Você está na página 1de 23

1

MANUAL DO TCC II

CURSO DE FARMÁCIA

SÃO PAULO

2018.1
2

Sumário
1. APRESENTAÇÃO 2
1.1O que é um Trabalho de Conclusão do Curso (TCC)? 3
1.2. Quais são minhas obrigações na disciplina de TCC e como proceder? 4
1.3. Quais são as atividades a serem entregues ao longo do TCC-II e ao final? 5
1.3.1. ATIVIDADE 1: (0,5 ponto): 5
1.3.2. ATIVIDADE 2: (2,0 pontos) 5
1.3.3. ATIVIDADE 3: (1,5 pontos) 6
1.3.4. ATIVIDADE 4: (1,0 ponto) 6
1.3.5. ATIVIDADE 5: (5,0 pontos) 6
2. ONDE BUSCAR ARTIGOS CIENTÍFICOS: 7
3. ESTRUTURA DO TCC-II: 7
5. NORMAS PARA CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS – ABNT 15
5.1. Como deverá ser citada ao longo do texto: 16
6. MODELO DE BANNER: 22

1. APRESENTAÇÃO
3

O Curso de Graduação em Farmácia da Universidade Nove de Julho, comprometido com o


desenvolvimento do saber científico e com a formação de profissionais envolvidos no espírito
crítico-reflexivo, apresenta por meio deste manual, sua preocupação em oferecer informações
necessárias para delimitar, sob o enfoque metodológico e normativo, a produção de Trabalhos de
Conclusão de Curso, além de contemplar e estimular o interesse científico dos acadêmicos de
Farmácia.

1.1 O que é um Trabalho de Conclusão do Curso (TCC)?

É uma exigência legal do Regimento Geral da UNINOVE para a colação de grau e


obtenção do Diploma de Bacharel em Farmácia e faz parte do currículo do Curso de Farmácia,
como disciplina obrigatória. (TCC I e TCC II).

O TCC consiste em atividade realizada INDIVIDUALMENTE, sob orientação de um


docente da UNINOVE, havendo a possibilidade de um co-orientador. É realizado em dois semestres
consecutivos, sendo o tema definido de acordo com as linhas de pesquisa do curso: Análises
Laboratoriais, Ciências Farmacêuticas ou Biotecnologia Farmacêutica. Linhas de Extensão:
Assistência e atenção farmacêutica ou Substâncias Psicoativas: Uso, abuso e dependência.

Os temas podem ser desenvolvidos como:

● Revisão da literatura;
● Desenvolvimento de cartilhas, manuais ou quaisquer materiais educativos no contexto da
prática farmacêutica;
● Validações de processos ou desenvolvimento de produtos podem ser considerados, desde
que avaliados pela coordenação com pertinentes à formação do farmacêutico;
● Outras propostas de trabalho podem ser aceitas, após avaliação da coordenação sob
orientação de um docente do curso de Farmácia da Instituição.

ATENÇÃO!

No caso de pesquisa de campo, é obrigatório o envio do projeto para aprovação pelo


Comitê de Ética da Universidade. Para isso, o orientador deve cadastrar o projeto na Plataforma
Brasil, seguindo as orientações quanto à assinatura de folha de rosto, e o preparo do TCLE
4

(Termo de Consentimento Livre e Esclarecido) quando for o caso. Em seguida é só aguardar a


avaliação pelo Comitê. A coleta dos dados só poderá ser iniciada após recebimento do parecer
favorável.

1.2. Quais são minhas obrigações na disciplina de TCC e como proceder?


Sendo uma disciplina em AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), o aluno será
alocado com um professor orientador, com o qual ele deverá sanar todas as suas dúvidas em
relação à confecção do TCC.

O aluno deverá entrar em contato com o seu orientador utilizando a plataforma AVA, e:

● Apresentar o trabalho desenvolvido no TCC-II;


● Discutir as estratégias de busca de artigos para finalização do trabalho e confecção do
Banner;
● Esclarecer dúvidas referentes à bibliografia e suas normas, assim como no tocante à métrica
da disciplina;

1.2.1 - É dever do aluno:

● Cumprir as atividades nos prazos previstos;


● Usar a sua autonomia intelectual, não ficando dependente do orientador;

● Aceitar e defender as críticas e recomendações realizadas pelo orientador;

● Ser responsável pela postagem das atividades do TCC-II via Ambiente Virtual de
Aprendizagem (AVA).

● O aluno deverá frequentar os encontros presenciais marcados pelo orientador, mínimo de 3


encontro além da apresentação do trabalho ao final do TCC-II (apresentação de Banner).

O aluno poderá solicitar encontros presenciais com o orientador, sempre respeitando a


disponibilidade do mesmo nas diferentes unidades da Instituição.

