Você está na página 1de 47

Manual doRÁDIO

Rádio DIGITAL
Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 1
AW-
AW-2200-
2200-3C
MANUAL DO USUÁRIO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 2

1. PREFÁCIO

Este manual contém informações sobre procedimentos de operação, instalação e manutenção do equipamento
AW-2200-3C, utilizado em sistemas digitais de rádio para comunicação ponto-a-ponto.

O manual encontra-se dividido em Seções:

SEÇÃO 1 - INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

SEÇÃO 2 - APRESENTAÇÃO DO EQUIPAMENTO

SEÇÃO 3 - ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

SEÇÃO 4 - INTERFACES

SEÇÃO 5 - CONFIGURAÇÕES DO EQUIPAMENTO

SEÇÃO 6 - INSTALAÇÃO

SEÇÃO 7 - MANUTENÇÃO

SEÇÃO 8 - DIAGRAMA EM BLOCOS

SEÇÃO 9 - GLOSSÁRIO DE TERMOS UTILIZADOS


Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 3

SEÇÃO 1

INFORMAÇÕES DE
SEGURANÇA
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 4

1. INFORMAÇÕES DE SEGURANÇA

1.1 SEGURANÇA

Observe sempre precauções de segurança durante a instalação, operação e manutenção deste produto.
Nenhum ajuste, reparo ou manutenção deve ser realizado pelo operador ou usuário.
Somente pessoas qualificadas ou serviço autorizado estão aptos a realizar reparos ou ajustes neste equipamento.

1.2 VENTOINHAS

O equipamento dispõe de ventoinha interna que não é acessível para os usuários e não oferece risco.

1.3 DESCARGAS ELETROSTÁTICAS

O produto pode ser manuseado pelo usuário, não apresentando problemas quanto à descarga eletrostática. Porém,
como o produto é um equipamento modular, recomenda-se fortemente que o usuário siga a Norma ANSI IPC-A-610
referente à descarga eletrostática (ESD) e utilize pulseira de aterramento quando manusear o equipamento.

1.4 TENSÕES

As interfaces de entrada e saída do equipamento operam com tensões baixas (até 15V, com exceção da alimentação
que pode chegar a 60V). Portanto, o equipamento pode ser manuseado pelo usuário sem nenhum perigo de alta
tensão. Por outro lado, é bom estar atento às sobre-tensões provenientes da Rede de Telecomunicações e da
alimentação elétrica, principalmente se não houver instalação adequada do equipamento.

As informações contidas neste documento são propriedades da AsGa,


sendo sua utilização, divulgação ou reprodução não autorizada.
A AsGa reserva-se o direito de alterar as informações contidas neste manual sem aviso prévio.
A AsGa não se responsabiliza por utilização indevida do equipamento senão aquelas que estão descritas
neste manual e que estão de acordo com as normas da ANATEL.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 5

SEÇÃO 2

APRESENTAÇÃO
DO
EQUIPAMENTO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 6

2. APRESENTAÇÃO DO EQUIPAMENTO

2.1 DESCRIÇÃO GERAL


É um modelo “full-outdoor” com ligação direta dos dados ethernet na ODU através de um cabo de rede padrão
(cabo LAN UTP CAT-5E para uso externo). O equipamento opera como um Switch com 2 portas Giga-Ethernet
elétrica, que permite o direcionamento do feixe de dados para várias direções. A alimentação é feita com um cabo
separado de modo a dar mais flexibilidade ao sistema. A ODU é constituída de uma unidade fechada à prova de água,
onde estão localizadas as seções de interface de dados, as áreas de processamento de sinal, fonte de alimentação e
gerência, modulador/demodulador, conversão de subida/descida, amplificador de baixo ruído/amplificador de potência
e duplexador.
A taxa de transmissão e a modulação podem ser configuradas por software de acordo com a tabela abaixo.
O equipamento que opera na freqüência de 2200 MHz possui potência de transmissão máxima de 30 dBm no terminal
da antena e pode ser variada continuamente. Também conta com controle automático de potência (ATPC) de modo a
otimizar o desempenho do enlace.
O rádio é configurado e monitorado local e remotamente através de um PC ou LAP-TOP via Ethernet / com protocolo
SNMP.
O equipamento permite a configuração em rota, anel e aggregation.

Taxas e modulações disponíveis


8PSK 16QAM 32QAM 64QAM 128QAM 256QAM
TAXA 37 MB 50 MB 63 MB 76 MB 88 MB 100 MB

Abaixo segue uma tabela com os painéis que compõe o equipamento, dependendo da configuração do mesmo.

