Você está na página 1de 71

Prefácio:

- Porque viver de Coaching?...........................................................pág 1


- Oportunidade na demanda por Coaching....................................pág 5
- História do Coaching......................................................................pág 8
- Nichos principais no Coaching.....................................................pág 11
- Base, conceitos e fundamentos....................................................pág 13
- Princípios absolutos do Coaching................................................pág 19
- Os quatro pilares do Coaching......................................................pág 21
- As 3 necessidades básicas do ser humano.................................pág 23
- Crenças úteis no Coaching............................................................pág 26
- Técnicas e ferramentas..................................................................pág 31
- Como eu descobri o Nicho que melhor paga no Brasil?............pág 41
- 5 Cuidados na escolha de uma formação em Coaching............pág 46
- Dá para ganhar bem como Coach no Brasil?..............................pág 49
- 4 passos para empreender após sua formação em Coaching...pág 52
- O elemento mais importante do sucesso....................................pág 56
- Porque a crise é a oportunidade de mudar sua vida?................pág 59
- O projeto – Impulsão Profissional................................................pág 63
- Referências.....................................................................................pág 69
11

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


2
Conta-se que Leonardo da Vinci, andando um dia pela rua, numa cidade da
Itália, viu uma criança tão linda que desejou reproduzir-lhe o rosto em uma de
suas telas. Chamou a criança e deteve-se longo tempo procurando reter-lhe os
traços com seu pincel genial. Rosada, loira, de límpidos olhos azuis, o menino
tinha mesmo um rosto de anjo.
Terminado o quadro o artista não quis vendê-lo; pendurou-o na parede de seu
atelier. Quando se sentia deprimido, desanimado, descrente da vida, Leonardo
erguia os olhos para aquele quadro, fitava aqueles olhos azuis que lhe sorriam
da parede e essa rápida visão bastava para devolver-lhe o ânimo, a coragem, a
alegria. Passaram os anos.
Numa dessas fantasias próprias de artista Leonardo resolveram pintar um outro
rosto, mas algo hediondo e mau, uma figura que provocasse horror e espanto,
revolta e náusea. Perambulou por lugares diversos e, finalmente, concluiu que
numa prisão, talvez, pudesse encontrar o desejado modelo. Falou com o diretor
da prisão, expôs-lhe seu desejo, e dentro em pouco, pôde ir de cela em cela,
contemplando os facínoras diversos que ali estavam segregados.
Diante de um deles o pintor deteve-se: tinha encontrado o modelo. Era um rosto
indescritível na sua fealdade. Ali estava fielmente retratada uma vida de vícios
e de crimes. Só o pincel de um artista poderia mesmo reproduzir com precisão
tanto horror numa face humana. O artista começou a pintar aquele rosto
quando, após algum tempo, o criminoso lhe dirigiu a palavra: "Lembro-me que
há muitos anos um outro pintor já me tomou por modelo. Acho que era o senhor
mesmo. Eu era pequeno nessa ocasião, mas me lembro bem".
Foi assim que Leonardo da Vinci descobriu que o seu modelo de agora, esse
criminoso de face devastada pela impiedade, tinha sido no passado aquela
criança rosada e linda, cujo rostinho angelical ainda pendia na parede de seu
atelier. Tão triste ficou o artista que nem quis mais completar sua nova obra.
Retirou-se amargurado, meditando sombriamente no que a vida pode fazer de
um ser humano, nas transformações que pode operar. Não sabemos se
identificou corretamente a causa de todo aquele mal. Homem do Renascimento
talvez não compreendesse ou não quisesse compreender os efeitos das decisões
erradas na vida humana.

A principal função do Coaching é auxiliar pessoas a


se mobilizarem em cenários de incertezas e
capacitá-las a enfrentar grandes desafios.

Isso implica a passagem do ponto “a” para o ponto “b”, onde o


ponto “a” é o desafio de adaptação de frente para um sistema que
a impede de avançar, e o “b”, é o objetivo, que se deseja
alcançar.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


3
Entre “A” e “B”, existe o trabalho de adaptação, que é o processo
pelo qual um coach ajuda seu coachee atravessar.

Esta adaptação é necessária porque existe um desequilíbrio


pessoal que ocorre naturalmente nas pessoas em algum ponto de
suas carreiras e vida devido a uma ruptura, que não permite que a
pessoa se mova sozinha. Essa é a principal razão ou combustível
para que você viva de coaching.

Porque as pessoas precisam de você como um


Coach?
O mercado de Coaching não para de crescer, porque nesse mundo dinâmico em
que vivemos profissionais e empresas estão cada vez mais buscando resultados
consistentes e temporais. Por isso a necessidade pelo trabalho de um Coach,
seja para a carreira profissional ou vida pessoal, nunca foi tão requisitado.
Não é novidade que o consumo de Coaching vem crescendo ao longo dos anos
no Brasil e os números comprovam essa percepção, principalmente quando
verificamos o volume de novos Coaches formados e de novos cursos de coaching
sendo oferecidos pelas escolas brasileiras e estrangeiras que entraram para
valer no mercado brasileiro.
Apesar dessa boa perspectiva, posso afirmar que o mercado de Coaching no
Brasil ainda está em seu início, haja vista o baixo nível de esclarecimento dos
compradores e até mesmo de seus usuários quanto ao produto em si, ou seja,
do que o coaching trata, como funciona e o que possibilita de efetiva entrega.
Diante desse cenário, muitos profissionais, independente da área em que
atuam, procuram uma formação em Coaching para promover mudanças
significativas em suas vidas como também para seguir uma nova carreira ou
aliar com a profissão que já exercem. Eu fui um desses profissionais. O processo
de coaching me ajudou a descobrir meus talentos, interesses e valores
auxiliando em uma escolha profissional com confiança e tranquilidade. Aprendi
no Coaching que mundo precisa de nossa melhor versão.
O fator que mais me encantou no coaching, é essa metodologia, muito mais do
que uma profissão, é um estilo de vida e uma habilidade necessária para todos
aqueles que buscam ampliar suas realizações pessoais e profissionais.
Se você está se perguntando o que um treinamento de coaching pode fazer por
você e para as pessoas a sua volta, e como você pode ganhar muito dinheiro
para ajudar pessoas, descubra nesse e-book o motivo que levou celebridades e
personalidades a investirem nesta incrível metodologia.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


4
Os profissionais que procuram um Coach fazem parte de uma casta de pessoas
que não só dizem que querem algo melhor para suas vidas, mas realmente
acreditam que isso pode acontecer. É uma parceria. Cabe ao Coach motivar,
orientar e estimular o coachee a trilhar esse caminho, tudo baseado num plano
estratégico e eficaz de ação. E esse processo, ao contrário do que muita gente
pensa, não é valioso apenas para quem foi demitido e está inseguro em relação
ao seu futuro profissional. Ele pode ajudar - e muito! - jovens que estão
indecisos com a escolha da carreira, pessoas que querem mudar de profissão,
executivos que precisam desenvolver suas habilidades de liderança e até mesmo
aqueles profissionais que estão infelizes com seu momento atual.
O processo de coaching traz uma oportunidade de autoconhecimento, pois é
um momento para se refletir em relação às aptidões, crenças, bloqueios e
paixões. É uma chance não só de reciclar - ideias, conceitos e conhecimento -
mas também de desenvolver habilidades e competências, explorar cenários,
expandir a consciência, mudar comportamentos e, acima de tudo, encontrar a
realização pessoal e profissional.
Em um mundo com estatísticas alarmantes de estresse, ansiedades, depressões
e outras doenças muitas vezes relacionadas ao trabalho, é cada vez maior o
número de profissionais que buscam o equilíbrio entre seus valores pessoais,
seu estilo de vida e seu desejo de realização.
Como disse Jack Welch, executivo americano, autor de vários livros e que
atualmente presta consultoria para um grupo selecionado de CEO dos 500 da
Revista Fortune: "no futuro, todos os líderes serão coaches". Portanto, os
profissionais que não desenvolverem as habilidades necessárias para criar
estratégias de sucesso nas suas vidas e de seus clientes, estarão fadados ao
fracasso.
Nesse e-book, você aprenderá uma estratégia para mudar sua vida e
consecutivamente, mudar as pessoas a sua volta, e mais uma vez,
consecutivamente descobrir que pode obter muito sucesso no nicho de coaching
mais rentável do Brasil, salvando negócios, e outra vez, consecutivamente
salvando as vidas por trás desses negócios. Seja Bem Vindo ao sucesso!

Clailton Luiz

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


5

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


6
Independentemente da qualidade do Coaching que vem sendo ofertado no
Brasil, é inquestionável que seu nível vem melhorando à medida que o
mercado amadurece e novos players vêm para o nosso mercado.
Mas o que tem sido o principal fator que oportuniza o crescimento da demanda
por Coaching não somente no Brasil mas no mundo como um todo? E aqui me
refiro às diversas modalidades de Coaching: executivo, carreira, vida, grupos,
dentre outras.
Para entender melhor e construir possibilidades em torno dessa questão, divido
a análise em duas partes: quando o comprador é pessoa física e quando o
comprador é pessoa jurídica.

Pessoas Físicas comprando Coaching

Que o Coaching é um processo cujo investimento costuma ser alto é um fato. E


isso se deve não somente ao investimento necessário de dinheiro e de tempo
para a formação como Coach, mas à própria regulação do processo no mercado,
já que muitas pessoas procuram formação em Coaching exatamente porque
acreditam ser esta uma “profissão” que trará ganhos financeiros significativos.
Somente por esse motivo já existiria uma barreira para o crescimento da venda
do Coaching para pessoas físicas, o que é sem dúvida um limitador da
velocidade desse crescimento. Mas o que o Coaching promete entregar (e alguns
conseguem prometer o que não é possível entregar, diga-se de passagem) é
uma música para os ouvidos de inúmeras pessoas que buscam mais sentido para
suas vidas: a construção e execução de um plano consistente que, se
efetivamente implantado, trará mudanças significativas para o alcance das
metas mais desejadas pelo indivíduo.
Não somente a busca pelo “sentido”, por viver a vida com propósito, é que tem
motivado as pessoas a buscarem, por sua própria iniciativa, o Coaching.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


7
As frustrações com um mundo cada vez mais adverso são o wake-up call que
muitos de nós precisamos para iniciar um profundo processo de reflexão a
respeito de como estamos vivendo nossas vidas e fazendo nossas escolhas.
Quem sou eu, em que contexto estou vivendo e para onde quero ir, são questões
cada vez mais presentes na mente das novas gerações e daquelas que já
cansaram de dedicar muito esforço para alcançar pouco resultado.

Pessoas Jurídicas comprando Coaching

Aqui, novamente, a adversidade ganha o pódio nas causas para a busca do


Coaching. Muita competitividade, margens cada vez mais reduzidas, são o
convite para que as Organizações se reinventem e encontrem maneiras de
produzir mais com menos. E esse “menos” precisa ser “melhor”. E é aí que o
Coaching entra, para ajudar os profissionais a aumentarem sua musculatura
para a entrega de melhores resultados.
O desafio em se tratando do mundo corporativo é encontrar um elo entre a
demanda por mais resultados, que vive o sistema, pela demanda por mais
sentido, que vive o indivíduo.
A resposta para esse desafio, acredito eu, é a pergunta de um milhão de
dólares. Não porque seja difícil de ser encontrada, mas, sim, difícil de ser
aceita, pois demanda uma profunda mudança no olhar para a dinâmica dos
negócios e dos mercados quanto aos valores que são a base das decisões.
Nesse e-book você aprenderá como responder essa pergunta, e assim, descobrir
como obter sucesso nessa recompensadora tarefa de promover uma reflexão e,
mais ainda, de ser o exemplo da congruência que o Coaching propõe para o
mundo a sua volta. Prepare-se para a resposta que vale um milhão.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


8

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


9
Antes de lhe ensinar os segredos do nicho de Coaching mais rentável do Brasil,
quero lhe convidar a entender melhor a história do Coaching. Vai ser importante
para que você possa situar-se e compreender o contexto no qual você vai fazer
parte.
Abaixo, temos uma breve referência às datas mais importantes, e como
podemos ver, o Coaching já é tema de relatos desde 1500, quando surgiu como
forma de descrever o condutor de carruagens na idade média, em territórios
europeus.
Estes condutores foram chamados de Cocheiros, ou aquele que conduz o coche
(nome dado as carruagens) Os cocheiros eram profissionais que conduziam seus
passageiros para os destinos desejados. Após um longo período mantendo este
significado, somente em 1850, o mesmo termo foi atribuído a professores e
mestres de universidades, principalmente quando se tratava de um tutor, ou
aquele indivíduo responsável em auxiliar os estudantes nas preparações de
testes e exames diversos.
Neste momento, é importante ressaltar que o significado do termo era o
mesmo, um indivíduo que conduzia seu “passageiro” para um destino
previamente desejado. Significado este que não se alterou, desde seu primeiro
uso.

