Você está na página 1de 5

aprofundamento

Matemática
TEMA 5 ANÁLISE COMBINATÓRIA E PROBABILIDADE

A NÁLISE C OMBINATÓRIA
Exercício 1.
Um quadriculado é formado por n × n quadrados iguais, conforme ilustrado para n = 2 e n = 3. Cada um desses quadrados
será pintado de azul ou de branco. Dizemos que dois quadrados Q1 e Q2 do quadriculado estão conectados se ambos esti-
verem pintados de azul e se for possível, por meio de movimentos horizontais e verticais entre quadrados adjacentes, sair de
Q1 e chegar a Q2 passando apenas por quadrados pintados de azul.

a) Se n = 2, de quantas maneiras distintas será possível pintar o quadriculado de modo que o quadrado Q1 do canto
inferior esquerdo esteja conectado ao quadrado Q2 do canto superior direito?

b) Suponha que n = 3 e que o quadrado central esteja pintado de branco. De quantas maneiras distintas será possível pin-
tar o restante do quadriculado de modo que o quadrado Q1 do canto superior esquerdo esteja conectado ao quadrado
Q2 do canto superior direito?

c) Suponha que n = 3. De quantas maneiras distintas será possível pintar o quadriculado de modo que o quadrado Q1 do
canto superior esquerdo esteja conectado ao quadrado Q2 do canto superior direito?

Exercício 2.
Seja n um número inteiro, n ≥ 0.

a) Calcule de quantas maneiras distintas n bolas idênticas podem ser distribuídas entre Luís e Antônio.

b) Calcule de quantas maneiras distintas n bolas idênticas podem ser distribuídas entre Pedro, Luís e Antônio.

c) Considere, agora, um número natural k tal que 0 ≤ k ≤ n. Supondo que cada uma das distribuições do item b) te-
nha a mesma chance de ocorrer, determine a probabilidade de que, após uma dada distribuição, Pedro receba uma
quantidade de bolas maior ou igual a k.

Observação: Nos itens a) e b), consideram-se válidas as distribuições nas quais uma ou mais pessoas não recebam bola
alguma.

marcelo.asfantini@gmail.com Página 1
Exercício 3.
Um "alfabeto minimalista"é constituído por apenas dois símbolos, representados por ∗ e #. Uma palavra de comprimento
n, n ≥ 1, é formada por n escolhas sucessivas de um desses dois símbolos. Por exemplo, # é uma palavra de comprimento 1
e # ∗ ∗# é uma palavra de comprimento 4.
Usando esse alfabeto minimalista,

a) quantas palavras de comprimento menor do que 6 podem ser formadas?

b) qual é o menor valor de N para o qual é possível formar 1.000.000 de palavras de tamanho menor ou igual a N?

Exercício 4.
Para a prova de um concurso vestibular, foram elaboradas 14 questões, sendo 7 de Português, 4 de Geografia e 3 de Matemá-
tica. Diferentes versões da prova poderão ser produzidas, permutando-se livremente essas 14 questões.

a) Quantas versões distintas da prova poderão ser produzidas?

b) A instituição responsável pelo vestibular definiu as versões classe A da prova como sendo aquelas que seguem o se-
guinte padrão: as 7 primeiras questões são de Português, a última deve ser uma questão de Matemática e, ainda mais:
duas questões de Matemática não podem aparecer em posições consecutivas. Quantas versões classe A distintas da
prova poderão ser produzidas?

c) Dado que um candidato vai receber uma prova que começa com 7 questões de Português, qual é a probabilidade de
que ele receba uma versão classe A?

Exercício 5.
Pintam-se N cubos iguais utilizando-se 6 cores diferentes, uma para cada face. Considerando que cada cubo pode ser per-
feitamente distinguido dos demais, calcule o maior valor possível de N.

Exercício 6.
Mostre que se escolhemos 800 pontos de um cubo de aresta 10, pelo menos um dos segmentos determinados por esses
pontos tem comprimento menor que 2.

Exercício 7.
De quantas maneiras podemos decompor um eneágono convexo em triângulos traçando suas diagonais, de forma que essas
diagonais não se cortem.

