prostrou-se com o rosto em terra e orou: Meu pai. eu vi.10). por outro lado. Caímos todos por terra.. onde o leproso foi curado. vendo-se curado. há muitas referências no Antigo e no Novo Testamentos a pessoas que caíram diante de Deus e parecem ter sido atingidas pelo Seu Espírito". "O Deus." B. "Um dentre eles. voltou atrás. ó rei.de quem toma o nome toda família no céu e na terra -. mas como tu queres ".. relembraremos a vossa misericórdia. Em um ímpeto de profunda oração. ensinamento. em contextos positivos é negativos." (Ef 3.. que vós sejais fortalecidos em poder pelo seu Espírito no homem interior. Repouso Ministrado (também citado como repouso induzido ou cooperativo): é o repouso que pode acontecer como resultado ou de orações para a remoção de barreiras ao Espírito Santo.. movimento físico como levantar os braços num gesto de entrega. uma luz resplandecente ao redor de mim e daqueles que me acompanhavam. segundo a riqueza da sua glória. contudo. Lc 17. ou de música.39 . ou desejo explícito de repousar. e ouvi uma voz que me dizia em língua hebraica: Saulo. Prostrar-se diante do Deus em adoração e gratidão. vinda do céu e mais brilhante que o sol. tanto voluntárias como involuntárias. agradecendo-lhe..

Ez 1. caí com o rosto em terra e ouvi a voz de alguém que falava comigo". foi para convencê-lo de que a visão e a profecia eram verdadeiras. louvavam e celebravam lahweh a uma só voz.. prostreime com o rosto em terra". foi arrebatado em êxtase. a Casa se encheu com a Nuvem da glória de Iahweh. demonstra que o poder do homem não sobrepuja o poder de Deus.. "Ao vê-lo.. elevando a voz ao som das trombetas.. por que o faz? Pe.. Ez 43. em outra.. Então. Deus pode fazer com que Seus amigos e Seus inimigos caiam por terra. Em uma oportunidade. Ao vê-la.28: ". A ênfase principal deste fenômeno especial está no poder de Deus. recuaram e caíram por terra. O poder também foi manifestado através do domínio de Deus.15: "Por que o teu Touro não resistiu? Porque lahweh o derrubou!" Quando Jesus foi preso. em Patmos. meu rosto contra a terra". Ap 1. como quando os soldados foram dominados pela presença de Jesus e caíram por terra. Em Patmos. então. " . a contemplar esta grande visão: não restou força alguma em mim. isto é... João foi dominado quando recebeu a revelação que resultou em um livro completo. Quando Jesus lhes disse: Sou eu.. Com Daniel. Ao ouvir o som de suas palavras. o livro do Apocalipse. uma aparência semelhante à Glória de lahweh. pois. a bela cor do meu rosto mudou-se em lividez. Deus demonstra Seu poder dominador. Disse-lhes: Sou eu .8-9: "Fiquei sozinho.8 diz: Mas o Espírito Santo descerá sobre vós e dele recebereis força. com diferentes propósitos para cada caso. o objetivo era assegurar que aquele que estava recebendo a revelação tivesse um impacto ao perceber o seu envolvimento direto com Deus. adiantou-se e lhes disse: A quem procurais? Responderam: Jesus o Nazoreu. Com os soldados no sepulcro. pois a glória de lahweh enchia a Casa de Deus.4-6) ". At 1. Dn 10.3: "A aparência que vi era igual à aparência que eu vira quando vim para a destruição da cidade e igual à aparência que eu vira junto ao rio Cobar." Quando Deus faz com que um homem caia de bruços (ou de costas). Em outras situações. o poder talvez tenha possibilitado um fortalecimento ao se tomar consciência da natureza e da bondade de Deus. Os sacerdotes não puderam continuar o seu serviço por causa da nuvem. desfaleci sobre o meu rosto. Dominado pela presença de Deus em posição estática No Antigo Testamento. John Hampsch sugere algumas razões prováveis: "Com Pedro e Paulo.Tal era o brilho em torno. Ouvi." B.17: João. é para que o poder de Deus os fortaleça.Sabendo Jesus tudo o que lhe aconteceria.13-14): "Cada um dos que tocavam a trombeta ou cantavam. o som de suas palavras. caí como morto a seus pés. na dedicação do templo de Salomão (2 Cr 5. com os amigos.. louvavam a lahweh. perdi todo o vigor. quando viu "alguém semelhante a um filho de Homem"..Jr 46... dos címbalos e dos instrumentos de acompanhamento... no momento em que tentaram prendê-lo.. Judas levou os soldados ao Getsêmani: (Jo 18.

Por 15 ou 30 minutos experimentei uma presença tão forte do Senhor (eletricidade. Pe. contudo. Ele fala comigo e me permite sentir o Seu amor como se eu fosse a única pessoa na sala" (empresária). ou pode-se receber a oração como membro do grupo.".uma visão externa e interna. "A maior parte de minhas experiências de repouso no Espírito tem sido em grandes reuniões de 200 a 1. com ou sem a bênção do Santíssimo Sacramento..000 pessoas. pela bênção dos doentes.. vibrações. fazendo meu repouso diário. de mãos dadas. "Uma amiga orou por mim quando eu estava deitada. fico sozinha com Jesus. quando ouvi o líder dizer: Segure. Pensei que estivesse falando de outra pessoa.. ... e repousei no Espírito ." ( esposa e mãe) . provavelmente. pela aspersão de água benta. . ocorre com a imposição de mãos e/ou com unção". O ambiente "Eu estava sozinha.. O Senhor realiza profundas curas nessas ocasiões.. durante um retiro." (irmã beneditina)." A visão externa O repouso no Espírito parece ser uma das maneiras através da qual Deus nos leva a uma posição. O objetivo do que se segue é dar uma visão geral e acessível do repouso no Espírito. John Hampsch descreve alguns métodos de cura por meio dos quais o repouso no Espírito pode ocorrer: "A cura pode ser comunicada exclusivamente através da imposição de mãos. ele está caindo. aproximando-se deles. que nos permite receber cura.Jesus. Pensei que. qual a aparência exterior e qual a sensação de repousar . A cura é ministrada de diversos modos. Pode-se simplesmente pedir que o grupo todo imponha as mãos sobre os ombros e a cabeça da pessoa por quem se deseja orar.. Geralmente. orando para que uma pessoa recebesse o batismo.. até que me vi no chão. não seria mesmo capaz de me mexer" (bibliotecária). "Repousei no Espírito muitas vezes mesmo estando sentada. paz). " (Mt 28. "Repouso freqüentemente no Espírito em pequenas reuniões de grupo em casas de família.18). que senti que precisava ficar imóvel. quando estou repousando no chão. O repouso no Espírito pode acontecer em qualquer desses contextos." ( engenheiro civil) . estendendo-se as mãos sobre o grupo. ou estabelece uma dinâmica.. "TODA AQUELA GENTE ALI DEITADA . A posição "Eu estava de pé com um grupo. falou: Toda a autoridade Sobre o céu e sobre a terra me foi entregue. permanecendo-se em círculo.