RESUMO DE CARACTERÍSTICAS

CARACTERÍSTICA AW-2200-3C
2025 a 2110 e 2200 a 2290 MHz OK
Full-Ethernet OK
Controle de potência por software OK
Controle automático de potência TX (ATPC) OK
Canalização de 14MHz OK
Ajuste dinâmico de modulação OK
8PSK OK
16QAM OK
32QAM OK
64QAM OK
128QAM OK
256QAM OK
Código corretor de erros OK
Interleaving OK
Ethernet OK
Configuração Local e Remota OK
Configuração remota SNMP OK
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 7

2.2 PLANO DE FREQUÊNCIA

Plano de Freqüências: 2200 MHz


BANDA BANDA ESP. DUPLEX CANAL IDA VOLTA Documentos
( MHz ) ( KHz ) ( MHz ) ( MHz ) ( MHz ) ANATEL
1 2032,5 2207,5
2 2046,5 2221,5
2200 14 175 3 2060,5 2235,5
Resolução 240/00
4 2074,5 2249,5
5 2088,5 2263,5
6 2102,5 2277,5

Frequências dos Canais e dos Osciladores Locais


SUB CANAL FREQ CH FREQ OL FREQ RX FR OL RX
BANDA ( MHz ) ( MHz ) ( MHz ) ( MHz )
1 2032,5 1892,5 2207,5 2347,5
TX 2 2046,5 1906,5 2221,5 2361,5
BAIXA 3 2060,5 1920,5 2235,5 2375,5
4 2074,5 1934,5 2249,5 2389,5
5 2088,5 1948,5 2263,5 2403,5
6 2102,5 1962,5 2277,5 2417,5
1 2207,5 2347,5 2032,5 1892,5
TX 2 2221,5 2361,5 2046,5 1906,5
ALTA 3 2235,5 2375,5 2060,5 1920,5
4 2249,5 2389,5 2074,5 1934,5
5 2263,5 2403,5 2088,5 1948,5
6 2277,5 2417,5 2102,5 1962,5
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 8

2.3 VISTA DO EQUIPAMENTO


Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 9

SEÇÃO 3

ESPECIFICAÇÕES
TÉCNICAS
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 10

3. ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

3.1 CARACTERÍSTICAS GERAIS

Banda 2200 MHz


Interfaces de Dados Ethernet
Modulações 8PSK, 16QAM, 32QAM, 64QAM, 128QAM, 256QAM
Potência máxima +30 dBm – 8PSK até 128QAM
+29 dBm – 256QAM
Conexão à antena Conector N fêmea, 50Ω
Sistemas 1+0, Anel e Aggregation
Código corretor de Erro Disponível para todas as taxas.
Alimentação -48 VDC ± 25% ou -24 VDC ± 20%
Condições ambientais
de Operação
Temperatura -10 a +55 ºC
Umidade relativa 10% a 100 %
Altitude 5000 m
Instalação em torre
Dimensões Externas
Profundidade 100 mm
Largura 310 mm
Altura 360 mm
Consumo
Sistema 1+0 60 W
Peso Total
8.7 Kg
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 11

3.2 ESPECIFICAÇÕES DO EQUIPAMENTO

Valores Típicos Valor


Faixa de Freqüência 2025~2290 MHz Garantido
Pot. Sd Terminal da ODU sem ATPC
8PSK/16QAM/32QAM/64QAM/128QAM 30 dBm ±1 dB
256QAM 29 dBm ±1 dB
Faixa do ATPC 17 a 30 dBm ±1 dB
Espúrias na saída da antena ≤ -70 dBc , 10 MHz a 5GHz ≤ -60 dBc
Figura de Ruído ≤ 4dB ≤ 5dB
Estabilidade de freqüência ± 2.0 ppm ± 4 ppm
-3 -6
Limiar de Recepção [dBm] TEB = 10 10
37 MB ( 8PSK ) -80 -79
50 MB ( 16QAM ) -78 -77
63 MB ( 32QAM ) -75 -74 +3 dB
76 MB ( 64QAM ) -72 -71
88 MB ( 128QAM ) -69 -68
100 MB ( 256QAM ) -65 -64
Ganho de sistema [ dB ] ( para 1+0* )
-3 -6
TEB = 10 10
37 MB ( 8PSK ) 110 109
50 MB ( 16QAM ) 108 107
63 MB ( 32QAM ) 105 104 -3dB
76 MB ( 64QAM ) 102 101
88 MB ( 128QAM ) 109 98
100 MB ( 256QAM ) 94 93
(TEB ≤10 )
-10
Nível de entrada máximo
8PSK ≥ -24 dBm
16QAM ≥ -26 dBm
32QAM ≥ -28 dBm -3dB
64QAM ≥ -30 dBm
128QAM ≥ -32 dBm
256QAM ≥ -35 dBm
Interface de saída para a antena 50 Ω, Conector N, fêmea
Perda de retorno 2025~2110 MHz e 2200~2290 MHz
na saída da antena ≥18 dB ≥ 15 dB
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 12

