Você está na página 1de 9

História A 11.

º ano

A Revolução Francesa

1. Completa a(s) frase(s) com as opções corretas.

À crise económica que a França atravessava em 1789, somava-se o défice crónico das
__________ públicas. Para tal, muito contribuía a __________ do pagamento de impostos por
parte do __________ e da nobreza. Tornava-se urgente uma reforma do sistema __________.

Opções: despesas; isenção; taxas; fixação; obrigação, cortesão; político; governativo;


terceiro; estado; finanças; clero; tributário

2. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Estabelece a correspondência correta entre as definições e o conceito.

Coluna I Coluna II

1 - Regime político cujo representante máximo do A - Sistema representativo


poder executivo é um rei, que tem a sua
autoridade limitada e regulamentada por uma
Constituição.
2 - Processo em que a tomada das decisões B - Monarquia constitucional
políticas cabe a um corpo especializado de
cidadãos (os políticos), mandatados pela Nação,
por exemplo, através de eleições.
3 - Princípio segundo o qual a fonte do poder C - Monarquia constitucional
político reside na Nação. Esta poderá exercê-lo de
forma direta ou por delegação nos governantes,
considerados seus representantes.
4 - Exercício de voto restrito aos cidadãos que D - Sufrágio censitário
pagam ao Estado uma determinada quantia em
dinheiro relativa a contribuições diretas
(impostos).

3. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

a) A Tomada da Bastilha, ocorrida a 4 de julho de 1789, é um dos acontecimentos mais


emblemáticos da Revolução Francesa.
b) A Bastilha era uma fortaleza-prisão do absolutismo.
c) A desconfiança do rei face à assembleia que estava a redigir a Constituição e a alta do
preço do pão foram os motivos que conduziram o povo à Bastilha.
d) A Guarda Nacional era uma milícia de nobres.
e) Entre julho e agosto de 1789, a França foi varrida por uma revolução camponesa,
movimento que ficou conhecido por "Grande Medo".
f) Na noite de 4 de agosto de 1789, a Assembleia aprovou uma série de medidas para
supressão dos direitos e privilégios feudais.

1/9
História A 11.º ano

4. Ordena cronologicamente os seguintes acontecimentos.

A. Execução de Luís XVI.


B. Proclamação da República.
C. Assalto ao Palácio Real das Tulherias pelos Federados.
D. Invasão da França pelas tropas da Áustria, Prússia e Saxónia.
E. Declaração de Pillnitz.
F. Tentativa de fuga de Luís XVI.

5. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

A Convenção...

a) aprovou a Lei do Máximo, fixando os preços e os salários.


b) decretou a partilha dos bens dos suspeitos e comunais pelos indigentes.
c) negou o culto da razão e do ser supremo.
d) semeou a denúncia e a arbitrariedade com a Lei dos Suspeitos.
e) delegou o poder executivo apenas no Comité de Segurança Geral.
f) aprovou em 1795 a Constituição do Ano III, destinada a repor a ordem social sob a égide
da burguesia.

6. Associa o número do item da coluna I à letra identificativa do elemento da coluna II.

Estabelece a correspondência correta entre os seguintes acontecimentos e a etapa da Revolução


Francesa em que ocorreram.

Coluna I Coluna II

1 - Aprovação da Lei do Máximo. A - Convenção.


2 - Elaboração da Declaração dos Direitos do B - Assembleia Nacional
Homem e do Cidadão. Constituinte.
3 - Decapitação de Luís XVI. C - Diretório.
4 - Tomada da Bastilha.
5 - Aprovação da Constituição de 1795.
6 - Napoleão domina o Egito.

7. Completa a(s) frases(s) com as opções corretas.

Perante a agitação social e a oposição nobiliárquica às tentativas de reformas políticas, Luís XVI
convocou os ____________ para maio de 1789, enquanto se redigiam os cadernos de
____________, com os anseios da sociedade francesa. O absolutismo era contestado, mas a
____________ não era posta em causa.

Opções: religião; justiça; Notáveis; reivindicações; queixas; Anciãos; república; Estados


Gerais; encargos; monarquia; contas

2/9
História A 11.º ano

8. Responde à seguinte questão.

Indica o nome da prestação de serviços ao Estado gratuita e obrigatória por parte dos
camponeses em França no século XVIII.

