Você está na página 1de 14

PE-3AB-00025

ANEXO I – Documento Base do PPR da RPBC


NP-1

P.P.R.
Programa de Proteção Respiratória.
(PG-2AT-00154 e PE-3AB-000025)

PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS


Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC

Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias


Cubatão - São Paulo
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 2 de 14

Índice

1. Introdução ................................................................................................................ Erro! Indicador não definido.


2. Abrangência e Disseminação ................................................................................ Erro! Indicador não definido.
3. Responsabilidades .................................................................................................. Erro! Indicador não definido.
3.1. Administrador do Programa ........................................................................... Erro! Indicador não definido.
3.2. Higiene Ocupacional e ou Segurança do Trabalho (SMS) .......................... Erro! Indicador não definido.
3.3. Recursos Humanos ......................................................................................................................................... 4
3.4. Gerências .......................................................................................................................................................... 4
3.5. Supervisores das áreas onde é especificado o uso de EPRs ..................................................................... 5
3.6. Usuários ............................................................................................................................................................ 5
3.7. Medicina do Trabalho ...................................................................................................................................... 6
4. Condições Gerais .................................................................................................................................................... 7
5. Anexos.................................................................................................................... 1Erro! Indicador não definido.
5.1. Anexo I - Seleção de proteção respiratória na UN-RPBC; ......................................................................... 13
5.2. Anexo II - Treinamento de Proteção Respiratória; ..................................................................................... 13
5.3. Anexo III - Ensaio de vedação; ..................................................................................................................... 13
5.4. Anexo IV - Ficha individual para o registro dos resultados dos ensaios de
vedação(Modelo);.................................................................................................................................................. 13
5.5. Anexo V - Procedimento de limpeza, higienização e guarda de respiradores;....................................... 13
5.6. Anexo VI - Relação de Respiradores e Filtros; ........................................................................................... 13

Propriedade da Petrobras Página 2 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 3 de 14

Documento base do PPR

1. INTRODUÇÃO
Este documento apresenta as recomendações e requisitos mínimos para
execução e administração do PPR - Programa de Proteção Respiratória da UN-
RPBC.

2. ABRANGÊNCIA E DISSEMINAÇÃO
A abrangência do programa está descrita no Anexo I – Seleção de proteção
respiratória na UN-RPBC.

3 - RESPONSABILIDADES

Administrador do Programa

As responsabilidades do administrador incluem:


 Manter atualizado no PPR o Anexo I – Seleção de proteção respiratória na
UN-RPBC, que deve conter:
a) Quais os GHE’s executam trabalhos que exigem o uso de EPR’s;
b) O tipo, marca e modelo de respiradores para uso rotineiros e emergências;
c) As atividades típicas no trabalho, características e condições de trabalho que
exige uso do respirador;
d) As substâncias contra as quais o respirador deve ser usado, incluindo a
exposição provável a uma atmosfera com deficiência de oxigênio.
 Cobrar, apoiar e verificar os Padrões de Execução para a inclusão da
orientação de uso do EPR’s adequado a cada rotina.

Propriedade da Petrobras Página 3 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 4 de 14

As responsabilidades do administrador incluem ainda; selecionar o respirador


adequado a cada atividade de rotina, manutenção dos registros e procedimentos
escritos e a avaliação periódica do programa.

Higiene Ocupacional e ou Segurança do Trabalho (SMS):


- Estabelecer e manter a gestão do PPR.
- Selecionar os modelos de respiradores apropriados que proporcionem proteção
adequada para cada contaminante existente nos locais de trabalho.
- Determinar o prazo máximo para troca dos filtros.
- Cobrar a inclusão nos Padrões de Execução o uso dos respiradores em
situações de rotina e, de emergência.
- Fazer levantamentos das concentrações dos contaminantes presentes nos locais
de trabalho, em concordância com o Programa de Prevenção de Riscos
Ambientais – PPRA e verificar se os respiradores estão atendendo as situações
de rotina.
- Promover treinamentos e reciclagem anual com a finalidade de garantir o uso
correto dos EPR’s.
- Estabelecer rotina de inspeção dos EPR’s, verificando no mínimo as condições
dos equipamentos, validade dos filtros, local de guarda dos EPR’s e treinamento.
- Realizar ensaios de vedação para a determinação do ajuste do EPR ao rosto do
usuário. Somente realizar ensaio de vedação em usuários que estiverem
barbeados, considerar a área do rosto que fica em contato com o respirador.
- Criar e cumprir uma rotina de inspeções nas áreas atendendo o preconizado no
programa.

