Você está na página 1de 3

Questões PPDA – Segundo Ano Médio – Turma 210 – História/Sociologia/Filosofia

1- “Três grandes dimensões fundamentam o vínculo social. Primeiras à complementaridade e a troca: a divisão do trabalho social cria
diferenças com base na complementaridade, o que permite aumentar as trocas. Em segundo lugar, o sentimento de pertença à
humanidade que nos leva a reforçar nossos vínculos com os outros seres humanos: força da linhagem, do vínculo sexual e familiar;
afirmação de um destino comum da humanidade por grandes sistemas religiosos e metafísicos. Por fim, o fato de viver junto, de
partilhar uma mesma cotidianidade; a proximidade surge então como produtora do vínculo social e o camponês sedentário como o ser
social por excelência.” (BOURDIN, Alain. A questão local. Rio de Janeiro: DP&A, 2001 p. 28.)
Com base no texto e nos conhecimentos sobre o tema, é correto afirmar:

a) A divisão do trabalho social na sociedade contemporânea desagrega os vínculos sociais.


b) Os sistemas religiosos e metafísicos são fatores de isolamento social, por resultarem de criações subjetivas dos indivíduos.
c) O cotidiano das pequenas cidades e do mundo campesino favorece a criação de vínculos sociais.
d) Pela ausência da cotidianidade, as grandes metrópoles deixaram de ser lugares de complementaridade e de trocas.
e) O forte sentimento de pertencer à humanidade desmantela a noção de comunidade e minimiza o papel da afetividade nas relações
sociais.
2- Um jovem que havia ingressado recentemente na universidade foi convidado para uma festa de recepção de calouros. No convite
distribuído pelos veteranos não havia informação sobre o traje apropriado para a festa. O calouro, imaginando que a festa seria formal,
compareceu vestido com traje social. Ao entrar na festa, em que todos estavam trajando roupas esportivas, causou estranheza,
provocando risos, cochichos com comentários maldosos, olhares de espanto e de admiração. O calouro não estava vestido de acordo
com o grupo e sentiu as represálias sobre o seu comportamento. As regras que regem o comportamento e as maneiras de se conduzir
em sociedade podem ser denominadas, segundo Émile Durkheim (1858-1917), como fato social.
Considere as afirmativas abaixo sobre as características do fato social para Émile Durkheim.

I. O fato social é todo fenômeno que ocorre ocasionalmente na sociedade.


II. O fato social caracteriza-se por exercer um poder de coerção sobre as consciências individuais.
III. O fato social é exterior ao indivíduo e apresenta-se generalizado na coletividade.
IV. O fato social expressa o predomínio do ser individual sobre o ser social.
Assinale a alternativa correta.
a) Apenas as afirmativas I e II são corretas.
b) Apenas as afirmativas I e IV são corretas.
c) Apenas as afirmativas II e III são corretas.
d) Apenas as afirmativas I, III e IV são corretas.
e) Apenas as afirmativas I, II e IV são corretas.

3- Emile Durkheim observa que uma condição fundamental para que a sociedade possa existir é a presença de um consenso social.
Pois sem consenso não há cooperação entre os indivíduos e, portanto, não há vida social. Este consenso é garantido pelo meio moral
que compartilhamos, o qual, por sua vez, é produzido pela cooperação entre os indivíduos através de um processo de interação que
Durkheim chamou de divisão do trabalho social. Desse modo, conforme o tipo de divisão do trabalho social que predomina na vida
coletiva numa determinada época tem-se um tipo diferente de solidariedade entre os indivíduos. Durkheim destaca dois tipos de
solidariedade: a mecânica e a orgânica. No Brasil, por exemplo, nota-se a influência das ideias positivistas em boa parte de sua
legislação. (Adaptado de: RODRIGUES, Alberto T. Sociologia da Educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. p.27-28.) Considere as
afirmativas a seguir, que apresentam artigos e parágrafos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT- Edição de 1988) e da
Constituição de 1988.
I. “[São condições para o funcionamento do Sindicato:] a proibição de qualquer propaganda de doutrinas incompatíveis com as
instituições e os interesses da Nação [...]”.
II. “[São prerrogativas dos Sindicatos:] colaborar com o Estado, como órgãos técnicos e consultivos, no estudo e solução dos
problemas que se relacionam com a respectiva categoria ou profissão liberal”.
III. “[Dos direitos e deveres individuais e coletivos:] a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas independem de
autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento”.
IV. “[Da Organização Sindical:] A solidariedade de interesses econômicos dos que empreendem atividades idênticas, similares ou
conexas constitui o vínculo social básico que se denomina aqui categoria econômica”. Remetem ao conceito de solidariedade
orgânica, apenas as afirmativas:
a) I e III.
b) I e IV
c) II e III.
d) I, II e IV.
e) II, III e IV.

