Você está na página 1de 25

UNICAMP 2013 - 4.

A endotermia surgiu ao longo da evolução como uma importante estratégia de sobrevivência. A rapidez na resposta a
estímulos externos garante aos endotérmicos uma relevante vantagem adaptativa em relação aos ectotérmicos. Alguns
estudos teóricos têm estimado, por exemplo, que o homem seria pelo menos dez vezes mais lento se não fosse capaz
de manter sua temperatura corpórea constante e relativamente alta (em torno de 37 oC). Por outro lado, o consumo de
energia de um animal endotérmico é muito maior do que o de um animal ectotérmico de igual tamanho e peso.
HOMEOSTASE E ENDOTERMIA
a) Compare o comportamento de um mamífero e o de um lagarto em duas situações que permitam demonstrar as vantagens
evolutivas associadas à endotermia.
a) Diferentes situações podem ser consideradas nessa questão. Abaixo estão listadas algumas possibilidades de resposta.
Em situação de perigo (por exemplo, ameaça de predação), um mamífero (animal endotérmico) consegue fugir mais
rapidamente, já que seu metabolismo permite rápida resposta independentemente das condições ambientais, enquanto o
lagarto (animal ectotérmico) seria mais vulnerável ao perigo iminente, pois sua resposta é mais lenta e dependente das
condições ambientais.
(Poderia ser também considerada uma situação de obtenção de alimento que exigisse habilidade e rapidez.) Em uma
condição de frio intenso, o mamífero (animal endotérmico) consegue manter fisiologicamente sua temperatura corporal
constante, sem a necessidade de grandes alterações de comportamento; já o lagarto (animal ectotérmico) ajusta sua
temperatura corporal por meio de estratégias comportamentais, procurando lugares ensolarados ou locais mais quentes,
ficando, portanto, mais vulnerável do que o mamífero. (Poderia ser também considerada uma situação de calor intenso, em
que o lagarto teria que buscar lugares com temperaturas mais amenas.)
SISTEMA DIGESTÓRIO
b) A energia necessária para um vertebrado endotérmico manter seu metabolismo é fornecida pelos alimentos. O amido é
uma importante fonte energética e está presente em vários alimentos. Explique como ocorre a digestão do amido e indique
quais são as menores moléculas resultantes dessa digestão.
b) Para responder a esse item, era essencial citar a participação da amilase salivar e da amilase pancreática na digestão do
amido. As menores moléculas resultantes dessa digestão são moléculas de glicose.
UNICAMP 2012 As cecílias, também chamadas de cobras-cegas, são facilmente confundidas com
serpentes por observadores menos atentos, por também apresentarem corpo cilíndrico e desprovido de
patas. Entretanto, uma análise mais cuidadosa pode diferenciar facilmente esses animais, pois as
cecílias são anfíbios ápodos. Duas características apresentadas exclusivamente pelas cecílias, que as
diferenciam das serpentes, são:

a) corpo revestido por pele úmida e ovos com casca calcária.


b) corpo revestido por escamas e respiração exclusivamente cutânea.
c) pele rica em glândulas secretoras de muco e respiração cutânea.
d) pele úmida e corpo revestido por escamas queratinizadas.

UNICAMP 2011 As aves migratórias voam muitas vezes a grandes altitudes e por longas distâncias
sem parar. Para isso, elas apresentam adaptações estruturais e também fisiológicas, como a maior
afinidade da hemoglobina pelo oxigênio.

a) Explique a importância da maior afinidade da hemoglobina pelo oxigênio nas aves migratórias.
b) Indique duas adaptações estruturais que as aves em geral apresentam para o voo e qual a
importância dessas adaptações.

a) A hemoglobina com afinidade maior por oxigênio, em condições de ar rarefeito, implica uma
capacidade maior de captação de oxigênio. Desse modo, constitui uma adaptação a essas
condições( VOAR EM GRANDES ALTITUDES).
b) Dentre as adaptações estruturais que capacitam as aves em geral para o vôo, podemos
indicar: (PENA, SACO AÉREO, OSSOS PNEUMÁTICOS)
• forma aerodinâmica, reduzindo o atrito com o ar;
• membros anteriores transformados em asas, acionados por musculatura presa à quilha do
osso esterno;
• penas das asas, que favorecem a sustentação do corpo no ar. Além de leves e resistentes;
• densidade reduzida, graças aos ossos pneumáticos, ausência de dentes e de bexiga urinária;
• estrutura respiratória eficaz, com grande capacidade de captação de oxigênio, o que favorece o
trabalho muscular.
UFRJ 2011 O gráfi co a seguir mostra a relação entre a disponibilidade de oxigênio na atmosfera e sua dissolução no sangue
de indivíduos de duas populações. A curva A é típica de indivíduos aclimatados a grandes altitudes, já a curva B foi obtida
em indivíduos que vivem ao nível do mar.

Observe que, por exemplo, sob uma pressão parcial de oxigênio de 100 mm Hg, a quantidade de O 2 no sangue é de cerca de
18% na curva B, ao passo que, na curva A, à mesma pressão, há aproximadamente 26% de oxigênio no sangue.
Explique por que as quantidades de oxigênio dissolvido no sangue dos indivíduos A e B são
diferentes.

Indivíduos aclimatados a grandes altitudes (A) têm um número maior de hemácias e, portanto, mais hemoglobina no sangue do
que os não aclimatados (B), por isso seu sangue é capaz de transportar uma maior proporção do oxigênio disponível na atmosfera.

