Você está na página 1de 56

Por Maxsuel Júnio

Essa apostila é meramente informativa, nenhum tratamento


médico deve ser abandonado ao compreender a técnica de
terapia quântica. A cura quântica é uma técnica complementar e
não substitui o tratamento médico convencional, bem como o
uso de remédios também, não deverão ser abandonados sem
autorização do seu médico.
Índice
O que é cura quântica?..............................................pág. 03
Os corpos sutis...........................................................Pág. 04
Os Chakras................................................................Pág. 11
Os novos Chakras.....................................................Pág. 13
Unificando os Chakras.............................................Pág. 27
A aura......................................................................Pág. 29
Como ver a aura?....................................................Pág. 35
Limpeza de ambiente..............................................Pág. 37
Limpeza pessoal......................................................Pág. 39
Comandos quânticos..............................................Pág. 41
Mudras...................................................................Pág. 45
O que é MINDFULNESS?.........................................Pág. 52
Bíbliografia.............................................................Pág. 56
“A Cura Quântica é uma brilhante investigação da habilidade de um
aspecto da consciência — a mente — em corrigir espontaneamente outro
aspecto da consciência — o corpo.” — The Washington Post

O que é Cura Quântica?


A principal ideia por trás da cura da energia quântica é que o corpo
humano tem a capacidade natural de se curar. Toda pessoa tem uma
experiência diferente com a cura, a dor e a relação com o seu próprio
corpo. Os terapeutas que utilizam a cura quântica acreditam que, para
facilitar sua cura, seu corpo deve estar no equilíbrio físico/ mental/
espiritual. Além disso, é necessário tratar o corpo de forma holística. A
palavra holística, que desagrada os médicos ortodoxos, significa apenas
um enfoque no todo, conjunto da mente e do corpo.
Os 7 corpos sutis

Atualmente, a ciência materialista considera o homem apenas em seu


aspecto físico, sem levar em conta a existência dos mundos suprafísicos.
Outros creem que somos duais, que temos corpo e alma. Há outros, ainda,
que admitem a existência do corpo da alma, e do espírito. Esses corpos são
invisíveis para a maioria dos homens pelo fato de estarem adormecidos os
nossos sentidos sutis e elevados, que poderiam servir para demonstrar a
realidade das dimensões superiores (e também inferiores) da Natureza e
do Cosmo. Em relação aos mundos suprafísicos, a maioria dos homens se
encontra em circunstâncias análogas a de um homem nascido cego neste
mundo dos sentidos. Embora esteja envolvido pela luz e pela cor, é incapaz
de aperceber-se delas. Para ele, isso não existe e é algo incompreensível,
simplesmente porque lhe faltam os sentidos apropriados que lhe
permitiriam perceber tais realidades cósmicas. Objetos físicos todos nós
podemos sentir, ver, apalpar, simplesmente por que temos os sentidos
físicos que nos capacitam perceber a realidade tridimensional; mas não
outras realidades, porque nossos outros sentidos estão
atrofiados/adormecidos. Assim acontece com a maior parte da
humanidade. Sentem e veem objetos e ouvem sons do mundo físico, mas
outros reinos e planos que unicamente os clarividentes chamam de
“mundo superior” são para esta humanidade tão incompreensíveis como a
luz e a cor para os cegos de nascença. Porém, porque o homem cego não
pode ver nem a luz nem a cor, isto não é argumento plausível contra a sua
existência e realidade. Tampouco teria lógica o argumento de que pelo fato
de a maioria das pessoas não poder ver os mundos suprafísicos é que
absolutamente ninguém os possa ver. Se o cego adquirir a visão, verá a luz
e a cor. Caso os sentidos superiores dos que atualmente estão cegos para o
mundo suprafísico forem despertados com os meios apropriados, estes
também poderão ver tais mundos que presentemente lhes são ocultos.
CORPOS – DIMENSÃO – SITUAÇÃO – INICIAL
1º – corpo Físico mundo tridimensional, físico nós o temos, mas está
desequilibrado
2º – corpo Vital mundo vital também o temos
3º – corpo Astral mundo astral (5ª dimensão) temos apenas uma forma lunar,
temos de construí-lo
4º – corpo Mental mundo mental (5ª dimensão) temos apenas uma forma lunar,
idem
5º – corpo Causal ou da Vontade mundo causal (6ª dimensão) também não
possuímos, está em embrião
6º – corpo Búdico ou da Consciência mundo búdico (6ª dimensão) já construído,
mas pertence ao Íntimo
7º – corpo Átmico ou Íntimo 7ª dimensão já construído, idem ao anterior
Salienta-se que essa divisão não é arbitrária, mas necessária, porque a substância
de cada um desses corpos está sujeita a leis que, praticamente, não atuam nos
outros. Além disso, a matéria desses corpos varia de densidade, sendo o corpo
físico o mais denso de todos.

1º – Corpo Físico
Serve para nos manifestarmos no plano tridimensional, chamado comumente
plano denso, que é onde a matéria tem sua completa manifestação. É claro que
esse veículo adaptado para a zona física não serve para nos manifestarmos em
outros planos (salvo em situações esotéricas muito especiais) onde a matéria é
mais sutil. Para essas dimensões necessitamos de um veículo apropriado, com as
características indispensáveis e acondicionadas às leis que regem essas
dimensões.

O Físico é o laboratório, através dele poderemos trabalhar e construir os demais


corpos.

2º – Corpo Etérico ou Vital


No organismo humano existe um corpo bioeletromagnético. Este é o corpo vital ou
assento vital, chamado também corpo etérico, e no Oriente de Lingam Sharira. É o
assento da vida orgânica. Nenhum organismo físico poderia viver sem o corpo
vital. Cada átomo do corpo vital penetra dentro de cada átomo do corpo físico para
fazê-lo vibrar intensamente.

Ambos os corpos se penetram e compenetram sem, porém, confundir-se. Todos


os fenômenos químicos, fisiológicos e biológicos, todo fenômeno de percepção,
todo processo metabólico, toda ação das calorias etc., têm sua base no corpo vital.
Este tem mais realidade que o físico. Sabemos muito bem que a cada sete anos
muda totalmente o físico devido à renovação constante das células.

Ao cabo desse tempo não fica um só átomo antigo em dito corpo. No entanto, o
corpo vital não muda. Nele estão contidos todos os átomos da infância, da
adolescência, da juventude e ainda da idade adulta e velhice. O corpo físico
pertence ao mundo de três dimensões, ao passo que o vital é um corpo da quarta
dimensão.

Durante os desdobramentos astrais, o assento vital aproveita para repor no corpo


físico as energias perdidas durante o dia. Quando o paciente dorme, o médico se
tranquiliza, porque sabe que despertará melhor.

Essa recuperação é devida ao assento vital que está realizando seu trabalho. Na
verdade, o corpo vital jamais abandona o físico, salvo no último instante da vida.

O corpo vital está constituído de quatro níveis: a) éter químico, b) de vida, c)


luminoso e d) refletor.

a ) Éter Químico:
As forças que produzem a assimilação e a excreção trabalham por meio dele. A
assimilação é o processo pelo qual os diferentes elementos nutritivos dos
alimentos e da respiração se incorporam ao corpo da planta, do animal e do
homem. Essas forças não atuam cega e mecanicamente, mas de forma seletiva,
realizando assim as suas finalidades, que são o crescimento e a manutenção do
corpo.

A excreção é efetuada por forças da mesma índole, por meio das quais são
expulsos os materiais contidos nos alimentos que são impróprios para o corpo, ou
são expulsos os que já prestaram toda sua utilidade possível e que, portanto,
devem ser eliminados do sistema. Esses processos, como todos os demais que
são independentes da vontade do homem, são sábios, seletivos e não puramente
mecânicos em sua atuação.

b ) Éter de Vida:
Assim como o éter químico é o condutor ou meio de atuação das forças que têm
como finalidade a manutenção da forma individual, o éter de vida é o meio de
operação das forças que têm como finalidade a manutenção das espécies, a força
de propagação. O éter de vida tem polos positivos e negativos.
As forças que trabalham através do polo positivo são as que atuam na fêmea
durante o período de gestação, tornando-a assim capaz de efetuar o trabalho ativo
e positivo de formar um novo ser. Por outro lado, as forças que trabalham pelo
polo negativo do éter de vida tornam o macho capaz de produzir o sêmen.

c ) Éter luminoso:
Este éter é também positivo e negativo e as forças que atuam pelo seu polo
positivo são as que geram o calor do corpo dos animais superiores e do homem,
as que os convertem em fontes individuais de calor. As forças que atuam pelo polo
negativo do éter luminoso são as que operam através dos sentidos manifestando-
se como função passiva da visão, audição, tato, olfato e paladar. São também os
que constroem os olhos e os conservam.

Nas plantas, as forças que atuam pelo polo positivo do éter luminoso produzem a
circulação da seiva. No inverno, quando o éter luminoso não está carregado de luz
solar como no verão, a seiva deixa de correr até o estil. As forças que atuam pelo
polo negativo do éter luminoso depositam a clorofila – substância verde das
plantas – e dão cor às flores.

d) Éter Refletor:
A imagem mental de uma casa, gerada pela mente do arquiteto, pode ser
recuperada, tomando-a da memória da Natureza, ainda mesmo depois de falecido
o arquiteto. É que todo conhecimento deixa após uma indestrutível imagem neste
éter refletor. Assim como as samambaias gigantescas da infância da Terra
deixaram sua marca no carvão petrificado, assim como a marcha dos glaciais que
podem ser observados pelos sinais que deixam nas rochas… assim são os
pensamentos e atos dos homens que ficam gravados indelevelmente pela
Natureza no éter refletor, no qual o clarividente treinado pode ler sua história com
uma exatidão proporcional à sua habilidade.

O éter refletor é assim denominado por mais uma razão: as recordações ou


imagens que nele se encontram são apenas reflexos das memórias da Natureza. A
memória propriamente dita da Natureza encontra-se em um reino muito mais
elevado. Nenhum clarividente desenvolvido dá importância à leitura deste éter,
porquanto as imagens que ele apresenta são obscuras e vagas comparadas com
as que encontram nos reinos superiores.

Leem neste éter os que geralmente não podem fazer outra coisa ou que na
realidade não sabem onde estão lendo.
Em geral, os psicômetras e os médiuns obtêm neste éter as suas informações. Até
certo tempo, também os estudantes das escolas ocultistas, nos primeiros passos
do caminho do desenvolvimento, observam este éter refletor, mas o seu
instrutor sempre os previne da influência deste éter como meio de adquirir
informações exatas, evitando assim que venha a tirar conclusões errôneas.

Esse éter é o agente pelo qual o pensamento faz impressão sobre o cérebro
humano.

Em determinado ponto do processo iniciático, o estudante aprende a liberar os


éteres superiores para viajar com eles longe do corpo físico. Inquestionavelmente,
as percepções claravidentes e clariaudientes se intensificam extraordinariamente
quando observemos em nosso corpo os dois éteres. Tais éteres permitem ao
estudante trazer a seu cérebro físico a totalidade das recordações
suprassensíveis.

3º – Corpo Astral ou Corpo de Desejos


Este veículo é um corpo mais sutil que o etérico e nele tem sua vivenda os
sentimentos e as emoções. Nas horas de vigília, envolve completamente o corpo
denso, tendo a aparência de um ovoide luminoso; quando projetado para fora do
corpo físico, assume a mesma forma destes.

