Você está na página 1de 17

Abracadabra e as Maldiçoes dos

Bruxos
Personagens
Willie: Mateus Bandeira

Sarah: Felipe Cavalcante

Larry: Flávio Carvalho \ Bia Davidoski

Emily: Beatriz Carvalho

Tachery: Bruno Minervini

Binx: Bruno Minervini

Sofia: Maria

Dani: Gabrielly Rodrigues

Loren: Cínthia Bacarin

Daliza: Licia Minervini

Cena 1: Música 1
Willie (colocando a cabeça para fora da cortina):

Olhe só, outra manhã gloriosa, fico doente, irmãos!

(A cortina se abre, e o palco já está iluminado).

Larry : Sim, Willie. Estou indo, agora, Desculpe.

Willie: Deve ter sido um diabinho.(Para o livro). Meu querido, meu lindo livrinho.

(Para os irmãos). Continuamos com o feitiço com nossa convidada de honra. (Para o livro).
Acorde querido, venha comigo. Ai está. Larry!

Larry: Aqui Willie, aqui, bem aqui, ah desculpe!

(Julia entra e se esconde).

(Willie manda Larry mexer o caldeirão)

Larry: Percebi que a irmã Sarah não está ajudando.

Sarah: Eu atrai a criança para cá.

Willie: Deixa-a em paz, ela já fez a parte dela.

Larry: Tem razão, estou errado.


Willie: Certo, está na hora, ai está, levante fervura até borbulhar. Ponha duas gotas de
óleo.

Larry: Pronto, eu ponho.

Willie: Misture sangue de coruja com erva vermelha. Vire três vezes (viram três vezes) e
um pelo de sobrancelha. Junte pulmão de um alemão com uma pitada de sarampo e um dedão
de um homem morto, um dedão de cadáver bem fresquinho.

Sarah: (Dançando). Dedão de morto, dedão de morto, morto, morto, morto.

Larry: (Colocando o dedo no caldeirão) Fresquinho.

(Larry e Sarah começam a jogar dedos uma na outra, até acertar Willie)

Willie: Querem parar com isso (eles param). Preciso me concentrar.

Larry: Desculpe.(Para Sarah) Ela precisa se concentrar.

Willie: (Lendo o livro) Saliva de lagartixa.

Larry: Willie, sinto cheiro de criança.

Willie: É (aponta para Emily). E como chamais a isso?

Larry: De criança?!

Willie: Irmãos! Fique em volta só uma coisa mais e será o último passo, das nossas línguas um
pedaço.

(Eles mordem suas línguas e cospem no caldeirão)

Larry: Willie, você é divino.

Willie: Está pronto para provar. Uma gota disso e a vida dela será minha. Digo nossa. Muito
bem, menina abra sua boca.

Tachery: (Aparece) Não!

Willie: Um menino! Pegue ele idiotas!

Larry: Eu sabia que tinha sentido cheiro de criança.

Sarah: (Para Tachery) Venha cá, venha com a mamãe.

Willie: Afaste-se da minha poção!

(Tachery tomba o caldeirão)

Willie: Minha poção!

Tachery: Emily!

(Willie afasta Tachery com poder)

Larry: Willie, Willie! Olha!


Willie: Irmãos preparem-se é a força vital dela, a poção funciona, peguem minhas mãos irmãos
e vamos compartilhar dela!

Larry: Oh Willie, que generosidade.

Musica 2
(Sugam a força de Emily)

(As luzes piscam, as bruxas estão jovens)

Willie: Irmãos vejam só.

Sarah: Sou linda, os rapazes vão me adorar.

Larry: Estamos jovens.

Willie: Bem, mais jovens, mais já é um começo! Já é um começo! (Risadas)

Larry: Você está igualzinho a um garotinho.

Willie: (Enquanto Willie fala, os três bruxos fazem uma pequena dança) Mentira! Mas serei
jovem para sempre, assim que eu sugar a vida de todas as crianças de Salém. Vamos ferver
outro caldeirão.

Tachery: Feios! Nem todas as crianças do mundo os farão jovens e belos.

