Você está na página 1de 15

Avaliação do Posto de Trabalho

Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro


Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

1. Introdução
O presente documento visa informar os trabalhadores sobre os riscos e medidas preventivas dos postos de trabalho que desenvolvem tarefas de
instalador e manutenção de sistema de AVAC.
2. Formação, informação e vigilância da saúde dos trabalhadores
A entidade patronal tem o dever de dar formação e informar os trabalhadores sobre os riscos que estão associados ao trabalho desenvolvidos por
eles, assim como os riscos específicos e medidas preventivas a adotar. Também tem o dever de garantir a vigilância da saúde dos seus
trabalhadores.
3. Descrição do posto de trabalho
 Reparação de equipamentos de ar condicionado: compressores, correias, filtros, etc.
 Manutenção em geral dos equipamentos de ar condicionado;
 Limpeza e substituição de filtros e correias;
 Reparação e colocação de condutas de ar condicionado;
 Instalação completa de equipamentos de ar condicionado.

Página 1
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Pela utilização inadequada de andaimes  Se para colocar uma rede de ventilação,
e/ou escadas manuais para realização de uma conduta de ar, houver a necessidade
trabalhos em altura. de utilizar escadas manuais, certificar-se
 Por muitos dos compressores dos primeiro que está em boas condições de
 Queda de pessoas a nível diferente equipamentos de ar se encontrarem na utilização.
periferia das coberturas, estando esses  A subida e descida deve ser feita sempre de
locais sem proteção contra quedas. frente para a escada.
 Manter sempre 3 pontos de contato com a
escada.
 Os andaimes devem estar homologados, e
utilizar procedimentos de trabalho seguros.
 Solos irregulares, ou em mau estado de  Manter ordem e limpeza no local de
conservação, obstáculos em zonas de trabalho.
passagem ou acesso, desorganização de  Determinar o local para dispor
materiais e equipamentos, solos sujos e/ou equipamentos e materiais fora dos locais
molhados tornando-se assim escorregadios. de passagem e sinalizados
 Falta de ordem e limpeza. convenientemente.
 Queda de pessoas ao mesmo nível  Comunicar a reparação de defeitos no solo
e sinalizar enquanto esta está a ser
executada.
 Sinalizar os desníveis do solo.
 Manter os fios fora das zonas de passagem,
e se não for possível, usar calhas.
 Dispor de boa iluminação nos locais de
trabalho.
 Usar calçado anti derrapante.

Página 2
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Queda de elementos por perda de  Manter as zonas de circulação e das saídas
estabilidade da estrutura onde é realizado convenientemente sinalizadas e livres de
o trabalho. obstáculos para facilitar a passagem em
 Por má colocação dos equipamentos de simultâneo dos trabalhadores e
trabalho e ferramentas nos andaimes. equipamentos de transporte de cargas, e
prevenir as pancadas contra objetos e a sua
consequente queda.
 Manter em todo o momento a ordem e a
 Queda de objetos por colapso e limpeza da instalação, colocando os
derrubamento materiais armazenados de forma estável.
 As zonas de trabalho onde haja risco de
queda, de queda de objetos, ou de contato
ou de exposição a substâncias agressivas,
estas devem estar devidamente
sinalizadas.
 Inspecionar periodicamente os locais de
trabalho, de forma a serem detetadas,
comunicadas anomalias.

 Queda de objetos em manipulação  Queda de objetos ou materiais durante a  Recomenda-se a manipulação de objetos
execução dos trabalhos ou em operações com extrema precaução, efetuando boa
de transporte e elevação por meios amarração.
manuais ou mecânicos. Por exemplo, ao  Aplicar a técnica adequada de
manipular ou transportar equipamentos de movimentação manual de cargas, e em
ar condicionado, ou componentes soltos caso de objetos pesados, utilizar meios
para sua reposição. auxiliares (carrinhos de mão, etc.), e/ou
pedir ajuda a um colega de trabalho.
 Utilizar calçado com palmilha e biqueira de
aço.

Página 3
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Queda de objetos desprendidos  Queda de objetos diversos que não estão a  O acesso a zonas elevados, deve ser feito
ser manipulados, e que caiem por razões através de equipamentos adequados sem
várias. Por exemplo, uma conduta de chapa trepar, nem improvisar em elementos que
do ar condicionado, ou simplesmente uma não são destinados para esse fim.
cremalheira, ou um ventilador mal  É extremamente proibido o transporte
colocado. manual de cargas em escadas de mão
quando o seu peso ou dimensões pode
comprometer a segurança do trabalhador.
 Utilizar capacetes de proteção
 Estabelecer zonas de passagem protegidas
contra a queda de objetos, ou impedir o
acesso a zonas perigosas.