Durante o sono normalmente abandonamos temporariamente a parte densa do


corpo físico utilizando-nos do corpo astral como veículo. Porém, o homem comum
e corrente não é consciente do que lhe sucede no mundo astral enquanto dorme
em seu corpo físico. Muitas vezes recorda-se parcialmente e dirá que sonhou.

O homem que deixa o corpo físico pelo exercício de sua vontade, o deixa com
plena consciência e conhece por conseguinte tudo que o rodeia no mundo astral.
Então, utiliza o corpo astral por veículo, como utiliza o corpo físico, tornando-se
capaz de estudar os fenômenos do mundo astral tão claramente como quando em
seu corpo de carne e osso estuda os fenômenos do mundo físico.

Diz-se que o homem está desperto no mundo astral quando é capaz de valer-se
de seu corpo astral como veículo operante de sua consciência, quando observa e
discerne os fenômenos astrais como qualquer um de nós pode observar e discernir
os fenômenos do mundo físico.

Nesse corpo existe certo número de centros sensoriais que na maioria das
pessoas se encontram em estado latente. Na grande maioria das pessoas esses
chacras são simples redemoinhos e não têm qualquer atividade como meio de
percepção.

Todavia, é possível despertá-los em todas as pessoas, mas, conforme forem os


métodos utilizados, assim serão os resultados. Na clarividente involuntário,
desenvolvido no sentido negativo e impróprio, esses vórtices de energia giram na
direção contrária.

No corpo de desejos de um clarividente voluntário, devidamente desenvolvido,


giram na mesma direção dos ponteiros do relógio (quando este é apontado para o
nosso corpo). Esta é uma das diferenças fundamentais entre um médium e um
clarividente devidamente desenvolvido. Diferenças que trazem implicações sérias
do ponto de vista evolutivo do ser humano.

No ser humano comum e corrente, o corpo de desejos é quase completamente


desorganizado, sombrio e de natureza lunar, impossibilitando o indivíduo de
usufruir de uma série de experiências conscientes.

Num ser completamente desenvolvido, esse corpo é de natureza solar, eletrônica,


tendo sido elaborado de forma consciente, através de grandes esforços. Tal corpo
lhe possibilitará experiências transcendentais como a saída consciente em corpo
astral.

4º – Corpo Mental
Aqueles que supõem que a mente é o cérebro, estão totalmente equivocados. A
mente é energética, pode independizar-se da matéria densa, pois é um corpo à
parte, constituído de matéria mental. A mente elabora os pensamentos que se
expressam por meio de cérebro. Pensamentos, mente e cérebro são três coisas
totalmente distintas. Temos de aprender a dominar a mente, submetendo-a à
vontade do Ser.

A razão divide a mente entre o batalhar das antíteses; os conceitos antitéticos


convertem a mente num campo de batalhas. O processo de racionabilidade
extremada rompe as delicadas membranas do corpo mental. O pensamento deve
fluir silencioso sereno e integralmente, sem o batalhar das antíteses.

O corpo mental pode viajar através do tempo e do espaço, independentemente do


cérebro físico. Neste determinado processo do estudo esotérico, o discípulo
aprende a se desdobrar em corpo astral. Já em corpo astral, aprende a abandonar
este corpo e a ficar no corpo mental. O corpo mental da raça humana encontra-se
até agora na aurora de sua evolução, estando quase completamente
desorganizado (corpo mental lunar).

5º – Corpo Causal ou da Vontade


O corpo causal vem a ser o veículo da alma humana. No ser humano comum e
corrente, este corpo ainda não está formado, tendo encarnado dentro de si mesmo
apenas uma fração da alma humana. Tal fração é denominada Essência; no zen
budismo, de “Budhata”.

Podemos e devemos estabelecer diferença entre o seu corpo da vontade de seres


humanos comuns e correntes, do tipo lunar, e o corpo da vontade consciente de
um mestre. O legítimo corpo da vontade permite ao Adepto realizar ações
nascidas da vontade consciente e determinar circunstâncias.

Normalmente, pensamos que temos força de vontade, para realizar tal ou qual
coisa ou projeto, porém, na verdade, o que temos é desejo concentrado e, de
acordo com esse desejo, efetuamos sacrifícios a fim de lograr, de triunfar.

6º – Corpo Búdico ou da Consciência


Também chamado de “Budhi” ou Alma Divina. É um corpo totalmente radiante que
todo ser humano possui, porém, ao qual ainda não está intimamente ligado.

7º – Corpo Átmico ou Íntimo


Chamado também de o Deus Interno, o Real Ser, o Íntimo de cada um.

De forma sintética, podemos ensinar o seguinte: Atman, em si mesmo é o Ser


Inefável, o que está além do tempo e da eternidade. Não morre ou se
reencarna, é absolutamente perfeito. Atman se desdobra na alma espiritual,
esta se desdobrando na alma humana, a alma humana se desdobra na
essência e esta se encarna em seus quatro veículos (corpo físico, etérico,
astral e mental), se veste com eles.
Os 7 Chakras

Para compreender como funciona o nosso organismo e porque em


algumas situações da vida não entendemos algumas atitudes ou situações,
compreender o significado dos Chakras pode nos ajudar.
O que são Chakras? De origem do sânscrito, a palavra Chakra significa
“roda de luz”. Neste sentido, eles representam os centros de energia
conectados com nosso corpo. Cada Chakra tem uma relação direta com
algum órgão do corpo. Existem muitos Chakras, mas sete são os principais.

Os principais Chakras
Na terapia de Cura Quântica são trabalhados os sete Chakras. Cada um tem
uma cor e estão localizados da base da coluna até o topo da cabeça. A
principal função dos Chakras é absorver a energia proveniente do sol
(prana), alimentar a aura energeticamente e espiritualmente.
Chacra Básico ou Primeiro Chacra:Este chacra situa-se na coluna vertebral e
representa a ligação do ser humano com o planeta Terra. Representado na
cor vermelha, este chacra básico quanto mais aberto, melhor está a
energia (disposição). O que significa: a nossa capacidade de lidarmos com
dinheiro, rumo da vida e realizações de ideais.

Chacra Umbilical ou Segundo Chacra: Este chacra situa-se no baixo-ventre,


abrangendo toda a região onde ficam localizados os órgãos genitais. Neste
local, a energia é responsável pelos desejos, emoções, prazer, sexualidade,
cuidado. Este chacra é representado pela cor laranja, quanto mais aberto,
melhor é a nossa capacidade de nos tornarmos seres sensíveis e
emocionais. E nos mostra também que sabemos lidar de forma segura com
os sentimentos.

Chacra Plexo Solar ou Terceiro Chacra: É o chacra da autoexpressão, mais


relacionado a nossa personalidade. Representado na cor amarela, este
chacra mostra a relação da vontade com o poder. Quando há desequilíbrio
neste chacra, claramente podemos perceber que a pessoa é invejosa, sofre
de complexo de inferioridade. O chacra bem equilibrado e aberto mostra a
autoconfiança da pessoa.

Chacra Cardíaco ou Quarto Chacra: É o chacra do coração, responsável pelo


amor que sentimos aos outros e a nós mesmos. Também é o chacra da
gratidão e generosidade que não se limita apenas ao amor pela outra
pessoa, mas pela humanidade toda. Representado na cor verde, este
chacra mostra o nosso equilíbrio. E também é responsável por unir todas
os chacras, servindo como uma “ponte”.

Chacra Laríngeo ou Quinto Chacra: Este chacra situa-se na garganta e


representa a comunicação e criatividade. Representado na cor azul clara,
quando bem equilibrado mostra a clareza e compreensão da pessoa ao
conversar, se mostrando disposta a ouvir e falar. Quando fechado, faz com
que a pessoa não consiga se expressar e provoca distúrbios vocais.

Chacra Frontal ou Sexto Chacra: Conhecido como o chacra do terceiro olho,


está ligado a intuição. Representada na cor azul índigo, quando bem
equilibrado nos torna mais seguros e conectados.

Chacra Coronário ou Sétimo Chacra: Representado pela flor de lótus na cor


violeta, está situado na cabeça e mostra a nossa identificação com um ser
maior, ou melhor, um plano espiritual. É este o canal que nos conecta com
a meditação e com a energia Reiki. Quando fechado, impacta em doenças
nervosas e aberto mostra a nossa espiritualidade.

Como os Chakras auxiliam na nossa forma de pensar?

Os chacras representam a nossa vibração, tanto física quanto mental.


Quando você não está bem fisicamente ou com dor, o mais provável é que
algum chacra esteja fechado. O mesmo ocorre com pensamentos e
sentimentos negativos, ao nos sentirmos assim acabamos bloqueando
ainda mais os chacras.
Para mudar atitudes, crenças e pensamentos, devemos conhecer bem os
nossos chacras. Somente assim é possível conseguir se equilibrar no corpo
físico, espiritual, emocional e mental e encontrar a harmonia que reside
dentro da gente.
Os Novos Chacras

Atuam em nós hoje, além das sete amplamente conhecidas, novas


freqüências energéticas, as quais estão já em nós fixadas, que têm por
finalidade mesclar os nossos padrões elétricos e os do nosso Planeta.

A queda evolutiva que sofremos no decorrer dos últimos milhares de anos,


bloqueou diversos de nossos sistemas elétricos, fechando assim
temporariamente diversos canais de comunicação entre os nossos chacras,
isolando os nossos conhecimentos internos, as nossas lembranças e,
reduzindo o poder de Nossa Divindade que se encontra temporariamente
presa a esse corpo físico. Agora com a reabertura desses novos chacras, a
atuação dessa nova configuração dos nervos cerebrais, localizados na
nossa Glândula Pituitária, despertará em cada um de nós, infinitos códigos
de informação adormecidos e trará à luz muitas das nossas facetas que
ainda encontram-se ocultas.

Nosso planeta está hoje sendo alinhado a outros planetas da galáxia em


que nos encontramos, transformando-se numa estrela de quinta dimensão.
Na medida em que nos alimentemos de amor, mas falo aqui do puro amor
fraterno, aquele que respeita as diferenças, essa transição fará com que
em breve possamos realinhar nossa energia a energia planetária que, aliás,
um dia já existiu e foi por nós mesmos desligada em função da queda
consciencial a que nos submetemos, por nossa livre e espontânea vontade.

Somos sabedores que as nossas emoções se entrosam nos tecidos ao redor


dos centros emocionais, causando assim bloqueios energéticos destrutivos.
O sangue ao fluir por esses tecidos, transmite uma pulsação luminosa de
freqüência muito alta, que ajuda a desfazer estes bloqueios. Sendo assim,
na medida em que nos esmeremos através do exercício do amor, nessa
nova conexão junto ao nosso chacra cardíaco, os atuais bloqueios
celulares, causadores de inúmeras doenças, deixarão de existir. Então, o
sangue atenderá as necessidades do corpo em condições mais elevadas,
pois estará canalizando até as células energias divinas.

Com o que aqui coloco, espero que você possa começar a compreender a
forma através da qual nós iremos tomando a forma física de um ser
superior. Precisamos apenas nos permitir ver e compreender o significado
real e a importância da entrada dessas novas energias na Terra. Tudo se
resume ao amor e harmonia!

