Você está na página 1de 6

HDL LE Ref.

: 98
Instruções de Uso MS 10009010057

Finalidade . Sistema para determinação homogênea direta do A especificidade desejada é conseguida com ação do detergente
colesterol HDL em soro e plasma. presente no reagente 2 cujas propriedades solubilizam somente o
colesterol HDL.
[Somente para uso diagnóstico in vitro.]
Concentrações de triglicérides até 1800 mg/dL, bilirrubina até 60 mg/dL,
Princípio . A seletividade do método está baseada nas tecnologias de hemoglobina até 1000 mg/dL e ácido ascórbico até 100 mg/dL não
aceleração da reação da colesterol oxidase (CO) com o colesterol livre interferem significativamente na reação.
das lipoproteínas não HDL e solubilização seletiva das partículas HDL por
O sistema de calibração é referenciado ao SRM 1951 do National Institute
ação de um detergente específico.
of Standards and Technology (NIST), que lhe garante característica única
Na primeira fase da reação, o colesterol livre das partículas não HDL é de rastreabilidade.
submetido a uma reação enzimática catalisada pela colesterol oxidase
A flexibilidade do método torna-o facilmente aplicável em analisadores
(CO) na presença de Acelerador. O peróxido de hidrogênio produzido é
automáticos capazes de processar reação de ponto final com dois
consumido por uma reação da peroxidase com disulfobutilmetatoluidina
reagentes e medição em 600 nm.
sódica (DSBmT) formando um produto incolor.

A segunda reação utiliza um detergente capaz de solubilizar Metodologia . Acelerador-Detergente Seletivo.


especificamente o colesterol HDL. Com a ação das enzimas colesterol
esterase (CE) e colesterol oxidase e acoplamento com 4-aminoantipirina Reagente
e o cromogênio DSBmT, em reação catalisada pela peroxidase, ocorre o
desenvolvimento de coloração proporcional à concentração de colesterol 1. 1 - Reagente 1 - Armazenar entre 2 - 8 ºC.

HDL na amostra. Contém tampão pH 6,0; colesterol oxidase <1000 U/L, peroxidase
<1300 U/L, DSBmT <1 mmol/L, acelerador <1 mmol/L e azida sódica
0,06%.
HDL, LDL, VLDL Acelerador +CO L DL, Quilomicrons + HDL
e Quilomicrons e VLDL não reagentes 2. 2 - Reagente 2 - Armazenar entre 2 - 8 ºC.
DSBmT+Peroxidase
Contém tampão pH 6,0; colesterol esterase <1500 U/L,
Detergente seletivo 4-aminoantipirina <1 mmol/L, ascorbato oxidase <3000 U/L,
HDL Colesterol HDL solubilizado detergente <2% e azida sódica 0,06%.
Colesterol esterase
Colesterol HDL solubilizado Colestenona + H2O2 3. - Calibrador - Concentração no rótulo do frasco. Armazenar
Colesterol oxidase entre 2 - 8 ºC.
Reagente liofilizado. Preparação contendo HDL humano, tampão 50 mM,
Peroxidase cloreto de sódio >150 mM e estabilizadores <15%.
H2O2 + DSBmT + 4-aminoantipirina Antipirilquinonimina + 4 H2O
Os reagentes não abertos quando armazenados nas condições indicadas
são estáveis até a data de expiração impressa no rótulo.
Características do sistema . Devido à importância da medição
exata do colesterol HDL, é desejável utilizar um método de referência. Os Reagentes 1 e 2, quando mantidos em bandeja refrigerada no
O método de referência que combina a ultracentrifugação com equipamento, são estáveis por 4 semanas. Este período de estabilidade
precipitação química para separar as HDL, dosando o colesterol com o pode ser modificado em função das características e condições de
método de Abell-Kendall, é intensivo em tempo e operações e tem manutenção do equipamento. Portanto, sugere-se que o controle da
6
aplicação limitada no laboratório clínico . qualidade seja utilizado para monitorar o desempenho dos reagentes. Os
reagentes após abertos quando armazenados bem vedados entre
O sistema HDL LE da Labtest Diagnóstica é um método homogêneo 2 e 8 ºC e não submetidos a contaminações química ou microbiana, são
líquido para medição direta do colesterol HDL e consiste em um processo estáveis até a data de validade indicada no rótulo.
simples e bem definido que transmite confiança na exatidão da
metodologia. O método possui excelente correlação com o Método
3 Precauções e cuidados especiais
Designado de Comparação (MDC) e apresenta características de
precisão e exatidão que superam significativamente os requisitos Os cuidados habituais de segurança devem ser aplicados na
mínimos de desempenho propostos pelo Programa Nacional de manipulação dos reagentes, que não devem ser pipetados com a boca.
Educação em Colesterol (NCEP), em vigor desde 1998 .
1