A mudança de tema no TCC-II é permitida, desde que o orientador esteja de acordo.

1.2.2 - É dever do orientador:


5

● Acompanhar e examinar o desenvolvimento dos trabalhos de conclusão de curso por meio


do AVA. Abrir o FÓRUM DE DÚVIDAS durante todo o semestre. Após cada atividade, o
professor dever redigir uma orientação e enviá-la para o aluno por meio da plataforma (AVA);

● Marcar no mínimo 3 (três) encontros presenciais no campus e horário em que o aluno


frequenta o curso, podendo ser no período de pós-aula (diurno) ou pré-aula (noturno). As datas e
horários dos encontros deverão ser publicados no FÓRUM de DÚVIDAS, antecipadamente,
para a ciência do aluno. Após a orientação, entregar a lista de presença dos encontros na
coordenação do campus;

● Avaliar o Projeto de TCC II, observando as normas metodológicas, coerência linguística e o


desenvolvimento dos objetivos propostos, assim como evitar e orientar correção de situações de
cópia total ou parcial de conteúdo fonte (plágio acadêmico; Insper, 2012);

● Vetar a entrega do TCC-II sempre que verificar inexistência de qualidade, com referência à
ortografia, concordância verbal, estruturação de frases, coerência de ideias, fundamentação teórica,
estruturação metodológica e condições de domínio do tema escolhido;

● Informar, por escrito, ao Coordenador do curso, qualquer irregularidade decorrente


do não cumprimento de condições estabelecidas por este regulamento, pelos seus orientados,
assim como os casos de reprovação do aluno de TCC-II.

1.3. Quais são as atividades a serem entregues ao longo do TCC-II e ao final?

1.3.1. ATIVIDADE 1: (0,5 ponto):

Postar na plataforma AVA até o dia 16/03/2018:

● Postar o trabalho de TCC-I (Atividades 3 e 4 – texto completo e apresentação dos slides da


conclusão do TCC - I))
● Mais 10 referências bibliográficas (diferentes das utilizadas no TCC-I)

1.3.2. ATIVIDADE 2: (2,0 pontos)

Postar na plataforma AVA até o dia 06/04/2018:

● Desenvolvimento da Revisão de literatura (ou resultados, no caso de ter prática), MÁXIMO


6

8 PÁGINAS. O texto deverá citar as referências no formato ABNT.

A atividade deverá conter: título + objetivo + justificativa + metodologia + introdução + revisão


de literatura (ou resultados, no caso ter prática) + referências em formato ABNT.

1.3.3. ATIVIDADE 3: (1,5 pontos)

Postar na plataforma AVA até o dia 27/04/2018:

● Desenvolvimento da Discussão (no caso de TCC que tiver prática) + Conclusão (ou
considerações finais) + Resumo.

● Postar texto completo no formato de ARTIGO CIENTÍFICO (máximo de 20 páginas).


Deverá conter: título + objetivo + justificativa + metodologia + introdução + revisão de
literatura (ou resultados, no caso ter prática) + DISCUSSÃO (para o TCC que tiver prática)
+ CONCLUSÃO (considerações finais) + referências em formato ABNT.

1.3.4. ATIVIDADE 4: (1,0 ponto)

Postar na plataforma AVA até o dia 18/05/2018 as informações obtidas no formato de BANNER para
correção do orientador.

● O banner deverá conter: título + Introdução + metodologia + Revisão de literatura


(Desenvolvimento) ou Resultados se for TCC-prática + FIGURAS /TABELAS/GRÁFICOS
+ conclusão (considerações finais) + referências em formato ABNT.

1.3.5. ATIVIDADE 5: (5,0 pontos)

(Esta atividade corresponde a avaliação realizada pelo professor avaliador no dia da


apresentação do Banner). Para isso, o Banner corrigido pelo orientador deverá ser postado e o
mesmo lançará na plataforma a nota obtida pelo aluno no dia da apresentação.

● Postar na plataforma AVA até o dia 15/06/2018 o BANNER FINAL formato pdf (com as
correções pedidas pelo orientador) conforme orientação do mesmo;

1.4. APRESENTAÇÃO DO BANNER PARA BANCA COMPOSTA POR DOCENTES DA


UNINOVE PARA ARGUIÇÃO.

Data da Apresentação do Banner:

19/06 e 20/06/2018 no campus e período onde o aluno está matriculado.


7

Formato do Banner:

● Tamanho 90 x 100 cm, com letras e padrões de acordo com orientador.

● Figuras e referências de acordo com Normas da ABNT

CASOS OMISSOS: Os casos omissos nestas instruções serão dirimidos pelo professor orientador e
pelo Coordenador do curso de graduação em Farmácia.