Apenas aqueles que se dispuserem a profundas reformas


comportamentais, limpando e purificando seus corpos densos, melhorando
a qualidade daquilo que comem, do que bebem, do que ouvem, do que
vêem e respiram, que é o que de fato resultará em grandes mudanças em
suas vidas.

Passando então aos novos chacras, alguns deles ficam fora do corpo físico,
acima da cabeça a aproximadamente 1 metro e meio. Esses chacras
possuem formas de energias necessárias para acessar estruturas
interdimensionais. Eles favorecem a conexão com capacidades criativas,
ainda inconscientes. Possuem forte ligação com o corpo de Luz Divina e é
através deles, que nos é possível densificar a energia de pura Luz Divina e
canalizá-la para os nossos corpos sutis. Eles existem, apesar de invisíveis
e inacessíveis pelos sentidos tridimensionais. Conforme se eleva o padrão
vibratório, é possível percebê-los, senti-los e interagir com eles. Vejamos
os sete chacras superiores:

8° Chacra - Cálice - Energia: Inter-relacionamento de


Universos

É o nosso corpo Morontial, que está em muitos de nós sendo reativado.


Sua cor é verde esmeralda e púrpura. É a sede da alma e o 1º chacra da
4º dimensão. Localiza-se aproximadamente 20 cm acima da cabeça na
direção da coluna. Seu símbolo é o cálice receptor da energia Divina, que
foi densificada e distribuída pelo 9º chacra. Ele filtra e purifica as energias
cósmicas dos 12 Raios, regulando-as e permeando-as para o uso nos
campos energéticos humanos. Seu elemento é Graal e funciona como um
receptor de energias. É o responsável pela expressão da sabedoria superior
e formador da essência humana.
Relaciona-se com o corpo Energia. Ajuda a tornar-se uno com o planeta e
com o cosmos. Traz a consciência de outras dimensões e reinos da
natureza, como o reino elemental e expressões não físicas do eu.

9° Chacra - Chispa - Essência: Onipresença

Sua cor é verde e azul. Relaciona-se com todo corpo de luz, penetrando
na estrutura celular, sub-célula Alegria. Localiza-se aproximadamente a 50
cm acima da cabeça. Seu elemento é “I AM” - “Eu Sou”. Sua função é de
irradiar o Amor Universal. Seu símbolo é uma estrela de 6 pontas, contendo
em essência, todas as qualidades dos 12 Raios Sagrados.

No centro, reside a Chama Trina, representando a Trindade Solar ou Logos.

Relaciona-se com o corpo Essência. Gera infinitas imagens criadas


magneticamente em outras dimensões.

10° Chacra - Plexo Logos - Cosmos: Transfiguração

Sua cor é madrepérola. Localiza-se aproximadamente a 70 cm acima da


cabeça Seu elemento é Vida. Sua função é propiciar a entrada segura da
Luz Divina nos planos mais densos da manifestação. Sua função é trazer a
mônada, ou seja, a Luz das dimensões superiores para os planos de
energia mais densos. É esse raio de Luz Divina que faz a conexão do Eu
Superior, que é a própria Luz com a chama Trina, Eu Sou. Faz a perfeição
das polaridades masculina e feminina. Em desequilíbrio a pessoa se torna
homossexual.

Relaciona-se com o corpo Cosmos. Sua energia penetra nas idéias criativas
do Cosmos e na matéria do planeta. Nesta freqüência é possível criar idéias
novas e inventivas, com base em novas combinações da matéria para a
realidade pessoal.

11° Chacra - Superior - Mônada: Onisciência - O nível da


nossa alma grupal

Sua cor é o laranja-rosado. Localiza-se aproximadamente a 90 cm acima


da cabeça. Seu elemento é Eu Superior ou mônada. Sua função é ancorar
a própria Luz Divina nas proximidades dos campos de força do corpo
humano. Alinha todas as dimensões dos 4 corpos inferiores. Supera o
trauma. Liga o corpo de luz do ser humano com a consciência cósmica.
Essa pura Luz possui todas as qualidades Divinas e irradia um de seus
Raios de Luz para o ser humano.
Relaciona-se com o corpo Luz e está associado com a criação do Universo
e o pensamento criativo, combinado com a matéria física.

12° Chacra - Fusão - Eterno: Libertação - O nível crístico e


do nosso Eu Superior

Sua cor é o dourado cintilante. Localiza-se a aproximadamente um metro


e meio acima da cabeça. Seu elemento é o Cosmo. Representa a
consciência cósmica. Capta energias cósmicas, mais sutis. É
transformativa, que transforma todas as formas e energias do corpo
humano.
Relaciona-se com o corpo Eterno e contém Tudo O Que É, o UM.

13° Chacra

É onde se localiza a nossa presença Eu Sou.

14° Chacra

A partir desse ponto, começamos a nos conectar com a Fonte de tudo que
é!

Na verdade são milhares os nossos chacras. Agora conforme acontece o


nosso progresso rumo à ascensão espiritual, outros chacras que haviam
ficado dormentes, começam a ativar-se e começamos a notá-los. Muitas
pessoas estão se tornando conscientes de outros chacras que existem
abaixo e acima do corpo em pontos transpessoais.
Eles estão sendo ativados para nos ajudar a elevar as nossas vibrações,
tanto pessoais quanto a planetária. Dentre eles citarei alguns mais, com o
objetivo de ampliar o seu conhecimento. Além dos cinco novos chacras
acima descritos citarei também os chacras: Alfa e ômega, do timo, o Void,
o da câmara secreta do coração, o diafragma, o umeral e o Chacra do Anjo:

Chacras Alfa e Ômega

A maioria das pessoas sabe da existência dos chacras. O que maioria não
sabe, é que cada ser humano tem um total de quatorze chacras principais
que existem em muitas dimensões simultaneamente - sete no corpo físico,
sete fora do corpo - e mais os ''chacras'' Alfa e Ômega. Desses sete chacras
fora do nosso corpo, cinco estão acima mencionados, restando dois, o
décimo terceiro e o décimo quarto, que ainda não temos praticamente
nenhuma informação. A maioria das pessoas vê ou sente os chacras como
fontes que vibram e irradiam energia, mas os chacras também têm uma
estrutura interna de seis dimensões.

Sob o domínio do jogo kármico, a estrutura dos sete chacras do corpo foi
deliberadamente restrita para que eles pudessem apenas conduzir energia
do plano astral. Eles foram ''bloqueados''. Com essa estrutura limitada, o
chacra assumiu a aparência de dois cones. Um dos cones abre-se para
frente do corpo e o outro abre-se para trás. No lugar em que suas pontas
se tocam no centro do corpo, ele é ''bloqueado'' para que permaneça dessa
forma. Essa parte central mais estreita tende a ser obstruída por ''entulhos''
mentais e emocionais, que fazem com que os cones girem mais lentamente
chegando a quase parar de girar. Isso faz com que o sistema dos
meridianos fique desprovido de energia, podendo causar doença ou até
mesmo morte. Essa estrutura dos chacras pode fazer com que a energia
circule apenas da frente para trás e de trás para frente, sem conseguir
captar as freqüências das dimensões superiores.

Quando o processo do Corpo de Luz é ativado, os ''bloqueios'' nos pontos


centrais são eliminados. A estrutura do chacra abre-se gradativamente a
partir do centro até ele se tornar esférico. Isso faz com que o chacra irradie
energia em todas as direções e comece a transmitir freqüências das
dimensões superiores. O corpo libera o material kármico acumulado e a
forma esférica impede que ele volte a se acumular. As esferas continuam
aumentando de tamanho até que todos os chacras se fundam em um único
campo energético. Cada um dos chacras superiores (os chacras que estão
fora do corpo) tem um padrão diferente de estrutura geométrica, que é
apropriada para transmitir as freqüências específicas da dimensão ou
Mente Suprema associada ao chacra. O oitavo e o décimo primeiro chacras
contêm também vasos cristalinos de formato achatado, pelo quais passam
as linhas axiotonais galácticas. Esses vasos são usados pela Mente
Suprema para modular as influências astrais sobre o corpo físico da pessoa
quando seus meridianos axiotonais forem reconectados. A Mente Suprema
calibra novamente as linhas axiotonais e o sistema circulatório axial através
do oitavo chacra. Por isso, esse chacra atua como ''chave de controle''
durante a mutação dos sistemas do corpo e a fusão dos corpos energéticos.

Até recentemente, os chacras Alfa e Ômega estiveram atrofiados no corpo


humano. Mesmo sendo centros energéticos, os chacras Alfa e Ômega têm
características e funções totalmente diferentes dos outros chacras. Eles são
reguladores altamente sensíveis das ondas elétricas, magnéticas e
gravitacionais, e também servem de âncora para a qualidade etérica da
sétima dimensão.

O ''chacra'' Alfa situa-se de quinze a vinte centímetros acima e cinco


centímetros à frente do centro da cabeça. Ele liga a pessoa ao corpo de
Luz imortal na quinta dimensão. O ''chacra'' Ômega encontra-se cerca de
vinte centímetros abaixo da parte inferior da coluna e liga a pessoa ao
planeta como um holograma, bem como com toda a rede holográfica de
encarnações. Diferentemente da matriz kármica de quatro dimensões, esse
é um tipo de ligação inteiramente não - kármico. O oitavo chacra encontra-
se de dezessete a vinte e três centímetros acima do centro da cabeça,
acima do ''chacra'' Alfa. Há uma coluna de Luz, de cerca de dez centímetros
de diâmetro, que desce do oitavo chacra através do centro do corpo e dos
chacras corporificados, até cerca de vinte centímetros abaixo dos pés. Essa
coluna abriga um túnel de Luz, de cerca de dois centímetros de diâmetro,
que desce exatamente pelo centro, percorrendo toda a extensão da coluna.

Quando os chacras Alfa e Ômega estão abertos e funcionando


devidamente, a pessoa sente algo conhecido como Ondas de Metraton,
percorrendo a coluna de Luz internamente. Essas ondas magnéticas,
elétricas e gravitacionais oscilam de um lado para o outro entre os chacras
Alfa e Ômega que regulam a amplitude e a frequência das ondas. Essas
ondas estimulam e mantêm o fluxo de energia vital prânica, através do
túnel menor de Luz. As Ondas de Metraton também ajudam a adaptar a
mutação do corpo físico ao modelo preexistente do corpo de Luz imortal.

Quando os chacras do corpo restabelecem sua estrutura esférica, formam-


se redes que conectam os chacras diretamente aos pontos giratórios da
superfície da pele, ligando-as diretamente aos novos sistemas axiotonais e
axiais. Ao ligar as redes com as linhas axiotonais, os chacras entram em
contato com redes de ressonância universal e com movimentos
ondulatórios de níveis superiores de evolução. Isso possibilita que os
chacras, bem como os corpos: emocional, mental e espiritual fundam-se
num único campo energético. Esse campo unificado recebe então os corpos
da Mente Suprema e entra em sincronia com as ondas e pulsações do
universo. Esse sistema totalmente novo transmite, então, essas ondas e
pulsações, por meio dos pontos giratórios, para o sistema circulatório axial
para regular as pulsações e fluxos dos fluidos do corpo.

