Você está na página 1de 4

Utilizando a definição de Velocidade Média

Movimento Uniforme podemos obter a função horária do espaço para o MRU


abaixo:
Partindo da definição da velocidade:

Aplicando as observações descritas acima, temos:

1. O que é o Movimento Uniforme? Simplificando a expressão, temos que:


A partir de agora passaremos a discutir tipos de
movimentos e começaremos pelo Movimento Uniforme.
Isolando o espaço s, fica:
Movimento Uniforme (MU) é tipo de movimento que
se define por variações de espaços (deslocamentos) Portanto a Função Horária do MRU é dada por:
iguais em intervalos de tempo iguais, em outras palavras,
é um tipo de movimento em que a velocidade é constante.
Veja a ilustração abaixo
s  so  v  t
Onde:

s = posição em um instante qualquer


s0 = posição inicial
v = velocidade (constante)
t = tempo

Se a trajetória for uma reta, temos o Movimento  Note que esta equação horária nada mais é do que uma
Retilíneo Uniforme (MRU) função do primeiro grau (revise funções do primeiro grau)
Observe no nosso exemplo que o rapaz percorre
espaços iguais em tempos iguais. Ele leva 2 s para Vejamos um exemplo:
percorrer cada 10 m, ou seja, quando está a 10 m se
passaram 2 s, quando está em 20 m se passaram 4s e Exemplo 1: Um objeto, trafegando em uma dada
assim sucessivamente, de tal forma que se calcularmos trajetória, suas posições em função do tempo decorrido,
sua velocidade em cada uma das posições descritas pode ser descrito pela seguinte função horária (função do
(comparadas com a posição inicial), a velocidade média primeiro grau) s = 30 + 4t, com o espaço em quilometro e
será a mesma (verifique isto!!) o tempo em horas. Qual a posição e velocidade iniciais do
objeto e a sua posição decorridos 4 h de movimento?
Portanto quando falamos de MRU não tem mais
sentido em utilizarmos o conceito de velocidade média, já Solução:
que a velocidade não se altera no decorrer do movimento,
logo passaremos a utilizar: v = vm Pela equação mostrada, percebe-se que se trata de MRU
Para determinar a posição e velocidade iniciais do objeto
2. Função horária do movimento Uniforme. basta comparar a equação fornecida com a equação
horária do MRU. Assim:
A função horária de um movimento representa o
endereço de um móvel no tempo, ou seja, ela fornece a  s  s0  vt
posição desse móvel num instante qualquer. Com ela 
seremos capazes de prever tanto posições futuras do  s  30  4t
movimento, como conhecer posições em que o móvel já
passou. Observe a figura abaixo. Chegamos à conclusão que:

A posição inicial é S0 = 30 km
A velocidade inicial é v = 4 km/h

Após 4 horas temos t = 4. Portanto:

s  30  4t  30  4  4
Note que o carro (móvel) parte de uma posição inicial so s  46 km
no instante t = 0; Num instante t qualquer ele estará na
posição s.
3. Gráficos do Movimento Uniforme
A utilização de gráficos é uma poderosa arma para
interpretação de dados. Os gráficos são utilizados, por
exemplo, em geografia para mostrar a evolução da
densidade populacional de uma região, na política afim de
mostrar a corrida eleitoral, ou seja, o posicionamento dos
candidatos na disputa de um cargo político e também na
matemática mostrando desde funções simples a funções
complexas.
Em física, utilizaremos os gráficos para mostrar a
evolução no tempo de grandezas como espaço, O Deslocamento em um
velocidade e aceleração. determinado intervalo de
tempo pode ser determinado
a) Gráficos do Espaço em função do Tempo (s x t) calculando-se a área do
retângulo ao lado:
Como vimos anteriormente, a função horária do MRU é
o
s= s0 + v.t que nada mais é do que uma função do 1 grau
Veja a justificativa
(y =- a.x + b), cujos gráficos podem ter a forma abaixo
A área de um retângulo: A  B.h

Aplicando em nosso caso, temos: A  t.v

Sabendo que s  v.t , teremos


então: s  A

Isto é, dado um gráfico velocidade x tempo de um


movimento uniforme, o espaço percorrido é determinado
calculando-se a área mostrada na figura acima
A velocidade de um objeto
em MRU pode ser
determinada da seguinte
forma: Pra responder...
Questões

Veja a justificativa 01. Um caminhão move-se em linha reta obedecendo à


função horária s = -5 + 20t, no S.I. Determine:
cateto oposto
A definição de tg  
tangente: cateto adjacente a) De que posição partiu o caminhão;
b) Com que velocidade o caminhão se movimenta;
Aplicando a definição s c) A posição do caminhão no instante t = 5 s.
de tangente no nosso tg   d) Faça um desenho ilustrando a situação descrita
caso, temos: t
s 02. Um ônibus movimenta-se sobre uma trajetória
Sabendo que v retilínea segundo a função horária s = 10 + 2t (no SI).
t v  tg  Determine o instante em que o ônibus passa pela posição
temos então: 36 m?