1950…
Em 1950, o termo Coach foi usado pela primeira vez como uma habilidade de
gerenciamento de pessoas, onde então, foram introduzidas as primeiras
técnicas de desenvolvimento pessoal e humano, valorizando as competências
dos indivíduos e relacionando as mesmas ao processo de melhoria contínua.
Apesar de inúmeras pesquisas, não encontrei nenhum fato ligando este termo
ao processo esportivo na década de 50, mas imagino que neste mesmo período
foi introduzido neste setor, designando como Coach, o responsável pelo
treinamento e aperfeiçoamento de atletas e equipes esportivas tanto na Europa
como nos Estados Unidos.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


10
1960...
Chegamos então ao ano de 1960, quando em Nova Iorque, em um programa
educacional introduziu pela primeira vez as habilidades de Coaching de Vida,
ou Life Coaching. Posteriormente este programa foi introduzido no Canadá,
onde foi aperfeiçoado com a introdução de técnicas e ferramentas para a
resolução de conflitos e problemas. Neste momento o Coaching começa a
ganhar força dentro dos meios empresariais, e sua utilidade se mostra mais
significativa na década de 80, onde programas de liderança incluiria o conceito
de Coaching Executivo e a partir deste momento, o Coaching surge como uma
poderosa ferramenta de desenvolvimento humano pessoal e profissional, sendo
utilizado até os dias de hoje por grandes corporações e seus líderes.

1970...
No Brasil, o Coaching surgiu na década de 70, através de associações com o
meio esportivo, para então entrar no mundo dos negócios ainda mantendo seu
significado original, de “conduzir” o indivíduo para uma etapa mais avançada
de seu mundo.
O grande sucesso do Coaching depende exclusivamente de sua capacidade em
solucionar problemas e estabelecer metas. Hoje, o Coaching é utilizado por
inúmeras grandes empresas, as quais podemos citar a Petrobras, Nestlé, O
Boticário, HSBC e Banco do Brasil, já utilizam o método entre seus executivos
e obtém um alto índice de resultado.
Vejamos os motivos principais que levam uma empresa a apostar no processo
de Coaching:
● Necessidade dos executivos em lidar com constantes mudanças e
pressões, ter um profissional que suporte, encoraje e ajude;
● Ingresso de terapeutas no mundo corporativo e utilização de suas
habilidades;
● Reconhecimento da atuação dos Coaches na área esportiva;
● Descoberta do mundo corporativo da necessidade de se fechar o ciclo de
aprendizado com o suporte de Coaches

Atributos de um Coach
Outro ponto importante para a representação do sucesso do Coaching depende
muito do profissional que o aplica, pois o mesmo deve ter uma série de atributos
e habilidades:
● Comunicação
● Motivação
● Planejamento
● Transformação
● Visão Sistêmica
● Ética e Caráter

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


a e Caráter
11

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


12
Antes de lhe ensinar como obter sucesso e ganhar muito bem trabalhando no
nicho mais rentável de coaching no Brasil, é importante que você conheça um
pouco dos outros nichos que existem. Ele é divido em dois nichos principais: o
Life Coaching – Coaching voltado para a vida e necessidades pessoais
(relacionamentos, família, espiritualidade, equilíbrio emocional,
autoconhecimento etc) e o Executive and Busines Coaching – Coaching voltado
para as necessidades profissionais (carreira, liderança, gestão de pessoas etc).
Dentro de cada uma dessas duas divisões, ele ainda pode ser ramificado em
diversos nichos como Coaching Pessoal, Coaching de Carreiras, Coaching de
Emagrecimento, Coaching Esportivo, Coaching Financeiro, Coaching de
Relacionamentos, Coaching de Família, Coaching de Equipes, Coaching de
Liderança, Coaching de Performance, Coaching de Empreendedorismo e muitos
outros.
Entre os muitos benefícios que este poderoso método proporciona às pessoas
submetidas, estão a conquista da felicidade e realização (pessoal ou
profissional), aumento do equilíbrio interior, melhora na qualidade de vida,
alinhamento entre as diversas áreas da vida (pessoal, espiritual, familiar,
sentimental e profissional), diminuição do estresse, melhora da saúde e
disposição, autoconhecimento, autodesenvolvimento, auto estima, melhora nos
relacionamentos, resolução de conflitos internos, descoberta de missão, valor
e crenças, alinhamento de metas e objetivos de vida, desenvolvimento de
habilidades como comunicação eficiente, gestão de tempo, visão sistêmica,
liderança, motivação, espírito de equipe dentre outros.
Com o auxílio de um profissional chamado Coach, o cliente (Coachee) é
desafiado a encontrar as respostas que procura para alcançar seus objetivos e
estado desejado em pouco tempo. Durante o processo, o profissional (Coach)
desafia o cliente (coachee) a descobrir as respostas que precisa, seja através
da definição de metas e objetivos a serem cumpridos, ou tarefas que deverão
ser executadas. Essas tarefas são propostas pelo próprio cliente (coachee) que,
com o incentivo do profissional (Coach), consegue desenvolver as habilidades
necessárias para atingir seu potencial máximo.
Por ser maleável, o processo de Coaching pode ser feito presencialmente ou a
distância através do telefone, Whatsapp ou via Skype, isso varia de cliente para
cliente.
Aproveite essa oportunidade de se aprimorar e potencializar a melhor pessoa
que você pode ser!
Seja um Coach!

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


13

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


14

Quais as abordagens similares ocasionalmente


confundidas com Coaching?
As abordagens mais confundidas e misturadas com coaching são:
aconselhamento, mentoria, terapia, consultoria e treinamento. Realmente, há
parentesco entre práticas, em função do objetivo cumprido por elas,
entretanto, cada uma dessas práticas tem suas especificidades. Por isso é muito
importante um Coach não confundir, pois em diversas ocasiões seremos
tentados a dar conselhos a um coachee quando o vemos perdido. Em várias
ocasiões desejaremos mandar o coachee fazer algo que entendemos ser o
melhor para sua vida. Mas um coach jamais deverá aconselhar, mentorizar ou
ter qualquer outro comportamento que não seja o de ajudar seu coachee a
tomar suas próprias decisões. Veja as diferenças abaixo e entenda mais.

Qual a diferença entre Coaching e Terapia?

A terapia trabalha com o cliente que busca alívio de sintomas psicológicos ou


físicos. O cliente quer uma cura emocional e o alívio do sofrimento mental. A
terapia lida com a saúde mental do cliente. O coaching lida com o
crescimento mental do cliente.
A razão para o cliente buscar terapia normalmente é livrar-se de algum
sofrimento ou desconforto, mais que avançar rumo a metas desejadas. O
coaching não é corretivo, mas gerativo. A terapia tem mais possibilidades de
envolver o discernimento e trabalhar com as experiências passadas do que o
Coaching.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


15

Qual a diferença entre Coaching e Counseling


(aconselhamento)?

No counseling, trabalha-se com clientes que se sentem constrangidos ou


insatisfeitos com sua vida. Eles buscam orientação e conselhos. O counselor
(conselheiro) trabalha para sanar o problema de um cliente. No coaching
oferecemos perguntas e o cliente fornece as respostas.

Qual a diferença entre Coaching e Mentoring?

Mentoring é quando um colega sênior, considerado mais entendido e possuidor


de mais sagacidade e conhecimento em uma determinada área, dá conselhos e

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


16
atua como modelo. O mentoring envolve discussões amplas, enquanto no
coaching o foco é um dos principais elementos. O mentor é um patrocinador,
com grande experiência profissional no campo de trabalho de seu cliente que
transmite sua experiência ao cliente. Tanto o mentoring quanto o coaching
relacionam-se principalmente com diálogo no presente em direção ao futuro.

Qual a diferença entre Coaching e Consultoria?

O consultor fornece conhecimento especializado e soluciona problemas do


negócio, ou desenvolve um negócio de maneira global. O consultor lida com a
organização como um todo ou com partes dela, e não com indivíduos dentro
dela. Os consultores só afetam os indivíduos de maneira indireta. Outra grande
diferença é que um consultor precisa ser especialista na área de atuação.
Consultores fornecem respostas ao passo que coaches oferecem perguntas.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


17
Qual a diferença entre Coaching e Treinamento?

O treinamento é o processo de adquirir habilidades ou conhecimentos por meio


de estudo, experiência ou ensino. O treinador, por definição, é o especialista e
o treinamento provavelmente foca - se em habilidades específicas para
resultados imediatos. Além disso, o treinamento possivelmente funciona na
base de “um para muitos”, mais que “um para um”. Em um sentido mais amplo,
Coaching pode ser considerado treinamento, mas novamente a diferença reside
no fato de que o Coach não oferece respostas, soluções ou conhecimento
pronto. O cliente é o especialista e é o cliente quem tem as respostas, e não o
Coach.

Código de Conduta
O que é código de conduta e ética profissional?
Você sabe o que é ter ética no ambiente profissional? Você segue um código de
conduta estabelecido pela empresa? É importante estabelecer um conjunto de
regras, princípios e normas para nortear o comportamento dos colaboradores
dentro da organização.
Porém, os jovens que estão chegando agora ao mundo corporativo podem não
saber a relevância destes termos e como eles ajudam na proficiência da
empresa.

Desenvolvendo o seu código de conduta e ética no


trabalho
Desde cedo, quando uma criança vai brincar, ela aprende que deve respeitar
algumas regras para que o jogo funcione — a exemplo do que ocorre em uma
partida de futebol. As competições esportivas, inclusive, podem ser verdadeiros
exemplos de códigos de conduta.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


18
No ambiente profissional, funciona da mesma forma. Para estabelecer um clima
agradável e adequado a todos, bons relacionamentos interpessoais, alcançar
resultados com disciplina e excelência, é preciso seguir um código de conduta.
Sempre leve em consideração o respeito pelos clientes, colegas, concorrentes
e pela hierarquia na instituição em que trabalha. Ter respeito significa entender
que há diferenças entre você e as outras pessoas e, portanto, é necessário ter
limites e sabedoria ao lidar com todos. O que isso quer dizer? Sempre que for
falar algo, pense se isso pode ofender alguém, por exemplo.
Além disso, os famosos ruídos, boatos, rumores e fofocas não devem ter você
como participante ativo na disseminação dessas histórias. Seu comportamento
diz muito sobre você. Por isso, prefira sempre ser ético e profissional.
Ajudar um colega de trabalho em apuros pode ser uma boa ação, desde que isso
não implique em descumprir qualquer princípio empresarial. Aliás, você sempre
deverá ser leal aos princípios do lugar em que trabalha. E, para você não se
prejudicar como pessoa civil, seja sempre fiel, principalmente, à lei da
sociedade onde vive. Isso é ser ético, acima de tudo.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


19

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


20
1) CONFIDENCIALIDADE E ÉTICA
Coaching é uma relação mútua de confiança, comprometimento e parceria. Os
conteúdos abordados na sessão pertencem exclusivamente ao cliente. Manter
o sigilo e a confidencialidade é um princípio absoluto para que você tenha muito
sucesso como Coach. Toda informação obtida em processos de coaching são de
posse do cliente e que para ser utilizada se faz indispensável o consentimento
do mesmo.

2) AÇÃO (TAREFAS)
O conhecimento nos inspira a mudar, a prática nos leva a transformar. Coaching
só é coaching se houver ações específicas em constante no sentido de alcançar
os objetivos determinados pelo cliente. Entrar em ação significa ir além.

3) FOCO NO FUTURO (ESTADO DESEJADO)


Coaching é uma abordagem orientada ao futuro, a conquista de objetivos que
promovam mudanças positivas e duradouras na vida dos clientes, esse é seu
grande diferencial foco no estado desejado, onde o cliente e está e o que é
necessário fazer e acontecer para ele chegar onde quer.

4) AUSÊNCIA DE JULGAMENTO
Como coach você vai compreender e respeitar o modelo de mundo do seu
cliente, a ausência de julgamento é fundamental para promover mudanças
satisfatórias na vida dos clientes da forma e maneira que eles querem e não da
maneira como o coach considera ideal. Independentemente do que acontecer
num atendimento de coaching, a regra sempre será SUSPENDA TODO TIPO DE
JULGAMENTO, esta ação vai acelerar seu processo como um excelente
profissional de coaching.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


21

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


22
O Coaching tem 4 pilares que sustentam todo o processo que acelera os
resultados do cliente, e garante o sucesso de toda parceria. Esses pilares
ajudam o Coach a manter o objetivo correto do Coaching, e provoca mudanças
significativas e o aumento da performance de seu cliente. São eles:

1 – Humanidade – Todo bom Coach é um especialista em tudo o que se refere


ao ser humano e ao processo de mudanças e crescimento contínuo da
performance de seus clientes. O Coaching promove o respeito à dignidade do
ser humano, que não está no erro, como muitos afirmam que “errar é humano”,
mas na essência de sua humanidade, onde se descobre verdadeiros potenciais
que precisam ser explorado. Para se tornar um coach, você precisa gostar de
pessoas. Um coach impaciente com os defeitos e falhas dos seres humanos,
precisa trabalhar em qualquer outra área que não seja lidar com pessoas. Nosso
maior desafio é lidar com o pior que tem nas pessoas e ajudá-las a extrair o
melhor delas. Mas para que isso aconteça, temos que lidar primeiramente com
o pior delas.

2 – Metodologia – O Coaching está baseado em metodologias, processos e


pensamento sistêmico. São modelos de Coaching de excelência, comprovados
na prática e utilizados nos países referências de Coaching. Você precisará
acreditar nas estratégias. O coach é um profissional que ama o planejamento.
Não é uma pessoas desorganizada. Nesse e-book, vamos lhe ensinar uma
estratégia para salvar vidas. Portanto já vá se acostumando com as estratégias.
“Ou você tem uma estratégia ou é parte da estratégia de alguém." (Alvin
Toffler).