UNICAMP 2011 Os anfíbios foram os primeiros vertebrados a habitar o meio terrestre. Provavelmente
surgiram de peixes crossopterígeos que eventualmente saíam da água à procura de insetos. Antes de
ganharem o meio terrestre, esses ancestrais dos anfíbios passaram por modificações em sua estrutura
e em sua fisiologia.

a) Mencione duas modificações importantes nessa transição.

b) Os anfíbios são classificados em três ordens: Gymnophiona ou Apoda (cobras-cegas), Urodela


(salamandras) e Anura (sapos, rãs e pererecas). Mencione uma característica exclusiva de cada uma
delas.

a) Nadadeiras modificadas, articuladas ao esqueleto, capazes de permitir sua locomoção em


terra(desenvolvimento de membros para locomoção); capacidade de realizar trocas gasosas
diretamente com o ar atmosférico (pulmões primitivos), glândulas na pele com a capacidade de
mantê-la constantemente úmida.
b) Apoda: ausência de membros locomotores, corpo cilíndrico e olho vestigial; Urodela:
permanência de cauda pós-anal no adulto; Anura: ausência de cauda na fase adulta, membros
posteriores adaptados para o salto.
Resolução
Questão 2

UERJ 2011 A amônia é produzida pelos organismos vivos, especialmente durante o catabolismo dos
aminoácidos. Por ser muito tóxica, alguns vertebrados a incorporam, antes da excreção, como
ácido úrico ou como ureia.
Cite um vertebrado que excreta diretamente amônia e identifique o principal órgão excretor dessa
substância.
Aponte, também, uma vantagem de adaptação ambiental relativa às aves e outra relativa aos répteis,
por excretarem ácido úrico, substância pouco solúvel em água.

Uma das possibilidades:


• peixes teleósteos
• girinos de anfíbios
Órgão excretor: brânquias
Aves: diminuir o peso e facilitar o voo.
Répteis: adaptar-se melhor às regiões áridas.

Mackenzie 2011 Questão nº 46


O aquecimento global pode ser o responsável pela extinção de várias espécies de répteis. Esses
animais não possuem mecanismos de controle de temperatura corporal, sendo dependentes da
temperatura do ambiente para desempenhar suas atividades. Essa incapacidade de controle da
temperatura está relacionada com
a) a presença de glândulas sudoríparas na pele.
b) a existência de um septo separando completamente os dois ventrículos no coração.
c) uma grande extensão de trocas gasosas nos pulmões.
d) a presença de um sistema circulatório incompleto, permitindo a mistura de sangue arterial e venoso
e) um sistema nervoso ventral e ganglionar.

Resposta – D

UECE 2011 04. Anfíbios, como sapos, rãs e cobras cegas, são animais que vivem parte de seu ciclo de
vida em ambientes aquáticos e outra parte em terra, porém nunca se afastam dos ambientes úmidos.
Identifique dentre as alternativas abaixo aquela contém apenas características de animais classificados
como anfíbios.

A) respiração cutânea; incapacidade de regular a temperatura corporal; coração com quatro cavidades;
sistema digestivo incompleto
B) respiração pulmonar; fase larval; quatro patas; homeotermia
C) sistema digestivo completo; coração com três compartimentos; sexos separados; cromatóforos
D) respiração branquial; sistema digestivo incompleto; esqueleto cartilaginoso; visão pouco
desenvolvida

Respiração – C
UNICAMP 2010 O gráfico abaixo mostra a variação da temperatura corporal de dois grupos de animais
em relação à variação da temperatura do ambiente.

a) Dentre os anfíbios, aves, mamíferos, peixes e répteis, quais têm variação de temperatura corporal
semelhante ao traço A e quais têm variação semelhante ao traço B? Justifique.

b) Como cada um desses grupos de animais (A e B) controla sua temperatura corporal?

a) Anfíbios, peixes e répteis têm variação de temperatura semelhante ao gráfico A, enquanto


aves e mamíferos têm variação de temperatura semelhante ao gráfico B.
b) Os animais cuja temperatura corporal varia conforme o gráfico A procuram lugares mais
frescos, na sombra, quando a temperatura ambiente se torna elevada (e lugares mais
quentes, quando a temperatura estiver baixa). Já os que se comportam conforme o gráfico
B mantêm sua temperatura corpórea por meio do calor gerado pelo próprio metabolismo.

UFF 2010 No meio ambiente coexistem seres com diferentes características e que estão sujeitos a
diversos fatores abióticos. Dentre eles, destacam-se as variações de temperatura, que são maiores no
ambiente terrestre do que no ambiente aquático. A manutenção da temperatura do corpo é fundamental
para os vertebrados terrestres, sendo mantida por dois tipos de mecanismos termorreguladores: a
ectotermia e a endotermia. A tabela abaixo mostra a quantidade de calorias diárias retiradas dos
alimentos para manter a temperatura corpórea de dois animais terrestres A e B.

Analisando o texto e a tabela, pode-se afirmar que:


(A) o animal B é ectotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura
corpórea é obtida do meio ambiente.
(B) o animal A é ectotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura
corpórea é obtida do meio ambiente.
(C) o animal A é endotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura
corpórea é obtida do meio ambiente.
(D) o animal B é endotérmico, pois a maioria das calorias necessária para manter a sua temperatura
corpórea é obtida do meio ambiente.
(E) os animais A e B são endotérmicos, pois a maioria das calorias necessária para manter suas
temperaturas corpóreas é obtida do meio ambiente.
UERJ 2010 Uricotélicos são animais que excretam nitrogênio através de sua incorporação em ácido
úrico, substância pouco solúvel em água. Já os mamíferos excretam o nitrogênio sob a forma de ureia,
composto muito solúvel em água. Considere a hipótese de que, em algum momento do futuro da Terra,
a água se torne progressivamente escassa. No gráfico abaixo, as curvas representam as taxas de
crescimento populacional de diversos grupos animais em função da crescente dificuldade de obtenção
de água.

Com base no conceito de seleção natural, a curva que poderia representar os animais uricotélicos é a
identificada por:

(A) P
(B) Q
(C) R
(D) S

PUCMG 2010 O gráfico apresenta a taxa


metabólica basal, de sete diferentes
animais, medida em duas diferentes
condições ambientais (A e B).
(FISIOLOGIA DOS CORDADOS –
REGULAÇÃO TEMPARATURA
CORPORAL)

Analisando o gráfico com base em seus


conhecimentos, é correto afirmar,
EXCETO:

a) A condição A deve apresentar


temperaturas ambientais mais elevadas do que a condição B.
b) Para todos os animais representados, alterações na taxa metabólica basal podem estar ligadas à
manutenção da homeotermia.
c) A demanda de nutrição calórica para a manutenção do metabolismo basal, por unidade de massa
corporal, decresce do camundongo para o elefante.
d) Quanto maior é o animal representado, menor é o seu metabolismo basal por unidade de massa
corporal.

