Você está na página 1de 31

DISCIPLINA

TURBINAS A GÁS, VAPOR e CALDEIRAS

Turbinas a Gás – Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº.: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Introdução
Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

As turbinas a gás inicialmente foram


projetadas para equipar aviões, funcionando
como motores de propulsão. Mas, com o
desenvolvimento da indústria, começaram a ser
empregadas também para acionar geradores
elétricos, compressores e bombas. Na marinha,
são empregadas para acionar a hélice de
grandes embarcações.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás Aeronáuticas


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

As turbinas a gás aeronáuticas foram concebidas


e projetadas para serem aplicadas à aeronáutica, tendo
como principal finalidade gerar gases de exaustão a
alta velocidade, promovendo a propulsão da aeronave.
São empregadas como motores de jatos, boings e
helicópteros devido à larga faixa de potência disponível.

A ilustração a seguir destaca a montagem de uma


turbina a gás instalada na carenagem da asa de um
boing.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás Industriais


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

A aplicação das turbinas a gás na indústria iniciou-se com


o emprego da turbina a gás aeronáutica, adaptada para
acionamento de máquinas operatrizes, como geradores elétricos,
bombas e compressores.

Na aplicação industrial, os gases gerados pela turbina a


gás são direcionados para outra roda de turbina, independente
do tipo de reação. Essa roda de turbina é designada como roda
de turbina livre ou turbina de potência, em que a energia residual
dos gases (aproximadamente um terço da energia gerada) é
convertida em potência disponível no eixo para acionar um
compressor de gás, gerador elétrico ou uma bomba.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás Industriais


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Nessa aplicação, a turbina a gás é fixada em uma base,


para não resistir à força de propulsão. Os gases gerados pela
turbina a gás são direcionados por meio de uma peça de
transição para uma turbina de potência - um conjunto de
estágios de aletas estatoras e palhetas rotoras com a
finalidade de extrair potência através da transformação da
energia dos gases (pressão, temperatura e velocidade) em
energia mecânica. Esta é transmitida para o equipamento
acionado através de um eixo que utiliza um redutor de
velocidade para acionar um gerador elétrico ou um
multiplicador de velocidade para acionar compressores.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás Industriais


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás
Mais tarde foram desenvolvidos projetos próprios de
turbina a gás para a indústria com características próprias para
essa aplicação.

Nessa configuração, a turbina a gás é designada como


Geradora de Gás (GG) ou Produtora de Gás (PG) e a turbina
livre é chamada de Turbina de Potência (PT).

Em uma turbina a gás industrial, o conjunto Gerador de


Gás (GG) tem a finalidade de gerar energia para acionamento
do compressor de ar, mantendo o ciclo de funcionamento contínuo
e disponibilizando gases de exaustão (ar quente) para promover
o acionamento da Turbina de Potência (PT).
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Esse tipo de turbina é composta pela turbina a


gás aeronáutica adaptada para o acionamento da
turbina de potência.

A turbina a gás industrial aeroderivada tem dois


componentes básicos: o gerador de gás e a turbina de
potência. O gerador de gás é uma turbina a gás
aeronáutica adaptada para queimar combustível
industrial. A roda de turbina de potência é projetada e
fabricada pelo fornecedor do pacote.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

O projetista da turbina de potência é responsável


pela adaptação, pela montagem e pelos testes do
conjunto completo. Isso inclui, além do gerador de gás e
da turbina de potência, todos os acessórios e sistemas
auxiliares, tais como: base e suportes; sistemas de óleo,
de combustível, instrumentação de proteção e controle;
painéis; filtros de ar; dutos de admissão e descarga;
silenciadores; proteção acústica. O fornecedor
normalmente entrega ao comprador o pacote totalmente
montado e testado em sua fábrica, devido ao fator
custo de aquisição.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

São características importantes das turbinas a gás


industrial aeroderivadas:
• Facilidade de instalação e comissionamento;

• Boa adaptabilidade a controle remoto;

• Bom planejamento para a manutenção em oficina.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

A interligação entre a turbina a gás e a turbina


livre se dá através de uma peça de transição, ou seja,
um duto para conduzir o fluxo dos gases.

