Você está na página 1de 44

HIDROLOGIA

UFPEL

Bacia Hidrográficas e SIG

Material didático do prof .Walter Collischonn


IPH - UFRGS
Bacia Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
 Uma região em que a chuva ocorrida em qualquer
ponto drena para a mesma seção transversal do curso-
d’água.

 Área de captação natural das precipitações, que faz


convergir os escoamentos para um único ponto de
saída: o exutório.

 Para definir uma bacia:


• Curso d’água
• Seção transversal de referência (exutório)
• Informações de topografia.
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica

Fontes de dados de topografia


IPH 01027
Bacia
Hidrográfica

Seção de
referência,
ou exutório
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica

Divisor não corta drenagem


exceto no exutório.

Divisor passa pela região mais


elevada da bacia, mas não
necessariamente pelos pontos
mais altos.
Características físicas da bacia
Delimitação da bacia hidrográfica:
-A linha passa pelas elevações
periféricas

-Sempre ortogonal às curvas de nível

- Cruza apenas uma vez o curso


d’água (no exutório)
Características físicas da bacia
Exemplo delimitação de bacia:
Características físicas da bacia
Exemplo delimitação de bacia:
Bacia Hidrográficas e SIG
IPH 01027
Balanço
Hídrico

• SIG são Sistemas de Informação Geográfica

• Equivalem a sistemas CAD para a hidrologia

• Além de CAD são bancos de dados e permitem


análises dos dados
Representações do relevo
no computador
IPH 01027
Balanço
Hídrico

• Isolinhas = curvas de nível

• Matriciais = modelos digitais de elevação

• TIN = Triangular irregular network


MDE ou MNT
IPH 01027
Balanço
Hídrico
• Representação do relevo na
forma de uma matriz

91 92 87

88 82 85

83 81 78
MDE ou MNT
IPH 01027
Balanço
Hídrico
• Representação do
relevo na forma de
uma matriz
Identificação da direção de escoamento para cada
elemento (célula) da matriz:
IPH 01027
Balanço
Hídrico
Codificação da Direção
IPH 01027
Balanço
Hídrico

64 128 1

32 2

16 8 4
Direção de escoamento
IPH 01027
Balanço
Hídrico • Cálculo declividade para cada uma das 8 direções
possíveis.
• Direção de fluxo é aquela que tiver a maior
declividade.

• Se todas as células do entorno tem altitude maior do


que a célula central estou numa depressão.

• Se todas as células tem a mesma


64 128 1
altura estou numa depressão, ou
região plana. 32 2

• Equação declividade .... 16 8 4


O que pode ser obtido do MDE
IPH 01027
Balanço
Hídrico
• Direção de escoamento

• Rios principais (rede de drenagem)

• Definição de Bacia e Sub-bacias

• Áreas das bacias

• Declividade das bacias

• Comprimento do rio principal


•Etc..
Definição de Bacia Hidrográfica
IPH 01027
Bacia
Hidrográfica
 Identificar para onde escoa a água sobre o relevo
usando como base as curvas de nível.

• A água escoa na direção da


maior declividade.

• Assim, as linhas de
escoamento são ortogonais
às curvas de nível.

adaptado do original de Francisco Olivera, Ph.D., P.E.


Texas A&M University
Department of Civil Engineering
Definição automática de bacia
IPH 01027
Balanço
Hídrico observe a grade
sobreposta

• Se, em vez de um mapa,


temos um DEM

• Exemplo com 30-meter


DEMs do USGS

adaptado do original de Francisco Olivera, Ph.D., P.E.


Texas A&M University
Department of Civil Engineering
Direção de fluxo
Function: Flow direction
Argument: DEM

78 72 69 71 58 2 2 2 4 4

74 67 56 49 46 2 2 2 4 4

69 53 44 37 38 1 1 2 4 8

64 58 55 22 31 128 128 1 2 4

68 61 47 21 16 128 128 1 1 4

DEM Códigos de direção Rede de drenagem


(vetorial)
adaptado do original de Francisco Olivera, Ph.D., P.E.
32 128
64 1
64 128 Texas A&M University
Department of Civil Engineering

32
16 21

16
8 48 42
Direções de escoamento
A declividade a partir da primeira célula para o
sul pode ser calculada por:

A declividade a partir da primeira célula para o sudeste


pode ser calculada por (considera-se que a distância no
sentido diagonal é igual à resolução vezes a raiz de 2):
Área da bacia
• Usando as direções de fluxo
seria possível contar o
número de células que
drenam um ponto.
Área da bacia

direções de escoamento exutório bacia


Área acumulada no Idrisi
• No IDRISI existe a função Runoff que calcula área de drenagem (área
acumulada) onde são realizadas de forma automática as operações
intermediárias
– Remoção de depressões
– Determinação de direção de fluxo
– Área acumulada
Área acumulada ArcGIS
Área acumulada
Área acumulada
Rede de drenagem e sub-bacias
IPH 01027
Balanço
Hídrico
Aproximação

Mesma bacia, aproximada com células de maior ou menor resolução.

