Você está na página 1de 10

Prof. André Motta - mottabip@hotmail.

com

Trabalho – Potência – Exercícios pela ladeira com a horizontal, assinale o que for correto
sobre esse movimento de descida da ladeira pelo ciclista.
1-Alguns estudantes estavam discutindo a possibilidade de 01) O trabalho realizado pelo vento é um trabalho
reduzir o trabalho (T) para arrastar um corpo sobre uma dissipativo.
superfície horizontal, por uma distância d = 2 m, reduzindo 02)A potência desenvolvida pelo ciclista é igual a
o valor da força que atua sobre o corpo e fazendo uso de M.g.sen θ.v.
polias, já que T = F.d. Os arranjos propostos estão 04) A energia potencial diminui, ao passo que a energia
indicados abaixo. cinética permanece constante.
08) O trabalho realizado pelo ciclista é, em módulo, igual
ao trabalho realizado pelo vento.
16) O componente da força do vento que realiza trabalho
é, em módulo igual a Mgsen θ.
Sabendo que os fios são ideais, as polias têm massas 3
desprezíveis e não considerando o atrito, é correto 5-Um automóvel, de massa 1,0·10 kg, que se move com
afirmar: velocidade de 72 km/h é freado e desenvolve, então, um
a) o trabalho realizado nos três casos será o mesmo movimento uniformemente retardado, parando após
b) o trabalho será o mesmo somente nos casos 1 e 3 percorrer 50 m.O módulo do trabalho realizado pela força
porque não existe redução da força de atrito entre os pneus e a pista durante o retardamento,
c) o trabalho será menor no caso 2 porque há redução da em joules, foi de.
4
força a) 5,0 · 10
4
d) existindo atrito, o trabalho será maior no caso 1 b) 2,0 ·1 0
5
e) existindo atrito, o trabalho será menor no caso 3 c) 5,0 · 10
5
d) 2,0 · 10
6
2-Um sólido de massa m = 100 kg desliza sobre um plano e) 5,0 · 10
horizontal sob a ação de uma força constante paralela ao
plano. O coeficiente de atrito entre o móvel e o plano é 6-Durante a Olimpíada de 2000, em Sidney, um atleta de
0,10. O corpo passa por um ponto A com velocidade 2,0 salto em altura, de 60 kg, atingiu a altura máxima de 2,10
m/s e, após o intervalo de 10 s, passa por um ponto B com m, aterrizando a 3 m do seu ponto inicial. Qual o trabalho
2
a velocidade de 22,0 m/s. realizado pelo peso durante a sua descida? (g = 10 m/s )
a) Qual o módulo da força?
b)Qual o trabalho realizado pela força durante o a) 1.800 J
deslocamento de A para B? b) 1.260 J
c) 300 J
3- Um bloco de massa 1 kg é lançado com velocidade d) 180 J
V0 = 2,0 m/s para cima ao longo de um extenso plano e) 21 J
o
inclinado a 45 . O bloco permanece em contato com o
plano, de modo que o coeficiente de atrito entre ambos 7-Considere um pêndulo simples oscilando, no qual as
vale 0,6. Nestas condições, o bloco sobe até uma posição forças que atuam sobre a massa suspensa são a força
limite e desce, retornando à posição de lançamento com gravitacional, a tração do fio e a resistência do ar. Dentre
velocidade VF = 1,0 m/s. O trabalho realizado pela força essas forças, aquela que não realiza trabalho no pêndulo e
de atrito durante o movimento considerado é, em joules, aquela que realiza trabalho negativo durante todo o
igual a: movimento do pêndulo são, respectivamente:
A) – 1,0. a) a força gravitacional e a resistência do ar.
B) – 0,5. b) a resistência do ar e a tração do fio.
C) – 2,0. c) a tração do fio e a resistência do ar.
D) – 1,5. d) a resistência do ar e a força gravitacional.
E) – 2,5. e) a tração do fio e a força gravitacional.