Durante o jogo kármico, como a pessoa está separada do Espírito, vivendo


em estado de limitação e alienada de seu corpo físico, isso normalmente
significa que ela não se encontra em seu corpo. E se ela não está em seu
corpo, não pode ativar o chacra do coração. Como ela não pode ativar o
chacra do coração, os chacras predominantes são o chacra básico e o
chacra do plexo solar. Todas as atitudes da pessoa são um resultado do
medo instintivo, do padrão kármico, do poder, da luxúria, da cobiça ou de
puras relações de poder centradas no ego. A pessoa, portanto, não
conseguirá ter nenhuma atitude mais elevada enquanto não estiver
inteiramente no corpo. E, obviamente, os chacras superiores que estão
fora do corpo não serão de maneira alguma ativados.

Chacra do Timo e Alta Major

Embora existam poucas informações sobre esses dois chacras, os cito aqui
para que você ao menos saiba de suas existências e possa sintonizá-los
em si mesmo. O chacra do timo é associado com a energia crística. É
localizado entre os nossos chacras cardíaco e laríngeo, relacionado ao
nosso sistema imunológico; e o "alta major", também conhecido como
chacra do sono, que é associado com canalização, o qual permitindo a
conexão com sonhos e viagens astrais, servindo de portal para nossas
vidas paralelas e encontrado na parte de trás das nossas cabeças,
diretamente abaixo da nossa região occipital.

Void
Cercando os chacras: umbilical e do plexo solar, está o Void que representa
o princípio do mestre dentro de nós. Em muitas tradições espirituais, essa
área é o "oceano de ilusões" que necessita ser atravessado com o auxílio
de um guia espiritual.

Quando a Kundalini é despertada e passa através do Void, esse princípio


do mestre é estabelecido dentro de nós. Mais ainda, estabelecer este
centro nos ajuda a livrarmo-nos de todos os nossos maus hábitos,
preguiça, apegos a coisas inferiores e, tudo que nos escraviza de uma
forma ou de outra; nós nos tornamos nosso próprio mestre.

Câmara Secreta do Coração


Este é o Chacra Secreto ligado ao oitavo raio, que tem oito pétalas, situa-
se atrás do chacra do coração. É o lugar sagrado de Deus no homem, é
aqui que se encontra o altar secreto do nosso Santo Cristo Pessoal. Nesse
altar podemos colocar tudo o que nos é mais sagrado como uma espada
de luz ou um manto da invisibilidade.

Chacra do Diafragma

Situa-se entre os chacras: cardíaco e plexo solar. Por estar relacionado ao


plexo solar, está intimamente ligado às emoções, sendo assim, ele atua no
equilíbrio das energias irradiadas e recebidas para os outros chacras. Fica
no centro do peito, na linha dos mamilos e através dele podemos eliminar
muito do lixo cármico que nos impede de atingir nossos objetivos.

Chacra Umeral

Embora esse chacra seja imprescindível para o funcionamento da


Psicografia Mecânica, ele é muito pouco conhecido e nem incluído está na
relação dos chacras principais. É um chacra desenvolvido apenas em
algumas pessoas. Seu formato é o de uma Lemniscata ("8", um oito
deitado) e os antigos o descreviam como asas de seres iluminados (os
Anjos).

Sua cor depende do nosso momento espiritual. Em equilíbrio, tem a cor


azul celeste. Quando estamos enfraquecidos a cor predominante é o
amarelo. Esse chacra, tal qual todos os demais, situa-se na periferia do
corpo físico que, por sua vez, envolve e extrapola o corpo físico em cerca
de 5 a 10 cm e, está localizado em nossas costas. É ligado ao corpo físico
através do correspondente plexo solar, e deste para os membros
superiores (braços, antebraços e mãos) do corpo físico.

Localiza-se no terço médio da omoplata esquerda e, desenvolve a


capacidade do paciente estar em contato com vibrações mais sutis e filtra
essas energias. Fica exatamente a 180º do Chacra Cardíaco, ou seja, sai
das omoplatas, enquanto que o Cardíaco sai do Timo. Esse é um chacra
extremamente importante para avaliarmos se estamos com algum
problema espiritual. Ele mantém a nossa individualidade e depende do
desenvolvimento do chacra do plexo solar, ou seja, da proteção do baço.
Ele rege todas as energias que habitam o nosso espaço e as organiza. Ele
também processa as energias do ambiente e, filtra as energias densas que
transitam no nosso campo energético. Quanto mais percebemos e
desenvolvemos as nossas qualidades vibratórias, mais estaremos
trabalhando o chacra umeral. Em uma leitura energética ele serve como
um parâmetro para que possamos entender se o paciente está com algum
tipo de contaminação energética. Basicamente esse chacra se desarmoniza
por três fatores:

1) vivência de padrões pessimistas, negativos e derrotistas. Por exemplo:


“tudo na vida para mim é difícil”, ou “esse tipo de coisa só acontece
comigo”, “eu não mereço isso”, “eu não tenho capacidade para realizar
essa tarefa”, etc.

2) quando a pessoa está tão desarmonizada (buracos áuricos), que acaba


ficando exposta, vulnerável à energia dos ambientes ou pessoas com que
se encontra, em que haja uma vibração não muito boa.

3) por energias intrusas ou espíritos obsessores. É importante que


saibamos diferenciar quando uma desarmonia espiritual está relacionada
com o chacra coronário que é por onde recebemos a energia cósmica ou
com o umeral que conta o grau de vulnerabilidade que o paciente está em
relação a energias negativas.

Na Psicografia Mecânica, o guia ou mentor espiritual faz a indispensável


ligação magnética do seu corpo astral ao chacra umeral etérico do seu
médium mecânico, o que lhe possibilita assumir o controle total dos braços,
antebraços e mãos do corpo físico daquele seu médium. Conectado
magneticamente dessa maneira ao seu médium mecânico, o mentor ou
guia mediúnico pode utilizar as mãos do corpo físico daquele seu médium,
para escrever o que quiser, souber e puder.
É através da união deste chacra com os chacras: laríngeo, coronário, plexo
solar, umbilical e básico, que se permitem e proporcionam as ligações por
fios, chamadas popularmente de incorporações. Ele trabalha a proteção
psíquica e é o responsável por toda relação mediúnica entre os planos
Físico e Espiritual.

Os chacras frontal e coronário não permitem a incorporação de entidades


espirituais, mas têm outras capacidades características, como vidência
direta ou mental, visão astral, clarividência, etc.

O Chacra do Anjo

Esse chacra tem a ver com luz. Ele está associado com a manifestação do
espírito dentro do corpo, com a codificação de mais luz dentro do corpo.
Essa é a última área que se fecha nos humanos quando eles se tornam
almas incorporadas, mesmo depois que o coronário e o frontal são
fechados. Isso acontece com almas ou bebês ou entidades depois que eles
nascem e é conhecido como moleira ou fontanela.
Em alguns seres especiais essa área nunca se fecha. É a luz que está
fluindo para dentro e a luz que está fluindo para fora. Se o ser é
suficientemente evoluído, uma bela luz de arco-íris e cores texturizadas,
fluem para fora - Madre Tereza foi um exemplo disso. Poderia ser
descoberto em seu crânio que havia áreas onde os ossos não se fechavam,
pois sua luz era tal, que ela carregava a Luz do Mundo dentro de si e ela
veio a partir dela para o planeta, criando um halo sobre ela. Tal é o caso
de outros seres que estão recebendo ensinamentos de outras galáxias, do
logos solar, de diferentes entidades. Eles estão mantendo esse centro de
energia aberto e utilizando esse chacra para puxar energia desses
diferentes níveis, energia que os guia em seu trabalho intricado e
interessante.

É por intermédio dele que recebemos todas as instruções, sobre as muitas


posições a tomarmos em dados momentos de nossas vidas, quando nos
voltamos a auxiliar no processo da evolução planetária como um todo, ou
seja, todos os códigos que recebemos e que inclusive modificam por
completo o rumo de nossas vidas, por meio de nosso Eu Superior.

A função primária desse chacra é a codificação de mais luz no corpo, a


manifestação do espírito. Uma função menor é ressoar os lobos frontais e
outras porções do cérebro. Podemos começar a expandir nossa capacidade
cerebral, conforme a inteligência aumenta e as conexões multidimensionais
ocorrem. Em última análise, nós usaremos 100 por cento do cérebro, em
nossa marcha evolutiva para uma consciência superior.

Ele é enfim um centro energético localizado em nossa cabeça entre o nosso


chacra frontal e nosso chacra coronário. Fica na fontanela, a moleira da
cabeça dos bebês, e é um centro relacionado com o manifestar do espírito
e da luz no corpo. Essa luz pode ser percebida tanto quanto energia,
quanto como informação, portanto o chacra do anjo é um centro onde a
orientação dos espíritos ou anjos pode ser acessada. As informações nele
acessadas pertencem ao verdadeiro propósito de um indivíduo incorporar
neste planeta.

A consciência do chacra do anjo é importante para todos que trabalham


com mudança de freqüência. Sua ativação traz mais luz para nosso ser e
nos ajuda a acessar a comunicação com os nossos níveis superiores de
consciência. A finalidade desse chacra é trazer mais luz para os corpos sutil
e físico.

O Chacra Unificado

Na medida em que a humanidade concluiu o tempo da experiência de viver


sobre os véus do esquecimento, onde os chacras assumiram um formato
de cone baseada numa realidade separada e dual e no qual o principal
objetivo era concentrar na personalidade e no ego. A humanidade que
sempre foi co- criadora e viveu suas experiência até as últimas
conseqüência dessa separação de seu eu espírito, iniciou a desconstrução,
ou seja, decidiu fazer o caminho inverso, então começou a volta para casa
(o eu-espírito).

Essa humanidade que outrora fez a experiência de densificar os corpos,


enviou sinais para sua porção do outro lado do véu, que foram recebidos
com grande alegria, por nosso eu superior (nossa presença Eu Sou) e pela
Fonte criadora.

Então, a partir de 1987, todas as providências foram tomadas para iniciar


o resgate e preparar a festa para a chegada nos reinos da luz. Para tanto
era necessário toda a ajuda no sentido de juntar as peças desse quebra
cabeça, que foi a experiência da encarnação; que nada mais é que o baixar
da freqüência do corpo de luz, que cada um tinha primordialmente.

(Parábola o filho pródigo)


De uma certa forma somos vitoriosos por termos empreendido tamanha
jornada de aventura criadora. Certamente podemos voltar ainda mais
iluminados do que antes, se compreendermos que é necessário unir o eu-
ego (separado) com o eu-espírito (unicidade).

Esta volta para a fonte (casa do pai ) é a tão sonhada ascensão espiritual,
que ao longo desta longa jornada, a própria Fonte Criadora de Tudo que
há veio ou enviou mensageiros, para deixar pistas do caminho de volta
para casa. A esse respeito conhecemos vários profetas e mestres que
encarnaram com a missão de nos deixar pistas, nos alertando e nos
deixando seus exemplos, para não interferir na decisão de cada um que cá
estava. Um desses mestres se tornou o responsável legítimo em criar as
formas para resgatar aqueles que quisessem empreender a volta para
casa.

