Você está na página 1de 16

APOSTILA: LETRAS DE MUSICAS CAPOEIRA

Mtdº: Tuchê
Chamado De Angola Paranuaê

Chama eu, chama eu Vou dizer minha mulher, Paraná


Chama eu, Angola chama eu Capoeira me venceu, Paraná
CORO Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Chama eu, chama eu
Ela quis bater pé firme, Paraná
Chama eu, Angola chama eu
Isso não aconteceu, Paraná
Numa viagem pra África Paraná ê ...Oh Paranauê,
Oi numa viagem pra África Paraná
O meu mestre esteve lá Paranauê, Paraná
Em busca dos fundamentos Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Da nossa capoeira Assim dera que o morro,
Paraná
CORO
Se mudou para a cidade,
Vi falar do embondeiro Paraná
Que faz casa pra morar Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Falar dos negros cuanhama E' batuque todo dia, Paraná
É uma tribo que tem lá Mulata de qualidade, Paraná
Paraná ê, Paraná ê, Paraná
coro
Vou mimbora pra Bahia, Paraná
Canta Dionísio Rocha Eu aqui não fico não, Paraná
Diferente no cantar Paraná ê, Paraná ê, Paraná
O povo diz pagimne Se não for essa semana,
Pedindo paz pro lugar Paraná
E' a semana que vem, Paraná
coro
Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Muchima é coração Dou no escondo a ponta,
Que bate forte ao chegar Paraná
Parece que diz baixinho Ninguém sabe desatar, Paraná
Me leve um pouco pra lá Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Eu sou braço de maré, Paraná
Coro
Mas eu sou maré sem fim,
Paraná
Paraná ê, Paraná ê, Paraná
Leva Morena ÊÊ Capoeira

Leva morena me leva ÊÊ capoeira ÊÊ capoeirá coro


Me leva pro seu bangalo coro
Se vc tem molejo corpo
bom capoeira sabe o que faz
Leva morena me leva se vc tem uma meta na vida
Eu sou Capoeira já disse que eu falei capoeira sempre mais
sou
Coro

coro Eu me chamo capoeira


trago um berimbau na mão
sei tocar cavalaria
Leva morena me leva e também fazer canção
O hoje faz frio, amanhã faz calor
Coro
Coro
Lá no céu tem 3 estrelas
todas 3 em carrerinha
Leva morena me leva uma é minha outra é sua
Hoje sou pobre, amanhã sou terceira fica sozunha
doutor
Coro
Coro
Vo jogando capoeira
jogando em qualquer lugar
Leva morena me leva jogo em cima jogo embaixo
Me leva pro seu bangalô capoeira angola e também a
regioná
Coro
coro
Curva de Rio
Bate asa Araúna
Bate asa Araúna (3X) --Coro--
Araúna, Araúna, Araúna Curva de rio Ponta de areia
Quando você bate asa Andei pela praia no rastro da
Logo fechei os meus olhos sereia
Pensei que era o Mestre Bimba Pra jogar Capoeira, tem idade
Que estava chegando pra perto não senhor
de nos Gordo, velho, magro, moço, tem
(Coro) que ser improvisador
Se um dia você for embora Berimbau comanda o jogo, com
No caminho encontrar Mestre pandeiro e agogô
Bimba O atabaque no sentido que esse
Peça pra ele tocar jogo me provoca
São Bento grande ou então (Coro)
Idalina
(Coro) Macio feito uma mola, Capoeira
Se a tarde começa a descer é de valor
Araúna vem logo pousando Põe mandinga nesse jogo,
Imagino que e Mestre Bimba berimbau já reclamou
Que está nessa roda nos (Coro)
observando
(Coro) A onça turrou na mata, boi
Seu canto arrepia meu corpo malhado assustou
E provoca minha solidão No galho da seringueira,
Eu lembro de Mestre Bimba macaco já pulou
E da estrela de São Salomão (Coro)