2. ONDE BUSCAR ARTIGOS CIENTÍFICOS:

● Biblioteca Virtual da UNINOVE – PERIÓDICOS

http://www4.uninove.br/ulisses/biblioteca_digital/

● Outros:

• MEDLINE: www.bireme.br

• LILACS: www.brireme.br

• CAPES: www.periodicoscapes.gov.br

• SIBI: www.usp.br/sibi

• BIBCIR: www.bibcir.usp.br

• SABER: www.teses.usp.br

• SBU: http://libdigi.unicamp.br

• PUBMED: www.pubmed.com

• SciELO: www.scielo.br

• Google Acadêmico: https://scholar.google.com.br/

3. ESTRUTURA DO TCC-II:

O trabalho de conclusão de curso II deverá ser elaborado na forma de artigo científico e banner. A
estrutura de apresentação do trabalho de conclusão de curso II deverá seguir a seguinte sequência:

1. Capa

2. Folha de rosto
8

3. Artigo completo (seguindo as normas da revista Conscientiae e Saúde -


http://www4.uninove.br/ojs/index.php/saude)

4. Banner

IMPORTANTE: Artigo apresentado na atividade 3 deve ter no máximo 20 páginas. Sendo:

● Artigos originais devem ser organizados da seguinte forma: resumo, introdução, materiais e
métodos, resultados, discussão, conclusões, agradecimentos e referências.

● Artigos de relatos de casos devem incluir resumo, uma breve introdução, descrição do caso
clínico; discussão e referências bibliográficas.

● Artigos de revisão bibliográfica devem ser organizados em resumo, introdução,


metodologia, revisão da literatura, considerações finais e referências bibliográficas.

ConScientiae Saúde http://www.uninove.br/revistasaude


9

CAPA DO TCC-II

(MODELO)

NOME ________________ RA __________ TURMA____ UNIDADE_____________

TÍTULO DO TCC

ÁREA DE CONCENTRAÇÃO
NOME DO ORIENTADOR
NOME DO CO-ORIENTADOR (Se houver)

Artigo Científico apresentado a Universidade


Nove de Julho referente ao Trabalho de
Conclusão de Curso para obtenção do título de
Graduação em Farmácia.

2018-1
10

MODELO DE FOLHA DE ROSTO

TÍTULO EM PORTUGUÊS

NOME COMPLETO DO ALUNO


Graduando em Farmácia e Bioquímica da Universidade Nove de Julho
[e-mail do aluno]
NOME COMPLETO DO ORIENTADOR
Titulação do orientador
Professor do curso de Farmácia e Bioquímica da Universidade Nove de Julho
[e-mail do orientador]

RESUMO
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
sssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss
ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

PALAVRAS–CHAVE: ________________, _________________, ______________.

ANEXOS QUE DEVEM SER INSERIDOS NO TRABALHO (APÓS AS REFERÊNCIAS


BIBLIOGRÁFICAS)
11

4. NORMAS PARA ELABORAÇÃO DO ARTIGO

Papel e margens:

● A formatação deve ter tamanho A4 (21 cm x 29,7cm);

● A margem superior do papel deve ter 3 cm; a inferior 2 cm; a margem esquerda 3 cm e a
direita 2 cm.

Tipo e tamanho de letra:

● Deve ser utilizada a fonte Times New Roman, tamanho 12, em todo o corpo do trabalho,
incluindo títulos e subtítulos. Exceção deve ser feita quanto ao tamanho da letra a ser utilizada em
notas de rodapé, legendas das ilustrações (tamanho 10), tabelas e paginação;

● O recurso tipográfico itálico deve ser usado para destacar alguma parte do texto que mereça
esse tratamento e para palavras de origem estrangeira. Não deve ser utilizado nas citações e nem nas
referências.

Espaços entre linhas:

● O texto deve estar em espaçamento duplo entre linhas em todo o trabalho. A única exceção
está nas citações maiores que três linhas, nas notas de rodapé, nas referências e nas legendas das
ilustrações e tabelas, que são impressas em espaçamento simples.

Parágrafos

● Nomeado como parágrafo americano, o parágrafo inicia-se na margem esquerda, com


alinhamento justificado. Não existe o recuo da primeira linha ao se iniciar um parágrafo.

Numeração de páginas:

● A numeração das páginas deve ser contínua, em algarismos arábicos. A página da capa,
sumário e resumo são contadas, mas não numeradas. Assim, o primeiro número de página que
aparece no canto superior direito deve estar exatamente na segunda página da Introdução.

