Você está na página 1de 33

ARTE PRÉ-HISTÓRICA

PALEOLÍTICO INFERIOR
•aproximadamente 5.000.000 a 25.000 a.C.;
•controle do fogo; e
•instrumentos de pedra e pedra lascada, madeira e ossos: facas, machados.
PALEOLÍTICO SUPERIOR
•instrumentos de marfim, ossos, madeira e pedra: machado, arco e flecha, lançador de
dardos, anzol e linha; e
•desenvolvimento da pintura e da escultura.

NEOLÍTICO aproximadamente 10.000 a 5.000 a.C.


instrumentos de pedra polida, enxada e tear;
início do cultivo dos campos;
artesanato: cerâmica e tecidos;
construção de pedra; e
primeiros arquitetos do mundo.

IDADE DOS METAIS aproximadamente 5.000 a 3.500 a.C.


aparecimento de metalurgia;
invenção da roda;
ARTE EGÍPICIA
ARQUITETURA
As características gerais da arquitetura egípcia são:
* solidez e durabilidade;
* sentimento de eternidade; e
* aspecto misterioso e impenetrável.
ESCULTURA
Pretendiam com isso traduzir, na pedra, uma ilusão de imortalidade. Com esse objetivo
ainda, exageravam freqüentemente as proporções do corpo humano, dando às figuras
representadas uma impressão de força e de majestade.
PINTURA
Suas características gerais são:
* ausência de três dimensões;
* ignorância da profundidade;
* colorido a tinta lisa, sem claro-escuro e sem indicação do relevo; e
* Lei da Frontalidade que determinava que o tronco da pessoa fosse representado sempre
de frente, enquanto sua cabeça, suas pernas e seus pés eram vistos de perfil.
ARTE GREGA
ARQUITETURA
a) Templos Teatro: Foi criada a comédia e a tragédia.
b) Teatros Entre as mais famosas: Édipo Rei de Sófocles.
c) Ginásios Música: Significa a arte das musas, entre os
d) Praça gregos a lira era o instrumento nacional.

PINTURA
1) figuras negras sobre o fundo vermelho
2) figuras vermelhas sobre o fundo negro
3) figuras vermelhas sobre o fundo branco

ESCULTURA
A estatuária grega representa os mais altos
padrões já atingidos pelo homem. Na
escultura, o antropomorfismo - esculturas de
formas humanas - foi insuperável. As estátuas
adquiriram, além do equilíbrio e perfeição das
formas, o movimento.
ARTE ROMANA
A arte romana sofreu duas fortes
influências: a da arte etrusca
popular e voltada para a expressão
da realidade vivida, e a da greco-
helenística, orientada para a
expressão de um ideal de beleza.
Arquitetura
* busca do útil imediato, senso
de realismo;
* grandeza material, realçando
a idéia de força;
* energia e sentimento;
* predomínio do caráter sobre a
beleza;
* originais: urbanismo, vias de
comunicação, anfiteatro,
termas.
Pintura
O Mosaico foi muito utilizado na
decoração dos muros e pisos
da arquitetura em geral.
A maior parte das pinturas
romanas que conhecemos hoje
provém das cidades de
Pompéia e Herculano, que
foram soterradas pela erupção
do Vesúvio em 79 a.C.
ESCULTURA

Os romanos eram grandes admiradores da


arte grega, mas por temperamento, eram
muito diferentes dos gregos. Por serem
realistas e práticos, suas esculturas são
uma representação fiel das pessoas e não
a de um ideal de beleza humana, como
fizeram os gregos. Retratavam os
imperadores e os homens da sociedade.
Mais realista que idealista, a estatuária
romana teve seu maior êxito nos retratos.

Com a invasão dos bárbaros as


preocupações com as artes diminuíram e
poucos monumentos foram realizados pelo
Estado. Era o começo da decadência do
Império Romano que, no séc. V -
precisamente no ano de 476 - perde o
domínio do seu vasto território do Ocidente
para os invasores germânicos.
ARTE PALEOCRISTÃ

