Você está na página 1de 7

TRABALHO DE MATEMÁTICA

Geometria Espacial: Prisma


Professor: Titio Alex
Alunos: Mailson Moraes, Tiago Reis, Paulo Vitor, Lucas Eduardo, Danilo
Malcher

Definição
Um prisma (limitado) é o sólido geométrico formado
pela união de todos os segmentos de reta
congruentes e paralelos a um segmento dado
(chamado de segmento de reta suporte), com uma
extremidade nos pontos de um polígono fixo não
paralelo a . Desta forma, o sólido formado é um
poliedro com duas faces congruentes e paralelas
(chamadas de bases) e cujas demais faces (chamadas faces
laterais) são paralelogramos.

O termo prisma também pode significar prisma ilimitado, que é o


sólido formado pela união de todas as retas paralelas a uma reta
dada r e que interceptam um polígono fixo não paralelo a r. Salvo
menção, usaremos o termo prisma para significar um prisma
limitado.

Elementos
Um prisma n- poligonal é formado por duas
bases congruentes e paralelas,
n faces laterais, 3n diedros, 3n arestas, 2n
triedros e 2n vértices. Em um espaço
orientado, as bases são comumente
classificadas em base inferior ou superior,
conforme a orientação dada.

Classificação
Os prismas são classificados conforme
as propriedades dos polígonos que
formam suas bases. Assim, prismas de
bases convexas são chamados de
prismas convexos. Prismas triangulares,
quadrangulares, pentagonais, ..., n-poligonais, são aqueles cujas
bases são triângulos, quadriláteros, pentágonos, ..., polígonos com
n lados, respetivamente.
Prismas quadrangulares seguem classificação específica. Um
prisma cujas bases são paralelogramos é chamado de
paralelepípedo. Um paralelepípedo cujas arestas são todas
congruentes entre si é chamado de romboedro.

Os prismas também são classificados quanto ao ângulo que a reta


suporte faz com os planos que contém suas bases. Ou seja, um
prisma é dito ser oblíquo quando sua reta suporte faz um ângulo
oblíquo com os planos das bases. É dito ser reto quando a reta
suporte faz um ângulo reto com os planos das bases. Neste caso,
as faces laterais são retângulos. Especificamente, um romboedro
reto cujas bases são retângulos é chamado cubo.

Além disso, um prisma reto cujos polígonos das bases são


regulares é chamado de prisma regular.

Áreas
Num prisma, distinguimos dois tipos de superfície:as faces e as
bases. Assim, temos de considerar as seguintes áreas:
a) área de uma face (AF ):área de um dos paralelogramos que
constituem as faces;
b) área lateral ( AL ):soma das áreas dos paralelogramos que
formam as faces do prisma.
No prisma regular, temos:
AL = n . AF (n = número de lados do polígono da base)
c) área da base (AB): área de um dos polígonos das bases;
d) área total ( AT): soma da área lateral com a área das bases
AT = AL + 2AB

Vejamos um exemplo.
Dado um prisma hexagonal regular de aresta da base a e aresta
lateral h, temos:
Volume
Por definição, unidade de volume é um cubo de aresta 1. Assim,
considerando um paralelepípedo de dimensões 4, 2 e 2, podemos
decompô-lo em 4 . 2 . 2 cubos de aresta 1:

Então, o volume de um paralelepípedo retângulo de


dimensões a, b e c é dado por:
V = abc
Como o produto de duas dimensões resulta sempre na área de
uma face e como qualquer face pode ser considerada como base,
podemos dizer que o volume do paralelepípedo retângulo é o
produto da área da base AB pela medida da altura h:
Exercicios com Figuras
Questão 1:

Em um prisma regular triangular, cada aresta lateral


mede 10 cm e cada aresta da base mede 6 cm.
Calcular desse Prisma:
a) a área de uma face lateral.
b) a área de uma base.
c) a área lateral.
d) a área total.

Resolução:

a) Af = (6.10) cm²
Af = 60 cm²

b) Cada base é um triângulo equilátero de lado 6 cm. Lembrando


que a altura h de um triângulo equilátero de lado a é dada por

Portanto, a área B de uma base é:

c) A área lateral AL é a soma das áreas das três fases laterais, isto
é:

AL = 3 . Af
AL = 3 . 60 cm²
AL = 180 cm²

d) A área total At é a soma da área lateral AL com duas vezes a


área B de uma base, isto é:

At = AL + 2B
At = (180 + 18 √3) cm²
Questão 2:

Um prisma reto de altura 10 cm tem como polígonos


das bases triângulos retângulos de catetos 3 cm e 4
cm. Calcule a área total desse prima.

Resolução:

Questão 3:

Em uma piscina regular hexagonal cada


aresta lateral mede 8 dm e cada aresta da
base mede 4 dm. Calcule, desses prisma:

a) a área de cada face lateral;


b) a área de uma base;
c) a área lateral;
d) a área total;

Resolução:

a) Af = b . h
Af = 4 .8
Af = 32 dm²

b) Ab = (6.10 √3) / 4
Ab = 24 √3 dm²

c) AL = 6.4.8
AL = 192 dm²
d) At = 2.24 √3 +192
At = 48 √3 + 192 dm²

Questão 4:

Questão 5:
Consideremos um prisma triangular regular com aresta
da base a e altura h.

Área da base (B)


Área lateral (AL)AL = 3 • A face lateral
AL = 3 • (ah)= 3 ah
Área total (AT)
AT = AL + 2B
Relação com o cotidiano