da profundidade e extensão da cura interior que está sendo realizada. freqüentemente. DeGrandis perguntou se eu queria ser batizado no Espírito Santo. mais prolongado. "Senti como se alguma coisa pesada estivesse caindo sobre mim. "Vi toda aquela gente ali deitada. afirmo que o Senhor nos fala freqüentemente em níveis profundos enquanto repousamos no Espírito: "Muita gente tem tido a experiência de obter uma visão retrospectiva de toda a sua vida." . voando para o chão.. que possibilita uma mudança do foco de atenção do exterior para o interior.. quando isso acontece num clima de oração é porque a cura interior está ocorrendo. ainda que ninguém o esteja tocando ou fazendo imposição de mãos" (dona de casa). chorosa. "ELE CUIDA. dependendo. Expressão física Tranqüila. O instrumento "Pe. EMBALA. ele me tocou suavemente e caí no chão" (gerente de processamento de dados) .. sorridente. .. uma anestesia suave e parcial dos sentidos." (balconista) . e me perguntei o que será que Deus estaria fazendo.. agitada.. segundo creio. "Há ocasiões em que parece quase impossível permanecer de pé. . AMPARA." A visão interna Em Ministério de cura para leigos.profundamente durante 30 minutos" (professora). Quando disse sim." (mãe)." (professora) . Senti o Espírito vir suave e rapidamente. com intensidades diferentes" (secretária). "Em minha experiência..... Sensação durante a queda "Senti-me sem peso. parece haver. .. Tempo de permanência no chão O tempo pode variar de minuto a horas. . o mundo espiritual parece emergir de modo poderoso. provavelmente. Mudança das sensações físicas durante o repouso no chão Nos testemunhos que recebi. e. o repouso foi algumas vezes breve e em outras." (gerente de processamento de dados) . Quando esta mudança acontece. " . como um astronauta..como uma folha ao vento.

Richard Bain. Dennis Kelleher.. um misto entre a dinâmica psicológica e a espiritual no repouso no Espírito. mente e espírito. e por este motivo. abriu as portas para o meu ministério de cura". Pe. Não acredito que isto deva causar preocupação. no artigo "How to understand and evaluate the charismatics newest experience: Slaying in the Spirit ". A Igreja não é Deus. Outros têm algumas reservas sobre este fenômeno. Outro aspecto comum de controvérsia está relacionado com o repouso "espontâneo" versus o repouso "induzido. de Nova lorque. em A controversial phenomenon. provavelmente." Algumas áreas controversas Alguns líderes da Renovação têm a preocupação de que o repouso no Espírito não seja ativado pelo Espírito Santo. mas que. Todas as pessoas com quem tenho conversado encontraram nele uma experiência muito positiva. O repouso "espontâneo" não é.. os sacramentos não são Deus.. A área de conflito está naquilo que é aceitável . O Cardeal Suenens. Para mim. cooperativo ou ministrado". na verdade. A agitação geralmente sugere que profundas feridas emocionais foram tocadas ou que as influências negativas foram substituídas pela presença de Jesus. publicou uma advertência. Acredito que o repouso no Espírito também possa nos ajudar a encontrar Deus. afirma: "O fenômeno da morte no Espírito não deve ser julgado por um critério de e/ou: se é natural ou sobrenatural. O autor de um artigo na revista New Covenant comenta: ". ou uma demonstração cabal do poder do Espírito Santo entre os homens. Pe. Mas cada um deles estabelece a dinâmica que nos ajuda a encontrar Deus. com Pe. ". seja um fenômeno misto. conclui que a tendência a cair pode estar relacionada mais à dinâmica psicológica do que à moção do Espírito Santo. pelo contrário. pois uma vez no chão. Minha primeira experiência do repouso. problema para muita gente. relacionados com o Espírito Santo. necessariamente. a questão não é por que caem. "SABES QUANDO ME DEITO. Inclino-me a acreditar que a maior da parte dos repousos são uma experiência de Jesus. de San Francisco.. Eles questionam seriamente a base escriturística do fenômeno e têm graves reservas sobre a sabedoria pastoral de encorajálo". George Maloney. Talvez muitas pessoas simplesmente queiram cair. Há. resting in the Spirit. O rosário não é Deus. induzido somente pela natureza psíquica do homem.. poderão se tornar abertas ao toque de Deus.Os 200 entrevistados de nossa pesquisa comunicaram grande variedade de modos com que o Senhor tocou seus corações. Vêem a experiência como algo muito semelhante aos estados de hipnose e de auto-sugestão que não estão. mas o que acontece quando estão deitadas.. afirma: "Pode ser verdade que a maior parte do repouso no Espírito seja causado pela dinâmica psicológica. devido à inter-relação de corpo.

a comunidade sentirá a presença do Espírito Santo durante o processo de repouso. O senhor diz: " Ah! todos vós que tendes sede.1 para "examinar os espíritos".. Ele honra a nossa escolha.. 6. Busco o processo de discernimento comunitário. Quando nos decidimos pela entrega confiante. A comunidade. Esta "vinda" inicial é um ato natural em resposta ao Seu chamado. tenho me sentido à vontade quando oro com as pessoas e incentivo-as a se abrirem e se entregarem ao Espírito Santo. esta ação é natural.29) e. os ministros de oração e as pessoas que recebem oração geralmente têm uma percepção muito boa da presença ou ausência do Senhor durante a oração. 5. vinde. Freqüentemente. e então. Precisamos abrir nossos corações ao amor e ao poder de Deus. quando o fazemos. Somos orientados em l Jo 4.. então. Agostinho diz: "A fé em busca do entendimento". No estágio inicial.1). 2. Deste modo. 4. Muitos sacerdotes que se dedicam totalmente ao ministério de cura estão de acordo com os bons frutos produzidos pelo repouso no Espírito. No entanto. Ele diz: "Vinde. Acredito que ajudar as pessoas a chegarem a uma condição de entrega a Deus é uma ação positiva e construtiva. o repouso "induzido. estamos dizendo: "Conduze-me. 3. o Senhor o conduziu. e eu vos darei descanso" (Mt 11. Nosso Deus é um Deus de surpresas. mesmo pessoas muito elegantes e distintas parecem perder esta preocupação quando repousam no Espírito. Muitas pessoas que ficam sob o poder do Espírito são pessoas cultas.. isto é. Ele nos conduz para o domínio espiritual. nenhuma delas é capaz de fazê-lo. Precisamos estar abertos às maneiras através das quais o Espírito parece estar conduzindo o Seu Corpo. a questão a ser levantada é: "Para quem elas estão entregando seus corações? Qual é a intenção delas? Pedro tomou a iniciativa pessoal de andar sobre as águas (Mt 14. Quanto mais espessa a . O conflito emerge quando a dinâmica psicológica está envolvida no processo do repouso. à Tua Morada". No dom de línguas. Quando nos perguntam sobre o repouso e peçolhes que caiam para trás sem proteção. Ele está sempre nos chamando à entrega. sob o poder do Espírito Santo. acredito." (Is 55. cooperativo ou ministrado". No entanto.28). poderão ser úteis: 1. abrimos a boca para que Ele nos dê a palavra espiritual. Há alguns princípios nesta área que. cujo último desejo seria deitar-se no chão. Sto. Muitos católicos têm medo da experiência religiosa exterior. Ao longo desses anos. Ele também nos diz que devemos suscitar os dons. seria impossível. Os bispos que estiveram presentes durante essas orações e que também repousaram dão apoio a esse fenômeno do ministério de cura. elas conseguem fazer o que. classificando-a imediatamente de "emocionalismo".em termos de encorajamento para que as pessoas se abram à experiência do repouso. Fazemos uma escolha interna para passar de uma ação no campo natural para uma ação no campo espiritual. Alguns observadores têm dito que precisamos de emoção na fé para dar equilíbrio à dimensão intelectual. normalmente. A maior parte das pessoas não consegue soltar o corpo para trás porque se sente desprotegida do ponto de vista humano. Senhor.

