Você está na página 1de 2

BLOCO I a) Respeitando a sequência em que estão apresentadas as

três frases acima, articule-as num único período. Empregue


01. De acordo com o enunciado linguístico presente em um os verbos e os nexos oracionais necessários à clareza, à
anúncio publicitário, responda ao que se pede: coesão e à coerência desse período.
b) Transcreva o período abaixo, virgulando-o
Só uma coisa adequadamente:
Pode convencer você a trocar seu Guia Brasil: A obrigação de ler um livro como toda obrigação indispõe-nos
O guia Brasil 2003 contra a tarefa imposta mas pode ocorrer se encontrarmos
prazer nessa leitura que o peso da obrigação desapareça.
Atribua seus conhecimentos ao emprego do sinal de
pontuação em evidência justificando o uso do mesmo. TEXTO PARA A PRÓXIMA QUESTÃO:
O dia abriu seu para-sol bordado
02. Analise o fragmento extraído de um conto machadiano,
intitulado – “Um apólogo”, pontuando-o de acordo com as O dia abriu seu para-sol bordado
regras preestabelecidas: De nuvens e de verde ramaria.
E estava até um fumo, que subia,
Era uma vez uma agulha que disse a um novelo de linha Mi-nu-ci-o-sa-men-te desenhado.
Por que está você com esse ar toda cheia de si toda
enrolada para fingir que vale alguma cousa neste mundo Depois surgiu, no céu azul arqueado,
A Lua – a Lua! – em pleno meio-dia.
03. Explique a diferença de sentido em ambas as orações, Na rua, um menininho que seguia
levando em consideração os sinais de pontuação. Parou, ficou a olhá-la admirado...

Eleitor quer justificar seu voto. Pus meus sapatos na janela alta,
Eleitor, quer justificar seu voto? Sobre o rebordo... Céu é que lhes falta
Pra suportarem a existência rude!
04. (Fund. Carlos Chagas) Os períodos abaixo apresentam
diferenças de pontuação. Assinale a letra correspondente E eles sonham, imóveis, deslumbrados,
ao período de pontuação correta: Que são dois velhos barcos, encalhados
(A) Hoje, eu daria o mesmo conselho, menos doutrina e, mais Sobre a margem tranquila de um açude..
análise. MARIO QUINTANA
(B) Hoje eu daria o mesmo conselho: menos doutrina e mais Prosa e verso. Porto Alegre: Globo, 1978.
análise.
(C) Hoje, eu, daria o mesmo conselho, menos doutrina e mais
análise. 08. (Uerj 2009) Há no poema de Mario Quintana um mesmo
(D) Hoje eu daria o mesmo conselho menos doutrina e mais sinal de pontuação – o ponto de exclamação – que
análise. aparece em versos diferentes e com sentidos distintos.
(E) Hoje eu, daria o mesmo conselho: menos doutrina, e, mais Explicite o valor semântico atribuído a esse sinal em cada um
análise. dos versos.

05. Atente-se para o enunciado abaixo, atribuindo-lhe a 09. (Unicamp-SP)


devida pontuação: Foi no tempo em que a Bandeirantes recém-inaugurara suas
novas instalações no Morumbi. Não havia transporte público
Charles Darwin coletou muitos fósseis na viagem naquela até o nosso local de trabalho, e a direção da casa organizou
época os fósseis eram considerados restos preservados de um serviço com viaturas próprias. (...) Paraná era um dos
animais e vegetais há muito extintos a opinião aceita era que motoristas. (...)
esses fósseis se formavam após uma grande catástrofe como Numa das subidas para o Morumbi "fechou" sem nenhuma
o dilúvio que exterminava muitos seres vivos maldade um automóvel. O cidadão que o dirigia estava com
(PARKER, Steve. Darwin e a evolução. São Paulo: os filhos, era diretor do São Paulo F.C., e largou o verbo em
Scipione, 2002.p.11. Caminhos da Ciência) cima do pobre do Paraná. Que respondeu à altura. Logo
depois que a perua chegou ao Morumbi, todo mundo de ponto
06. (ITA-SP) Leia o texto seguinte: batido, o automóvel para em frente da porta dos funcionários,
e o seu condutor desce bufando: "Onde está o motorista
Levantamento inédito com dados da Receita revela dessa perua? (e lá vinha chegando o Paraná). Você me
quantos são, quanto ganham e no que trabalham OS RICOS ofendeu na frente dos meus filhos. Não tem o direito de agir
BRASILEIROS QUE PAGAM IMPOSTOS. (...) dessa forma, me chamar do nome que me chamou. Vou falar
Entre os nove que ganham mais de 10 milhões por ao João Saad, que é meu amigo!"
ano, há cinco empresários, dois empregados do setor privado, E o Paraná, já fuzilando, dedo em riste, tonitruou em seu
um que vive de rendas. O outro, QUEM DIRIA, é servidor sotaque mais que explícito: " 'Le' chamei e 'le' chamo de
público. ("Veja", 12/7/2000.) novo... veado ... veado ..." Não houve reação da parte
ofendida.
a) A ausência de vírgula no trecho em destaque, no primeiro (Flávio Araújo, "O rádio, o futebol e a vida". São Paulo:
parágrafo, afeta o sentido? Justifique. Editora Senac São Paulo, 2001, p. 50-1).