4-Em uma competição de regularidade, um ciclista desce 8-Um corpo de 2,0 kg de massa, inicialmente em repouso,
uma ladeira, com forte vento contrário a seu movimento. é puxado sobre uma superfície horizontal sem atrito, por
Para manter sua velocidade constante, o ciclista pedala uma força constante, também horizontal, de 4,0 N. Qual
com vigor. Considerando M a massa do ciclista mais a será sua energia cinética após percorrer 5,0 m?
massa da bicicleta, v sua velocidade e θ o ângulo formado a) 20 J
b) 10 J
c) 30 J

1|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

d) 40 J 13-Um carregador, em um depósito, empurra uma caixa de


e) 50 J 20 kg, que inicialmente estava em repouso em um piso
9-Sobre um plano horizontal, um corpo, inicialmente em horizontal. Para colocar a caixa em movimento, é
movimento retilíneo uniforme, com 18 J de energia necessária uma força horizontal de intensidade maior que
cinética, foi freado por uma única força, constante, de 30 N. Uma vez iniciado o deslizamento, é necessária uma
mesma direção, mas de sentido contrário ao do movi- força horizontal de intensidade 20 N para manter a caixa
2
mento. Para que o corpo parasse completamente, foi movendo-se com velocidade constante. Adote g = 10 m/s
necessário que essa força atuasse ao longo de 2,0 m da e despreze o efeito do ar.
trajetória. Assinale a alternativa que indica o módulo da a) Determine os coeficientes de atrito estático e cinético
força de freada. entre a caixa e o solo.
a) 10 N b) Determine o trabalho realizado pelo carregador ao
b) 9,0 N arrastar a caixa por 5 m, com velocidade constante.
c) 6,0 N c) Qual seria o trabalho realizado pelo carregador se a
d) 3,0 N força horizontal aplicada inicialmente tivesse intensidade
e) 2,0 N de 20 N?

14-Pedro e Paulo são operários de diferentes firmas de


construção civil. Quando devem erguer um bloco de 50 kg
de massa até uma altura de 5m, Pedro o faz com auxílio de
10-Um bloco de massa m = 2,0 kg é liberado do repouso, uma roldana, enquanto Paulo o faz com auxílio de uma
do alto de um edifício de 130 metros de altura. Após cair roldana e de uma rampa, conforme é mostrado na figura
120 metros, o bloco atinge sua velocidade terminal, de abaixo.
módulo 20 m/s, por causa da resistência do ar. Use g = 10
2
m/s para o módulo da aceleração da gravidade.
a) Determine o trabalho realizado pela força devida à
resistência do ar ao longo dos primeiros 120 metros de
queda.
b) Determine o trabalho total realizado sobre o bloco nos
últimos 10 m de queda.

11-Milton segura um garrafão com água a 0,8 m de altura Analisando ambas as situações, desprezando o atrito e
durante 2 minutos, enquanto sua mãe prepara o local supondo que os blocos se movimentam com velocidades
onde o garrafão será colocado. Qual o trabalho, em joules, constantes, pode-se afirmar que para erguer o bloco Pedro
realizado por Milton enquanto ele segura o garrafão, se a exerce uma força de módulo ___________ que a exercida
massa total do garrafão for m = 12 kg? por Paulo e que o trabalho realizado por Pedro é
a) zero ___________ trabalho realizado por Paulo.
b) 0,8 A alternativa correta, que completa o enunciado acima, em
c) 9,6 seqüência, é:
d) 96 a) maior - menor do que o
e) 120 b) menor - igual ao
c) maior - igual ao
d) maior - maior do que o
12-Na figura a seguir, uma força F horizontal, constante e e) menor - maior do que o
de intensidade 100 N atua sobre um corpo de massa m =
2,0 kg, deslocando-o do ponto A ao ponto B, num percurso 15-Uma força constante, de valor F = 10 N, age sobre um
de 18 m.Calcule o trabalho realizado pela força F neste corpo de massa m = 2 kg, o qual se encontra em repouso
deslocamento AB.900J no instante t = 0 s, sobre uma superfície horizontal sem
atrito (veja figura). Sabe-se que a força F é paralela à
superfície horizontal. Com relação a tal situação, qual é o
valor do trabalho executado pela força F no primeiro
segundo de movimento?
a) 5 J
b) 10 J
c) 15 J