O momento é agora, pelos sinais que a Terra enviou junto com os filhos
da Terra, por isso foi criado pela vibração energética de Jesus Sananda (o
Cristo Cósmico), ele construiu, entre os sistemas dos planos e as bandas
de freqüência, um elevador que facilitará a ascensão do planeta, e de todos
os humanos que estiverem preparados tendo conseguido unir o eu-ego
com o eu-espirito, através do coração.

Aqueles que optarem por continuar no eu - ego, separado e dual vão


continuar por mais tempo no esquecimento e propício ao controle,
submissão e ao caos.

Tradicionalmente os chacras, como vocês acabaram de ver, tinham uma


forma cônica e estavam localizados em 07 pontos do corpo físico; eram os
meios através dos quais os vários campos humanos trocavam energia, no
entanto, os chacras estão a deixar de ser cones separados para se
tornarem um chacra unificado, localizado no coração. Isso é fundamental
porque permite o alinhamento dos corpos físico, emocional, mental e
espiritual, e a harmonização de suas energias.
Quando a espécie humana, enquanto espírito, estava ainda na fase de
densificação energética e a criar os sistemas principal de chacras, levantou
uma barreira de energia para separar o coração - o quarto chacra - dos
outros centros energéticos. Isso era necessário para assegurar que a lei da
ação e reação funcionasse eficientemente.

Desta forma, os três chacras inferiores poderiam atuar como rodas soltas,
dado que o efeito moderador do chacra do coração sobre eles se tornara
mínimo ou nulo. Dessa forma, o chacra do coração não interferiria na
interação entre os campos de energia básica. Como resultado, as principais
respostas às situações da vida estavam fadadas, necessariamente, ao
desequilíbrio e a desarmonia:

- o sexto chacra fornecia respostas intelectuais,


- o quinto chacra proporcionava formas de comunicação vazia e
cheias de julgamento;
- o quarto chacra, por princípio, não interferia;
- o terceiro chacra incentivava as respostas do eu-ego baseadas
no poder;
- o segundo chacra induzia impulsos sexuais descompassados; e
- o primeiro chacra convidava a um comportamento baseado na
sobrevivência e no medo.

Evidentemente, estas respostas eram perfeitas para gerar a lei da ação e


reação, dado que as soluções mais equilibradas do quarto chacra baseadas
no amor e na compaixão estavam inacessíveis. Agora, porém, ao
trabalharmos com o chacra unificado, reunimos os chacras mais elevados
(acima da cabeça) com os sete tradicionais físicos que eram conhecidos
até agora, conseguindo que todos passem a funcionar de acordo com a
freqüência da energia que flui através do chacra do coração. Isso também
significa que os três campos mais densos podem ser alinhados, trocar
energia e ressoar entre si tendo o amor como componente principal dessas
interações.

Expandindo o Chacra Unificado para fora do corpo físico, sentimos como


uma onda estacionária carnal; expandindo-o para dentro, sentimos como
um complexo campo de energia, onde só uma parte é visível. Os campos
emocional e mental também são energias, evidentemente, embora menos
visíveis para a maioria das pessoas. Assim, finalmente todos os três campos
se podem alinhar num só campo unificado, porque encontraram uma gama
de freqüências do amor - a qual todos podem absorver.

Desta forma, o Chacra Unificado elimina completamente o processamento


emocional a que estás tão habituado, permitindo um alinhamento rápido e
fácil dos corpos e a unificação dos campos de energia.

Outra grande vantagem da utilização do chacra unificado é que poderás


trazer muito mais energia para o teu campo unificado. Estavas acostumado
a usar os sete chacras separados para canalizar e absorver energia para o
interior dos campos, também separados; digamos que, de alguma forma
davas um aspecto intelectual ou de poder à energia assim canalizada.

Agora, porém, poderá integrar um aspecto energético muito mais amplo,


especialmente o que é fundamentado no amor, cuja freqüência é mais
elevada. Quando canalizavas ou realizavas trabalhos de auto-cura talvez
tenhas ouvido zumbidos sempre que a energia deparava com pontos de
resistências nos seus campos. Não voltarás a sentir isso, porque os campos
e os chacras unificados deixarão de oferecer resistência à energia. Isso
também significa que irás atuar com propriedade em todas as
circunstâncias, uma vez que, automática e naturalmente será capaz de
mobilizar a quantidade exata de, digamos, amor e energia sexual, amor e
energia de poder, etc; necessário a cada situação.

Com o chacra unificado já não precisarás te preocupar se estas a ser ou


fazer o que é mais apropriado; saberás que sim!

Finalmente - e isto é o mais importante - o chacra unificado permite que


vás incorporando, gradualmente, o teu eu espírito, pois o campo mental
deixará de filtrar a energia do amor e os campos emocionais deixarão de
opor resistência a tua mais elevada sabedoria. O Chacra Unificado proverá
tudo o que necessitas e fará com que isso chegue ao interior do campo
unificado no momento e nas proporções exatas.
O TRABALHO COM O CHACRA UNIFICADO.

Basicamente, o processo implica estar numa posição cômoda e


descansada, respirando profundamente, absorvendo Luz para dentro do
coração. Em cada expiração, visualiza o chacra do coração a expandir-se
em todas as direções, como se fosse uma esfera. À medida que inspiras e
expiras, expande-o de forma que vá abarcando, sucessivamente, os pares
de chacras:

- o terceiro com o quinto,


- o segundo com o sexto,
- o primeiro com o sétimo,
- o ômega com o alfa,
- o oitavo com os joelhos,
- o nono com os tornozelos,
- o décimo com os pés.

Os chacras alfa e ômega têm estado latentes até agora, mas acabam de
ser reativados. O chacra ômega, a cerca de 24 cm abaixo da base da coluna
vertebral, liga-te à consciência planetária. Assim, a ligação à Terra que
realizavas através do chacra raiz, deve passar a ser feita, através do chacra
ômega; por sua vez, o chacra alfa, a cerca de 24 cm da cabeça, favorece
o contacto com o teu corpo de luz da 5ª dimensão. Assim, o teu Chacra
Unificado passará a ser uma esfera de luz dourada, de 1 metro de
diâmetro, a qual será o centro do teu campo unificado que poderá vir a
atingir vários quilômetros de diâmetro.

Dado que o campo espiritual coexiste com este campo unificado, o passo
seguinte é pedir ao nível apropriado do teu eu-espírito que funda a sua
energia com a do campo unificado a partir do chacra do coração. Depois
disso, podes continuar e experimentar a ti mesmo como um ser
verdadeiramente multidimensional, expandindo a esfera do Chacra
Unificado até que ele abranja:

- o chacra onze - o nível de tua alma grupal,


- o chacra doze - o nível crístico e do teu eu-espírito
O que é aura?
Para entender melhor a influência das energias sobre nós, é
preciso voltar pelo menos 10 mil anos na História da humanidade.
Nessa época encontramos a literatura mais extensa, mais
profunda e contundente que fala do campo de energia humana. Na
Bíblia, há muitas referências sobre ele, citadas por Paulo de Tarso,
que o chamava de corpo de luz.
Esse corpo de luz é um sinônimo para a aura, a qual os gregos
chamavam de psicossoma – psico, alma e soma, corpo, ou
seja, corpo da alma. Ele é totalmente construído, alterado,
influenciado pelo que você pensa e sente. Em outras palavras,
aura é um campo de energia que vem de cada pessoa, está
relacionado a cada um de forma exclusiva, e avança para além das
fronteiras do seu corpo físico.
Quer entender melhor como se comporta a aura? Ela atua como
uma lâmpada, que produz luz que alcança extensões e áreas além
do espaço delimitado pelo bulbo de vidro, isto é, a sua energia
resulta numa luminosidade que ultrapassa limites.
É como se nós humanos fôssemos como uma lâmpada, e a nossa
energia, a nossa luminosidade, que não é vista, mas sentida,
transborda do nosso corpo físico. A nossa aura pode ter 1 metro
de diâmetro (pode variar para mais ou para menos essa medida).
Então, quem está a menos de 1 metro de distância de mim, seja a
frente, atrás, à direita ou à esquerda, está envolvido pela minha
aura, e eu também estou dentro da aura da outra pessoa. Quando
estamos dentro de um ônibus, de um trem, de um metrô, ou de um
avião, e estão todos muito próximos, juntos, estão todos
compartilhando um pouco da sua aura com os demais.
Nada em excesso é bom
Acontece que a aura é feita de energia eletromagnética; tal como
um ímã, ela possui magnetismo. Mesmo que você não esteja vendo
a energia, ela continua fluindo. Quando você está ligando um
equipamento eletrônico que é alimentado pela energia elétrica, ele
tem uma resposta, mas você não vê a energia elétrica.
O fato é que pode ser que você não veja a energia eletromagnética
da aura, mas ela existe da mesma forma. E a energia
eletromagnética é constituída, basicamente, por partículas
positivas e negativas.
É comum o entendimento de que o excesso de energia negativa é
ruim. Mas é importante sabermos que o excesso de energia
positiva também é prejudicial, porque causa ansiedade,
descontrole, excesso de fala, excesso de agitação.

Uma pessoa muito ansiosa pode ser, sim, uma pessoa com muita
energia positiva, pois qualquer excesso caracteriza um
desequilíbrio energético.
De onde vem a energia negativa?
Ela vem quando pensamos e sentimos coisas ruins: sofrimento no
trabalho, com os parentes, com as próprias decisões, com tudo
aquilo que eu penso e sinto. Então, eu fico pensando e sentindo
coisas ruins e vou criando em minha aura um campo de energia
negativa.
Para você ser feliz, é importante entender que a energia negativa
que você absorve de uma conversa ou de um ambiente só entra
para você porque há um desequilíbrio em seu campo
eletromagnético. Se o seu campo estivesse equilibrado, você não
seria afetado, porque a energia externa não tem ressonância com
a sua aura, e assim não acontece a troca energética.
Portanto, toda energia negativa só chega de alguma maneira a
você porque você também está desequilibrado. Toda energia
negativa é criada por um campo de emoção, pensamento e
sentimento que vem das pessoas com as quais você se envolve, e
que surgem de si mesmo.
Toda vez que você chega mal em casa, cansado, sem forças, ou
quando você chega de uma reunião familiar sem energia,
principalmente, há uma permissão sua; você deixou ser permeado
por um campo de energia desequilibrado emitido por outras
pessoas.
Existe a 9ª lei da energia, que diz que quando dois corpos se
encontram, eles nunca mais serão os mesmos, pois ocorre uma
troca de energia. Se eu estiver a um metro de distância de você,
nós já estaremos conectados por uma troca energética: o que é
meu vai para você, e o que é seu vem para mim. Mas o que é essa
energia? Pensamentos, emoções, sentimentos.
Você nunca chegou perto de uma pessoa e começou a ter ideias
tolas ou teve vontade de rir?
Técnicas de limpeza energética
E é por isso que a arruda, o sal grosso, o incenso e a respiração são
tão profundos e eficientes para o segundo tópico que vamos tratar
neste conteúdo. Eu vou explicar de uma forma bem básica.
O uso da arruda para uma limpeza energética é muito
recomendado. Ela tem um poder de absorção sem igual. Mas não
dá para você ficar usando arruda todos os dias, precisamos ir
aprendendo a identificar as causas do desequilíbrio e criar o nosso
próprio processo de proteção pessoal sem depender de arruda, de
incenso ou de sal grosso.