● A Introdução não deve ser considerada como página 1. A página que inicia um novo
capítulo é contada, mas não numerada, sendo que a paginação continua até o término do trabalho,
incluindo as referências, os apêndices e os anexos, quando existirem.
12

4.1 ESTRUTURA DO ARTIGO:

● Capa e folha de rosto: Título em português (CAIXA ALTA, em negrito, tamanho 12). O
título deve conter no máximo 12 palavras, sendo suficientemente específico e descritivo;

● Resumo: é a apresentação sintetizada dos pontos principais do texto, destacando as


considerações emitidas pelo autor. O resumo deve ter, no máximo, 150 palavras e abranger
introdução, objetivo, materiais e método (explicitando a análise estatística realizada, se pertinente),
resultados e conclusões quando a pesquisa realizada for campo ou experimental. Para artigos de
revisão o resumo deve ter, no máximo 150 palavras e abranger introdução, objetivos, métodos e
considerações finais.

● Descritores e palavras-chaves: correspondem às palavras ou expressões que identificam o


conteúdo do artigo. O número desejado é no mínimo três e no máximo cinco. Para determinação
dos descritores, deverá ser consultada a lista de Descritores em Ciências da Saúde – DeCs, no
seguinte endereço eletrônico: http://decs.bvs.br/;

RESUMO

Resumir [do lat. Resumere] ‘tornar a tomar’ é, em outras palavras, abreviar, fazer uma recapitulação
em poucas palavras.

Especificar de forma concisa, mas não telegraficamente:

1. O que é que o autor fez.

2. Como o fez (se for relevante).

3. Os principais resultados (numericamente, se for o caso).

4. A importância e alcance dos resultados: a) O resumo não é uma introdução do artigo, mas sim
uma descrição sumária da sua totalidade, na qual se procura realçar os aspectos mencionados; b)
Deverá ser discursivo, e não apenas uma lista de tópicos; c) Deve–se entrar na essência do resumo
logo na primeira fase, sem rodeios introdutórios nem recorrendo à fórmula estafada “Neste
artigo...”; d) Não se deve citar referências bibliográficas no resumo.

Redigido pelo próprio autor do trabalho, em voz ativa ou na terceira pessoa do singular, não
ultrapassando 150 palavras. Deve ser digitado em parágrafo único, em espaço simples, com frases
claras e concatenadas e deve ser seguido das palavras mais representativas do conteúdo do trabalho,
as chamadas "palavras-chave". Devem-se evitar símbolos ou abreviaturas que não sejam de uso
13

corrente, fórmulas, equações, diagramas que não sejam absolutamente necessários.

Resumo em Português: Elemento obrigatório. É a apresentação concisa do conteúdo do trabalho,


não devendo ultrapassar 150 palavras, seguido das palavras-chave ou descritores ou unitermos.
Deve ser escrito em um único parágrafo, em espaço simples.

Palavras-chave (keywords): Conjunto de palavras-chave que caracterizem o domínio ou domínios


em que ele se inscreve. Permite que o artigo seja posteriormente encontrado em sistemas eletrônicos
de pesquisa. Escolhem-se palavras-chave gerais e comuns. Selecionar as que usaríamos para
procurar na Web um artigo semelhante ao nosso.

__________________________________________________________

A seguir está demonstrado um exemplo de resumo de um TCC.

RESUMO

A doença celíaca é uma enteropatia mediada por linfócitos T, induzida pelo glúten (proteína do
trigo, centeio, cevada e aveia), em indivíduos geneticamente susceptíveis, que apresentam
intolerância permanente. Quanto à epidemiologia, a doença está associada aos caucasoides e ao
sexo feminino. Para que ocorra a lesão na mucosa intestinal é necessária a presença de fatores
genéticos, ambientais e imunológicos. Os principais sintomas são: diarreia, vômitos, irritabilidade,
anorexia, déficit de crescimento, distensão muscular, osteopenia e diminuição na musculatura
glútea. O diagnóstico é realizado com base nos dados da biópsia intestinal, avaliação digestivo-
absortiva e marcadores sorológicos. O tratamento é dietético, com dieta isenta de glúten durante
toda a vida. É fundamental o diagnóstico precoce para que a dieta seja instituída também
rapidamente, observando resposta clínica rápida com o desaparecimento dos sintomas e incremento
do crescimento. Além dos cuidados na orientação da dieta isenta de glúten, deve-se fornecer uma
dieta adequada quanto aos macros e micronutrientes e ser saborosa. A dieta isenta de glúten pode
reverter o quadro de desnutrição e osteopenia se houver boa aderência. O prognóstico da doença
celíaca é bom, se houver o complacente à dieta prescrita, pois ao contrário poderá apresentar
complicações como osteoporose precoce, linfomas, adenocarcinoma, distúrbios neurológicos e
esterilidade.

