Você está na página 1de 17

1

ÍNDICE

Introdução…………………………………………………………………………. 4

Capítulo 1 – Minha Vida com os Cães………………………………………... 6

Capítulo 2 – Erro #1 – Local de Higiene Inadequado……………………… 9

Capítulo 3 – Erro #2 – Indisciplina na Alimentação………………………. 12

Capítulo 4 – Erro #3 – Correção Inadequada………………………………. 14

Capítulo 5 – Próximo Passo…………………………………………………... 16

2
Os 3 Maiores Erros Cometidos na Hora de Ensinar seu
Cachorro a Fazer as Necessidades no Lugar Certo

Versão 1.0

© Todos os Direitos Reservados.

Este material é protegido por leis de direitos autorais.

Todos os Direitos Reservados 2017 © - Esse material NÃO ensina como Adestrar seu

Cachorro a fazer as necessidades no lugar certo. Este documento foi elaborado

especialmente para você evitar cometer os 3 maiores erros ao tentar, por conta própria,

adestrar seu cachorro a fazer as necessidades no local apropriado.

Não será permitida a cópia ou distribuição não autorizada, podendo o infrator ser multado.

Se você não obteve acesso a este livro eletrônico através do site cachorroclassea.com.br,

denuncie enviando um e-mail para: suporte@cachorroclassea.com.br

3
INTRODUÇÃO

Já ouvi inúmeros relatos sobre os problemas causados pela urina e fezes dos
cachorros. É muito provável que você se identifique com alguns desses relatos abaixo:

Amor e Raiva

“Eu estou passando uma raiva com o meu cãozinho. Ele é filhote mas já está bem
esperto, já se sente em casa, ele é muito sapeca. Eu o amo, mas não estou tendo mais
paciência em relação as necessidades que ele insiste em fazer dentro de casa!
Ele faz (as necessidades) e, quando me vê, sai latindo porque já sabe que vou
brigar. Eu não entendo! Se ele faz (as necessidades) e, quando me vê, fica apavorado,
por que então ele insiste em fazer dentro de casa?”

Adoção

“Adotei uma cachorra adulta e ela começou a fazer as necessidades no quintal.


Aos poucos (e por causa do frio e da chuva) coloquei-a para dormir dentro de casa. Ela
acostumou a fazer xixi só quando sai pra passear (cerca de 4 vezes ao dia).
Raramente ela faz xixi dentro de casa, a não ser quando procura algo que o
absorva. Por isso, recolho todos os tapetes para que ela busque o tapetinho higiênico.
Faço festinha e dou petisco. Mas o cocô, ela faz no meio da sala. Como ensiná-la?"

Cachorro Adulto

“Meu cachorro, um Lhasa Apso, já tem quase 2 anos. Ele faz xixi em todo canto do
apartamento. Se alguém coloca um tapete higiênico ou jornal ele simplesmente rasga
tudo! Eu não sei o que fazer para ele fazer xixi no local correto.
O que eu faço para ensinar um cachorro mais velho? Esse negócio de deixar
restrito em um lugar com menos espaço, eu posso até tentar, mas o problema é que ele
fica muito agitado. E, no apartamento, o que posso fazer é deixar (o cachorro) na
lavanderia, que é um espaço bem pequeno. Ele vai latir que nem um louco.”

4
Eu vivo viajando

“Eu tenho uma Shitzu e eu vivo viajando. Ela tem 4 meses e fazia xixi e cocô no
jornal. Eu mudei para o tapetinho descartável e ela não quer fazer ali.”

Não posso me distrair


Acabei de ficar 30 minutos com o meu cachorro no lugar onde ele deveria fazer
xixi. Ele saiu e, em menos de 30 segundos, fez no lugar errado.”

O QUE ESPERAR

Ao evitar os três maiores erros que ensino nesse ebook, suas chances de sucesso
na hora de ensinar seu cachorro a fazer as necessidades no local adequado aumentam
significativamente. Assim, você também poderá atingir objetivos como:
 Ter uma Convivência mais agradável e harmoniosa com o seu cachorro;
 Fazer o cachorro parar de urinar nas coisas;
 Manter a casa limpa e cheirosa sem aquele odor em quase todos os ambientes;
 Poder andar pela casa sem receio de pisar em urina ou fezes do animal;
 Ter um cachorro obediente que faça as necessidades no local adequado.