4- As questões abaixo se referem aos movimentos operários, no contexto da Revolução Industrial do século XIX.
I – Ao longo do século XIX a consolidação do capitalismo tornaria as condições de vida e de trabalho do nascente proletariado
extremamente precárias.
II – O ludismo traduz as primeiras manifestações de resistência da nascente classe operária que ocupou os últimos anos do século
XVIII e os primeiros do século XIX.
III – Em meados do século XIX a greve geral dos trabalhadores na Europa, organizada pelo sindicato que representava a classe
operária, provocou importantes mudanças na legislação trabalhista da época.
IV – O movimento cartista, movimento operário que surgiu na primeira metade do século XIX, não se constituiu um fato isolado, pois
foi precedido de greves, motins, insurreições e outras manifestações da classe operária.
V – Na segunda metade do século XIX, e principalmente com a formação das associações internacionais dos trabalhadores, percebeu-
se uma estreita relação entre o marxismo e o movimento operário europeu.

Assinale a alternativa correta.

A) Somente as afirmativas I, II, III e IV são verdadeiras.


B) Somente as afirmativas I, II, IV e V são verdadeiras.
C) Somente as afirmativas IV e V são verdadeiras.
D) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.
E) Todas as afirmativas são verdadeiras.

5- Um operário desenrola o arame, o outro o endireita, um terceiro corta, um quarto o afia nas pontas para a colocação da cabeça do
alfinete; para fazer a cabeça do alfinete requerem-se 3 ou 4 operações diferentes, …”
SMITH, Adam. A Riqueza das Nações. Investigação sobre a sua Natureza e suas Causas. Vol. I. São Paulo: Novas Culturas, 1985.
A respeito do texto e do quadrinho são feitas as seguintes afirmações:
I. Ambos retratam a intensa divisão do trabalho, à qual são submetidos os operários.

II. O texto refere-se à produção informatizada e o quadrinho, à produção artesanal.

III. Ambos contêm a ideia de que o produto da atividade industrial não depende do conhecimento de todo o processo por parte do
operário.
Dentre essas afirmações, apenas.
a) I está correta.
b) II está correta.
c) III está correta.
d) I e II estão corretas.
e) I e III estão corretas.

6- O mundo do trabalho, entre 1760 e 1850, passou por um conjunto de mudanças, tanto no campo econômico como no campo social.
As inovações tecnológicas tiveram grande importância nesse processo, conhecido como Primeira Revolução Industrial. Sobre essa
temática, pode-se afirmar:

I.A Primeira Revolução Industrial, apesar de também ser conhecida como Revolução Industrial Inglesa, não ocorreu apenas na
Inglaterra. Na verdade, as principais inovações tecnológicas do período ocorreram na França, na Península Ibérica e na Alemanha.
II. A tradicional produção de tecidos de lã, durante a Revolução Industrial Inglesa, continuou ativa. No entanto, foi a produção de
tecidos de algodão que melhor expressou os aspectos revolucionários da produção fabril.

III. As mudanças promovidas pela Primeira Revolução Industrial ocorreram em vários âmbitos. Na esfera da produção, os três setores
mais atingidos foram: a mineração de carvão, a indústria têxtil e a siderurgia.
Está (ão) correta(s) apenas:
(A) II
(B) II e III
(C) III
(D) I e III
(E) I

7- Com base na imagem, considere as afirmativas a seguir.

O mundo do trabalho, entre 1760 e 1850, passou por um conjunto de mudanças, tanto no campo econômico como no campo
social. As inovações tecnológicas tiveram grande importância nesse processo, conhecido como Primeira Revolução Industrial. Sobre
essa temática, pode-se afirmar:
I.A Primeira Revolução Industrial, apesar de também ser conhecida como Revolução Industrial Inglesa, não ocorreu apenas na
Inglaterra. Na verdade, as principais inovações tecnológicas do período ocorreram na França, na Península Ibérica e na Alemanha.
II. A tradicional produção de tecidos de lã, durante a Revolução Industrial Inglesa, continuou ativa. No entanto, foi a produção de
tecidos de algodão que melhor expressou os aspectos revolucionários da produção fabril.

