Você está na página 1de 9

Proposta de teste de avaliação 3

Nome da Escola Ano letivo 20 - 20 Matemática | 6.º ano


Nome do Aluno Turma N.º Data
Professor - - 20

Caderno 1 – com calculadora

1. Na cidade do João, todos os anos fazem um corso


carnavalesco.
O carro do bairro do João tem como elementos mais
destacados dois cilindros sobrepostos.
Para os construir o João desenhou o modelo geométrico
representado na figura seguinte.

Os cilindros têm cada um 1,2 m de altura e o diâmetro do cilindro menor e maior são
1,6 m e 3 m , respetivamente.

1.1. Calcula o volume total dos dois cilindros.


Apresenta o resultado em metros cúbicos, arredondado às décimas.
Nos cálculos intermédios mantém pelo menos quatro casas decimais.
Mostra como chegaste à tua resposta.
(Utiliza 3,1416 para valor aproximado de π .)
Resposta:

1.2. No modelo, o cilindro menor tem 1,5 cm de altura.


Assinala com X a opção que representa a escala utilizada na construção do modelo.

1 : 1500 1 : 1200 1 : 120 1 : 80

1
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

2. Na figura ao lado está representada uma peça de madeira


constituída por um prisma triangular reto e por um prisma
quadrangular reto.
Sabe-se que:
 uma das faces do prisma triangular está
assente numa das bases do prisma
quadrangular;
 as dimensões do prisma quadrangular reto
são 20 cm por 10 cm por 4 cm ;
 as dimensões de uma das faces retangulares do prisma triangular são 16 cm por
4 cm e a altura da face triangular é 7 cm .

2.1. Calcula o volume da peça de madeira.


Apresenta o resultado em metros cúbicos.
Mostra como chegaste à tua resposta.
Resposta:

2.2. Ao prisma quadrangular foi retirado um semicilindro


cujo diâmetro é 16 cm .
Assinala com X a opção que apresenta o valor mais
próximo do volume da peça de madeira obtida.
(Utiliza 3,1416 para valor aproximado de π .)

397 cm3 398 cm3 220 cm3 219 cm3

2
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

3. Considera a informação relativa às velocidades máximas atingidas pelos dois peixes.

Peixe-espada, em velocidade máxima, Cavalo-marinho, em velocidade


percorre 110 km por hora. máxima, percorre 1,5 m por hora.

3.1. O peixe-espada andou, em velocidade máxima, 15 minutos.


Calcula, em quilómetros, a distância que o peixe percorreu.
Resposta:

3.2. O cavalo-marinho andou, em velocidade máxima, 10 cm .


Quanto tempo, em minutos, demorou o cavalo-marinho a percorrer esta distância?
Resposta:

4. Observa a tabela ao lado. Sabe-se que a grandeza Y é X a 0,5 5


diretamente proporcional à grandeza X . Y 0,2 0,1 b

4.1. Determina:
a) a
Resposta:

b) b
Resposta:

4.2. Assinala com X a opção que apresenta o valor da constante de proporcionalidade


direta.

0,2 5 0,1 10

3
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

Caderno 2 – sem calculadora

5. Observa os seguintes padrões formado por chapéus e máscaras de Carnaval.

Admite que a regularidade se mantém nos padrões seguintes.


5.1. Quantas máscaras terá o padrão 10?
Resposta:

5.2. Quantos chapéus terá o padrão 16?


Resposta:

5.3. Quantas figuras, no total, terá o padrão 23?


Resposta:

6. As figuras seguintes são formadas por octógonos regulares iguais.


O lado do octógono mede 1 cm.

Completa a tabela seguinte.


Número da
1 2 3 4 … n
figura
Perímetro da
figura (cm)

4
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

7. Com seis peças numeradas de um puzzle o Luís formou um


hexágono.
Com quatro dos números das peças forma uma
proporção em que 8 seja um extremo.
Resposta:

8. Observa as figuras seguintes.

8.1. Indica, pela letra correspondente, as figuras que não são polígonos.
Resposta:

8.2. Assinala com X a opção que apresenta a percentagem de polígonos relativamente ao


número total de figuras.

40% 50% 55% 60%

5
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

9. A Beatriz e a sua amiga Alice estão a construir cubos utilizando cubinhos iguais,
empilhados uns sobre os outros.
Observa as figuras seguintes que representam as construções das duas amigas que
até agora já fizeram.

Construção da Beatriz Construção da Alice


9.1. No mínimo, quantos cubinhos ainda precisa a Beatriz para terminar a sua construção?
Resposta:

9.2. Para a Alice terminar o seu cubo de quantos cubinhos, no mínimo, precisa?
Assinala com X a opção correta.

3 cubinhos 16 cubinhos 12 cubinhos 10 cubinhos

10. Na figura ao lado está representado, em


quadrícula, o triângulo [ABC] , que representa a
base de um prisma triangular reto com 18 cm3 de
volume.
Qual é a altura deste prisma?
Resposta:

6
Proposta de teste de avaliação 3 – 2.º Período Máximo 6

11. A Ana escreveu uma sequência numérica cujo primeiro termo é 10 e cada um dos
termos seguintes é igual à soma do termo anterior com 4 unidades.
Assinala com X a opção que apresenta uma expressão geral da sequência que a
Ana escreveu.