2|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

d) 20 J e) 0,50.
e) 25 J
19-Um carro de massa 1000 kg pode atingir a velocidade
16-La potencia del motor de un vehículo le alcanza para de 108 km/h em 15 s a partir do repouso em uma pista
subir por una pendiente de 60° con una velocidad de 10 plana e horizontal. Se a força de atrito média é igual a 20%
km/h. Si subiera por otra da força exercida pelo motor e supondo 1 HP igual a 750
pendiente de 30°, sin modificar la velocidad, ¿en qué W, assinale a alternativa correta.
2
porcentaje disminuiría la potencia? a) A aceleração do carro durante os 15 s é igual a 2,5 m/s .
a) 13% b) A força média exercida pelo motor é igual a 2000 N.
b) 30% c) A potência instantânea do motor no instante 15 s é 100
c) 42% HP.
d) 50% d) A força de atrito média durante os 15 s é de 400 N.
e) 58% e) A força resultante sobre o carro no instante 15 s é 2400
N.
17- Recentemente, muito se tem comentado sobre o
sistema KERS de recuperação de energia, utilizado por 20- O número de rodas d’água existentes na Inglaterra, no
algumas equipes de Fórmula 1, a partir do campeonato de final do século XI, foi estimado como sendo
2009. A sigla, traduzida, significa Sistema de Recuperação aproximadamente igual a 6000. Ainda hoje, no interior do
de Energia Cinética, ou seja, a tecnologia capta e armazena Brasil, existem moinhos movidos a rodas d´água para
a energia que seria desperdiçada na desaceleração do obtenção, por exemplo, do fubá. Supõe-se que, em média,
carro e, em seguida, a reutiliza num momento a potência de uma máquina hidráulica destas é de 2,0 hp.
determinado pelo piloto, quando precisar de uma potência Se a potência que as turbinas de um Boeing 747 devem
adicional numa ultrapassagem ou num trecho em aclive do gerar para manter o avião em velocidade de cruzeiro é de
circuito. A energia captada e armazenada, de 400 kJ, é 0,30 MW, em termos de rodas d´água, quantas delas
capaz de desenvolver aproximadamente 80 CV de potência seriam necessárias para manter no ar um Boeing 747?
a mais para o motor quando o KERS é acionado. Suponha que 1,00 hp = 750 W
Considerando que 1 CV = 735 W e que toda a energia
armazenada pelo KERS seja convertida em energia cinética,
esse processo ocorre num intervalo de tempo, em
segundos, de aproximadamente 21-Uma construtora comprou um terreno e construiu nele
a) 3,4. um prédio de 4 andares. Instalou em sua cobertura um
b) 6,8. reservatório com 3 caixas d’água de 9.750 litros de
c) 13,6. capacidade. Para encher o reservatório com água da rua,
d) 20,4. foi preciso instalar uma bomba-d’água no subsolo do
prédio. A bomba era ligada automaticamente toda vez que
18-Para levar um pacote de 100 kg ao alto de uma rampa o reservatório ficava com duas caixas vazias. Quando isto
inclinada em 30°, ele foi amarrado a um fio que, depois de acontecia, observava-se que a bomba demorava 20
passar por uma polia, é preso no eixo de um motor de 250 minutos para bombear 19.500 L de água com velocidade
W de potência. Quando acionado, o motor deverá puxá-lo constante, a uma altura de 10 m . Sabendo-se que g = 10
em linha reta e com velocidade constante. Considerando o N/kg e que a massa de 1,0 L de água é 1,0 kg, a potência da
fio e a polia ideais, desprezando todos os atritos e bomba-d’água em watts, é
2
adotando g = 10 m/s , quando puxado pelo motor, a) 1800
o pacote subirá a rampa com uma velocidade, em m/s, b) 2000
igual a c) 1625
d) 2200
e) 1900

22-Uma brincadeira tradicional para meninos é o jogo com


bolinhas de gude. A técnica do polegar, inicialmente
a) 0,05. pressionado contra o dedo indicador e depois esticado
b) 0,10. rapidamente, tem como objetivo gerar mira e potência
c) 0,25. para lançar uma bolinha de vidro contra outras.
d) 0,40. Suponhamos que, durante os 0,5 segundos em que o