Recursos Humanos:
Propriedade da Petrobras Página 4 de 14
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 5 de 14

Cabe à Gerência de Recursos Humanos garantir o suporte e controle de


treinamentos.

Gerências:
Cabe à Gerência Geral e demais Gerências garantir o suporte do Programa de
Proteção Respiratória, de forma que possa trazer os resultados esperados na
preservação do bem estar e saúde do trabalhador.
Suas responsabilidades incluem:
- Provendo recursos financeiros e humanos;
- Cumprir com os requisitos legais para preservação da saúde e integridade
física do trabalhador;
- Assegurar que a política de Proteção Respiratória da Empresa seja entendida
e cumprida por todos os envolvidos;
- Assegurar a participação de seus empregados nos treinamentos de
reciclagem anuais.
- Revisar os Padrões de Execução e incluir a necessidade do uso de
respiradores para execução dos trabalhos de rotina, conforme a atividade.

Supervisores das áreas onde é especificado o uso de EPRs:


- Participar dos treinamentos especificados no Programa de Proteção Respiratória.
- Permitir que o usuário de um respirador deixe a área de risco por qualquer
motivo relacionado ao seu uso.
- Orientar os usuários de EPR’s quanto a sua utilização.
- Tornar conhecida da Higiene Ocupacional e ou Segurança Industrial e apoiar a
investigação das possíveis causas do mau funcionamento do respirador para
saná-las.
Propriedade da Petrobras Página 5 de 14
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 6 de 14

- Exigir o uso dos EPR’s por parte dos empregados sob sua responsabilidade.
- Conscientizar e exigir do usuário de EPR’s que se mantenha barbeado, a área
do rosto que fica em contato com o respirador.
- Identificar qualquer outro tipo de produto e/ou mudança no processo, solicitar
com a maior antecedência possível à Higiene Ocupacional e ou Segurança
Industrial para que esta realize a avaliação ambiental e indique o EPR adequado
para a nova situação.

Usuários:
- Participar, quando convocado, do ensaio de vedação dos respiradores.
- Participar dos treinamentos especificados no Programa de Proteção Respiratória.
- Usar o respirador de acordo com as instruções e treinamentos recebidos.
- Verificar a vedação do respirador antes de cada uso através de verificação da
vedação por pressão positiva e ou negativa.
- Guardar o respirador, quando não estiver em uso, de modo conveniente para
que não se danifique ou deforme.
- Manter o respirador limpo.
- Manter barbeada a área do rosto que fica em contato com o respirador.
- Se observar que o respirador não está funcionando bem, se sentir mal, grande
desconforto ou qualquer motivo relacionado com o uso de respirador deixar
imediatamente a área contaminada e comunicar o problema ao superior imediato.
- Comunicar ao superior imediato qualquer alteração no estado de saúde que
possa influir na capacidade de usar o respirador de modo seguro.
- Comunicar ao superior imediato, com a maior antecedência possível, caso
identifique qualquer outro tipo de produto e/ou mudança no processo.

Propriedade da Petrobras Página 6 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 7 de 14

Medicina do trabalho:
Avaliar a aptidão física e mental de todos os empregados que foram indicados
para a utilização de EPR’s, quando da realização do exame periódico.
De acordo com o estado geral de saúde do empregado, a Área de Medicina do
Trabalho determinará se o mesmo sofre alguma restrição quanto ao uso de EPR’s.
Neste caso, a Gerência onde o empregado está lotado será notificada, devendo
este fato ser reportado na ficha médica do empregado.

Deverão ser avaliados no mínimo:


- O histórico de doenças respiratórias. Deverão ser identificados trabalhadores
com histórico de asma, enfisema, doenças pulmonares crônicas;
- Histórico laboral: Deverão ser identificados trabalhadores que estiveram
expostos ao amianto, sílica, poeiras, etc., nos últimos dez anos ou que
trabalham em ocupações ou indústrias onde a exposição a essas substâncias
foi provável.
- Outras informações médicas. Tais informações podem fornecer evidências
sobre a capacidade ou incapacidade do trabalhador usar o respirador, tais
como; Deformações faciais; Doenças pulmonares; Doenças cardiovasculares;
Doenças neurológicas; Alterações psíquicas;

4. CONDIÇÕES GERAIS:

Seleção do respirador:
A especificação do respirador adequado é estabelecida pela Higiene Ocupacional
e ou Segurança Industrial, tomando-se como base o Anexo I - Seleção de
proteção respiratória na UN-RPBC.
Propriedade da Petrobras Página 7 de 14
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 8 de 14

Máscara e/ou Respirador de Fuga, onde couber:


- Todos os possíveis usuários de respirador de fuga deverão ser orientados e
treinados quanto ao seu uso. As pessoas que acessam a área industrial, porém,
não realizam tarefas nas áreas onde pode ser necessário o uso do respirador de
fuga, devem receber instruções breves sobre o objetivo deste equipamento.