CONTEÚDO DO E-BOOK

Esse e-book foi organizado da seguinte forma:


No capítulo 1 eu faço um breve relato sobre minha jornada de 21 anos como
especialista em comportamento canino (Cinotécnico) e terapia assistida por animais.
No capítulo 2 eu abordo sobre o primeiro erro (Erro #1) que você deve evitar: a
definição inadequada do local de higiene.
No capítulo 3 eu falo sobre o segundo erro (Erro #2) que você deve evitar: a
indisciplina na alimentação do cachorro.
No capítulo 4 eu falo sobre o terceiro erro (Erro #3) que você deve evitar: a forma
inadequada de corrigir seu cãozinho.
No capítulo 5, eu vou ressaltar alguns princípios fundamentais e indicar o próximo
passo para que o seu cachorro faça as necessidades no local adequado.

5
Capítulo 1
Minha Vida com os Cães

6
MINHA VIDA COM OS CÃES

É incrível notar como os cães entraram em minha vida. Se, por um lado, amigos e
familiares os doavam para mim. Por outro, eu mesmo os adotava. Lembro-me inclusive do
resgate de um cachorro que estava em situação de risco. Talvez, o fato de eu gostar tanto
de cachorros, fez com que eles simplesmente surgissem em minha vida.
Foi através dos meus cachorros que aos 24 anos eu conheci uma pessoa que
trabalhava com adestramento de cães. Ao conversar com essa pessoa, eu comecei a ficar
muito interessado e maravilhado com o universo canino. Apesar de trabalhar em outra
profissão, foi nessa época que eu fiz o meu primeiro curso de adestramento de cães no
Exército Brasileiro.
Naquela época, a Infantaria Blindada do Exército ministrava curso de adestramento
de cães. Eles possuíam um canil e o curso era feito internamente. Aquele foi o meu
primeiro curso, mas eu não parei por ali. Eu comecei a fazer vários outros cursos por fora.
E, a cada curso, eu ficava ainda mais admirado com os cachorros.
Eu me formei em Cinofilia e me tornei Cinotécnico, ou seja, especialista em
anatomia, comportamento e psicologia de raças caninas. Nessa época eu trabalhava
numa empresa de importação e exportação e, paralelamente, comecei a trabalhar com
adestramento de cães.
Meu primeiro cliente foi um advogado: dr. Rodrigo. Ele era um grande amigo da
família e sabia que eu havia acabado de me formar. Mas, como ele precisava de um
profissional, ele me contratou. Na ocasião, ele morava num condomínio no distrito de
Sousas, no interior de São Paulo. Ele me deu a oportunidade de adestrar os dois
Labradores dele, e esse foi o meu primeiro cliente em 1996 (mais de duas décadas atrás).
Depois disso surgiram outros clientes dentro do mesmo condomínio. Eu comecei a
ficar conhecido, e surgiram mais clientes de outros condomínios próximos. Trabalhar com
cachorros era um sonho que se tornava realidade. Até que chegou o momento onde eu
estava ganhando duas vezes mais que na empresa onde eu trabalhava. Foi quando eu
decidi fazer a transição para trabalhar 100% como Cinotécnico.

7
Ao longo do tempo, eu me especializei cada vez mais na área de comportamento
animal, com o objetivo de solucionar os problemas dos cães. Foi quando eu percebi que,
na verdade, os problemas dos cães são causados pelos seres humanos. Os cães não
possuem problemas. São os humanos quem os possui. E nós causamos problemas nos
cães.
Passados quatro anos, eu recebi um convite que mudaria completamente o rumo
da minha vida. Era um convite para uma apresentação com cães numa escola com
crianças com Síndrome de Down. Foi nesse momento que eu realmente me encontrei.
Porque eu pude juntar duas coisas que faziam sentido para a minha vida: ajudar pessoas
e trabalhar com cães. Em 10 de Outubro de 1999 nascia a Medicão, através da qual eu
comecei a trabalhar com terapia assistida por animais.
Eu fiz a apresentação para as crianças com Síndrome de Down com uma
Labradora e foi extraordinário. Aquela lição de vida me marcou profundamente. Se eu já
gostava de cachorro, passei a gostar ainda mais. Se eu já gostava de criança, passei a
gostar muito mais.
Nos anos seguintes, à medida que eu me especializava em terapia assistida por
animais, a Medicão crescia. A ONG passou a atrair a atenção de voluntários, da mídia de
grande massa e de grandes empresas do mercado canino.
Tive a honra de receber o convite para participar com a Medicão dos programas da
Xuxa, Hoje em Dia e Claudete Troiano, além de ceder e participar de quadros e
entrevistas na Record, no SBT e na rede Globo. Se não fosse suficiente, a Medicão foi
duas vezes condecorada com títulos de Honra ao Mérito por serviços prestados à
comunidade nas Câmaras Municipais de Campinas-SP e Sorocaba-SP, onde minha
cachorra da raça Golden Retrivier também recebeu a medalha de Honra por serviços
prestados à comunidade.
Ao longo dos últimos 21 anos, tive o prazer e a honra de prestar assistência
terapêutica a mais de 250 mil pessoas através da Medicão e de nossa fantástica equipe.
Como Cinotécnico, consegui ajudar mais de 10.000 famílias e seus respectivos
cãozinhos. Porém, mais que números, o que me move é a alegria de trabalhar com os
animais e favorecer a convivência harmoniosa entre as pessoas e os cães.