Na beira do rio eu vi sucuri


laçar um boi no meio da águas
eu via sereia cantar
Do outro lado eu vi um mutum a
voar
Na vida se cai Sem Capoeira eu não vivo

Coro- Coro
Na vida se cai Sem capoeira eu não posso
Se leva rasteira viver
Quem nunca caiu não é Sou peixe fora do mar
capoeira Passarinho sem voar
Na capoeira Dia sem escurecer
Eu cresci com o passado Coro
Desse tempo tão ligeiro Mas mesmo rastejando
Rápido como um piscar Vou agacho para jogar
Ontem eu era um menino Peço ao berimbau que toca
iniciante E a Deus para me olhar
Um capoeira errante Coro
Mais nunca deixei de treinar Posso ficar sem comer
Nem água eu beberei
(Coro) Sem capoeira não fico
Eu caí sim Porquê se não eu morrerei
Eu caí me levantei Coro
Tropeçei caí de novo Peixe tora da água morre
Consegui me afirmei O día tem que escurecer
E eu sem a capoeira
(Coro) Não sei o que fazer
Coro
A vaidade é ruim pro capoeira Passarinho sem voar
Faz ele se achar o bom E eu sem minha capoeira
Não escapa da rasteira Passarinho bateu asa
Eu fiqueí nessa tristeza
Vazio no peito AEIOU

Coro:
Coro
AEIOU
Eu sinto um vazio no peito
UOIEA
Berimbau vem em ajudar
AEIOU
Vem, vem, vem Vem criança vem jogar
Berimbau vem em ajudar
Coro Eu aprendi a ler
Eu sinto saudades de um tempo Aprendi a cantar
Que o berimbau me levou E foi na capoeira
Agora eu levo ele para Que eu aprendi a jogar
os lugares onde eu vou
Coro
Coro
Existem milhões de estrelas Eu estudo na escola
Mas a minha eu encontrei E treino na academia
Fica no brilho do aço Eu respeito a minha mãe
Do berimbau que eu toquei O meu pai e minha tia
Coro
Coro
Berimbau deu um pulo no tempo
Me encontrou nas profundezas
Sou criança sou pequeno
Me deu toda harmonia no canto Mas um dia eu vou crescer
Da Capoeira Vou treinando capoeira
Pra poder me defender

Coro

Capoeira é harmonia
É amor no coração
Capoeira tem criança
O futuro da nação
Deixa o Berimbau Falar Vale Prata Vale Ouro

Coro "Vale prata vale ouro


Deixa o berimbau falar deixa o Um amigo de Verdade
berimbau dizer vale mais que tesouro" Coro
vc vai ver vc vai ver
"Não tem tempestade ooo não
Coro
tem maré
Um berimbau bem tocado mexe Na dificuldade é amigo de fé
com as emoções
mexe com o sentimento coro
vou sentido as vibrações
Não tem falsidade não tem
Coro
traição
A bateria afinada mexe com o Se mora no meu peito é amigo
jogador de coração
mexe com o sentimento
nem explica como ele jogou coro

Coro
Ajuda desatá corda seca que
Ele manda sua energia tem nó
tem que tocar ele com fé Sempre está do lado nunca te
ele que comanda o jogo deixa só
ele que fala como é que é
coro
Coro

Na roda de capoeira Cada um é cada um todos tem o


não nem precisa falar que merece
berimbau que comanda o jogo Eu agradeço a Deus por ter meu
ele que deve pronunciar amigo meu Mestre"

coro
Não posso Imaginar Me leva na Bahia

Eeeee me leva na Bahia


eeeee me leva na Bahiá coro
Eu não posso imaginar
a vida sem capoeira 2x coro Vou conhecer a fazenda estiva
nas terras de Jacobina
Imaginei o dia sem o sol meu mestre veio de lá
a noite sem as estrelas
mas não posso imaginar Coro
a vida sem capoeira
Coco mironga Bahia chama
Coro dendê
do tempero caruru
Sua força é um aperto de mão e também acarajé
seu amor é um colosso
mais vale nossa amizade Coro
do que dinheiro no bolso
Casa pedra cativeiros de
Coro escravo
onde o navio negreiro
Os ensinamentos do mestre chegava na beira do mar
na roda de capoeira
são lições que a gente guarda
e leva pra ida inteira
Mandigueira Me ajuda por favor
que eu tô passando mal
Sou jogador jogador de eu to com capoeira
capoeira e febre de berimbau
que aprendeu a mandigueira
coro Varias vezes
que aprendeu a mandigar