Resposta – A
UFMG2010

1. a demanda de O2 de um animal em repouso


depende de seu metabolismo basal. Em função
disso,
a área disponível para a realização de trocas
gasosas é proporcional à massa corporal de
cada indivíduo.
Analise, neste gráfico, as curvas que
representam a relação entre a massa
corporal e a superfície disponível para
trocas gasosas de diferentes grupos de
vertebrados:

a)Com base nessas informações e em outros


conhecimentos sobre o assunto, TRACE, no
gráfico ao lado, uma curva para representar a mesma relação para os peixes.
Resposta é o traço vermelho no gráfico
JUSTIFIQUE sua opção pelo traçado feito.
Os peixes são animais ectotérmicos, e por isso, apresentam metabolismo basal inferior ao das aves
e mamíferos.

2. No que diz respeito ao processo respiratório dos animais, define-se ventilação como o volume de ar ou de
água que flui, respectivamente, pelos pulmões ou pelas guelras no intervalo de 1 minuto.
Analise estes gráficos:

A partir dessa análise e considerando outros conhecimentos sobre o assunto,


A) DÊ um título único para os dois gráficos.
Variação da ventilação pulmonar em peixes e mamíferos em função da concentração de gases respiratórios
presentes no ar ou na água.
B) Considerando os dados representados nas curvas dos gráficos I e II, ELABORE uma conclusão em
que se agrupem esses dados.
A ventilação pulmonar é influenciada pela concentração de oxigênio e gás carbônico presentes no
ar, enquanto a ventilação das guelras é influenciada apenas pela concentração de oxigênio presente
na água.
UERJ 2010 Como consequência dos mecanismos que regulam a
pressão osmótica dos peixes marinhos, os peixes ósseos precisam
beber água do mar, enquanto os cartilaginosos não.
O gráfico ao lado mostra a osmolaridade do plasma sanguíneo de
peixes marinhos, em relação à da água do mar.

A coluna do gráfico que representa a osmolaridade do plasma dos


elasmobrânquios e a substância orgânica
importante para a manutenção da pressão osmótica nesses
animais estão indicadas em:
(A) 1 - ácido úrico
(B) 2 - glicina
(C) 3 - glicose
(D) 4 – uréia

D
UFSC 2010 Questão 31

O meio ambiente pode influenciar o funcionamento do nosso organismo


de várias formas, desde a alteração de funções fisiológicas, das quais
geralmente não nos damos conta, até alterações na nossa percepção sensorial e estado de ânimo. Por exemplo,
nas grandes festas musicais que se estendem madrugada adentro, conhecidas como “raves”, o consumo de
álcool e bebidas estimulantes, como os “energéticos”, chega a níveis alarmantes. No contexto da ideia de
diversão, a mistura destas duas substâncias pode trazer consequências devastadoras para o organismo humano.
A pessoa que consome o energético junto com o álcool reduz o efeito deste, uma vez que o estimulante diminui o
efeito depressor do álcool sobre o sistema nervoso. Esta ação dos energéticos reduz a percepção da
embriaguez, e leva as pessoas a ingerir mais álcool, as quais não se dão conta dos riscos envolvidos. Uma
superdosagem desta substância aumenta a frequência cardiorrespiratória e pode provocar irritação estomacal e
intestinal. O que a princípio é euforia e excitação, pode transformar-se em tontura e desmaio.

Sobre o assunto do texto acima, pode-se afirmar CORRETAMENTE que:

01. o sistema nervoso responde pela coordenação e controle do funcionamento do organismo,


independentemente da ação do sistema endócrino.
02. o efeito estimulante das “bebidas energéticas” é consequência da liberação de neurotransmis-sores, como a
dopamina, que provocam sensação de prazer.
04. glicídios ou carboidratos são fontes de energia para o nosso organismo.
08. em nível celular, a organela citoplasmática responsável pela produção de energia é o lisossomo.
16. a longo prazo, o consumo de álcool em grandes quantidades não provoca alterações cardiovas-culares, nem
prejuízo nas funções hepáticas.
32. o controle da frequência cardiorrespiratória é uma das funções que podem ser atribuídas ao sistema nervoso
autônomo.
64. a interação entre o consumo excessivo de álcool e bebida energética não traz danos fisiológicos ao
organismo.

31 BIOLOGIA 07 X X X 38
UNESP 2010 Dados da Organização Mundial de Saúde indicam que crianças filhas de mães fumantes
têm, ao nascer, peso médio inferior ao de crianças filhas de mães não-fumantes.
Sobre esse fato, um estudante fez as seguintes afirmações:
I. O cigarro provoca maior concentração de monóxido de carbono (CO) no sangue e provoca constrição
dos vasos sanguíneos da fumante.
II. O CO se associa à hemoglobina formando a carboxiemoglobina, um composto quimicamente estável
que favorece a ligação da hemoglobina ao oxigênio.
III. O oxigênio, ligado à hemoglobina, fica indisponível para as células e desse modo o sangue materno
chega à placenta com taxas reduzidas de oxigênio.
IV. A constrição dos vasos sanguíneos maternos diminui o aporte de sangue à placenta, e desse modo
reduz-se a quantidade de oxigênio e nutrientes que chegam ao feto.
V. Com menos oxigênio e menos nutrientes, o desenvolvimento do feto é mais lento, e a criança
chegará ao final da gestação com peso abaixo do normal.

Sabendo-se que a afirmação I está correta, então podemos afirmar que


(A) a afirmação II também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação III.
(B) as afirmações II e III também estão corretas, e ambas têm por consequência o contido na afirmação
V.
(C) a afirmação III também está correta, mas esta não tem por consequência o contido na afirmação V.
(D) a afirmação IV também está correta e tem por conseqüência o contido na afirmação V.
(E) as afirmações II, III e IV estão corretas, e têm por conseqüência o contido na afirmação V.

UNICAMP 2010 8. A alimentação rica em gordura, o sedentarismo e o consumo de cigarro são hábitos
presentes na sociedade atual, sendo responsáveis, em parte, pela hipertensão arterial, que, por sua
vez, favorece o acúmulo de placas de gordura na parede interna das artérias, causando a
aterosclerose.
a) O que ocorre com o fluxo sanguíneo nas artérias em que há acúmulo de placas de gordura?
Justifique.
b) Em situação normal, quando o sangue bombeado pelo coração passa pelas artérias, esses vasos
sofrem alterações estruturais, que permitem sua adaptação ao aumento de pressão. Explique como as
artérias se alteram para se adaptar a esse aumento da pressão arterial. Que componente da parede da
artéria permite essa adaptação?