8
Capítulo 2
Erro #1 – Local de Higiene Inadequado

9
LOCAL DE HIGIENE INADEQUADO - ERRO #1

Como você viu no capítulo 1, ao longo das últimas duas décadas tenho atendido
milhares de famílias relatando diversos problemas comportamentais com os seus cães.
Muitos clientes já me abordaram com o seguinte cenário: “Hélio, eu já coloquei jornal, já
comprei tapete higiênico, já usei pipi dog, já expliquei centenas de vezes o local onde ele
(cachorro) deve fazer o xixi e o cocô. Mas ele insiste em fazer no tapete da sala. Já não
sei mais o que fazer!”
Talvez você seja um desses donos que já está enlouquecido por causa dessa
situação e, pior, por ter pouca noção do que realmente fazer.
Na situação acima eu analisei o ambiente onde o animal vivia. Era um apartamento
com dois quartos. Um casal recém casado. E a “casa” do cachorro era a pequena
lavanderia do apartamento, cerca de quatro metros quadrados. Eles haviam colocado o
jornalzinho, a tigela de água, a tigela de comida e a caminha do animal tudo junto, um ao
lado do outro.
Mas não pode ser assim. Pense comigo: você come, bebe, dorme e faz suas
necessidades no seu quarto? Eu imagino que não. Para os cães a lógica é a mesma. Os
cães possuem senso de limpeza. Algumas raças de cães são ainda mais exigentes com
essa questão. Portanto, o correto é definir um ambiente para cada necessidade deles.

Ambiente de Descanso

Nesse caso, pode colocar a cama (ou similar) do cachorro na sala ou num canto do
seu quarto. Apenas evite definir o ambiente de descanso próximo ao local onde ele se
alimenta ou faz suas necessidades. Atente-se também para o clima da sua cidade e para
as variações que ocorrem durante o ano. Dependendo do local, pode fazer muito calor ou
muito frio e fazer o seu cãozinho sofrer.

10
Ambiente da Alimentação

Geralmente as famílias que residem em apartamentos optam pela cozinha ou


lavanderia. Muita atenção nessa momento! Se a sua lavanderia for grande, você pode
definir o local da alimentação num extremo da lavanderia e o local da higiene no outro
extremo da lavanderia. Precisa dar a sensação de ambiente diferente para o animal. Eu
sempre recomendo que o local da alimentação fique distante do local das necessidades.
Lembre-se que o olfato do cão é muito mais apurado que o olfato do ser humano.

Ambiente da Higiene

Geralmente as famílias que residem em casa optam pelo quintal. Nesse caso,
minha recomendação é que você delimite o local onde o animal fará suas necessidades
para ele não errar. Principalmente no começo quando ele está aprendendo. As famílias
que residem em apartamentos, optam geralmente pela lavanderia. Minha recomendação
é que você procure um local que facilite a limpeza. Procure também por um local que
você não precise transitar continuamente. Afinal, você não vai querer pisar na urina e nas
fezes do seu cachorro, certo?