com uma grande abertura.. Nem todo mundo é bastante livre interiormente para se entregar à experiência do repouso no Espírito. ou em um lugar público. Francis MacNutt faz uma reflexão sobre esta falta de liberdade: "Há uma sorte de pessoas que bloqueiam esta experiência principalmente aquelas que na vida tiveram de aprender a controlar em demasia suas emoções. Sem dúvida. encontramos pais que vão à missa diariamente esquecendo-se das necessidades da família. reservados e conservadores tendem a demonstrar maior resistência ao repouso no Espírito. é antes emocional. Contudo. Acredito que do ponto de vista pastoral. para que. A maior parte dos fenômenos está sujeita a uso e abuso. acredito que o tipo de pessoa que repousa com maior prontidão é aquele que é livre. A ordem e o decoro devem ser sempre preservados. Mas. parece haver necessidade de abertura psicológica. aberto. talvez. Com a agressão ousada do demônio à nossa cultura. isto constitui abuso e deve ser corrigido pastoralmente. Ele é licenciado em Sagrada Escritura pelo Instituto Bíblico de Jerusalém e doutorado em psicologia. corajoso e dócil.escuridão.16). Portanto. Em geral. Ele é muito culto e. tem uma grande receptividade. preferimos focalizar o uso e não o abuso. POIS ESTAS JUNTO A MIM Jerusalém. contudo. perderam a capacidade de responder à vida com espontaneidade". e o Senhor envolve o seu povo. eles glorifiquem vosso Pai que está nos céus" (Mt 5. Há pessoas que têm verdadeiro pavor de se deixar levar. têm medo de tudo o que não conseguem controlar pela razão..as montanhas a envolvem. Já conheci pessoas que jejuaram tanto que chegaram a prejudicar a saúde. devemos averiguar e impedir qualquer abuso. no meio da missa dominical. instantaneamente caiu sob o poder do Espírito. são pessoas com uma certa dose de simplicidade. A primeira vez em que recebeu uma oração. seja verdade. Algumas pessoas. precisamos estar mais entregues à liderança do Senhor. mas há inúmeros problemas pastorais. Em geral.Devemos acreditar na honestidade e integridade básicas das pessoas até prova em contrário. NENHUM MAL TEMEREI.. mas eu presumiria que a grande maioria está sob o poder do Espírito. fico à vontade quando uso essa terminologia. Eu concordo e apresento alguns . 8. . desde agora e para sempre (81 125. mais brilhante a luz. Os tipos mais intelectuais. Não é tanto um problema espiritual. RESUMO DE ALGUMAS PREOCUPAÇÕES PASTORAIS Eminente personalidade afirmou que não há problemas teológicos com o repouso no Espírito. Por isso. tal como permitir o repouso no Espírito durante a Comunhão. 7 . bem como de abertura espiritual.2). 9. isto não é comum. Algumas vezes. Isto. Alguns diriam que nem todos os que caem estão repousando no Espírito. vendo as vossas boas obras. Mas este não foi o caso com o meu antigo professor de Sagrada Escritura no seminário. Freqüentemente os intelectuais terão mais dificuldade em repousar no Espírito. Ele nos diz: "Brilhe do mesmo modo a vossa luz diante dos homens.

Explico que o repouso é uma experiência comum e que. É preciso que se lhes assegure que Deus as ama. lembranças dolorosas ou espíritos do mal estão sendo substituídos pela presença de Jesus e aquilo que pode parecer negativo é. nesses casos. Quando estou me preparando para ungir e orar. Algumas pessoas que não repousam no Espírito se sentem desprezadas ou sentem que Deus não as ama. devemos dizer que o repouso não é sinal de santidade. em uma missão paroquial. portanto. O ideal. pode-se observar que se assim procedem. Na maioria dos casos. ou em uma situação inadequada. Austrália. é preciso orientar os participantes a fecharem seus espíritos à experiência e pedir-lhes que não entrem em repouso. Necessidade de ensinamento: isso é extremamente importante. até que se tornem psicologicamente mais abertas à experiência. os que estavam observando. Talvez necessitem de mais ensinamento e oração. O repouso pode ser controlado: o ato de cair geralmente está sob o controle da pessoa que repousa. e sempre ávido que algumas pessoas talvez caiam no chão. precisamos ajudar as pessoas a abrirem espaço em suas mentes. poderá haver uma forte . É preciso tranqüilizar as pessoas de que a falta do repouso no Espírito não significa que não estão perto de Deus. seria que fosse usado em particular ou em situações de aconselhamento. Freqüentemente. Algumas vezes. Em nossa sociedade. Isto permite que elas ajam da maneira que o Espírito Santo inspirar. tanto exterior como interiormente. ficavam chocados e amedrontados e abandonavam a reunião. Experiências negativas: segundo minha experiência eu diria que atitudes negativas não são freqüentes durante o repouso. ao passo que conheço algumas pessoas desprezíveis que já repousaram. o repouso não acontecerá. Eu mesmo não usaria o repouso. que evitassem o repouso. e dar-lhes uma noção do que devem esperar. para que o repouso no Espírito aconteça. ou em uma reunião de oração de uma igreja não-carismática.aspectos básicos: Onde usá-lo: precisamos ser cautelosos a respeito do local onde ocorrerá o repouso. Do mesmo modo. quando vemos uma pessoa cair. As pessoas caíam sob o poder do Espírito e com isso. Pode ser usado também para orações carismáticas de cura. tal como o médico ou o dentista que geralmente informam o paciente sobre todo procedimento que levarão a cabo com ele. e elas assim procederam. portanto. sem ao menos mencionar o que poderia acontecer. os maus espíritos são trazidos por profundas mágoas emocionais. pensamos que está se sentindo mal ou tendo um ataque cardíaco. acredito. Suponho que Madre Teresa de Calcutá nunca tenha feito o repouso no Espírito. Aqueles que se preocupam com a ocorrência de acontecimentos negativos geralmente têm uma experiência inadequada ou não compreenderam o que são as forças negativas das quais as pessoas estão sendo libertadas. ou estão relacionados com elas e. Sei de pessoas que fizeram orações para grandes multidões. por exemplo. Pedi a cerca de 700 pessoas em uma pequena igreja de Brisbane. na verdade. Precisamos prevenir a todos sobre o que pode acontecer. porque as circunstâncias não eram adequadas. não precisam chamar uma ambulância nem mandar buscar o médico. positivo. Às vezes. fechando seus espíritos à experiência. Se uma cerimônia carismática estiver sendo realizada em um local que não se preste ao repouso no Espírito.

