Você está na página 1de 9

TRIGONOMETRIA NOS TRIÂNGULOS

TRIGONOMETRIA NO CICLO
TRIGONOMETRIA NOS TRIÂNGULOS
RELAÇÕES TRIGONOMÉTRICAS NO TRIÂNGULO RETÂNGULO

INTRODUÇÃO

Na praça de minha cidade, uma rampa une dois pisos em desnível, conforme a figura.
Subindo essa rampa, se eu percorrer a distância de 3m, meu deslocamento na vertical será
de 1m. Qual será o meu deslocamento na vertical se eu percorrer 6m da rampa?

Situação como essa, que envolve medidas de lados e ângulos de triângulos, pode ser
resolvida com a Trigonometria, que estabelece relações entre as medidas de ângulos e segmentos.
A razão entre o deslocamento na vertical e a distância percorrida sobre a rampa depende
exclusivamente do ângulo que a rampa forma com o plano horizontal.
Em cada subida, um ponto P é obtido a partir de um percurso, que determina uma altura e
um afastamento (deslocamento), como nos exemplos abaixo:

Voltando ao problema.

1 x
Como os triângulos OAB e OCD são semelhantes, temos:   x  2
3 6
Logo, percorrendo 6m da rampa, meu deslocamento na vertical será de 2m.

Para cada subida com ângulo de inclinação de medida  , ficam determinados o percurso,
a altura e o afastamento.

2
A razão entre as medidas da altura e do afastamento é um valor constante conhecido como
índice de subida ou por tangente de  (tan  ), além desse valor, podemos determinar outros
dois: seno de  (sen  ) e cosseno de  (cos  ).
altura
sen  
percurso
afastamento
cos  
percurso
altura
tan  
afastamento

Definiremos algumas razões entre lados de um triângulo


retângulo, chamadas relações trigonométricas.
Considere o triângulo retângulo abaixo.

Podemos definir:

seno de um ângulo agudo: razão entre o cateto oposto ao ângulo e a hipotenusa do triângulo.
cateto oposto
sen  
hipotenusa
cosseno de um ângulo agudo: razão entre o cateto adjacente ao ângulo e a hipotenusa do
triângulo.
cateto adjacente
cos  
hipotenusa
tangente de um ângulo agudo: razão entre o cateto oposto ao ângulo e o cateto adjacente.
cateto oposto
tan  
cateto adjacente

EXERCÍCIOS:
Calcule o valor de “x” nas figuras:

a) b) c)

d) e) f)
4 cm
x 32o
28o
x 15 cm
10 cm
x 25o

g) h) i)

x 20 cm

30 cm
12 cm
46o
40o 50o

x x

j) l)

18 cm x

50o
65 o

x
10 cm

RESPOSTAS:
a) x = 3,53 cm b) x = 2,35 cm c) x = 5,32 dm d) x = 1,88 cm e) x = 18,87 cm
f) x = 13,59 cm g) x = 14,30 cm h) x = 16,78 cm i) x = 41,71 cm j) x = 42,59 cm
l) x = 7,66 cm

Teodolito

O teodolito é um instrumento óptico utilizado na Topografia e na


Agrimensura para realizar medidas de ângulos verticais e horizontais, usado
em redes de triangulação. Basicamente é um telescópio com movimentos graduados na vertical e na
horizontal, e montado sobre um tripé, podendo possuir ou não uma bússola incorporada. Há muitas
variedades de teodolitos, alguns para fins de Topografia e outros, com maior precisão, de uso em
Astronomia.

Topografia
A palavra TOPOGRAFIA tem sua origem na escrita grega, donde TOPOS significa lugar e
GRAPHEN significa descrição. Desta maneira pode-se
dizer que a TOPOGRAFIA é a ciência que trata do estudo
da representação detalhada de uma porção da superfície
terrestre.
Desde os primórdios da civilização, ainda em seu
estágio primitivo, o homem tratou de demarcar sua
posição e seu domínio. Sem saber, ele já aplicava a
Topografia.
Os babilônicos, os egípcios, os gregos, os
chineses, os árabes e os romanos foram os povos que nos
legaram instrumentos e processos que, embora
rudimentares, serviram para descrever, delimitar e
avaliar propriedades tanto urbanas como rurais, com
finalidades cadastrais.

Qual é a altura do prédio?

Um engenheiro precisa determinar a altura de um


prédio. Para isso, ele procede da seguinte maneira. Ele se
posiciona a uma distância que torne possível observar o prédio
todo. Com um teodolito, ele mira o alto do prédio, obtendo o
ângulo que essa linha virtual faz com a horizontal. Suponhamos
que obteve 34o. Depois, usando uma trena, ele mede a
distância que vai do teodolito ao prédio. Suponhamos que
obteve 46m. Sabendo que o teodolito tem 1m de altura, calcule
a altura do prédio.

Qual é a largura do rio?