3 – Técnicas e Ferramentas – Todo o processo é desenvolvido por técnicas


e ferramentas que potencializam os resultados dos clientes de forma efetiva e
profissional. São técnicas comprovadas cientificamente e que apresentam
resultados efetivados na prática, incluindo roteiros e questionários estruturados
que facilitam o caminho do cliente, gerando resultados surpreendentes.

4 – Competência do Coach – Para que o Coaching tenha êxito, o Coach


necessita ter certas habilidades e competências, como o planejamento,
comunicação, motivação, mudança, visão sistêmica, transformação, ética e
caráter. Também precisa ter certas características, como comprometimento,
confiança, congruência, generosidade, compaixão e entusiasmo, além dos
princípios do Coaching, que são NÃO JULGAMENTO, PONTE AO FUTURO, AÇÃO
E ÉTICA.
Se todo processo de Coaching estiver embasado nestes pilares então o sucesso
do cliente estará garantido.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


23

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


24
Todos nós temos muitas necessidades pessoais que devem ser supridas, mas há
pelo menos três necessidades básicas que todo ser humano precisa ser
correspondido na vida. Se uma pessoa tem alguém que atenda a estas três
necessidades, então crescerá em equilíbrio e harmonia consigo mesmo e
produzirá resultados surpreendentes durante sua jornada.
Imagine você querendo falar e não ter ninguém para lhe escutar e
compreender? O que você sentiria se ninguém se importasse com o que você
faz, ou não tivesse alguém que reconhecesse seus esforços e, além disso, nunca
escutasse as palavras ‘Eu te amo’ , ou não sentisse ser amado? E o que dizer da
pessoa que somente recebe críticas ao errar, e nunca recebesse apoio? Será
que isso lhe soa algo familiar? Creio que todos já passamos por situações
semelhantes.
O que acabei de mostrar é exatamente o contexto que envolve as três
necessidades básicas de um ser humano:
1 – Ser ouvido na essência;
2 – Ser notado, reconhecido e amado;
3 – Ter o direito de errar;
1 - Ser ouvido na essência – Todos nós temos momentos na vida que precisamos
que alguém pare e escute o que estamos sentindo, o que queremos dizer. Não
falo de ouvir de qualquer forma, mas de ouvir na essência. Alguém que
compreenda as entrelinhas, que perceba o verdadeiro sentido das palavras, e
que preste atenção no fundo de nossa alma. Alguém que olhe em nossos olhos,
que seja capaz até de ler os pensamentos latentes da alma, e que a todo
instante estamos querendo colocar para fora.
Há momentos que, na verdade, não queremos a resposta pronta para os nossos
problemas, mas estamos somente procurando alguém que demonstre interesse
no que estamos querendo dizer. Não queremos ser julgados e mal interpretados
por nossas palavras, mas sentimos a necessidade de encontrar alguém que
tenhamos liberdade de conversar e que nos entenda. Essa é a nossa primeira
necessidade básica.
2 - Ser notado, reconhecido e Amado – Quantos já não passamos pela situação
de chegar num lugar, e parece que ninguém nos viu, e que não deram
importância à nossa chegada? Ser notado é ter alguém que lhe dê a certeza de
que você existe para essa pessoa. Ser reconhecido pelo valor que temos, pela
vontade de crescer, de ser compreendido que desejamos ser a essência da
melhor pessoa que podemos ser. É muito difícil estar num lugar onde as pessoas
nunca reconhecem o valor dos seus esforços, nunca lhe dão os parabéns pelo
acerto. Ser correspondido pelo amor, ter carinho de alguém que se importa
conosco, que nos cuida em nossos momentos de fraquezas e que nos ame com
o amor incondicional. Todos necessitamos ser supridos no amor.
3 - Ter o direito de errar – A priori, parece que quando falamos sobre o direito
de errar, estamos dando asas para que vivamos nos desculpando pelos nossos
erros, ou negligenciando uma vida correta diante dos princípios e valores que

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


25
temos como pessoa. Mas na verdade o sentido aqui é compreender que os erros
surgem na tentativa dos acertos. Creio que ninguém gosta de ser julgado e
condenado pelos erros, mas que necessitam ser compreendidos e apoiados
nesta hora. Não falo em relação às pessoas que nunca reconhecem os seus erros,
mas daquelas pessoas que erram e precisam de ajuda para se levantar, e não
de pedradas que matam.
Compreender o direito de errar é entender que todos erramos, que ninguém é
perfeito e que todos somos iguais. Não há ninguém nesta terra, a não ser Jesus
(o homem perfeito), que possa dizer que nunca errou. Então, da próxima vez
que você ver alguém errando, estenda as mãos para levantá-lo. Pense que
poderia ser você no lugar desta pessoa. Perdoe, compreenda, permita os erros
dessa pessoa, e quem sabe assim também você se permita errar, e parar de ser
tão duro consigo mesmo. Errou? Levante-se do chão, erga a cabeça, corrija os
erros, seja mais humano, e siga em frente.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


26

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


27
1.O mapa não é o território
Em dezembro de 2014, foi publicada a lei que proíbe o uso de animais em circos
de todo o país. Este novo regulamento é, talvez, um dos avanços mais notáveis
no que se refere a proteção dos direitos dos animais. Você já observou um
elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações
de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto,
contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma
pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira.
E, ainda que a corrente fosse grossa, parece óbvio que ele, capaz de derrubar
uma árvore com sua própria força, poderia, com facilidade, arrancá-la do solo
e fugir.
Que mistério! Por que o elefante não foge? Bem, o elefante do circo não escapa
porque foi preso à estaca ainda muito pequeno. Apesar de todo seu esforço e
muitas tentativas, nunca conseguiu sair, pois a estaca era muito pesada para o
elefantinho. Até que um dia, cansado, aceitou o seu destino: ficar amarrado na
estaca, balançando o corpo de lá para cá, eternamente, esperando a hora de
entrar no espetáculo. Então, aquele elefante enorme não se solta porque
acredita que não pode. Esse é o mapa mental que ele tem da realidade.
Isso muitas vezes acontece conosco! Vivemos acreditando em um montão de
coisas “que não podemos ter”, “que não podemos ser”, “que não vamos
conseguir", “que as pessoas são assim” simplesmente porque, quando éramos
crianças e inexperientes, algo não deu certo ou ouvimos tantos “nãos” que “a
corrente da estaca” ficou gravada na nossa memória com tanta força que
perdemos a criatividade e aceitamos o “sempre foi assim”.
"O mapa não é o território" é uma expressão que é atribuída a Alfred Korzybski,
um engenheiro, filósofo e matemático polonês que publicou esse conceito num
encontro da American Mathematical Society em 1931. É uma expressão que se
refere à forma como o ser humano interage com a realidade na qual ele se
encontra. Ela representa o fato de que não temos acesso direto à realidade em
si, mas sim às percepções da realidade em que vivemos.
Enquanto a realidade é representada pelo "território" na expressão de
Korzybsky, a nossa percepção da realidade é o "mapa mental" que construímos
para descrever o território em que vivemos. Os mapas mentais do mundo não
são o mundo em si, mas nossas representações desse mundo. É por isso que
fazemos parte de um número ilimitado de "mundos" criados por todas aquelas
pessoas ou seres que interagem diariamente conosco. Para cada um desses
mundos, nosso comportamento poderá ser aceitável ou inaceitável. Tudo
dependerá das sensações e interpretações que causamos naqueles que
interagem conosco.
Geralmente não são os elementos da realidade exterior que nos limitam ou nos
fortalecem, mas sim a nossa percepção, o nosso próprio modelo de mundo. Se
deseja alcançar os seus objetivos, deverá variar as suas acções, as operações
que está a utilizar para os atingir. E enquanto estiver a usar o mesmo
procedimento, produzirá sempre o mesmo resultado.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


28
Cada um de nós vive a sua realidade, construída pelas próprias impressões e
experiências de vida. Atuamos no mundo de acordo com o que dele
percebemos, de acordo com o nosso modelo de mundo, o nosso mapa. Construir
mapas é uma boa analogia para o que fazemos, é a maneira como damos
significado ao mundo, tão vasto e tão rico que, para lhe darmos sentido,
precisamos de o simplificar. Os nossos mapas são selectivos, deixam de lado
algumas informações ao mesmo tempo que nos brindam com outras, e são de
um valor incalculável para que possamos explorar o território, ou seja, a
realidade.
Normalmente concentramos a nossa atenção nos aspectos do mundo que nos
interessam, para que possamos realizar bem o nosso trabalho em direcção aos
nossos objectivos. Um lenhador, um artista e um biólogo, ao darem um passeio
numa floresta, terão experiências distintas. Nesse sentido, se caminha pelo
mundo à procura de soluções, encontrará soluções, se procura problemas,
encontrará problema.

2. Todo comportamento tem uma intenção positiva


Todo comportamento tem uma intenção Positiva. Pelo menos pelo ponto de
vista de quem o pratica. Esse é um dos pressupostos mais questionados da
Programação Neurolinguística (PNL) . Outra maneira de dizer seria que “Todo
comportamento serve ou serviu a um propósito positivo”.
No processo de Coaching, separamos a intenção, do comportamento. Ou seja,
a intenção pode ser positiva, o que não justifica o comportamento! Somos
julgados e responsáveis por nossos comportamentos e não por nossas intenções,
como diz o ditado popular “ De boa intenção o inferno está cheio “.
Em alguns contextos é muito simples entender e aceitar esse conceito de
Intenção Positiva, por exemplo: Qual a intenção de uma criança que MENTE
dizendo estar com dor de barriga para não ir à escola? A intenção pode ser
PROTEÇÃO (se proteger de uma briga ou de uma prova) a intenção pode ser
“Ganhar alguma coisa” (ficar em casa e assistir futebol ou jogar Minecraft ) em
ambos os casos a intenção da criança serviu a um propósito positivo (no ponto
de vista dela ). Já o comportamento não.
Porém em casos extremos temos a tendência de discordar desse conceito. Por
exemplo: Existe intenção positiva num ladrão que rouba e mata uma idosa
indefesa? A intenção Positiva em roubar pode ser “Ganho Financeiro” a intenção
de Matar pode ser Proteção (ao matar a testemunha ela não poderá reconhece-
lo).
Qual a intenção positiva de um Marido que trai a esposa? Talvez a intenção
positiva seja Prazer (prazer sexual) talvez a intenção positiva seja Status
(Mostrar para os amigos sua virilidade) ou ainda Autoafirmação (Provar para ele
mesmo que ele é capaz) Poderíamos enumerar aqui várias possibilidades de
justificar que essa intenção serviu a um propósito positivo (por parte do
marido).

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


29
Tanto no caso da criança, do ladrão e do Marido Infiel sempre houveram
intenções positivas que “motivaram” seus comportamentos.
Agora que entendemos o conceito de Intenção Positiva, como podemos utiliza-
los a nosso favor?
Reconhecer a intenção positiva, dar valor a ela e buscar alternativas.
Esta sequência pode resolver a maioria dos problemas entre as pessoas, desde
a briga entre um casal, com filhos, alunos, com os que vivem à margem da
sociedade, etc.
Talvez um dia, quando formos capazes de reconhecer a intenção positiva que
existe no comportamento de todas as pessoas, nós sejamos realmente capazes
de amá-las. Fica mais fácil entender o outro quando nos colocamos em seu
lugar, olhamos a situação com os olhos dele e conhecemos o porquê de ele fazer
o que faz. Em nenhum momento precisamos concordar com o comportamento!
Desta forma, é possível desaprovar o comportamento de uma pessoa, mas ainda
assim continuar gostando dela.
Talvez você tenha uma amiga “fofoqueira” ou um amigo “murmurador” um
filho “mentiroso”, mas mesmo assim você continua a amá-los pois eles têm
alguns comportamentos que você não concorda, mas eles continuam sendo
pessoas incríveis. (no seu ponto de vista )
Por isso não devemos desistir de uma criança porque ela mentiu. O
comportamento não foi adequado, mas isso não muda quem essa criança é! E
em relação ao ladrão e ao marido infiel… devemos desistir deles?