incluindo listas dos grupos locais de oração. mas sim a reação da natureza humana ferida. o dirigente maduro e experiente (com algum conhecimento da batalha espiritual que está sendo travada e sobre a oração de cura interior) deve orar pela pessoa imediatamente. durante o repouso. Foi uma experiência válida? 2. Material informativo: deve haver folhetos ou outros recursos. será surpreendente a profundidade da experiência de algumas pessoas. Veio ao encontro de alguma necessidade? 3. sem que haja um acompanhamento. Testemunho após o repouso: após o repouso é aconselhável ouvir os testemunhos das pessoas que o experimentaram de modo que o que foi ensinado possa agora ser apreciado e confirmado pela experiência. Os dons podem gerar abusos. Há três perguntas que podem ajudar a apresentação individual: 1. Servos: deve haver servos treinados para ficar atrás das pessoas que estão recebendo oração para que sejam amparadas em sua queda. Para mim a profundidade de satisfação que acompanha a experiência é uma indicação de sua autenticidade. leva a um louvor profundo. Considerações sobre o espaço: em um grupo deve haver amplo espaço para que as pessoas repousem no chão. Houve uma profunda experiência de Deus? Só quem experimentou o repouso poderá dizer se ele realmente aconteceu. parece se mexer ou está agitada de algum modo. Isto ajuda a focalizar a atenção em Jesus. Recepcionistas: é preciso certificar-se de que os recepcionistas sejam bons e bemtreinados para que tudo seja mantido em ordem. Quando uma pessoa. Acompanhamento: acredito que deve haver pessoas amadurecidas e treinadas para fazer o acompanhamento. As pessoas com experiências negativas devem ser assistidas continuamente com aconselhamento e oração. Verificar sempre se há um servo disponível antes de começar a oração por uma pessoa. O despertar de emoções profundas. é matéria de grande preocupação pastoral. Muitas vezes. ou as forças do mal". Francis MaçNutt diz: " nada que não seja simples e tranqüilo não é a ação direta do Espírito.liberação de emoções durante o processo de cura. em uma atmosfera de tranqüilidade e reverência. Os servos também devem estar atentos para ajudá-las a se levantarem quando estiverem prontas. bem como sugestões de leituras para crescimento. que por sua vez propicia uma entrega maior. Isto leva à necessidade de partilha. Como lidar com abusos: todos temos consciência de que para tudo pode haver uso e abuso. Música: acredito no valor de se ter uma boa equipe de músicos tocando músicas carismáticas durante o tempo em que as pessoas repousam no Espírito. e por isso necessitam de orientação e .

Ministros de oração que estejam em uma aventura egocêntrica de levarem as pessoas ao repouso no Espírito por sua própria capacidade. . Irmã Frances Clare faz as seguintes recomendações: Antes da experiência: "não faça com que as coisas aconteçam e não impeça que o poder de Deus venha até você. semanas. a porta se abrirá de dentro para fora. Livre-se de todo o sentimento de culpa de não ser digno. neste momento especial de sua vida". Digam ao Senhor: Eu quero receber tudo o que tens para mim. de servir-Te mais. preocupação com o que os outros vão pensar ou decepção por não ter sentido nada. Após a experiência: quando voltar ao nível normal de consciência. Permaneça em posição de relaxamento pelo tempo que desejar . de fato. Durante a experiência: relaxe no amor de Deus. mantêm a cura fluindo continuamente no coração. mas pode provocar abusos. auto-análise. é um sinal da necessidade de ensinamento). podem estar abusando deste dom. ou qual será a sua aparência e o que os outros irão pensar. Penso que é responsabilidade daqueles que estão no ministério de ensinamento estabelecer orientações e recomendações para que todos os abusos sejam corrigidos. As palavras de amor e louvor ao Pai. Se vocês se abrirem. (Isso indica uma falta de entendimento sobre a essência do repouso e. não permita qualquer pensamento de auto-condenação." Preparando-se para o repouso Como já mencionei em Ministério de cura para leigos. devido ao seu medo de onde irá cair.. que algo está acontecendo dentro de si. Liberte-se de qualquer desses medos. vindas de um coração sincero. a Ti e aos outros". com toda a fé. Esta experiência do repouso no Espírito é só o começo. Acredite. Focalizar a atenção naquele que ministra o dom e não em Jesus pode ser um abuso. que peçam a Ele para lhes proporcionar esse repouso.discernimento de mestres e pastores. A fixação excessiva na experiência exterior em prejuízo da experiência interior pode ser um abuso. cura interior e de plenitude interior. portanto. "ANTES. ainda que emocionalmente não sinta nada. O Senhor continuará Sua tarefa nas próximas horas. mais capaz de amar-Te. Mantenha-se disposto a viver de acordo com a vontade de Deus todos os dias. É. Entregue-se ao Seu amor. ao Filho e ao Espírito Santo. Senhor. O repouso no Espírito pode ser usado para o bem. uma grande alegria saber que Ele deseja amar-nos e permitir que Seu Precioso Sangue nos purifique deste modo. "eu sugeriria a algumas pessoas que talvez nunca tenham repousado no Espírito e desejam crescer no amor do Senhor. mas se o desejarem apenas mentalmente e não de coração. é para aqueles que necessitam de libertação. em geral não receberão. Esta experiência não depende de seu merecimento. meses e talvez até mesmo nos anos vindouros. As pessoas dizem eu quero. É Jesus que cura e Seu Santo Espírito realiza a cura porque o Pai assim o deseja. . O fato de permanecer em repouso por cinco minutos ou cinco horas não é sinal de um número maior de pecados ou de maior santidade. Por exemplo: o fato de alguém apresentar-se a três pessoas diferentes para a oração pode ser considerado um abuso. DURANTE E DEPOIS. Quero receber tudo o que possa fazer de mim uma pessoa melhor. Relaxe no amor de Deus e louve-O pelo seu amor por você...