Resposta: a) Redução do fluxo de sangue devido acúmulo de gordura na parede interna das artérias, o
que acarreta na redução do diâmetro interno do vaso (luz) e causa a diminuição da quantidade de
sangue que passa por esse local.
b) Com o aumento da pressão, as artérias se dilatam, o que aumenta o seu diâmetro interno. O
componente das artérias que permite que o vaso ceda à pressão sanguínea é o tecido muscular liso ou
a fibra elástica ou elastina.
UEL 2010 A partir da descoberta das lentes, tornou-se possível corrigir deficiências de visão
decorrentes da incapacidade do olho de focalizar as imagens sobre a retina.
Com base no enunciado e nos conhecimentos sobre o tema, considere as afirmativas a seguir:
I. Pessoas com hipermetropia têm globos oculares mais longos que o normal, o que impede a
focalização correta de objetos mais próximos. Neste caso, os raios de luz convergem antes da retina.
II. Em casos de presbiopia, as imagens são formadas depois da retina, fazendo com que a pessoa
afaste os objetos para vê-los melhor. Este problema é corrigido com lentes convergentes.
III. Nos últimos anos, houve significativa diminuição da espessura das lentes, para um mesmo grau de
distúrbio de visão, devido à descoberta de novos materiais com alta transparência e alto índice de
refração.
IV. O problema de astigmatismo, corrigido com lentes esferocilíndricas, é uma deficiência causada pela
assimetria na curvatura da córnea, que ocasiona a projeção de imagens sem nitidez na retina.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas I e II são corretas.
b) Somente as afirmativas I e III são corretas.
c) Somente as afirmativas II e IV são corretas.
d) Somente as afirmativas I, III e IV são corretas.
e) Somente as afirmativas II, III e IV são corretas.

FUVEST 2010 59 O fígado humano é uma glândula que participa de processos de digestão e absorção
de nutrientes, ao

a) produzir diversas enzimas hidrolíticas que atuam na digestão de carbo-hidratos.


b) produzir secreção rica em enzimas que digerem as gorduras.
c) produzir a insulina e o glucagon, reguladores dos níveis de glicose no sangue.
d) produzir secreção rica em sais que facilita a digestão e a absorção de gorduras.
e) absorver excretas nitrogenadas do sangue e transformá-las em nutrientes proteicos.

D
UFC 2009 4. Considere as seguintes seqüências hipotéticas de DNA extraídas de alguns indivíduos de
espécies indeterminadas.
Indivíduo I: ATTGGCCATATGACC
Indivíduo II: TGAGCGAATGTTCTA
Indivíduo III: CCGTAGATCAGTACA
Indivíduo IV: ATATAGCTTTCACGG
Indivíduo V: GGATCATTGGAATGC
Suponha que essas seqüências foram comparadas com seqüências de RNAm cujos processos em
que estão envolvidas já são determinados e que estão disponíveis em bancos de dados de RNA,
segundo a tabela abaixo.

Utilizando as informações acima, responda o que se pede a seguir.


A) Que indivíduo provavelmente corresponde a um artrópode?
__________________________________________________________________________________
B) Que indivíduo provavelmente tem a digestão de lipídeos deficiente?
__________________________________________________________________________________
C) Que indivíduo provavelmente é mais propenso a infecções e doenças ao longo de sua vida?
__________________________________________________________________________________

Questão 04
Respostas: A) Indivíduo II; B) Indivíduo IV; C) Indivíduo III.
Comentário: seqüências de DNA de espécies indeterminadas podem ser estudadas utilizando-se como
parâmetro seqüências de RNAm complementares. Alguns bancos de dados de RNA oferecem
seqüências disponíveis que podem ser usadas para comparação, determinação e confirmação de
espécies. Os bancos de dados de RNAm oferecem muitas vezes as funções em que determinadas
seqüências estão envolvidas, facilitando a identificação das funções das seqüências de espécies
desconhecidas. A tabela em questão oferece algumas seqüências hipotéticas de RNAm e os processos
em que estão envolvidas. Assim, a seqüência de RNAm que codifica para a produção de hormônio
ecdisona, hormônio produzido por artrópodes e responsável pelo processo de muda em insetos, é
complementar à seqüência de DNA do indivíduo II, levando a crer que esse indivíduo provavelmente
corresponde a um artrópode. A colecistocinina é um hormônio que atua no processo digestório. A
presença de um quimo rico em gordura no duodeno estimula a secreção de colecistocinina pela
mucosa duodenal, que, por via sanguínea, atinge o pâncreas e o estimula a produzir uma secreção
mais rica em enzimas, que, dentre outras funções, agem na digestão de gorduras. A seqüência de
RNAm que codifica para a deficiência na produção de colecistocinina é complementar à seqüência de
DNA do indivíduo IV, que provavelmente terá sua função digestória de lipídeos deficiente. A seqüência
de RNAm associada à deficiência na produção de monócitos, células de defesa do organismo, é
complementar à seqüência de DNA do indivíduo III, que provavelmente será mais propenso a doenças
e a infecções ao longo de sua vida.
UNIRIO 2009 RESPOSTA B

UFAL 2009 O corpo humano desenvolve uma série de processos simultaneamente que se articulam, na
maioria das vezes, de forma equilibrada. Sobre este assunto, considere as afirmativas abaixo:
A) as artérias pulmonares recebem sangue venoso dos órgãos e tecidos e as veias pulmonares
bombeiam sangue para todo o corpo humano.
B) os pulmões são irrigados por vasos sangüíneos que captam oxigênio atmosférico através dos
alvéolos e o transportam associado à hemoglobina presente nas hemácias para todos os tecidos.
C) o sistema nervoso periférico (SNP) controla os batimentos cardíacos e os movimentos respiratórios.
D) o exercício aumenta os batimentos cardíacos e movimentos respiratórios, consumindo energia e
induzindo a fome. Esta condição estimula o pâncreas a produzir glucagon que promoverá a quebra de
triglicerídeos, disponibilizando mais energia ao organismo.
E) o alimento ingerido sofre digestão pela amilase salivar no intestino delgado e é conduzido ao
intestino grosso, por movimentos peristálticos controlados pelo sistema nervoso periférico.