01 Português - Ref.: 98
O calibrador contém derivados de sangue humano e apresentou Preparo do calibrador . Adicionar 1,0 mL de água, qualidade
resultados negativos para a presença de HBsAg e anticorpos HCV e HIV reagente (ver Observação no. 2), ao conteúdo do frasco de calibrador.
utilizando testes aprovados. Entretanto, nenhum teste conhecido pode Deixar em repouso durante 5 minutos. Misturar por inversão suave
assegurar que produtos derivados de sangue humano não transmitam evitando a formação de espuma. Estável 7 dias entre 2 - 8 ºC e 30 dias a
doenças infecciosas. Portanto, recomenda-se manuseá-lo como sendo 20 ºC negativos em recipiente hermeticamente fechado para evitar
potencialmente infectante, seguindo as normas estabelecidas para evaporação do solvente. Para evitar congelamentos e descongelamentos
biossegurança. repetidos, sugerimos separar o calibrador em alíquotas antes de
congelar. Após descongelar, homogeneizar bem antes da utilização. Não
Os reagentes contêm azida sódica que é tóxica. Deve-se tomar cuidado
usar vórtex ou similar.
para evitar a ingestão e no caso de contato com os olhos deve-se lavar
imediatamente com grande quantidade de água e procurar auxílio
médico. A azida pode formar compostos altamente explosivos com Procedimento
tubulações de chumbo e cobre. Portanto, utilizar grandes volumes de
Este procedimento não se aplica em analisadores semi-automáticos que
água para descartar os reagentes.
utilizam unicamente cubeta de fluxo. Estão disponíveis aplicações para
sistemas automáticos e semi-automáticos.
Materiais necessários e não fornecidos
Rotular 2 tubos de ensaio e proceder como a seguir:
1. Fotômetro capaz de medir com exatidão a absorbância em 600 nm.
2. Incubador ou banho-maria a 37 ºC.
Teste Calibrador
3. Pipetas para medir amostras e reagentes.
4. Cronômetro. Amostra 0,01 mL
Calibrador 0,01 mL
Reagente 1 0,75 mL 0,75 mL
Amostra
Usar soro ou plasma (heparina lítio e EDTA). Amostras com citrato ou Misturar e incubar a 37 ºC durante 5 minutos. O nível da água no banho
oxalato não devem ser usadas porque produzem resultados falsamente deve ser superior ao nível dos reagentes nos tubos de ensaio. Determinar
diminuídos. As amostras de soro ou plasma não devem permanecer entre as absorbâncias A1 do teste e do calibrador em 600 nm, acertando o zero
15 - 30 ºC por mais de 14 horas. Quando as medições não são com água deionizada.
completadas dentro de 14 horas, as amostras podem ser armazenadas
entre 2 - 8 ºC por 7 dias e por 30 dias a 20 ºC negativos. Deve-se
Reagente 2 0,25 mL 0,25 mL
armazenar em temperaturas ≤70 ºC negativos quando houver
necessidade de preservação por períodos maiores de tempo. Evitar
Manter a 37 ºC durante 5 minutos. Determinar as absorbâncias A2 do
congelamentos e descongelamentos repetidos. Amostras
descongeladas devem ser bem misturadas antes da utilização. Não usar teste e calibrador em 600 nm, acertando o zero com água deionizada. As
vórtex ou similar. Não usar amostras com sinais de contaminação absorbâncias são estáveis por 60 minutos. Se o fotômetro utilizado
microbiana. possuir recursos para leitura bicromática, utilizar um filtro primário com
emissão em 600 nm e um filtro secundário com emissão entre 660 e
Como nenhum teste conhecido pode assegurar que amostras de sangue 700 nm.
não trasmitem infecções, todas elas devem ser consideradas como
potencialmente infectantes. Portanto, ao manuseá-las deve-se seguir as Cálculos . Ver linearidade.
normas estabelecidas para biosegurança.
A primeira leitura da absorbância (A1) deve ser corrigida para o volume
Para descartar os reagentes e o material biológico sugerimos aplicar as final da reação obtendo-se A1cor, antes de realizar o cálculo da
normas locais, estaduais ou federais de proteção ambiental. concentração de HDL.