e empregado habitualmente em diversos meios carismáticos. a queda. onde fomos colher os extratos deste relato. o autor descreve as áreas de interesse em pesquisa com médicos e psicólogos. vamos descrever o fenômeno tal como é sentido pelos que o experimentaram.. Essa manifestação física visível pode ser descrita ± vista de fora ± pôr toda uma gama de expressões: cair. antes mesmo de se iniciar uma análise crítica e de se optar por uma pastoral. desmoronar. pertencia ± se a interpretação for exata ± à ordem das realidades supranaturais´.Richards.S. Com esse nome. Quando disse sim. oscilar. É uma obra exaustiva sobre este assunto amplamente pesquisado em nossos dias. justamente. Vejo que um autor norte-americano e outro alemão aderiram à sugestão de J. deslizar. como efeito de uma ação do Espírito santo. que ficasse no plano puramente descritivo e que não prejulgasse o conteúdo espiritual e a interpretação. além de vários testemunhos. O termo clássico. ele me tocou suavemente e caí no chão" Renovação Carismática Católica do Brasil .J. Repouso no Espírito II "Pe. Deve-se distinguir esses dois planos. Todas essas expressões supõem que p fenômeno-visto do interior ± é ligado a uma ação particular do Espírito Santo. O vocabulário ³neutro´ deixa a porta aberta a um estudo e a uma discussão serena. que adoto. estirar-se. com muita freqüência no decorrer de algum serviço religioso de cura ou de oração. Propôs que o chamássemos ³falling phenomenon ( o fenômeno de queda ). sem falar de imediato em´ ³repouso no Espírito . a primeira questão que se apresenta.E. J. falarei. A queda como tal é um fenômeno visível. trata-se geralmente de um fenômeno de queda involuntária. Vocabulário Um ministro anglicano. problema e matéria para discussão. Richards. ficar abalado. é: -³Slain in the Spirit´( fulminado pelo Espírito) ou ³Overpowering of the Spirit´ ( invadido pelo poder do Espírito) ou ³Resting in He Spirit´( repouso no Espirito) ou ³The Blessing´( a bênção). sugeriu que se adotasse de início um termo neutro. Sendo essa interpretação. para ser breve. proveniente do pentecostalismo. de Roberto DeGrandis S.Recomendamos o livro: O REPOUSO NO ESPÍRITO. é pôr-se de acordo sobre o próprio vocabulário. por minha vez. ficar rígido. geralmente para trás.Secretaria Moisés. .abater-se. REPOUSO NO ESPÍRITO O que se entende por ³ repouso no Espírito´? Em primeiro lugar. pois o papel do Espírito justamente está em questão nesse contexto. DeGrandis perguntou se eu queria ser batizado no Espírito Santo. Na obra. natural. Edições Loyola.

durante um serviço de cura. ‡ o fato pode ocorrer também num pequeno grupo de oração. Quem cai ? Relaciono. ‡ numa mesma reunião. Não é fácil uma descrição do fenômeno. nesta fase. ‡ alguns atestam que. mais do que as que sofrem de moléstia física. acontece também de desaparecer depois de certo tempo sem que os responsáveis pelo grupo saibam realmente o por quê. e o fenômeno se situe no contexto de uma celebração eucarística. como costumam. da ³queda´. não sabem o que desencadeia a queda de certas pessoas: apenas o constatam. Em que contexto se produz? A julgar pelas respostas. em função das principais perguntas feitas. de modo particular. mas não de outra. na Igreja católica´. em graus diversos. luteranos -. e através de personalidades leigas ou de padres especializados. no entanto.C. Mas foi sobretudo depois da guerra mundial de 1940-1945 que se produziu o fenômeno nos grandes grupos cristãos e. ‡ pessoas com depressão e outros problemas psíquicos. mais recentemente. procuraremos. Abstenho-me. tirar uma espécie de denominador comum. durante a oração pôr outros. alguns podem cair sob a ação de determinada pessoa. como casais em estado de tensão. em resposta a meu pedido através do I. num ambiente que se presta à sugestão. do ³falling´. anglicanos. ‡ pessoas em situações difíceis de vida. emocional. depois da passagem de um ³profissional´. são citados. que são como que especialidades no assunto e que atraem multidões. Como se desencadeia o fenômeno? A pergunta vem naturalmente ao espírito. acontece em reuniões em que o fenômeno é esperado e onde uma equipe está preparada para cuidar das pessoas que caem. de início. um belo dia percebem que alguns começam a cair. no estado puro. Aqui estão algumas respostas recebidas: ‡ através de personalidades muitas conhecidas. para dar a palavra às testemunhas. rezando por outras. ‡ pessoas que precisam de cura espiritual. ‡ pessoas com fortes ressentimentos dos outros.C. entre os cristãos pertencentes às grandes Igrejas históricas ± em meios católicos. Eles atestam a universalidade do fenômeno e merecem estudo e atenção. Ouvindo testemunhos Como eu disse. Esse fenômeno se encontra. Para evitar repetições. pois são muitas as variantes. à sua vivência e às próprias interpretações ou deduções .na maioria das vezes. ‡ às vezes a oração não acompanha o gesto de contato. o contexto é muito variado: ‡ trata-se ás vezes de um grande ajuntamento. onde jamais alguém caiu até certo dia. Ocorre. grande variedade de pessoas. sendo que elas próprias jamais passaram pôr essa experiência. . recebi número considerável de testemunhos vindos de diversos continentes. sem mais. e o fenômeno se produz sem gesto de contato. agrupo aqui as respostas recebidas. à medida que foram tocados por certos ³³revivals´do passado ou pelo pentecostalismo surgido no início do século. ‡ às vezes o fenômeno se desencadeia em grupos. ‡ na maioria das vezes. com milhares de pessoas. de qualquer reflexão crítica. porém.º.R. ‡ através de pessoas que. com amor freqüência: ‡ na maioria mulheres.

