Você está na página 1de 2

A CURA INTERIOR DO CASAL – LIÇÃO 7

FUNDAMENTAÇÃO BÍLICA BÁSICA: Efésios 4:31-32


FUNDAMENTAÇÃO BÍBLICA COMPLEMENTAR: Provérbios 18:14, Isaias 54:46,
Marcos 11:25, Mateus 13:51, Romanos 8:12 e Coríntios 5:17.
TEXTO CHAVE: “Suportando-vos e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa
contra outro; assim como o senhor vos perdoou, assim fazeis vós também” Colossenses 3:13.

A CURA INTERIOR DO CASAL - Provérbios 18:14 - As feridas mais fortes que o ser
humano possa ter centraliza-se na alma Quando Deus o planejou vê-lo de tal modo que ele
pudesse sentir-se amado, ser amado, e por sua vez dar amor.
Muitas feridas vêm da infância: falta de afeto familiar, amor e reconhecimento. Estas
deficiências deixam um grande vazio no coração e, embora passem os anos, este continua.
Geralmente cada pessoa busca preenchê-lo com elementos secundários, expondo-se a incorrer
em graves pecados. Muitas pessoas chegam ao casamento nestas condições, acreditando que este
lhes fará esquecer tudo o que sofreram na infância,mas o que fará,é aumentar suas feridas.

1- CAUSAS QUE GERAM ALMA FERIDA

a- A rejeição - A causa mais comum da rejeição é a falta de amor. Por isso é fundamental
que, dentro do casamento, cada pai seja muito especial com seus filhos; o marido com
sua esposa e a esposa com seu marido, a fim de evitar feridas profundas que muitas
vezes, se acredita,tenham sido curadas com o tempo, mas os anos passam e a ferida
continua muito mias viva que antes. São vários os aspectos que produzem as feridas no
coração. Entre eles encontramos:
 Quando uma mulher fica grávida e não deseja ter esse filho
 Quando as crianças vêm a este mundo e não são aceitas pelos pais, quer seja por seu
sexo ou pela situação econômica do lar.
 Quando os pais têm preferência por algum dos filhos.
 Quando foram envergonhados em público.

b. A ira - É uma atitude desconhecida no caráter do individuo. Esta é uma amostra de


fraqueza, manifestada muitas vezes, mais pelo homem,” Efésios 4:31-32”.

c. Culpar o outro - “Geralmente o ser humano tende sempre a justificar-se a si mesmo e a


jogar a culpa em outros: É importante reconhecer nossos próprios erros, no que falhamos.
A formação dos filhos depende de ambos, e é importante que dentro do casamento ambos
aprendam como casal, a assumir suas próprias responsabilidades e enfrentar cada
situação.
d. As palavras cruéis - O efeito das palavras é muito poderoso. Esta fica virtualmente
ressoando na mente das pessoas, até que provoquem uma grande ferida; e ai quando se
torna rancorosos, dados á vinganças que pode por sua vez romper o pacto de fidelidade.
por isso é importante que, se houve ofensa dentro do casamento,com palavras fortes,cada
um procure seu cônjuge e lhe peça perdão, de todo coração , e as anulem no nome de
Jesus Cristo. A seguir devem pedir a bênção e o amparo para o lar.
e. Mau-trato físico - Há homens que se acostumaram a maltratar fisicamente suas esposas.
Isaias 54:4-6. O próprio Deus colocou um muro de proteção ao redor da mulher, e Ele
mesmo diz que o seu marido; não é esse homem que a maltratou ou a abandonou, pois
Ele mesmo a recolherá com grande misericórdia.

2. PASSOS PARA CURAR AS EMOÇÕES

a. Leia no livro do Marcos 11:25:” Quando estiverdes orando, perdoai se tendes alguma
coisa contra alguém, para que também vosso Pai que está no céu, vos perdoe as
vossas ofensas”.
b. Renuncie o abrigar coisas em seu coração que tenha produzido amargura,
ressentimento, ódio ou rebeldia. Mateus 13:52:”
c. Perdoe-se a você mesmo. Romano 8:1 afirma: “portanto, agora nenhuma condenação
há para os que estão em cristo Jesus”. Não deixe que seus pensamentos o acusem, que
os erros que cometeu no passado o condenem.
d. Volte-se para Cristo com todo seu coração. Jesus disse:” Vinde a mim todos os que
estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei” Mateus 11:28

CONCLUSÃO: É importante experimentar uma cura total em sua alma, para que possa
desfrutar de uma correta relação conjugal.

APLICAÇÃO: Identifique a raiz da falta de perdão em sua vida e coloque-a na cruz do calvário.
Perdoe e procure perdoar aos que ofenderam. Faça-o sempre no momento da ofensa, não espere
que passe muito tempo.