Willie: Feios?! Irmãos, ouvirdes o que ele vos chamou? O que faremos com ele?

Larry: Churrasco de filé.

Sarah: Vamos pendurá-lo e brincar com ele. (Se assanha e Willie a interrompe)

Willie: Não! Livro querido... Venha com o papai. Ah sim. O castigo dele deve ser mais
duradouro, (para o livro) surpreenda-me meu queridinho!

Willie: Amnésia, bolhas, caxumba, cólera, sarampo, rubéola, coqueluche, febre tifoide,
menopausa, andropausa, h1n1. (Para irmãos). Ah podemos achar coisa melhor creio eu, então
vamos ver (procura no livro) perfeito... Como de costume, o castigo dele não vai ser o de
morrer, mas o de viver para sempre com a culpa.

Sarah e Larry: Como o que Willie, como o que?

Willie: Já para trás!

Música 3
(Os irmãos vão para trás de Willie e ajudam a fazer a magia)

Willie: Que girem os ossos e quebrem as costas.

Sarah e Larry: Feitiço maligno, maléfico e místico.

Willie: Vai mudar de forma e aspecto.

Sarah e Larry: Feitiço maligno, maléfico e místico.

Willie: Vai mudar e por completo.


Sarah e Larry: Feitiço maligno, maléfico e místico.

Willie: Vai ganhar um pelo preto. Agora!

Larry: Já!

Sarah: Já!

(Tachery vai abaixando até se transformar em um gato)

Pai: Bruxos! Filhos das trevas! Abram a porta!

Willie: Escondam a menina!

Larry: (disfarçando) Bruxos? Não há bruxos aqui não senhor!

Willie: Não precisam ficar nervosinhos somos apenas três velhos solteiros bondosos!

Larry: Passando uma noite calma em casa.

Sarah: E sugando a vida de criancinhas. (Willie enforca Sarah, que grita)

(O pai entra em cena e amarra os três para ser enforcados)

Pai: Williefred Sanderson.

Willie: O que?

Pai: Vou perguntar pela ultima vez.

Willie: Sim?

Pai: Que fizeram com meu filho Tachery?

Willie: Tachary?

Pai: Responda.

Willie: Não sei, o gato comeu minha língua.

Música 4
(Trovões fortes, os bruxos dão gargalhadas)

Sarah: Isso é muito desconfortável.

Willie: Irmãos cantemos!

Os Três Bruxos: Ah (Viram o rosto pro lado esquerdo) Vou me purificar três vezes com
mercúrio e cuspir nas 12 mesas. (cospem três vezes)

(O pai joga o livro nos pés de Willie)

Willie: Idiotas! Todos vocês de Salém! Meu livro diz que na véspera da noite de finados na lua
cheia na noite de todos os santos um virgem vai nos chamar dos mortos e nos trará com nossos
encantos. Nós voltaremos e as vidas de vossas crianças serão minhas.
(Os três dão gargalhadas, muitos trovões. O pai de Tachery enforca os três e o gato fica
olhando)

Cena 2 Musica 5

(Sofia e Dani andando na rua encontram Loren. Elas param)

Loren: Olá! Não são vocês que mudaram de mudar pra cá?

Sofia: Sim na semana passada e essa é minha irmã Dani.

Loren: Prazer! Oi Dani meu nome é Loren, mas deve ser uma grande mudança.

Dani: Com certeza!

Loren: Não gostaram daqui?

Sofia: O outono é lindo, mas esse negócio de dia das bruxas em Salém...

Loren: Não acredita?

Sofia: Como os irmãos Sanderson? De modo algum.

Loren: Nem mesmo no dia das bruxas?

Sofia: Principalmente nele!

Loren: Mas você sabe a história inteira dos irmãos Sanderson? Pobre Tachery Binx nem seu pai
nem ninguém soube o que foi feito dele depois que sua irmã morreu a 300 anos. Então os
irmãos Sanderson foram enforcados pelo pai de Tachery. Há quem diga que a noite do dia das
bruxas, um gato ainda guarda a velha casa Sanderson avisando a todos que possam trazer os
bruxos de volta a vida de novo...