Apresentamos.´ O que se sente durante a queda? A pergunta prenderá a atenção de modo especial.estou citando ³a permitir que Deus aja quando a pessoa está caída. antes de cair ao chäo. e cair ao chão. com os olhos fechados. ‡ caem geralmente para trás. ouvimos o que se diz ao redor de nós embora os sons às vezes pareçam muito longínquos µ. ‡ muitas vezes. se quisermos. como um doce perfume. É possível resistir? À minha pergunta. ‡ várias pessoas têm imagens mentais ou ³visões´ que as põem ³em contato com Seus e com o mundo sobrenatural´. sem saber o que lhes está acontecendo. respondem. é raro se machucarem. não tem tanto a sensação de perda de consciência. no entanto. ‡ sensação de fraqueza que vai aumentando. Contudo. em posição de distenção´. Mas recomenda-se que não se resista. ‡ µcontinuamos conscientes. da reserva da pessoa que cai. ‡ alguns se encontram no chão. ao cair. uma sensação de euforia. para amortecer o choque e impedir que vão de encontro aos vizinhos já caídos. mas não caem. Que ajuda oferecer a quem cai? A pergunta visa à pastoral que deve ser praticada quando se produz o fenômeno. da resistência. ‡ as pessoas que oram. O senhor já está agindo neles ³³. Às vezes. tendo as mesmas sensações das que caem. porém: ³se a pessoa se encontra num meio que não compreende essa experiência. nas pernas. ‡ às vezes isso acontece também sem que se toque ou sem que se esteja perto da pessoa que cai. deve-se . ‡ há quem declare que. mas. de modo . ‡ alguns têm experiências sensoriais. Notarse-á. na maioria dos casos: sim. ‡ a duração do fenômeno varia de alguns minutos a algumas horas. até não poder resistir por mais tempo. pressão na testa. no peito. ou como se ouvissem uma espécie de canto de coro. em desordem. Não é mais preciso orar pelos que já caíram no ³repouso no Espírito´.O que se sente ao cair? Indicam-me experiências variadas: ‡ sensação de ser empurrado por uma força invisível. È preciso que haja pessoas atrás daqueles ou daquelas que vão cair. ‡ alguns têm a sensação de que as pernas como que se levantam. Esclarece-se inclusive que. algumas constatações: ‡ Sente-se uma presença especial de Deus. oscilam. depois do fato. alguns são incapazes de se erguer. ‡ embora alguns caiam pesadamente. sem classificação. mas não tem vontade. ‡ algumas pessoas estremecem. O pormenor das precauções. em geral colocam as mãos sobre a cabeça de quem cai. ‡ alguns não têm lembrança. isso acontece apesar do ceticismo. uma sensação de ³ausência de peso´. do que aconteceu. aconselha-se a não se expor. pois as respostas são múltiplas e variadas. esse fenômeno ocorre sem testemunhas¶. mas sim de perda de controle. Acrescenta-se. de paz. e às vezes fazem-lhe ligeira pressão na testa ou ungem-na com óleo. para evitar o constrangimento das mulheres. ‡ às vezes. de passagem. ‡ a maioria sente que é capaz de se levantar.

de ressentimentos. ‡ possibilidade de perdoar. de se arrepender. de paz. ‡ algumas curas físicas(raras). ‡ curas no campo das relações ( casamentos etc. Depois. sente-se fraca. encontro profundo com Jesus. dirigiu a oração do povo e animou o canto.´ em estilo menos espetacular. Pareceu-me alguém que amava e queria anunciar Jesus Cristo. Depois do discurso. também o desejo de louvar a Deus.. Várias vezes atribuiu unicamente a Deus a glória de seus êxitos. e tem vontade de se sentar ou deitar. data de 1972: assisti a um serviço de cura de Katherine Kuhlman. fez uma pausa. imediatamente. sem talento oratório nem profundidade especial. físico. e que parece típico e sugestivo. seja para exaltar seu ministério. Seu nome aparece em razão do caráter espetacular das sessões de ³cura´. escrevia-me ele. Ela se aproximou. em conseqüência do ministério de cura praticados por uma forte personalidade de religião batista: Katherine Kuhlman( falecida em 1976). sorridente. Alguns milhares de pessoas enchiam o salão: a multidão que invadira locais contíguos ligava-se aos outros através de microfones. Os meios de comunicação de massa tornaram-na celebre nos Estados Unidos. ou ouvir da bica de testemunhas. Entre as muitas descrições coletadas que tive ocasião de ler. Não nos cabe tomar partido a esse respeito. e um serviço de vigilância. cuidava de atenuar a queda das pessoas tocadas por Katherine Kuhlman. como se estivesse escutando. Tinha lugar importante. atordoada. emocional. executado por ³catcher´ bem preparados. O fenômeno no nível das multidões O fenômeno voltou bruscamente a ter sucesso nos Estados Unidos. destaco o relatório enviado por um padre americano. Se a pessoa se levanta cedo demais. vestida com um longo vestido flutuante. com toda clareza.preparar uma coberta que lhes será jogada sobre as pernas em caso de necessidade. Milhares de pessoas se amontoavam regularmente em suas sessões. a fim de preservar a modéstia. até que voltem as forças. fez um sermão de cerca de vinte minutos. mas com sinceridade que despertava a fé. Meu primeiro contato com ³slain in He Spirit´. Alguns oradores fizeram curtas introduções: muitos cânticos criaram a atmosfera preparatória à entrada ³dramática´ de Katherine Kuhlman. Quais são os frutos? ‡ melhoras em perturbações psíquicas. na cidade de Nova Iorque. que dura horas ou dias. pela Escritura. ele próprio. Percebia-se. de alegria. ‡ amor pela oração. em que o ³falling phenomenon´. que comportava habitualmente o ³repouso±queda. de ressentimentos. ) ‡ sensação de paz. no Canadá e em outros lugares. uma vez que estamos na fase da descrição. e em seguida anunciou que no auditório . Freqüentemente. ‡ curas totais de profundos problemas psíquicos. antes de voltar ao estado normal. seja para contestarlhe a personalidade e as curas. ‡ curas de feridas internas. Uma sensação de leveza. uma atmosfera de fé ³expectante´. de uma equipe sacerdotal especializada num ministério de cura. O que se sente depois da experiência? A maioria diz ter uma sensação de reavivamento espiritual. no salão de baile do hotel Americana. ‡ curas de feridas internas. Seu testemunho tem particular interesse porque meu correspondente participou. Várias obras lhe foram dedicadas. O ministério de cura era animado por uma grande orquestra.