Resposta: B
Justificativa:
O oxigênio absorvido nos alvéolos pulmonares é transportado pelas hemácias ligado à molécula de hemoglobina e é liberado
nas células, onde participará da cadeia de transporte de elétrons. As
demais alternativas estão erradas porque:
A) as artérias pulmonares levam sangue do coração aos tecidos e as veias fazem a recirculação sanguínea dos tecidos para o
coração;
C) o sistema nervoso central (SNC), mostrado na figura C, controla os batimentos cardíacos e os
movimentos respiratórios;
D) o glucagon estimula a quebra de glicogênio no fígado;
E) a amilase salivar não age no intestino.
UNIRIO 2009 RESPOSTA E -
UNIFESP 2009 24. A síndrome de Gaucher é autossômica e recessiva. Ela consiste na deficiência de
uma enzima dos lisossomos, responsável pela digestão de gorduras das células. No caso de pacientes
com a síndrome de Gaucher, pode-se afirmar corretamente que:
(A) a deficiência da enzima levará ao acúmulo de lipídios no fígado do portador da síndrome.
(B) a introdução de cópias do gene normal nas células do fígado evitará a síndrome nos descendentes.
(C) a deficiência enzimática e a mutação estão presentes apenas nas células do fígado.
(D) por ser uma anomalia de enzima dos lisossomos, ela não é hereditária.
(E) o cruzamento de um homem heterozigótico com uma mulher afetada resulta em 25% de
probabilidade de filhos afetados.

A
UNIFESP 2009 22. A figura mostra o comportamento de um lagarto em diferentes períodos do dia.

Tal comportamento encontra-se relacionado diretamente com a

(A) regulação térmica do animal, pois seu metabolismo celular não é capaz de produzir qualquer tipo de
calor.
(B) regulação térmica do animal, pois seu corpo necessita manter temperaturas adequadas ao
metabolismo.
(C) respiração, pois ela ocorre tanto por meio de pulmões como também por meio da pele.
(D) respiração, pois o ar que chega aos seus pulmões deve conter certa porcentagem de umidade para
as trocas alveolares.
(E) regulação térmica e com a respiração, pois o animal não é capaz de produzir seu próprio calor e
respira por meio de pulmões e da pele.

B
UNIFAL 2009 1. Sobre os vertebrados com mandíbulas, responda o que se pede.
a) Com relação aos mecanismos de manutenção da temperatura corporal, como são agrupados e
denominados?
b) Qual o produto nitrogenado excretado pelas aves e qual é o excretado pelos mamíferos?

RESPOSTA a): Em endotérmicos (homeotérmicos) – Aves (aves) e Mammalia (mamíferos) e em ectotérmicos


(pecilotérmicos) peixes, anfíbios e répteis. Chondrichtyes (condrictes), Osteichthyes ou Actinopterygii (osteíctes),
Amphibia (anfíbios), Reptilia (répteis). (Chondrichtyes (condrictes), Osteichthyes ou Actinopterygii (osteíctes) =
Pisces).
RESPOSTA b): Aves – ácido úrico (uricotélicos). Mamíferos – uréia (ureotélicos).

UNIFAL 2009 26 Com relação à fisiologia da digestão do homem e de outros vertebrados,


assinale a alternativa correta.
a) As aves, por serem todas herbívoras, realizam a digestão química na porção do estômago
denominada de papo.
b) Nos mamíferos herbívoros não-ruminantes, a digestão não é auxiliada por microorganismos como
bactérias e protozoários.
c) Os sistemas digestórios de anfíbios e de répteis têm aberturas próprias, ou seja, o ânus.
d) No sistema digestório humano, todo o processo denominado de digestão tem início e término no
estômago.
e) No sistema digestório humano, o ácido clorídrico, que atua no estômago, torna o seu conteúdo
fortemente ácido e o suco pancreático, que atua no duodeno, neutraliza essa acidez.
E
Nem todas as aves são herbívoras; mesmo não ruminantes, possuem digestão auxiliada por
microorganismos; répteis possuem cloaca; o início da digestão se dá na boca.

UFOP 2009 29. Os vertebrados podem apresentar respiração:


A) apenas pulmonar
B) cutânea, traqueal e pulmonar
C) cutânea, branquial e pulmonar
D) cutânea, traqueal, branquial e pulmonar

UFJF Questão 28: A pele e os anexos (glândulas, escamas córneas, penas, pêlos etc) constituem o
tegumento que exerce diferentes funções nos diversos grupos de vertebrados. Com relação às funções
do tegumento, é CORRETO afirmar que:

a) em peixes e mamíferos, participa do processo digestivo.


b) em aves e mamíferos, atua na manutenção da temperatura.
c) em anfíbios e répteis, realiza trocas gasosas.
d) em anfíbios e aves, contribui com a locomoção.
e) em peixes e répteis, protege contra desidratação.

B
UNIRIO 2009

a) nos músculos
b) perda de massa muscular, diminuição do rendimento do atleta, constantes contusões,
estiramentos e distensões musculares.

UFPR 2009 04 - “... é absolutamente necessário concluir que o sangue se encontra em estado de
movimento incessante; que é esse o ato ou função que o coração desempenha por meio da pulsação,
e que essa é a única finalidade do movimento e da contração do coração.”
(FRIEDMAN, M. e FRIEDLAND, G. W. As 10 maiores descobertas da história. Companhia das Letras,
2000.)
Essa sentença, extraída do livro conhecido De motu cordis, escrito por William Harvey no século XVII,
foi considerada pelos autores do livro As 10 maiores descobertas da Medicina como a declaração
médica mais significativa jamais publicada. Considere a descrição de um dos experimentos realizados
por Harvey abaixo e responda às questões apresentadas na seqüência.
Ao observar o coração de uma cobra viva, Harvey obstruiu temporariamente vasos próximos ao
coração. Quando obstruiu um dos vasos (vaso 1), observou que o coração empalidecia e parava de
ejetar sangue. Quando obstruiu outro vaso (vaso 2), o segmento adjacente a ele e o próprio coração
ficavam cheios de sangue.

a) Caso Harvey estivesse fazendo o experimento em um coração humano, identifique os vasos 1 e 2 e


os respectivos lados do coração aos quais eles estão ligados.
b) Muitas vezes, em pacientes com problemas cardíacos, faz-se necessário o procedimento do
cateterismo, através do qual um cateter é introduzido em um vaso sanguíneo e é conduzido até o
coração. Para que o cateter atinja os vasos coronarianos, que irrigam a musculatura cardíaca, ele deve
chegar ao coração pelo vaso 1 ou 2? Justifique sua resposta.