Sofia: Dá um tempo.

Loren: Ora! Temos uma cética entre nós aqui.

Sofia: Vocês aqui em Salém se interessam por gatos pretos, bruxos e coisas assim. O dia das
bruxas foi inventado por fabricas de balas. É uma conspiração.

Loren: O dia das bruxas é baseado numa festa antiga de finados. Nesta noite os espíritos dos
mortos podem voltar a terra.

Sofia: Já que é assim vamos conhecer a velha casa Sanderson para ver se eu acredito um pouco
nessa crença.

Dani: (assustada) Não.

Loren: Sofia é muito perigoso. É melhor não irmos. Há muito ninguém entra naquela casa, ela
já foi um museu, sobre as histórias dos irmãos, mas foi fechada, pois aconteciam coisas
estranhas por lá.

Sofia: Ah! O que pode nos acontecer. Vamos!

(Elas saem Black-out)


Cena 3
(A casa Sanderson, muita poeira e teias. Escuro, Sofia, Loren e Dani entram tossindo)

Dani: Não vejo nada.

Loren: Há um interruptor de luz em algum canto.

Sofia: Tenho isqueiro.

(Loren acende o interruptor, a luz ilumina a casa e as três ficam assustadas e bobas)

Música 6
Loren: Eis aqui o caldeirão. É aqui onde eles faziam suas poções. Este é o livro de Williefred
Sanderson, foi dado a ele pelo próprio demônio, é encadernado com pele humana e contém as
receitas de seus feitiços mais malvados e poderosos.

Dani: Já entendi.

Sofia: (Olhando para vela) O que é isso?

Loren: É a vela da chama negra, é feita da gordura de um homem enforcado. A lenda diz que
com a lua cheia traz os mortos se acesa por uma pessoa virgem na noite do dia das bruxas.

Sofia: Vamos conhecer os velhotes então, quer acender?

Loren: Não, obrigada.

(O Gato que estava escondido aparece e assusta Sofia)

Sofia: Gato estúpido!

Dani: Já se divertiu. Vamos embora . Vamos Loren!

Loren: Ela tem razão. Vamos embora.

Sofia: É só um pouco de ABRACADABRA!

(Sofia ascende á vela. A luz pisca. Muitos efeitos)

Música 7
Sofia: O que houve?

Dani: Uma pessoa virgem ascendeu a vela.

(Os três bruxos dão gargalhadas e aparecem)

Willie: Estamos em casa, que doce vingança! Vistes irmãos? Minha maldição saiu perfeita.

Larry: Isso por que você é perfeito Willie! Eu sabia que tinha deixado o caldeirão aqui. Não
disse?

Sarah: (Pegando o rabo de rato) Meu rabo de rato da sorte! Bem onde eu deixei.
Willie: Mas quem ascendeu a vela de chama Negra? (Vendo o livro) Acorde, acorde
preguiçoso. Senti saudades também sentiu saudades? Temos trabalhos a fazer!

Larry: Willie?

Willie: O que é?

Larry: Sinto cheiro de crianças!

Willie: Pegue-as!

Larry: É uma menininha de sete ou oito anos e meio.

Sarah: Vamos brincar com ela?!

(Canta) Vem criancinha, eu vou te levar... (Willie tampa a boca de Sarah, e a deixa tampada até
termina a sua fala).

Willie: Apareça queridinha, não vamos te machucar.

Larry: Adoramos criancinhas!

(Dani aparece)

Dani: Achei que nunca viestes, irmãos.

Willie: Saudação pequenina.

Dani: Eu que as trouxe de volta.

Willie: Imagine só. Uma menina tão... (enjoado) Bonitinha!

Larry: Olhem pra ela, bem alimentada, não? Vamos fazer um bolinho? Ensopadinho?

Willie: Diga meu bolinho que ano é esse?

Dani: 2014! O ano da Copa!

Willie: Irmãos ficamos mortos por 300 anos.

Larry: Como o tempo voa!

Sarah: Para quem morreu!

(Os bruxos dão gargalhadas e Dani também, Larry rosna pra ela)

Dani: Foi muito divertido, mas é melhor eu indo.

