Você está na página 1de 7

Análise das Variações

Variações Lineares
Análise das Variações Lineares

Introdução

Essa aula tem como objetivo expor você a uma situação simples, mas de grande
importância: as variações lineares.

Para isso vamos analisar um problema simples, do dia a dia de muitas pessoas, e que
ainda não é um problema de engenharia. Ao longo dessa disciplina analisaremos
problemas com grau crescente de complexidade e cada vez mais relevantes para a
Engenharia.

É fundamental que você tente acompanhar e se dedique para resolver este desafio
para que a próxima aula presencial consiga atingir seu objetivo principal, que é
finalizar este desafio através da colaboração dos alunos.

Esse esforço será recompensado porque a ideia é expor você a um problema do dia a
dia cuja solução está associada a um recurso matemático que será exposto quase de
forma intuitiva.

Dessa forma, espera-se que você não faça a pergunta clássica das aulas tradicionais
de matemática: Por que estou estudando isso?

Situação Problema

A ideia é guiar você em uma análise financeira muito simples. Vamos estudar
superficialmente a implantação de um ponto de venda para cachorro-quente. A
ideia é oferecer um produto diferenciado, tanto no tamanho como nos ingredientes,
o que inclui molhos sofisticados e pães especiais.

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães


Análise das Variações Lineares

Vamos começar com algumas hipóteses simplificadoras:

 Você ganhou o ponto de venda;


 O local de vendas já está decidido;
 O potencial de vendas para o produto diferenciado é de 100 unidades
por dia a um valor de R$7,50 cada;
 Vamos trabalhar com material fresco.

A lista de compras é longa. Além dos pães, das salsichas e linguiças, temos o molho
tradicional e os acompanhamentos como os molhos especiais, milho, ervilha,
azeitona, passas, ovos de codorna, queijo ralado e batata palha. Também temos que
comprar guardanapo, papel alumínio e considerar o gás.

A busca por fornecedores nos levou a um valor de R$300 de investimento para


produzir 100 unidades.

Análise 1: Receita
Vamos iniciar definindo receita como o valor acumulado pelas vendas, ou seja, o
dinheiro que entra.

Sabendo que cada unidade será vendida por R$7,50, preencha a tabela abaixo com
os valores de receita associados a cada quantidade vendida.

Quantidade Receita (R$)

10

25

50

75

100

Criamos uma relação entre duas grandezas (Quantidade e Receita).

Para completar a tabela, você sistematizou uma operação matemática que envolve a
quantidade considerada, o preço de venda de 1 unidade e a receita.

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães


Análise das Variações Lineares

Vamos formalizar esta operação, chamando a quantidade de Q, a receita de R$. O


preço de venda pode ser incluído na operação pelo seu valor (R$7,50).

Preencha a expressão no quadro abaixo, na forma R$ = ?:

R$ =

Esta expressão estabelece como a receita varia em função da quantidade, ou seja,


para se saber o valor da receita associada a uma quantidade qualquer vendida, basta
substituir o valor da quantidade na expressão e calcular a Receita.

Vamos dar o próximo passo?

Construa um gráfico “Quantidade x Receita” com os pontos da tabela e ligue-os por


linhas retas. Se você fizer isso a mão livre, vamos apenas ter ideia da representação
gráfica. Se você fizer de forma cuidadosa, poderemos até consultar o gráfico para
descobrir valores estabelecidos pela relação e que não fazem parte da tabela. Para
que isso seja possível, você deve fazer o gráfico “em escala”, ou seja, mantendo a
proporcionalidade entre valores de quantidade e de despesa.

Sugestão 1: Utilize uma folha a parte e uma régua comum. Marque, no eixo
horizontal (abscissas), os valores referentes às quantidade da seguinte forma: cada
centímetro representa 5 unidades. Dessa forma, devem ser marcadas as quantidades
0, 10 (2 cm), 25 (5 cm), 50 (10 cm), 75 (15 cm) e 100 (20 cm).

No eixo vertical (ordenadas), marque os valores calculados para as receitas de forma


que cada centímetro represente R$50. Avalie a necessidade de utilizar a folha
“deitada”.

Sugestão 2: Caso você saiba utilizar o Excel ou não saiba e goste de desafios,
preencha a tabela em uma planilha e utilize a ferramenta de criação automática de
gráficos oferecida pelo software.
Aprender a usar o Excel é fundamental para a sua carreira! A verdade é que saber
usar o Excel hoje é uma obrigação. Portanto, pode-se considerar que saber o básico
do Excel não conta pontos, mas não saber faz você perder...

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães


Análise das Variações Lineares

Sugestão 3: Faça “na mão” e no Excel.

Agora tente responder essas perguntas. Elas são muito importantes!

 O gráfico deve ser uma linha reta. Foi isso que você obteve?
 Quantas unidades você terá que vender para repor o dinheiro investido nas
compras ?
 O que acontece com o gráfico se alterarmos o valor de venda da unidade para
um valor superior? Por exemplo R$10,00?
 E se alterarmos o valor da venda para um valor inferior? Por exemplo R$5,00?
 Como já foi dito o gráfico obtido é uma linha reta. Qual é a característica da linha
reta que é alterada quando mudamos o valor de venda?
 Agora vamos retornar à expressão construída por você no preenchimento da
tabela. Substitua o valor de R$7,50 por preço. Faça uma associação entre a
expressão e o gráfico e comente.

Análise 2: Saldo
Vamos iniciar definindo saldo como o valor de dinheiro acumulado no processo
como um todo. Vamos imaginar que compramos os ingredientes por R$300,00.
Portanto, enquanto não vendermos, estamos com um saldo negativo de R$300,00
que será revertido conforme as vendas forem acontecendo. Vai chegar um momento
em que teremos o retorno do nosso investimento (saldo zero) e, se tudo der certo,
começaremos a ter saldo positivo.

Inicialmente vamos pensar apenas no investimento inicial. Ele varia conforme as


vendas vão sendo realizadas ou trata-se de um valor fixo de R$300,00?

Quanto você terá gasto para comprar o material para produzir as 100 unidades se
não conseguir vender uma única unidade?

E se vender todas?

Agora vamos construir a tabela do Investimento inicial

Preencha a tabela utilizando o raciocínio usado para responder as duas perguntas


anteriores.

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães


Análise das Variações Lineares

Quantidade Investimento (I$)

10

25

50

75

100

Também é importante formalizar esta operação, chamando a quantidade de Q, e o


valor investido de I$.

Preencha a expressão no quadro abaixo:

I$ =

O valor do investimento inicial varia conforme as vendas vão acontecendo?

Vamos representar graficamente o investimento inicial no gráfico de Receita x


Quantidade.

O gráfico do investimento inicial também é uma reta.


Quando desenharmos a reta do investimento no gráfico de receita, as duas retas vão
se cruzar (interceptar). Em qual ponto? Qual é o significado deste ponto?

Agora vamos pensar um pouco diferente.


Vamos pensar no saldo e construir um novo gráfico.

Como estamos na economia informal, não pensaremos em impostos, ok?


Todo dinheiro que entrar irá para seu bolso.

Vamos construir a tabela “Quantidade Vendida x Saldo (S$)”

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães


Análise das Variações Lineares

Quantidade Saldo (S$)

10

25

50

75

100

Vamos formalizar esta operação, chamando a quantidade de Q e o saldo de S$. O


preço de venda pode ser incluído na operação pelo seu valor (R$7,50).

Preencha a expressão no quadro abaixo, na forma S$ = ?:

S$ =

Agora vamos construir o gráfico “Quantidade Vendida x Saldo ($)”.

Considere que as três sugestões associadas ao primeiro gráfico estejam valendo.

No gráfico construído temos alguns pontos muito importantes.


Responda as perguntas seguintes.

 Qual é o significado do ponto em que o gráfico corta o eixo vertical?


 Qual é o significado do ponto em que o gráfico corta o eixo horizontal?
 Qual é a influência, no gráfico do preço cobrado por cada unidade vendida?
 E se encontrássemos um fornecedor mais barato? O que aconteceria no gráfico
se conseguíssemos comprar por R$250,00, por exemplo?
 E se os preços aumentassem e minhas compras fossem para R$350,00?
 Tente comparar os gráficos construídos e comente o que você conseguir
observar.

Prof. Luiz Gil Solon Guimarães