Interferências A1cor = A1 x 0,75

Concentrações de bilirrubina total até 60 mg/dL, hemoglobina até Teste (A2 -A1cor)
1000 mg/dL, ácido ascórbico até 100 mg/dL, gamaglobulinas até Colesterol HDL (mg/dL) = x CC
5000 mg/dL e triglicérides até 1800 mg/dL não interferem Calibrador (A2 -A1cor)
significativamente na reação.
CC: concentração do calibrador
As amostras contendo concentrações dos interferentes maiores que os
acima referidos devem ser diluídas em NaCl 150 mmol/L (0,85%) antes Exemplo
de se realizar os ensaios. Multiplicar o resultado obtido pelo fator de
diluição. Os dados foram obtidos com leituras bicromáticas 600/700 nm:

Teste: A1 = 0,004 A1cor = 0,003 A2 = 0,080


Calibrador: A1 = 0,002 A1cor = 0,0015 A2 = 0,085

02 Português - Ref.: 98
Concentração do Calibrador: 45,7 mg/dL Valores desejáveis ou recomendados . Os valores a seguir
substituem os valores de referência e foram determinados a partir de
0,080-0,003
dados epidemiológicos tratados estatisticamente, que relacionam as
Colesterol HDL (mg/dL) = x 45,7 = 42,1
0,085-0,0015 concentrações do colesterol com a prevalência de doença coronariana
isquêmica (DCI).
Devido a grande reprodutibilidade que pode ser obtida com a
metodologia, o método do fator pode ser empregado.
Adultos . Classificação ATP III - Colesterol Total, LDL e HDL (mg/dL)
2

CC
FATOR = Colesterol Total
Calibrador (A2 - A1cor) Desejável <200
Limiar elevado 200 - 239
Colesterol HDL (mg/dL) = Teste (A2 -A1cor) x Fator Elevado ≥240

Exemplo
Colesterol LDL (mg/dL)
45,7 Ótimo <100
Fator = = 547 Limiar ótimo 100 - 129
0,085-0,0015 Limiar elevado 130 - 159
Elevado 160 - 189
Colesterol HDL (mg/dL) = (0,080-0,003) x 547 = 42,1
Muito Elevado ≥190

Calibração
O calibrador é rastreável ao Standard Reference Material (SRM) 1951 do Colesterol HDL (mg/dL)
National Institute of Standards and Technology (NIST). Baixo <40
Elevado (Desejável) ≥60
Calibrações manuais
Obter o fator de calibração ao usar novo lote de reagentes ou quando o
controle da qualidade indicar.

Sistemas automáticos 9
Crianças e Adolescentes
Branco de reagentes: água ou solução de cloreto de sódio 150 mmol/L
(0,85%); Colesterol Total (mg/dL)
Padrão: usar o calibrador do produto; Idade: 2 a 19 anos
Desejável <170
Intervalos de calibração; Limítrofe 170 - 199
Calibração de 2 pontos ao mudar de lote; Elevado ≥200
Calibração de 2 pontos quando o controle da qualidade indicar.

Linearidade Colesterol LDL (mg/dL)


Idade: 2 a 19 anos
A reação é linear entre 2,5 e 200 mg/dL. Em casos raros de valores Desejável <110
maiores que 200 mg/dL, diluir a amostra com NaCl 150 mmol/L (0,85%),
Limítrofe 110 - 129
realizar nova determinação e multiplicar o resultado obtido pelo fator de
Elevado ≥130
diluição.

Controle interno da qualidade . O laboratório deve manter um Colesterol HDL (mg/dL)


programa de controle interno da qualidade que defina claramente os <10 anos Desejável ≥40
regulamentos aplicáveis, objetivos, procedimentos, critérios para 10 a 19 anos Desejável ≥35
especificações da qualidade e limites de tolerância, ações corretivas e
registro das atividades. Materiais de controle devem ser utilizados para
avaliar a imprecisão e desvios da calibração. Recomenda-se utilizar um
sistema de regras de controle para verificar a estabilidade do sistema de
7
medição .

Sugere-se utilizar as preparações estabilizadas da linha Qualitrol e


Qualitrol H da Labtest para controle interno da qualidade em ensaios de
química clínica.

03 Português - Ref.: 98
Características de desempenho8 Efeitos da diluição da matriz . Uma amostra com valor igual a
200 mg/dL foi utilizada para avaliar a resposta do sistema nas diluições
Exatidão . A exatidão do método foi verificada por comparação com o da matriz com NaCl 150 mmol/L (0,85%). Os desvios máximos
3 encontrados em relação à linha de linearidade foram iguais ou menores
MDC sendo obtidos os seguintes resultados:
que 5%.

