Você está na página 1de 6

07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

Jurisprudência

Sentenças

Atos Normativos

Biblioteca

Portal

Consulta Processual TRF2

E-DJF2R

TELLE QUELLE
Pesquisa exataPesquisa simples Limpar

Nº processo Classe
Selecione

Órgão julgador Data de decisão dd/mm/aaaa


Selecione

Relator Data de dd/mm/aaaa


Selecione
disponibilização

Filtrar por Relator para Acórdão e Relator

PESQUISAR

Ordenar por:

Data Decrescente

TRF2

TRU e TRs

A pesquisa demorou 0.12 segundos. Data Decrescente / Data Crescente / Relevância

TRF2

TRU e TRs

Base

INTEIRO TEOR (7)

EMENTAS (2)

Órgão julgador

2ª TURMA ESPECIALIZADA
(4)

VICE-PRESIDÊNCIA (2)

1ª TURMA ESPECIALIZADA
(1)

ORGÃO ESPECIAL (1)


http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 1/6
07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

PRIMEIRA TURMA (1)

Relator

MESSOD AZULAY NETO (3)

LANA REGUEIRA (1)

MÁRCIA HELENA NUNES


(1)

RICARDO REGUEIRA (1)

Intervalo Data de
Decisão

Últimos 12 meses (2)

Anteriores a 12 meses (7)

Intervalo Data de
Disponibilização

Últimos 6 meses (2)

Últimos 12 meses (2)

Anteriores a 12 meses (1)

E 0123652-60.2015.4.02.5101 (TRF2 2015.51.01.123652-9)


Ementa: PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. NÃO VERIFICADAS CONTRADIÇÃO OU OMISSÕES.
EMBARGOS DE DECLARAÇÃO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. I - As embargantes sustentam que o acórdão incorreu em:
(i) contradição, na medida em que teria entendido que "NANO" e "TITANIUM" não possuiriam relação com as pranchas
alisadoras comercializadas pelas embargantes, para então concluir que tais termos seriam descritivos na mente dos
consumidores; (ii) omissão, na medida em que o acórdão não teria fundamentado sua conclusão de que os
consumidores identificariam a marca "NANO TITANIUM" como tecnologia; (iii) omissão, já que não teria explicado
porque o princípio "telle quelle" não seria aplicável no caso concreto, a despeito de a marca "NANO TITANIUM" ter
sido concedida após exame similar nos outros países; (iv) omissão, vez que o acórdão não teria explicado porque os
mais de 100 registros concedidos em situação análoga seriam inaplicáveis ao presente caso; e (v) omissão, porquanto o
acórdão mencionaria jurisprudência, sem justificar o seu cabimento no caso. II - Omissões e contradições não
verificadas. Acórdão que enfrentou de forma clara e coerente todas as questões postas no caso concreto. III - Embargos
de declaração a que se nega provimento. A C O R D Ã O Vistos e relatados estes autos, em que são partes as acima
indicadas, DECIDE a Segunda Turma Especializada deste Tribunal Regional Federal da 2ª Região, por unanimidade,
NEGAR PROVIMENTO aos embargos de declaração, nos termos do voto, constante dos autos, que fica fazendo parte
integrante do presente julgado. Rio de Janeiro, 29 de agosto de 2017. SIMONE SCHREIBER DESEMBARGADORA
FEDERAL 1 RELATORA 2 Esconder texto
Classe: Apelação - Recursos - Processo Cível e do Trabalho
Órgão julgador: VICE-PRESIDÊNCIA

Data de decisão
30/08/2017

Data de disponibilização
08/09/2017

Relator
SIMONE SCHREIBER
Inteiro teor (PDF)
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual

http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 2/6
07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

I 0123652-60.2015.4.02.5101 (TRF2 2015.51.01.123652-9)

Ementa: PROCESSUAL CIVIL. EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. NÃO VERIFICADAS CONTRADIÇÃO OU OMISSÕES.