Palavras-chave: doença celíaca, composição corporal, dieta isenta de glúten.


___________________________________________________________
14

INTRODUÇÃO

Apresentação do tema e da proposta do estudo, citando somente referências pertinentes. Deve


estabelecer, com clareza, a hipótese do trabalho e não pode incluir dados ou conclusões da pesquisa
em questão; com 1 a 2 páginas no máximo; todos parágrafos com citações de autores; penúltimo
parágrafo será a justificativa e o último parágrafo será o objetivo do trabalho.

OBS: Não tem os tópicos de objetivo e justificativa como no projeto.

MÉTODOS

Devem oferecer, de forma objetiva, informações que permitam que o estudo seja repetido por outros
pesquisadores. Métodos publicados devem ser referenciados e discutidos brevemente, exceto se
modificações tiverem sido feitas. Indicar os métodos estatísticos utilizados; Nos trabalhos de estudo
de campo devem conter a descrição da população e do local de estudo: Quantos Indivíduos? Idade?
Sexo? Quantos de cada sexo? Característica (praticantes de atividade física, qual tipo?), Local do
estudo?

Descrever os métodos que foram utilizados para a coleta dos dados

RESULTADOS

Apresentar, em sequência lógica, os resultados, tabelas e ilustrações. Não repetir todos os dados das
tabelas e ilustrações; enfatizar, somente, as observações importantes. Utilizar o mínimo de tabelas e
ilustrações possível.

DISCUSSÃO

Enfatizar os aspectos novos e importantes do estudo e as conclusões resultantes. Não repetir, em


detalhes, nem os dados citados na introdução, nem os resultados. Relatar observações de outros
estudos relevantes e apontar as implicações de seus achados e suas limitações.

No trabalho de revisão bibliográfica todos os parágrafos da discussão têm que ser com citações de
outros autores.

CONCLUSÃO (ÕES)

Quando houver, deve(m) ser pertinente(s) aos objetivos propostos e justificados nos próprios
resultados obtidos. Nela(s), a hipótese do trabalho deve ser respondida. Dever ter no máximo 2
parágrafos e finalizar com uma sugestão simples ou ressaltar a importância, etc...
15

Ilustrações: As ilustrações (fotografias, gráficos, desenhos, quadros etc.) serão consideradas, no


texto, como figuras. Devem ser limitadas ao mínimo indispensável e numeradas, consecutivamente,
em algarismos arábicos, seguindo a ordem em que aparecem no texto; em caso de utilização de
fotografias de pessoas/pacientes, estas não podem ser identificáveis, ou as fotografias devem estar
acompanhadas de permissão específica, por escrito, para uso e divulgação das imagens, uma vez
que os pacientes têm direito à privacidade. O uso de máscaras oculares não é considerado proteção
adequada para a unanimidade; as fotografias deverão ser encaminhadas em formato TIF, GIF ou
JPG, com, no mínimo, 300 DPIs de resolução e 10 cm de largura; as legendas deverão ser claras,
concisas e localizadas abaixo das figuras, e precedidas da numeração correspondente; as TABELAS
devem ser organizadas logicamente, numeradas consecutivamente em algarismos arábicos, e
apresentar a legenda na parte superior. A seguir estão demonstrados exemplos de quadro.

Tabela 1. Relação dos cereais, nome das principais proteínas e seu conteúdo percentual

Tipo de Cereal Nome da principal proteína % Proteína

Trigo Gliadina 69

Cevada Hordeína 46 – 52

Centeio Secalina 30 – 50

Aveia Avenina 16
Fonte: BARBIERI (1996, p. 177).

REFERÊNCIAS – devem ser apresentadas na norma ABNT

5. NORMAS PARA CITAÇÕES E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS –

ABNT
Conforme NBR 6023 (2002 p. 2) referência “é o conjunto de elementos descritivos retirados de um
documento, que permite sua identificação individual”.
A referência é um elemento obrigatório composta por dados essenciais e complementares retirados
do próprio documento consultado.
Elementos essenciais: dados indispensáveis à identificação do documento que são: autor(es), título,
edição, imprensa (local, editora e data de publicação). Estas informações estão vinculadas ao
suporte documental e variam conforme o tipo;
Elementos complementares: dados que acrescidos aos essenciais, permitem melhor caracterizar os
documentos entre eles: descrição física (número de páginas ou volumes), série ou coleção, ISBN;
16

Quando não for possível retirar os dados do próprio documento, utiliza-se outras fontes de
informação, indicando-as entre colchetes.
REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO
Os elementos essenciais e complementares devem ser apresentados em sequência padronizada;
As referências são alinhadas na margem esquerda do texto; em espaço simples e separadas entre si
por espaço duplo;
A pontuação segue padrões internacionais e deve ser uniforme para todas as referências;
O recurso tipográfico (negrito, grifo ou itálico) utilizado para destacar o título deverá ser uniforme
em todas as referências de um mesmo documento. Esta regra não se aplica a obras cujo elemento
inicial é o próprio título, já destacado pelo uso de letras maiúsculas na primeira palavra com
exclusão de artigos (definidos ou indefinidos) e palavras monossilábicas;
Ao optar pelo uso de elementos complementares, estes devem ser apresentados em todas as
referências da lista.