A arruda
Você pode pegar um pequeno galhinho de arruda e deslizar sobre
você por dois minutos, passando pelo seu corpo com uma
intenção positiva. Pode passar no alto da cabeça e, principalmente,
na região do estômago, do plexo solar. Essa é uma forma de se
equilibrar imediatamente.
Após esse procedimento, você pode descartar a arruda no lixo. Ela
não está suja, mas cedeu toda a energia vital que armazenou para
reequilibrar a sua aura.

O incenso
Quando você queima o incenso e não pensa em nada, ele é só um
aroma, a energia das plantas é dissipada pelo ambiente, mas você
não dinamiza o campo energético delas. Para ativar a energia das
ervas, basta ativar a sua intenção no momento em que começar a
queimar o incenso.
Para fazer a limpeza energética, pegue o incenso, queime-o, eleve
o pensamento a Deus e passe ao redor do seu corpo com
suavidade, para que a fumaça te envolva, com cuidado para não se
queimar com a brasa.
Você precisa acoplar a intenção de limpeza, fazendo uma oração,
elevando os pensamentos e as emoções, acenda o incenso e
projete nisso a intenção da limpeza energética.

O sal grosso
Esse é um elemento que funciona mesmo! A melhor forma de
utilizá-lo é dissolvido em água. Pegue duas ou três colheres de sal
grosso, coloque numa bacia com um litro de água (mineral de
preferência). Ponha os pés dentro dessa vasilha e eleve seus
pensamentos a Deus, serene sua mente ouvindo uma música boa,
por exemplo, e fique com os pés imersos nesse líquido.
Você pode fazer qualquer uma dessas práticas todos os dias,
alternadamente, ou usar todas as técnicas juntas. Mas se todos os
dias você não está se sentindo bem, significa que você está
errando na causa. As técnicas ensinadas nesse conteúdo são para
tratar a consequência, que tem uma origem. Agora estamos
aprendendo a tratar a consequência, mas também é preciso tratar
a causa.
É possível fazer a limpeza com sal grosso na hora do banho, mas
jogue a solução de água com sal do pescoço para baixo porque o
sal eletrifica e muda a qualidade do seu cabelo. Mas, pelo escalda-
pé, você pode usar a água em qualquer temperatura e o
procedimento também alia os pontos de reflexologia. Por isso,
todo o seu corpo já será limpo com a imersão dos pés em águia e
sal grosso.

A respiração
Quando você respira, você oxigena seu sangue e muda todo o seu
padrão energético. Ao respirar com intenção, sua aura cresce,
expande-se e cria o efeito repelência, expulsando a energia
negativa por meio dessa acomodação e expansão do campo áurico.
A respiração pausada deve ser utilizada juntamente com a técnica
do sal grosso, inspire bem profundamente 20 vezes. Diminua a
intensidade caso sinta tontura e procure realizar esta técnica de
maneira tranquila. Entre todas as técnicas que apresentei aqui, a
respiração, para mim, é uma das mais rápidas e efetivas. É normal
você começar a bocejar.
Essas quatro técnicas de limpeza com esses quatro elementos não
são brincadeira.
Como ver a Aura de uma pessoa?

Método 1
Fixe seu olhar em uma cartolina de cor azul por 5 minutos, evitando ao máximo
piscar os olhos. Em seguida, olhe para a pessoa que deverá estar na frente de
um fundo branco. Você verá a imagem da sua aura.

Método 2
Esta técnica é bem simples pois você usará sua intuição. Coloque-se na frente
da pessoa. Fixe seu olhar nos Inter cílios (entre os olhos). Conte até 5 e feche
os olhos por alguns segundos.

Depois, fixe sua atenção no alto da cabeça da pessoa que está na sua frente.
Conte até 5 novamente. Feche os olhos e pergunte a si mesmo, mentalmente:
"Qual a cor da aura que vejo?".

Como fortificar sua aura?


- Tome cuidado com sentimentos constantes de ciúme, raiva, ódio ou inveja,
pois estes podem atuar negativamente sobre o equilíbrio do seu campo
energético.
- Tente combater ao máximo as situações de estresse, se possível através de
exercícios físicos ou de relaxamento, como a meditação.
- Caminhe todos os dias pela manhã (se possível por 20 minutos).
- Viva situações que salientem o seu lado alegre.
- Uma vez ao mês, faça o banho de água com sal.
- Faça orações, pois estas expandem seu corpo físico, já que a prece serve
como um oxigênio da alma.

Entenda o significado das cores da sua aura:


Azul: capacidade de curar através das próprias energias mentais e espirituais;
age sobre os outros de modo agradável e calmante; altos ideais de vida;
sinceridade; tem o dom de usar as forças sobrenaturais.

Branco: pureza; amor ao próximo; perfeição. Uma aura que significa a luz da
verdade e a luz elevada da consciência divina.
Branco-prateado: pessoas de espírito altamente evoluído; indica uma
ampla abertura às forças cósmicas.

Cinza: ansiedade e timidez; autoestima deficiente; falta de coragem para


assumir as próprias opiniões e expressá-las. Excesso de economia na vida
diária.

Laranja/amarelo: capacidade de dar e receber; dotada de muita esperança;


a saúde e a família desempenham um papel importante. Tem o dom de
conviver em grupo harmoniosamente.

Preto: tendência para usar a sexualidade de forma instintiva. Também indica


a ânsia de conhecimento, excesso de timidez e solidão.

Rosa: coração caloroso; amor ao próximo sem egoísmo; simpatia; gentileza;


sensibilidade às vibrações das outras pessoas.

Turquesa: poder de expressão e criatividade na palavra, na arte e na


comunicação; tem boa combinação de conhecimentos; percepção profunda e
de rápida reação.

Verde: autoconfiança; capacidade de resolver problemas e de perdoar;


enaltecedora da paz; muita sensibilidade.

Vermelho: ênfase no modo de vida material; sucesso alcançado através da


dedicação pessoal completa; saúde física estável; tendência à irritabilidade
quando contrariada.

Violeta/lilás: espiritualidade bem desenvolvida; inspirações criativas;


capacidade de transformar os sofrimentos pessoais em fatores positivos para o
próprio destino.

Garantir uma aura equilibrada não é tão difícil; basta ter um sentimento
positivo, diante dos obstáculos da vida para que sua aura esteja sempre em
expansão e com cores vibrantes.
Limpeza de ambiente

A energia dos ambientes é o resultado da energia das pessoas que ali vivem ou
trabalham, das que frequentam ocasionalmente e de energias enviadas por outros:
positivas, quando nos desejam sorte, sucesso, prosperidade - ou negativas como a
inveja, ressentimentos e até magismo.
Pode parecer estranho, mas o clima e a energia da nossa casa e do nosso ambiente de
trabalho acabam sendo o reflexo dos que ali habitam e convivem.

Quando um ambiente fica sobrecarregado de energias densas podem ocorrer alguns


dos sintomas abaixo:
» Sonolência em excesso.
» Insônia ou distúrbios de sono.
» Cansaço físico e mental.
» Imobilidade, estagnação e dificuldade em concretizar os objetivos.
» Desentendimentos nos relacionamentos com familiares, colegas e clientes.
» Bloqueio do fluxo de prosperidade.
» Perdas de objetos.
» Instrumentos e aparelhos eletrônicos estragam com frequência entre um curto
intervalo.
» Carro com mais de um problema em um curto intervalo de tempo.
» Depressão.
» Não absorção de vitaminas e minerais pelo organismo o que provoca sensação de
fraqueza.
» Nervosismo e irritabilidade.
» Bloqueio criativo.
» Estagnação e dificuldade profissional.
» Dificuldade de concentração.

Sabe aquela irritabilidade que sentimos quando estamos em casa, aquele mal estar
quando sentamos no sofá e uma sensação de desconforto mesmo quando achamos que
está tudo bem? Ou ainda uma dificuldade de dormir? Ou um ferro que estraga, canos
entopem, copos quebram e tudo acontecendo dentro de um curto intervalo?
Sua casa pode estar doente. Pode estar precisando não só de uma limpeza física, mas
de uma revitalização energética.

Isso pode acontecer no meu ambiente de trabalho?

Com certeza! Os ambientes profissionais também estão muito sujeitos aos


desequilíbrios energéticos, principalmente, locais que lidam com atendimento ao
público como consultório médicos, dentários, psicoterápicos - pelas condições de saúde
física e psíquica das pessoas que frequentam esses locais.
E também, escritórios de advocacia, lojas, estéticas, salões de beleza, restaurantes e
bares; pelo grande fluxo de pessoas, podem ter suas energias prejudicadas e
"adoecerem" o que pode impactar no rendimento dos funcionários, no bem-estar dos
clientes e no faturamento do negócio.

Como limpar minha casa ou sala de atendimento?

É importante trabalhar numa sala limpa, da qual se tenham tirado as energias baixas, as
más vibrações. Se for possível, escolha uma sala que apanhe a luz solar direta e
dê acesso ao ar livre. Você também pode manter a sala limpa queimando nela, salvia e
alecrim. Para defumar uma sala com salvia e alecrim, coloque um pouco de cada erva
seca
num recipiente e ateie-lhe fogo. Certifique-se de que uma porta da sala está aberta
antes de principiar a defumá-la. A fumaça atrai as energias nocivas e leva-a para
fora, pela porta. Cristais colocados ao redor da sala ajudam a coletar energia nociva. Em
seguida,
limpam-se, bastando para isso colocá-los numa tigela com um quarto de colher de
chá de sal marinho e um pouco de água de fonte, para se encharcarem durante a
noite. Geradores de íons negativos (orgonites) também ajudam a limpar a sala. Nunca
trabalhe numa sala sem ventilação ou com luzes fluorescentes.
Essas luzes geram uma freqüência que interfere na pulsação da aura, levando uma
freqüência de batimento a instalar-se no campo. O raio de ação espectral também é
insalubre. Se você trabalhar numa sala sem ventilação ou iluminada por luz
fluorescente, provavelmente ficará doente. Começará acumulando energias nocivas no
corpo, suas vibrações ficarão mais lentas e, aos poucos, enfraquecerão. Finalmente,
você terá de interromper o trabalho, talvez por um período de vários
meses, até o seu sistema de energia voltar a limpar-se - Você talvez nem repare na
diminuição das frequências da energia porque sua sensibilidade terá diminuído com
elas.

Limpeza energética pessoal

Se você descobrir que está acumulando energias nocivas no corpo, limpe a


sua aura utilizando sal grosso, água e bicarbonato de sódio. Isso poderá deixá-
lo muito fraco, visto que extrai grandes quantidades de energia do corpo e, portanto,
prepare-se para descansar depois do banho, a fim de restaurar-se. Ficar deitado ao
sol ajuda a recarregar o sistema. O tempo que pode durar um banho de sol depende
inteiramente do seu sistema. Seja intuitivo; confie nele quando o seu corpo lhe diz
que já tomou sol que farte. Você talvez precise tomar esses banhos várias vezes por
semana, para limpar-se. Devemos sempre tomar um copo cheio de água de fonte
depois de cada
tratamento; o mesmo fará o paciente - A água corrente que atravessa o seu
sistema ajuda a levar embora a energia nociva e impede a inchaço. Paradoxalmente, o
inchaço é causado, em primeiro lugar, por não bebermos água
em quantidade suficiente. Num esforço por manter a energia nociva na
água, seu corpo a reterá, em lugar de deixá-la aprofundar-se nos tecidos do corpo. Os
cristais também ajudam a proteger o sistema de energia do curador. Use um
cristal claro de quartzo ou um cristal de ametista sobre o plexo solar para fortalecer
o campo e torná-lo menos permeável. Ou uma turmalina negra no umbigo, você
deverá usar o esparadrapo para segurar a pedra. Os cristais em forma de joias ou
mimos antigos estão impregnados da energia dos
antigos donos e devem ser completamente limpos, ficando uma semana mergulhada
em uma travessa com arroz integral cru.

