Você está na página 1de 3

LISTA 1 – Conceitos introdutórios

1) Se o Super-Homem possui uma massa de 100 kg no planeta onde nasceu, chamado


Krypton, onde a aceleração da gravidade é 25 m/s², determine (a) seu peso em
Krypton, em N, e (b) sua massa, em kg, e seu peso, em N, na Terra, onde g = 9,81
m/s².
2) Um gás ocupa um volume de 25 ft³ e pesa 3,5 lbf na Lua, onde a aceleração da
gravidade é de 5,47 ft/s². Determine o seu peso, em lbf, e sua massa específica,
em lb/ft³, em Marte, onde g = 12,86 ft/s².
3) Os pesos atômico e molecular de algumas substâncias de uso corrente estão
listados nas tabelas do Apêndice A-1 e A-1E. Usando os dados da tabela
apropriada, determine:
(a) a massa, em kg, de 20 kmol de cada uma das seguintes substâncias: ar, C, H2O
e CO2.
(b) o número de lbmol em 50 lb de cada uma das seguintes substâncias: H2, N2,
NH3, e C3H8.
4) Um objeto cuja massa é de 50 lb (22,7 kg) é projetado para cima por uma força
de 10 lbf (44,5 N). A única força que atua sobre o objeto é a força da gravidade.
A aceleração da gravidade é g = 32,2 ft/s2 (9,8 m/ s2). Determine a aceleração
resultante do objeto, em ft/s². A aceleração resultante é para cima ou para baixo?
5) Um balão esférico de 10 ft (3,0 m) de diâmetro contém 35 lb (15,9 kg) de ar.
Determine para o ar (a) o volume especifico, em ft³/lb e ft³/lbmol, e (b) o peso,
em lbf. Considere g = 31,0 ft/s²
6) Um recipiente fechado com volume de 1 litro contém 2,5 × 10²² moléculas de
vapor de amônia. Determine para a amônia: (a) a quantidade presente, em kg e
kmol, e (b) o volume especifico, em m³/kg e m3/kmol.
7) Um sistema que consiste em 3 kg de um gás em um conjunto cilindro-pistão sofre
um processo durante o qual a relação entre a pressão e o volume específico é dada
por pv0,5 = constante. O processo inicia com p1 = 250 kPa, V1 = 1,5 m³ e termina
com p2 = 100 kPa. Determine o volume específico final, em m³/kg. Represente o
processo em um gráfico de pressão versus o volume especifico.
8) Um sistema que consiste em monóxido de carbono (CO) em um conjunto cilindro-
pistão, inicialmente a p1 = 200 lbf/in2 (1379, 0 kPa), ocupa um volume de 2,0 m³.
O monóxido de carbono é expandido para p2 = 40 lbf/in2 (275,8 kPa) e um volume
final de 3,5 m³. Durante o processo, a relação entre a pressão e o volume é linear.
Determine o volume, em ft³, em um estado intermediário em que a pressão é de
150 lbf/in² (1034, 2 kPa), e esboce o processo em um gráfico de pressão versus
volume.
9) Considerando o manômetro abaixo:
(a) para a pressão no tanque de 1,5 bar e
a pressão atmosférica de 1 bar, determine
L, em metros, para a água com massa
especifica de 997 kg/m³, como o líquido
do manômetro. Considere g = 9,81 m/s².
(b) determine L, em cm, se o líquido do
manômetro for o mercúrio com massa
especifica de 13,59 g/cm³ e a pressão do
gás for 1,3 bar. Um barômetro indica que
a pressão atmosférica local é 750 mmHg.
Considere g = 9,81 m/s².

10) Um barômetro contém mercúrio (ρ = 13,59 g/cm³). Se a pressão atmosférica local


é de 100 kPa e g = 9,81 m/s², determine a altura da coluna de mercúrio, L, em
mmHg e inHg.
11) Considerando que a pressão da água na base da torre de água ilustrada abaixo é
de 4,15 bar, determine a pressão do ar aprisionado acima do nível da água, em
bar. Considere a massa específica da água como 103 kg/m³ e g = 9,81 m/s².

12) A figura abaixo mostra um tanque no interior de um outro, cada um contendo ar.
A pressão absoluta no tanque A é de 267,7 kPa. O manômetro A está instalado no
interior do tanque B e registra 140 kPa. O manômetro de tubo em U conectado ao
tanque B contém mercúrio. Usando os dados do diagrama, determine a pressão
absoluta no interior do tanque B, em kPa. A pressão atmosférica nas vizinhanças
do tanque B é de 101 kPa. A aceleração da gravidade é g = 9,81 m/s².
13) Considere um tanque com água a qual é pressurizada a ar, e a pressão é medida
por um manômetro de coluna de vários fluidos, como mostra a figura abaixo. O
tanque está localizado em um local a uma altitude de 1.400 m, onde a pressão
atmosférica é de 85,6 kPa. Determine a pressão do ar no tanque se h1 = 0,1m, h2
= 0,2 m e h3 = 0,35 m. Considere as massas específicas da água, do óleo e do
mercúrio como 1.000 kg/m³, 850 kg/m³, e 13.600 kg/m³, respectivamente.

Você também pode gostar