a) VASO 1 – veia cava, lado direito


VASO 2 – artéria aorta, lado esquerdo
b) Chegaria pelo vaso 2, artéria aorta, para que chegasse no lado esquerdo do coração, a partir
do qual se tem acesso às artérias coronárias.
17 UNICAMP 2009 . Na Olimpíada de Pequim ocorreram competições de tiro ao alvo e de arco-e-
flecha. O desempenho dos atletas nessas modalidades esportivas requer extrema acuidade visual,
além de outros mecanismos fisiológicos.
a) A constituição do olho humano permite ao atleta focar de maneira precisa o objeto alvo. Como a
imagem é formada? Quais componentes do olho participam dessa formação?
b) Os defeitos mais comuns na acomodação visual são miopia e hipermetropia. Por que as imagens
não são nítidas no olho de uma pessoa míope e de uma pessoa hipermétrope? Como os óculos podem
corrigir esses dois problemas?

a) A imagem nítida se forma em posição invertida na retina pelo fato de o cristalino ser uma lente
biconvexa que torna o feixe de luz convergente. O feixe luminoso atravessa a córnea, o humor
aquoso, o cristalino, o humor vítreo e chega na retina onde existem células fotorreceptoras que
captam a luz e enviam o sinal nervoso ao córtex visual.
b) No míope, que tem olho mais alongado, a imagem é formada antes da retina. O hipermétrope
tem olho mais curto e portanto, em seu olho, a imagem é formada após a retina. Os óculos
corrigem a miopia com lentes divergentes e a hipermetropia com lentes convergentes.

UFJF 2008 As temperaturas corporais de dois animais (1 e 2) foram registradas em diferentes


temperaturas do ambiente. Os resultados estão apresentados no quadro a seguir.

Com base nesses resultados, pode-se afirmar que:


a) o animal 2 é ectotérmico, pois sua temperatura corporal independe da temperatura ambiente.
b) o animal 1 é ectotérmico, pois a variação da temperatura ambiente interfere na sua temperatura
corporal.
c) os animais 1 e 2 podem ser considerados ectotérmicos, pois, na temperatura ambiente de 12ºC,
apresentam as menores temperaturas corporais.
d) o animal 1 é endotérmico, pois a variação de sua temperatura corporal independe da temperatura
ambiente.
e) o animal 2 é endotérmico, pois a variação de sua temperatura corporal acompanha a variação da
temperatura ambiente.

Resolução:
O animal 1 apresenta temperatura mais ou menos constante em relação ao meio externo sendo
portanto endotérmico. Já o animal 2 varia sua temperatura em relação ao meio externo, sendo
pecilotérmico. O gabarito é portanto letra D.
Alternativa: D

23.PUCPR 2008 A presença de sistema circulatório com coração de quatro cavidades, com ventrículos
parcialmente separados, ocorre em:
A) répteis.
B) anfíbios.
C) peixes.
D) aves.
E) mamíferos.

A
UNIFEI 2008 Questão 4 – Biologia

O ser humano é bem adaptado para realizar exercícios físicos intensos, prolongados e complexos em
ambientes quentes. Isso se deve, em parte, a uma capacidade termorregulatória especial, que resulta
do funcionamento eficiente das glândulas sudoríparas.

Sobre os mecanismos termorreguladores presentes no Homem, não se pode afirmar:


A. Quando a temperatura do corpo aumenta, os vasos sangüíneos sofrem dilatação e uma maior
quantidade de sangue passa a circular na pele, irradiando calor, que se perde para o ambiente,
reduzindo a temperatura corporal.
B. Em baixas temperaturas ambientais, a vasodilatação periférica reduz o fluxo sanguíneo, implicando
o aquecimento das partes externas do corpo, que passam a transmitir calor para as suas partes
internas.
C. A grande capacidade sudorípara humana pode causar perda significativa de líquidos corporais. A
relação entre o suor produzido e a reposição de líquidos determina o estado de hidratação que, por
sua vez, interfere na capacidade sudorípara.
D. A eficiência do suor para resfriar o corpo é menor em ambientes nos quais a umidade relativa do ar
é alta, o que dificulta a sua evaporação e a transferência de calor do corpo ao ambiente.

UNIOESTE 2008 7. Os vertebrados representam um grupo de animais que supera os demais em


estruturas orgânicas e eficiência de funções vitais. Sobre eles é correto afirmar que

(A) peixes apresentam respiração branquial e coração com quatro cavidades.


(B) anfíbios e aves apresentam características comuns, tais como respiração pulmonar e coração com
quatro cavidades.
(C) peixes e répteis são homeotermos, independentemente das alterações ambientais.
(D) pecilotermia é uma característica comum a anfíbios e aves.
(E) pêlos, dentes diferenciados, homeotermia e encéfalo mais desenvolvido são características
adaptativas em mamíferos.

E2ª questão UNIRIO 2006


A contaminação por fungos ou bactérias em tanques ou aquários pode causar sérios prejuízos a
criadores de peixes. Quando o nível de contaminação atinge determinados patamares, pode ser
dizimada toda a população acometida.
Se a identificação da doença ocorre logo no início, pode ser efetuado o isolamento dos indivíduos
infectados e a adição de antibióticos ou fungicidas à água em tanques de tratamento.
A terapia será mais eficiente se tratarem de espécimes marinhos ou dulcícolas? Justifique sua resposta.

Resposta: Marinhos, pois sendo hipotônicos em relação ao meio, bebem a água onde estão
adicionados os medicamentos.

4ª Questão UNIRIO 2005


A Antártica é formada por todas a “terras” ao sul do paralelo 60º do nosso hemisfério, com
aproximadamente 14 milhões de km2, área consideravelmente aumentada durante o inverno por um
cinturão de gelo que tem em média 1000 km de largura, passando a ter então 18 milhões de km2 (vale
lembrar que o Brasil tem 8,5 milhões de km2).
Sua temperatura média anual é de – 57 ºC e, nas regiões costeiras, de – 15 ºC. A biologia da Antártica
é paradoxal. Enquanto o continente tem uma fauna limitada a mamíferos e aves na região costeira, o
meio marinho é exuberante.

a) Por que somente algumas aves e mamíferos conseguem sobreviver em tais condições?
b) Por que os organismos da biota marinha não estão sujeitos às mesmas limitações dos animais que
vivem sobre a superfície terrestre?
Resposta:
a) Aves e mamíferos são homeotérmicos, mantendo a temperatura interna constante.
b) Nessa região a água do mar possui temperatura mais elevada em relação à superfície
terrestre.

