Você está na página 1de 15

ESTRUTURAS DE CONCRETO

ARMADO I
Profª Orientadora
Eng. Rosiane Camargos

1
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

ENCONTRO 02
0. Aços para armaduras
Diagrama tensão x deformação do aço

UNIDADE 01 - PROPRIEDADES
DOS MATERIAIS E CONCEITOS
FUNDAMENTAIS DO CONCRETO
ARMADO 2
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Propriedades
• Aços para armaduras
– Fornecidos sob a forma de barras e fios de seção circular,
com propriedades e dimensões padronizadas pela norma
NBR 7480 da ABNT.
– Barras
• Exclusivamente por Laminação a quente
• Diâmetro mínimo de 6,3mm
– Fios
• Trefilação ou laminação a frio
• Diâmetro máximo de 10 mm
– Nomenclatura de projeto
• Barra ou fio = Barra de Armadura
3
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Propriedades
• Aços para armaduras
– Diâmetro Nominal ()
• (NBR 7480) É o número correspondente ao valor, em milímetros,
do diâmetro da seção transversal do fio ou da barra (bitola)
– Massa Linear (kg/m)
• Obtida pelo produto da área da seção nominal (em m²) pela massa
específica do aço (igual a 7850 kg/m³)
– Coeficiente de Dilatação Térmica
• O valor de 10-5/°C pode ser considerado para o coeficiente de
dilatação térmica do aço, para intervalos de temperatura entre -20
°C e 150 °C. Mesmo valor adotado para o concreto.

4
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Propriedades
• Diagrama tensão x deformação do aço
– Obtido de um ensaio de tração simples
– Influenciado pelo processo de fabricação
Tensão

BARRAS DE AÇO
As barras de aço são obtidas por
fm
B
laminação a quente.
C

São caracterizadas por apresentarem


f yk A
patamar de escoamento bem
definido no diagrama  x .
A resistência elevada é obtida pela
Deformação
Diagrama tensão x deformação de barras, mostrando
adição de elementos como C, Mn, Si
o limite de escoamento/proporcionalidade (A), o limite e Cr.
de resistência (B) e o limite de ruptura (C).

5
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Propriedades
• Diagrama tensão x deformação do aço
– Obtido de um ensaio de tração simples
– Influenciado pelo processo de fabricação
Tensão

FIOS DE AÇO Obtidos geralmente por trefilação


fm
C este tipo de aço não apresenta nos
D
f yk B
ensaios patamar de escoamento bem
f yp A
definido.
O limite de escoamento é
estabelecido convencionalmente
0,2%
Deformação como sendo a tensão que produz uma
Diagrama tensão x deformação de fios. “A” representa deformação permanente de 0,2 %.
o limite de proporcionalidade, “B” o limite escoamento,
“C” o limite de resistência, e “D” o limite de ruptura.

6
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Propriedades
• Diagrama tensão x deformação do aço
– Na falta de ensaio ou valores fornecidos pelo fabricante:
– 𝐸𝑠 = 210 𝐺𝑃𝑎
• Tensão de Escoamento característico, fyk

Categoria fyk
(kN/cm²)
CA-25 25 Barras
CA-50 50 Barras
CA-60 60 Fios

CA – Indica aços para Concreto Armado


7
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Armaduras

𝐵𝑎𝑖𝑥𝑎 𝑎𝑑𝑒𝑟ê𝑛𝑐𝑖𝑎
𝐿𝑖𝑠𝑎𝑠 ቊ
𝐵𝑎𝑟𝑟𝑎𝑠 ൞ 𝑅𝑒𝑠𝑡𝑟𝑖𝑡𝑎 à 𝑐𝑎𝑡𝑒𝑔𝑜𝑟𝑎 𝐶𝐴 − 25
𝑁𝑒𝑟𝑣𝑢𝑟𝑎𝑑𝑎𝑠ሼ𝐶𝐴 − 50

𝐿𝑖𝑠𝑜𝑠
𝐹𝑖𝑜𝑠 ሼ𝐶𝐴 − 60 ቐ 𝐸𝑛𝑡𝑎𝑙ℎ𝑎𝑑𝑜𝑠
𝑁𝑒𝑟𝑣𝑢𝑟𝑎𝑑𝑜𝑠

8
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Armaduras Barras de Aço / Vergalhões

Arame Recozido

Estribo

9
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Armaduras Telas de Aço

10
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Armaduras

11
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Armaduras

Eberick
12
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Situação Problema
• O síndico de um edifício residencial composto por 10
pavimentos tipo, térreo e 3 pavimentos de garagem
identificou que os elementos de concreto do prédio está
apresentando sinais de deterioração. Sendo assim, este
contratou um engenheiro para realizar uma avaliação da
situação estrutural da edificação. Durante a visita, o
engenheiro verificou que as vigas dos pavimento de garagem
apresentam armadura exposta em diversos pontos (conforme
figura). Apresente possíveis diagnósticos para a situação
exposta.

13
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Situação Problema
• Diagnósticos possíveis
– Despassivação por carbonatação devido ao cobrimento
inadequado do aço das armaduras para o ambiente
agressivo (garagem, alta concentração de CO2)
– Fissuração excessiva da viga devido a sobrecarga
– Utilização de concreto com
– porosidade inadequada para
– o ambiente

14
ESTRUTURAS DE CONCRETO ARMADO I
Unidade 1: Propriedades dos materiais constituintes do concreto armado
Encontro 2: Propriedades do Aço para CA

Referência
• Araújo, J.M.A. Curso de Concreto Armado, vol 1, 4ª edição ,
2014
• ABNT NBR 6118 : 2014
• Catálogo de aços longos Arcelor Mittal <
http://longos.arcelormittal.com/produtos/construcao-
civil/arcelormittal-50-soldável>

15