5.1. Como deverá ser citada ao longo do texto:


Exemplo:
Coincidência de sobrenomes - diferenciar pelas letras iniciais dos prenomes.
(ANDRADE, F., 1998) (VIEIRA, J., 2001)
(ANDRADE, D., 1998) (VIEIRA, L., 2001)
Citação de diversos documentos de um mesmo autor e da mesma data - diferenciar pelo
acréscimo de letras minúsculas após a data e sem espacejamento
(OLIVEIRA, 2000a) (SOARES, 2001a)
(OLIVEIRA, 2000b) (SOARES, 2001b)
Citação com apenas um autor
Os autores devem ser grafados no texto apenas com a primeira letra em maiúscula (por exemplo:
Guimarães). Se forem citados entre parênteses, porém, devem ser grafados com todas as letras em
maiúscula (por exemplo: GUIMARÃES).
A seguir tem-se 3 exemplos de citação indireta, com 1 autor:
a) Em 1989, Guimarães concluiu que a desnutrição é uma das principais causas de mortalidade
infantil.
b) Segundo Guimarães (1989), a desnutrição é uma das principais causas de mortalidade
infantil.
c) A desnutrição é uma das principais causas de mortalidade infantil (GUIMARÃES, 1989).
Citação com dois ou três autores
Se os autores estiverem em uma frase, devem ser separados pela conjunção "e", se estiverem dentro
17

de parêntesis devem ser separados por ponto e vírgula (“;”). A seguir tem-se 3 exemplos de citação
indireta, com 2 autores:
a) Em 1989, Guimarães e Appolinaro concluíram que a desnutrição é uma das principais
causas de mortalidade infantil.
b) Segundo Guimarães e Appolinaro (1989), a desnutrição é uma das principais causas de
mortalidade infantil.
c) A desnutrição é uma das principais causas de mortalidade infantil (GUIMARÃES;
APPOLINARO, 1989).
Citação com mais de três autores
Optou-se neste texto por adotar o critério da NBR 6023 (sobre referências bibliográficas), na qual
indica-se o uso da palavra latina et al. (significa "e outros") para citações escritas dentro dos
parênteses e colaboradores para citações escritas no próprio texto. A seguir tem-se 3 exemplos de
citação indireta, com mais de 3 autores:
a) Em 1989, Guimarães e colaboradores concluíram que a desnutrição é uma das principais
causas de mortalidade infantil.
b) Segundo Guimarães e colaboradores (1989), a desnutrição é uma das principais causas de
mortalidade infantil.
c) A desnutrição é uma das principais causas de mortalidade infantil (GUIMARÃES et al.,
1989).
Duas citações
Os autores, ou conjunto de autores devem ser mencionados sucessivamente, em ordem alfabética,
como por exemplo:
a) A desnutrição é uma das principais causas de mortalidade infantil (ALVES; PENHA, 1989;
GUIMARÃES, 1987; JONES et al., 1988).
b) Segundo Guimarães (1987) e Jones e colaboradores (1988), a desnutrição é uma das
principais causas de mortalidade infantil.
c) A desnutrição é uma das principais causas de mortalidade infantil (GUIMARÃES, 1987;
JONES et al., 1988).

Casos especiais de citações

Quando o mesmo autor tem duas citações no mesmo ano deve-se acrescentar uma letra minúscula
após o ano, como por exemplo:
Segundo Guimarães (1989a, 1989b), a desnutrição é uma das principais causas de mortalidade
infantil.
18