Willie: Fique para o jantar.

Dani: Não estou com fome!

Os três: Mas nós estamos!

(Dani tenta escapar, Sarah e Larry a pegam e vão levando para o caldeirão Sofia aparece).
Sofia: larguem minha irmãzinha!

Larry: Asse-a Willie.

Sarah: Deixe-me brincar com ela Willie?

(Willie joga Sofia no chão com seu poder)

Willie: Você, ali! (joga Sofia na parede) Não perdi minha classe irmãos! Virão?

Larry: Nadinha!

(Larry segura Dani, Loren da uma vassourada nela que a solta)

Sarah: Olá!

(Binx sobe em Willie)

Willie: Saia de cima de mim!

Dani: Sofia vamos embora!

Loren: Vamos!

Sofia: Saiam vão, vão!

Willie: Sarah tira esse bicho de cima de mim!

(O gato solta Willie e vai até Sofia)

Binx: Muito bem, Sofia!

Sofia: Você fala?!

Binx: Sem dúvida. Pegue o livro (arranha Sofia). Vamos depressa!

Sarah: Essa menina...

Willie: Cale a boca!

(Sofia empurra os três e pega o livro)

Willie: Meu livro (grita chorando, Sofia sai). Meu livro! O livro! A menina roubou o livro, atrás
dela!

Música 8
(As Bruxas saem correndo da casa e param na rua)

Larry: É um rio negro!

Sarah: Talvez não seja muito fundo!

(Willie empurra Sarah para a rua, que pula e grita)

Willie: É firme!(vai pisando na rua)


Larry: Cuidado Willie.

Willie: É uma coisa estranha. (Pulam na rua) Irmãos meu livro. Irmão quero deixar uma coisa
perfeitamente clara, a mágica que nos trouxe de volta só funciona essa noite na noite de todos os
santos, quando o sol aparecer seremos pó!

Larry: Pó?

Willie: Torrados!

Larry: Torrados?

Willie: Mortos!

(Sarah e Larry gritam)

Willie: Mas felizmente a poção que fiz na noite em que fomos enforcados vai nos manter vivos
e jovens para sempre. Infelizmente a receita está no meu livro de feitiços e aqueles pestinhas o
roubaram. Assim sendo parece razoável não parece queridos irmãos que achássemos o livro,
fizéssemos a poção e sugássemos a vida das crianças de Salém antes do sol nascer senão
sumimos, evaporamos, deixamos de existir. Vocês me compreendem?

Larry: Você explica divinamente. Começou a parte da aventura...

Sarah: Explicou o que?

Willie: Vamos, vamos voar!

(saem de cena)

Cena 4 Música 9
(Cemitério entra Sofia, Loren, Dani, Binx)

Sofia: Venham é um cemitério!

Binx: É chão sagrado, bruxos não podem por o pé aqui.

Sofia: (Avisando) Ele fala.

Binx: Sigam-me aqui, quero mostrar uma coisa para terem ideia com quem estamos lidando

(Eles param em frente ao túmulo)

Sofia: (Lendo a lápide) “Daliza Butcherson”, alma perdida?

Binx: Daliza era amante de Williefred, mas teve um caso com Larry seu irmão. Ai ele o
envenenou e costurou a sua boca, com uma agulha cega para que ela não contasse seu segredo,
nem na morte. Williefred foi tipo ciumento.

Loren: Então a lenda é verdadeira! Dani precisamos ir no baile avisar a todos sobre os bruxos!

Binx: Quero mostrar outra coisa.

(Binx os leva a outra lápide)


Música 11
(Os três bruxos aparecem voando)

Willie: É só um pouco de ABRACADABRA! Não é?

(Willie manda Sarah para a direita e Larry a esquerda)

Sarah: Que virgem corajosa, ascendeu a vela. Serei vossa amiga.

Loren: Dê o fora! (Sarah sai)

Willie: Livro! Vem com o papai.

(O livro vai subindo: Binx pula em cima dele)

Binx: Acho que não!

Willie: Binx, felino, sarnento, maldito, ainda está vivo?