3. Perguntas Poderosas
Alguma vez você já ficou sem respostas para certas perguntas ou
questionamentos? Talvez não lhe fizeram as perguntas corretamente. Obter as
respostas certas começa com as perguntas certas! O problema é que a maioria
de nós não sabe fazer perguntas. Aprender como fazer perguntas que entregam
grandes respostas é uma habilidade aperfeiçoada por grandes mestres.
Sócrates disse que fazer perguntas ajuda a incentivar que respostas venham da
pessoa que faz as perguntas ao invés de confiar nas respostas externas. É por
isso que as perguntas abertas são tão eficazes como uma ferramenta
terapêutica. Se você já confortou um amigo que está passando por um momento
difícil, isso pode parecer familiar: você ouve atentamente seu amigo, deixa-o
fazer perguntas para as quais ainda não têm respostas, e antes que perceba,
ele respondeu-lhe suas próprias questões!
Por que as perguntas são tão poderosas? Porque demandam respostas,
estimulam o pensamento, fornecem valiosas informações, provocam as pessoas
a se abrirem aos problemas e as ajudam a se convencerem. Não são as respostas
que movem o mundo, são as perguntas! Veja alguns exemplos:

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


30
Quem somos? (Os filósofos tentam entender...)
De onde viemos? (Criação ou evolução?...)
Para onde vamos? (Existem mais de 200 teorias...)
Como será a economia nos próximos anos? (Os economistas querem explicar...)
Como o cérebro funciona? (Os cientistas procuram entender...)
O maior valor prático do método de empregar as perguntas reside no fato de o
questionador não ter a necessidade de possuir todas as respostas. Uma pessoa
pode se engajar num diálogo sem necessariamente conhecer tudo sobre o
assunto em questão, desde que ela saiba fazer perguntas interessantes. Para
aqueles que não se sentem confortáveis diante de seu conhecimento acerca de
uma disciplina ou que não se sentem qualificados para argumentar, o
questionamento torna-se uma excelente opção que faz grande diferença num
diálogo.
As perguntas têm um poder não expresso. Cada pergunta possui um poder que
não está na sua resposta. As perguntas têm um impacto antes de serem
respondidas. As perguntas nos fazem pensar. Elas focam nossa atenção. Elas
nos levam a outra dimensão da mente. Elas podem nos apontar para o caminho
da compreensão e ação. Elas podem motivar as pessoas, fechar um assunto ou
acender uma nova ideia. Elas podem intensificar um conflito ou criar pontes.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


31

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


32
O famoso químico britânico, Herbert Jackson em sala de aula, contou como foi
designado para dirigir um carro que não pegava sem antes receber um
empurrão. Desse aos alunos que depois de ponderar seu problema, planejou
uma solução. Ele foi para a escola perto de sua casa, obteve permissão para
tirar algumas crianças da aula, e as mandou empurrar o carro. Sempre que
precisava parar o carro para dar suas aulas nas escolas, ele estacionava em uma
colina ou deixava o motor em funcionamento. Por incrível que pareça, ele usou
esse engenhoso procedimento por dois anos.
Por problemas de saúde Jackson teve de ser substituído por um novo professor.
Quando Jackson começou orgulhosamente a explicar seu procedimento para
fazer o carro funcionar sem necessitar de empurrões, o novo professor começou
a olhar sob o capô. Antes que a explicação fosse concluída, o novo professor
interrompeu: "Dr. Jackson, eu acredito que o único problema é esse cabo solto".
Ele colocou o cabo no devido lugar, entrou no carro, empurrou o interruptor, e
para o espanto de Jackson, o motor ganhou vida.
Durante dois anos, problemas inúteis se tornaram rotineiros. O poder estava lá
o tempo todo. Apenas uma conexão solta impediu Jackson de colocar esse poder
em ação.
Uma das grandes sacadas que aprendi no Coaching, são as ferramentas que
podemos usar para levar poder aos nossos coachees. Essas ferramentas nos
ajudarão a colocar esses cabos soltos que por muitos anos jamais foram
percebidos pelo coachee.

Técnica 01 – rapport
Rapport é um conceito do ramo da psicologia que significa uma técnica usada
para criar uma ligação de sintonia e empatia com outra pessoa.
Esta palavra tem origem no termo em francês rapporter que significa “trazer
de volta”. O rapporto corre quando existe uma sensação dessincronização entre
duas ou mais pessoas, porque elas se relacionam de forma agradável. A nível
teórico, o rapport inclui três componentes comportamentais: atenção mútua,
positividade mútua e coordenação.
Importante no estudo e identificação de várias manifestações
comportamentais, o rapport pode ser usado no contexto de relacionamentos
pessoais ou profissionais. Esta técnica é muito útil, porque cria laços de
compreensão entre dois ou mais indivíduos.
Usar o rapport não significa aceitar todas as opiniões da outra pessoa, e sim
ouvi-la e fazer com que ela veja que o seu ponto de vista ou valores são
compreendidos e respeitados. É bastante comum pessoas tentarem “forçar” o
rapport, com o objetivo de manipular o outro. No entanto, quando a intenção
não é ter uma ligação genuína com essa pessoa, ela pode desconfiar e reagir
negativamente à tentativa.
O rapport tem grande relevância no mundo empresarial, sendo muitas vezes
usado estrategicamente em processos de negociação e vendas. Norapport, uma

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


33
pessoa mostra interesse na opinião e nos pensamentos do outro, uma atitude
que funciona como facilitadora de qualquer negociação.
Para muitas pessoas, o rapport é algo natural, sendo que elas conseguem criar
uma ligação de respeito e confiança com outras pessoas sem terem que fazer
um esforço consciente.
Em muitas ocasiões, o rapport está relacionado com a sedução, sendo uma
ferramenta usada no contexto de relacionamentos, para melhorar a relação
entre duas pessoas ou para conquistar uma pessoa interessante.
O rapport é frequentemente descrito como um dos fundamentos da
PNL(Programação Neurolinguística), uma ciência que tem a mente humana
como objeto de estudo e que pode ser usada para reprogramar condutas
indesejadas.
A técnica de rapport mais famosa é conhecida como espelhamento. Nesta
técnica, uma pessoa imita alguns elementos da linguagem corporal da outra
(como a postura, gestos, expressões faciais, respiração, etc). No entanto, é
preciso ter cuidado, porque o espelhamento deve ser gradual, ou seja, a
imitação deve ser feita de um elemento de cada vez, para que a outra pessoa
não pense que está sendo alvo de deboche.
A reciprocidade, outra técnica de rapport, consiste em dar presentes ou fazer
favores, sem pedir nada em troca. Outra forma de criar conexões com outras
pessoas é encontrar interesses em comum, para estabelecer um sentido de
camaradagem e confiança.

Técnica 02 – Psicogeografia

Ao iniciar o processo de Coaching, seja através de uma formação ou com o apoio


de um profissional (coach), uma das primeiras técnicas utilizadas é a que
chamamos de “psicogeografia”, que nada mais é do que criar “um ambiente
seguro” onde serão realizadas as sessões. O coachee (cliente) precisa se sentir
protegido e confortável para se envolver completamente no processo e é função
do coach proporcionar esse local de proteção, segurança e sigilo absoluto.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


34
É a partir desse ambiente que o processo será introduzido. O coachee passa a
confiar em seu apoiador e um clima de “intimidade e respeito mútuo” se inicia.
Tudo o que é tratado durante as sessões permanece nas sessões e pertence
exclusivamente ao cliente.
Não há regras ao criar esse local também chamado de “coachtório”, fica a
critério de cada profissional, porém, alguns itens são fundamentais. Escolha um
ambiente clean, com boa iluminação e uma atmosfera acolhedora. As poltronas
ou cadeiras devem ser iguais e dispostas uma de frente para a outra. O coach
deve se sentar sempre ao lado direito em relação ao espaço maior do ambiente
e seu coachee ao lado esquerdo. Uma sugestão é inserir músicas de meditação,
clássicas ou New Age que baixam a frequência cerebral e acalmam a mente.
A Psicogeografia analisa o efeito do ambiente e da geografia nas emoções e
comportamentos dos indivíduos. A posição de um colaborador em uma reunião
de trabalho, por exemplo, já diz muito sobre ele. Essa ferramenta tem sido
muito utilizada por gestores e líderes no cotidiano das organizações para
entender o comportamento dos profissionais. Sentar de frente ou de costas para
uma determinada pessoa gera sensações completamente diferentes.
O lado direito é o lado da força, da liderança. É ele que motiva e guia outros
colaboradores na direção certa. Quando o líder se coloca ao lado direito está
apoiando seus liderados, daí a importância de se manter ao lado direito nas
diversas situações.

Técnica 03 – Teoria Flow e o Coaching

Flow é um estado mental de funcionamento no qual, ao realizarmos


determinada atividade, mergulhamos em uma sensação de foco energizado,
envolvimento total e fluidez no processo de realização. É a experiência de
estarmos completamente imersos em uma atividade, expandindo os limites do
corpo e da mente para realizarmos algo que é, ao mesmo tempo, desafiador e
recompensador.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


35
O conceito da Teoria de Flow foi proposto pelo professor de psicologia Mihaly
Csikszentmihalyi, que o estuda desde os anos 60. Segundo ele, o flow é o modo
mais poderoso de colocar as emoções a serviço da performance e do
aprendizado. No flow, as emoções não são apenas contidas e canalizadas. São,
também, positivas, energizadas e alinhadas com a tarefa que está sendo
executada. Um de seus traços característicos é a sensação de alegria
espontânea – ou até mesmo de elevação – durante a performance. Ao mesmo
tempo, o flow também é descrito como um foco profundo no que está sendo
realizado, a ponto de todo o resto ficar em segundo plano.
Flow significa “fluir” em inglês. Csikszentmihalyi escolheu este nome porque,
durante seus estudos, as pessoas referiam-se a esse estado por meio da
metáfora da água fluindo. Csikszentmihalyi começou a pesquisar o flow ao
observar o modo como determinados profissionais, principalmente os artistas
plásticos, eram capazes de mergulhar completamente no trabalho. Talvez o
exemplo mais famoso de flow seja o de Michelangelo. De acordo com registros
históricos, ao pintar os célebres afrescos da Capela Sistina, o artista da
Renascença era capaz de passar dias a fio imerso em sua criação. O flow,
contudo, não é privilégio de artistas e atletas. Estudos indicam que ele pode
ocorrer em qualquer tipo de atividade – inclusive no coaching.

Benefícios do flow
De acordo com vários pesquisadores, o flow contribui para:
● Aumentar o repertório emocional, cognitivo e social do indivíduo. Com
o flow, crescemos em complexidade, florescemos mais e nossas conquistas
aumentam.
● Aumentar o bem-estar e o desempenho dos funcionários – o flow tem
uma sólida e bem documentada relação com o aumento da performance.
● Elevar a motivação, o senso de engajamento e a percepção do
crescimento pessoal.
● Desenvolver um “roadmap” para atingir a excelência no coaching,
segundo sugerem estudos feitos pela coach e psicóloga de Harvard Carol
Kauffman.
Atrelado ao coaching, o flow tem uma forte correlação com o desenvolvimento
de competências. Quando alguém está “em flow”, está, também, trabalhando
para desenvolver a excelência na atividade em questão. Ocorre que, para estar
“em flow”, é necessário que o grau de desafio oferecido pela atividade seja
compatível com o grau de competência atual da pessoa. Quando a competência
aumenta, o desafio também precisa aumentar para que o flow continue a ser
gerado. Isso cria um círculo virtuoso no qual desafio e competência aumentam
gradualmente.

Técnica 04 – Shazan
Conjunto de 4 perguntas poderosas para trazer a tona fatos que estão guardados
a 7 chaves no subconsciente do Coachee.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


36
Técnica 05 – Escala
Indicador de performance/mensuração de resultados – “de 0 a 10 o quanto você
pode melhorar no comportamento X para alcançar seus objetivos?”

Técnica 06 – Ressignificação
Essa técnica tem como objetivo, fazer o Coache falar sobre seu aprendizado ao
final da sessão. Também é uma boa oportunidade do Coach receber um
feedback de seu coachee.

Técnica 07 – Patrocínio positivo


Outra poderosa técnica do Coaching, o patrocínio positivo se utiliza de diversas
afirmações poderosas que focam no positivo. Isso gera mais confiança e
receptividade do profissional que recebe o feedback. “Eu estou com você”,
“Você consegue”, “Estamos juntos nessa” e “Você possui todas as habilidades
necessárias para gerar bons resultados” são alguns exemplos dessas afirmações
positivas. O profissional se sentirá motivado e terá a segurança de que há
alguém que realmente o está ajudando a fazer um trabalho de excelência e
também sentirá que a empresa tem confiança em seu potencial.

Técnica 08 – Recapitulação
O objetivo desta técnica é criar uma comunicação eficiente; gerar
receptividade e dar feedback. Ela consiste em repetir de forma igual ou similar
as afirmações do Coachee. Reframe – técnica de reenquadramento – é uma
forma de levar o cliente a perceber uma determinada situação de um ponto de
vista diferente.

Técnica 09 – Coaching education


É uma forma sintetizada de passar a essência e a profundidade do processo de
Coaching.
Coaching é um processo em que duas pessoas e/ou grupo de pessoas fazem uma
parceria, um pacto, criando um ambiente sinergético, um local seguro, em que
se comprometem a dar o melhor de si para acelerarem o alcance de metas e
objetivos.
Dessa forma, o Coaching Education é a arte da cocriação. É um processo onde
o coach tem um papel de apoiador, compartilhador, guia e incentivador. Pode

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


37
funcionar como uma alavanca, como âncoras. Quando duas pessoas se
conectam, ambos compartilham da melhor parte do outro.

Técnica 10 – Faz sentido para você?


Essa é uma pergunta poderosa que deve ser feita pelo Coach em quase todas as
sessões. Essa pergunta leva o Coachee a academia do pensamento. Tira ele das
respostas e decisões automáticas. As coisas precisam fazer sentido em nossas
vidas. E quando o Coach faz essa pergunta a seu Coachee, inevitavelmente o
levará a analisar se tal decisão realmente tem sentido em sua vida.

Técnica 11 – O seu jeito é o jeito certo


O Coaching trabalha valorizando a individualidade. Como cada cliente entende
o mundo, como ele se vê, quais são seus valores e seus objetivos. Honrando e
respeitando a história de cada cliente, conseguimos desenvolver uma
verdadeira relação de parceria.
Uma das bases do trabalho no Coaching é que você pode conseguir o que quer
sendo do jeito que é. Você pode realizar o que quiser identificando seus pontos
positivos e seus pontos de melhoria. Incrivelmente, descobrimos durante o
processo que, talvez talvez, seu jeito seja mesmo a melhor maneira possível de
se alcançar o que você tanto quer.