6ª Questão UNIRIO 2005


Os peixes ósseos apresentam uma estrutura conhecida como bexiga natatória, responsável pelo
equilíbrio hidrostático do animal. O ajuste da profundidade é feito através do aumento ou redução de
volume do referido órgão, controlando assim a flutuabilidade. Entretanto, os tubarões, como o de
Cananéia, com 3.500 Kg, são peixes cartilaginosos e não possuem bexiga natatória. A tabela a seguir
mostra o resultado das pesagens de várias partes de seu corpo.

Descreva duas características anatômicas dos tubarões que contribuem para diminuir sua densidade e
melhorar sua flutuabilidade.

Resposta: O grande fígado, com 670 kg do total de 3.500 kg do corpo, acumula muito óleo e o
esqueleto cartilaginoso, com somente 58 kg, auxiliam na flutuabilidade.

19. UNICAMP 2005 Em abril de 2003, freqüentadores da praia da Joatinga, no Rio de Janeiro,
mataram a pauladas um tubarão mangona. As espécies animais que causam medo, repulsa ou estão
associadas a superstições são inapelavelmente sentenciadas à morte. Cobras, aranhas, morcegos,
escorpiões, arraias, marimbondos, sapos, lagartos, gambás e, claro, tubarões, morrem às dezenas,
porque falta à população um nível mínimo de conhecimento sobre tais animais, seu comportamento,
seu papel na cadeia alimentar e nos ecossistemas. (Adaptado de Liana John, Sentenciados à morte por
puro preconceito. www. estadao.com.br/ciência/ecos/mai/2003).
a) As arraias pertencem ao mesmo grupo taxonômico dos tubarões. Que grupo é esse? Dê uma
característica que permite agrupar esses animais .
b) Sapos e lagartos pertencem a classes distintas de vertebrados. Dê uma característica que permite
diferenciar as duas classes.
c) Aranhas e escorpiões têm em comum o fato de capturarem as suas presas ou se defenderem
utilizando venenos. Indique que estruturas cada um deles utiliza para inocular o veneno e em que
região do corpo do animal essas estruturas se localizam.

Resposta: Arraias e tubarões pertencem ao grupo dos Chondrichthyes, cuja principal característica é ter
esqueleto cartilaginoso. Além disso, apresentam escamas placóides e fecundação interna e ausência
de opérculo nas brânquias.
B) Sapos e lagartos pertencem as Classes Amphibia e Reptilia, respectivamente, e apresentam várias
diferenças. Podem ser citadas entre outras: pele lisa e úmida e com glândulas nos anfíbios ou recoberta
por escamas queratinizadas nos répteis; respiração realizada por brânquias (larva s), pele e pulmões
(adultos) nos anfíbios e por pulmões nos répteis. Os anfíbios apresentam ovos recobertos por uma
membrana, enquanto que os répteis apresentam ovos com casca calc área ou coriácea, com âmnion,
córion e alantóide e ausência de fase larval aquática.
C) deveriam responder que as aranhas inoculam o veneno pelas quelíceras localizadas na parte
anterior da cefalotórax e os escorpiões pelo aguilhão ou telson no abdômen posterior (pós-abdômen).
07) UFSC 2004 As figuras I, II e III esquematizam três mode-los de sistemas circulatórios encontrados
em alguns grupos animais.
capilares II
I das brânquias

capilares
capilares
do corpo
do corpo

capilares
III dos pulmões
A = átrio
V = ventrículo

capilares
do corpo

capilares
dos pulmões

Com relação às figuras acima e ao sistema circulatório é CORRETO afirmar que:

01. As figuras I, II e III apresentam esquemas de sistemas circulatórios do tipo fechado.


02. A figura I apresenta o esquema do sistema circulatório dos peixes, no qual se pode observar que
pelo coração só circula o sangue venoso.
04. No esquema apresentado na figura II, o san-gue arterial vindo dos pulmões mistura-se ao sangue
venoso.
08. Na figura III, o sangue arterial fica completa-mente separado do sangue venoso.
16. Nenhum dos sistemas circulatórios apresen-tados é encontrado em Poríferos, Cnidários ou
Platelmintos.
32. No sistema circulatório apresentado na figura III, a artéria Aorta é a responsável pelo trans-porte do
sangue venoso do ventrículo direito até os pulmões.
64.Animais como os mamíferos e as aves apre-sentam o tipo de sistema circulatório mostrado na figura
II.

1+2+4+8+16 = 31
19.UNICAMP 2004 Os esquemas A, B e C mostram o sistema cardiovascular de vertebrados.

a) Classifique o tipo de circulação sangüínea apresentada em cada esquema, indicando em qual grupo
de vertebrados ocorre.
b) Identifique qual o tipo de vaso representado por 1 e 2, explicando como varia a pressão sangüínea e
a velocidade de condução do
sangue nesses vasos.

Resposta: a) A: Peixe - circulação simples (o sangue passa apenas uma vez pelo coração com sangue
venoso).
B: Anfíbio - circulação dupla e incompleta (o sangue passa duas vezes pelo coração porem há mistura
de sangue venoso e arterial).
C: Aves ou Mamíferos - circulação dupla e completa (o sangue passa duas vezes pelo coração mas
com separação completa entre sangue venoso e arterial).
b) 1 - Artéria: leva sangue do coração para fora. Apresenta paredes mais espessas, camada muscular
mais espessa, rica em fibras elásticas (para bombeamento de sangue), permitindo desta forma pressão
e ve locidade sangüínea alta.
2 - Veia: traz sangue para o coração. Apresenta paredes menos espessas, camada muscular menos
espessa que as artérias e pobre em fibras elásticas. Nas veias, a pressão é menor que nas artérias,
mas em virtude da presença de válvula s a velocidade é levemente menor.