3.3 ESPECIFICAÇÕES DO MODULADOR / DEMODULADOR


ITEM TAXAS NOMINAIS Garantido
37MB 50 MB 63 MB 76 MB 88 MB 100 MB
Modulação 8PSK 16QAM 32QAM 64QAM 128QAM 256QAM -
Taxa Bruta [Mbps] 39 52 65 78 91 104 -
Fator de Roll-off (√TX·√RX) 0.16 -
Código Corretor de Erro Reed-Solomon 4001/4095 -
Freqüência de saída do MOD 140 MHz ± 100Hz ± 2KHz
Freqüência de entrada do DEM 140 MHz ± 50KHz -
Banda Ocupada (99% da potência) 13MHz -
Impedância Entrada de FI 50 Ω·, desbalanceada -
Impedância de Saída de FI 50 Ω·, desbalanceada -

3.4 ESPECIFICAÇÕES DO TRANSCEPTOR

ITEM Garantido
FI de transmissão 140 MHz -
FI de Recepção 140 MHz -
Largura do filtro de FI (-1 dB) 14 MHz -
Nível de saída de FI RX -10dBm ± 0.5 dB ± 1 dB
Nível de entrada de FI TX -10dBm ± 1 dB ± 3 dB
Impedância da entrada de FI TX 50 Ω·, desbalanceada -
Impedância da saída de FI RX 50 Ω·, desbalanceada -
Perda de Retorno entrada FI TX ≥ 20 dB em 140 ± 8 MHz ≥ 18 dB
Perda de Retorno saída FI RX ≥ 20 dB em 140 ± 8 MHz ≥ 18 dB
Faixa de operação do CAG de FI ≥60 dB ≥55 dB
Nível para atuação do CAG de RF -60dBm ± 2 dB
Faixa de correção do CAG -93 dBm a -26 dBm ±1 dB

3.5 ESPECIFICAÇÕES DAS INTERFACES DO RÁDIO

ITEM Tipo de Conexão Observação


Conectores para dados Ethernet Elétrica 2XRJ45*** L<100m
Conectores para gerência outband 2XRJ45 L<100m
Conectores Dados óptico 1XSFP Até L< 5000m
Conectores para configuração VT100 1XRJ45 Configuração local
Conectores para configuração de fábrica 1XRJ45 Configuração de fábrica
Tipo do cabo dados Ethernet/Gerência cabo LAN UTP CAT-5E para uso externo Para L>100m, utilizar conex. óptica
2
Fios de alimentação DC Cabo PP com 3 x1.5 mm até 250m / 48V
2
Fios de alimentação DC Cabo PP com 3 x 2.5 mm até 250m / 24V ou 500m / 48V

(***) A interface Ethernet é do tipo 10/100/1000Base-T (1000Mbps) e está de acordo com a IEEE 802.3.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 13

ESPECIFICAÇÃO DA INTERFACE DE DADOS

ITEM
Tipo 10/100/1000-BaseT
Conector de entrada / saída RJ45
Latência 114,1 ms
Pacote máximo 1518 Bytes
Impedância de entrada / saída 802.3/802.1q
Tensão nominal de saída 802.3/802.1q
Perda de retorno de entrada/ saída 802.3/802.1q
Ganho de Jitter 802.3/802.1q
Aceitação de Jitter 802.3/802.1q
Jitter residual 802.3/802.1q
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 14

SEÇÃO 4

INTERFACES
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 15

4. INTERFACES

Abaixo segue desenho indicando a função de cada conector das interfaces de entrada/saída do rádio.

FUSÍVEL
SUPORTE DE FIBRA
CONECTOR DE ALIMENTAÇÃO
MONITORAÇÃO DO NÍVEL RX

CONECTOR DE FIBRA ÓPTICA

MONITORAÇÃO DE FI RX/TX
CONECTOR DE
CONFIGURAÇÃO DE GERÊCIA E
VT 100
CONECTOR DE SAIDA PARA
ANTENA

CONECTOR SFP ETHERNET

CONECTOR ETHERNET 2

CONECTOR ETHERNET 1

CONECTOR DE GERÊNCIA 2

CONECTOR DE GERÊNCIA 1

BORNE DE ALIMENTAÇÃO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 16

SEÇÃO 5

CONFIGURAÇÕES DO
EQUIPAMENTO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 17

5. CONFIGURAÇÃO DO EQUIPAMENTO

5.1 INTRODUÇÃO

A tabela abaixo descreve os itens de configuração, monitoração e alarmes quanto às possibilidades de configuração
para cada módulo ou forma de configuração escolhida.

VT100 SNMP WEB


Controles
Canal de operação (1) OK OK OK
Potência de transmissão ajustável (2) OK OK OK
Operação em CW OK OK OK
Geração de dois tons OK OK OK
Emudecimento do transmissor (PWR MUTE) OK OK OK
Emudecimento da FI de transmissão (IF MUTE) OK - -
Desligamento do FEC (FEC DISABLE) OK - -
Tipo de Modulação OK OK OK
Taxa de transmissão OK OK OK
Telecontrole OK OK OK
Medidas
Nível de recepção OK OK OK
Potência de Transmissão OK OK OK
Temperatura (ODU) OK OK OK
Tensão Primária OK OK OK
Tensões Secundárias OK OK OK
Os itens grifados são usados para teste e não podem ser salvos na configuração

(1) O rádio não permite que a transmissão e a recepção fiquem em canais diferentes, pois os canais autorizados pela
ANATEL são dados aos pares, conforme a tabela do item 2.2.