Quando ocorrem duas citações de dois autores que possuem o mesmo sobrenome e a citação é do
mesmo ano deve-se acrescentar as iniciais do primeiro nome, como por exemplo:
Segundo Guimarães, J. (1989) e Guimarães, A. (1989), a desnutrição é uma das principais causas de
mortalidade infantil.
Para as citações diretas, isto é, transcrição textual de parte da obra do autor consultado, deve-se
indicar a página consultada. Porém tem formas distintas para este tipo de citação de acordo com o
número de linhas que contém no documento original (até 3 linhas ou mais de 3 linhas).
Quando ocorre uma citação com até 3 linhas de texto, a citação deve estar entre aspas, como por
exemplo:
De acordo com Saunders e Becker (1994, p. 254), “o cultivo do amaranto ocorre em solos áridos,
com temperatura elevada, com luminosidade intensa e elevadas altitudes, características ambientais
onde alguns cereais não conseguem ser cultivados, como por exemplo, o arroz e a aveia”.
Pesquisadores descrevem que “o cultivo do amaranto ocorre em solos áridos, com temperatura
elevada, com luminosidade intensa e elevadas altitudes, características ambientais onde alguns
cereais não conseguem ser cultivados, como por exemplo, o arroz e a aveia” (SAUNDERS;
BECKER, 1994, p. 254).
Quando ocorre uma citação com mais de 3 linhas de texto, a citação deve estar escrita em letra
menor que o texto (sugere tamanho 11), com recuo a partir da margem esquerda de 4 cm, com
espaço simples, como por exemplo:

De acordo com a Sociedade Européia de Gastrenterologia Pediátrica e Nutrição (1958, p.20), a


doença celíaca é definida:

como uma entidade nosológica específica com inabilidade permanente de tolerar o glúten,

caracterizada por apresentar (1) sintomas e sinais de má absorção intestinal; (2) mucosa jejunal

com aspecto celíaco, achatada, sem vilosidades e com hiperplasia de criptas; (3) remissão

clínica e histológica quando submetida à dieta sem glúten e (4) recorrência clínica e histológica

após a reintrodução do glúten.

PLÁGIO - Não confundir a citação direta, no qual assumimos as palavras do autor em


PARTE de um parágrafo, com o plágio. A citação direta embora permitida em citações de 3
linhas ou até mesmo acima de 3 linhas (desde que realizada segundo as normas acima), não
poderá representar o TCC completo. Ou seja, é permitido realizar algumas citações diretas no
19

texto, mas não é permitido elaborar todo o TCC copiando e colando parágrafos de vários
autores, ainda que realizando as citações. Costuma-se utilizar a citação direta, por exemplo,
para transcrever um determinado conceito dado pelo autor original do texto, mas não
podemos utilizar a citação direta em 100% do TCC (introdução, discussão / desenvolvimento
e conclusão). Realizar o TCC copiando e colando parágrafos de vários artigos na íntegra,
configura PLÁGIO e o aluno será reprovado com nota igual a 0 (zero). O aluno deve realizar
a leitura prévia de vários artigos e elaborar um novo texto (mencionando as fontes), mas com
a sua interpretação. Desta forma, procura-se desenvolver o aluno na elaboração de um texto,
na argumentação frente a uma ideia central até a conclusão do trabalho.

Uso de Apud

O termo apud é usado para indicar uma referência que não foi lida diretamente, tendo sido citada
por outro autor. Seu uso deve ser feito com parcimônia, isto é, poucas citações por trabalho e apenas
quando o acesso ao trabalho original for difícil, por exemplo, publicação antiga, periódico raro ou
idioma inacessível. O apud deve aparecer apenas no corpo do texto, sendo citado nas referências o
trabalho em que ele foi citado, como por exemplo:

A Teoria da Relatividade foi publicada no início do século (EISTEIN, 1905 apud BRODY;
BRODY, 1999).

5.2. Como deverá aparecer na bibliografia:


MODELOS DE REFERÊNCIAS
5.2.1 Livros e folhetos na íntegra
Obra com um autor
KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e
controle. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1996.
Obra com 3 autores
BOCK, Ana Mercês Bahia; FURTADO, Odair; TEIXEIRA, Maria de Lourdes T. Psicologias: uma
introdução ao estudo da psicologia. 14.ed. São Paulo: Saraiva, 2009.
Obra com mais de 3 autores
SÉRIO, Tereza Maria de Azevedo Pires et al. Controle de estímulos e comportamentos operante:
uma (nova) introdução. 3. ed. São Paulo: EDUC, 2015.
Obra com entrada de responsabilidade
ARAÚJO, Vania Carvalho de (Org.). Educação infantil em jornada de tempo integral: dilemas e
perspectivas. Vitória: Edufes, 2015.
20

Em meio eletrônico
ALENCAR, José. A viuvinha. [S.l.]: Virtual Books, 2003. Disponível em: <
http://www.virtualbooks.com.br/v2/ebooks/?idioma=Portugues&id=00055> Acesso em: 27. Jul.
2016.

5.2.2 Parte de livros e folhetos


Capítulo, volume, fragmento e outras partes de uma obra, com autor(es) e/ou títulos
próprios
Autor do capítulo é diferente do autor do livro
HOSSNE, Willians Saad. Competência do médico. In: SEGRE, Marco; COHEN, Claudio (Org.).
Bioética. 3. ed. São Paulo: EDUSP, 2008. p. 106-119.
Autor do livro e do capítulo são a mesma pessoa
MORGAN, Gareth. Explorando a caverna de Platão: as organizações vistas como prisões psíquicas.
In: _________. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996. Cap. 7.