III. As mudanças promovidas pela Primeira Revolução Industrial ocorreram em vários âmbitos. Na esfera da produção, os três setores
mais atingidos foram: a mineração de carvão, a indústria têxtil e a siderurgia.
Está (ão) correta(s) apenas:
(A) II
(B) II e III
(C) III
(D) I e III
(E) I

8- "Para ele, os fatos econômicos e a luta de classes são o motor da História; o triunfo do proletariado e a implantação de uma
sociedade sem classes são o objetivo final. Esse objetivo, contudo, só será alcançado com a união de todos os proletários."
O texto acima se refere ao criador do socialismo científico:

a) Karl Marx d) Pedro Kropotkin


b) Vladimir Lenin e) Adam Smith
c) Saint-Simon

9- "O produto da atividade humana é separado de seu produtor e açambarcado por uma minoria: a substância humana é absorvida
pelas coisas produzidas, em lugar de pertencer ao homem."
A partir do texto, pode-se afirmar que a Revolução Industrial:
a) produziu a hegemonia do capitalista na produção social;
b) tornou a manufatura uma alternativa para o artesanato;
c) introduziu métodos manuais de trabalho na produção;
d) tornou o homem mais importante que a máquina;
e) valorizou o produtor autônomo

10- Podem ser apontadas como características da Revolução Industrial:


a) A substituição da manufatura pela indústria, a invenção da máquina-ferramenta, a progressiva divisão do trabalho e a submissão do
trabalhador à disciplina fabril.
b) O aprimoramento do artesanato, a crescente divisão do trabalho, um forte êxodo urbano e o aumento da produção.
c) A substituição do artesanato pela manufatura e o consequente aumento da produção acompanhado pelo recrudescimento da
servidão.
d) A total substituição do homem pela máquina e o aumento do nível de vida da classe trabalhadora.
e) A modernização da produção agrícola, o êxodo rural e uma diminuição do nível geral da produção.

11- Identifique, entre as afirmativas a seguir, a que se refere a consequências da Revolução Industrial:
a) redução do processo de urbanização, aumento da população dos campos e sensível êxodo urbano.
b) maior divisão técnica do trabalho, utilização constante de máquinas e afirmação do capitalismo como modo de produção
dominante.
c) declínio do proletariado como classe na nova estrutura social, valorização das corporações e manufaturas.
d) formação, nos grandes centros de produção, das associações de operários denominadas "trade unions", que promoveram a
conciliação entre patrões e empregados.
e) manutenção da estrutura das grandes propriedades, com as terras comunais, e da garantia plena dos direitos dos arrendatários
agrícolas.

12- "Na manufatura e nos ofícios, o trabalhador serve-se dos instrumentos; na fábrica, ele serve a máquina. No primeiro caso, ele é
quem move o meio de trabalho; no segundo, ele só tem que acompanhar o movimento. Na manufatura, os trabalhadores são membros
de um mecanismo vivo; na fábrica são apenas os complementos vivos de um mecanismo morto que existe independente deles." (Karl
Marx, "O Capital".)
Estas críticas de Marx ao sistema industrial nos revelam algumas das transformações por que passava a economia capitalista na
metade do século XIX. Sobre estas transformações, é correto afirmar que:

a) a manufatura e a fábrica permitiam um enorme aumento da produtividade industrial, o qual se beneficiaram os trabalhadores, pois
passaram a trabalhar menos com maiores ganhos salariais.
b) o desenvolvimento do sistema fabril, com a introdução de máquinas sofisticadas e o aprofundamento da divisão do trabalho,
permitiu um incrível aumento de produtividade à custa da desqualificação dos ofícios manuais.
c) o aumento da produtividade industrial só foi possível pelo aumento da carga de trabalho (mais quantidade e maior intensidade)
imposta aos operários pelos sindicatos, na tentativa de obter salários maiores.
d) a fábrica dispensa o trabalho manual, executando todas as tarefas através de máquinas e o trabalhador passa a ganhar seu salário
sem trabalhar.

13- Não sou racista, disse-me um dia minha avó. Depois acrescentou: Afinal, eles não têm culpa de serem pretos! (...) Confesso que
não tive coragem de lhe explicar, como deveria ter feito, que sua razão de não ser racista... Era racista. A partir desse relato de André
Comte-Sponville, explique por que o argumento da avó dele era de fato racista.

14- Segundo o pesquisador em genética humana, Sérgio Danilo Pena, existe consenso entre antropólogos e geneticistas, de que, sob
este prisma biológico, raças humanas não existem. Por outro lado, certamente raças existem como construções sociais e culturais, e o
racismo é uma realidade, por mais perverso e detestável que seja.
Considerando seus conhecimentos e a afirmação acima explique o que entende por racismo e como devemos agir para mudar esse tipo
de pensamento e ações.