Para que essa adaptação seja feita, a turbina a


gás é fixada em uma base e o fluxo dos gases quentes
é direcionado para uma roda de turbina livre com eixo
independente, também fixada a uma base.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

As ilustrações a seguir mostram a turbina a gás, a turbina


livre e a montagem das duas.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

A turbina de potência aciona uma máquina


operatriz (bomba, compressor ou gerador elétrico)
através do eixo e de um processo de acoplamento.
Normalmente, para o acionamento do compressor, é
necessário elevar a rotação na transmissão, então, são
empregadas caixas multiplicadoras; e para o
acionamento de gerador elétrico, é necessário reduzir
a rotação de transmissão. Nesse caso são
empregadas caixas redutoras.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Essas turbinas são projetadas para aplicação


industrial, ou seja, em um único projeto de um
mesmo fabricante tem-se o projeto, a fabricação, a
montagem e a instalação da turbina geradora de
gás, da turbina de potência e dos sistemas
auxiliares. São divididas em duas concepções de
projetos:

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Turbina a gás industrial não-aeroderivada de porte leve

Essas turbinas são projetadas para a indústria,


em que a turbina livre faz parte de um projeto
integrado da máquina. Nessa configuração, a GG e
a PT são bem próximas uma da outra. São de porte
leve, pelo aspecto estrutural, no qual o eixo, as
carcaças e a câmara de combustão são leves
(estrutura anular).

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Turbina a gás industrial não-aeroderivada de porte pesado (heavy duty)

As primeiras turbinas a gás projetadas para


aplicação industrial eram máquinas de construção
pesada, com projetos normalmente derivados das
práticas utilizadas na construção de turbinas a vapor.
Essas máquinas deram origem às, atualmente chamadas,
turbinas industriais para serviço pesado a gás (industrial
heavy duty gas turbines).

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Turbina a gás industrial não-aeroderivada de porte pesado (heavy duty)

Essas turbinas têm como principais características:


• Potência elevada;

• Projetos com pouca restrição quanto a peso e tamanho;

• Carcaças pesadas de partição horizontal;

• Mancais de deslizamento;

• Câmaras de combustão de grande diâmetro;

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

• Boa durabilidade;

• Fácil acesso para inspeção e manutenção;

• Palhetas de seção espessa;

• Compressores e turbinas axiais com vários estágios;

• Baixo nível de ruído, devido às baixas velocidades de


admissão de ar normalmente empregadas em seu projeto;

• Baixa relação de compressão por estágio, propiciando larga


faixa de operação estável do compressor.
Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbina a Gás Industrial não Aeroderivada


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

As turbinas de porte pesado são projetadas para a


indústria, assim como as de porte leve, porém, o eixo é
maciço, a câmara de combustão é externa à máquina
(tubular) e a Turbina de Potência (PT) é robusta.

Suas principais vantagens são: Suas principais


desvantagens
• Longa vida útil; são peso e
tamanho.
• Grande confiabilidade operacional;

• Boa eficiência térmica e baixo nível de ruído.


Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Comparação Entre Turbinas a Gás Industriais


Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Como existem vários tipos de turbinas e


cada uma possui características específicas que
definem sua aplicação, o quadro a seguir
apresenta uma comparação, considerando
apenas as turbinas industriais, por serem as mais
utilizadas nas atividades de Grandes Indútrias.

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Exercícios Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

2) Você encontra a seguir uma lista de tipos de turbina e as


imagens que lhes são correspondentes. Faça a correlação.
1. Turbina livre

2. Turbina a gás aeronáutica

3. Turbina a gás industrial não aeroderivada de porte


pesado

4. Turbina a gás industrial não aeroderivada de porte leve

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Profº: Anderson Flores


Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Glossário
Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

Caixa multiplicadora - conjunto de engrenagens que multiplica a rotação do eixo de entrada,


fornecendo uma rotação maior no eixo de saída. São empregados onde a máquina motriz tem uma
rotação menor que da máquina operatriz.

Caixa redutora - conjunto de engrenagens que reduz a rotação do eixo de entrada, fornecendo uma
rotação menor no eixo de saída. São empregados onde a máquina motriz tem uma rotação maior que
da máquina operatriz.

Carenagem - revestimento protetor de certas peças de avião, para reduzir a resistência do ar e o


atrito resultante.

Comissionamento - montagem, instalação, preparação e partida de um equipamento.

GG - sigla utilizada para denominar uma turbina “Geradora de Gás”.

Palheta - palheta estacionária, fixada na carcaça da turbina.

PG - sigla utilizada para denominar uma turbina “Produtora de Gás”.

PT - sigla utilizada para denominar “Turbina de Potência”.


Profº: Anderson Flores
Turbinas a Gás, Vapor e Caldeiras

Bibliografia
Turbinas a Gás - Capítulo 3 – Tipos de Turbinas a Gás

JOAQUIM, Manuel; IGLESIAS, Leopoldo; MATIAS, José


Augusto. Noções de Turbinas a Gás. Apostila. Centro de
produção. Macaé: 2003.

VALADÃO, Cleuber Pozes. Turbinas a Gás. Apostila. Centro


de produção. Macaé: 2003.

Profº: Anderson Flores

Você também pode gostar