Técnica 12 – Diário de bordo


O Diário de Bordo é um caderno ou pasta no qual o estudante registra as etapas
que realiza no desenvolvimento do projeto. Este registro deve ser detalhado e
preciso, indicando datas e locais de todos os fatos, passos, descobertas e
indagações, investigações, entrevistas, testes, resultados e respectivas
análises. Como o próprio nome diz, este é um Diário que será preenchido ao
longo de todo o trabalho, trazendo as anotações, rascunhos, e qualquer ideia
que possa ter surgido no decorrer do desenvolvimento do projeto.

Técnica 13 – Psicologia positiva


A Psicologia Positiva é o mais moderno estudo da psicologia, desenvolvido no
final do século XX, por Martin Seligman Ph.D. – professor da Universidade da
Pensilvânia, nos Estados Unidos. É a ciência que estuda como despertar e
manter a felicidade autêntica.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


38
Seligman buscou entender o que leva os indivíduos a se sentirem plenos e
realizados, identificou as virtudes e forças de caráter que sustentam
verdadeiramente as emoções positivas, estimulam o alto desempenho e
promovem o bem estar e prosperidade.
Este movimento científico surgiu com o intuito de compreender os traços
positivos dos seres humanos, e como eles se manifestam, abrindo novas
perspectivas para a apreciação do potencial do ser humano. Martin Seligman,
considerado o pai da psicologia positiva, afirma que para vivermos bem,
necessitamos de:
● Emoções Positivas
● Engajamento, fluidez
● Relacionamentos Construtivos
● Propósito, engajamento e realizações
A Psicologia Positiva é o mais moderno estudo da psicologia, desenvolvido no
final do século XX, por Martin Seligman Ph.D. – professor da Universidade da
Pensilvânia, nos Estados Unidos. É a ciência que estuda como despertar e
manter a felicidade autêntica.

Técnica 14 – Tríade do tempo


Nada melhor do que um profissional produtivo não é mesmo? Esta característica
é um dos pontos mais visados por gestores seja qual for a área de atuação.
Quando fala-se em produtividade é preciso pensar na administração do tempo
e devido a correria do ambiente do trabalho nem sempre é possível se organizar
para resolver tudo em seu devido momento.
Uma das metodologias mais conhecidas do mercado que mede a produtividade
de um profissional e mostra por meio de um modelo comprovado para
organização de tempo é a Tríade do Tempo. Nesta metodologia acredita-se que
o tempo é uma trindade dividida em três esferas que são: importância, urgência
e circunstâncias.
A metodologia foi idealizada por Christian Barbosa -especialista em
gerenciamento do tempo e produtividade pessoal e é aplicada por diversas
organizações como a Great Group, empresa referência em Consultoria e Gestão
Empresarial.

Técnica 15 – Roda da vida


O nome soa exótico, mas o propósito é dos mais práticos possíveis. Muito
utilizada em sessões de coaching, a Roda da Vida surge no papel como um
círculo separado em partes e ajuda a criar um panorama pessoal e holístico de
dado momento da sua vida. Com ela em mãos, é possível analisar problemas,
elencar prioridades e traçar planos futuros para atingir um novo equilíbrio.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


39
“É uma ferramenta simples, mas que pode oferecer insights profundos”, diz
Stephanie Crispino, coach responsável pelo programa Catálise, do Na Prática.
“Antes de mais nada, ela pergunta: como eu estou?”, resume. Em nosso
treinamento, ensinamos como usar essa ferramenta nas sessões utilizando-se
de planilhas e aplicativos.

Técnica 16 – Feedback burguer

O feedback é uma ferramenta de autodesenvolvimento e, a partir do momento


em que passa a ser vista como tal dentro da organização, os colaboradores
sentem-se estimulados e encorajados a continuar desempenhando suas funções
e melhorando cada vez mais, pois o feedback funciona como um combustível
de motivação para melhoria contínua.
Apesar de ser uma ferramenta de aprendizado e melhoria, o feedback ainda é
visto como algo degradante ou até mesmo como insulto. Geralmente por falta
de habilidade e profissionalismo de quem está aplicando ou por falta de
maturidade de quem está recebendo.
Negativo ou positivo, o feedback é um dos instrumentos mais importantes para
a gestão organizacional. Ele é uma ferramenta de retorno, que funciona como
uma avaliação do desempenho de um profissional, de uma equipe, trabalho ou
projeto. Com ele, você consegue situar o profissional quanto ao seu
desenvolvimento e também qualidade de seu trabalho, fazendo assim com que
ele entenda em que ponto está e o que pode ser melhorado em favor de seu
progresso.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


40
Vantagens de saber dar um feedback
Quando utilizado com profissionalismo, o feedback promove melhorias
significativas, mudanças comportamentais, aprimoramento de habilidades,
identificação de pontos fortes e oportunidades de melhoria, para tomar as
ações necessárias com foco na maximização dos resultados. Os funcionários
estarão satisfeitos por terem seus pontos positivos reconhecidos e também por
identificarem quais são suas dificuldades e, assim, trabalharem nas mesmas.

Dicas de coaching para feedbacks produtivos


Para desfrutar de seus benefícios, o feedback deve ser verdadeiro, justo e
imparcial, visando sempre o aprendizado e a melhoria contínua do avaliando.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


41

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


42
Minha história é conhecida se comparada com a de tantos empreendedores que
se aventuram no mundo dos negócios. O sujeito junta uma grana e pensa logo
em montar um negócio.
Às vezes, investe muito, como um empresário que tinha um capital de R$ 800
mil, pagou uma consultoria, montou a casa e quebrou em 4 meses.
Às vezes, dá certo, mas segundo o SEBRAE 52% as empresas brasileiras fecham
as portas depois de três anos.
Por que isso acontece?
Porque o mercado é versátil, exige mudanças constantes para adaptações às
novidades, e as ofertas no mercado são maiores que a demanda.
Por isso, é preciso analisar a concorrência e tentar diferenciar-se.
Eu fui um desses aventureiros.
Comecei meu NEGÓCIO do zero, passei por todos os problemas que muitos já
passaram e ainda passarão.
Aprendi errando e paguei caro por isso.
Como já fiz o que você quer fazer, esse processo de Coaching é sua grande
oportunidade para descobrir o caminho do sucesso.
Acredito que você deve estar cansado de procurar pela informação que tanto
precisa e assim como eu, é possível que você tenha perdido muito tempo
pesquisando, estudando, contratando gerentes caros ou assessorias.
Eu já estive no exato estágio em que você se encontra hoje.
Eu tinha um sonho. Queria ser capaz de criar um protótipo de uma empresa
altamente lucrativa que sobrevivesse sem a minha presença.
O início de minha procura por socorro começou pela internet.
Os sites que pesquisei na época são os mesmos que estão aí até hoje.
Insatisfeito com o resultado das pesquisas feitas em português comecei a
pesquisar no Google em outros idiomas.
Virei um garimpeiro de internet e mesmo assim não encontrei a solução para os
meus problemas.
Depois comprei livros, li todos os livros possíveis que poderiam me ajudar na
alavancagem de meu negócio.
Comecei a participar de palestras, e não demorou muito me tornei um
frequentador assíduo de palestras.
Depois iniciei uma campanha na participação de cursos direcionados a minha
área de atuação.
O resultado de tudo isso, foram dicas rápidas e superficiais, todas elas muito
parecidas, que não me deram nenhuma base para organizar minha empresa,

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


43
diminuir meus problemas com mão de obra, melhorar minha lucratividade,
aumentar minhas vendas, melhorar minha qualidade de vida, etc…
Depois contratei consultores do SEBRAE, gastei muito dinheiro com acessórias
empresariais, a cada dois meses tinha um consultor diferente dentro de minha
empresa, mas isso de nada adiantou.
Certa vez, um desses consultores do SEBRAE me sugeriu o Empretec.
Fiz o treinamento, foi muito bom, voltei mais focado, mesmo assim não
conseguia resolver alguns problemas pontuais dentro de meu negócio, como a
organização financeira, padronizações, rotatividade de funcionários, problemas
trabalhistas, falta de lucratividade, dívidas, etc.
Em seguida, a fim de conhecer os problemas de empresários e entender melhor
o que acontecia comigo me envolvi em associativismo. Tornei-me coordenador
de uma Via Gastronômica em Florianópolis e descobri dezenas de outros
empresários com os mesmos problemas que o meu.
Nessa frenética busca por ajuda, conheci o Coaching.
Contratei uma multinacional e minhas esperanças foram renovadas.
Mas não demorou muito para a esperança se transformar em decepção.
Os trinta mil reais que investi em seis meses de treinamento, não foram
suficientes para resolver meus problemas e realizar o sonho do modelo de
negócio de funciona sem a presença do dono.
Cancelei o treinamento, mas me apaixonei pela metodologia do Coaching.
Minha obsessão por uma empresa modelo me levou a investir em formações de
Coaching com o objetivo de desenvolver uma estratégia que me levasse a
encontrar o caminho do sucesso para meu negócio.
Todos esses investimentos, longe de serem em vão, foram ações importantes
que me levaram na direção exata para encontrar uma fórmula que pudesse tirar
meu negócio do ostracismo.
Essas ações foram importantes, mas isoladas não poderiam me ajudar a montar
esse quebra cabeça que me desafiou durante tanto tempo.
Foi somente depois de muita pesquisa, de muito tempo investido, de muito
dinheiro, de muitos erros e acertos, de tantas possibilidades, que descobri que
havia me tornado um Expert no assunto.
Fiz de minha empresa um laboratório até juntar todas as peças que resultaram
no sucesso de meus negócios e no conteúdo desse programa.
O que deveria ser apenas um estudo pessoal para salvar minha empresa, tornou-
se no programa de Coaching mais completo que você poderá encontrar para
transformar sua empresa.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


44
Como criei minha empresa de Coaching
Depois de seis meses de laboratório em minha empresa, consegui salvá-la. As
mudanças foram notórias não só para os funcionários e clientes, mas também
para meus concorrentes. Alguns vieram falar comigo sobre o porquê de tanta
mudança.
Foi então que tive a ideia de aplicar o mesmo processo em duas dessas
empresas. Os empresários aceitaram e depois de três meses, suas empresas já
experimentaram uma outra realidade. Fiquei tão entusiasmado que resolvi
montar uma empresa de coaching só para aplicar a metodologia nas empresas.
Foi um sucesso. Alguns meses depois, vendi a parte de minha empresa de
gastronomia a um dos meus sócios e dediquei-me especialmente a levar esse
processo de coaching que já tinha salvo algumas empresas, agora para todo o
Brasil.
Um ano depois já haviam muitas empresas na fila de espera, aguardando para
serem atendidas por mim. Foi então que decidi ensinar a metodologia do
coaching e de meu programa a alguns profissionais. Seis meses depois formei
meu primeiro coach. E para minha surpresa, suas sessões eram melhores que as
minhas. Descobri que tinha uma metodologia incrível, que ensinada para
pessoas incríveis, poderia salvar não somente negócios, mas também as vidas
por trás desses negócios.

Nicho milionário
Para minha surpresa, a lista de espera de pequenos e médios empresários só
aumentava. Descobri que o mindset para dinheiro desses donos de empresas é
totalmente diferente do mindset de um trabalhado comum. Um pequeno
empresário vê passar por suas mãos muito dinheiro durante um mês. Ele sabe o
valor de seu dinheiro. Está acostumado a pagar faturas altas todas as semanas.
E sabe o quanto pode perder se seu negócio não crescer. Então quando eu
apresentava o valor do programa de coaching para salvar seu negócio, para
minha surpresa, era aceito sem muitas objeções. Havia descoberto uma mina
de ouro, mas não tinha ainda a dimensão completa dessa oportunidade.

Nicho pequeno e muito concorrido


Como tinha feito algumas formações de coaching, aprendi na maioria delas a
trabalhar com o Life Coaching e em todas elas conclui os treinamentos
entusiasmado para trabalhar esse nicho. Quando nos formamos como Coach,
saímos dessas formações acreditando que o mundo inteiro precisa de nós e nos
contrataram.
Investi dinheiro montando um coachtório, mais dinheiro com propagandas e
mais dinheiro com mais treinamentos. Três meses depois me vi obrigado a
fechar meu lindo coachtório por falta de faturamento para manter as despesas.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


45
Descobri que infelizmente no Brasil não tem público alvo suficiente com
condições de pagar por um processo de coaching. O quadro só piora, uma vez
que a cada dia, mais e mais pessoas se formam como coach, na esperança de
ganhar dinheiro em nichos que não podem pagar.
Pagam caro para receber um certificado com selos internacionais que não
podem trazer clientes a eles. Por isso, tome muito cuidado em escolher investir
em certas formações de coaching.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


46

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


47
Na véspera de uma prova, quatro alunos resolveram aventurar-se: decidiram
viajar e faltar à prova e então depois "dar um jeitinho" e enrolar o professor na
volta da viagem. Voltaram na terça, sendo que a prova havia ocorrido na
segunda. Então dirigiram-se ao professor: "Fomos viajar, o pneu furou, mas não
conseguimos consertá-lo, tivemos mil problemas, e por conta disso tudo, nos
atrasamos, mas gostaríamos de fazer a prova". O professor, sempre
compreensivo disse: "Claro, vocês podem fazer a prova hoje à tarde, após o
almoço". E assim foi feito. Na hora da prova, o professor colocou cada aluno em
um canto da sala e começou a ditar a prova: "Primeira pergunta, valendo 1
ponto...", e fez a pergunta. Segunda pergunta, valendo 9 pontos: Qual pneu
furou na viagem?"
Uma das coisas que mais escravizam o ser humano são as informações falsas
para se obter algum proveito ou vantagem. Infelizmente é algo que sempre
veremos em qualquer área, como no mercado de Coaching por exemplo. As
ofertas de formação em coaching tem multiplicado no Brasil nos últimos anos e
consecutivamente o número de instituições oferecendo cursos de qualidade
duvidosa também tem se multiplicado, alicerçados em falsas promessas.
O conselho é que antes de decidir em investir numa formação, obter o máximo
possível de informações para essa importante escolha. Opte por uma
organização que lhe passe credibilidade, segurança e a garantia de uma
formação que, acima de tudo, lhe transforme em um profissional qualificado.