b) Por que o emprego da vírgula é obrigatório no trecho em a) Na sequência "(...) e largou o verbo em cima do pobre do
destaque, no segundo parágrafo? O que esse trecho permite Paraná. Que respondeu à altura", se trocarmos o ponto final
inferir? que aparece depois de 'Paraná' por uma vírgula, ocorrem
mudanças na leitura? Justifique.
07. (Fuvest-SP) b) O trecho da resposta de Paraná "Le chamei e le chamo de
I. Desespero meu: leitura obrigatória de livro indicado... novo ..." chama a atenção do leitor para a sintaxe da língua.
II. Uma surpresa: tão bom, aquele livro! Explique.
III. Nenhum aborrecimento na leitura. c) Substitua 'tonitruou' por outra palavra ou expressão.
BLOCO II 9 – Assinale a frase em que a pontuação está INCORRETA.
a) Cansado, o motorista levou o táxi de volta.
1 – O uso da pontuação está INADEQUADO em: b) Pai e filho, desceram do ônibus rapidamente.
a) Ana, era uma mulher alta, magra e muito ágil. c) Naquele dia, muitos pais não foram trabalhar.
b) Naquela tarde, os filhos aprontaram. d) Ao chegar ao colégio, o menino ficou emocionado.
c) Seus amigos, marido e filhos ficaram satisfeitos com a
festa. 10 – Assinale a única alternativa em que a vírgula foi utilizada,
d) Gostava de cozinhar, limpar, lavar e passar. por ser obrigatória, de forma CORRETA:
e) Na cozinha havia de tudo: temperos, condimentos e doces. a) O homem não lutou, e venceu.
b) Pedro, ficou triste diante do que viu.
2 – A estrutura da frase permanece com erro de vírgula em: c) Belo Horizonte 25 de maio, de 2008.
a) médicos sem mestrado, porém, não têm razão… d) A mulher pensou, e meditou sobre os livros.
b) 72 tipos diferentes de formação educacional de adultos,
que vão do analfabeto aos doutores. 11 – Assinale a frase corretamente pontuada.
c) Em último lugar, vêm, previsivelmente, os brasileiros com a) O termo, como água e pão devia ser comum entre nós.
escolaridade zero. b) Entre nós, o termo como água e pão, devia ser comum.
d) As carreiras acadêmicas ligadas à saúde, por outro lado, c) O termo, como água e pão, devia ser comum entre nós.
dominam. d) O termo entre nós, como água e pão devia ser comum.
e) as pesquisas de intenção de voto, são feitas com amostras e) Como água e pão, o termo entre nós, devia ser comum.

3 – Assinale a alternativa pontuada corretamente. 12 – Assinale a frase correta no que se refere à pontuação.
a) Desde o amanhecer, a menina, jogava, bola, e balas, pela, a) Entusiastas das novas mídias frequentemente, defendem a
janela. morte das velhas mídias.
b) São Paulo, é uma cidade bela. b) Nos últimos anos, a circulação de revistas impressas
c) João e Maria são, uma espécie de referência das, história parece ter aumentado.
infanto-juvenis. c) Muitos pensavam que com o surgimento do rádio, os
d) Os livros, continuam sendo uma alternativa, razoável de jornais deixariam de circular.
leitura, tranquila. d) É inegável que o jornalismo on-line tenha afetado, a
e) Desde o amanhecer, a aurora parecia mais rosada do que indústria de jornais e revistas.
no dia anterior. e) A TV social combina, o formato da TV tradicional com as
mídias sociais na Internet.
4. Indique a alternativa em que há omissão de uma vírgula:
a) Márcio chegou com a esposa para jantar.
b) Inflação bate de novo recorde em abril.
c) Aqueles homens pareciam não ligar para a vida.
d) Sempre saíam à noite.
e) Querida onde está meu livro?

5- Marque a alternativa errada quanto à vírgula.


a) Agia intempestivamente, embora seus amigos pedissem
mais calma nas decisões.
b) Como você já percebeu, um texto não se faz de um
amontoado de palavras e frases.
c) Sei ainda, que os médicos recomendam outros exames,
para diagnosticar a doença.
d) Havia mito serviço no setor de compras, entretanto a
funcionário não se preocupou com isso.

6 – Marque a alternativa errada quanto à vírgula.


a) O comentário é que não saberíamos, quando ele retornaria
de viagem.
b) Esgotadas as possibilidades de diálogo, abandonamos a
reunião.
c) Já que não havia mais discussões na sala, preferimos ir
embora.
d) Não havia dúvida de que, para ir para casa, precisávamos
de coragem.

7 – Assinale a frase em que a vírgula está empregada


INCORRETAMENTE.
a) Todos sentiam necessidade, de que ele me escutasse.
b) Em função de suas observações, saímos mais cedo.
c) Os diretores, depois da minha observação, não mais o
escutaram.
d) A ordem, meus futuros companheiros, é chegar mais cedo.

8 – Marque a alternativa cuja frase foi CORRETAMENTE


pontuada:
a) Os policiais aguardam atentos, a chegada da guarnição.
b) Os policiais atentos, aguardam a chegada da guarnição.
c) Atentos, os policiais aguardam a chegada da guarnição.
d) Os policiais, aguardam atentos a chegada da guarnição.

Você também pode gostar