E o meu mestre me ensinou a


capoeira Oi sim sim oi não não
meia lua cabeçada
Varias vezes
o aú e a rasteira

Coro

Vou no balanço Por favor não maltrate esse


vou jogando sem parar nego
jogo capoeira angola esse nego foi quem me ensinou
e também a regional esse nego da calça rasgada
camisa furada
Coro foi meu professor

E o meu mestre Varias vezes


que assim sempre dizia
solte o corpo menino
quero ver sua energia

Capoeira brasileira deu a volta


pelo mundo
em todo canto foi chegando pra
ficar
vem pra roda vem jogar
o mundo gira com capoeira

Varias vezes
___________________________________ per t o da Capoeira, longe da
___________________________________ solidão

To ficando velho

To ficando velho, com


cadência e ginga
Na batida do gunga, Vou dizer ao meu senhor
com saudade de Bimba coro Que a manteiga derramou Coro

Se um dia eu ficar velho,


A manteiga não é minha
sem per n as para jogar
A manteiga é de ioiô
Eu vou tocar meu berimbau,
e mais uma vez vou cantar
Coro: Vou dizer ao meu senhor
coro
Que a manteiga derramou

Saiba que meu coração,


vai bater for t e e vai sentir Ê, a manteiga não é minha
Ele guarda lembrança A manteiga é de ioiô
e de aleg ria, e mais uma
vez vou sorr ir Coro

coro Ô, a manteiga não é minha


A manteiga derramou

Pois não tem nada nesse Coro


mundo,
que me afaste de você
Ô, a manteiga não é minha
Mesmo que eu adoeca,
Caiu no chão e derramou
minhá doenca e você
A manteiga é de ioiô

Coro

Cheio de sabedoria,
e o mundo na palma da mão
Eu vou morar na Bahia,
Oi tanto tempo eu nao te vejo

Sai, sai, Catarina Coro Idalina

Oia saia do mar vem a ver


Idalina E de manhã
Idalina ta me chamando coro

Coro: Sai, sai, Catarina


Idalina tem o costume
De chama e sai andando
Oia saia do mar venha ver E de manhã
Catarina Idalina ta me chamando

Coro
Idalina, meu amor
Idalina ta me esperando
Oia saia do mar venha ver a
menina
E de manhã
Coro
Idalina ta me chamando

Oia saia do mar venha ver


Idalina tem o costume
capoeira
De manda e sai andando
Coro
E de manhã
Oia saia do mar venha ver Idalina ta me chamando
Idalina