Exercício 8.
à ! à !
n +1 n n +1
Para os inteiros positivos k e n, com k ≤ n, sabe-se que = . Calcule o valor de
k +1 k k +1
à ! à ! à ! à !
n 1 n 1 n 1 n
+ + +···+ .
0 2 1 3 2 n +1 n

Exercício 9.
Em uma festa de aniversário estão presentes n famílias com pai, mãe e 2 filhos, além de 2 famílias com pai, mãe e 1 filho.
Organiza-se uma brincadeira que envolve esforço físico, na qual uma equipe azul enfrentará uma equipe amarela. Para
equilibrar a disputa, uma das equipes terá apenas o pai de uma das famílias, enquanto a outra equipe terá 2 pessoas de uma
mesma família, não podendo incluir o pai. É permitido que o pai enfrente 2 pessoas de sua própria família. Sabendo que se
tem exatamente 2014 formas distintas de se organizar a brincadeira, calcule o valor de n.

Exercício 10.
Um professor dá um teste surpresa para uma turma de 9 alunos, e diz que o teste pode ser feito sozinho ou em grupos de
2 alunos. De quantas formas a turma pode se organizar para fazer o teste? (Por exemplo, uma turma de 3 alunos pode se
organizar de 4 formas e uma turma de 4 alunos pode se organizar de 10 formas).

Exercício 11.
Seja F o conjunto cujos elementos são os valores de n!, onde n é um número natural. Se G é subconjunto de F que não
contém elementos que são múltiplos de 27209, determine o número de elementos do conjunto G.

marcelo.asfantini@gmail.com Página 2
Exercício 12.
Um trem conduzindo 4 homens e 6 mulheres passa por seis estações. Sabe-se que cada um destes passageiros irá desembar-
car em qualquer uma das seis estações e que não existe distinção dentre os passageiros de mesmo sexo. Calcule o número
de possibilidades distintas de desembarque destes passageiros.

P ROBABILIDADE
Exercício 13.
João e Maria jogam dados em uma mesa. São cinco dados em forma de poliedros regulares: um tetraedro, um cubo, um
octaedro, um dodecaedro e um icosaedro. As faces são numeradas de 1 a 4 no tetraedro, de 1 a 6 no cubo, etc. Os dados
são honestos, ou seja, para cada um deles, a probabilidade de qualquer uma das faces ficar em contato com a mesa, após
o repouso do dado, é a mesma. Num primeiro jogo, Maria sorteia, ao acaso, um dos cinco dados, João o lança e verifica o
número da face que ficou em contato com a mesa.

a) Qual é a probabilidade de que esse número seja maior do que 12?

b) Qual é a probabilidade de que esse número seja menor do que 5?

Num segundo jogo, João sorteia, ao acaso, dois dos cinco dados. Maria os lança e anota o valor da soma dos números das
suas faces que ficaram em contato com a mesa, após o repouso dos dados.

c) Qual é a probabilidade de que esse valor seja maior do que 30?

Poliedros Regulares
Tetraedro 4 faces
Cubo 6 faces
Octaedro 8 faces
Dodecaedro 12 faces
Icosaedro 20 faces

Exercício 14.
Sócrates e Xantipa enfrentam-se em um popular jogo de tabuleiro, que envolve a conquista e ocupação de territórios em um
mapa. Sócrates ataca jogando três dados e Xantipa se defende com dois. Depois de lançados os dados, que são honestos,
Sócrates terá conquistado um território se e somente se duas condições seguintes forem satisfeitas:

1. o maior valor obtido em seus dados for maior que o maior valor obtido por Xantipa;

2. algum outro dado de Sócrates cair com um valor maior que o menor valor obtido por Xantipa.

a) No caso em que Xantipa tira 5 e 5, qual é a probabilidade de Sócrates conquistar o território em jogo?

b) No caso em que Xantipa tira 5 e 4, qual é a probabilidade de Sócrates conquistar o território em jogo?

Exercício 15.
a) Dez meninas e seis meninos participarão de um torneio de tênis infantil. De quantas maneiras distintas essas 16
crianças podem ser separadas nos grupos A, B, C e D, cada um deles com 4 jogadores, sabendo que os grupos A e C
serão formados apenas por meninas e o grupo B apenas por meninos?

b) Acontecida a fase inicial do torneio, a fase semifinal terá os jogos entre Maria e João e entre Marta e José. Os vencedores
de cada um dos jogos farão a final. Dado que a probabilidade de um menino ganhar de uma menina é 3/5, calcule a
probabilidade de uma menina vencer o torneio.