14𝑛 4𝑛 + 6 4𝑛 4 + 4𝑛

2 5 2 3 3
12. Calcula o valor da expressão numérica: (
3
) : (3) × 2

Apresenta o resultado na forma de fração irredutível.


Resposta:

13. Escreve na forma de uma potência de base 2 , o número representado pela


expressão 410 × 410 : 810 .
Resposta:

14. A figura seguinte representa uma planificação de um paralelepípedo retângulo.

Qual é o volume do paralelepípedo?


Resposta:

FIM

7
Proposta de resolução do teste 3 Máximo 6

Cotações
4.1.
1.1. 1.2. 2.1. 2.2. 3.1. 3.2. a) b)
4.2.. 5.1. 5.2. 5.3. 6. 7.

6 4 6 4 4 4 3 3 4 3 3 4 6 5

8.1. 8.2. 9.1. 9.2. 10. 11. 12. 13. 14 Total


3 4 3 4 6 4 6 5 6 100

Proposta de resolução

1.1. Volume do cilindro pequeno: 3.2. Tempo (min) Distância (cm)


2 60 –––––––––– 150
3,1416 × 0,8 × 1,2 = 2,4127
Volume do cilindro grande: 60×10
x ––––––––––– 10 ; =4 𝑥=
2 150
3,1416 × 1,5 × 1,2 = 8,4823
Volume total: Resposta: O cavalo-marinho demorou 4 min a
2,4127 + 8,4823 = 10,8950 percorrer 10 cm .
Resposta: Os dois cilindros têm um volume igual a
10,9 m3 . 4.1. a) 1.º processo:
A grandeza Y obtém-se da grandeza X dividindo-
-a por 5 , pois 0,1 = 0,5 : 5 .
1.2. 1,2 m = 120 cm
Como X e Y são grandezas diretamente
Desenho (cm) Realidade (cm)
2 𝑎
1,5 ––––––––– 120 proporcionais, 0,2 = a : 5 , ou seja, = , e,
10 5
120 portanto, a = 1 .
1 –––––––––– x ; x= = 80
1,5
Resposta: A escala utilizada foi 1 : 80 . 2.º processo:
𝑎 0,5 0,5×0,2 0,1
= , ou seja, a = = =1.
0,2 0,1 0,1 0,1
2.1. Volume do prisma triangular:
16×7 b) 1.º processo:
× 4 = 224
2 Seguindo o mesmo raciocínio da alínea anterior,
b=5:5=1.

2.º processo:
Volume do prisma quadrangular: 0,5 5 0,1×5 0,5
= , ou seja, b = = =1.
4 × 10 × 20 = 800 0,1 𝑏 0,5 0,5
Volume total: 224 + 800 = 1024
Resposta: A peça de madeira tem 1024 cm3 . 4.2. Por definição, a constante de proporcionalidade
direta é o valor de Y quando X é igual a 1 .
2.2. Volume do semicilindro: Logo, é 0,2 .
3,1416 × 82 Resposta: 0,2
× 4 = 402,1248
2
Volume da peça obtida:
5.1. Observando a figura deduzimos a seguinte lei de
800 − 402,1248 = 397,8752 formação:
Resposta: 398 cm3
“Cada padrão tem um número de máscaras igual
ao número do padrão adicionado de um.”
3.1. Tempo (min) Distância (km)
Logo, o padrão 10 terá 10 + 1 = 11 máscaras.
60 ––––––––– 110
110×15
15 ––––––––– x ; 𝑥= = 27,5
60
Resposta: Em 15 minutos, o peixe-espada
percorreu 27,5 km .

9
Proposta de resolução do teste 3 Máximo 6

5.2. A lei de formação para os chapéus é: existem, em 10. A base triangular tem área igual a 3 cm2, pois:
cada padrão, tantos chapéus quanto o número do 3×2
padrão. =3
2
Portanto, no padrão 16 existem 16 chapéus. Como o volume = área da base × altura, vem:
18 = 3 × altura, ou seja,
5.3. Pelas alíneas anteriores, o padrão 23 terá altura = 18 : 3 = 6
23 + 1 = 24 máscaras e 23 chapéus, num total de
Resposta: A altura do prisma é igual a 6 cm .
47 figuras.

11. Termos: 1.º 2.º 3.º … n.º


6.
10 14 18 … 4n + 6
Número da
1 2 3 4 … n
Resposta: 4n + 6
figura
Perímetro da
8 15 22 29 7n + 1
figura (cm) 12.
2 5 2 3 3 2 5−3 3 2 2 3
8 12 ( ) :( ) × =( ) × = ( ) ×
7. Por exemplo: = 3 3 2 3 2 3 2
2 3
4 3 12 12: 6 2
= × = = =
9 2 18 18: 6 3
8.1. Não são polígonos as figuras A , F , G e J .

13. 410 × 410 : 810 = (4 × 4)10 : 810 = 1610 : 810 =


8.2. Existem dez figuras, das quais seis são polígonos.
= (16: 8)10 = 210
6 60
Logo, existem = = 60% de figuras que são
10 100
polígonos. 14. Comprimento: 6 cm

Resposta: 60% Largura: 4 cm


Altura = 2 cm

9.1. Faltam 4 cubinhos. Volume = 6 × 4 × 2 = 48 cm3


Resposta: O paralelepípedo tem volume igual a
48 cm3 .
9.2. 27 – 15 = 12
Resposta: 12 cubinhos

10