Você está na página 1de 9

Exercícios sobre Densidade

A densidade (ou massa específica) é a relação entre a massa (m) e o


volume (V) de determinado material (seja ele sólido, líquido ou
gasoso) ou de uma solução.

Por Jennifer Rocha Vargas Fogaça





 Questão 1

Uma solução foi preparada misturando-se 30 gramas de um sal em 300 g de água.


Considerando-se que o volume da solução é igual a 300 mL, a densidade dessa
solução em g/mL será de:

a) 10,0

b) 1,0

c) 0,9

d) 1,1

e) 0,1

ver resposta

 Questão 2

Três líquidos (água, benzeno e clorofórmio) foram colocados numa proveta,


originando o seguinte aspecto:
A seguir temos uma tabela com as densidades de cada líquido. Baseando-se
nessas informações e em seus conhecimentos sobre densidade, relacione as
substâncias A, B e C com as mencionadas na tabela. Justifique sua resposta.

ver resposta

 Questão 3

Na tabela abaixo temos as densidades de alguns materiais sólidos. Se eles forem


adicionados à água líquida e pura, à temperatura ambiente, qual deles flutuará?

Pau-brasil .............................. 0,4 g/cm3


Alumínio ................................ 2,70 g/cm3
Diamante .................................3,5 g/cm3
Chumbo...................................11,3 g/cm3
Carvão ..................................... 0,5 g/cm3
Mercúrio .................................13,6 g/cm3
Água ......................................... 1,0 g/cm3

ver resposta
 Questão 4

Uma solução aquosa foi preparada dissolvendo-se certa massa de hidróxido de


sódio (NaOH) em 600 mL de água, originando um volume de 620 mL. Qual será a
massa do soluto presente nessa solução? (Dados: densidade da solução = 1,19
g/mL; densidade da água = 1,0 g/mL)

a) 222,4 g

b) 137,8 g

c) 184,5 g

d) 172,9 g

e) 143,1 g

ver resposta

 Questão 5

(UFPE) Para identificar três líquidos – de densidades 0,8,1,0 e 1,2 – o analista


dispõe de uma pequena bola de densidade 1,0. Conforme as posições das bolas
apresentadas no desenho a seguir, podemos afirmar que:

a) os líquidos contidos nas provetas 1, 2 e 3 apresentam densidades 0,8, 1,0 e 1,2.


b) os líquidos contidos nas provetas 1, 2 e 3 apresentam densidades 1,2, 0,8 e 1,0.
c) os líquidos contidos nas provetas 1, 2 e 3 apresentam densidades 1,0, 0,8 e 1,2.
d) os líquidos contidos nas provetas 1, 2 e 3 apresentam densidades 1,2, 1,0 e 0,8.
e) os líquidos contidos nas provetas 1, 2 e 3 apresentam densidades 1,0, 1,2 e 0,8.

ver resposta

 Questão 6

(Fuvest-SP) Em uma indústria, um operário misturou, inadvertidamente, polietileno


(PE), policloreto de vinila (PVC) e poliestireno (PS), limpos e moídos. Para
recuperar cada um destes polímeros, utilizou o seguinte método de separação:
jogou a mistura em um tanque contendo água (densidade = 1,00 g/cm3),
separando, então, a fração que flutuou (fração A) daquela que foi ao fundo (fração
B). Depois, recolheu a fração B, secou-a e jogou-a em outro tanque contendo
solução salina (densidade = 1,10g/cm3), separando o material que flutuou (fração
C) daquele que afundou (fração D).

(Dados: densidade na temperatura de trabalho em g/cm3: polietileno = 0,91 a 0,98;


poliestireno = 1,04 a 1,06; policloreto de vinila = 1,5 a 1,42)

As frações A, C e D eram, respectivamente:

a) PE, PS e PVC

b) PS, PE e PVC

c) PVC, PS e PE

d) PS, PVC e PE

e) PE, PVC e PS

ver resposta

 Questão 7

(Unicamp-SP) Três frascos de vidro transparentes, fechados, de formas e


dimensões iguais, contêm cada um a mesma massa de líquidos diferentes. Um
contém água, o outro, clorofórmio e o terceiro, etanol. Os três líquidos são
incolores e não preenchem totalmente os frascos, os quais não têm nenhuma
identificação. Sem abrir os frascos, como você faria para identificar as
substâncias?