(2) Deve-se respeitar os limites de potência estipulados na legislação e os permitidos para cada modulação, como
mostra a tabela abaixo.

Potência Máxima
Banda 8PSK 16QAM 32QAM 64QAM 128QAM 256QAM
2200 MHz 30 dBm 30 dBm 30 dBm 30 dBm 30 dBm 29 dBm
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 18

5.2 CONFIGURAÇÕES PELO VT-100

A porta de gerência VT-100 é uma facilidade para gerenciar o rádio localmente quando este estiver em bancada.
Para o acesso do VT-100, utilizar as configurações abaixo:

• Taxa de transmissão: 38400 bauds


• Bits de dados: 8
• Paridade: nenhum
• Bits de parada: 1
• Controle de fluxo: nenhum

Senha: 111

Para acesso ao VT-100 é necessário um cabo USB 2.0 padrão com conectores tipo A e tipo B (vide figura abaixo) e
drive para reconhecimento das portas, cabo e drive acompanham o produto.
O acesso VT-100 é exclusivo para acesso local, não permitindo acesso às estações remotas.
Abaixo segue imagem do cabo de acesso.

CONECTOR TIPO A CONECTOR TIPO B

Para instalar o drive da porta USB copie o arquivo para o micro onde será instalado, conecte o cabo no micro e no
rádio, o micro irá auto detectar o cabo e solicitará o drive, neste passo, basta indicar onde está o drive e este será
reconhecido. Ao instalar o drive, este habilitará quatro portas USB, a porta que será utilizada para acesso ao rádio será
a que estiver identificada com o menor número. Por exemplo, se forem identificadas 3,4,5 e 6, o acesso será feito pela
primeira porta que no caso é a porta 3. Para saber o número das portas é necessário verificar o gerenciador de
dispositivos do computador.
Os passos de configuração a seguir fazem referência à configuração de um equipamento que opera na freqüência de
1500 MHz (AW-1500-3A). Para a configuração do rádio AW-2200-3C os passos serão os mesmos, porém os itens
apresentados nas telas podem variar.

Pelo acesso VT-100 é possível configurar todas as funcionalidades do rádio bem como verificar status de alarme.
Após acessar o rádio aparecerá a seguinte tela:

Figura 5.2.1 – Tela Inicial do VT-100

Para acessar os itens, basta digitar a opção desejada e teclar ENTER.


No item número 1, SUPERVISÃO, é possível ver o status de todos os parâmetros do rádio.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 19

Figura 5.2.2 – Tela de Supervisão

Optando por ver o STATUS RADIO, será mostrada ao usuário a tela abaixo.

Figura 5.2.3 – Tela de Status Resumido

Nesta tela são mostrados ao usuário os principais componentes que compõem o rádio.
Caso haja algum alarme este será indicado pela inscrição ‘ALARME’ caso não haja alarme no componente este
mostrará ‘NORMAL’.
Através das opções de 1 a 7 é possível verificar, com mais detalhe, o alarme indicado. Abaixo vemos como exemplo, o
item 3, o PAINEL MDP.

Figura 5.2.4 – Tela de Status Detalhado do Painel MDP


Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 20

Neste caso vemos que tanto o modulador (MOD) quanto o demodulador (DEM) estão operando normalmente. Caso
haja alguma anormalidade estará indicado ‘ALARME’.

Para voltar ao menu principal, digite zero e depois ENTER e será mostrada a tela inicial, figura 5.2.1

Já na tela inicial podemos acessar o item 2, CONFIGURAÇÃO, para que seja feita a configuração do terminal.

Figura 5.2.5 – Tela de Configuração

Na tela acima vemos todas as opções de configuração do terminal que devem ser feitas a fim de colocar o rádio em
operação.
A seguir veremos os passos iniciais a serem seguidos para por o sistema em operação.

Passo 1 – Canalização (4)

Nesta opção é configurada a frequência de operação do rádio.


Teclar a opção 4 e ENTER para ver a seguinte tela.

Figura 5.2.6 – Tela de Configuração da Frequência de Operação

Na tela são mostradas as opções permitidas pela ANATEL.


Observe que no exemplo, temos uma rádio na faixa de 1,5 GHz.
Para configurar basta selecionar a opção desejada, 1~4, no caso do exemplo acima ou 1~6 no caso do AW-2200-3C e
teclar ENTER.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 21

Passo 2 – Pot TX (5)

Nesta opção é configurada a potência de transmissão que o rádio irá operar.