Cessão do Respirador aos Usuários:


- Os respiradores para uso rotineiro são distribuídos em caráter permanente e
individual a cada empregado, para seu uso.
- As respectivas áreas com a orientação formal da Higiene Ocupacional e na falta
desta da Segurança Industrial devem revisar os Padrões de Execução e incluir a
necessidade do uso de respiradores para execução dos trabalhos de rotina,
conforme a atividade, verificar o Anexo I - Seleção de proteção respiratória na
UN-RPBC.
- O recebimento dos respiradores, filtros ou cartuchos será feito pelo próprio
usuário, devendo o mesmo assinar a ficha específica de recibo.

Treinamento:
- Todos os empregados envolvidos com a utilização de EPR’s participarão de
treinamentos com a finalidade de garantir o uso correto dos respiradores.
Os treinamentos devem abordar no mínimo o Anexo 3 da Instrução Normativa nº
1, de 11/04/94, SSST – MTb.

Usuários do respirador:

Propriedade da Petrobras Página 8 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 9 de 14

Todos os empregados que realizam suas atividades onde o uso de respiradores é


obrigatório receberão treinamento mínimo de duas horas, incluindo neste tempo o
ensaio de vedação, onde serão tratados os seguintes tópicos:
a) A necessidade do uso da proteção respiratória.
b) Os efeitos dos contaminantes existentes nos ambientes de trabalho.
c) A necessidade de informar à Supervisão qualquer problema ocorrido ou
sentido com o respirador.
d) Instruções sobre inspeção e colocação dos respiradores.
e) Instruções sobre manutenção e guarda do respirador
f) Demonstração e prática dos testes de verificação da vedação.
O treinamento de proteção respiratória será realizado anualmente, sendo
obrigatória à reciclagem, de mesma carga horária para todos os envolvidos.
Serão mantidos registros de participação nos treinamentos, constando à data de
realização, tipo de treinamento recebido, avaliação do resultado obtido e o nome
do instrutor.

Inspeção do Respirador:
Com a finalidade de verificar se o respirador está em boas condições de uso, o
usuário deve inspecioná-lo imediatamente antes de colocá-lo ao rosto, verificando:
a) Válvulas de inalação e exalação.
b) Estado e condição das presilhas.
c) Elasticidade e sinais de deterioração dos componentes de borracha ou de
silicone, bem como dos elásticos.
d) Condição da área de contado da peça facial ao rosto do usuário.
e) Estado dos filtros e/ou cartuchos.

Propriedade da Petrobras Página 9 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 10 de 14

Os respiradores que não forem aprovados na inspeção deverão ser


imediatamente retirados de uso, enviados para reparo, substituídos ou ter seus
filtros / cartuchos trocados.
Além da inspeção realizada pelo usuário, a Higiene Ocupacional e ou Segurança
Industrial deverá criar uma rotina e realizar periodicamente inspeções nas áreas,
verificando:
a) condições dos equipamentos (EPR’s dos empregados, EPR’s de fuga e
emergência);
b) validade dos filtros;
c) local de guarda dos EPR’s;
d) treinamento e ensaio de vedação;
e) se os usuários mantém o rosto barbeado;
f) qualidade do ar das máscaras autônomas e respiradores de linha de ar.

Guarda dos Respiradores de uso para trabalhos de rotina:


- Quando não estiverem em uso os respiradores devem ser limpos e guardados
em bolsa específica ou em saco plástico nos armários dos usuários ou em local
apropriado.
- Devem ser guardados de modo que estejam protegidos de impactos, luz solar,
calores, umidade excessiva ou agente químicos agressiva.
- Não devem ser colocados em gavetas ou caixas de ferramentas, a fim de evitar a
deformação da peça facial.

Manutenção dos Respiradores:


A substituição de peças e a realização de reparos em um respirador somente
serão feita pela área de Higiene Ocupacional e ou Segurança Industrial.
Propriedade da Petrobras Página 10 de 14
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 11 de 14

Serão usadas apenas as peças de reposição indicadas pelo fornecedor do


respirador.