3|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

polegar estica-se para dar impulso à bolinha, a qual neste


2
processo de aceleração desloca-se 0,03 m, esse polegar a) 1,4 × 10 J/s.
2
tenha gerado uma potência de 0,06 W. Nessas condições, b) 2,1 × 10 J/s.
2
qual o valor da força que atuou sobre a bolinha de gude? c) 2,4 × 10 J/s.
2
a) 0,05 N d) 3,7 × 10 J/s.
2
b) 0,20 N e) 5,0 × 10 J/s.
c) 1,00 N
d) 30,00 N 26-Um carro sobe, com velocidade constante, uma ladeira
e) 400,00 N com o perfil dado na figura. Chamando de P A, PB e PC as
potências desenvolvidas pelo motor do carro nos pontos A,
23-Num galpão de armazenagem de uma grande rede de B e C, respectivamente, podemos afirmar que
lojas de eletrodomésticos, buscando otimizar o transporte a) PC > PB > PA
em série de volumes pesados, caixas com aparelhos de ar b) PA > PB > PC
condicionado são transportadas desde o solo até um piso 5 c) PB > PA > PC
m mais elevado, através de uma esteira rolante inclinada d) PB > PC > PA
de 30º com a horizontal (figura abaixo). A esteira se move e) PA = PB = PC
com velocidade constante, acionada por um motor elétrico
de 220 W. Admitindo que cada caixa possua peso de 240
N, o número máximo de caixas transportadas a cada
minuto é
o
a) 4 27-Uma esteira rolante, inclinada de 30 em relação à
b) 6 horizontal, transporta uma caixa de massa M = 100 kg a
c) 10 uma velocidade constante v = 3,0 m/s. Sabendo-se que a
d) 11 caixa não desliza e desprezando-se qualquer perda de
e) 16 energia por atrito do motor que movimenta a esteira, a
potência média do motor, em Watts, é igual a
3

24-Um projétil de massa de 20,0 kg disparado pelo canhão a) 1,0 x 10


do veículo caça-tanques brasileiro Sucuri-II possui uma 3
velocidade inicial de 1450,0 m/s. Sabendo que, em b) 1,5 x 10
determinado momento, a cadência de tiro do
3
equipamento é de 6,0tiros/min, podemos afirmar que, c) 2,5 x 10
nessa situação, a potência aproximada, em W, dissipada
pelo canhão para se obter um alcance máximo do projétil 3

vale: d) 3,0 x 10
4
a) 2 x 10 3
5
b) 2 x 10 e) 4,5 x 10
6
c) 2 x 10
7
d) 2 x 10 28-A figura abaixo representa um elevador E de massa
400 kg. Esse elevador recebe uma carga de 100 kg ; o
motor M é acionado e o elevador começa a subir com uma
2
25-Uma pessoa de 70 kg desloca-se do andar térreo ao aceleração constante de 1,0 m/s . As polias e o cabo do
andar superior de uma grande loja de departamentos, elevador são ideais. Sob tais condições, a potência
utilizando uma escada rolante. A figura fornece a instantânea desenvolvida pelo motor 4,0 segundos após
velocidade e a inclinação da escada em relação ao piso ter sido acionado, medida em kW, é
horizontal da loja. Considerando que a pessoa permaneça a) 10
sempre sobre o mesmo degrau da escada, e sendo g = 10 b) 14
2
m/s , sen 30º = 0,50 e cos 30º = 0,87, pode-se dizer que a c) 18
energia transferida à pessoa por unidade de tempo pela d) 20
escada rolante durante esse percurso foi de e) 22

4|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

04) A potência desenvolvida pelo motor durante todo o


percurso da caixa é 100 W.
29-Um elevador é puxado para cima por cabos de aço com 08) A potência desenvolvida pelo motor não depende do
velocidade constante de 0,5 m/s. A potência mecânica tempo de duração da transferência
transmitida pelos cabos é de 23 kW. Qual a força exercida de energia.
pelos cabos? 16) A aceleração com que a caixa é arrastada nos 10
4 2
a) 5,7 x 10 N primeiros metros é 0,5 m/s .
4
b) 4,6 x 10 N
4
c) 3,2 x 10 N 32-Uma escada rolante transporta uma pessoa de 80 kg de
4
d) 1,5 x 10 N um piso A até um piso B (mais alto) em 20 segundos. A
4
e) 1,2 x 10 N escada tem 10 metros de comprimento, 30 degraus e faz
um ângulo de 30º com o piso horizontal. A potência útil
desenvolvida pelo motor para elevar a pessoa é de:
2
(dados g = 10 m/s )
a) 200 watts
b) 300 watts
c) 400 watts
d) 600 watts
30-Um corpo de massa m = 2,0 kg move-se ao longo de e) 800 watts
uma reta, sob a ação de uma única força. A velocidade do
corpo, como função do tempo, é mostrada no gráfico
abaixo. Nessas condições, a potência no instante t = 2 s e a 33-Uma revista informa que certo modelo de automóvel
potência média no intervalo de 0 a 3 segundos, fornecidas possui um motor de 100 CV. Sabendo-se que 1 CV é
ao corpo, medidas em W, são, respectivamente, aproximadamente igual a 736 W, a informação indica que
a) 0 e 13 esse motor, no intervalo de tempo de 1,00 s, é capaz de:
4
b) 0 e 8 a) exercer um torque de 7,36 . 10 Nm.
4
c) 0 e 3 b) realizar um trabalho de 7,36 . 10 J.
5
d) 3 e 8 c) aplicar uma força de translação de 7,36 . 10 N.
e) 8 e 13 d) dissipar uma potência de 7,36 kW.
e) ter um rendimento de 73,6%.
34-Um elevador de um prédio comercial pode levar 5
passageiros de 80 N cada um, sendo o seu próprio peso
igual a 160 N. Determine a potência, em HP que o motor
deste elevador deve desenvolver para suspendê-lo com
velocidade constante de 3,73 m/s?
31-O gráfico abaixo representa o módulo da força que atua a) 32
na mesma direção do deslocamento de uma caixa de 100 b) 28
kg. A caixa é puxada por um motor que gasta 10 s para c) 26
arrastar a caixa nos 10 primeiros metros e mais 10 s para d) 30
arrastar a caixa mais 20 metros. Assinale o que for correto. e) 38