1 - Tome alguns cuidados com informações falsas:


Algumas formações usam falsamente universidades famosas para avalizar seus
cursos. Isto é uma farsa, outras utilizam universidades americanas para que
sirvam de referência e, assim, possam ganhar credibilidade para seus
treinamentos motivacionais. Não existem processos de coaching patenteadas,
isto é uma farsa, exija qualidade e verifique se seu certificado é
verdadeiramente reconhecido internacionalmente. Numerosas cargas horárias
de treinamento, contando até hora de almoço, faça as contas.

2 - Cuidados com alguns instrutores de coaching:


Algumas empresas contratam seus alunos para apresentarem os cursos de
primeiro nível. São profissionais sem nenhuma ou pouca experiência prática em
coaching; O máximo que podem entregar são boas palestrantes e motivacionais
com muita música e dança. Outros afirmam ter números, como 5 mil horas, 7
mil horas ou até 12 mil horas de coaching. Você já parou para fazer a conta de
quanto tempo é preciso para chegar a estes números?

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


48
3 - Cuidados com sua integridade física:
Submeter os formandos a dinâmicas absurdas, como: quebrar madeira, andar
na brasa, entortar barra de ferro no pescoço, caminhada sob cacos de vidro,
entre outras, não é Coaching. A Sociedade Latino Americana de Coaching relata
que não há discriminação alguma com estas práticas, mas também informam
que isso não é COACHING em nenhum lugar do planeta.

4 - Cuidados com a estrutura do curso:


Alguns treinamentos parecem cópias de cultos espirituais, com poucas
demonstrações práticas verdadeiras de coaching; Salas completamente cheias
com pouco acesso ao treinador; Ambiente estrategicamente manipulado para
coibir suas possíveis perguntas. Alguns cursos ensinam consultoria em diversas
áreas, como: Recursos Humanos, Financeiro, Imagem, Vendas, Liderança e
Gestão de Pessoas e chamam tudo isso de coaching.

5 - Cuidado com instituições que não lhe dão


garantias
Na Line Coaching o projeto “Impulsão Profissional oferece uma Bolsa de estudos
no valor de 90% do investimento total da formação em Life Coaching e Business
and Executive Coaching, com a garantia de trabalho na empresa após a
formação. Ainda nesse e-book, você saberá como participar desse projeto e
garantir uma bolsa.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


49

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


50
Como já mencionei anteriormente, alguns nichos não são rentáveis no Brasil
pelo fato do público alvo não ter condições financeiras para bancar um
programa de Coaching. No Life Coaching por exemplo, as oportunidades são
muito escassas. Mas existem alguns nichos que são muito rentáveis. O melhor
nicho que já descobri até o momento é o nicho empresarial, mais precisamente
os pequenos e médios empresários.

Entenda por que a remuneração de um Coach pode


passar dos 7 mil reais
Para manter o sucesso na chamada Era da Competitividade, as empresas, os
times e os profissionais precisam superar uma série de desafios, que vão da
inovação permanente a excelência nos resultados, da eficácia na gestão ao
desenvolvimento de competências, da formação de times de alta performance
ao aumento das vendas e da receita.
Diante deste cenário, o Coaching Empresarial é a melhor resposta aos que
desejam ampliar seus resultados no mundo corporativo. Os treinamentos de
coaching para empresários, focados no desenvolvimento da liderança e do
capital humano, abordam o desenvolvimento de habilidades e competências nas
áreas de administração de conflitos, apresentações em público, delegação de
tarefas, gerenciamento do stress, gestão do tempo, resolução de problemas,
reuniões eficazes e tomadas de decisões.
O Executive Coaching, por exemplo, tem como premissa básica a evolução do
líder e do profissional, alinhada aos objetivos organizacionais e ao crescimento
da empresa.

Coaching empresarial para o aumento de resultados


Aprimorar as competências de liderança, comunicação, administração do
tempo, vendas, entre outras habilidades fundamentais, é oferecer recursos
necessários para otimizar resultados e, consequentemente, aumentar a
lucratividade dos negócios.
Pensando nisso, a Line Coaching desenvolveu treinamentos exclusivos para
atender de forma diferenciada às necessidades das empresas, abordando
conceitos eficientes e práticos que vão da inovação permanente a excelência
nos resultados, da eficácia na gestão ao desenvolvimento de competências, da
formação de times de alta performance ao aumento das vendas e da receita.
Nos treinamentos que focam o âmbito corporativo, o executivo tem a
oportunidade de mudar o conceito que possui de si, da sua liderança e da
competência que a empresa que gerencia possui. Possibilitando o
estabelecimento de novas metas a serem atingidas.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


51
Coaching é a carreira que mais cresce no mundo
Basta fazer uma rápida pesquisa no Google para perceber uma enxurrada de
ofertas de serviços de Coaching no Brasil. “Na América do Norte e Europa são
40 coaches em atividade para cada milhão de habitantes, segundo pesquisa do
ICF. No Brasil, são 4 coaches para cada milhão de habitantes e a média mundial
é de 7 por milhão”.
Com o número instituições que oferecem serviços de Coaching em alta, alguns
cuidados se fazem necessários na hora de decidir quem contratar. O risco de
cair em armadilhas, gastar dinheiro e tempo com profissionais não qualificados
e, não conseguir os resultados desejados na carreira é grande.

O prostituído mercado de formação de Coaching


Muita gente vê no Coaching uma oportunidade de nova carreira, principalmente
consultores, psicólogos, gestores de RH, líderes entre outros. Por isso, algumas
empresas de formação em Coaching usam essa necessidade como marketing
para atrair mais alunos e obter mais lucros.
Muitas instituições formadoras de Coaches foca na perspectiva de que um Coach
ganha bem, um valor alto por sessão, e que com "pouco trabalho" e muito tempo
livre podem obter o valor de R$ 5.000,00 mensais, mas isso apenas com seis
clientes, imagine ter 10 clientes?
Infelizmente, por conta do desejo de encontrar uma melhor opção de trabalho
decidem investir alto e fazer a sua "Formação". Mas não levam em conta, que
estamos no Brasil, e que a realidade econômica é outra, onde professores, não
são valorizados, assim como muitas outras profissões.
A realidade é que o mercado de formação de Coaches tem se pautado por
dinheiro e volume, o custo de uma formação inicial na área é altíssimo, todos
estes valores estão um pouco fora da realidade brasileira, mas na mente de
quem investe parece ser um pequeno investimento para quem vai ter um
"retorno" mensal extraordinário.
Hoje temos em média mais de 100 Coaches formados por mês no Brasil (uma
estimativa até baixa), e com certeza mais de 4000 Coaches já formados em
nosso país, dos quais uma pequena porcentagem efetivamente vive do Coaching
profissionalmente.
Pesquisas revelam que em média apenas 2% dos formandos irão realmente se
tornar um profissional Coach. Ou seja, a cada 100 Coaches formados apenas
dois irão ser profissionais e exercer a profissão. Isso acontece porque nas
rápidas formações de Coaching, ensina-se apenas as técnicas e não como
vender. Por isso vemos milhares de pessoas que investiram em formações,
batendo de porta e porta oferecendo um serviço para um público alvo não
estudado. Resultado, fracasso total.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


52

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


53
1° PASSO
Então, se você pretende investir em uma formação, minha primeira dica é que
você procure uma formação em coaching empresarial, uma vez que o nicho para
Life Coaching ainda é muito pequeno no Brasil. O trabalhador brasileiro que
ganha em média 2.500 reais, não tem condições de pagar um Life Coaching. Por
isso, muitos profissionais que formam-se em Life Coaching, acabaram se
frustrando ao deparar-se com um mercado que não tem condições financeiras
de contratá-los. Portanto, a melhor oportunidade hoje é o Coaching
Empresarial.

2° PASSO
Não gaste dinheiro montando um colchitório, (o escritório do Coach). Pois o
empresário, geralmente atrapalhado com sua gestão de tempo, terá grande
dificuldade de sair de sua empresa para ir até seu escritório. Principalmente
com o trânsito caótico que enfrentamos diariamente. Então economize e evite
esse gasto desnecessário.

3° PASSO
Invista em uma instituição que além de oferecer formação de coaching, venda
processos de coaching testados e aprovados para empresas ou tenha franquias
de coaching funcionando. Esses processos testados geralmente possuem cases
de sucesso. Se você é um bom Coach, com um bom processo em mãos, fará
grande sucesso. Você poderá ser um dos franqueadores.

4° PASSO
Após sua formação, invista em uma franquia que já tenha um processo de
coaching e processo de vendas testado e aprovado. De acordo com a Associação
Brasileira de Franchising, as franquias estão em crescimento há uma década. A
boa notícia é que começam a se popularizar no mercado as microfranquias,
negócios mais acessíveis que exigem investimento inicial muito baixo. Os
franqueados podem trabalhar em casa e economizar nas despesas de
infraestrutura. Não enfrentar trânsito todos os dias e ter liberdade para gerir o
próprio tempo são outros fatores que explicam o sucesso das franquias e
microfranquias.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


54

Formação com oportunidade de Empreender!


A Line Coaching uma das empresas de Coaching que mais cresce no Brasil,
desenvolveu uma metodologia inédita que já salvou milhares de empresas no
Brasil. O sucesso, levou a empresa a abrir centenas de franquias Home Based
pelo país e portanto necessitando atender uma demanda que atualmente já não
é possível dar conta.
Dessa demanda, nasceu o projeto “Impulsão Profissional”. Segundo o CEO da
empresa, Clailton Luiz, a empresa até o final do ano estará oferecendo uma
Bolsa de estudos no valor de 90% do investimento total da formação em Life
Coaching e Business and Executive Coaching, para que logo após sua formação,
os formandos possam trabalhar no projeto.
Para essa primeira fase do projeto, a empresa estará abrindo 100 vagas para
aqueles que desejam empreender após a formação. Os candidatos não precisam
ter experiência na área, e muito menos ter que pagar 10 mil reais para se tornar
um Coach, e depois ter que bater de porta em porta pedindo oportunidade de
trabalho nessa área. Os candidatos só precisam ser pessoas dinâmica, focadas,
e terem muita disciplina.
A outra boa novidade é que essa formação, dará direito também ao candidato
de negociar futuramente uma franquia com 90% de desconto diretamente com
o diretor da empresa, afirma Clailton Luiz..
Essa é a única formação de Coaching no Brasil que dá uma oportunidade
trabalho ou de empreender após a formação.
Você busca por uma Oportunidade de Trabalho com uma empresa que dá valor
ao seu potencial?
Se a sua resposta é sim, então nós temos uma informação que pode levar você
a realizar os seus objetivos de conquistar uma linda carreira profissional, e
transformar a sua vida de uma forma realmente incrível.
A Line Coaching uma das empresas de Coaching que mais cresce no Brasil,
desenvolveu uma metodologia inédita que já transformou milhares de empresas
no Brasil. O sucesso, levou a empresa a abrir centenas de franquias Home Based
pelo país e portanto necessitando atender uma demanda que atualmente já não
é possível dar conta.
Dessa demanda, nasceu o projeto “Impulsão Profissional”. Segundo o CEO da
empresa, Clailton Luiz, a empresa até o final do ano estará oferecendo uma
Bolsa de estudos no valor de 90% do investimento total da formação em Life
Coaching e Business and Executive Coaching, para que logo após sua formação,
os formandos possam trabalhar no projeto.
Para essa primeira fase do projeto, a empresa estará abrindo 100 vagas para
aqueles que desejam atuar como Coach após a formação. Os candidatos não
precisa ter experiência na área, e muito menos ter que pagar 10 mil reais para
se tornar um Coach, e depois ter que bater de porta em porta pedindo

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


55
oportunidade de trabalho nessa área. Os candidatos só precisam ser pessoas
dinâmica, focadas, e terem muita disciplina.
A outra boa novidade é que essa formação, dará direito também ao candidato
de negociar futuramente uma franquia diretamente com o diretor da empresa,
afirma Clailton Luiz..
Essa é a única formação de Coaching no Brasil que dá uma oportunidade
trabalho ou de empreender após a formação.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