Ao teclar a opção 5 e ENTER aparecerá a seguinte tela.

Figura 5.2.7 – Tela de Configuração da Potência de TX

Basta digitar 1 para aumentar e 2 para abaixar a potência até se obter a potência desejada.
Os passos de ajuste são de 0.1 O rádio AW-2200-3C possui ATPC (Controle Automático de Potência) obrigatório pela
norma e opera na faixa de 16 dBm a 30 dBm, lembrando que a norma ANATEL determina que este equipamento opere
com 20 dBm em média.

Passo 4 – Grava (18)

Nesta opção é feita a gravação de todos os parâmetros de configuração alterados.


Ao digitar a opção 18 e ENTER terá a seguinte tela.

Figura 5.2.10 – Tela de gravação dos Dados de Configuração

Sempre que for feita qualquer alteração nos parâmetros de configuração do rádio há a necessidade de fazer a
gravação destes dados na memória do rádio. Caso as alterações não sejam gravadas o rádio estará sujeito a
interrupção de tráfego uma vez que caso haja alguma falha de alimentação e o rádio venha a inicializar, este voltará à
última configuração salva.
Para gravar as configurações, basta selecionar a opção 1, sim, e teclar ENTER.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 22

5.3 CONFIGURAÇÕES PELO WEB BROWSER E SNMP

Para poder acessar esse serviço, primeiramente deve-se saber qual o IP que está configurado o rádio. Para tal, é
necessário acessar o terminal através da porta CONFIG, essa trará todas as informações necessárias para liberação
do acesso, tais como IP, Máscara e Gateway. O IP padrão de fábrica é o 10.0.60.13.
O usuário padrão é “admin” e a senha é “cmgrasga” sem aspas.
Nesta sessão poderá ser visualizado e editado todos os parâmetros do rádio tais como potência de transmissão,
frequência de operação, rede, data e tempo do sistema, status, usuários, etc.
Abaixo vemos a tela inicial da configuração via WEB.

*Para maiores detalhes sobre a configuração, consultar o MANUAL DE SUPERVISÃO E GERÊNCIA contido no CD
que acompanha o equipamento.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 23

SEÇÃO 6
INSTALAÇÃO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 24

6. INSTALAÇÃO

6.1 GUIA BÁSICO DE INSTALAÇÃO

O rádio sai de fábrica apto a funcionar, com todas as funções testadas e pronto para ser fixado.
Abaixo segue figura informativa de instalação.

FIGURA 6.1

A figura acima mostra a instalação de um sistema de rota simples com capacidade de 100 Mbps.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 25

6.2 FIXAÇÃO DO TERMINAL


A rádio AW-2200-3C pode ser fixado em mastros de duas a seis polegadas.
Os grampos padrões fornecidos com o equipamento são para mastros de quatro e meia polegadas e caso sejam
necessárias outras medidas, devem ser solicitadas no ato do pedido.
É imprescindível efetuar também o aterramento da ODU na barra de aterramento da torre.
Serão necessários para este procedimento os materiais:

DESCRIÇÃO QTDE
2
CABO FLEXÍVEL VERDE/AMARELO DE 2.5 mm Depende da distância ao terra
CONECTOR TIPO OLHAL, ∅=5 mm 2 para cada montagem de cabo

PARA O ATERRAMENTO DA TORRE

FIGURA 6.2
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 26

VISTA EXTERNA DAS ENTRADAS/SAIDAS DE CABOS

FIGURA 6.3

O próximo passo é fazer a montagem da alimentação primária da ODU.


Abaixo segue o detalhe da montagem do conector de alimentação da ODU, lembrando que esse cabo é do tipo PP e o
padrão de cores dos fios é diferente da IDU.

FIGURA 6.4

A interligação entre a ODU e a antena é feita utilizado um cabo jumper de no máximo dois metros. Este cabo jumper é
confeccionado com cabo RGC 213C, indicado para essas aplicações.
Para uma melhor proteção, prenda o cabo jumper com braçadeiras junto à estrutura da torre.
A interligação do rádio com os equipamentos internos é feita com um cabo UTP CAT-5E FTP preto, para utilização em
ambientes externos e distâncias de até 100 metros, acima de 100 metros é utilizada a porta SFP Ethernet Óptica.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 27

6.3 CONFECÇÃO DO CABO ETHERNET

Este cabo ethernet é utilizado para interligar o rádio, que está fixado na torre, a um equipamento interno, um swith por
exemplo.
É importante seguir as orientações de montagens para garantir um perfeito funcionamento do equipamento e evitar
complicações no processo de instalação.
O cabo indicado para esta aplicação é um CAT5E FTP PRETO, que suporta intempéries e portanto pode ser instalado
em ambientes externos.
Antes de iniciar a montagem do conector que será conectado no rádio, deve-se passar o cabo pelo prensa cabos
correspondente, pois depois de montado, o conector não passará pelo mesmo.
Para tirar o prensa cabos, identifique-o pela figura 6.3 do item anterior, abra a janela de manutenção do rádio e com a
ajuda de um alicate retire o prensa cabos do rádio.