Isto é, dado um gráfico espaço x tempo de um movimento


uniforme, basta calcularmos a tangente do ângulo que o 03. A tabela seguinte nos fornece o espaço em função
gráfico forma com o eixo dos tempos para determinarmos do tempo para um carro que se movimenta numa rodovia.
a velocidade do móvel.
T (h) 0 0,5 1,5 2,0 3,0
b) Gráficos da velocidade em função do Tempo (v x t)
S (km) 20 50 110 140 200
Para o MRU, a velocidade é constante e diferente de zero.
Nesse caso a função será uma reta paralela ao eixo dos a) Determine a função horária da posição e responda
tempos como mostrado nos gráficos abaixo: qual será a posição do carro 7 horas depois de
iniciar o movimento
b) b) construa o gráfico espaço x tempo para este Instrução: Responder às 2 próximas questões baseando-
movimento se no enunciado abaixo.

04. O gráfico da figura representa o comportamento da Dois carros, A e B, percorreram uma trajetória retilínea,
velocidade escalar de um móvel em função do tempo. No conforme as equações horárias SA = 30 + 20t e SB = 90 -
instante t = 0, o móvel encontra-se na posição so = 3 m. 10t , sendo a posição S em quilômetros e o tempo t em
horas.

08. No instante t = 0 s , a distância entre os móveis, em


metros, era

A) 30 B) 50 C) 60 D) 80 E) 120

09. O instante de encontro dos dois móveis, em


segundos foi

a) Determine o deslocamento do corpo nos primeiros 10 A) 1 B) 2 C) 3 D) 4 E) 5


s
b) Escreva a função horária para o espaço escalar. 10. Duas esferas se movem em linha reta e com
c) Determine o espaço do corpo após 1 min do início do
velocidades constantes ao longo de uma régua
movimento.
centimetrada. Na figura estão indicadas as velocidades e
d) Construa um esboço do gráfico s x t deste movimento
as posições que ambas ocupam num certo instante. Qual
a posição de encontro das esferas?
05. Um objeto se desloca segundo o diagrama da figura.
Determine:

A) 15 cm B) 17 cm C) 18 cm D) 20 cm

11. Uma partícula está em movimento retilíneo e suas


posições variam com o tempo de acordo com o gráfico ao
a) a função horária do movimento; lado. No instante t = 1,0 minuto, sua posição será:
b) a posição do móvel no instante t = 30 s;
A) 5,0 m;
B) 300 m;
Testes de vestibular C) 12 m
D) 1.200 m.
E) 20 m;
06. Julieta pretende ir a Fortaleza de ônibus. Na saída de
Quixadá observou, em um marco quilométrico, estar no
km 5, sabendo que na entrada de Fortaleza há um outro
marco marcando o Km 175. e sabendo que o Ônibus
trafega a uma velocidade média de 68 km/h. Quanto 12. O gráfico relaciona a
tempo será gasto na viagem? posição (s) de um móvel em
A) 2 horas B) 2 horas e 20 min função do tempo (t). A partir
do gráfico pode-se concluir
C) 2 horas 30 minutos D) 2 horas e 50 minutos corretamente que:

(a) o móvel inverte o sentido


07. Decorrem 5,0 segundos entre o instante em que uma do movimento no instante
pessoa ver um relâmpago e o instante em que ouve o
t = 5 s;
trovão. Responda, a quantos metros aproximadamente
(b) a velocidade é nula no instante t = 5 s;
caiu o raio?
(c) o deslocamento é nulo no intervalo de 0 a 5 s;
(d) a velocidade é constante e vale 2 m/s;
A) 500 m B) 900 m C) 1.300 m
a velocidade vale – 2 m/s no intervalo de 0 a 5 s e 2 m/s
D) 1.700 m E) 2.100 m
no intervalo de 5 a 10 s.
GABARITO
Questões

1) a) - 5m
b) 20 m/s
c) 95 m

2) 13 s

3) a) Função horária → S = 20+60 t


Após 7 segundos → S = 440 m
b)

4) a) 53 m
b) s = 3 + 5 t
c) s = 183 m
d)

5) s = - 40 m

6.

Testes de Vestibular
6 7 8 9 10 11 12

C D C B D D D