Você está na página 1de 2

PORTUGUÊS, 12º ANO PROF.

ANTÓNIO ALVES

“MEMORIAL DO CONVENTO” - QUESTIONÁRIO DE VERIFICAÇÃO DE LEITURA

Relembra a leitura efectuada de Memorial do Convento de José Saramago e responde às


questões, de acordo com as instruções:

A. Seleccione a opção correcta:

1. O título Memorial do Convento justifica-se


 a. por se tratar de um texto memorialístico.
 b. porque no romance se relata uma série de factos memoráveis ligados à construção do
Convento de Mafra.
 c. porque se trata de um romance que apela à memória do leitor.

2. A Basílica de S. Pedro de Roma aparece referida no romance


 a. como modelo de convento que D. João V pretende construir.
 b. como um brinquedo real.
 c. por ter sido construído à imagem do convento de Mafra.

3. D. João V foi rei de Portugal em que período?


 a. Entre 1640 e 1650.
 b. Entre 1706 e 1750.
 c. Entre 1750 e 1770.

4. Qual o nome do Franciscano que interveio na decisão real de construir o Convento de Mafra?
 a. Frei António de S. José.
 b. D. Nuno da Cunha.
 c. Frei José.

5. Quem foi Domenico Scarlatti?


 a. Compositor espanhol que, na corte portuguesa, foi professor de música da infanta.
 b. Compositor italiano que, na corte portuguesa, foi professor de música da rainha.
 c. Compositor italiano que, na corte portuguesa, foi professor de música da infanta.

6. João Frederico Ludovice foi


 a. o cientista italiano responsável pela construção da passarola voadora.
 b. o arquitecto italiano responsável pela construção do Convento de Mafra.
 c. o arquitecto alemão responsável pela construção do Convento de Mafra.

7. João Elvas, que segue a comitiva do casamento da Infanta Maria Bárbara, era
 a. inimigo de Baltasar.
 b. amigo de Blimunda.
 c. amigo de Baltasar durante a permanência deste em Lisboa.

8. Baltasar Mateus participou numa batalha, em frente a Jerez de los Caballeros, onde
 a. lhe cortaram a mão esquerda com uma espada.
 b. lhe cortaram a mão direita com uma espada.
 c. perde a mão esquerda estralhaçada.

9. Enquanto o padre Bartolomeu Lourenço vai para a Holanda, Blimunda e Baltasar permanecem
em
 a. Lisboa.
 b. Mafra.
 c. Aveiro.

Publicado em http://port12ano.blogspot.com por Prof. António Alves


10.Blimunda colherá as necessárias 2000 vontades
 a. num auto-de-fé.
 b. em tempo de lua nova.
 c. na procissão do Corpo de Deus e na Lisboa assolada pela febre amarela.

11.O padre Bartolomeu Lourenço partilha o segredo da passarola com


 a. Baltasar e Blimunda.
 b. Baltasar, Blimunda, Scarlatti e o rei D. João V.
 c. Baltasar, Blimunda e Scarlatti.

12.O padre Bartolomeu Lourenço de Gusmão, após o primeiro voo da Passarola,


 a. destrói completamente a máquina.
 b. tenta desmontá-la.
 c. foge, com receio da acção do Santo Ofício.

13.Pêro Pinheiro é o local


 a. de onde é transportada a Benedictione.
 b. onde se aglomeram os trabalhadores do Convento.
 c. onde aterra a Passarola.

14.A sagração da Basílica de Mafra ocorre a 22 de Outubro de 1730


 a. quando um domingo coincide com o aniversário de D. João V.
 b. quando nasce o príncipe D. José, herdeiro do trono.
 c. quando a princesa Maria Bárbara casa com D. Fernando de Espanha.

15.Depois de Baltasar desaparecer com a Passarola, Blimunda procurou-o durante


 a. três anos.  b. sete anos.  c. nove anos.

B. Assinale com um X se as afirmações, que se seguem, são verdadeiras (V) ou falsas (F)

V F
1. Memorial do Convento apresenta-nos uma visão restrita do Portugal do início do séc. XVIII.  

2. A construção do convento de Mafra e a história de amor entre Baltasar e Blimunda são os eixos
 
estruturadores do romance.

3. A ação principal inicia-se com Baltasar a assistir ao auto-de-fé. Entre os condenados pela Inquisição,
 
encontra-se Sebastiana Maria de Jesus.

4. Memorial do Convento pode ser considerado um romance histórico de intervenção social, porque o
paralelo com a situação de ditadura, que se viveu no Portugal dos anos 30 aos anos 70 do século XX, é  
constantemente sublinhado.

5. O narrador, que se move entre passado e presente, controla a ação e as personagens, antecipando-se
ao futuro e, muitas vezes, emitindo opiniões e juízos de valor direcionados claramente ao narratário, talvez  
mesmo ao público leitor do séc. XX.

6. Enquanto leitores, assistimos ao desvario megalómano do rei e ao imenso sofrimento do povo (operários
 
escorreitos e estropiados, cegos, paralíticos).

7. A ação principal inicia-se com D. João V a ir ao quarto da esposa para conseguir um herdeiro para o
 
trono.

8. “Nunca te olharei por dentro” é uma frase proferida por Blimunda em relação a Bartolomeu de Gusmão.  

9. Baltasar e Blimunda conhecem-se num auto-de-fé e, anos mais tarde, casam-se numa capela em Mafra.  

10. A passarola representa o sonho megalómano do rei D. João V.  

Publicado em http://port12ano.blogspot.com por Prof. António Alves