Exercício 16.
Um atirador dispõe de três alvos para acertar. O primeiro deste encontra-se a 30 m de distância; o segundo, a 40 m; o terceiro
alvo, a 60 m. Sabendo que a probabilidade de o atirador acertar o alvo é inversamente proporcional ao quadrado da distância
e que a probabilidade de ele acertar o primeiro alvo é de 2/3, calcule a probabilidade de acertar ao menos um dos alvos.

marcelo.asfantini@gmail.com Página 3
Exercício 17.
Escolhendo-se, aleatoriamente, três números inteiros distintos no intervalo [1, 20], calcule a probabilidade de que eles este-
jam, em alguma ordem, em progressão geométrica.

Exercício 18.
Numa certa brincadeira, um menino dispõe de uma caixa contendo quatro bolas, cada qual marcada com apenas uma destas
letras: N, S, L e O. Ao retirar aleatoriamente uma bola, ele vê a letra correspondente e devolve a bola à caixa. Se essa letra for
N, ele dá um passo na direção Norte; se S, em direção Sul; se L, na direção Leste, e se O, na direção Oeste.
Qual a probabilidade de ele voltar para a posição inicial no sexto passo?

Exercício 19.
Três pessoas, aqui designadas por A, B e C, realizam o seguinte experimento: A recebe um cartão em branco e nele assinala
o sinal + ou o sinal −, passando em seguida a B, que mantém ou troca o sinal marcado por A e repassa o cartão a C. Este,
por sua vez, também opta por manter ou trocar o sinal do cartão. Sendo de 1/3 a probabilidade de A escrever o sinal + e de
2/3 as respectivas probabilidades de B e C trocarem o sinal recebido, determine a probabilidade de A haver escrito o sinal +
sabendo-se ter sido este o sinal ao término do experimento.

Exercício 20.
Seja Ω o espaço amostral que representa todos os resultados possíveis do lançamento simultâneo de três dados. Se A ⊂ Ω é
o evento para o qual a soma dos resultados dos três dados é igual a 9 e B ⊂ Ω o evento cuja soma dos resultados é igual a 10,
calcule:

a) n (Ω);

b) n(A) e n(B);

c) P(A) e P(B).

Exercício 21.
Dez cartões estão numerados de 1 a 10. Depois de embaralhados, são formados dois conjuntos de 5 cartões cada. Determine
a probabilidade de que os números 9 e 10 apareçam num mesmo conjunto.

Exercício 22.
Um palco possui 6 refletores de iluminação. Num certo instante de um espetáculo moderno os refletores são acionados
2
aleatoriamente de modo que, para cada um dos refletores, seja de a probabilidade de ser aceso. Calcule a probabilidade
3
de que, neste instante, 4 ou 5 refletores sejam acesos simultaneamente.

Exercício 23.
Uma urna de sorteio contém 90 bolas numeradas de 1 a 90, sendo que a retirada de uma bola é equiprovável à retirada de
cada uma das demais.

a) Retira-se aleatoriamente uma das 90 bolas desta urna. Calcule a probabilidade de o número desta bola ser um múltiplo
de 5 ou de 6.

b) Retira-se aleatoriamente uma das 90 bolas desta urna e, sem repô-la, retira-se uma segunda bola. Calcule a probabili-
dade de o número da segunda bola retirada não ser um múltiplo de 6.

Exercício 24.
Considere o conjunto D = {n ∈ N; 1 ≤ n ≤ 365} e H ⊂ P (D) formado por todos os subconjuntos de D com 2 elementos. Esco-
lhendo ao acaso um elemento B ∈ H, calcule a probabilidade de a soma de seus elementos ser 183.

R ESPOSTAS
1. a) 3 (n − k + 2) · (n − k + 1) 6
c) c)
(n + 2)(n + 1) 35
b) 33
3. a) 62 5. 30
c) 73
b) 19
2. a) n + 1 6. Demonstração.
4. a) 14!
(n + 2)(n + 1)
b) b) 4354560 7. 429
2

marcelo.asfantini@gmail.com Página 4
2n+1 − 1 43 b) n(A) = 25 e n(B) = 27
8. b)
n +1 216 25 1
15. a) 47250 c) P(A) = e P(B) =
9. 17 216 8
44
10. 2620 b) 4
125 21.
11. 25 9
119
16.
12. 58212 144 16
22.
2 11 27
13. a) 17.
25 1140 1
27 25 23. a)
b) 18. 3
50 256 5
1 b)
c) 5 6
800 19.
27
2 1
14. a) 20. a) 216 24.
27 730

marcelo.asfantini@gmail.com Página 5