56

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


57

Naturalmente, para cada caso de sucesso, existem dezenas de fracassos. Dentre


as características necessárias a um empreendedor, uma das principais é a
persistência. Nunca ouvi falar de alguém que empreendeu com sucesso sem ter
mantido a perseverança mesmo quando tudo parecia perdido. Sem dúvidas, a
capacidade de aguentar um pouco mais pode fazer toda a diferença entre o
sucesso e o fracasso.
Albert Einstein
Às vezes, aquilo que consideramos insucesso, muitas vezes são apenas um
caminho mais turbulento para chegarmos ao objetivo. Albert Einstein, por
exemplo, não falou até aos seus 4 anos de idade, e não aprendeu a ler até aos
seus 7 anos. Um dos seus professores classificou-o como um aluno “lento” e
com “mentalidade reduzida”. A realidade é que Einstein tinha uma forma muito
peculiar de pensar, e anos mais tarde viria a ser galardoado com o Prémio Nobel
da Física.
Henry Ford
Henry Ford, por exemplo, teve um percurso bem complexo nos seus primeiros
anos enquanto empreendedor. A sua primeira empresa ligada a automóveis
faliu. O próprio abandonou a sua segunda empresa por incompatibilidades com
o seu sócio, e a sua terceira empresa acabaria também por não ter sucesso pelo
declínio das vendas. Ainda assim, Ford foi um dos maiores visionários do Mundo
e considerado um dos maiores empreendedores da história da humanidade. Até
hoje o seu nome perpetua através da empresa Ford Motor Company.
Oprah Winfrey
Oprah Winfrey é outro exemplo de como o sucesso muitas vezes exige
persistência. A reconhecida multimilionária apresentadora de televisão
americana, foi inicialmente despedida do seu trabalho enquanto repórter, por
ter demasiado peso e não ser elegante para aparecer na televisão. Hoje é
possivelmente a maior e mais reconhecida apresentadora de televisão de todos
os tempos, e a rainha dos talk-shows norte-americanos.
James Dyson
James Dyson, ficou famoso pela sua marca de aspiradores Dyson. A Dyson é hoje
a maior fabricante de aspiradores dos Estados Unidos e uma das maiores do
mundo. Mas James Dyson não teve sucesso de primeira. Na verdade, James
criou 5126 protótipos do seu primeiro aspirador, gastou todas as suas poupanças
acumuladas ao longo de 15 anos, e nenhum deles funcionou. O primeiro
protótipo funcional da Dyson, foi na verdade o protótipo 5127 criado por James
Dyson.
Elon Musk
Uma das histórias mais incríveis que conheço é a de Elon Musk. O atual fundador
da Tesla Motors, da SpaceX e da Solar City, foi um dos co-fundadores do Paypal,
a reconhecida e popular plataforma de pagamentos online que é hoje utilizada
por milhões de utilizadores em todo o mundo. Já depois do sucesso do Paypal,

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


58
Elon Musk resolveu vender a sua parte da empresa, e embolsou qualquer coisa
como 180 Milhões de dólares. Elon Musk decidiu então colocar 100 milhões de
dólares na criação da SpaceX, cerca de 70 milhões de dólares na criação da
Tesla Motors, e por fim 10 milhões de dólares na criação da Solar City. O
engraçado no meio disto tudo, é que Elon Musk fez um completo all-in na
criação de três negócios distintos, e acabou por ter de pedir dinheiro
emprestado para pagar as contas de sua renda familiar. Todo o seu dinheiro foi
investido na criação destas empresas. Hoje a Tesla Motors está avaliada em 27
biliões de dólares e a Solar City em 4,2 biliões de dólares. A SpaceX ainda não
está cotada em bolsa, mas tem feito inúmeros progressos que levarão
certamente o homem novamente à Lua e possivelmente a Marte, através das
suas expedições espaciais.

Thomas Edison
Dentre os maiores exemplos de persistência, temos Thomas Edison, que no
processo de inventar a lâmpada fez mais de 10 mil experimentos. Questionado
sobre seu fracasso, ele respondeu “Eu não fracassei, apenas descobri 10 mil
maneiras que não irão funcionar”. Repare que ele não tentou 10 mil vezes a
mesma maneira, tentou 10 mil maneiras diferentes.

Chris Gardner
O filme À Procura da Felicidade, de 2006, conta a história do empresário Chris
Gardner (interpretado por Will Smith), que mesmo sentindo na pele a crise que
seu país estava enfrentando, não desistiu de lutar pelos seus sonhos e pela sua
felicidade.
Mesmo perdendo sua casa, sua esposa (que o deixou), seu emprego, passando
a dormir em abrigos e na rua, a esperança de melhores dias não saía do coração
de Chris.
Chris não desistiu no primeiro obstáculo, manteve a fé viva dentro de si, lutou,
sonhou, perseverou e por fim alcançou.
A motivação de Gardner partiu da necessidade. Ele não desistiu de dar uma vida
melhor ao filho até conseguir. Busque motivação antes que situações ruins
aconteçam e te obriguem a passar por momentos que poderiam ser evitados. A
busca inquietante por dias melhores, e principalmente, pela felicidade, fizeram
Chris Gardner se tornar um dos homens mais ricos dos Estados Unidos e
reconhecido mundialmente.
Isso pode acontecer sim em sua vida, basta você acreditar e lutar para que
aconteça. A motivação e o medo não podem andar juntos, você precisa escolher
qual dos dois quer que caminhe junto a você.
“O gênio é composto por 2% de talento e de 98% de perseverante aplicação’’
(Ludwig van Beethoven)

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


59

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


60
Inevitavelmente as crises vêm em nossas vidas, não importa o que podemos
tentar para evitá-las. Elas são, experiências ou acontecimentos que nos levam
a sair da nossas indesejadas e preocupantes zonas de conforto. Tipicamente, as
crises resultam em algum tipo de perda. A própria natureza da crise é a antítese
de nossos valores fundamentais de segurança e previsibilidade.
Quando o caos parece prevalecer, tentamos desesperadamente restaurar a
ordem das coisas em nossas vidas. No entanto, se aprendermos a ressignificar
a forma como traduzimos a crise, podemos realmente tirar proveito dela. Existe
um potencial para essa alquimia, quando a crise se desdobra em um ganho,
desde que aprendemos a parar de resistir a essas inevitáveis mudanças
indesejadas.
A crise pode ser financeira, relacional, psicológica, profissional ou de natureza
espiritual. Normalmente, tentamos evitar esses transtornos de todas as formas.
Nos sentimos como vítimas das circunstâncias, lutando desesperadamente para
segurar a vida como a conhecemos.
Normalmente, essa necessária mudança pessoal requererá a nossa motivação e
uma sincera intenção e desejo de mudança, que servirá como catalisador para
alimentar essa transição. A crise, elimina a exigência de auto-motivação, uma
vez que nos coloca diretamente fora da nossa zona de conforto familiar. A crise
literalmente remove os limites que nos protege. É como se um tornado nos
varresse, e quando abrimos nossos olhos, percebemos que tudo mudou. Esse
turbilhão de desafios nos coloca muito além dos limites que conhecemos. Nós
normalmente nos encontramos querendo desesperadamente voltar para dentro
da zona de conforto, mas a crise se opõe a esse desejo e nos puxa para fora.
Não há retorno. E é aí que a oportunidade nos encontra.

Uma porta que se abre


Crescimento e níveis fundamentais de mudança só tendem a ocorrer quando
estamos fora da nossa zona de conforto. Podemos nos referir a isso como um
desequilíbrio, uma fase em que certeza e previsibilidade não reinam. Assim,
podemos olhar para a crise como uma bênção disfarçada, embora indesejada.
Steve Jobs pode ter se sentido um derrotado ou uma vítima depois de ter sido
demitido da Apple há muitos anos. Mas ele escolheu ressignificar isso de outra
forma. Após sua demissão, ele agarrou a crise pelos chifres, vendo oportunidade
onde outros não a viam. Ele passou a comandar uma pequena empresa de
animação e a transformou em o rolo compressor conhecido como Pixar. Quando
a Walt Disney Company comprou a Pixar em 2006, Jobs imediatamente se
tornou o maior acionista da Disney. A moral da história é que quando a mudança
indesejada acontecer; olhe para além dela e agarre esse desconforto. A vida
requer essa tensão.
A crise é apenas um momento instantâneo no tempo, uma porta que acabou de
se abrir e que nós preferimos fechar rapidamente para não saber o que tem
dentro dela. Mas para alcançarmos o sucesso, precisamos olhar para além da

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


61
zona de conforto e descobrir o que há por trás dessa porta que acaba se abriu.
O indivíduo cujo cônjuge pede divórcio ou é trocado por outra pessoa se sente
traído e talvez deprimido. Depois de um tempo, porém, ele pode de fato vir a
se sentir grato por ser libertado de um relacionamento indigno e inautêntico.
Isto é particularmente verdadeiro se ele evoluir através da perda e se beneficiar
de uma relação nova e mais saudável.
Eu fervorosamente acredito que toda crise representa uma oportunidade. Crise
e oportunidade são apenas diferentes aspectos do processo. Ou vamos escolher
nos concentrar na crise e nos deixar congelar pelo medo, ou vamos perguntar
que tipo de oportunidade a crise pode estar nos oferecendo? Vamos dar uma
olhada mais profunda dos fenómenos da crise.

Iluminando a crise
As crises tendem a apresentar-se como circunstâncias agudas ou crónicas. Por
exemplo, há uma turbulência econômica que está levando o Brasil e a economia
mundial em perturbações altamente voláteis, fazendo a riqueza e emprego
literalmente desaparecer. No dia a dia da maioria das pessoas, uma crise
externa não criada por elas, chove torrencialmente sobre suas vidas, no
entanto, através destas perdas, muitas pessoas estão ressignificando seus
valores, escolhas e consecutivamente fazendo ajustes que realmente vem a
beneficiá-las.
Um executivo de uma multinacional, me procurou após ser demitido nesse
momento de crise. Depois de 10 anos dedicando-se mais para a empresa do que
para sua família, fator que quase o fez perdê-la, sentia-se agora desorientado.
A perda de seu emprego no primeiro momento o paralisou de medo. Depois de
um tempo, porém, ele foi capaz de ressignificar o momento a avaliar suas
prioridades. Ele agora trabalha em seu Home office, a partir de casa como
Coach empresarial, e sua família e ele se beneficiaram muito com a mudança.
Um problema de saúde inesperado ou a morte de um ente querido pode trazer
ansiedade ou perda. No entanto, por mais dolorosos e estressantes que estes
desafios e perdas podem ser, a oportunidade de ressignificá-los nesse
importante momento da vida a partir de uma perspectiva diferente podem
trazer crescimento e transformações incríveis para sua vida.
Crises crônicas são mais pessoais, assim elas se manifestam tematicamente ao
longo da vida. Desde conflitos de relacionamento, batalhas com a baixa auto
estima ou depressão tendem a recorrer ao longo da vida. Esses padrões são
perpétuas mini crises que aguardam uma resolução mais fundamental. Aprender
a olhar para os padrões que estabelecem esses desafios podem ajudar a
desenvolver um ponto de vantagem a partir do qual você pode atribuir novo
significado a acontecimentos através da mudança de sua visão de mundo. Em
outras palavras, quais são as histórias recorrentes de sua vida? Qual é a sua
participação nesta história? Qual a tradução que você faz desses
acontecimentos?

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


62

Onde está a chance?


Vamos nos aprofundar um pouco mais fundo na oportunidade que prevalece
através destas dificuldades. Crise é definida no dicionário aurélio como:
"Conjuntura ou momento perigoso, difícil ou decisivo; ou seja, um ponto de
mudança. "Se nos concentrarmos na frase" ponto de mudança", poderíamos nos
perguntar: "Para onde estamos indo?" É nesta contemplação não reativa que
podemos optar por buscar oportunidades. Mas esta potencialidade se torna
obscurecida quando estamos atolados na perda do que é familiar ao invés de
nos aventurarmos no novo. Este ponto de mudança é precisamente onde ocorre
a transformação.
Será que devemos olhar para o potencial desdobramento da mudança, ou
devemos nos concentrar na perda que essa mudança provoca do que era
familiar? Sua resposta revela a sua relação entre a perda e oportunidade. Em
última análise, a questão é se nós escolhemos traduzir a crise como um
congelamento no pântano do desconhecido ou buscamos a oportunidade no
novo território que está se desdobrando diante de nós. Quando a ansiedade se
apresenta nos faz recuar, quando o otimismo se apresenta, evoca o
crescimento. Liberte-se da influência da zona de conforto e abrace o seu
relacionamento com oportunidade. Eles estão inversamente correlacionados.
Existe uma constante no universo; o fluxo. Um movimento contínuo de algo que
segue um curso. O que chamamos de crise é simplesmente a ocorrência desse
fluxo. Ela será sempre inevitável. Nós não somos os mestres desses movimentos,
não controlamos as mudanças, e se liberarmos nossa necessidade de controlá-
los, podemos montar nas ondas da mudança e muitas vezes transformá-la em
oportunidades.
Como o salmista Davi escreveu, "A sua ira dura só um momento; no seu favor
está a vida; o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã" Ou
seja, mudança acontece. Prepare-se para ela.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


63

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


64
Finalmente, ao terminar esse o-book, eu vou lhe mostrar como você poderá ser
reconhecido como uma autoridade em Coaching em sua cidade, salvando
negócios em apuros e ainda ganhar muito bem por isso.
Mesmo que você não tenha qualquer experiência nesta área até o momento, ou
até já tenha se formado em Coaching ou já esteja trabalhando, ao concluir
nosso o “Impulsão Profissional”, você vai trabalhar conosco atuando no único
nicho de mercado no Brasil com potencial para pagar muito bem por um
processo de Coaching.
Mas antes de passar mais informações sobre este projeto, você precisa saber
porque o projeto Impulsão Profissional é a única formação de coaching no
Brasil que tem o poder lhe dar verdadeiramente uma oportunidade de trabalho
após a formação.