Coro Idalina tem o costume


danado fala de homem

Oi Catarina minha negâ

Coro
Bate palma pra ele

O menino é bom
Bate palma pra ele coro
O menino é bom Avô meu, negro de Angola
Bate palma pra ele coro
Avô meu, berimbau chora coro
Menino é bom
Ele chora de saudade
Bate palma pra ele coro
Por aqui não volta mais
E bom é bom
Bate palma pra ele coro E nos tempos de criança
Mas o menino é bom Ele nunca teve paz
Bate palma pra ele coro coro
Sabe cantar Berimbau falou pra mim
Bate palma pra ele coro Menino que bom te ver
E mandingueiro De Valdemar tem saudades
Bate palma pra ele coro Que pena que ele morreu
O menino é bom coro
Bate palma pra ele coro Também chora por Pastinha
Mas nada pôde fazer
Só tirar melancolia
Enquanto ele viveu
coro
Boa Viagem
Que poucos sabem entender
Quanta coisa ela ainda tem
Adeus, Adeus. Boa Viagem.
De bom pra mim e você
Eu vou me embora. Boa Viagem.
Eu vou com Deus. Boa Viagem.
E com nossa Senhora. Boa
Viagem.
Eu vou, eu vou. Boa Viagem.
Pois chegou a hora. Boa Viagem
Cuidado moço que essa fruta
tem caroço Nao jogue contra a vida
Cuidado moço que essa fruta Pra perder ou pra ganhar
tem caroço Nao use droga Use a capoeira
coro
Coro
Mais vale nossa amizade Voce que é esperto
que dinheiro no meu bolso Tem que estar de olho aberto
Pra quem sabe viver Sou vivo não uso drogas
Essa vida é um colosso Esse é o caminho certo

coro
coro
Ando com corpo fechado O jogo é jogado
E um rosário no pescoço A vida é vivida
Fui criado lá na roça Nao use droga
Tomando água de coco Valorize a sua vida

coro coro
Cachorro que é esperto
A droga é uma droga
Come a carne rói o osso
Todos temos que saber
A mulher quando não presta
No jogo da vida
Mata o homem de desgosto
Nao quero lhe conhecer

coro
Você pulava muito
No tempo que era moço Coro
Mas já está ficando velho
Veja as rugas no seu rosto

coro
Mandei caiar o meu sobrado
Mandei caiar

O meu sobrado - coro

Meu sobrado é antigo


E tem pintura envelhecida Quando a maré baixar
Vou caiar esse sobrado Vou encontrar dendê
Senão minha mulher briga Vou encontrar dendê
Do outro lado do mar coro
coro
Quando a maré ta alta
Fim do ano vem chegando No barco eu vou remando
Já é festa outra vez Eu penso em Deus do céu
Vou pintar esse sobrado E a vida vai melhorando
Vou esperar Santo Reis
coro
coro
A inveja, maldade e a raiva
Meu sobrado é amarelo São coisas para destruir
Da cor da nossa bandeira Firme o corpo, seu moço
Eu o comprei com o dinheiro Nunca pense em desistir
Que ganhei na capoeira
coro
coro
Se na vida tem barreira
Eu reformo esse sobrado Nao pare siga em frente
Mas o piso ninguém tira Lembre que o vencedor
Que é para jogar capoeira E quem tem a força da mente ´
E depois dançar catira
coro
Maré me leva e, maré me traz Bahia que tem dendê
Maré me leva e, maré me traz - Bahia que tem dendê - coro
coro
Bahia minha Bahia
A vida do capoeira Sinto saudade de voce
E como a do pescador ´
A onda balança o barco coro
E a ginga o jogador
Bahia da Capoeira
coro Como é bonita de se ver

A noite olho as estrelas coro


para me orientar
Bahia de Mestre Bimba
Bom Jesus dos navegantes
Valdemar e Aberrê
E quem me guia pelo mar
coro
coro
Bahia de Santo Amaro
O vento soprou nas velas
Terra do Maculelê
Carregando a minha nau
Na roda da capoeira coro
Quem me guia é o berimbau
Bahia minha Bahia
coro Vivo longe de você

As vezes a pesca é Boa


As vezes o jogo é bom
Mas quando nada da certo
Eu volto a tentar então

coro
coro

Bimba, Bimba, Bimba Criador da


Regional
Bimba, Bimba, Bimba Tocador
de berimbau - coro

Com S de saudade Com C de


coração
Lembrei do Mestre Bimba E fiz
essa canção

coro

Com R de rasteira Com A de


atenção
Menino nesta arte Mestre
Bimba deu lição

coro

Com L de Luanda Com S de


Salvador
No jogo da capoeira O Seu
Bimba foi doutor

coro

Com B se escreve Bahia Com B


de berimbau
Também se escreve Bimba
Criador da Regional

Interesses relacionados