Você está na página 1de 4

Material Específico – Ciências Econômicas – CQA/UNIP (uso no 1º semestre de 2018)

Questão 3 - MICROECONOMIA
Questão 3.1
Após analisar o mercado, um empresário deseja contratar uma consultoria para entender o
comportamento da demanda para o seu produto. O consultor contratado responde que uma
variação no preço produz dois efeitos: efeito substituição e efeito renda. O efeito resultante
depende do tipo do bem e pode ser descrito pela equação de Slutsky,

x T x S x
  x
p p m

O lado esquerdo da igualdade representa o efeito total da variação do preço; o primeiro


termo do lado direito é o efeito substituição; o segundo termo (incluindo o sinal negativo) é
o efeito renda; x é a quantidade do bem; p é o preço; e m é a renda.
Analisando os sinais das derivadas, o consultor deveria identificar que,

x T
A. se  0 , então o bem é normal.
p

x S
B. se  0 , então o bem é de Giffen.
p
x
C. se  0 e o efeito substituição é maior que o efeito renda, em módulo, então o bem é
m
de Giffen.
x
D. se  0 e o efeito substituição é maior que o efeito renda, em módulo, então o bem é
m
inferior.
x
E. se  0 , então o bem é normal.
m

1. Introdução teórica

1.1. Lei da demanda

A demanda de um bem qualquer está relacionada ao preço desse bem e a outros


fatores, como a renda do consumidor, suas preferências e os preços dos bens relacionados.
Na teoria da demanda, a relação entre preços e quantidades é inversa, ou seja,
preços maiores implicam quantidades demandadas menores quando se trata de um bem

1Questão 25 – Enade 2012.


Material Específico – Ciências Econômicas – CQA/UNIP (uso no 1º semestre de 2018)

normal. Essa relação pode ser explicada pela elasticidade-preço, que classifica os bens como
de demanda elástica, de demanda inelástica ou de demanda unitária.
A elasticidade-renda da demanda também explica relações. Imaginemos determinado
bem cuja demanda aumenta quando a renda da população aumenta. Se, para esse bem, a
renda da população não aumentar, sua demanda diminui quando seu preço sobe (VARIAN,
2006).
Podem ocorrer, entretanto, situações em que a demanda por um bem aumenta
quando o preço aumenta. Quando isso acontece, o bem é conhecido como bem de Giffen
(VARIAN, 2006).
A variação de demanda de um bem pode ser afetada pelo aumento do poder
aquisitivo. A esse fenômeno, damos o nome de efeito renda.
Quando a variação da demanda de um bem ocorre pela alteração no preço, temos o
chamado efeito substituição.

1.2. Equação de Slutsky

A equação de Slutsky relaciona a demanda por um bem (x) com a renda (m) e com o
preço (p):

x T x S x
  x
p p m

x x S
Na equação,  é a variação da demanda com a renda (efeito renda), é a
m p

x T
variação da demanda com o preço (efeito substituição) e é a variação total da demanda
p
considerando a variação da renda e a variação do preço.
 x 
O bem é considerado normal quando a demanda cresce com a renda   0 e
 m 

 x S 
diminui com o preço   0  .
 p 
Se um bem é um bem normal, o efeito substituição e o efeito renda ocorrem
inversamente relacionados ao preço, ou seja, quando um aumenta o outro diminui. Quando
um bem é um bem inferior, o efeito substituição e o efeito renda ocorrem em sentidos

2
Material Específico – Ciências Econômicas – CQA/UNIP (uso no 1º semestre de 2018)

opostos ao do bem normal e o efeito preço é ambíguo. Quando o aumento no preço de um


bem provoca aumento de demanda, o bem é chamado de bem de Giffen (VARIAN, 2006).

2. Análise das Alternativas

3. Indicação bibliográfica

• VARIAN, H. Microeconomia - Princípios básicos. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

4. Questões adicionais

Questão 47 (UFMT/2016 – com adaptações) [MICROECONOMIA]. Acerca do


problema da maximização da função utilidade na teoria do consumidor, marque V para as
afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.
( ) As curvas de demanda marshalianas são invariantes com as transformações
monotônicas crescentes das funções utilidade.
( ) As demandas marshalianas são homogêneas de grau zero nos preços e homogêneas de
grau 1 na renda.
( ) O multiplicador de Lagrange do problema é invariante (fixo ou constante) toda vez que a
função utilidade for homotética.
( ) As funções utilidade de Leontief garantem que a taxa marginal de substituição seja
dependente das demandas marshalianas.

3
Material Específico – Ciências Econômicas – CQA/UNIP (uso no 1º semestre de 2018)

Questão Extra (ANPEC/2015 – com adaptações) [MICROECONOMIA] Considere um


consumidor com renda , função utilidade e que se depara com os

preços e . Julgue as proposições como V ou F:

( ) Na cesta escolhida pelo consumidor, atinge-se a curva de indiferença definida por


.

( ) Se o preço do bem cair pela metade, a quantidade demandada desse bem dobra.

( ) Tendo em vista a mudança de preço do item anterior, uma compensação de Slutsky


deveria retirar $25 do consumidor.
( ) Ainda considerando a mesma mudança, os efeitos renda e substituição serão ambos
iguais a 12,5.
( ) Na cesta pertencente à nova restrição orçamentária (x,y) = (20,40), o agente
maximizador deveria trocar y por x, pois sua taxa marginal de substituição é igual a dois,
superior à taxa de troca exigida pelo mercado: .