A densidade (d) de cada um dos líquidos, à temperatura ambiente, é:

d(água) = 1,0 g/cm3


d(clorofórmio) = 1,4 g/cm3
d(etanol) = 0,8 g/cm3

ver resposta

 Questão 8

(FMU-SP) Um vidro contém 200 cm3 de mercúrio de densidade 13,6 g/cm3. A


massa de mercúrio contido no vidro é:

a) 0,8 kg

b) 0,68 kg

c) 2,72 kg

d) 27,2 kg

e) 6,8 kg

ver resposta

Respostas
 Resposta Questão 1

A alternativa correta é a letra “d”


Dados:

m1 (massa do soluto) = 30 g

m2 (massa do solvente) = 300 g

m (massa da solução) = (30 + 300)g = 330 g

v (volume da solução) = 300 mL

- Substituindo os valores na fórmula da densidade:

d=m
v

d = 330 g
300 mL

d = 1,1 g/mL

voltar a questão

 Resposta Questão 2

A = benzeno;

B = água;

C = clorofórmio.

Isso se dá porque os líquidos menos densos ficam sobre os mais densos. Assim,
como o benzeno é o menos denso, ele fica na superfície; e como o clorofórmio é o
mais denso, ele afunda, ficando na parte inferior, deixando a água no meio.

voltar a questão

 Resposta Questão 3
Flutuarão os materiais que possuírem a densidade menor que 1,0 g/cm3, que é a
densidade da água. Portanto: o pau-brasil e o carvão.

voltar a questão

 Resposta Questão 4

A alternativa correta é a letra “b”.

Dados:

o m1 (massa do soluto NaOH) = ?


o m2 (massa do solvente ─ água) = ?
o v (volume da solução) = 620 mL
o v2 (volume do solvente – água) = 600 mL
o d (densidade da solução) = 1,19 g/mL
o d2 (densidade da água) = 1,0 g/mL

- A fórmula da densidade pode ser escrita da seguinte forma:

d = m1 + m2
v

- Para substituir os valores nessa fórmula e resolver a questão é preciso descobrir


primeiro o valor de m2:

d2 = m2 →m2 = d2 . v2 →m2 = (1,0 g/mL) . (600 mL) →m2 = 600 g


v2

- Agora sim temos todos os dados para substituir na fórmula da


densidade da solução e descobrir o valor da massa do soluto:

d = m1 + m2
v

1,19 g/mL = m1 + 600g


620 mL
(1, 19 g/mL) . (620 mL) = m1 + 600g

737, 8 g = m1 + 600 g

m1 = (737, 8 – 600) g

m1 = 137,8 g

voltar a questão

 Resposta Questão 5

A alternativa correta é a letra “a”.

Na proveta 1, a bolinha é mais densa que o líquido, pois se encontra no fundo do


recipiente. Logo, o líquido é menos denso que a bolinha (d = 0,8). Na proveta 2, a
bolinha não afunda nem flutua, isso significa que possui a mesma densidade que o
líquido (d = 1,0). Na proveta 3, a bolinha flutua na superfície do líquido, logo, o
líquido possui densidade maior do que a da bolinha (d = 1,2).

voltar a questão

 Resposta Questão 6

Alternativa “a”

A fração A, que flutuou na água (d = 1,00 g/cm3), foi o polietileno (densidade entre
0,91 e 0,98). A fração C, que flutuou na solução salina (d = 1,10 g/cm3), foi o
poliestireno (densidade entre 1,04 e 1,06). A fração D, portanto, é o policloreto de
vinila, cuja densidade é maior que a da solução salina, ou seja, entre 1,5 g/cm3 e
1,42 g/cm3.

voltar a questão

 Resposta Questão 7
A partir da expressão que permite calcular densidades (d = m/v), temos m = d . v.

mágua = dágua . vágua

mclorofórmio = dclorofórmio . vclorofórmio

metanol = detanol . vetanol

No enunciado foi dito que a massa é a mesma. Portanto, o líquido de maior


densidade deverá apresentar o menor volume. Como o clorofórmio é o que possui
a densidade maior (1,4 g/cm3) então ele seria o que teria o menor volume. Já o
volume do etanol seria o maior, e o da água seria intermediário. A ilustração a
seguir nos fornece uma representação dos três frascos:

voltar a questão

 Resposta Questão 8

Alternativa “c”

Pela densidade sabemos que há 13,6 g de mercúrio em 1 cm3. Assim, podemos


resolver esse problema com uma regra de três simples:

13,6 g de mercúrio ------------------ 1 cm3


x ----------------------------- 200 cm3

X = 200 . 13,6 →x = 2720 g ou 2,720 kg


1

voltar a questão

Você também pode gostar