35-Uma bomba hidráulica de 10 hp consegue encher, em


20 min, uma caixa-d’água de 9.000 L de um edifício, situa
da a 20 m de altura. Sabendo que 1 hp = 750 W e que a
3
massa específica da água é igual a 1 g/cm , determine:
a) o rendimento dessa bomba.
b) o tempo necessário para encher a mesma caixa- -d’água
se o seu rendimento fosse de 75% e se ela estivesse
localizada a 15 m de altura.
01) A potência desenvolvida pelo motor nos 20 metros
finais do percurso é 50 W. 36-Ao subir uma rampa de inclinação muito pequena, um
02) Os trabalhos realizados pelo motor em ambos os automóvel tem velocidade máxima que é exatamente a
trechos são diferentes. metade da velocidade máxima se subisse uma segunda
rampa com um ângulo três vezes menor. Sabendo que a
única fonte de dissipação em ambos os casos é a

5|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

resistência do ar, que é diretamente proporcional à rodas. Movendo-se numa estrada retilínea horizontal, na
velocidade, calcule a velocidade na primeira situação. ausência de vento, o automóvel sofre a resistência do ar,
4 2
Dados: potência máxima: 4.10 W; constante de que é expressa por uma força cuja magnitude é F = A V ,
3
proporcionalidade:10 Ns/m onde A é uma constante positiva e V é o módulo da
velocidade do automóvel. O sentido dessa força é oposto
a) 1m/s ao da velocidade do automóvel. Não há outra força
b) 2m/s resistindo ao movimento. Nessas condições, a velocidade
c) 3m/s máxima que o automóvel pode atingir é V0. Se
d) 4m/s quiséssemos trocar o motor desse automóvel por um
e) 5m/s outro de potência máxima P, de modo que a velocidade
máxima atingida, nas mesmas condições, fosse V = 2 V0 ,
37-Um motor elétrico puxa um bloco que está sobre uma a relação entre P e P0 deveria ser:
rampa de inclinação θ coberta de neve, com uma a) P = 2 P0
velocidade constante. Durante a subida do bloco, a neve é b) P = 4 P0
derretida a uma taxa de λ = 0,25 g/s. Supondo que a fusão c) P = 8 P0
da neve se deva somente ao atrito entre o bloco e a neve, d) P = 12 P0
determine a potência do motor P. e) P = 16 P0
Dados: μC = 0,5 (coeficiente de atrito cinético entre o bloco
3
e a neve); L = 80 cal/g (calor latente de fusão do gelo); 41-Uma cachoeira tem uma vazão média de 15 m por se-
3 3 2
1 cal = 4,18 J; senθ = 0,6 e cosθ = 0,8. gundo. A densidade da água é 10 kg/m e g = 10 m/s . Se a
altura da cachoeira é 12 m, então a potência média que
pode ser aproveitada dessa queda-d’água é:
3
38-Uma esteira rolante transporta 15 caixas de bebida por a) 3,0 · 10 kW
3
minuto, de um depósito no subsolo até o andar térreo. A b) 1,8 · 10 kW
o 5
esteira tem comprimento de 12 m, inclinação de 30 com a c) 3,0 · 10 kW
6
horizontal e move-se com velocidade constante. As caixas d) 1,5 · 10 kW
a serem transportadas já são colocadas com a velocidade e) zero
da esteira. Se cada caixa pesa 200 N, o motor que aciona
esse mecanismo deve fornecer a potência de: 42-Um automóvel com massa de 1000 kg percorre, com
a) 20 W velocidade constante V = 20m/s (ou 72km/h), uma estrada
b) 40 W (ver figura) com dois trechos horizontais (I e III), um em
c) 300 W subida (II) e um em descida (IV). Nos trechos horizontais o
d) 600 W motor do automóvel desenvolve uma potência de 30kW
e) 1800 W para vencer a resistência do ar, que pode ser considerada
constante ao longo de todo o trajeto percorrido. Suponha
2
que não há outras perdas por atrito. Use g = 10m/s .
São dados: senα = 0,10 e senβ = 0,15.
39-No alto de uma rampa de inclinação 37°, um motor Determine:
traciona uma corda de massa desprezível, puxando um
bloco para cima com velocidade constante de 2,0 m/s. O
bloco tem massa de 100 kg e o coeficiente de atrito
cinético entre o bloco e a rampa vale 0,20. Despreze o
2
efeito do ar e considere g = 10 m/s .
Sendo sen 37° = 0,60, calcule: a) o valor, em newtons, da componente paralela a cada
a) a intensidade F da força de tração da corda. trecho da estrada das forças FI, FII, e FIV, aplicadas pela
b) a potência útil do motor. estrada ao automóvel nos trechos I, II e IV,
respectivamente.
b) o valor, em kW, da potência PII que o motor

43-Um corpo de massa 0,30 kg está em repouso num local


2
onde g = 10 m/s . A partir de um certo instante, uma força
variável com a distância, segundo a função F = 10 – 20 d
(SI), passa a atuar no corpo na direção vertical e no sentido
40-Um automóvel possui um motor de potência máxima ascendente. Qual a energia cinética do corpo no instante
P0. O motor transmite sua potência completamente às em que a força F se anula?

6|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

a) 1,0 J 46-Um cata-vento utiliza a energia cinética do vento para


b) 1,5 J acionar um gerador elétrico. Para determinar essa energia
c) 2,0 J cinética deve-se calcular a massa de ar contida em um
d) 2,5 J cilindro de diâmetro D e comprimento L, deslocando-se
e) 3,0 J com a velocidade do vento V e passando pelo cata-vento
em t segundos. Veja a figura abaixo. A densidade do ar é
3
44-Numa pista de teste de freios, um boneco é arremes- 1,2 kg/m , D = 4,0 m e V=10 m/s. Aproxime π ≈ 3.
sado pela janela de um veículo com a velocidade de 72 a) Determine a vazão da massa de ar em kg/s que passa
km/h. Assinale, respectivamente, a energia cinética do pelo cata-vento.
boneco ao ser arremessado e a altura equivalente de uma b) Admitindo que este cata-vento converte 25% da energia
queda livre que resulte da energia potencial de mesmo cinética do vento em energia elétrica, qual é a potência
valor. Considere que o boneco tenha 10 kg e que a elétrica gerada?
2
aceleração da gravidade seja 10 m/s .
a) 1.000 joules e 30 metros
b) 2.000 joules e 20 metros
c) 2.200 joules e 30 metros
d) 2.400 joules e 15 metros
e) 4.000 joules e 25 metros

45-Um carro de corrida de massa M = 800 kg percorre uma


pista de provas plana, com velocidade constante V 0 = 60 47-Deixa-se cair continuamente areia de um reservatório a
m/s. Nessa situação, observa-se que a potência uma taxa de 3,0 kg/s diretamente sobre uma esteira que
desenvolvida pelo motor, P1 = 120 kW, é praticamente se move na direção horizontal com velocidade V.
toda utilizada para vencer Considere que a camada de areia depositada sobre a
a resistência do ar (situação 1, pista horizontal). esteira se locomove com a mesma velocidade V, devido ao
Prosseguindo com os testes, faz-se o carro descer uma atrito. Desprezando a existência de quaisquer outros
ladeira, com o motor desligado, de forma que mantenha a atritos, conclui-se que a potência em watts, requerida para
mesma velocidade V0 e que enfrente a mesma resistência manter a esteira movendo-se a 4,0m/s, é
do ar (situação 2, inclinação α). Finalmente, faz-se o carro
subir uma ladeira, com a mesma velocidade V0, sujeito à
mesma resistência do ar (situação 3, inclinação θ).

a) 0.
b) 3.
c) 12.
d) 24.
e) 48.

48-No lançamento do martelo, os atletas lançam


Note e adote: Considere, nessas três situações, que apenas obliquamente uma esfera de metal de pouco mais de 7 kg.
a resistência do ar dissipa energia. A maioria dos atleta olímpicos, quando consegue lançar o
a) Estime, para a situação 1, o valor da força de resistência martelo com um ângulo de aproximadamente 45º com a
do ar FR, em newtons, que age sobre o carro no sentido horizontal, atinge distâncias de cerca de 80 m. Dos valores
oposto a seu movimento. dados a seguir, assinale o que mais se aproxima da energia
b) Estime, para a situação 2, o seno do ângulo de cinética que esses atletas conseguem fornecer ao martelo
inclinação da ladeira, sen α, para que o carro mantenha a 2
(adote g = 10m/s ).
velocidade V0 = 60 m/s. a) 3J.
c) Estime, para a situação 3, a potência P3 do motor, em b) 30J. .
kW, para que o carro suba uma ladeira de inclinação dada c) 300J.
por sen θ = 0,3, mantendo a velocidade V 0 = 60 m/s.

7|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

d) 3000J. d)1,0
e) 30000J. e) 3,1

49-Una máquina eleva verticalmente una carga de 200 kg 53-Um fazendeiro possui, em suas terras, uma pequena
mediante una cuerda que se arrolla en un tambor de 20 queda d’água, cuja altura é de 12 metros. Tendo verificado
3
cm de radio. Determinar la potencia desarrollada por la que, nesta cachoeira, caem 5,0 m de água em 2,0
fuerza que ejerce el cable, cuando el tambor gira a 300 minutos, sentiu-se estimulado a construir uma usina
rpm, con velocidad angular constante. hidrelétrica para instalação elétrica de sua fazenda.
2
Lembrando que a aceleração da gravidade é de 10 m/s , 1
3
m de água corresponde a 1000 L e que 1 L de água possui
uma massa de 1 kg, a potência máxima desta cachoeira em
KW, é:
a) 7,0
b) 5,0
c) 9,0
d) 12,0
e) 14,0
54-Observe as situações abaixo, nas quais um homem
50-Sobre um corpo inicialmente em repouso em um plano desloca uma caixa ao longo de um trajeto AB de 2,5 m. As
horizontal sem atrito, atua uma força horizontal de direção forças F1 e F2, exercidas pelo homem nas duas situações,
e sentido constantes, cuja intensidade varia com a têm o mesmo módulo igual a 0,4 N e os ângulos entre suas
distância percorrida, de acordo com o gráfico. Nessas direções e os respectivos deslocamentos medem θ e 2θ .
condições, o trabalho realizado pela força sobre o corpo, Se K é o trabalho realizado, em joules, por F 1, o trabalho
após o deslocamento de 6,0m, é igual, em J, a realizado por F2 corresponde a

a) 110
b) 120
Q
c) 130 a)
d) 140 P
e) 150 Q
b)
P-Q
Qsenθ
c)
P-Q
Q
51-A soma das massas de um ciclista e de sua bicicleta é de d)
P-Qsenθ
98 kg. As diversas forças retardadoras do movimento
Qsenθ
possuem um efeito médio de uma força atuando na e)
direção do movimento e em sentido contrário, de P-Qcosθ
intensidade igual a 10 N, independentemente da
velocidade. Sabendo que a pista é horizontal e o ciclista 55-Uma carreta de 10 toneladas, ao subir uma rampa com
desloca-se com uma velocidade constante de 18 km/h, velocidade constante, eleva-se de 15 m na vertical ao
determine: percorrer 100 m em 20 s. A resultante das forças de
a) A força de tração que ele exerce; resistência (atrito e resistência do ar) que agem sobre a
2
b) A potência desenvolvida por ele. carreta equivale a 3% de seu peso. Adotando g = 10 m/s , a
potência da força exercida pelo motor é de:
52-Um corpo de massa 0,20kg, preso por um fio, gira em a) 70 kW
movimento circular e uniforme, de raio 50 cm, sobre uma b) 90 kW
superfície horizontal lisa. O trabalho realizado pela força c) 120 kW
de tração do fio, durante uma volta completa, é: d) 150 kW
a)0 e) 200 kW
b)6,3
c)10 56-Uma usina hidroelétrica foi construída para aproveitar
uma queda d’água de 20 m de altura. A vazão da água é de