Passo 1 – Insira o cabo FTP pelo prensa cabos na parte frontal conforme a figura.

FIGURA 6.5

Passo 2 – Confeccionar o conector, para isso desencapar o cabo conforme figura.

FIGURA 6.6
Seguir a tabela para posicionar os fios corretamente, inserir o conector e utilizando um alicate apropriado, fazer a
crimpagem do conector.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 28

Após crimpado, é necessário fazer a solda do fio de aterramento do cabo no conector.

FIGURA 6.7
Passo 3 - Após a montagem do conector deverá obter um resultado semelhante ao da figura a seguir.

FIGURA 6.8
Neste ponto já é possível fazer a passagem do cabo na torre ou local onde este será acomodado e posteriormente
instalado no rádio.
A figura a seguir mostra a montagem no rádio.

FIGURA 6.9
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 29

Inserir o cabo pelo orifício do prensa cabos e depois de colocado, colocar a arruela de vedação e a contra porca de
fixação do prensa cabos.
Após este processo deverá obter um resultado semelhante ao da figura abaixo.

FIGURA 6.10
As figuras 6.9 e 6.10 mostram a instalação na visão interna do equipamento para melhor entendimento.

6.4 ALINHAMENTO

Após a instalação completa de todo o enlace há a necessidade de se fazer o alinhamento a fim de conseguir o melhor
nível de recepção.
O alinhamento das antenas deve ser realizado com a ajuda de um notebook acessando o rádio via gerência WEB,
Hyperterminal / VT-100 ou pelo conector CAG localizado na ODU. É necessário fazer o alinhamento, através do ajuste
de azimute e elevação da antena até chegar ao nível de recepção desejado. Com um multímetro conectado à saída de
CAG da ODU fazer a monitoração seguindo os valores na tabela a seguir, onde o nível de RX é dado por:
Nível(dBm)=-10xVCAG. No entanto, a verificação do nível de recepção real em um enlace deve ser feita com um
instrumento de medida apropriado (ex: analisador de espectro ou medidor de potência devidamente calibrado), pois a
leitura do MON NIV RX para este fim serve como referência.
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 30

FIGURA 6.11
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 31

6.4 MODOS DE OPERAÇÃO


O rádio AW-2200-3C pode ser instalado de forma a permitir aumento de capacidade conforme ilustrado a seguir.

6.4.1 OPERAÇÃO EM ROTA SIMPLES

FIGURA 6.12

6.4.2 OPERAÇÃO EM ROTA DE DUAS DIREÇÕES

FIGURA 6.13
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 32

6.4.3 OPERAÇÃO EM ROTA DE TRÊS DIREÇÕES

FIGURA 6.14
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 33

6.4.4 OPERAÇÃO EM ROTA DE QUATRO DIREÇÕES

FIGURA 6.15
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 34

6.4.5 OPERAÇÃO COM SISTEMA AGGREGATION

O
D1
U
O
D1
U

1
0
0
M
B

O
D2
U
O
D2
U

1
0
0
M
B

ON
D
U6
ON
D
U6

1
0
0
M
B

≤ ≤
A
T
É
5
4
0
M
B

A
T
É
5
4
0
M
B
U
S
U
Á
R
I
O

U
S
U
Á
R
I
O

FIGURA 6.16
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 35

SEÇÃO 7

MANUTENÇÃO
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 36

7. MANUTENÇÃO

7.1 INTRODUÇÃO

Nesta seção iremos mostrar quais são os procedimentos de manutenção a serem adotados para detecção e análise
de falhas do equipamento.

7.2 EQUIPAMENTOS DE TESTE E ACESSÓRIOS

Abaixo segue lista de equipamentos e acessórios necessários para detecção e análise de falhas.

OBS MATERIAL CÓDIGO AsGa


Multímetro À escolha do usuário (Zin ≥ 1MΩ)
Chave de fenda À escolha do usuário
Notebook À escolha do usuário
1 Cabo de acesso gerência / VT-100 -
1,2 Fusível para a fonte (8A / lento) WR-1360007-XXX

7.3 MANUTENÇÃO PREVENTIVA E CORRETIVA


Para manter o equipamento funcionando satisfatoriamente faça a sua manutenção preventiva ao menos uma vez por
ano.
São procedimentos simples de monitoração, que ajudam a prever possíveis interrupções, podendo assim fazer uma
parada programada evitando maiores problemas.

