Você está na página 1de 2

Astronomia 2018 IFPR – Campus Ivaiporã

Oque tem no céu? Dicionário Astronômico

Docente: Adriano Ortiz

Discente: Thiago Cherpinski

Estrela: Estrela é um corpo celeste que produz e emite energia, as estrelas têm luz
própria, e seu deslocamento/movimento na esfera celeste é quase imperceptível de um
observador na Terra, devida sua grande distância. As estrelas estão em processo de
fusão nuclear emanando energia. As cores das estrelas influenciam em seus tamanhos,
sendo que as estrelas azuis são as maiores estrelas e as mais quentes também (Isso
devido ao fato de uma estrela azul ser muito grande e ter muito “material” para fazer a
fusão nuclear, devido a isto também, as estrelas azuis tem curto período de vida, pois
queimam muita energia muito rápido). E as estrelas vermelhas são as menores e mais
frias e seguindo a lógica das estrelas azuis, as estrelas vermelhas são mais frias e
queimam menos energias e por isto tem maior tempo de vida e são a maioria das
estrelas.

Meteoro: Resulta a partir de um corpo celeste em atrito com a atmosfera gerando


rastros luminosos.

Satélite: Um corpo celeste ou objeto que gravita/orbita em torno de outro corpo celeste.

Satélite Natural: Um corpo celeste que gravita/orbita em torno de outro corpo celeste.
Ex: Terra  Lua

Satélite Artificial: Objeto artificial que gravita/orbita em torno de um corpo celeste.

Ex: Terra  Satélite de sinais

Comment by Adriano Ortiz: Você deu o exemplo, porém o texto não


diferencia ele do satélite natural. Eles são a mesma coisa?
Não, o que diferencia o artificial é que o homem o coloca para
gravitar/orbitar em torno de um planeta ou qualquer outro corpo celeste.
Duvida
Planeta: Planeta é um corpo celeste cuja luz é apenas refletiva do corpo celeste o qual
orbita e outros corpos celestes não influenciam em seu movimento.

Buraco Negro: Um buraco negro é um corpo celeste de massa muito grande para o
espaço que ocupa, resultando um campo gravitacional tão forte do qual nem sequer a
luz pode escapar.
Galáxia: Galáxia é a palavra usada para determinar um sistema que pode ser composto
por inúmeras estrelas. O nosso planeta Terra está dentro de uma galáxia, a famosa Via
Láctea, sendo composta por diversas estrelas como o nosso Sol, que é o centro do nosso
sistema: o sistema Solar.

Constelações: Constelação é um conjunto de estrelas.

Aglomerados: Aglomerados são conjuntos de galáxias.

Matéria Escura: É uma parte do Universo que os astrônomos sabem que existe, mas
ainda não sabem exatamente o que seja. É matéria, porque se consegue medir sua
existência por meio da força gravitacional que ela exerce. E é escura, porque não emite
nenhuma luz.

Estação Espacial: Estação espacial é uma estrutura artificial concebida para a


permanência humana no espaço. A distinção entre uma estação espacial e uma nave
espacial reside na ausência de sistemas de propulsão ou de aterragem.

Ondas eletromagnéticas: As ondas eletromagnéticas são pulsos energéticos capazes de


se propagar no vácuo. Elas são criadas a partir da interação entre um campo elétrico e
um campo magnético.

Ondas gravitacionais: Ondas gravitacionais são ondulações de gravidade causadas


pela movimentação de objetos no espaço.

Cometas: Corpo celeste que se move em torno do Sol em trajetória mais excêntrica que
a dos planetas e com maior grau de inclinação em relação à eclíptica; consiste em um
núcleo de fraca luminosidade formado por pequenas partículas sólidas, cercado por um
envoltório gasoso e apresentando, por vezes, ao aproximar-se do Sol, uma cauda
luminosa que pode atingir milhões de quilômetros de extensão.

Asteroides: Os asteroides são corpos rochosos e metálicos que possuem órbita definida
ao redor do Sol. Fazem parte dos corpos menores do sistema solar, possuindo,
geralmente, apenas algumas centenas de quilômetros. Alguns asteroides possuem
satélites naturais

Nebulosas: Nuvem de matéria interestelar. Divide-se em nebulosa a reflexão, quando


apresenta espectro contínuo; planetária e difusa, quando o espectro é de raia, e obscura,
quando o espectro é não luminoso, mas absorvente.