5.2.3 Publicação periódica


Periódico na íntegra
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA. Rio de Janeiro: ANPAD, 1997-.
Quadri-mestral.
Periódico considerado em parte
REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO CONTEMPORÂNEA. Curitiba: ANPAD, v. 5, n. 3, set./dez.
2001. 252 p.

5.2.4 Artigo e/ou matéria de revista, boletim, jornal


(artigos de periódicos, comunicações, editorial, reportagens etc..)
Artigo de periódico
BANDEIRA, Mariana Lima: MARQUES, Antonio Luiz, VEIGA, Ricardo Teixeira. As dimensões
múltiplas do comprometimento organizacional: um estudo na ECT/MG. Revista de Administração
Contemporânea, Curitiba, v. 4, n. 2, p. 133-157, maio/ago. 2000.
Em meio eletrônico
BANDEIRA, Mariana Lima: MARQUES, Antonio Luiz, VEIGA, Ricardo Teixeira. As dimensões
múltiplas do comprometimento organizacional: um estudo na ECT/MG. Revista de Administração
Contemporânea, Curitiba, v. 4, n. 2, p. 133-157, maio/ago. 2000. Disponível em: <
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-65552000000200008. >. Acesso
em: 20 jul. 2016.
21

Artigo de periódico em CD-ROM


HAMEL, Gary. A era da revolução. HSM Management, Barueri, v. 4, n.24, jan./fev. 2001. 1 CD-
ROM.
Artigo e/ou matéria de jornal
PEREIRA, Marilúcia. Terra gera conflitos no litoral. Jornal de Santa Catarina, Blumenau, 11 out.
2002. Caderno B, p.8.
Em meio eletrônico
SILVA, Ives Gandra da. Pena de morte para o nascituro. O Estado de S. Paulo, São
Paulo, 19 set. 1998. Disponível em: < http://providafamilia.org/pena_morte_nascituro
.htm.>Acesso em: 19 set. 1998.

5.2.5 Trabalhos acadêmicos


Inclui TCC’s, monografias, dissertações e teses
Dissertação:
VIEIRA, Emardi Feijó. Gestão estratégica na Universidade Regional de Blumenau: evolução
histórica e prospecção de posicionamentos competitivos, um estudo de caso. 2000. 120f.
Dissertação (Mestrado em Administração) – Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade
Regional de Blumenau, Blumenau, 2000.
Tese
PAIXÂO, Claudiane Reis da. Gestão estratégica de pessoas e carreira profissional: estudo de caso.
2015. 243 f. (Doutorado em Administração) – Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2015.
Trabalho de Conclusão de Curso
SILVA, Tania Maria Fernandes da. O bibliotecário catalogador frente à educação continuada. 2010.
37 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Biblioteconomia) – Centro Universitário
Assunção, São Paulo, 2010.
22

6. MODELO DE BANNER:
23

7. Documentos e sites consultados para este manual:

SISTEMA DE BIBLIOTECAS “PROFESSOR JOSÉ STORÓPOLI”. Disponível em:


http://www.uninove.br/biblioteca/sobre-a-biblioteca/apresentacao/. Acesso em 18 ago. 17.

Revista Conscientiae Saúde. Diretrizes para Autores. Disponível em:


http://www4.uninove.br/ojs/index.php/saude/about/submissions#authorGuidelines. Acesso em 18
ago. 2017.

ABNT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS E TÉCNICAS. Disponível:


<http://www.abnt.org.br/normalizacao/consulta-nacional/editais/category/54-2001>. Acesso em 18
ago. 17.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10522: Abreviação na descrição


bibliográfica. Rio de Janeiro, 1988.

_______. NBR 6032: Abreviação de títulos de periódicos e publicações seriadas. Rio de Janeiro,
1989.

Insper – INSTITUTO DE ENSINO E PESQUISA. Plágio Acadêmico. Versão 1 – Agosto/2012.


Disponível em: https://www.insper.edu.br/biblioteca-telles/wp-content/uploads/2015/01/Cartilha-
plagio.pdf. Acesso em 18 ago. 2017. 3p.

SIBi/USP - SISTEMA INTEGRADO DE BIBLIOTECAS / UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.


Diretrizes para apresentação de dissertações e teses da USP: documento eletrônico e impresso
Parte I (ABNT). Disponível em:
http://www.ip.usp.br/portal/images/stories/manuais/caderno_estudos_9_pt_1.pdf. Acesso em 18
ago. 2017.