seu reconhecimento para com Deus. sobretudo nos Estados Unidos. o auditório aplaudia e manifestava. . que por sua vez fascinaram multidões e se tornaram centros de atração. pelo clima posconciliar de abertura ecumênica. a respeito de sua doença e cura. trata-se geralmente de quedas com o rosto em terra. tornaram-se propagandistas do que consideravam um carisma para os novos tempos. alguns membros do círculo de Katherine Kuhlman aproximaram-se dele para dizer-lhe que também tinha o poder de fazer ³cair no Espírito´. sem ter experimentado pessoalmente nenhum efeito especial. Ele próprio se apresentou a Katherine Kuhlman. ter em emente. apresentados em termos mais suaves e atenuados. de um lado. na Pennsylvania. A cada cura. Nos textos da escritura que mencionam ³queda´. nestes últimos anos. em oração. a descrição do fenômeno que estudamos. em parte devido à internacionalização que vem ocorrendo. Diz que teve a tentação de resistir ao ³empurrão que sentiu. ou simplesmente ³sono´. meu correspondente tornou a fazer a experiência. e nem de cair para trás. antes de procurar pontos de apoio na escritura. O serviço havia durado de três a quatros horas. para conduzir até o estrado os doentes curados ou que assim se acreditavam. entendido às vezes como um ecumenismo depreciado. Há referências na Bíblia? Para evitar qualquer confusão. Na escritura não se fala de uma pessoa que recebe a imposição das mãos de outra ou de um grupo em oração. ³prostração´ diante da majestade de Deus. como um ³abandono físico calmo e consciente à operação curativa de Deus´. nos braços de um guarda. deu pormenores da roupa que usava. e com o passar dos anos. Estendeu-se rapidamente pelo mundo. Durante esse serviço. que o senhor dava à sua igreja. nem aos fenômenos do tipo Katherine Kulhman. explica-se. que são aqui condensadas: Hoje ele vê o fenômeno como uma experiência de ordem natural de que a graça pode às vezes servir. Quando lá chegavam. da cura de doentes. Meu correspondente chama atenção para o fato de que um seus paroquianos.e não as igrejas cristãs ± com base no menor denominador comum. Feitas mais experiências. sob a luz dos projetores. O serviço de cura bem organizado: grande número de ³assistentes´ de serviço esperavam nos lados da sala. o que provocou entusiasmo. e estes efetivamente caíram ao chão. Mais tarde. nem ao ³repouso no Espírito´. que tende a unir os cristãos . para melhor situa-la. durante alguns anos. assistindo a outro serviço de Katherine kulman numa igreja presbiteriana de Pittsburg. mas por fim se deixou cair para trás. Pediram que exercesse esse dom misterioso sobre eles mesmos. e em referência direta ao Espírito onde parece estar perdendo velocidade. Em seguida se pôs em pé. estes não correspondem. Missionários que tiveram contato com o fenômeno. O testemunho que me enviou termina pelas seguintes reflexões. em meios católicos. que lhe impôs as mãos. que o acompanhava. excepcionalmente. chegando até a indicar aproximadamente o lugar em que se encontrava a pessoas curada. mas que não deve ser colocado entre os carismas sobrenaturais. Essa experiência levou-o a adotar pessoalmente esse método. Katherine Kuhlman interrogava-os. Surgiram imitadores e imitadoras de katherine kuhlman. é preciso. Sua difusão atual em meios católicos . ele se recusou a essa prática cujos perigos se lhe revelaram pouco a pouco. com toda a clareza. declarou-se curado de câncer. o método totalmente inesperado para ele.alguém estava curado de determinada doença.O clima ecumênico A difusão do fenômeno.

Conclusão: O estudo comparativo entre textos da Escritura e o ³falling phenomenon´ não foi. Ao vê-la. com maior clareza. em Deus ou diante de Deus. porque não o vê ondular nem se agitar. Repouso no Espírito e repouso na alma Aqui esta o que escreve são Francisco de Sales a respeito do ³repouso da alma´. (Tratado do Amor de Deus. ou ainda simplesmente uma manifestação de obediência. Limito-me a apresentar três testemunhos que indicam o contraste dos fenômenos. mas apesar deles. Mas quase não se tem base para crer que as pessoas caíssem nesse tipo de repouso quando era implorada sobre elas a plenitude do Espírito. se é que entendo bem. quase igual ao que ela mesma designa como o sono das potências. ao longo da história.8) A oração de quietude tem forma bem diversa. Deve-se dize-lo claramente: são dois mundos. como êxtases. esperança e caridade . não é sempre fácil distinguir se é um ato de adoração consciente e desejado. confrontou-se muitas vezes com fenômeno de interação entre corpo. que eu sabia. estigmas etc. Não consigo encontrar um paralelo para esse fenômeno. . Nos processos de canonização. O papa tomou o cuidado de dizer que declarava autêntica sua santidade não em razão de certos fenômenos físicos que apareceram em sua vida. a Igreja se preocupa em distinguir o que provém da santidade autêntica .6: Os discípulos que caem quando na transfiguração. livro 6.28: ³Vi uma aparência semelhante à glória de Iahwed. de tal modo é simples e delicada: como acontece em certos rios que correm com tanta doçura e regularidade que. que lhe parece que sua atenção é quase atenção. de planos diferentes. parece não estar vendo nem sentindo movimento algum.Quando a bíblia fala de pessoas que ³caem diante de Deus´. objeto de pesquisas exegéticas que chegassem. O ³repouso no Espírito´ é comparado ao repouso da alma ou ainda à oração de quietude. Podemos citar muitos exemplos de queda no Antigo TESTAMENTO. Quanto mais repercute sobre o corpo uma reação psíquica. ao essencial de nosso tema. fica às vezes tão docemente atenta à bondade de seu bem-amado. levitações. O êxtase não se pode comparar a um desmaio provocado por outro homem. que os dois aspectos são dissociáveis. Confusão que deve ser evitada: Para apoiar a interpretação sobrenatural da queda. Seria impossível dizer. não hesitando em relaciona-los a tenências neuróticas. que não é Jesus Cristo. pois a alma dentro dela mesma.4: A conversão de São Paulo. cap. Estando.com base nas virtudes teologais: fé. Um exemplo típico dessa prudência foi dado por Pio XII. a quem os olha ou navega neles. alma e espírito. Sabemos que Pedro. mais se exige discernimento. Paulo e os outros discípulos pregaram e curaram: os atos dizem-no com certeza. com precisão. por um ato de abandono ao poder de deus. místicas que seriam provenientes da mesma família de fenômenos. Há referências nos autores Místicos? A prudência da Igreja: Dissemos que a igreja. At 9. É esse agradável repouso da alma que a bem-aventurada virgem Teresa de Jesus chama oração de quietude. nos Atos dos Apóstolos.daquilo que diz respeito a manifestações corporais exteriores. caí com rosto em terra e ouvi a voz de alguém que falava comigo´. Em todos esses textos não reconheço o fenômeno do ³slain in He Spirit´. No Antigo Testamento: EZ 1. quando da canonização da Irmã Gemma Galgani. que cai por terra no caminho de Damasco. No Novo Testamento: MT 17. no Novo Testamento. alguns divulgadores baseia-se em ³analogias´..