EMBARGOS DE DECLARAÇÃO A QUE SE NEGA PROVIMENTO. I - As embargantes sustentam que o acórdão incorreu em:
(i) contradição, na medida em que teria entendido que "NANO" e "TITANIUM" não possuiriam relação com as pranchas
alisadoras comercializadas pelas embargantes, para então concluir que tais termos seriam descritivos na mente dos
consumidores; (ii) omissão, na medida em que o acórdão não teria fundamentado sua conclusão de que os
consumidores identificariam a marca "NANO TITANIUM" como tecnologia; (iii) omissão, já que não teria explicado
porque o princípio "telle quelle" não seria aplicável no caso concreto, a despeito de a marca "NANO TITANIUM" ter
sido concedida após exame similar nos outros países; (iv) omissão, vez que o acórdão não teria explicado porque os
mais de 100 registros concedidos em situação análoga seriam inaplicáveis ao presente caso; e (v) omissão, porquanto o
acórdão mencionaria jurisprudência, sem justificar o seu cabimento no caso. II - Omissões e contradições não
verificadas. Acórdão que enfrentou de forma clara e coerente todas as questões postas no caso concreto. III - Embargos
de declaração a que se nega provimento. A C O R D Ã O Vistos e relatados estes autos, em que são partes as acima
indicadas, DECIDE a Segunda Turma Especializada deste Tribunal Regional Federal da 2ª Região, por unanimidade,
NEGAR PROVIMENTO aos embargos de declaração, nos termos do voto, constante dos autos, que fica fazendo parte
integrante do presente julgado. Rio de Janeiro, 29 de agosto de 2017. SIMONE SCHREIBER DESEMBARGADORA
FEDERAL 1 RELATORA 2 Esconder texto
Classe: Apelação - Recursos - Processo Cível e do Trabalho
Órgão julgador: VICE-PRESIDÊNCIA

Data de decisão
30/08/2017

Data de disponibilização
08/09/2017

Relator
SIMONE SCHREIBER
Inteiro teor (PDF)
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0017803-52.2010.4.02.0000 (TRF2 2010.02.01.017803-0)

Ementa: EMBARGOS INFRINGENTES EM AÇÃO RESCISÓRIA. ADMINISTRATIVO. CUMULAÇÃO DE PENSÃO DE EX-


COMBATENTE COM PENSÃO CIVIL. DECADÊNCIA. ART. 54 DA LEI N.º 9.784/99. INOCORRÊNCIA DE VIOLAÇÃO À
DISPOSIÇÃO DE LEI OU DE ...Ver texto completo
Órgão julgador: ÓRGÃO ESPECIAL

Data de decisão
07/07/2016

Data de disponibilização
20/07/2016

Relator
GUILHERME COUTO DE CASTRO
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0809527-56.2009.4.02.5101 (TRF2 2009.51.01.809527-7)
... III - diante de tal contexto, comungo plenamente com o entendimento do douto Magistrado, que deu aplicação ao
princípio “telle quelle” da CUP, previsto no artigo 6º quinquies, que diz que qualquer marca de fábrica ou ...
Classe: APELAÇÃO CÍVEL

http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 3/6
07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

Órgão julgador: 2ª TURMA ESPECIALIZADA

Data de decisão
25/03/2014

Data de disponibilização
08/04/2014

Relator
MESSOD AZULAY NETO
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
E 0809527-56.2009.4.02.5101 (TRF2 2009.51.01.809527-7)
Ementa: APELAÇÃO - PROPRIEDADE INDUSTRIAL - PEDIDO DE REGISTRO DE MARCA - INDEFERIDO PELO INPI COM
BASE NO ART. 124, VI, DA LEI 9.279/96 - RECURSO PROVIDO I - Alega o INPI que a expressão 'SUPERCUTS' é o
agrupamento de duas expressões da língua inglesa, ?SUPER? e ?CUT?, podendo ser traduzida para o português como
"SUPER CORTES", guardando relação direta com a prestação de serviços que visa identificar, de cuidado com os cabelos
e de corte de cabelo, conforme especificação do registro nº 821.325.256. II -Colhe-se dos autos que a empresa
SUPERCUTS INC possui o registro da expressão em dezenas de países, espalhados pelos diversos continentes, desde 18
de outubro de 1988, data de concessão do primeiro registro nos EEUU, onde possui milhares de lojas do tipo franchise,
demonstrando tratar-se de expressão consagrada em seu segmento de mercado, distintiva, portanto, em sua língua de
origem. III - diante de tal contexto, comungo plenamente com o entendimento do douto Magistrado, que deu aplicação
ao princípio "telle quelle" da CUP, previsto no artigo 6º quinquies, que diz que qualquer marca de fábrica ou de
comércio regularmente registrada no país de origem será admitida para registro e protegida na sua forma original nos
outros países da União, filiando-me inteiramente com suas conclusões. IV - Apelação e Remessa Necessária improvidas.
Esconder texto
Classe: APELAÇÃO CÍVEL
Órgão julgador: 2ª TURMA ESPECIALIZADA

Data de decisão
26/11/2013

Data de disponibilização
06/12/2013
Relator
MESSOD AZULAY NETO
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0809527-56.2009.4.02.5101 (TRF2 2009.51.01.809527-7)

