Você está na página 1de 1

Onde se originam as moléculas que constituem as membranas?

Os diversos sistemas de membranas intracelulares e membrana plasmática, com suas


especializações, são formados por diversos tipos de moléculas lipídicas, principalmente fosfolipídios, e
por uma grande variedade de proteínas. Essas proteínas têm funções enzimáticas, receptoras, de
aderência e outras indispensáveis para as atividades funcionais das membranas.

Os lipídios são sintetizados no retículo endoplasmático liso e a transferência das moléculas


lipídicas ocorre por mais de um mecanismo. Essas moléculas podem migrar, partindo da membrana do
retículo endoplasmático liso para membranas que sejam contínuas com asa desse retículo. E por esse
processo que os lipídios passam do retículo liso para o rugoso. Muito frequentemente, a transferência se
dá por meio de vesículas que se destacam do retículo liso ou rugoso e são levadas por proteínas motoras
apoiadas no citoesqueleto para outros compartimentos, com os quais se fundem. Outro meio de
transferência é representado por proteínas especiais do citossol que se combinam com moléculas
lipídicas do retículo liso e as transferem para a membrana de outros compartimentos. Um exemplo é o
transporte de moléculas de fosfolipídios da membrana do retículo liso para a membrana dos
peroxissomos (Fig. Abaixo).

As proteínas são sintetizadas no retículo endoplasmático rugoso e, geralmente, são


transportadas por vesículas que passam pelo aparelho de Golgi (Fig. 5.31). Assim, as proteínas chegam à
membrana plasmática, e a extremidade da molécula protéica, que estava dentro da vesícula, passa para
a superfície da célula.

Ao lado da movimentação das novas moléculas sintetizadas, existe um intercâmbio de moléculas


da membrana plasmática, quando ocorre a endocitose. Muitas moléculas que chegam à membrana
plasmática levadas por vesículas são moléculas recicladas, e não, necessariamente, moléculas novas.
Existe um fluxo de moléculas transportadas por vesículas nos dois sentidos: da membrana plasmática
para o interior da célula e de compartimentos citoplasmáticos para a membrana plasmática.