Procedimentos:
1. Verificar a presença de algum alarme.
2. Verificar o correto funcionamento da ventoinha.
3. Verificar pelo VT-100 se os itens abaixo estão com os valores corretos para a estação:
• A potência de transmissão
• O nível de recepção
• Tensão primária do rádio
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 37

7.3.1 IDENTIFICAÇÃO DE FALHAS


As condições de alarme são identificadas através de indicações dos LED’s localizados na janela de manutenção do
rádio ou pela supervisão externa (VT-100/SNMP).
O rádio possui LED’s de indicação de alarmes conforme tabelas abaixo.
Os LED’s são úteis para uma indicação rápida do estado do equipamento.
A discriminação exata do alarme pode ser visualizada no terminal VT-100 ou através Gerência WEB.

LED → TX
Apagado Sem alimentação
Verde Transmissão normal
Verde piscante Falha na ventoinha
Vermelho piscante Sintetizador TX normal com perda de potência de transmissão
Vermelho Falha no sintetizador TX

LED → RX
Apagado Sem alimentação
Verde Recepção normal
Verde piscante Alarme de temperatura
Vermelho piscante Sintetizador RX normal com nível de recepção baixo/ TEB alta
Vermelho Falha no sintetizador RX ou falha de sincronismo de portadora

7.3.2 CLASSIFICAÇÃO DOS ALARMES:

ALARMES MAJORITÁRIOS
Perda de potência de transmissão
Falha no sintetizador de transmissão
-3
TEB≥10 (HIGH BER)
Falha no sintetizador RX
Perda da conexão óptica (quando houver)
Perda de sincronismo de quadro

ALARMES MINORITÁRIOS
Alarme de ventoinhas
Alarme de temperatura
Alarme de tensões secundárias
Alarme de tensão primária
-6
TEB≥10 (LOW BER)
SIA enviado
SIA recebido
Manutenção
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 38

ITENS QUE ATIVAM O ESTADO DE MANUTENÇÃO


Sistema 1+1 operando no modo forçado
Operação em CW
Operação com dois tons
Operação de alinhamento de antena
Solicitação de IF TX MUTE
Solicitação de POWER MUTE

7.3.3 REPOSIÇÃO
Por se tratar de um equipamento lacrado, quando identificado um problema, será feita a substituição completa da
unidade.

Após a substituição da unidade, deve-se atentar quanto ao correto fechamento da janela de manutenção. A colocação
incorreta da tampa poderá acarretar entrada de água causando defeito no equipamento.

Observe atentamente o funcionamento do equipamento a fim de averiguar a operação correta, pois o mau
funcionamento pode acarretar uma diminuição no MTBF do rádio.

Observar se as saídas e entradas de cabos estão vedadas para garantir uma perfeita vedação do equipamento.

IMPORTANTE: Sempre que possível, desligar o equipamento antes de efetuar a troca.


Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 39

SEÇÃO 8

DIAGRAMA EM BLOCOS
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 40

8. DIAGRAMA EM BLOCOS
8.1 DIAGRAMA EM BLOCOS DA UNIDADE
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 41

SEÇÃO 9

GLOSSÁRIO DE TERMOS
UTILIZADOS
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 42

9. GLOSSÁRIO DOS TERMOS UTILIZADOS

A tabela seguinte descreve as abreviaturas utilizadas neste manual.


Quando pertinente, também segue entre parênteses o vocábulo original, em inglês.

ABREVIATURA DESCRIÇÃO
λ Comprimento de Onda
A
A Ampere
A/D Analógico para Digital
ADR Endereço (Address)
ALC Controle Automático de Nível (Automatic Level Control)
ALM Alarme
AMP Amplificador
ANT Antena
APC Controle Automático de Fase (Automatic Phase Control)
ATPC Controle Automático de Potência (Automatic Power Control)
AUTO Automático
AWG Padrão de Medida: American Wire Gauge
B
B8ZS Bipolar com 8 Substituições de Zero
BBER Taxa de Erro de Bloco (Backrground Block Error Rate)
BER Taxa de Erro de Bit (Bit Error Rate)
BDA Bloco de Distribuição de Alarmes
BNC Bayonet Navy Connector
BPF Filtro Passa-Faixa (Band Pass Filter)
bps Bits por Segundo
BR CKT Circuito de Derivação (Branching Circuit)
C
C Terminal Comum (rele)
CAG Controle Automático de Ganho
CH Canal
CHV Chave
CLK Relógio (Clock)
CODEC Codificador-Decodificador
CODIF Codificador
CONT Controle
CONV Conversor
CS Canal de Serviço
CSD Canal de Serviço Digital
CSV Canal de Supervisão
CW Portadora (Continuous Wave)
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 43