 Pisadas sobre objetos  Por pisar involuntariamente ou por  Manter a ordem e limpeza no local de
descuido, algum material, ou componente trabalho.
do equipamento do ar condicionado, que  Retirar os objetos desnecessários para cada
está a ser reparado, ou simplesmente pisar trabalho.
uma ferramenta que não provoque queda.  Marcar e sinalizar os objetos que não
podem ser eliminados.
 Manter as vias de circulação perfeitamente
iluminados.
 Utilizar calçado de segurança e
antiderrapante.
 O posto de trabalho deve dispor de espaço
suficiente, livre de obstáculos para realizar
o trabalho em segurança.
 Evitar que no local de trabalho e zonas de
passagem, se encontrem objetos que ao
ser pisados podem ocasionar acidentes.

Página 4
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Pancada contra objetos imóveis  Falta de espaço para circular entre  Ter atenção nos movimentos, evitando
máquinas. distrações que podem provocar acidentes.
 Passadiços e portas com obstáculos,
passadiços estreitos ou muito ocupados;
separação entre equipamentos de trabalho
muito reduzida.
 Portas transparentes ou translucidas sem
estarem sinalizadas.
 Espaços confinados nos tetos falsos.
 Pancada e cortes por objetos e ferramentas  Estes tipos de riscos, são causados pelo uso  As ferramentas manuais devem ser de
de ferramentas manuais (alicates, chave de caraterísticas e tamanho adequado à
fendas, etc.) operação que está a ser realizada, e serem
de material resistente. A união entre os
seus elementos deve ser firme, de maneira
a que evite roturas ou projeções dos
mesmos. As alças devem ser de dimensões
adequadas, sem bordos pontiagudos, nem
superfícies escorregadias.
 Devem estar em bom estado de
conservação e limpeza. Utilizar as
ferramentas apenas para o fim que foram
projetadas.
 Usar equipamento de proteção individual
( luvas, óculos, botas de proteção).

Página 5
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Projeção de fragmentos ou partículas  Restos de partículas provenientes do  Utilizar os equipamentos de proteção
processo de corte dos tubos de cobre, para individual que sejam necessários para cada
a realização de um determinado trabalho. operação: óculos de proteção, luvas,
 Poeiras provenientes da limpeza dos filtros aventais, calçado de segurança com
e outros componentes do ar condicionado. palmilha e biqueira de aço, etc.
 Em trabalhos sobre pequenas peças e que
não estejam fixas, garantir que não sejam
projetadas.
 Quando possível, os trabalhos que
produzem pó, devem ser executados em
via húmida ou em zonas bem ventiladas
para evitar a inalação por parte dos
trabalhadores, e a produção de atmosferas
nocivas.
 Entalamento por e entre objetos  Os elementos móveis dos equipamentos de  Prevenção intrínseca da máquina: utilizar
ar condicionado, podem ocasionar máquinas e ferramentas seguras.
facilmente o entalamento dos dedos ou  Marcação CE, declaração de conformidade
mãos, incluindo a manipulação manual de e manual de instruções em português.
objetos também podem originar o  Conhecer o funcionamento das máquinas e
entalamento de diversas partes do corpo. equipamentos de trabalho, assim como dos
dispositivos de paragem de emergência.
 Utilizar as máquinas e ferramentas para o
fim que foram projetadas.
 Não retirar os resguardos, os detetores de
proteção e/ou de presença.
 Não penetrar no interior das áreas de
riscos das máquinas que dispõem de partes
móveis; sinalizar esta área e respeita-la
deixando-a livre de obstáculos.

Página 6
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

 Não efetuar a limpeza e manutenção da


máquina em funcionamento.
 Não utilizar roupas largas, relógios ou
outros acessórios que possam prender-se
nas partes móveis das máquinas.
 Usar os equipamentos de proteção
individual adequados para mãos, cara e
parte respiratória: não usar luvas quando
se manipula partes da máquina em
movimento.
 Sinalizar adequadamente a máquina
avariada ou em manutenção.

 Contato com substâncias corrosivas  Durante a limpeza e manutenção dos  Utilizar sempre os equipamentos de
equipamentos de ar condicionado. proteção individual para evitar que mãos,
pés e sobretudo cara e olhos, entrem em
contato com substâncias ou líquidos
corrosivos.

 Sobre esforços  Ao levantar ou movimentar objetos em  Na medida do possível, realizar as tarefas


posições desadequadas. evitando posturas incómodas, procurando
 Nas diferentes posturas utilizadas no manter as mãos alinhadas com os ante
trabalho e nas máquinas e equipamentos braços, as costas direitas e ombros em
de trabalho. posição de repouso.
 Evitar os esforços prolongados e uma força
manual excessiva sobretudo em
movimentos rápidos, flexo-extensão e
rotação.
 Trocar de posição ao longo da jornada do

Página 7
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

trabalho, e se possível fazer a rotação de


tarefas com os colegas de trabalho.
 Fazer pausas acompanhando-as com
exercícios de alongamento muscular. Evitar
tarefas repetitivas, programando ciclos de
trabalho alternados.

 Exposição a agentes físicos: radiações  Exposição a radiações ultravioletas,  Sinalizar a zona de trabalho para advertir
ionizantes (soldaduras) luminosas e infravermelhas, produzidas aos restantes trabalhadores.
pelo arco de soldadura elétrica,  Sempre que seja possível trabalhar em
oxiacetilénica, com distintas intensidades local especialmente preparado, para esta
energéticas. atividade, dotados de sistema de
ventilação em geral e extração localizada.
 Em operações de soldadura, devem-se
utilizar biombos de material opaco ou
translúcido, robusto, de separação dos
postos de trabalho para evitar que as
projeções afetem os demais trabalhadores.
 Proibido fumar nos locais de trabalho de
soldadura.

Página 8
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCOS MEDIDAS PREVENTIVAS


 Exposição a temperaturas extremas  Exposição a temperaturas extremas, no  Quando necessário, usar equipamento de
inverno e no verão, devido à instalação dos proteção individual: boné, redes de
equipamentos de ar condicionado no sombreamento, creme de proteção solar
exterior (coberturas e pátios). nas épocas de calor. Ter em conta que não
vão dificultar a capacidade de movimento
do trabalhador.
 A organização do trabalho, deve permitir o
descanso em lugar quente e seco (inverno)
e fresco e sombreado (verão). Fazer
pausas, e descansar sempre que
necessário.
 Organizar o trabalho tendo em conta a
época do ano:
- No verão, programar os trabalhos de maneira que
se reduza a exposição solar, desenvolvendo as
tarefas que requeiram mais esforço, ou se realizem
em zonas desprotegidas, nas primeiras horas do dia
que são mais frescas.
- No inverno, os trabalhos devem ser planeados
para as horas centrais do dia, que são mais amenas,
controlando a exposição direta a correntes de ar e à
humidade.

Página 9
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Exposição a substâncias químicas  Risco de exposição a produtos químicos no  Exigir ao fornecedor as Fichas de dados de
enchimento ou esvaziamento dos tubos de Segurança dos Produtos.
gases de refrigeração.  Substituir substâncias muito perigosas por
outras menos perigosas.
 Promover a ventilação adequada aquando
da manipulação de substâncias
químicasperigosas.
 Contato térmico  Queimaduras por contato com materiais,  Prestar especial atenção ao aquecimento
produtos, objetos, equipamentos e anormal dos equipamentos e instalações
superfícies com temperaturas extremas: elétricas (cabos, motores, etc.). Nestes
elementos incandescentes de maquinaria, casos é necessário desligar a máquina e
etc. informar o responsável, colocando em
lugar seguro e sinaliza-la como avariada.
 Sinalizar locais e partes das máquinas que
possam causar queimaduras.
 Prestar especial atenção na manipulação
de preparações quentes ou
incandescentes, mantendo as devidas
precauções para evitar verter ou salpicar.
 Em operações de soldadura, devem-se
utilizar biombos de material opaco ou
translúcido, robusto, de separação dos
postos de trabalho para evitar que as
projeções afetem os demais trabalhadores.
 Utilizar equipamento de proteção
individual adequados contra temperaturas
extremas.

Página 10
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Contatos elétricos  Riscos originados pelo contato com energia  Não efetuar emendas ou ligações
elétrica, contato de pessoas com partes improvisadas.
eletricamente ativas da instalação  Parar a máquina antes de desligar da rede
habitualmente em tensão. elétrica.
 Risco originado por contato de pessoas com  Não tirar o cabo para desligar os
elementos em tensão. Por falta de equipamentos.
isolamento.  Garantir que os equipamentos têm fio
terra.
 Desativar ou substituir interruptores, fios
que apresentem roturas, fissuras, etc.
 Substituir fios descarnados.
 Antes de iniciar a atividade, todos os
trabalhadores afetos ao trabalho devem
receber formação e informação sobre os
riscos existentes nas tarefas a realizar, a
importância do cumprimento das
instruções e normas de trabalho, assim
como dos procedimentos de segurança.
 Inalação, contato ou ingestão de  Fumos, vapores ou gases provenientes dos  Antes de iniciar a soldadura, limpar bem as
substâncias nocivas materiais a soldar, tanto do metal base, peças que tenham gorduras, pinturas, etc.
como do cobrimento do metal, como do para evitar a libertação de gases e vapores
material de entrada. nocivos.
 Soldar sempre em locais bem ventilados,
para evitar intoxicações e asfixia.
 Verificar que não existem materiais
inflamáveis (líquidos inflamáveis, papeis,
cartão, botijas de gás, etc.) nas imediações
do local de trabalho.
 Verificar o bom estado de funcionamento e