Surge a arte cristã


primitiva.
ARTE BIZANTINA
A arte bizantina está dirigida pela religião
ARTE ISLÂMICA
ARQUITETURA
TAPETES
PINTURA E GRÁFICA
ARTE ROMÂNICA
Em 476, com a tomada de
Roma pelos povos bárbaros,
tem início o período histórico
conhecido por Idade Média
ARTE GÓTICA
No século XII, entre os anos 1150 e 1500, tem
início uma economia fundamentada no comércio.
Isso faz com que o centro da vida social se
desloque do campo para a cidade e apareça a
burguesia urbana.
No começo do século XII, a arquitetura
predominante ainda é a românica, mas já
começaram a aparecer as primeiras mudanças
que conduziram a uma revolução profunda na
arte de projetar e construir grandes edifícios.
RENASCIMENTO
Características gerais:
PINTURA
* Racionalidade
* Dignidade do Ser Humano
* Rigor Científico * Perspectiva
* Ideal Humanista * Uso do claro-escuro
* Reutilização das artes greco-romana * Realismo
* Inicia-se o uso da tela e da tinta à
óleo.
ARQUITETURA
* Tanto a pintura como a escultura
que antes apareciam quase que
* Ordens Arquitetônicas exclusivamente como detalhes de
* Arcos de Volta-Perfeita obras arquitetônicas, tornam-se
* Simplicidade na construção manifestações independentes.
* A escultura e a pintura se desprendem * Surgimento de artistas com um
da arquitetura e passam a ser autônomas estilo pessoal
* Construções; palácios, igrejas, vilas
(casa de descanso fora da cidade),
fortalezas (funções militares) Música e Teatro
ESCULTURA

* Buscavam representar o homem tal


como ele é na realidade
* Proporção da figura mantendo a sua
relação com a realidade
* Profundidade e perspectiva
* Estudo do corpo e do caráter humano
Barroco
Suas características gerais são:
* emocional sobre o racional; seu
propósito é impressionar os sentidos do
observador, baseando-se no princípio
segundo o qual a fé deveria ser atingida
através dos sentidos e da emoção e não
apenas pelo raciocínio.
* busca de efeitos decorativos e visuais,
através de curvas, contracurvas, colunas
retorcidas;
* entrelaçamento entre a arquitetura e
escultura;
* violentos contrastes de luz e sombra;
* pintura com efeitos ilusionistas, dando-
nos às vezes a impressão de ver o céu, tal
a aparência de profundidade conseguida.
NEOCLASSICISMO
Nas duas últimas décadas do século XVIII e nas três primeiras do século XIX, .

Principais características:

* retorno ao passado, pela imitação dos modelos antigos greco-latinos;


* academicismo nos temas e nas técnicas;
* arte entendida como imitação da natureza, num verdadeiro culto à teoria de Aristóteles.

ARQUITETURA

Modelo dos templos greco-romanos ou o das edificações do Renascimento.

PINTURA
Inspirada principalmente na escultura clássica grega e na pintura renascentista italia
ROMANTISMO

Características gerais:
* a valorização dos sentimentos e da
imaginação;
* o nacionalismo;
* a valorização da natureza como
princípios da criação artística; e
* os sentimentos do presente tais como:
Liberdade, Igualdade e Fraternidade.
REALISMO 1850 e 1900

São características gerais:

* o cientificismo
* a valorização do objeto
* o sóbrio e o minucioso
* a expressão da realidade e dos aspectos descritivos

ARQUITETURA
Necessidades urbanas, criadas pela industrialização. As cidades não exigem
mais ricos palácios e templos. Elas precisam de fábricas, estações, ferroviárias,
armazéns, lojas, bibliotecas, escolas, hospitais e moradias, tanto para os
operários quanto para a nova burguesia.

ESCULTURA
Procurou recriar os seres tais como eles são. Além disso, os escultores
preferiam os temas contemporâneos, assumindo muitas vezes uma intenção
política em suas obras. Sua característica principal é a fixação do momento
significativo de um gesto humano.
Obras destacadas: Balzac, Os Burgueses de Calais, O Beijo e O Pensador.
PINTURA

* Representação da realidade com a mesma objetividade com que um cientista


estuda um fenômeno da natureza, ou seja o pintor buscava representar o mundo de
maneira documental;
* Ao artista não cabe "melhorar" artisticamente a natureza, pois a beleza está na
realidade tal qual ela é; e.
* Revelação dos aspectos mais característicos e expressivos da realidade.
IMPRESSIONISMO
O Impressionismo foi um movimento artístico que revolucionou profundamente a
pintura e deu início às grandes tendências da arte do século XX. Havia algumas
considerações gerais, muito mais práticas do que teóricas, que os artistas seguiam
em seus procedimentos técnicos para obter os resultados que caracterizaram a
pintura impressionista.
EXPRESSIONISMO
O Expressionismo é a arte do instinto, trata-se de uma pintura dramática, subjetiva,
“expressando” sentimentos humanos. Utilizando cores irreais, dá forma plástica ao
amor, ao ciúme, ao medo, à solidão, à miséria humana, à prostituição. Deforma-se a
figura, para ressaltar o sentimento.
Predominância dos valores emocionais sobre os intelectuais. Corrente artística
concentrada especialmente na Alemanha entre 1905 e 1930.
CUBISMO
Principais características:
geometrização das formas e volumes
renúncia à perspectiva
o claro-escuro perde sua função
representação do volume colorido sobre superfícies planas
sensação de pintura escultórica
cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza, por um ocre apagado ou
um castanho suave