As descrições que dela se fazem são muito defeituosas: pode-se facilmente confundir a oração e quietude a oração de recolhimento (mais ou menos a Terceira Morada) com a oração de quietude. Não há santidade: para se beneficiar de forma habitual da oração de quietude é necessário já ter atingido um elevado grau de santidade e grande pureza de coração. se. para apreciar os frutos desse fenômeno. através da repercussão sobre o grupo ou a coletividade. à super valorização do extraordinário etc. O arrebatamento. que se trata de fato de uma ação extraordinária do Espírito. o corpo fica prisioneiro. nem quanto à avaliação dos frutos. santa Teresa de Ávila .. muitas pessoas que passaram por essa experiência dizem ter tido.. Penso no despertar religioso passageiro surgido num lugar do mundo depois de alguma aparição que. assemelha-se à oração de quietude. dura pouco e seus benefícios são imensos.Aconselho. é totalmente outra. Vimos. julga-se a árvore pelos frutos. de cura espiritual ou física. Todas essas reflexões. o entendimento. escreve: Pode-se perguntar em que esse estado difere do arrebatamento: as aparências são as mesmas. Não deveremos concluir. que nada têm de exaustivo.. Penso num Vincent Ferrier que anunciava o fim do mundo no século XIV. mais tarde. que os efeitos benéficos citados provam por si mesmos.No livro de fundações. estiverem ocupadas por uma idéia. porém. visam somente a alertar contra todo simplismo na aplicação ao campo moral. a memória permanecem livres. pois. aplicando o príncipio de que se julga a àrvore pelos frutos. O discernimento dos grandes místicos Santa Teresa de Ávila . mas prejudiciais por outro lado.. por exemplo. deixando a alma banhada de luz interior.. não é outra coisa. o que pensar do adágio: ³julga-se uma árvore por seus frutos´? Se os testemunhos atestam frutos excelentes e múltiplos. Há frutos que podem ser bons e positivos em determinado plano.Pode ser obscura ou luminosa. Os ³frutos´são um critério decisivo ? No caso presente. Não faltam exmplos de excelentes frutos provindos de uma causa pelo menos duvidosa ou inclusive totalmente errônea. pois. Essas faculdades agem como que desnorteadas. Exatamente porque as pessoas não estão preparadas para deixar que o senhor lhes purifique o coração. a realidade. é o que basta para decidir a questäo e garantir a interpretação espiritual. e nem quanto ao vínculo que os liga. sensações surpreendentes de paz interior. que condenem esses longos desmaios a meu ver. do modo que digo. na ocasião. quando é autentico. No caso. dizem ainda que sentiram um contato extraordinário com o sobrenatural. mas não nos devemos enganar. que. de abandono em Deus. é que ele não pode dar essa graça. aderem-lhe com todas suas forças. por acaso.. às prioresas. nem quando à identidade da árvore. o espírito . de alegria. Sem dúvida. mas é o senhor que atua sobre a vontade. revelar-se-ia inautêntica. o entendimento não atua em nada. falando dos desfalecimentos físicos durante a meditação. no capitulo 2. podendo acentuar neles a tendência à emotividade. com frutos maravilhosos de conversões entre seus ouvintes. Penso que a alma nada tem para ganhar com esses desfalecimentos do corpo . mas a vontade. São vítimas dessa confusão especialmente os que têm grande experiência da oração de quietude. O que significa a afirmação de que o ³repouso no Espírito´. é preciso também observar cuidadosamente todos eles. Sobretudo quando o fenômeno ocorre no contexto de uma assembléia ad hot. Muito diferente no outro caso.

abordamos as relações. que fica no plano descritivo e que convida a julgar mais objetivamente e a discernir sem prejulgar a causa da queda. a definição do termo ³natureza´ também é delicada. de Deus. entre natureza e graça. Nós sempre dissuadimos as pessoas de criar circunstâncias em que o fenômeno pudesse se produzir. De modo nenhum incitamos as pessoas a buscar essa queda como uma graça de Deus. Por outro lado. sem no entanto justapor-se a ele como um caminho paralelo. segura ou provavelmente. Em primeiro lugar. Se quisermos considerar. através de novas descobertas científicas que têm progressivamente aumentando os poderes do homem. estão em contradição apenas com o que sabemos dela´. podem ser o efeito próprio deste ou daquele tratamento psicológico. É melhor adotar a palavra neutra ³queda´ . . Mudanças do mesmo gênero. Destaco suas principais passagens: Quanto à pastoral. de tal modo ela se adapta às formas dos fatores humanos. para melhor. É necessário que tomemos posição no tocante à pastoral. e que coloca muitos pontos de interrogação. certos efeitos psicológicos de contentamento e de paz interior. para além dos perigos apontados. E essa definição é necessariamente estática e não pode dizer onde pára o campo das forças naturais. De um lado. e que as autoridades responsáveis dêem diretrizes. vejamos a resposta vinda de uma comissão de estudos teológicos e pastorais. interrogada a esse respeito pelo Serviço Nacional da Renovação Carismática para a Igreja da Irlanda. Exortação à Reserva Não podemos fechar os olhos a esse fenômeno e ignorar que ele teve real crescimento através da Renovação Carismática na Igreja. deixando aberta ao mesmo tempo a possibilidade de que. convergência. Lembremos a palavra de Santos Agostinho: ³Os mistérios do Invisível não estão em contradição com a natureza. Falando de ³queda no Espírito´ adotamos sempre uma atitude negativa. não se pode atribuí-las necessariamente a um toque particular do Espírito. Enquanto se procedia à pesquisa cuja síntese fiz no capítulo 2. que nada têm de hipotético: estaremos diante de um fenômeno de ordem natural ou de uma intervenção especial do Espírito. muito raras. seja uma graça de Deus. O Dictionnaire philosophique de Lalande dá-lhe dezoito significações diferentes. Não convidamos ministros cuja oração e ensinamento estejam associados a esse fenômeno.crítico deve estar particularmente atento. sugerimos: Que evite o termo ³queda no Espírito´ pois isso leva as pessoas a creditar que o fenômeno vem. como ³frutos´. que transcende as forças da natureza? Assim. amanhã. em geral. Assim. Houve. entrevistei certo número de teólogo e psicólogos de diversos países. sempre delicadas de se tratar. O fenômeno é natural ou sinal da ação do Espírito Santo? Prosseguindo o estudo do fenômeno em si. obtidos nesses momentos. falta considerar a questão final.proposta pelo John Richards -. cujo domínio será possível. em algumas ocasiões. ainda desconhecidas. observaremos que diversas condutas de ordem humana podem obter resultado semelhante e suscitar comportamentos melhores nos que as experimentam. é sutil a definição da ação da graça que opera diretamente. convidando a uma atitude de reserva.

porque isso as expõem à quedas provocadas por elas mesmas... .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful