Você está na página 1de 17

MANUAL DE OPERAÇÕES DO SISTEMA DE AUTOMAÇÃO

MÁQUINA DE CORTE E SOLDA


(PARA MÁQUINAS VERSÃO 3.XX)

VERSÃO 3.00
INDICE

01. INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO .................................................................................................................................... 3


02. TELA INICIAL................................................................................................................................................................ 4
03. OPERAÇÃO .................................................................................................................................................................. 5
04. CONFIGURAÇÃO DE QUANTIDADE E PACOTE ........................................................................................................... 6
05.. OPERAÇÃO MANUAL................................................................................................................................................. 7
06. MENU DE CONFIGURAÇÕES ....................................................................................................................................... 8
07. CAMES DE OPERAÇÃO ................................................................................................................................................ 9
08. CONFIGURAÇÃO DOS ACESSÓRIOS ......................................................................................................................... 10
08. CONFIGURAÇÃO DOS ÂNGULOS DE OPERAÇÃO ..................................................................................................... 11
09. PARAMETROS ........................................................................................................................................................... 13
10. CONFIGURAÇÕES DA FOTOCÉLULA ......................................................................................................................... 16
11. SALVAR E RECUPERAR RECEITAS ............................................................................................................................. 17
01. INSTRUÇÕES DE INSTALAÇÃO

A MICROAÇO NÃO SE RESPONSABILIZA POR ACIDENTES OCASIONADOS PELO


MAL USO DO EQUIPAMENTO, O OPERADOR DEVE SEGUIR NORMAS DE
SEGURANÇA E UTILIZAR OS EPIS NECESSÁRIOS PARA SUA PROTEÇÃO.

SUGERIMOS A INSTALAÇÃO DE BOTÕES DE EMERGÊNCIA EM DIVERSOS PONTOS


DA MÁQUINA, E QUE ESTEJAM TODOS EM LOCAIS VISIVEIS E DE FÁCIL ACESSO.

AO REALIZAR MANUTEÇÃO OU QUALQUER INTERVENÇÃO NAS PARTES MOVEIS,


GIRANTES E AQUECIDAS DA MÁQUINA, PRESSIONE O BOTÃO DE EMERGÊNCIA E
AGUARDE A PARADA TOTAL DA MÁQUINA, E EM SEGUIDA DESLIGUE A CHAVE
GERAL.

PARA A CORRETA INSTALAÇÃO DO EQUIPAMENTO, VERFIQUE TODAS AS


LIGAÇÕES NO ESQUEMA ELÉTRICO, OBSERVANDO SEMPRE A TENSÃO DE
ALIMENTAÇÃO E ESPECIFICAÇÕES DE CABOS PARA LIGAÇÃO.
02. TELA INICIAL

Ao ligar a máquina a Tela Inicial será exibida (figura 1), nesta tela consta o Logotipo da Microaço e
os dados para contato.

No canto inferior esquerdo da tela são exibidas as versões do software tanto da IHM como do CLP,
estas informações são necessárias em caso de assistência técnica.

A IHM possui o recurso touchscreen, ou seja, sua operação é realizada tocando sobre a tela,
exatamente no ponto onde se deseja acionar ou alterar.

Toque em qualquer parte tela para ir para a Tela de Operação (figura 2)

Figura 1 - Tela Inicial


03. OPERAÇÃO

A tela de OPERAÇÃO é a principal tela de operações da máquina, através dela podemos:

- ① Ligar e desligar o desbobinador, caso a máquina seja ligada em modo automático, e o


desbobinador estiver desligada o mesmo entrará em operação automaticamente;

- ② Ligar e desligar a esteira transportadora, caso a máquina seja ligada em modo automático, e a
esteira estiver desligada a mesma entrará em operação automaticamente;

- ③ Ligar e desligar operação automática;

- ④ Neste campo definimos a largura/comprimento do pacote/corte/saco, toque sobre o valor


para alterar;

- ⑤ Nesta tecla temos acesso ao menu para alteração da quantidade e quantidade do pacote;

- ⑥ Nesta tecla acessamos a tela do menu de configuração e parametrização;

- ⑦ Nesta tecla acessamos o modo de operação MANUAL;

- Nesta tela ainda temos algumas indicações de produção como:


CORTES POR MINUTO: indica a quantidade de pacotes cortados por minuto;
METROS POR MINUTO: indica quantos metros de material são cortados por minuto;
CONTADOR: indica quantos cortes já foram realizados/produzidos.

❻ ❺ ❼

❶ ❷ ❸

Figura 2 - Tela de Operação


04. CONFIGURAÇÃO DE QUANTIDADE E PACOTE

Para ter acesso a tela de configuração de quantidades e pacote, na tela de operação (Figura 2),
pressione a tecla PACOTE ⑤, a tela abaixo será exibida (figura 3).

❶ ❷ ❸

❹ ❺ ❻

❼ ❽

Figura 3 - Configuração de Pacote

Nesta tela (Figura 3) é apresentada a tela de configurações de quantidades e pacote, onde


podemos fazer as seguintes configurações e operações:

① Espera: serve ajustar o tempo de espera, este é o tempo que a máquina fica parada após
realizar a produção/contagem de um pacote, esta pausa serve para o operador retirar os sacos na
quantidade definida por pacote;

② Produzir: definir a quantidade a ser produzida, neste campo determinamos a quantidade de


cortes/sacos que serão realizados, após atingir esta quantidade a máquina irá parar a operação, e aguardar
o contador ser zerado para que possa ser reiniciado um novo ciclo. Ex. se digitar 10.000, após produzir essa
quantidade a máquina irá parar;

③ Totalizador: nesta campo podemos visualizar a quantidade já produzida, este campo não
permite alteração, apenas pode ser zerado para reiniciar uma nova contagem;

④ Reposição: este campo também é para somente visualização, não pode ser alterado, este
campo é um contador que é ativado ao se pressionar a tecla INIBE CONTADOR ⑦, a contagem do
TOTALIZADOR ③ é “pausada”, e os sacos produzidos são contados neste campo, ao liberar a tecla INIBE
CONTADOR, este campo é zerado, e a contagem retorna a ser realizada pelo campo TOTALIZADOR;

⑤ Pacote: neste campo definimos a quantidade de sacos em cada pacote. Ex. ao digitar o valor 50,
a cada 50 sacos/cortes, a máquina realiza uma pausa, o tempo de pausa é definido pelo tempo de ESPERA
①, após este tempo a máquina volta a operação normal;
⑥ Parcial: este campo serve somente para visualização, não pode ser alterado, ele faz a contagem
de quantos sacos/cortes faltam para atingir a quantidade de um PACOTE;

⑦ Inibe Contador: esta tecla inibe a contagem de cortes/sacos, todos os sacos que forem
produzidos enquanto esta tecla estiver pressionada, não serão contabilizados pelo Totalizador;

⑧ Zera Contador: esta tecla zera todos os contadores, reiniciando o ciclo de contagens da
máquina.

05. OPERAÇÃO MANUAL

Para ter acesso a tela de operação manual, na tela de operação (Figura 2), pressione a tecla
MANUAL ⑦, a tela abaixo será exibida (figura 4).

Nesta tela podemos executar operações manualmente na máquina, e para que seja possível acessar
esta tela, a máquina não pode estar operando em modo automático, ela deve estar parada.


❶ ❷


❾ ❽

❾ ❹ ❼

Figura 4 - Tela de Operação Manual

① Velocidade Manual: neste campo é definida a velocidade de avanço do “filme”, para esta
operação a velocidade pode ser alterada de 1 até 20% da velocidade máxima do servo;

② Habilita ou desabilita a esteira: este recurso permite ligar o motor da esteira de saída;

③ Habilita ou desabilita o desbobinador: este recurso permite ligar o motor do desbobinador, para
que sejam realizados ajustes manuais na posição da balança;
④ Gira cabeçote: através deste botão, podemos executar o giro do cabeçote;

⑤ Avanço: Executa o avanço do “filme”, obedecendo a velocidade determinada no item ①;

⑥ Recuo: Executa o recuo do “filme”, obedecendo a velocidade determinada no item ①;

⑦ Manual OFF: esta tecla desliga a operação manual e retorna para a tela de operação automática
(Figura 2);

⑧ Servo ON / Servo OFF: esta tecla faz com que o servo motor seja desmagnetizado, e fique com
seu eixo livre, permitindo o gira manual do rolo transportador;

⑨ Estas teclas servem para acionar individualmente os acessórios da máquina.

06. MENU DE CONFIGURAÇÕES

Para ter acesso a tela do menu de configurações, na tela de operação (Figura 2), pressione a tecla
SETUP ⑥, a tela abaixo será exibida (figura 5).

Através desta tela podemos acessar todas as configurações e ajustes para o correto funcionamento
do equipamento.

❶ ❹

❷ ❺

Figura 5 - Tela Menu de Configurações


07. CAMES DE OPERAÇÃO

Antes de iniciar a configuração dos acessórios e ângulos, deve-se entender como funciona o sistema
de ângulos do came principal:

O Came principal é determinado pela


posição do cabeçote de corte, a posição “zero” do
sistema é determinada pelo ponto mais alto do
conjunto da faca de corte, nesta posição deve-se
ajustar o sensor de posição “zero”, que fica próximo
ao eixo principal da máquina.

Se este sensor estiver fora de


posição, não será possível ter um
correto funcionamento do equipa-
mento, pois o transporte do filme e a operação
dos acessórios ocorrerão em momentos
inadequados, essa operação pode causar danos
no equipamento.

Figura 6 - Imagem ilustrativa do came do cabeçote

Este é o mostrador dos ângulos de operação


na IHM, os ângulos podem ser configurados de 0 a
360 graus, o primeiro mostrador mostra a posição
atual do cabeçote, o segundo mostrador vai
mostrar o ângulo inicial e o terceiro mostrador o
ângulo final de operação.

Figura 7 - Mostrador de angulo de operação da IHM

Ao realizar os ajustes dos acessórios e dos ângulos de operação, tome cuidado


para que os ângulos de operação dos mesmos não coincidam com o ângulo de
transporte, isso pode causar o rompimento do filme, perdas de material e danos
no equipamento.
08. CONFIGURAÇÃO DOS ACESSÓRIOS

Nesta tela podemos fazer todos os ajustes para o correto uso dos acessórios do equipamento, são 4
acessórios disponíveis, todos são configurados independentes um do outro.

Figura 8 - Tela de Configuração de Acessórios

Estando na tela MENU (Figura 5) acesse a tecla ACESSÓRIOS ②, ao pressionar a mesma a tela de
configuração do acessório (Figura 6) será exibida, esta é a tela para ajustes dos acessórios, pressione as
teclas de navegação conforme abaixo para navegar entre:

Ao pressionar esta tecla retorna para tela de MENU.

Configurações dos Acessórios:

Para cada acessório temos que determinar seu ângulo de operação inicial, final e o tempo de
operação:

- Ângulo inicial: é o pondo o acessório será ligado;

- Ângulo final: é o ponto em que o acessório deve ser desligado;

- Tempo: é o tempo máximo que o acessório vai permanecer ligado;

No caso do desligamento do acessório, ele ocorrerá pelo comando que for executado primeiro, ou
seja, tanto o ângulo final como o tempo de operação podem desligar o acessório. Ex: se o acessório passar
pelo ângulo final antes do tempo ajustado ele é desligado, a mesma coisa ocorre se o tempo chegar ao fim
antes que o came passe pelo ângulo final.
- Botão ÂNGULO/TRANSPORTE: esta tecla determina se o acessório vai ser acionado por ângulo ou
somente após o transporte, se for ajustado para ângulo, todas as vezes que o came passar pelo ângulo de
operação o mesmo será acionado, mesmo que não tenha ocorrido o transporte do “filme”. caso esteja
configurado para TRANSPORTE, o acessório só liga após o sistema ter transportado o filme.

- Botão LIGADO/DESLIGADO: este botão habilita ou desabilita o acessório, deixe ligado apenas os
acessórios que serão utilizados no processo, os demais devem permanecer desligados.

08. CONFIGURAÇÃO DOS ÂNGULOS DE OPERAÇÃO

Os ângulos de operação são responsáveis pelas funções executadas de acordo com o came de
operação.

Para realizar estes ajustes deve-se ler antes o tópico sobre os cames de operação, pois os ângulos
de operação seguem a mesma lógica, que também é utilizada nos acessórios.

Figura 9 - Configuração do angulo de avanço

Ângulo de avanço: é o ponto em que a máquina realiza o transporte do “filme”, não se deve acionar
nenhum acessório que tenha contado com o “filme” neste ângulo, caso isto ocorra ocorrerá o rompimento
do mesmo.

Ângulo de parada do cabeçote: Neste campo configuramos a posição de parada do cabeçote da


faca, este ajuste serve para fazer com que o cabeçote sempre pare na posição de cima do came, o ponto
de parada ideal é na posição “0 graus”.
Ângulo de solda: neste campo determinamos o ângulo onde o cabeçote realiza a solda/corte do
“filme”. Também temos que definir o tempo de solda, pois quando ligamos este tempo, este valor vai
definir o tempo que o cabeçote fica parado na parte de baixo (cortando/soldando).

Ângulo de retorno: neste campo determinamos o ângulo de retorno da máquina, este ângulo é
utilizado junto com os PARAMETROS:

- medida de retorno;

- retorno ciclo a ciclo;

- parada com retorno;


09. PARAMETROS

Os parametros servem para fazer diversos ajustes para o correto funcionamento do sistema, bem
como configurações de operação:

Figura 10 - tela de parâmetros 1

Parametros 1

Nesta tela podemos ajustar:

- Inicio batidas: este parametro determina quantos giros o cabeçote realiza antes de transportar o
“filme” a primeira vez, este parametro só serve para o start da máquina.

- Endoder: neste campo deve ser informado quantos pulsos por volta tem o encoder do cabeçote.

- Atraso na partida: este parametro determina quantos segundos a máquina demora para partir
após ser acionado o comando de start. O tempo de atraso pode ser habilitado e desabilitado pela tecla ao
lado do tempo ON/OFF.

- Parada com retorno ON/OFF: Esta botão habilita a parada da máquina com retorno ou não.

- Retorno ciclo a ciclo ON/OFF: Este botão habilita o retorno a cada ciclo de corte.
Figura 11 - tela de parâmetros 3

Parametros 2

Nesta tela podemos ajustar:

- Tempo do desbobinador: este é o tempo em que o desbobinador permanece ligado após a


máquina ser parada.

- Habilitar Sirene ao acionar Emergência ON/OFF.

- Habilitar Sirene na pausa, ao atingir contagem do pacote ON/OFF.

- Habilitar Sirene com sensor de detecção de fim de bobina ON/OFF.

- Habilitar Sirene durante o tempo de partida da máquina ON/OFF.

- Determinar a posição do manipulador na máquina Direita/Esquerda.

- Determinar a posição da IHM na máquina Esquerda/Direita.

- Determinar a posição do movimento de busca foto Esquerda/Direita


Figura 11 - tela de parâmetros 3

Parametros 3

Nesta tela podemos ajustar:

- Correção de comprimento: este valor corrige o comprimento a ser transportado, para que a
medida da IHM seja igual a medida física da distância transportada, este parâmetro depende da relação
mecânica da máquina, faz com que a medida digitada seja igual a medida transportada.

- Rampa: este parâmetro serve para suavizar a aceleração e desaceleração do servo motor, fazendo
om que o mesmo se adeque ao tipo de material que está sendo transportado/cortado/soldado.

Os demais campos existentes nesta tela são apenas para visualização:


- Velocidade: é a velocidade máxima de trabalho do servo.
- Tempo transportando: é o tampo em que o servo transporta material.
- Tempo disponível: é o tempo que o came de operação dá condição para o transporte.
10. CONFIGURAÇÕES DA FOTOCÉLULA

Nesta tela são realizadas todas as configurações referentes a fotocélula

Figura 9 - Ajustes da fotocélula


11. SALVAR E RECUPERAR RECEITAS

Para ter acesso a tela de receitas, estando na tela do menu (Figura 5), pressione a tecla RECEITA
⑤, a tela abaixo será exibida (figura 20).

Através desta tela podemos salvar as configurações e parametrizações que são feitas na máquina,
recurso utilizado para poder produzir diversos tipos de embalagens, sem precisar ficar configurando todos
os parâmetros a cada troca de material.

- Utiliza um nome para identificar a receita, até 8 caracteres;

- Selecione uma entre as 20 receitas disponíveis para salvar/carregar;

- Tecla Salvar, salva todos os parâmetros na receita selecionada;

- Tecla Recuperar, recupera uma receita salva na receita selecionada;

Figura 13 - Tela salvar e recuperar receitas