Primeiro: Como já mencionei anteriormente, porque não existe no Brasil


mercado para você ganhar dinheiro apenas fazendo life Coaching. Um
profissional que ganha 5 mil reais por mês, não poderá lhe pagar R$ 3.500 por
um processo e Coaching. (Valor que um coach que está começando poderia
cobrar). E olha que são poucos os brasileiros que ganham esse salário. apenas
depois de muito tempo eu descobri um nicho que é uma verdadeira mina de
ouro.

Segundo: As formações de Coaching que existem no mercado, apesar de sérias


e muitos boas, apenas entregam uma verdadeira overdose de informações ao
aluno, más o mais importante, não preparam o aluno para o nicho em que deve
atuar e como desenvolver sua carreira após a formação. É o mesmo sistema de
ensino que a anos forma profissionais que após suas formações acabam não
exercendo suas profissões.

Terceiro: Apenas os certificados internacionais não vão lhe trazer clientes.


Muitas pessoas investem alto para conquistar os certificados internacionais
oferecidos pelos institutos sérios que existem no Brasil. Eles são importantes,
mas sozinhos não vão impulsionar sua carreira. Uma de minhas frustrações foi
nunca ter o prazer de mostrar meus certificados e selos internacionais aos meus
clientes. O que eles querem saber é da garantia de meu processo, para quantas
pessoas meu processo de coaching foi aplicado, quantos cases de sucesso tenho
colecionado, etc. Acredite, poucos vão querer saber se você tem em seus
certificados selos da European Coaching Association ou da Internacional
Association Coaching, aliás, eles nem sabem que elas existem.

Quarto: Os institutos não acompanham sua carreira após a formação. Talvez,


a fase em que você mais precisaria daqueles que lhe ensinaram é a fase em que
você ficará completamente sozinho. É por isso que o número de pessoas que
investem nas formações de coaching e não atuam nessa área só aumentam no
Brasil. Isso porque o objetivo principal das empresas que formam Coachees é
apenas dar a eles uma certificação. A partir daí, o problema é do formando.
Aliás, não é assim que funciona nas formações acadêmicas? A coisa é tão séria
que hoje já existem profissionais vendendo cursos para ensinar “como fechar
contratos de coaching” para aqueles não conseguem espaço no mercado.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


65
Eu já senti pessoalmente todo esse drama na pele. Como muitos que estão me
assistindo agora, já gastei muito dinheiro acumulando formações, na esperança
de ser reconhecido em minha cidade como um Coach de sucesso. Empolgado
com essas formações, cheguei a investir muito dinheiro montando meu
Coachtório só para depois descobrir que não precisa dele. Não me arrependo
de nenhuma dessas experiências, de alguma forma, o que pude aproveitar com
meus erros, acertos e aprendizado me ajudaram a construir o projeto Impulsão
Profissional. E a mais incrível de todas as descobertas, saber que não precisaria
ter investido um centavo depois da minha formação, para alcançar a autoridade
que hoje tenho. Nesse projeto você vai aprender tudo sobre o único nicho
milionário de Coaching no Brasil e como evitar o erros que eu cometi no início
da minha carreira e milhares de pessoas estão cometendo todos os dias e assim
conseguir chegar mais rápido ao sucesso.
Se tudo o que eu falei até agora está fazendo sentido para você, então chegou
a hora de eu lhe apresentar 4 bons motivos para você começar urgentemente
essa formação.

#1 Motivo: é que nós estamos oferecendo uma Bolsa de Estudos no valor de


90% do investimento total da sua formação. Em nossos treinamentos presenciais
nós cobramos de 10 ou 15 mil reais para formar grandes profissionais, e pelo
resultados que todos obtêm, esse investimento é muito barato, porque nós
oferecemos a garantia de que atuarão e terão uma carreira muito rentável.
Más porque então estamos oferecendo essas bolsas?
Quando nós descobrimos a fórmula exata que reestrutura empresas com
garantia total de resultados, a Line Coaching, Decidiu abrir centenas de
franquias Home Based pelo país para salvar negócios em apuros. Por conta dessa
demanda, estamos precisando URGENTEMENTE de profissionais conhecedores
de nosso processo para atender uma demanda que atualmente já não damos
conta.
Nossa missão é realizar um grande projeto para salvar empresas em
dificuldades, e por isso precisamos de pessoas treinadas para aplicar nossa
metodologia nas empresas.

#2 Motivo: é que você poderá realizar todo o treinamento que vai lhe
capacitar a iniciar os trabalhos conosco de forma online, no seu computador ou
celular, em formato EAD ai, na sua casa.

#3 Motivo: é que você não será apenas um número, aqui você terá um
acompanhamento pessoal, poderá falar comigo ou com qualquer um de nossos
coachess a qualquer hora, teremos hangouts ao vivo para tirar suas dúvidas e
imersões aqui em Florianópolis para nos conhecermos pessoalmente.

#4 Motivo: é o mais incrível de todos, logo após a formação, você já poderá


atuar como um dos coaches credenciados pela Line Coaching. Isso mesmo. Você
não será abandonado logo após sua formação. Pelo contrário, é aí que nossa
parceria começará com força total.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


66
Então preste muita atenção no que eu vou lhe falar AGORA, pois será
determinante para que você saiba se esta oportunidade é pra você ou não.
Nós estamos selecionando 4 Perfis de pessoas para este projeto, e se você sentir
identificação com um desses Perfis, então esse projeto é para você, e deve
seguir lendo esse material até o final. Depois verifique todas as informações
referente ao projeto que contém na página que vou lhe indicar ao final deste
e-book, e por fim preencha o formulário de inscrição para participar da seleção,
que está também na página.
Então vamos lá:

Perfil de Coach
Perfil 1 - Pessoas que buscam por uma Oportunidade de Trabalho na área de
Coaching.
Se seu maior objetivo é trabalhar como Coaching, você está no lugar certo e no
momento certo.
O Projeto Impulsão Profissional além de dar toda a capacitação pra você se
tornar um Profissional de destaque no mercado, também vai oferecer á você a
oportunidade de se tornar um Coaching Executivo credenciado á Line Coaching.
Isso significa que você poderá atender os nossos clientes próximos à Região que
você mora ou realizar atendimento via Skype com nossos Clientes espalhados
pelo Brasil, e com certeza, ser muito bem remunerado para este trabalho.
E caso você deseje Trabalhar como Coaching autônomo, ou seja, sem vínculo
nenhum com a Line Coaching, nós também vamos lhe dar todo o suporte para
que você obtenha sucesso atendendo seus Clientes.

Perfil 2 - Pessoas que desejam ter uma Empresa de alto lucro Especializada
na Área de Coaching.
Você poderá abrir uma Franquia da Line Coaching aí na sua Região. Ao ser dono
de uma de nossas franquias você aprenderá a fechar contratos altíssimos. Você
terá a exclusividade como aluno deste Projeto a ser um de nossos franqueados
na sua região logo após o seu processo de formação.
Durante o treinamento, você terá acesso aos nossos contratos e verá que não
fechamos negócios por menos de 20 mil reais em cada processo de Coaching.
Seguindo os nossos passos você poderá fechar pelo menos 5 contratos de 20 mil
reais em seu primeiro mês de trabalho.

O Perfil 3 - Pessoas que buscam por uma Renda adicional Mensal e já tenham
uma atividade principal, ou outra empresa
Nós também vamos dar á você a oportunidade de estar atendendo alguns de
nossos clientes em seus horários mais flexíveis. Será bom pra você que estará
recebendo uma renda extra, e bom pra nós que vamos contar com um parceiro
para estar atendendo nossos clientes.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


67
Por último o Perfil 4 - Pessoas que estão buscando por uma boa Qualificação
Pessoal e Profissional?
Se você quer Impulsionar a sua carreira e melhorar os seus resultados de uma
forma realmente incrível, pode ter certeza de que este Projeto vai lhe mostrar
o caminho e lhe dar o passo a passo que você deve seguir para conquistar todos
os seus objetivos de forma Organizada e Eficaz.
Muito bem, se você ainda está aqui comigo, certamente é um destes potenciais
profissionais que buscamos. Por isso vou ser direto com você agora.
Nós acabamos de entrar na segunda fase do nosso projeto, a primeira foi um
sucesso e formamos grandes profissionais, e muitos hoje são nossos parceiros
de negócios.
E agora neste momento estamos abrindo mais algumas turmas, com vagas
limitadas, e esta pode ser a sua chance de atuar numa carreira maravilhosa e
ainda ganhar muito bem com isso.
Mas Preste atenção! Você pode ou não ter experiência na área, mesmo assim a
Line Coaching vai acompanhar você de perto para que tenha um crescimento e
desenvolvimento acima da média e ensinar tudo o que você precisa para obter
sucesso de forma rápida e eficaz.
E a melhor notícia é que você não vai precisar pagar 10 mil reais para se tornar
um Coach, e depois ter que bater de porta em porta pedindo oportunidade de
trabalho nessa área.
Talvez eles tenham que investir para capturar leads, montando seu coachtório,
ou tendo que adquirir qualquer outro tipo de estrutura. Não!!
Você só precisa ser uma pessoa dinâmica, focada, e ter disciplina para fazer
nossa formação e atuar como um de nossos profissionais em uma de nossas
franquias espalhadas pelo Brasil, ou realizando atendimento online,
trabalhando aí no conforto da sua casa.
Ou até mesmo quem sabe em breve, ser dono de uma de nossas Franquias aí na
sua Região.
Essa é a única formação de Coaching no Brasil que dá GARANTIA de
oportunidade de trabalho e também de empreender após a formação.
Mas antes de tomar qualquer decisão veja nesta página tudo o que está incluso
dentro do Projeto Impulsão Profissional, principalmente os bônus incluídos
nessa Bolsa de estudos de 90% e as nossas garantias.
Você irá conquistar 5 certificações: Executive Coaching; Palestrante Coach;
Leader Coach; Life Coach; e Analista Comportamental.
Porém esta bolsa terá validade por tempo limitado, então analise a proposta,
e haja o mais breve possível caso você não queira perdê-la.
Não sei se no momento em que você está lendo esse material, essa
oportunidade ainda está vigente, por isso veja na página se ainda temos as
vagas propostas aqui. Estamos sendo bem criteriosos na escolha das pessoas que
estão entrando nesse projeto. Nosso objetivo principal não é ganhar dinheiro
vendendo cursos de Coaching, já tem gente demais fazendo isso por aí.

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


68
Nossa meta principal é ganhar dinheiro quando você estiver atuando de
verdade. Acreditamos que quando treinamos as melhores pessoas elas podem
ser mais capazes do que nós, por isso, em vez de esconder o jogo, dividiremos
tudo o que sabemos. Essa é uma boa forma de garantir nosso próprio
crescimento, e o crescimento dos outros. Quando preparamos bem alguém para
fazer o que fazemos, ele naturalmente o fará bem feito. É no que acreditamos.
Por isso se você entender está pronto para impulsionar sua carreira, seu
próximo passo é fazer sua inscrição para analisarmos seu perfil e somente
depois de nossa aprovação, você poderá investir apenas 10% do valor de todo o
treinamento.
Estamos fazendo essa peneira pois temos urgência e necessidade de encontrar
somente pessoas comprometidas e decididas a impulsionar suas carreiras.

Então se esse projeto é para você, fique à vontade para ver todos os detalhes
em nosso site. Veja tudo o que você irá ter a sua disposição para alavancar
a sua vida profissional e pessoal, inclusive as nossas garantias.

Mas vou lhe fazer um pedido, se você tem as qualificações e identificou-se e


deseja fazer parte deste projeto preencha o formulário em nosso site e nossa
equipe estará fazendo uma primeira análise do seu perfil e se você for
selecionado, no dia seguinte a sua inscrição nós já estaremos entrando em
contato por e-mail com você.
Mas por favor, não cadastre-se ou entre em contato conosco apenas se
estiver curioso. Antes de fazer sua inscrição, veja todos os detalhes na
página do projeto, pois não queremos que você perca tempo e também não
temos tempo para gastar apenas com pessoas indecisas e curiosas.
Venha fazer parte de um grupo de pessoas que estão aproveitando o melhor
momento de crise para levar soluções á todas essas empresas e empreendedores
que estão precisando de ajuda.
Em nossa formação você terá o conhecimento necessário para ser muito
requisitado por todos eles, e consequentemente será muito bem pago para isso.
Forme-se como Coach é venha trabalhar com a Line Coaching
Acesse: http://clailtonluiz.com/impulsao/ e faça sua inscrição.
Um forte abraço e aguardamos sua inscrição para uma futura entrevista!
CLAILTON LUIZ
Criardor do Projeto Impulsão Profissional
Professional & Self Coach
Leader Coach
Analista Comportamental

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/


69

Referências

• História do Coaching
• History of Coaching
• A True Insight into Coaching
• RapidBI

• Nichos principais no Coaching


o www.ibccoaching.com.br
o www.sbcoaching.com.br
o www.economia.terra.com.br
o www.academiacoach.com

• Princípios Absolutos do Coaching


o www.absolutecoaching.ca
o www.americancoachingacademy.com
o www.neroracingbike.com

• Os quatro pilares do coaching


o www.angusmcleod.com/wp-content
o www.soccernewsday.com
o https://soccerpracticebooks.com
o www.ibccoaching.com.br

• As 3 necessidades básicas do ser humano


o https://www.reference.com
o www.brighthub.com
o www.administradores.com.br
o www.unisalesiano.edu.br

Autor: Clailton Luiz www.clailtonluiz.com/impulsao/