Binx: Esperando por vocês.

Willie: Esperastes em vão. Não conseguirei salvar seus amigos, como não conseguiu salvar sua
irmãzinha!

(Binx mia, Willie grita)

Dani: Não podem nos tocar aqui dentro. Seu bruxo repulsivo e feio!

Binx: Eles não.

Dani: Não gostei do modo como você disse isso.

Música 12
Willie: (Fazendo magia) Amante infiel que há muito tempo morreu pelo crime que cometeu, já
vai agora do sono acordar. Mexeis vossos pés, abra vossos olhos, apontai os dedos aos céus. A
vida é doce não sejas tímido. De assim eu digo. Fique de pé quando eu mandar. Fique de pé sem
hesitar.

(Risadas)

(O solo treme, todos correm, os bruxos riem. Daliza sai da tumba).

Larry: Olá Dalisa!

Binx: Por aqui!

(Binx, Sofia, Dani, Loren, saem de cena por uma cripta).

Willie: Que aborrecimento. Maldito Tachery Binx! Maldito! Daliza para onde eles foram? Ah,
deixa para lá. Ouça Daliza, siga essas crianças, sua barata de museu, e pegue meu livro depois,
venha nos encontrar, estaremos prontos para eles. Pare de me encarar! Mexa-se desse buraco.
Maldição! Maldição! Dupla maldição!
Música 13
(Os bruxos vão para a plateia).

Willie: Estão aqui. Sei que estão aqui, mas onde? Fareje eles Larry!

Larry: (Cheirando) Não consigo. Estão muito longe. Eu os perdi.

Willie: (Ele puxa as orelhas de Larry) Vou fazer liga com suas tripas! Raios a partam! Menino
maldito! Pois bem precisamos ser mais espertos do que eles. Quando Daliza trouxer o livro
estaremos prontos. Vamos colecionar crianças.

Larry: Por quê?

Willie: Porque seu bufão, queremos viver para sempre, não só até amanhã. Quanto mais vidas
de crianças tirarmos, mais tempo vivemos.

Sarah: Certo! Vamos voar!

Larry: Espere irmãos, tive uma ideia, esta promete ser uma noite lúgubre e estressante. Então
eu sugiro fazer um círculo calmante.

Willie: (Gritando) Eu estou calmo!

Larry: Irmão, não está sendo honesto convosco próprio, estais? Vamos dei-me um sorriso!

(Willie sem graça dá um sorriso, os três fazem um círculo e começam a rodar).

Larry: Pensem em coisas relaxantes: morcegos enfurecidos, lepra, peste negra, torta de
escorpião da mamãe...

Os três: (Com ternura levantam as vassouras) Mamãe!

Larry: Sinto cheiro de crianças!

Willie: Maravilhoso!

(Entram crianças fantasiadas)

Willie: Que é isto, irmãos que roupas mais esquisitas! Que coisas!

Larry: Quem são esses?

Sarah: Duendes.

(Menina vestida de fada, fala para os bruxos)

Menina: Deus os abençoe!

(Os três gritam)

Larry: irmãos eu estou muito confuso. Sinto cheiro de crianças, mas não as vejo. (Chorando)
Eu perdi meus poderes!

Willie: (Dando tapas na cara de Larry) Já chega! Para! Para! Para!


Larry: Desculpe.

Willie: Somos bruxos e malvados. O que mamãe diria se ela nos visse assim?

(Os três levantam as vassouras)

Sarah e Larry: Mamãe!

Cena 5
Willie: (Para Sarah) Escorregue. (Para Larry) Pegue-as! Andem!

(Larry entra no meio do público e Sarah paquera os rapazes. Larry volta)

Willie: Achou-os?

Larry: Não, sinto muito. Desculpe.

Willie: Vá acha-los! Sarah!

Sarah: ( Para o moço) Adeus!

Willie: Achou-os?

Sarah: Quem?

Dani: Sofia eles estão aqui! Olhem!

Apresentador: Boa Noite galera, tenho uma profecia para vocês, hoje será uma noite de...
Diversão (risadas). Solta o som DJ.