Ervas para Limpeza Espiritual

Os banhos com ervas de limpeza são uma boa alternativa para descarregar as
energias acumuladas durante o dia de trabalho e também traz energização. Aqui
segue algumas receitas. Banho de Limpeza Espiritual com Alecrim

Para fazer este banho de limpeza espiritual você vai precisar de:
Dez ramos de alecrim
30 gotas de essência de verbena
Quatro litros de água
Um punhado de sal grosso. Comece por aquecer a água. Assim que esta ferva, desligue
o fogo e coloque o
alecrim junto com o sal grosso na água. Quando chegar a hora de tomar seu banho,
coloque as gostas de essência e deite esta água da cabeça aos pés. Se seque
naturalmente para não perder o poder da limpeza espiritual.
Para este banho de limpeza espiritual utilize:
1 casca de canela
1 folha de boldo
1 folha de Ipê-roxo
1 folha de laranjeira
1 folha de louro
1 rodela de maçã. Ferva 4 litros de água e assim que a água levante fervura, coloque
todos os
ingredientes acima. Deixe repousar até a água atingir uma temperatura amena. Depois,
é só colocar a mistura depois de seu banho de higiene, do pescoço para
baixo.

COMANDOS QUÂNTICOS PARA CURA E PURIFICAÇÃO


Comandos Quânticos são procedimentos contendo instruções precisas que quando
ativadas produzem frequências vibracionais nos campos energéticos do ser.

Quando os Comandos Quânticos são ativados geram frequências vibracionais através da


voz e da intenção e afetam não somente as células e o próprio corpo, mas todos os
campos de energia, pois as frequências vibracionais têm o poder de limpar e de curar
também o ambiente.

Os Comandos Quânticos devem ser verbalizados com confiança e com a mão direita no
chakra cardíaco.

Segue abaixo alguns:

EU SOU Ativar Cura Plena.

EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES


FRASE).

EU SOU Ativar Desbloqueio dos Meridianos.

EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES


FRASE).

EU SOU Ativar Purificação dos chakras.


EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES
FRASE).

EU SOU Ativar Prosperidade Plena em Luz.

EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES


FRASE).

EU SOU Ativar Energia da Abundância em Luz.

EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES


FRASE).

EU SOU Ativar Riqueza e Prosperidade em Luz.

EU SOU Ativar pulsar, pulsar, pulsar,pulsar, pulsar, pulsar.AGORA (REPETIR 9 VEZES


FRASE).

Outros comandos e suas descrições:

*EU SOU Ativar desbloqueio de meridianos.


Este comando atua em todo o sistema de meridianos desbloqueando, religando os
meridianos e acima de tudo harmonizando todo o fluxo energético do corpo, equivale a
diversas sessões de acupuntura.

*EU SOU Ativar Libertação Total.


Este comando desativa a origem da emoção negativa que a pessoa está manifestando,
eliminando de forma definitiva aquela emoção. É a forma mais rápida de se eliminar
uma emoção negativa, sem dor, sofrimento ou medicamentos. A pessoa deve estar
vivenciando uma emoção negativa para que o processo funcione.

*EU SOU Ativar Reorganização Ambiental.


Purifica a residência ou local de trabalho à distância, trazendo uma leveza e bem estar,
afastando energias negativas que atrapalham os negócios e os relacionamentos.

*EU SOU Ativar Decreto Chama Violeta.


Tem a finalidade de efetuar uma limpeza energética utilizando a energia Violeta do
Mestre Saint Germain, inclui quase todos os decretos da Chama violeta. Pode ser usado
para limpar ambiente, objetos e pessoas. Depende de onde você coloca a intenção.
Equivale a ler oito páginas de decretos cada vez que você pronuncia a frase "Ativar
Decreto Chama Violeta".

*EU SOU Ativar Remoção de Chips.


Tem a finalidade de eliminar os chips e dispositivos que foram colocados por
extraterrestres e dispositivos energéticos colocados pelas formas mentais da própria
pessoa.

*EU SOU Ativar Poderoso Decreto de Luz.


Tem a finalidade de chamar as energias geradas pelos decretos da Fraternidade Branca,
inclui decretos de todos os raios. Ajuda no processo de centralização energética e
acelera a evolução espiritual. Equivale a ler 17 páginas de decretos cada vez que você
pronuncia a frase "Ativar Poderoso Decreto de Luz".

** “Comando Quântico Poderoso Decreto de Luz Conteúdo do comando" **

Para se proteger das energias negativas

Todos nós sabemos, as energias negativas são uma das preocupações do ser humano.
Procurar fugir delas é complicado. Elas nos alcançam em qualquer lugar do planeta.
Mas, podemos nos defender, começando a tomar uma série de atitudes e providências.
Abaixo, seguem seis dicas pessoais para começar a combatê-las.

1. NÃO TEMER NINGUÉM

Uma das armas mais eficazes na subjugação de um ser é impingir-lhe o medo.


Sentimento capaz de uma profunda perturbação interior, vindo até a provocar
verdadeiros rombos na aura, deixando o indivíduo vulnerável a todos os ataques.

Temer alguém significa colocar-se em posição inferior, temer significa não acreditar em
si mesmo e em seus potenciais, temer significa falta de fé.

O medo faz com que baixemos o nosso campo vibracional, tornando-nos assim
vulneráveis às forças externas. Sentir medo de alguém é dar um atestado de que ele é
mais forte e poderoso. Quanto mais você der força ao opressor, mais ele se fortalecerá.

2. NÃO SINTA CULPA

Assim como o medo, a culpa é um dos piores estados de espírito que existem.
Ela altera nosso campo vibracional, deixando nossa aura (campo de força) vulnerável ao
agressor..
A culpa enfraquece nosso sistema imunológico e fecha os caminhos para a
prosperidade.

Um dos maiores recursos utilizados pelos invejosos é fazer com que nos sintamos
culpados pelas nossas conquistas.

Não faça o jogo deles e saiba que o seu sucesso é merecido.


Sustente as suas vitórias sempre!
3. ADOTE UMA POSTURA ATIVA

Nem sempre adotar uma postura defensiva é o melhor negócio. Enfrente a situação.
Lembre-se sempre do exemplo do cachorro: quem tem medo do animal e sai correndo,
fatalmente será perseguido e mordido.

Já quem mantém a calma e contorna a situação pode sair ileso.


Ao invés de pensar que alguém pode influenciá-lo negativamente, por que não se
adiantar e influenciá-lo beneficamente?

Ou será que o mal dele é mais forte que o seu bem?

Por que será que nós sempre nos colocamos numa atitude passiva de vítimas?

Antes que o outro o alcance com sua maldade, atinja-o antecipadamente com muita luz
e pensamentos de paz, compaixão e amor.

4. FIQUE SEMPRE DO SEU LADO

A maior causa dos problemas de relacionamentos humanos é a "Auto-Obsessão".


A influência negativa de uma pessoa sobre outra sempre existirá enquanto houver uma
ideia de dominação, de desigualdade humana, enquanto um se achar mais e outro
menos, enquanto nossas relações não forem pautadas pelo respeito mútuo.

Mas grande parte dos problemas existe porque não nos relacionamos bem com nós
mesmos.
'Auto-Obsessão' significa não se gostar, não se apoiar, se auto boicotar, se desvalorizar,
não satisfazer suas necessidades pessoais e dar força ao outro, permitindo que ele
influencie sua vida, achar que os outros merecem mais do que nós.

Auto - obsequiar-se é não ouvir a voz da nossa alma, é dar mais valor à opinião dos
outros.
Os que enveredam por esse caminho acabam perdendo a sua força pessoal e abrem as
portas para toda as pessoas dominadoras e energias de baixo nível.
A força interior é nossa maior defesa.

5. SUBA PARA POSIÇÕES ELEVADAS

As flechas não alcançam o céu.


Coloque-se sempre em posições elevadas com bons pensamentos, palavras, ações e
sentimentos nobres e maduros. Uma atmosfera de pensamentos e sentimentos de alto
nível faz com que as energias do mal, que têm pequeno alcance, não o atinjam. Essa é a
melhor forma de criar 'incompatibilidade' com as forças do mal e energias
incompatíveis não se misturam.

6. FECHE-SE ÀS INFLUÊNCIAS NEGATIVAS

As vias de acesso pelas quais as influências negativas podem entrar em nosso campo
são as portas que levam à nossa alma, ou seja, a 'mente' e o 'coração'.

Além de manter o coração e mente sempre resguardados das energias dos maus
pensamentos e sentimentos negativos, fuja das conversas negativas, maldosas e
depressivas.
Evite lugares densos e de baixo nível.

Quando não puder ajudar, afaste-se de pessoas que não lhe acrescentam nada e só o
puxam para o lado negativo da vida.

O mesmo vale para as leituras, programas de televisão, filmes, músicas e passatempos


de baixo nível.

Mudras: O Poder de Cura de Suas Mãos

Você sabia que suas mãos possuem um poder de cura inato que tem sido usado durante séculos ?
Mudras são as posições das mãos que influenciam a energia do seu corpo físico, emocional e
espiritual.

Os Mudras têm sido utilizados no Oriente há milhares de anos e foram praticados por muitos
líderes espirituais incluindo Buddha. Hoje, os Mudras ainda são usados em yoga e meditação.

Às vezes, podemos inconscientemente colocar nossas mãos em posições de mudra sem sabê-lo,
outras vezes podemos usá-los para ajudar a canalizar e estimular a cicatrização.