Ementa: APELAÇÃO - PROPRIEDADE INDUSTRIAL - PEDIDO DE REGISTRO DE MARCA - INDEFERIDO PELO INPI COM
BASE NO ART. 124, VI, DA LEI 9.279/96 - RECURSO PROVIDO I - Alega o INPI que a expressão 'SUPERCUTS' é o
agrupamento de duas expressões da língua inglesa, ?SUPER? e ?CUT?, podendo ser traduzida para o português como
"SUPER CORTES", guardando relação direta com a prestação de serviços que visa identificar, de cuidado com os cabelos
e de corte de cabelo, conforme especificação do registro nº 821.325.256. II -Colhe-se dos autos que a empresa
SUPERCUTS INC possui o registro da expressão em dezenas de países, espalhados pelos diversos continentes, desde 18
de outubro de 1988, data de concessão do primeiro registro nos EEUU, onde possui milhares de lojas do tipo franchise,
demonstrando tratar-se de expressão consagrada em seu segmento de mercado, distintiva, portanto, em sua língua de
origem. III - diante de tal contexto, comungo plenamente com o entendimento do douto Magistrado, que deu aplicação
ao princípio "telle quelle" da CUP, previsto no artigo 6º quinquies, que diz que qualquer marca de fábrica ou de
comércio regularmente registrada no país de origem será admitida para registro e protegida na sua forma original nos
http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 4/6
07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

outros países da União, filiando-me inteiramente com suas conclusões. IV - Apelação e Remessa Necessária improvidas.
Esconder texto
Classe: APELAÇÃO CÍVEL
Órgão julgador: 2ª TURMA ESPECIALIZADA

Data de decisão
26/11/2013
Data de disponibilização
05/12/2013
Relator
MESSOD AZULAY NETO
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0504918-11.2006.4.02.5101 (TRF2 2006.51.01.504918-8
2006.51.01.504918-8)

Ementa: PROPRIEDADE INDUSTRIAL. AÇÃO DE NULIDADE DE ATO ADMINISTRATIVO QUE ANULOU REGISTRO DE
MARCA. ANTERIORIDADE IMPEDITIVA INEXISTENTE. IMPOSSIBILIDADE DE CONFUSÃO. APELAÇÕES IMPROVIDAS. -
Ação de nulidade da decisão administrativa proferida pelo INPI que indeferiu o pedido de registro nº 818.267.160, para
a marca "R". - Não se aplica à hipótese o disposto no artigo 124, XIX, da Lei de Propriedade Industrial, por se tratar de
signos distintos. - Apelações interpostas pela empresa ré e pelo INPI improvidas. Esconder texto
Classe: APELAÇÃO CÍVEL
Órgão julgador: 1ª TURMA ESPECIALIZADA

Data de decisão
11/11/2008
Data de disponibilização
06/02/2009
Relator
MÁRCIA HELENA NUNES/no afast. Relator
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0523726-06.2002.4.02.5101 (TRF2 2002.51.01.523726-1)

Ementa: PROPRIEDADE INDUSTRIAL - AÇÃO DE ANULAÇÃO DE ATO INDEFERITÓRIO DE REGISTRO DA MARCA


"REGENERATION" - MARCA EVOCATIVA - NÃO INCIDÊNCIA DAS PROIBIÇÕES DO ART. I - Não se pode obstar ...Ver
texto completo
Classe: APELAÇÃO CÍVEL
Órgão julgador: 2ª TURMA ESPECIALIZADA

Data de decisão
07/03/2006

Data de disponibilização
14/06/2007

Relator
MESSOD AZULAY NETO
Inteiro teor
-

http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 5/6
07/03/2018 Pesquisa TRF2 |

Pré-visualização
-
Acompanhamento processual
I 0059786-80.2000.4.02.0000 (TRF2 2000.02.01.059786-0)

Ementa: PROPRIEDADE INDUSTRIAL. COMPROVAÇÃO DE QUE A APELADA NÃO É DETENTORA DE MARCA DE ALTO
RENOME. DUAS MARCAS IDÊNTICAS PODEM CONVIVER SIMULTANEAMENTE, DESDE QUE EM SEGUIMENTOS
DIFERENTES. - Apelação cível de ...Ver texto completo
Classe: APELAÇÃO CÍVEL
Órgão julgador: PRIMEIRA TURMA

Data de decisão
03/12/2001

Data de disponibilização
09/07/2002

Relator
RICARDO REGUEIRA
Inteiro teor
-
Pré-visualização
-
Acompanhamento processual

Refine sua busca:


Aguarde, carregando sugestões...

http://www10.trf2.jus.br/portal?q=TELLE+QUELLE&adv=1&site=v2_jurisprudencia&client=v2_index&proxystylesheet=v2_index&lr=lang_pt&oe=U… 6/6