11
Capítulo 3
Erro #2 – Indisciplina na Alimentação

12
INDISCIPLINA NA ALIMENTAÇÃO - ERRO #2

Os cachorros precisam de rotina. Deixar que eles comam a hora que quiserem
afetará diretamente seus resultados na hora de ensiná-lo à fazer as necessidades no local
adequado. Principalmente se você trabalha fora de casa e não pode acompanhar o
animal durante o dia. Por isso, minha recomendação é que você defina o momento de
alimentação do seu cachorro.
Vamos supor que ele coma a ração da marca X. A embalagem da ração sugere o
consumo de 120 gramas por dia. Considerando três refeições por dia, seu cachorro vai
comer 40 gramas por refeição nesse exemplo hipotético:
• 40 gramas pela manhã
• 40 gramas na hora do almoço
• 40 gramas à noite…

Disciplina Favorável

Talvez você possa me perguntar: “Hélio, por que isso é tão relevante?”
Porque o cachorro come, bebe água e logo depois procura o banheiro. Então, se
você disciplinar seu cachorro a fazer a alimentação duas ou três vezes por dia, você
também estará disciplinando seu animal a fazer as necessidades próximos àqueles
momentos.
Além disso, ao disciplinar seu cachorro a se alimentar com a mesma quantidade de
ração diariamente, o organismo do seu cachorro se acostumará a processar uma
determinada quantidade de ração e a eliminar parte dela nas fezes.
Portanto, assim que o seu cachorro concluir a alimentação, retire a tigela de
comida, limpe-a e guarde-a sempre no mesmo local. Na próxima refeição, sirva a ração e
depois retire, limpe e guarde a tigela novamente.
Se sobrar alimento na tigela de comida, jogue fora. Nunca deixe a tigela à
disposição do animal para que ele coma o restante da ração depois. Além de ter um
cachorro indisciplinado, essa ração molhada com água e a baba do animal vai atrair
fungos e bactérias, causando problemas à saúde do seu cachorro.
Agindo com disciplina na alimentação, certamente favorecerá ao ensino do seu
cachorro à fazer as necessidades no local adequado.

13
Capítulo 4
Erro #3 – Correção Inadequada

14
CORREÇÃO INADEQUADA - ERRO #3

Vai acontecer de você encontrar o xixi e o cocô no lugar errado. Não adianta tentar
convencer seu cachorro que as necessidades foram feitas no lugar errado. Ele não vai
entender.
Existem pessoas que ao chegarem em casa e verem o cocô e o xixi em local
inadequado, dão bronca no animal. Algumas pessoas com pouca informação, esfregam o
focinho do cachorro nas fezes na tentativa de corrigir.
Se você é meu aluno do curso de adestramento Cachorro Classe A – Um guia
definitivo para educar seu cachorro a fazer as necessidades no local adequado, você já
sabe que essas ações são ineficientes e maltratam o animal.
Fazendo isso você pode causar outros problemas no seu cachorro, como por
exemplo a Coprofagia – cachorros que comem as próprias fezes.

Procedimento Indicado
Qual é a forma correta de agir ao identificar que o animal fez as necessidades no
lugar errado?
Ignorar! Você simplesmente ignora.
Fale nada com o animal. Despreze totalmente o fato.
Preferencialmente, antes de limpar o local, pegue o cachorro e coloque-o num
ambiente distinto ao ambiente onde ele fez as necessidades. Evite limpar a sujeira na
frente dele.
Agindo assim, além de ajudar no processo de adestramento da higiene e limpeza,
você evitará outros problemas comportamentais no cachorro.

15
Capítulo 5
Próximo Passo

16
PRÓXIMO PASSO

Agora você já sabe a importância da organização dos ambientes, da disciplina na


alimentação e da forma apropriada de agir ao ver seu cachorro errando o local. Ao aplicar
esses três princípios você conseguirá ter bons resultados.
Se você quer dar o próximo passo, eu recomendo o curso Cachorro Classe A – Um
guia definitivo para educar seu cachorro a fazer as necessidades no local adequado.
Através desse guia, eu ensino os 5 passos para você mesmo educar seu cachorro a fazer
as necessidades no local adequado em, no máximo, 2 semanas. É um guia completo e
simples, de fácil aplicação e rápido resultado.
Muito obrigado por me acompanhar até aqui. E parabéns por sua dedicação em
oferecer o melhor para o seu “filho ou filha de quatro patas”.
Eu costumo falar que por mais eficientes que sejam as minhas orientações e
experiências, tenho certeza que o seu amor por seu cachorro é o que conectará todos os
pontos, e fará a convivência entre vocês a mais espetacular do mundo.

E esses são os meus mais sinceros votos!

Hélio
Rovay
Júnior

Conheça mais sobre meu trabalho em:


Site → http://cachorroclassea.com.br
Conheça mais sobre a Medicão
Site → http://projetomedicao.com.br/

17