Higienização dos Respiradores:


A conservação será realizada pelo próprio usuário utilizando-se lenço umedecido.
Caso exista a necessidade de uma limpeza o respirador será trocado por um
higienizado na Segurança Industrial que providenciará a limpeza atendendo no
mínimo o Anexo 3 da Instrução Normativa nº 1, de 11/04/94, SSST - MTb.
Demais respiradores serão higienizados diariamente após cada uso pela
Segurança Industrial.
Caso seja necessário procedimentos específicos, como uso de máquinas de lavar,
identificação de respiradores já higienizados e outros que julgar necessário,
devem constar no Anexo V - Procedimento de limpeza, higienização e guarda de
respiradores do PPR da RPBC.

Verificação da Vedação dos Respiradores:


Toda vez que o usuário colocar o respirador, antes de entrar na área de risco,
deve ajustá-lo e verificar a vedação do respirador para garantir que está ajustado
corretamente à face.
A Verificação de vedação não substitui os Ensaios de Vedação qualitativos ou
quantitativos.
A realização da verificação da vedação é feita através dos testes de pressão
negativa e ou de pressão positiva.
A verificação da vedação pelo teste de pressão negativa deverá ser feita através
do bloqueio completo das aberturas de entrada de ar (filtros) pela palma da mão

Propriedade da Petrobras Página 11 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 12 de 14

ou pela colocação de um selo na entrada do cartucho químico. O usuário deverá


inalar suavemente e segurar a respiração, se a peça facial aderir ao rosto, pode-
se afirmar que a vedação da peça facial é satisfatória.
A verificação da vedação pelo teste de pressão positiva deverá ser feita através do
bloqueio das válvulas de exalação. O usuário deverá exalar o ar suavemente,
sendo que a vedação será considerada satisfatória quando o usuário sentir ligeira
pressão dentro da peça facial e não conseguir detectar nenhuma fuga de ar na
zona de vedação entre a peça facial e o rosto.

Ensaios de Vedação:
O usuário de qualquer respirador será submetido a um ensaio de vedação
(qualitativo ou quantitativo) para determinar se o respirador ajusta-se bem à face.
O ensaio de vedação deverá ser realizado antes de o usuário dirigir-se a um local
com risco de exposição.
O ensaio de vedação será repetido:
a) Para cada usuário a cada 12 (doze) meses na oportunidade de treinamentos.
b) Toda vez que o usuário tiver uma alteração de condição que possa interferir
com a vedação facial, sendo que esta informação será obtida pela Área de
Medicina do Trabalho durante os exames periódicos.
O ensaio de vedação será realizado com o usuário equipado com todos os EPI’s
que deve utilizar para a realização do seu trabalho e que possam interferir na
vedação.
Os procedimentos para o “Ensaio de Vedação” devem seguir as instruções do
Anexo 5, item II, da Instrução Normativa nº 1, de 11/04/94, SSST - MTb.
O registro individual dos ensaios será mantido com uma temporalidade mínima de
3 (três) anos.
Propriedade da Petrobras Página 12 de 14
PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 13 de 14

Considerações Finais:
Tendo em vista que os respiradores tornam-se inúteis diante de condições que
impeçam sua perfeita vedação, fica estabelecido que não é permitida a utilização
de respiradores por empregados usuários de barba. Nestes casos é
recomendado:
a) Fornecer ao empregado um respirador do tipo que não exija vedação perfeita
na face, isto é, capuz, mas que possua um fator de proteção apropriado ao risco
previsto.
b) Transferir o empregado para outra atividade/local que não exija o uso de
respirador.
A durabilidade dos filtros e/ou cartuchos está condicionada ao tempo de utilização
e à concentração dos contaminantes.
Assim, os mesmos deverão ser substituídos nas seguintes condições:
a) Quando o contaminante for detectado pelo olfato e ou houver irritação no nariz
ou boca.
b) Quando ocorrer resistência à inalação.
c) Quando atingir o prazo determinado pela Higiene Ocupacional e ou Segurança
Industrial.

Propriedade da Petrobras Página 13 de 14


PE-3AB-00025
ANEXO I – DOCUMENTO BASE DO PPR DA RPBC
NP-1

Número do Documento:

P.P.R. PG-2AT-000154 e PE-3AB-


00025
Programa de Proteção Respiratória Revisão:
00
Razão Social: PETRÓLEO BRASILEIRO S/A - PETROBRAS Município: Cubatão Data:
Órgão: Refinaria Presidente Bernardes Cubatão / RPBC Estado: São Paulo 19/04/2015
Endereço: Avenida 9 de Abril, 777 - Jardim das Indústrias CEP: 11555-900 Página:
Gerência: SMS Grau de Risco: 3 14 de 14

Propriedade da Petrobras Página 14 de 14