9. Seleciona a opção correta.

Os historiadores consideram que a França nas vésperas da Revolução tinha uma sociedade
anacrónica, uma vez que...

a) o rei perdia poder para o Terceiro Estado.


b) o rei e os grupos privilegiados não se entendiam quanto à resolução dos problemas do
Estado.
c) permanecia ligada às estruturas do Antigo Regime.

10. Classifica as seguintes afirmações em verdadeiras (V) ou falsas (F).

Napoleão Bonaparte...

a) era um Sans-Culotte.
b) chefiou o exército francês na Campanha de Itália (1796-1797).
c) partiu para o Egito em 1798, conseguindo ameaçar a navegação inglesa na Rota do Cabo.
d) recebeu o poder executivo depois do golpe de Estado do 18 do Brumário.
e) infligiu à Inglaterra uma pesada derrota no início do século XIX.

11. Seleciona a opção correta.

A máxima "a cada Povo corresponde uma Nação, a cada Nação deve corresponder um Estado",
expressa...

a) o princípio da igualdade entre os Estados.


b) o princípio das nacionalidades.
c) a defesa da soberania nacional.

12. Seleciona a opção correta.

A Zollverein foi uma...

a) taxa aplicada nos estados alemães em 1834 para financiar a luta pela unificação da
Alemanha.
b) aliança militar entre a Alemanha e a Prússia, assinada após o Congresso de Viena.
c) uma união aduaneira entre os trinta estados alemães, assinada em 1834.

3/9
História A 11.º ano

13. Observa a imagem e responde às questões.

13.1. Diz quem eram os sans-culottes.

13.2. Avalia o papel dos sans-culottes no decorrer do processo revolucionário.

14. Observa a imagem e responde à questão.

Explica o significado da imagem, tendo em conta o contexto


vivido na França nas vésperas de 1789.

15. Responde à seguinte questão.

Redige um texto em que comentes a “Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão” (26 de
agosto de 1789).

16. Responde à seguinte questão.

Distingue Girondinos de Montanheses.

17. Atenta na imagem e responde à questão.

Identifica na imagem os símbolos da Revolução Francesa.

4/9
História A 11.º ano

18. Responde à seguinte questão.

Caracteriza o período do “Diretório”.

19. Observa a imagem e responde à questão.

Descreve a ação política de Napoleão Bonaparte.

20. Atenta no quadro e responde à questão.

Caracteriza a situação económica e financeira da França antes da revolução.

5/9
História A 11.º ano

21. Observa a imagem e responde à questão.

Analisa as visões antagónicas surgidas na restante Europa em relação à Revolução Francesa.

22. Observa o mapa e responde à seguinte questão.

Relaciona o Congresso de Viena com as “revoluções em cadeia” que surgiram a partir daí na
Europa.

23. Responde à seguinte questão.

Explica o contexto em que se deu o Congresso de Viena.

6/9
História A 11.º ano

A Revolução Francesa Soluções

1. finanças; isenção; clero; tributário

2. 1 – B; 2 – A; 3 – C; 4 – D

3. a) F; b) V; c) V; d) F; e) V; f) V

4. F; E; D; C; B; A

5. a) V; b) V; c) F; d) V; e) F; f) V

6. 1 – A; 2 – B; 3 – A; 4 – B; 5 – C; 6 – C

7. Estados Gerais; queixas; monarquia

8. Corveia real.

9. c)

10. a) F; b) V; c) F; d) V; e) F

11. a)

12. c)

13.1.
- Nome advém do seu traje, sem “culotte” (sem o calção habitual da aristocracia);
- Homens e mulheres trabalhadores urbanos com poucos recursos;
- Tinham uma grande vontade de participação na Revolução;
- Visavam alcançar a igualdade política e económica.

13.2.
- Tornaram-se muito importantes para a Revolução a partir de 1792;
- Intervinham em debates e faziam chagar as suas reivindicações à Convenção.
- Conseguiram afastar os Girondinos da Convenção;
- Esta aprovou a “Constituição do Ano I”, onde aprova o sufrágio universal direto (masculino).

14.
- O Terceiro Estado suporta o peso do Clero e da Nobreza;
- O Terceiro Estado, maioritariamente constituído por camponeses, vivia sobrecarregado com
impostos;
- Nas cidades, os salários eram miseráveis;
- No topo do Terceiro Estado, havia uma burguesia rica e instruída;
- Apesar de ser um grupo muito heterogéneo, o Terceiro Estado criticava os privilégios do Clero
e da Nobreza.