Existem centenas de Mudras, mas aqui estão alguns dos mais comuns:

1.) Mudra Gyan (Mudra do Conhecimento):

A ponta do dedo indicador toca a ponta do polegar, enquanto os outros dedos permanecem retos.
Benefícios: Melhora o conhecimento, estimula a hipófise e glândulas endócrinas, aumenta a
memória, ajuda na meditação, previne a insônia, ajuda a melhorar o humor e traz clareza de
raciocínio.
Prática: A qualquer momento, sentado, em pé ou deitado na cama.
2.) Mudra Prithvi (Mudra da Terra):
A ponta do dedo anelar toca o polegar enquanto os outros dedos permanecem em linha reta para
fora.
Benefícios: Auxilia a reduzir deficiências físicas e espirituais, ajuda a aumentar a força da vida,
ajuda a limpar a pele, favorece a funcionalidade do corpo.
Prática: A qualquer hora.
3.) Mudra Varuna (Mudra da Água):

A ponta do dedo mindinho toca o polegar enquanto os outros dedos permanecem em linha reta.
Benefícios: Ajuda a equilibrar as emoções, ajuda a reter água, ajuda a aliviar a prisão de ventre e
cólicas, e também ajuda a regular os ciclos menstruais e condições hormonais.
Prática: 15 minutos três vezes por dia.
4.) Mudra Vayu (Mudra do Ar):

O polegar colocado sobre o dedo indicador enquanto o resto dos dedos permanecem retos.
Benefícios: Ajuda a acalmar a mente ansiosa, acalma a voz tensa, ajuda a diminuir o estresse e
ajuda a reduzir a impaciência e indecisão.
Prática: 10 a 15 minutos, 3 vezes por dia.
5.) Mudra Shunya (Mudra do Vazio):

A ponta do polegar pressiona o dedo do meio para baixo, enquanto o resto dos dedos ficam para
cima.
Benefícios: Reduz apatia no corpo, é altamente eficaz para dores de ouvido, ajuda a restaurar a
confiança, e aumenta a cognição mental.
Prática: 40-60 minutos por dia ou, para uma dor de ouvido, 4-5 minutos.
6.) Mudra Surya (Mudra do Sol):

Dobre o dedo anelar sob o polegar enquanto o resto dos dedos permanecem em linha reta.
Benefícios: Ajuda a estimular a glândula tireoide, ajuda a aliviar o ganho de peso e reduz o apetite,
estimula a digestão, ajuda a aliviar a ansiedade e estresse, e ajuda a guiá-lo para o seu propósito.
Prática: 5 a 15 minutos, duas vezes por dia.
7.) Mudra Prana (Mudra da Vida):

O dedo anelar e o mindinho dobram para tocar o polegar enquanto o indicador e o dedo médio
permanecem apontando para cima.
Benefícios: Melhora a força da vida, ajuda a fortalecer a mente, corpo e espírito, ajuda a promover
a tomada de decisões, melhora a imunidade e motivação, ajuda a melhorar a visão, e reduz a fadiga.
Prática: A qualquer hora.
8.) Mudra Apana (Mudra da digestão):

O dedo médio e o anelar são dobrados sob o polegar enquanto o mindinho e o dedo indicador ficam
para cima.
Benefícios: Ajuda a regular o sistema excretor, ajuda a desintoxicar e estimula os movimentos
intestinais, é útil para aliviar a constipação e hemorroidas.
Prática: 45 minutos por dia
9.) Mudra Apana Vayu (Mudra do coração):

O dedo indicador dobra-se para tocar a base do polegar, enquanto curva o dedo médio e o anelar
para tocar a ponta do polegar. O dedo mindinho permanece esticado.
Benefícios: Estimula a cura do coração, ajuda a proteger fisicamente o coração, e também ajuda a
reduzir os gases e azia.
Prática: 15 minutos, duas vezes por dia
10.) Mudra Linga (Mudra de calor):

Entrelace os dedos das duas mãos, mas mantenha o polegar da mão esquerda apontando para cima.
Faça o polegar direito envolver o polegar esquerdo tocando o dedo indicador da mão direita.
Benefícios: Ajuda a estimular o calor no corpo, ajuda a reduzir o catarro e congestão, fortalece os
pulmões, ajuda a revigorar e equilibrar o corpo.
Prática: A qualquer momento, mas não prátique excessivamente.

Adendo A Luz é Invencível (Sugestão da Monica):

Mudra Mukula: É uma energização de cura,


usado para direcionar a energia para qualquer lugar no corpo. Basta colocar os quatro dedos de
encontro com o polegar, colocando as pontas dos dedos onde a cura é necessária. Em cada
respiração, podemos sentir a energia de cura passar através de nossos dedos e entrar no nosso
corpo na parte enferma, ele limpa, relaxa e cura, liberando as toxinas indesejadas e preenchendo a
área com uma luz branca. Para uma limpeza geral e rejuvenescimento do corpo, podemos sentar e
relaxar em local tranquilo, estendendo os braços e colocando cada mão sobre os joelhos, com os
dedos apontando para o teto, em formato de Mudra Mukula. Definindo a nossa intenção e sentindo
a energia de cura limpando todo o nosso corpo.
O QUE É O MINDFULNESS?

Mindfulness é uma tradução para inglês da palavra Sati e é definido como “a


capacidade de atenção plena”, e a ideia é que ao estarmos conscientes do que se
passa no nosso corpo, na nossa mente, nos nossos pensamentos e nas nossas
emoções. Ou seja, de nos lembrarmos de prestar atenção, a ter consciência de nós
próprios.
Você já percebeu que muitas vezes parece que a nossa mente tem vida própria e não
assumimos a liderança sobre ela? Não temos nenhuma intenção ou nenhum
propósito para os nossos pensamentos? Pois no Mindfulness, o propósito (e
intenção) é chave. Temos a intenção e o propósito de experienciarmos por inteiro,
sendo ela a nossa respiração, certa emoção, uma ação específica ou uma parte do
nosso corpo.

Quando praticamos Mindfulness estamos prestando atenção de propósito, no


momento presente (aqui, agora) e buscamos não fazer julgamentos. Concentrar-se
no momento atual significa estar em contato com o presente e não estar envolvido
com lembranças ou com pensamentos sobre o futuro. Considerando que as pessoas
hoje em dia funcionam no piloto automático, a intenção da prática de Mindfulness
seria exatamente trazer a atenção plena para a ação no momento atual. ‘Intencional’
significa que o praticante de mindfulness faz a escolha de estar plenamente atento e
se esforça para alcançar esta meta.

Uma das atitudes essenciais para a prática é ter a mente de iniciante. É se envolver
com algo ou alguém como se fosse à primeira vez. As pessoas que praticam a
mindfulness trazem essa atitude com elas durante todo o dia.
Abraham Joshua Heschel disse, “A vida é rotina e rotina é a resistência à maravilha.”
A curiosidade leva a pessoa que é consciente voltar a ter contato com as maravilhas
e possibilidades de vida.

E QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA PRÁTICA ?


Existem muitos benefícios da prática e já foi comprovado que o mindfulness ajuda a
combater a ansiedade, depressão, melhora o sono, irritabilidade e o stress. Nossa
memória também melhora, assim como nossa criatividade, resistência mental e física
aumentam. Além disso, estudos também confirmam que a meditação mindfulness é
eficaz na redução do impacto de doenças graves ou terminais como a dor crônica, o
câncer e o HIV/AIDS. Interessante, não é?

Aqui nos Estados Unidos a meditação mindfulness também é usada em crianças,


principalmente com deficiência de atenção.
PASSO A PASSO PARA A PRÁTICA MINDFULNESS
FORMAS DE APLICAR O MINDFULNESS NA SUA VIDA
Tente levar a consciência do aqui e agora para cada atividade do seu dia. Geralmente
fazemos as atividades diárias de forma mecânica, automática e inconsciente. A partir
de agora, todas as vezes que você for fazer alguma destas atividades,
deliberadamente foque e preste atenção no que você está fazendo e experienciando
no momento da ação.

1.Tomando banho:
Quando tomar um banho, imagine que é a primeira vez sentindo a água, sentindo o
cheiro do sabão, ou vendo o vapor como ele muda perante os seus olhos. Repare na
temperatura da água e no movimento de suas mãos enquanto toma banho. Observe
como durante o banho você também tem a tendência de ficar se relembrando de
coisas que já aconteceram, ficar remoendo sentimentos, sonhando e/ou
preocupando-se com o futuro, nestes momentos, apenas observe o processo de
como sua mente trabalha e escapa do presente e retorne a sua experiência de tomar
banho de forma completamente consciente, observe o que você está fazendo no
momento, toda vez que sua mente for para qualquer outro lugar, gentilmente traga-
a para o AQUI e AGORA, estando consciente de cada movimento e sensação

2. Escovando os Dentes
Sinta as cerdas da sua escova de dente sobre os seus dentes, sinta o gosto da pasta
de dente e o ardor em alguns pontos das suas papilas gustativas, observe em que
região da sua língua elas são ativadas. Sinta as cerdas da sua escova enquanto você
escova a sua gengiva, a língua, feche os olhos e experimente cada sensação.

3. Comendo
Até mesmo uma refeição ou lanche torna-se uma oportunidade para fazer uma
pausa e refletir. Quando for comer algo deixe de lado as distrações. Agora observe
tudo, desde o ato de segurar o garfo e levá-lo à sua boca a todas sensações que vão
surgir ato de comer, o sabor dos alimentos, a textura, o contato dos seus dentes com
o alimento, a mastigação e assim por diante.

4. Com as outras pessoas


Para mim é muito fascinante praticar mindfulness com as outras pessoas,
principalmente com quem convivemos todos os dias. Seja presente com essa pessoa,
escute tudo, preste atenção, não julgue, seja curioso. Converse com ela como se fosse
à primeira vez, como um namorado apaixonado que quer saber tudo e ouvir tudo da
outra pessoa. Deixe de lado todas as distrações e por alguns minutos ou horas seja
completamente presenta aquela pessoa.
COMO PRATICAR A MEDITAÇÃO MINDFULNESS?

1. Tire um momento para você


Para começar, tente reservar de 3-5 minutos por dia para a prática. Lembre-se de
que você nunca será capaz de ficar muitas horas em estado de Mindfulness. A mente
humana é programada para vagar. E tudo bem com isso. Então, fique tranquila se
perder a concentração.

Geralmente eu pratico a meditação mindfulness pela manhã quando acordo. No


início comecei com 3 minutos, depois aumentei para 5 agora faço por 15 minutos.
Parece pouco, mas é o suficiente para criar um balanço que dura por todo dia. Vez
ou outra pratico no meu escritório no meio do dia.

2. Respire
Sente-se confortável em um lugar quieto, mãos sobre as coxas (palmas para cima ou
para baixo) e respire naturalmente. Relaxe, focando nas sensações de seu estômago,
peito ou narinas. Esteja ciente do sentido da sua própria respiração. Não precisa
mudar o seu ritmo, apenas sinta a sensação física da sua respiração entrando e saindo
do corpo.

3. Seja presente
Assim que perceber que está pensando em outro assunto, observe o que está
pensando e guie suavemente a sua atenção de volta para a respiração. Não precisa
de se criticar.

É isso. Mindfulness na respiração é tão simples como isso. Trazer uma sensação de
atitudes conscientes para a sua experiência, como a curiosidade, a bondade e a
aceitação. Pode fazer este exercício num espaço de tempo tão curto quanto um
minuto, ou então prolongá-lo o tempo que desejar.

Agora que você já aprendeu sobre a cura quântica, precisa saber


como utilizar a técnica, para isso mande um e-mail para
maxterapeutaonline@gmail.com
Whatsapp (37) 98407-7506 Maxsuel
referências bibliográficas:

http://www.gnosisonline.org/psicologia-gnostica/os-sete-
corpos/
https://www.eusemfronteiras.com.br/chakras-o-que-sao-e-
como-funcionam/
http://www.curaeascensao.com.br/curaquantica_arquivos/cura
quantica124.html
https://osegredo.com.br/2015/06/4-tecnicas-para-limpar-a-
energia-negativa-da-sua-aura/
https://www.terra.com.br/vida-e-
estilo/horoscopo/esoterico/aprenda-a-ver-a-aura-das-
pessoas,9f0863337df6d310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html
https://odespertardocristointerno.blogspot.com.br/2011/04/co
mandos-quanticos.html?view=sidebar
https://portal2013br.wordpress.com/2015/04/25/mudras-o-
poder-de-cura-de-suas-maos/