ABREVIATURA DESCRIÇÃO
D
D/A Digital para Analógico
dB Decibel
dBm Decibel referente a 1mW
DC Corrente Contínua (Direct Current)
DD Dados
DECOD Decodificador
DEM Demodulador
DEMUX Demultiplexador
DE Diversidade de espaço
DET Detector
DF Diversidade de freqüência
DT INTFC Painel Interface de Dados (Data Interface)
DUP Duplexador (Duplexer)
E
EPLD Erasable Programmable Logic Device
ES Segundos com Erro (Errored Seconds)
E/S Entrada/Saída
ESD Descarga Eletrostática (Eletrostatic Discharge)
ESR Taxa de Segundos com Erro (Errored Second Rate)
EXP Expansão
EXT Externo
F
FAN Ventoinha
FEC Código Corretor de Erro (Forward Error Correction)
FET Transistor de Efeito de Campo (Field Effect Transistor)
FI Freqüência Intermediária
FP Painel Frontal (Front Panel)
FRAME Quadro de Dados
FREQ Freqüência
FTP Protocolo de Tranferência de Arquivo (File Transfer Protocol)
G
GND Terra (Ground)
H
H Nível Lógico Alto (High)
H Híbrida
HCMOS High-Speed Complementary Metal-Oxide Semiconductor
HDB3 High Density Bipolar-3
HS Hot stand-by
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 44

ABREVIATURA DESCRIÇÃO
I
IDU Unidade interna ( indoor unit)
IN Entrada (Input)
INTFC Interface
ITU International Telecommunication Union
L
L Nível Lógico Baixo (Low)
LB Loop Back
LED Diodo Emissor de Luz (Light Emitting Diode)
LNA Amplificador de Baixo Ruído (Low Noise Amplifier)
LPF Filtro Passa - Baixa (Low Pass Filter)
M
MAN Manual
MANUT ou MAINT Manutenção
MB Placa-Mãe (Mother Board)
MJ Majoritário ( Major )
MN Minoritário ( Minor )
MOD Modulador
MON Monitoração
MTBF Tempo Médio Entre Falhas (Mean Time Between Failure)
MUX Multiplexador
N
NA Normalmente Aberto (Relê)
NIV Nível
NF Normalmente Fechado (Relê)
NRZ Não-Retorno a Zero
O
ODU Unidade externa ( outdoor unit )
OH Cabeçalho (Over head)
OL Oscilador Local
OPR Operação
OUT Saída (Output)
OW Canal Omnibus (Orderwire)
P
PA Amplificador de Potência (Power Amplifier)
PC Computador Pessoal
PDH Hierarquia Digital Pleisiócrona (Pleisiochronous Digital Hierarchy)
PLL Phase Locked Loop
POT Potência
ppm Partes por milhão
PS Painel Fonte (Power Supply)
PSK Modulação por chaveamento de Fase (Phase Shift Keying)
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 45

ABREVIATURA DESCRIÇÃO
Q
QAM Modulação em Amplitude/Quadratura (Quadrature Amplitude Modulation)
R
REC Recuperação
REG Registrador
RF Radiofreqüência
RX Painel Receptor ou Recepção
RXD Dados Recebidos (Received Data)
S
SCI Interface de Comunicação Serial (Serial Communications Interface)
SCK Relógio Serial (Serial Clock)
SD Saída
SEL Seleção
SES Segundos com Erros Severos (Severely Errored Seconds)
SESR Taxa de Segundos com Erros Severos (Severely Errored Second Rate)
SHELF Bastidor
SIA Sinal Indicador de Alarme (AIS)
SIST Sistema
SPI Interface Serial Periférico (Serial Peripheral Interface)
SV Supervisão
SW Chaveamento (Switch)
SYNC Sincronismo
SYS Sistema
T
TC Telecontrole
TEB Mesmo que BER
TM Telemedida
TRP Cabeça de RF
TS Teles sinal
TTL Transistor-Transistor Logic
TX Painel Transmissor ou Transmissão
TXD Dados Transmitidos (Transmitted Data)
U
UASR Taxa de Segundos Não-Disponíveis (Unavailable Second Rate)
USR INTFC Painel de Interface com o Usuário (User Interface)
V
V Volt
VCO Oscilador Controlado por Tensão (Voltage Controlled Oscillator)
X
XPIC Cancelador de interferência cruzada (Cross Polarization Interference Canceller)
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 46

GARANTIA
Este produto é garantido contra defeitos de fabricação por um período de 12
meses a contar a partir da data do faturamento do produto.

Em caso de defeito de fabricação constatado, a AsGa decidirá em trocar ou


reparar o equipamento defeituoso.

As despesas de transporte do equipamento do Cliente para a AsGa ocorrerão


por conta do Cliente. As despesas de remessa do equipamento
reparado/trocado da AsGa para o Cliente ocorrerão por conta da AsGa.

Esta garantia não é extensiva aos defeitos ou danos causados por manuseio
impróprio, manutenção inadequada, modificação não autorizada, mau uso ou
funcionamento em ambiente ou configurações fora das especificações do
equipamento, remoção das etiquetas de lacre contidas nos produtos, assim
como defeitos provocados por descargas atmosféricas.

REVISÃO 01 02/2012
Manual do Rádio Digital AW-
AW-2200-
2200-3C 47

Você também pode gostar