Método Designado Significado clínico . Existem fortes evidências de que o colesterol é


de Comparação HDL LE um fator de risco direto para Doença Coronariana Isquêmica (DCI).
(MDC) Estudos retrospectivos e prospectivos demonstram claramente uma
Número de amostras 52 52 interrelação curvilinear entre os níveis do colesterol sérico, mais
Intervalo (mg/dL) 32,0 - 133,0 33,6 - 133,0 especificamente o colesterol LDL, e a prevalência de DCI.
Média (mg/dL) 56,3 58,3 Em 1977 foi demonstrado que o colesterol HDL tem um efeito protetor
Equação da regressão HDL LE = 0,99* (MDC)+2,81 mg/dL contra a prevalência da DCI. Os estudos de Framinghan mostraram de
Coeficiente de correlação 0,996 modo inequívoco que os níveis do colesterol HDL são inversamente
proporcionais à prevalência da DCI. Esta relação inversa é claramente
percebida na tabela de valores desejáveis ou recomendados.
O erro total (aleatório + sistemático),estimado em um nível de decisão
igual a 40 mg/dL, é igual a 4,39 mg/dL ou 11,0%. As concentrações do colesterol nas frações LDL e VLDL e na fração HDL
dependem de metabolismos distintos e não se deve fazer qualquer
Especificidade . Para avaliar a especificidade do método em tentativa de buscar correlação entre seus valores de concentração.
amostras com triglicérides elevados, foi realizado um estudo utilizando
amostras com concentrações de triglicérides maiores que 400 mg/dL Observações
(431 a 2807 mg/dL), sendo obtidos os seguintes resultados na
6
comparação com o método de referência do CDC : 1. A limpeza e secagem adequadas do material utilizado são fatores
fundamentais para a estabilidade dos reagentes e obtenção de resultados
corretos.
Método Referência
HDL LE
(MR) 2. O laboratório clínico tem como objetivo fornecer resultados exatos e
Número de amostras 41 41 precisos. A utilização de água de qualidade inadequada é uma causa
Intervalo (mg/dL) 26,0 - 47,0 23,7 - 47,4 potencial de erros analíticos. A água utilizada no laboratório deve ter a
Média (mg/dL) 37,9 35,6 qualidade adequada a cada aplicação. Assim, para preparar reagentes,
Equação da regressão HDL LE = 1,01* (MR)-2,48 mg/dL usar nas medições e para uso no enxágüe final da vidraria, a água deve ter
Coeficiente de correlação 0,968 resistividade ≥1 megaohm.cm ou condutividade ≤1 microsiemens/cm e
concentração de silicatos <0,1 mg/L. Quando a coluna deionizadora está
com sua capacidade saturada ocorre liberação de vários íons, silicatos e
O erro total (aleatório + sistemático), estimado em um nível de decisão
substâncias com grande poder de oxidação ou redução que deterioram
igual a 40 mg/dL, é igual a 4,06 mg/dL ou 10,2%.
os reagentes em poucos dias ou mesmo horas, alterando os resultados
de modo imprevisível. Assim, é fundamental estabelecer um programa de
controle da qualidade da água.
Repetitividade - Imprecisão intra-ensaio
N Média DP CV (%) 3. Vários fatores alteram os resultados obtidos com o calibrador.
Amostra 1 20 32,9 0,3 0,9 Dentre estes fatores estão os erros de reconstituição, homogeneização,
Amostra 2 20 50,6 0,2 0,4 contaminação da água ou vidraria, controle inadequado da temperatura
Amostra 3 20 101,4 0,7 0,7 ou erros técnicos associados ao instrumento. Sugerimos o cumprimento
das boas práticas de laboratório e a verificação das instruções do
fabricante do instrumento e dos reagentes utilizados, relacionadas com
Reprodutibilidade - Imprecisão total as limitações do procedimento.

N Média DP CV (%) 4. O valor do calibrador foi estabelecido utilizando o procedimento e o


Amostra 1 40 32,8 0,4 1,2 sistema HDL LE (Ref. 98) conforme descrito nas instruções de uso.
Amostra 2 40 50,0 0,7 1,4 A exatidão da calibração poderá não ser adequada quando for utilizado
Amostra 3 40 100,1 1,1 1,1 reagente de outro fabricante.