Página 11
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

conservação do equipamento de soldadura


(mangueiras, válvulas, redutores, etc.).
 Quando se tratar de soldadura elétrica,
certificar que tem ligação terra.
 Em operações de soldadura e corte, evitar
a concentração de gases e vapores,
mantendo o local bem ventilado, fazendo
uso dos sistemas de extração localizada,
quando existir, com as seguintes
precauções:
- Instalar as aberturas de extração, o mais perto
possível do local de soldadura;
- Evacuar o ar evitando contaminar o ar limpo que
entra na zona de operação. Quando seja impossível
reduzir essa contaminação mediante ventilação
e/ou extração localizada, será necessário o uso de
proteção respiratória com filtro para gases, que
deverá ser compatível com os restantes
equipamentos de proteção individual que estejam a
ser usados: viseira de soldador, luvas de couro,
avental de couro, calçado de segurança
homologado.

Página 12
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Incêndio  Fogo no local de trabalho.  Em função das operações desenvolvidas,
 Emergências. assim como os métodos e meios utilizados,
 Evacuação. os lugares com especial risco de incêndio
 Manuseamento de produtos inflamáveis. e/ou carga de fogo, devem dispor, por
escrito, uma norma de segurança que
minimize os riscos.
 Antes de iniciar a sua atividade, todos os
trabalhadores afeto deverá receber
informação atualizada sobre os riscos
existentes na tarefa que vai desenvolver, a
importância do cumprimento das
instruções de trabalho fornecidas e as
normas e procedimentos de segurança.
 Esta normativa deve incluir a sequência das
operações a desenvolver para realizar um
determinado trabalho, com a inclusão dos
meios materiais ( de trabalho ou de
proteção) e humanos (qualificação ou
formação dos trabalhadores) necessários
para levar a cabo.
 Dada a importância duma aplicação correta
dos protocolos de trabalho seguro nesta
atividade, também se deve proporcionar ao
pessoal afeto, antes de iniciar a sua
atividade e de maneira periódica, formação
em matéria de segurança contra incêndios.

Página 13
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

RISCOS FATORES DE RISCO MEDIDAS PREVENTIVAS


 Fadiga mental e fatores organizacionais  Dificuldade para dar resposta aos requisitos  Tempo para descanso, alocação de tarefas
do posto de trabalho por: sobrecarga de e responsabilidades, facilitar a
trabalho, planificação inadequada de comunicação e participação, planificação e
tarefas, problemas de comunicação, informação da dinâmica de trabalho, evitar
pressão para efetuar as tarefas tarefas monótonas, formação.
rapidamente, pouca participação, ordens
contraditórias, responsabilidade, falta de
informação/formação, etc.
 Explosão  Por fuga das botijas de oxigénio ou de  Em caso de explosão e/ou incêndio,
acetileno, bem como nas garrafas, comunicar a emergência usando os botões
mangueiras, válvulas, tochas, redutores de de emergência, se não for possível chamar
pressão. o 112.
 Caso seja possível, usar os meios de
primeira intervenção – extintores,
apontando a mangueira para a base das
chamas. Caso contrário, abandonar o local
fechando as portas e janelas, se a
magnitude do incêndio o permitir.
 A evacuação do local deve ser feita sem
correr e mante as saídas desobstruídas;
manter a calma e seguir as instruções do
pessoal designado para atuar em
emergências; utilizar as vias de evacuação
existentes seguindo a sinalização de
emergência.
 Não utilizar os elevadores e/ou monta-
cargas.
 Evitar voltar para trás para buscar pessoas
ou objetos pessoais.

Página 14
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015
Avaliação do Posto de Trabalho
Informação sobre riscos e medidas preventivas do posto de trabalho de António Pedro
Instalador de AVAC Vieira
Cerqueira,
Manutenção Instalação Unip. Lda.

 Os veículos não devem ser retirados dos


parques de estacionamento. Uma vez no
exterior do edifício, esperar instruções
antes de aceder de novo aos postos de
trabalho.

Página 15
Elaborado por: Daniela Dias, TSST
Data: Agosto de 2015