Você está na página 1de 3

O psicólogo e professor Petrini é entrevistado sobre o lançamento

do Programa de Orientação Psicossocial “Cuidar de si” da Fatec


Jundiaí

2 de Março de 2018

O “Cuidar de Si” – programa lançado em 1º de Março - será coordenado pelo


psicólogo e professor da Fatec Jundiaí Dr. José Fernando Petrini, que foi
entrevistado especialmente sobre o assunto. Confira a entrevista abaixo:

Fatec: O que motivou o lançamento do Programa “Cuidar de Si” pela faculdade?


Prof. Petrini: Segundo a OMS o Brasil tem a maior taxa de ansiedade do mundo e
é o quinto país em caso de depressão. Sabemos que na faculdade as
responsabilidades aumentam, a independência e a autonomia também. Fatores
como cobrança, competitividade, relações interpessoais, dificuldade de conciliar vida
acadêmica e social, falta de emprego, ameaça de desemprego são fatores
representativos de uma crise psicossocial, na medida que exigem novos recursos
para atender às exigências acadêmicas.
É a hora de começar a pensar no futuro profissional, e esse período de
mudança está envolto em dúvidas e ansiedade. Para a maioria dos alunos, unir
trabalho e estudo exige esforço redobrado. Neste contexto de dificuldades e grandes
desafios, os alunos podem apresentar queda no rendimento com dificuldades de
apreensão dos conteúdos, ficarem emocionalmente instáveis prejudicando seus
relacionamentos pessoais, irritados ou até mesmo abandonarem o curso.
Fatec: E quais são os principais objetivos do “Cuidar de Si”?
Prof. Petrini: Ajudar o aluno a se organizar emocionalmente, frente a todas as
dificuldades citadas, é o objetivo do programa de orientação psicossocial, ao
promover um espaço de acolhimento e discussão sobre as principais dificuldades
emocionais apresentadas pelos alunos, especialmente a adaptação à condição de
estudantes do ensino superior.
Fatec: Por que você acha importante uma instituição de ensino se preocupar com
essas questões?
Prof. Petrini: Os discentes são pessoas em formação com demandas, sonhos e
frustrações. Cuidar dos alunos é tarefa de todos os profissionais inseridos nesse
ambiente, com objetivo de que os mesmos se desenvolvam de maneira eficaz e para
que as etapas da graduação transcorram de forma tranquila. No confronto com a
crise do estudante é importante ajudá-lo por meio de um programa de apoio com
foco na direção da saúde integral e qualidade de vida, que permitam a eles lidarem
com as demandas e os desafios da vida cotidiana.
Fatec: Que tipos de dificuldades os alunos apresentam nessa fase?
Prof. Petrini: Ao ingressar na faculdade, muitos estudantes mudam o local de
moradia, perdem o contato com amigos antigos, têm de gerenciar a vida em um novo
contexto, aprender novos hábitos, rotina de estudo, a cuidar da casa, a pagar contas,
e podem apresentar dificuldades ao lidar com essa transição.
Fatec: De que forma o programa poderá ajudar o aluno a superar as dificuldade e/ou
desafios enfrentados no seu cotidiano ?
Prof. Petrini: Lidar com mudanças nem sempre é fácil e quando elas envolvem, de
uma só vez, diferentes aspectos da vida - como o pessoal, acadêmico, familiar e
profissional - podem se transformar em um verdadeiro desafio. Ansiedade,
insegurança e tristeza são alguns dos sentimentos que aparecem nesse momento,
e a ajuda de profissional especializado, muitas vezes é fundamental para superá-
los. O programa de orientação psicossocial receberá estudantes que estão com
dificuldades emocionais e acadêmicas.
Perguntas, tais como: Como conciliar atividades da vida acadêmica,
profissional e pessoal? Qual a melhor forma de organizar os estudos e otimizar o
tempo livre? Essas e outras questões relacionadas às metodologias de estudo são
mais comuns do que se imagina. Muitos estudantes, acostumados com um padrão
de aprendizagem na escola, têm dificuldade de se adaptar à realidade da faculdade.
Fatec: Como será conduzido o atendimento ao aluno ?
Prof. Petrini: Por meio de atendimentos individualizados, da escuta, acolhimento,
aconselhamento, fortalecimento da sua identidade saudável, visando auxiliá-los no
processo de reflexão, reavaliação e desenvolvimento na maneira de pensar, sentir e
agir mais propícias ao seu desenvolvimento e bem estar.
O programa compreende orientação psicopedagógica que auxiliam nesse
processo, ensinando estratégias de estudo, formas de organizar melhor o tempo e
aprimorar o aprendizado. Ao realizar oficinas em grupo ou atendimento individual, o
aluno aprende estratégias para melhorar a produtividade, assim como para
desenvolver maior autonomia
Fatec: De que forma o aluno interessado poderá fazer parte do programa?
Prof. Petrini: O atendimento acontecerá às quintas-feiras, das 13h às 15h e das
17h às 19h, com início em 1/3/2018. É necessário agendamento prévio na
coordenação.
Para informações adicionais sobre o programa, entrar em contato com o professor
José Fernando Petrini pelo e-mail: prof.petrini@fatec.sp.gov.br

José Fernando Petrini formou-se em Psicologia, Pedagogia,


Filosofia, Teologia e Artes. É mestre e Doutor em Psicologia. Realizou
diversas formações e especializações humanísticas: Educação
Biocêntrica Holística, Psicodrama pedagógico e terapêutico,
Reeducação pela Música e Movimento-Biodanza, Mitologia Grega,
Sustentabilidade e Economia Solidária, Gerontologia Social e
Trabalho Instrucional com grupos. Possui ampla experiência na área
de Educação, seja docência ou orientação de jovens e adultos com
ênfase em desenvolvimento humano, processos grupais e de
comunicação.

Texto: Assessoria de Comunicação


Fonte: Prof. Dr. José Fernando Petrini – Fatec Jundiaí