Sensibilidade metodológica . Utilizando-se a absorbância do


calibrador como parâmetro, a sensibilidade fotométrica é 0,57 mg/dL,
correspondendo a uma absorbância igual a 0,001.

04 Português - Ref.: 98
Referências Estão disponíveis aplicações para sistemas automáticos.

1. Bachorik PS, Ross JW. Clin Chem 1995;41:1414-33. O número de testes em aplicações automáticas depende dos
parâmetros de programação.
2. Executive Summary of the Third report of the National Cholesterol
Education Program (NCEP) Expert Panel on Detection, Evaluation, and Informações ao consumidor
Treatment of High Blood Cholesterol in Adults (Adult Treatment Panel
III). JAMA 2001;285:2486-97. [Termos e condições de garantia]

3. Kimberly MM, Leary ET, Waymack PP. Clin Chem 1999;45:1803-12. A Labtest Diagnóstica garante o desempenho deste produto dentro das
especificações até a data de expiração indicada nos rótulos, desde que os
4. Pesce AJ, Kaplan LA. Methods in Clinical Chemistry, St. Louis: The C.V. cuidados de utilização e armazenamento indicados nos rótulos e nestas
Mosby Co., 1987:1179-1194. instruções sejam seguidos corretamente.
5. Virella MFL, Stone P, Ellis S, Colwell G. Clin Chem 1977;23:882-884.

6. Warnick RG, Wood PD. Clin Chem 1995; 41:1427-33. Labtest Diagnóstica S.A.
CNPJ: 16.516.296 / 0001 - 38
7. Westgard JO, Barry PL, Hunt MR, Groth T. Clin Chem 1981; 27:493- Av. Paulo Ferreira da Costa, 600 - Vista Alegre - CEP 33400-000
501. Lagoa Santa . Minas Gerais Brasil - www.labtest.com.br
Serviço de Apoio ao Cliente 0800 031 34 11 (Ligação Gratuita)
8. Labtest: Dados de Arquivo.
e-mail: sac@labtest.com.br
9. Leite PF, Martinez TLR, Halpern A, Cendoroglo MS, Novazzi JP, Fonseca
FAH, Dias JCA. Risco cardiovascular: fatores metabólicos e
nutricionais: diagnóstico e tratamento. São Paulo: Loyola, 1994. p.56.

Apresentação Copyright by Labtest Diagnóstica S.A.


Revisão: Março, 2013
Ref.: 280113 Reprodução sob prévia autorização
Produto Referência Conteúdo
1 1 X 60 mL
98-80 2 1 X 20 mL
1 X 1,0 mL
1 1 X 240 mL
HDL LE 98-320 2 1 X 80 mL
1 X 1,0 mL
1 3 X 2000 mL
98-8000 2 1 X 2000 mL
1 X 1,0 mL

05 Português - Ref.: 98
Símbolos utilizados com produtos diagnósticos in vitro
Símbolos usados con productos diagnósticos in vitro
Symbols used with ivd devices

Conteúdo suficiente para < n > testes Risco biológico


Contenido suficiente para < n > tests Riesgo biológico
Contains sufficient for < n > tests Biological risk

Data limite de utilização (aaaa-mm-dd ou mm/aaaa) Marca CE


Estable hasta (aaaa-mm-dd o mm/aaaa) Marcado CE
Use by (yyyy-mm-dd or mm/yyyy) CE Mark

Material Calibrador Tóxico


Material Calibrador Tóxico
Calibrator Material Poison

Material Calibrador Reagente


Material Calibrador Reactivo
Calibrator Material Reagent

Limite de temperatura (conservar a) Fabricado por


Temperatura limite (conservar a) Elaborado por
Temperature limitation (store at) Manufactured by

Representante Autorizado na Comunidade Europeia Número do lote


Representante autorizado en la Comunidad Europea Denominación de lote
Authorized Representative in the European Community Batch code

Consultar instruções de uso Controle


Consultar instrucciones de uso Control
Consult instructions for use Control

Número do catálogo Controle negativo


Número de catálogo Control negativo
Catalog Number Negative control

Adições ou alterações significativas Controle positivo


Cambios o suplementos significativos Control positivo
Significant additions or changes Positive control

Produto diagnóstico in vitro Controle


Dispositivo de diagnóstico in vitro Control
In vitro diagnostic device Control

Liofilizado Corrosivo
Liofilizado Corrosivo
Lyophilized Corrosive

Período após abertura


Período post-abertura Ref.: 201112
Period after-opening

06 Português - Ref.: 98