Sofia: (Para a plateia) Parem a música! Escutem, seus filhos correm grande perigo. Os irmãos
Sanderson voltaram dos mortos. Sei que parece tolice, mas eles estão aqui agora. (Aponta para
eles) Estão bem ali!

Willie: OBRIGADO Sofia por essa maravilhosa apresentação.

(Os bruxos sobem no palco e cantam)

Willie:

Lancei um feitiço sobre vocês.

E agora são meus.

Não pode deter as coisas que faço.

São 300 anos em um único dia

A bruxa está de volta.

E o inferno será aqui.

Lancei um feitiço sobre vocês.

E agora são meus (grita).


Lancei um feitiço em vocês.

E agora se foram...

Sarah e Larry: Se foram, se foram, adeus.

Willie: Meu feitiço em vocês foi forte.

Sarah e Larry: Tão forte, tão forte, tão forte.

Willie: Jamais vão se livrar pois é coisa de bruxa foi o que eu fiz.

Lancei um feitiço em vocês.

E agora são meus.

Sarah e Larry: Cuidado, cuidado, cuidado.

Willie: Se não acreditam é melhor adivinhar supersticiosos.

Lancei um feitiço em vocês.

E agora são meus.

(Sofia, Loren, Dani, Binx e Daliza estão no palco)

Dani: Binx vamos embora!

Sofia: Que situação ruim.

Loren: Calma.

Sofia: Quero que leve Dani para casa e não a perca de vista!

Dani: Não fico sem você.

Binx: Cuide bem de Dani. Nunca saberá como ela é preciosa... Até perde-la.

(Binx vai saindo)

Sofia: Ei, Binx, vamos para casa.

Binx: Casa?

Sofia: Nossa casa.

(Saem de cena)

Cena 6 Música 17
(A casa dos bruxos. Os bruxos andam de um lado para outro).

Willie: Não temos muito. Teremos que fazer a poção de cabeça. Pensem.

Sarah e Larry: Se lembre, se lembre, se lembre, se lembre Willie, se lembre, se lembre, se


lembre, se lembre Willie se lembre.
Willie: Já me lembrei! Eu estava aqui, o livro estava ali. Você Larry estava, estava aqui e Sarah
estava lá atrás dançando como uma idiota (Sarah vai dançando no local indicado). E no livro
dizia, ainda me lembro como se fosse hoje. Gotas de bolha , de cadáver um dedão.

Sarah: Ah o dedão.

Larry: Está tentando se concentrar Willie?

Willie: Sim. Ou será o dedo da mão, ou será o pulmão de um defunto alemão, não bobão, vilão,
é o cão tem razão cão não.

Larry: Parece...

Willie: Não adianta não me lembro dos ingredientes. Eu preciso do meu livro! Livro venha para
casa ou avise onde está!

Música 18
Larry: Willie quer me bater? Isso vai agradá-lo? Vai te animar?

Willie: É o fim, eu sinto. Estamos perdidos. Sinto o hálito frio da morte no meu pescoço. Larry
leve-me até a janela quero me despedir. Adeus, adeus mundo cruel. Adeus a vida. Adeus (Para a
plateia) Adeus a tudo isso, Irmãos! Observem! Eles abriram meu livro bem quando nosso tempo
estava se esgotando. Ande não temos tempo. Ademais quero pegar aquela criança com carinha
de rato que me chamou de...

Larry: (Corta-a) Não diga e nem pense nisso.

Sarah: Feio.

(Willie bate na barriga de Sarah)

Willie: Mas ela me magoou. E ela nem me conhece bem. Ela feriu meus sentimentos.

(Sarah estende o braço onde Willie limpa o nariz)

Willie: Sempre quis uma criança. Agora acho que terei uma... Torrada! Dentro da noite!

(Willie sai rindo, Sarah e Larry saem atrás).

Willie: (Off) Use sua voz Sarah. Encha o céu. Vá cantando e as crianças convocando traga os
fedelhos para morrer. (Risada)

(Sarah entra com a bicicleta e canta)

Sarah: Vem criancinha

Eu vou te levar

Para um país encantado

Vem criancinha,

Nós vamos brincar


Em meu jardim de magia. (Repetir. Sarah some)

Cena 7
(Sofia, Loren, Dani, Binx entram no palco)

Sofia: Depressa! Depressa! Depressa! Vamos! Vamos!