8|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com
2 3 3 3
2,0 · 10 m /s, a densidade da água é 1,0 · 10 kg/m e soma de seu peso e do peso de seus ocupantes, contrária
2
considera-se g = 10 m/s . A potência teórica máxima ao sentido do movimento. Sabendo que a potência
disponível, para geração de eletricidade, nessa usina, é de: máxima do motor que move o elevador é igual a 105 kW,
6
a) 4,0 · 10 W que a massa do elevador é de 1.000 kg e que a massa
7
b) 4,0 · 10 W média de cada pessoa que o utiliza é de 75 kg, determine:
8
c) 4,0 · 10 W a) a potência consumida pelo motor para que o elevador
9
d) 4,0 · 10 W suba vazio.
10
e) 4,0 · 10 W b) a potência cedida pelo motor para que o elevador desça
vazio.
57-Em um terminal de cargas, uma esteira rolante é c) a máxima ocupação do elevador para que ele possa se
utilizada para transportar caixas iguais, de massa M = 80 movimentar em qualquer sentido.
kg, com centros igualmente espaçados de 1 m. Quando a
velocidade da esteira é 1,5 m/s, a potência dos motores
para mantê-la em movimento é P0. Em um trecho de seu
percurso, é necessário planejar uma inclinação para que a
esteira eleve a carga a uma altura de 5 m, como indicado.
Para acrescentar essa rampa e manter a velocidade da
esteira, os motores devem passar a fornecer uma potência
adicional aproximada de:

a) 1.200 W
b) 2.600 W
c) 3.000 W
d) 4.000 W
e) 6.000 W

58-Um elevador de massa mE = 200 kg tem capacidade


máxima para 6 pessoas, cada uma com massa mP = 70 kg.
Como forma de economizar energia há um contra-peso de
massa mCP = 220 kg. Calcule a potência mínima que o
motor deve desenvolver para fazer com que o elevador
possa subir com a carga máxima e velocidade constante V
= 0,5 m/s. Expresse o resultado em kW.
2
Considere g = 10m/s .
motor
elevador

contra-peso

59-Um carro de 1.000 kg parte do repouso em movimento


uniformemente variado e sobe 100 m em 5 s, ao longo de
uma rampa inclinada de θ em relação à horizontal.
Sabendo que sen θ = 0,2 e que a resistência do ar pode ser
desprezada, determine:
a) a potência média da força resultante nesses 5 s.
b) a potência média da força peso nesses 5 s.

60-Um elevador é projetado para se mover, em qualquer


situação, a uma velocidade constante de 5 m/s. Os trilhos
aplicam ao elevador uma força de atrito igual a 20% da

9|Projeto Futuro Militar – www.futuromilitar.com.br


Prof. André Motta - mottabip@hotmail.com

GABARITO: 53-B
54-D
01-A 55-B
02-a) 300 N b) 36kJ 56-B
03-D 57-E
04-07 58- 2
05-D 59-a) 160 kW b) -40 kW
06-B 60-a) 60 kW b) 40kW c) 10
07-C
08-A
09-B
10-a) – 2kJ b) nulo
11-A
12-900 J
13-a) 0,15 e 0,10 b)100 J c) nulo
14-C
15-E
16-C
17-B
18-E
19-B
20-200
21-C
22-C
23-D
24-C
25-B
26-C
27-B
28-E
29-B
30-A
31-17
32-A
33-B
34-B
35-a) 20% b) 4 min
36-B
37-209 W
38-C
39-a) 760 N b) 1520 W
40-C
41-B
42-a)1500N, 2500N, 0N
b) 50 kW
43-A
44-B
45-a) 2.000 N b) 0,25 c) 264 kW
46-a) 144 kg/s b) 1800 W
47-D
48-D
49-12560 W
50-E
51-a) 10N b) 50 W
52-A

10 | P r o j e t o F u t u r o M i l i t a r – w w w . f u t u r o m i l i t a r . c o m . b r

Você também pode gostar