Você está na página 1de 4

IFBA

ADMINISTRAÇÃO

PAULO VICTOR BISPO DOS SANTOS


RESENHA CRÍTICA DE FILME

SALVADOR - BA

2017
PAULO VICTOR BISPO DOS SANTOS

RESENHA CRÍTICA DE FILME


“PIRATAS DO VALE DO SILÍCIO”

Resenha critica do filme “Piratas Do Vale Do


Silício”, apresentado para avaliação na
disciplina de Informática, no curso de
Administração, no Instituto Federal de
Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia.

Orientador: Pablo Florentino

Salvador-BA

2017
PIRATAS DO VALE DO SILÍCIO
O filme retrata o contexto histórico da criação de duas gigantes da
informática: a Apple e a Microsoft, através da trajetória de quatro universitários
na década de 70 que deram inicio a ideia de computador pessoal e usuário
domestico que conhecemos hoje. Steve Jobs, Bill Gates, Steve Wozniak e Paul
Allen, criaram o impensável para a época, visto que ate então as grandes
empresas e corporações eram as detentoras do acesso a esse tipo de
tecnologia.

Pode-se dizer que o “boom” se deu com a criação da “Caixa Azul”, por
Jobs e Wozniak, ao descobrirem que o som de determinado apito tinha a
mesma frequência de equipamentos de longo alcance da AT&T e o
equipamento servia para fazer ligações gratuitas para qualquer lugar do
mundo.

Em seguida, em 1974, a empresa Albuquerque lança o computador


“Altair”, porém, a maquina necessitava de uma linguagem para si, ai que entra
Bill e Paul, Fechando contrato com a empresa para a criação do Sistema
Operacional BASIC em 1975, juntamente com a criação da Microsoft.

Em 1976, Jobs e Wozniak desenvolveram em parceria uma espécie de


primeiro computador pessoal em sua garagem, e deram o nome de “Apple” ao
protótipo. Com o sucesso do computador, eles fundaram a “Apple Computer”
em sociedade e resolveram então em 1997 aprimorar a máquina, criando o
“Apple II”, lançado em uma pequena feira de informática, na qual esnobaram o
ate então desconhecido Bill Gates. Daí em diante, iniciou-se a corrida da
computação, na qual grandes empresas como a IBM e a XEROX, que
primeiramente desacreditavam da comercialização popular de computadores
pessoais, passaram a ver a importância dessas empresas a partir do enorme
sucesso da Apple Computer.

A IBM resolveu entrar no jogo criando o um microcomputador na


intenção de desbancar o Apple II, foi então que Bill Gates em uma jogada de
esperteza, comprou os direitos de um sistema operacional recém-criado por
universitários e após modifica-lo vendeu para a IBM com o nome de MS-DOS.
Posteriormente se deu a criação do mouse e de uma nova interface
gráfica mais amigável, por um grupo de engenheiros em um centro de
pesquisa, e tentaram vender à XEROX, que não deu importância ao novo
equipamento, aproveitado pela Apple Computer, que então em 1984 criou o
Macintosh e o LISA, o segundo em homenagem a sua filha. Posteriormente, a
parceria entre Jobz e Wozniak é desfeita pelo segundo que discorda da forma
como Jobs comanda a empresa e trata de seus funcionários.

Finalmente em um “golpe de esperteza”, Bill Gates consegue se aliar a


Apple na intenção de roubar sua tecnologia para agregar à sua própria
empresa uma interface gráfica como a do Macintosh, quando Jobs Percebe o
que esta havendo já é tarde demais, e em 1985 Bill Gates lança na Microsoft o
seu Sistema Operacional Com Interface gráfica chamado de “Windows”, plágio
do Macintosh, arruinando a Liderança de mercado da Apple Computer na
Época. Posteriormente Jobs é demitido pelo presidente da Apple Computer,
porém em 1997 Jobs regressa à empresa da qual a Microsoft era Detentora de
parte das ações, tornando Bill Gates o homem mais rico do mundo.

A Apple e a Microsoft são ainda hoje as principais concorrentes no


mercado de computação e tecnologia, batalhando lado a lado na corrida da
inovação e é de suma importância que os consumidores possam saber a
trajetória de como hoje é possível que se chegue em casa e com o aperto de
um botão, um novo mundo se possibilidades de abra diante de si, graças a
quatro jovens revolucionários na década de 70.