Você está na página 1de 1

Microcefalia é uma condição neurológica rara que se caracteriza por

anormalidades no crescimento do cérebro dentro da caixa craniana. Em geral,


ela ocorre quando os ossos do crânio se fundem e não deixam espaço para que
o cérebro cresça sem que haja compressão das suas estruturas.

A alteração pode ser congênita ou manifestar-se após o nascimento associada


a outros fatores de risco (doença secundária); má-formação da placenta,
traumatismo cranioencefálico e hipóxia grave (falta de oxigenação nos tecido e
no sangue) na hora do parto. Consumo de cigarro, álcool e outras drogas ou de
alguns medicamentos, doenças infecciosas.

A pneumonia cria problemas ventilatórios de difusão. Uma reação


inflamatória iniciada por vírus o bactérias que ocorre nos alvéolos e produz uma
secreção, está por sua vez interfere no movimento e na difusão do oxigênio e
dióxido de carbono.

Os leucócitos, em grande parte os neutrófilos também migram para dentro dos


alvéolos e preenchem os espaços que normalmente contêm ar provocando a
oclusão parcial dos brônquios e alvéolos, com resultante queda da pressão
alveolar de oxigênio.

O sangue venoso penetra nos pulmões, atravessa área hipoventilada e sai do


pulmão para o lado esquerdo do coração sem ser oxigenado. Em essência, o
sangue é desviado da direita para esquerda do coração. Esta mistura de sangue
oxigenado com não oxigenado resulta eventualmente, em hipoxemia arterial
(diminuição do oxigênio no sangue) e hipercapinia arterial (aumento de dióxido
de carbono no sangue).