Um topógrafo precisa determinar a largura de


um rio, sem possibilidade de atravessá-lo. Ele e seu
ajudante, equipados com trena e teodolito, estão na
margem em que se acham marcados
os pontos A e B. Na prática esses pontos
representam estacas cravadas na terra. O ponto O,
situado na margem oposta, pode ser uma pedra,
uma árvore, um tronco, etc.
Com a trena, eles medem também a distância
do ponto A à margem do rio: 4,3m. O teodolito é
usado para obter o ângulo reto de vértice A e para 43
medir o ângulo do vértice B: 68o. Sendo m
assim, determine a largura do rio. m
5 A 47,2 m
Qual é a altura do morro? B

Um topógrafo e seu ajudante, equipados com


trena e teodolito, querem determinar a altura de um morro. Para isso, eles estacionam o teodolito
no ponto A, que é marcado por uma estaca cravada na terra e miram o alto do morro, obtendo um
ângulo de 54o (figura1). Em seguida, eles se aproximam um pouco mais do morro e estacionam
novamente o teodolito. No ponto B é cravada outra estaca no chão e miram novamente o alto do
morro, obtendo um ângulo de 67o (figura2). Com a trena eles medem a distância entre as duas
estacas A e B, obtendo 104,8m. A partir destes dados, calcule a altura do morro.

Qual é a altura da torre?

Um topógrafo, equipado com trena e teodolito e situado numa das margens de um rio,
pretende calcular a atura de uma torre situada na margem oposta. Colocando o teodolito em A e
depois em B, mede os ângulos de 23o e 35o, conforme figura. Com a trena, mede a distância de A
até B, obtendo 87,2m. A partir dos dados obtidos pelo topógrafo, e supondo que a altura do
teodolito seja 1,7m, calcule a altura aproximada da torre.

6
EXERCÍCIOS:

1)Determine “x” e “y” nas figuras:


a) b)

x y

c)

2) Uma escada de 6m de comprimento está


apoiada em um poste, inicialmente no ponto A e
depois, afastada, num ponto B. Calcule a distância
entre A e B, conforme os dados.

3) Uma pessoa deseja atravessar um rio de 2 km de


largura, partindo da margem esquerda segundo um ângulo de
30o em relação a uma perpendicular às margens. Outra
pessoa parte do mesmo ponto, mas numa direção que
forma um ângulo de 45o com a mesma perpendicular às
margens do rio. Determine:
a) as distâncias percorridas por ambas, separadamente.
b) a distância que separa as pessoas na outra margem,
após a travessia.

4) Rafael usa um teodolito para medir o ângulo de


elevação até o topo de um prédio. Se a distância
entre Rafael e o prédio é de 60m, qual é a altura do
prédio?

7
5) Uma pessoa vê o ponto mais alto de um edifício
sob um ângulo de 63. Recuando 74m, vê o mesmo ponto
sob um ângulo de 38. Desprezando a altura da pessoa,
encontre a altura do edifício e a distância inicial da pessoa
até o edifício.
6)(Unesp) Ao chegar de viagem, uma pessoa tomou um táxi no
aeroporto para se dirigir ao hotel. O percurso feito pelo táxi,
representado pelos segmentos AB, BD, DE,EF e FH , está
esboçado na figura, onde o ponto A indica o aeroporto, o ponto
H indica o hotel, BCF é um triângulo retângulo com o ângulo
reto em C, o ângulo no vértice B mede 60° e DE é paralelo a
BC . Sabendo que AB  2km ,
BC  3km, DE  1km e FH  3,3km , determine: a) BD . b)
EF .

7)Um alpinista deseja calcular a altura de uma encosta que vai


escalar. Para isso, afasta-se, horizontalmente 80m do pé da
encosta e visualiza o topo sob um ângulo de 55° com o plano
horizontal. Calcule a altura da encosta.

8) Observadores A e B vêem um balão,


respectivamente, sob ângulos visuais de 20o e 40o,
conforme indica a figura. Sabendo que a distância
entre A e B é de 200m, calcule “h”.

200m B
A

RESPOSTAS:

1) a) x = 23,09 cm, y = 10,39 cm b) x = 10,38 cm, y = 5,29 cm c) x = 72,95 m, y = 100,41 m

2) d = 1,24m 3) d1 = 4 km, d2 = 2,83 km e d3 = 1,46 km 4) h = 22,84m

5) h = 96,02m 6) EF =1,73 km, BD = 4km 7) h = 114,25m 8) h = 50,95m

8
1) Considerando um quadrado de lado “a”, obtenha:

a sen 45 = cos 45= tan 45 =


2) Seja ABC um triângulo eqüilátero de lado “a”, encontre:

a)sen 60 = d)sen 30 =

b)cos 60 = e)cos 30 =

c)tan 60 = f)tan 30 =

f)tan 30 =

3) Complete a tabela abaixo, com os valores obtidos nos exercícios 1 e 2.

30 45 60
 

Sen

Cos

Tan