FUVEST 2003 O esquema abaixo representa o sistema circulatório de um grupo animal. Indique de que
animal pode ser o sistema representado e em qual das regiões indicadas pelos algarismos romanos
existe alta concentração de gás oxigênio e alta concentração de gás carbônico no sangue.

Resolução
A - O esquema mostra a circulação do sangue em um peixe. Em I, a taxa de CO2 é elevada, pois trata-
se de sangue venoso vindo dos capilares sistêmicos e bombeado pelo coração. Em II, a taxa de O2 é
elevada, pois trata-se de sangue arterial vindo dos capilares branquiais.

UEPG 2004 20 – Sobre a fisiologia humana, assinale o que for correto.


01) A ação das lipases pancreáticas no intestino é facilitada pelos sais biliares, que emulsionam os
lipídeos.
02) Os hormônios produzidos pelos testículos controlam o metabolismo do cálcio, sódio e potássio.
04) A placenta tem como funções nutrir o embrião, promover trocas respiratórias e eliminar excretas.
08) Os rins são responsáveis pela filtração do sangue e formação da urina.
16) A hematose ocorre nos alvéolos pulmonares, onde o oxigênio se liga à hemoglobina.
29
UFRN Alguns esportes exigem que os atletas tenham maior capacidade aeróbica (fôlego e resistência),
enquanto que outros demandam muita força realizada em pouco tempo. O treinamento específico
diário para cada tipo de esporte torna o atleta mais adaptado a praticá-lo, melhorando
progressivamente os resultados. No entanto, alguns atletas, para acelerar esse processo, utilizam-se
de substâncias proibidas, constituindo o doping. Dois tipos comuns de doping são o uso de
eritropoietina, hormônio estimulante da produção de eritrócitos (hemácias), e o uso de anabolizantes.
Levando em consideração que a vantagem ilícita advinda do doping depende do seu uso de forma
adequada ao tipo de esporte, considere quatro tipos de atleta: um halterofilista, um maratonista, um
goleiro e um ciclista.
A) Quais desses atletas seriam beneficiados com o uso de eritropoietina? Justifique sua resposta.
B) Quais desses atletas seriam beneficiados com o uso de anabolizantes? Justifique sua resposta.

A) Maratonista e ciclista. A atividade desses atletas requer grande capacidade aeróbica, o que é
favorecido pelo aumento no número de hemácias, que aumenta o transporte de oxigênio.
B) Halterofilista e goleiro. A atividade desses atletas requer o uso de força durante curtos
intervalos de tempo, o que é favorecido pelo aumento da massa muscular (hipertrofia)
resultante do aumento da síntese protéica induzida pelo anabolizante.

UFRN O grande tamanho apresentado por vegetais com flores (angiospermas) e animais mamíferos é
decorrente da existência de sistemas circulatórios que possibilitam o fluxo de seiva e de sangue,
respectivamente, entre as várias partes do organismo. Levando em consideração que os sistemas
circulatórios de vegetais e animais têm a função de transportar nutrientes e gases, explicite as
diferenças quanto à constituição e à organização:
a) dos vasos lenhosos e liberianos
b) das artérias e veias.

a) Os vasos lenhosos ou xilema são constituídos de células mortas e os vasos liberianos ou


floema de células vivas. Os primeiros conduzem a seiva bruta (formada por substâncias
inorgânicas - água e sais minerais) no sentido ascendente (raiz ►folha) enquanto que os vasos
liberianos conduzem a seiva elaborada (formada por substâncias orgânicas) no sentido
descendente (folhas ►raiz). O xilema se localiza na parte mais interna do cilindro central e o
floema na parte mais externa.
c) As artérias possuem paredes mais espessas com grande elasticidade para suportar a
grande pressão arterial devido ao trajeto do sangue ser no sentido coração ► tecidos. As
veias possuem paredes mais delgadas conduzem o sangue no sentido tecidos ► coração
e são dotadas de válvulas que impedem o refluxo sanguíneo. As artérias conduzem
sangue arterial (rico em oxigênio) na grande circulação e sangue venoso (rico em gás
carbônico) na pequena circulação enquanto que as veias conduzem sangue venoso na
grande circulação e arterial na pequena circulação.
UNICAMP Nas aves, a aquisição evolutiva de penas foi um passo importante para o vôo.
a) Cite duas outras características que permitiram às aves aprimorar sua capacidade de vôo.
b) Além do vôo, dê outra função das penas.
c) Que estrutura dos mamíferos é homóloga às penas? Explique.

a) - Pulmões com prolongamentos (sacos aéreos) que se estendem pelos espaços do pescoço
e dos ossos do tronco.
- Ossos ocos e porosos, diminuindo a densidade.
- Costelas rigidamente ligadas à coluna vertebral e esterno.
- Processos uncinados nas costelas.
- Músculos peitorais possantes.
- Esterno carenado (com quilha).
- Ausência de bexiga urinária (excreção de ácido úrico).
- Ovário e oviduto desenvolvidos só de um lado.
- Temperatura corporal elevada permitindo metabolismo alto.
- Alta capacidade de visão.
(quaisquer duas:
b) Isolante térmico (impedindo a circulação do ar junto à pele) ou diferenciação sexual
externa (relacionado a comportamento de corte)
c) Pêlos. Porque são também de origem ectodérmica (ou: porque têm a mesma origem
embrionária)

UNICAMP Os fumantes causam maiores danos às suas vias e superfícies respiratórias ao introduzir
nelas partículas de tabaco e substâncias como nicotina em concentrações maiores do que as existentes
no ar. Estas substâncias inicialmente paralisam os cílios na traquéia e brônquios e posteriormente os
destroem. Além disso, a nicotina provoca a liberação excessiva de adrenalina no sangue aumentando o
risco de acidentes vasculares.
a) A que tipo de tecido estão associados os cílios?
b) Qual é a conseqüência da paralisação e destruição dos cílios das vias respiratórias?
c) Explique como os efeitos fisiológicos da liberação da adrenalina podem aumentar os riscos de
acidentes vasculares.
d) Onde é produzida a adrenalina?

a) Epitélio.
b) Sem os cílios que retiram muco e partículas aderidas a ele, os resíduos se acumulam nas vias
respiratórias.
c) Pelo aumento da pressão arterial, porque a adrenalina provoca vaso-constrição, e aumento da
freqüência e da força dos batimentos cardíacos .
d) Na supra-renal.