Veja que o contorno é melhor aproximado quando a resolução é maior (células


menores)
Softwares
IPH 01027
Balanço
Hídrico

• ARC-GIS
• Idrisi

• GRASS

• Erdas
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas e SIG

Exercício
-30.05

Delimite a bacia indicada no mapa -30.1

Estime a área Exutório


-30.15
Defina a ordem do curso d’água
principal
-30.2
Trace o perfil longitudinal
Estime o tempo de concentração -30.25

-30.3

-30.35

-30.4

-30.45

-30.5
-55.6 -55.5 -55.4 -55.3 -55.2 -55.1
HIDROLOGIA
UFPEL
Bacia Hidrográficas
Características físicas de uma bacia hidrográfica

Área de drenagem

É a área plana (projeção horizontal) inclusa entre os seus divisores


topográficos. A área de uma bacia é o elemento básico para o cálculo
das outras características físicas. É normalmente obtida por
planimetria ou por pesagem do papel em balança de precisão

Forma da bacia

É uma das características da bacia mais difíceis de serem expressas


em termos quantitativos. Ela tem efeito sobre o comportamento
hidrológico da bacia, como por exemplo, no tempo de concentração
(Tc).
Tc é definido como sendo o tempo, a partir do início da precipitação,
necessário para que toda a bacia contribua com a vazão na seção de
controle.
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas
Índices utilizados para se determinar a forma das bacias, procurando
relacioná-las com formas geométricas conhecidas:
a) Coeficiente de Compacidade (Kc): é a relação entre o perímetro da
bacia e o perímetro de um círculo de mesma área que a bacia.

O Kc é sempre um valor > 1 (se fosse 1 a bacia seria um círculo perfeito).


Quanto menor o Kc (mais próximo da unidade), mais circular é a bacia,
menor o Tc e maior a tendência de haver picos de enchente.
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas

b) Fator de Forma (Kf)

é a razão entre a largura média da bacia (L) e o comprimento do


eixo da bacia (L) (da foz ao ponto mais longínquo da área)

Quanto menor o Kf, mais comprida é a bacia e portanto, menos


sujeita a picos de enchente, pois o Tc é maior e, além disso, fica
difícil uma mesma chuva intensa abranger toda a bacia.
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas
Características do relevo da bacia
O relevo de uma bacia hidrográfica tem grande influência sobre os
fatores meteorológicos e hidrológicos, pois a velocidade do escoamento
superficial é determinada pela declividade do terreno, enquanto que a
temperatura, a precipitação e a evaporação são funções da altitude da
bacia.
a) declividade da bacia:

Quanto maior a declividade de um terreno, maior a velocidade de


escoamento, menor Tc e maior as perspectivas de picos de enchentes. A
magnitude desses picos de enchente e a infiltração da água, trazendo
como conseqüência, maior ou menor grau de erosão, dependem da
declividade média da bacia (determina a maior ou menor velocidade do
escoamento superficial), associada à cobertura vegetal, tipo de solo e
tipo de uso da terra.
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas
HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas
Determinação da declividade equivalente (ou média):

2 -Pela média harmônica (mais utilizada)

A declividade equivalente é determinada pela seguinte fórmula


Onde:
L é a extensão horizontal do perfil, que é dividido
em n trechos, sendo Li e Ii, respectivamente, a
extensão horizontal e a declividade média em
cada trecho.
0 , 385
 L2 
t c  57
I
 eq



HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas
Tempo de concentração (tc)

É o tempo necessário para que toda a água precipitada na bacia


hidrográfica passe a contribuir na seção considerada.
1 - Fórmula de Kirpich

onde:
Ieq – declividade equivalente em m/km;

L – comprimento do curso d´água em km.


HIDROLOGIA
UFPEL Bacia Hidrográficas