(Sofia tromba com Daliza. Loren e Dani vão para o outro lado do cemitério. Willie aparece
voando)

Willie: Daliza mate-o se preciso. Só traga-me aquela criança. Dani! Vamos depressa sua
pústula, pútrida e inflamada. Não enrole mate-o agora. Vamos depressa. Vamos logo, mate ela.

(Daliza que estava segurando Sofia rasga os pontos da boca).

Daliza: Vagabundo! Mandão! Escaravelho morto dentuço do inferno! Esperei séculos para
dizer isto.

Sofia: Diga o que quiser. Só não respire perto de mim.

Willie: Eu a matei uma vez, e mato de novo seu estilhaço de verme. Eu voltarei!

(Sofia e Daliza vão ao encontro das meninas)

Dani: Corra Sofia!

Loren: Sai da frente! (Com uma pedra na mão)

Sofia: Espere, espere, ele é um zumbi bom.

Loren: Nossa única esperança é combate-los até o amanhecer.

Dani: Oi Daliza.

Daliza: Você está segura aqui (coloca Dani na tumba, Loren joga sal em volta)

Binx: Lá vem eles!

Música 19
(Os bruxos aparecem)

Binx: Daliza, tome conta de Dani. Sofia, Loren dividam-se

Willie: Pela ultima vez. Preparem-se para seus destinos. Agora é o fim pestinhas já estou cheio
de vocês.

Daliza: Vai pro inferno!

Willie: Já estive obrigado e achei bem agradável.

Binx: Aguente firme Dani!


Willie: Isso vai ensiná-la a não chamar as pessoas de feias. Abra a sua boca. Mandei abrir a
boca.

(Binx derruba o frasco, Sofia o pega)

Willie: Raios o partam! Dê-me o frasco! Maldito!

Sofia: Largue-a, senão eu quebro.

Willie: Quebre e ela morre.

(Loren tenta ajudar, mas Daliza a segura. Sofia toma a poção).

Dani: Sofia não!

Sofia: Agora não tem escolha, precisa sugar a mim.

Willie: Que idiota. Desistir de vossa vida, pela de vossa irmãzinha.

(Solta Dani e pega Sofia, Loren e Daliza levantam Dani)

Sarah: Nossa!

Willie: Vou ensinar uma lição que nunca se esquecerá!

(O sol vai nascendo Willie a suga. O sol vai aparecendo com mais força. Willie chama pelo
livro, mas não da tempo e ela vira pedra)

Willie: Livro!

Música 20
Sarah: Willie! Adeus (morre).

Larry: Oh!Oh! Adeus (morre).

Dani: Sofia você está bem?

Sofia: Acho que sim.

Dani: Você salvou minha vida.

Sofia: Precisei, sou sua irmã mais velha.

Dani: Eu amo você.

Sofia: Também amo você.

(Daliza volta a tumba)

Dani: Adeus Daliza! Durma bem!

Sofia: Obrigado Daliza.

(Daliza se espreguiça e cai na tumba)


Dani: Onde está Binx?

Loren: Morto.

Dani: Mas ela não pode morrer não se lembra?

Musica 22
Tachery: Dani, não fique triste por mim, por favor.

Dani: Binx. É você?

Tachery: Os bruxos estão mortos, minha alma está livre.

(Estende a mão para Dani que a segura)

Tachery: Você me libertou, obrigado. Ei Sofia, obrigado por ter ascendido à vela.

Emily: (Chama da coxia) Tachery, Tachery Binx. (Aparece)

Tachery: É a Emily. (Aparece Dani) Sempre estarei com você (a beija. Dani e Loren saem de
cena).

Emily: Tachery Binx por que demorastes tanto?

Tachery: Sinto muito. Esperei 300 anos para que uma virgem ascendesse a vela.

(Desaparecem. Sofia, Loren e Dani se abraçam).

FIM