7/9
História A 11.º ano

15.
- Este documento segue os ideais Iluministas: igualdade (embora ainda relativa), soberania
nacional, direito à propriedade, direito à segurança;
- Com este texto, é posto fim ao Antigo Regime: absolutismo, grupos privilegiados;
- A burguesia passa a ter acesso a “todas as dignidades, lugares e empregos públicos”;
- Este documento teve importantes influências por todo o mundo.

16.
- Eram grupos políticos opositores na Convenção;
- Os Girondinos eram os mais moderados, defendendo a liberdade do comércio e da
propriedade;
- Os Montanheses eram os mais radicais e queriam uma repartição mais justa da propriedade,
ainda que, para tal, fosse necessário recorrer à violência;
- Entre os Montanheses, destacou-se Robespierre;
- Enquanto os Girondinos defenderam que, após um julgamento ao rei, seria suficiente exilá-lo,
os Montanheses condenaram-no à morte;
- Pela pressão dos san-culottes, os Girondinos foram afastados do poder a 2 de junho de 1793.

17.
- “Liberté, Egalité et Fraternité“: palavras de ordem da Revolução Francesa, inspiradas no
Iluminismo;
- Piques: recordam a necessidade de pegar em armas pela pátria;
- Árvore da liberdade, alusiva ao fim dos direitos feudais;
- Feixe de varas: união e autoridade;
- Barrete frígio: liberdade;
- Cocarde, roseta vermelha, branca e azul usada por todos os patriotas a partir da Convenção.

18.
- Período entre 1795 e 1799, em que se procurou restabelecer a concórdia social abalada pela
época de Robespierre;
- “Constituição de 1795”: poder executivo entregue a cinco diretores (Diretório), o poder
legislativo ficou entregue a duas assembleias interdependentes e foi restabelecido o sufrágio
censitário indireto;
- Este período foi celebrado com festas luxuosas e moda exuberante (as “maravilhosas” e os
“incríveis”), apesar da miséria que atacava grande parte da população.

19.
- Através do golpe do 18 de brumário do Ano VIII, Napoleão instituiu o Consulado (1799-1804);
- “Constituição de 1799”: poder é entregue ao primeiro-cônsul, cargo exercido por Napoleão;
- Entre a principal obra do Consulado, destaca-se: o Código Civil (1804); recuperação
económica da França, criando-se o Banco da França e uma nova moeda (franco germinal); o
fim das perseguições políticas e a Concordata com a Santa Sé (1801);
- Pela “Constituição de 1802” torna-se cônsul vitalício;
- Em 1804, auto coroa-se Imperador, dando início ao Império Napoleónico (1804-1815);

8/9
História A 11.º ano

20.
- Receitas inferiores às despesas, sendo elevadas as quantidades de dinheiro gastas com a
guerra e a Corte;
- A nobreza e o clero não contribuíam para as receitas, dado estarem isentos de impostos;
- A França vivia uma crise económica: pelos dados referidos no quadro analisado, pelos maus
anos agrícolas e consequente aumento do preço do pão, pela acentuada quebra da produção
têxtil.
- Para além da profunda desigualdade social vivida na França, a crise económica profunda
“empurrou-a” para a revolução.

21.
- Os liberais viram a revolução como um exemplo que todos os povos deviam seguir;
- Em 1792, a França começa uma guerra que visa proteger a revolução e, ao mesmo tempo,
alastrá-la para outros países, derrubando o absolutismo (ver imagem);
- Nesta guerra, anexa inúmeros territórios, pelo que os povos ocupados a veem como invasores
que precisam de ser expulsos.

22.
- Após a derrota de Napoleão, em 1815, o Congresso de Viena pretendia restaurar as
monarquias e eliminar os vestígios da Revolução Francesa;
- Os grandes impérios absolutistas (Áustria, Rússia e Prússia), reorganizaram o novo mapa
político de acordo com os seus interesses: mais simples e sem atender ao princípio das
nacionalidades;
- Reação foi o desencadear de revoluções liberais, ao longo do século XIX, nas nações
oprimidas.

23.
- Reunido em 1814-1815, o Congresso de Viena visava, após conseguida a derrota de
Napoleão, restaurar o absolutismo e reorganizar os territórios do ex-império napoleónico.

9/9