Você está na página 1de 13

LINK DE ATIVIDADES DESTE PROJETO :

http://cemeiborges.blogspot.com.br/2011/03/dia-mundial-
da-agua.html
http://canalpedagogico.blogspot.com.br/2014/03/atividad
es-dia-da-agua.html

Projeto Água- Dia Mundial da água

JUSTIFICATIVA:

A equipe da Escola Municipal Leon Renault, acredita que valores como


respeitar o que a natureza nos fornece, devem ser repassados para as
crianças. Sabemos que nos tempos atuais é imprescindível que a educação de forma
interdisciplinar aborde o meio ambiente para que as crianças conheçam e valorizem as leis da
natureza.
O projeto “ Água: um Pingo de Consciência"vem sendo desenvolvido, visando à
conscientização dos alunos, quanto ao uso da água.

OBJETIVOS:
 Valorizar a água como um recurso precioso
 Utilizar a água com consciência, pensando no próximo.
 Conhecer os fenômenos da natureza referentes à água (rios, chuvas, etc.).
 Conscientizar- se do papel do homem na preservação dos rios, lagos e mares.
 Perceber a dependência dos seres vivos em relação ao meio ambiente, em
especial a água.
 Reconhecer a ação do homem na transformação do meio ambiente,
principalmente no que diz respeito à poluição e ao desperdício de água.

Desenvolvimento.

Linguagem oral e escrita:


Falar diariamente sobre a importância da água:
Leitura de textos, histórias, parlendas, adivinhas que falem sobre o assunto
Produção coletiva de pequenos textos
Escrita espontânea
Cruzadinhas, caça-palavras
Atividades com alfabeto móvel
Palestras sobre meio ambiente
Entrevista com um profissional da rede de tratamento de água
Atividades diversificadas envolvendo a escrita de palavras significativas sobre
o assunto estudado

Matemática
Estatística (contas de água) (e porcentagem de água nos alimentos e no corpo)
Noções de massa (pesado/leve), volume (cheio/vazio)
Situações-problema envolvendo a água
Jogo com dado/trilha
Seriação e classificação.

Natureza e sociedade:
Observação do ciclo da água
• Conversa sobre o desperdício da água nas diversas situações cotidianas
• Experiências diversas com a água nos estados: sólido/líquido/gasoso
• Passeio ao redor da escola observando a ação da chuva no bairro e a
ocorrência de esgoto a céu aberto
Experiência do pé de feijão
Vídeos que abordam o tema
Pesquisa de figuras que mostrem as diferenças entre a água limpa e a água
poluída
Onde encontramos água? Água no meio ambiente
Água no nosso corpo –
Água das frutas e outros alimentos

Artes
Desenho livre e de observação
Recorte e colagem
Dobraduras
Releitura de obras de arte
Modelagem com areia e argila
Técnicas de pintura
Maquetes
Jogo da memória

Música e movimento:
Atividades diversas , músicas e cantigas relacionadas ao tema
Ginástica historiada
Circuito da água
Teatros e dramatizações

Avaliação: Avaliar a participação dos alunos no decorrer das atividades


propostas, observar as suas ações e atitudes , avaliar as produções orais e
escritas e expor os trabalhos realizados.

Culminância: Feira Cultural


22 DE MARÇO - DIA MUNDIAL DA ÁGUA
Projeto " Água é Vida "
Justificativa:
Nossa escola é situada no município de Cachoeiras de Macacu, conhecido por sua
riquezas naturais, esta no meio da Mata Atlântica e serve de berço para muitos rios, entre eles
está o Rio Macacu. Visando a preservação deste rio tão importante e outros rios que aqui
nascem, este trabalho servirá como instrumento de conscientização de nossos alunos que,
mesmo bem pequenos, tem uma forte relação com o rio Macacu no seu dia - dia, seja como
forma de entretenimento, seja como fonte de renda para as famílias.

Objetivo:

 Conscientizar a criança sobre a importância da água para os humanos e da


necessidade de sua preservção;
 Promover a socialização e desenvolver a criatividade;
 Ajudar os alunos a perceber os sintomas e causas dos problemas que a
poluição causam ao meio ambiente;
 Promover atitudes que visam o uso consciente da água.

Conteúdos:
Animais Aquáticos
Utilização da água nas atividades do dia dia

Estratégias:
Conversa Informal
Teatro
Vídeo "Água - Desenho Animado Ambiental"
História "A gotinha PlimPlim"
Música "Gotinha em gotinha" do grupo Palavra Cantada
Recorte e colagem

Avaliação:
Deverá ser feita de forma contínua, com relatórios descritivos . O professor deverá
avaliar também a participação e o envolvimento de cada aluno, de forma individual, bem como
avaliar o desenvolvimento de seu trabalho de forma crítica e construtiva.
Projeto água

Duração: 1 semestre
Idade: a partir dos 2 anos

-Descobrir, investigar e ampliar o conhecimento sobre água, seus estados,


características e transformações.

Material: sucata, plástico transparente ou translúcido – potes, copos, baldes,


vasilhas.

Atividades:
-Dispor de copos transparentes, água potável, pó para suco e colheres – provar a
água pura, depois modificá-la com o pó, inclusive misturando sabores.
-Como encher um balde? Usar diferentes embalagens para encher o balde, sem
interferência do adulto. Tentar carregar o balde cheio. Esvaziar da mesma
forma, jogando a água nas plantas e/ou jardim.
Possíveis perguntas: Vamos experimentar a água? Como podemos sentir o cheiro
da água? E como podemos mudar a cor, o cheiro e o gosto?

-Selecionar embalagens de diferentes materiais, tamanhos e formas, buchas,


esponjas, tampas, pratos. Propor que se encham bacias para brincar com
barquinhos e outros. Perguntas: Qual o melhor pote a escolher? Será melhor
pegar o grande, que cabe mais, ou o pequeno, onde cabe menos, e volto mais
rápido? Em qual bacia devo colocar a água?

Obs: usar potes com furos, como vasos, e observar a reação da criança até que
ela descubra o que fazer.
-Fazer chá, gelo, lavar roupa de boneca, tomar banho de esguicho, misturar
água e areia, derreter gelo, lavar panelinhas, dar banho nas bonecas, fazer
bolhas de sabão. Brincadeiras com bexiga d’água.

Que perguntas podem ajudar?


- O que aconteceu com a água?
- Para onde foi a água?
- O que se transformou? (gosto, estado, etc)
- O que se deu com a água?
- O pó virou água?

(perguntas que recuperem a memória)

-Assegurar acesso aos materiais e livre escolha.


-Conversas dirigidas sobre desperdício, observação da caixa d’água e do
hidrômetro.
-Orientação para evitar desperdício na escovação de dentes e idas ao banheiro,
demonstrando, na prática, o que se deve ou não fazer

ATIVIDADES PARA O DIA DA ÁGUA


Essas atividades com a água são a partir das sensações das crianças.

VISÃO
Que cor é a água?
Colocar água em copos brancos e observar sua cor.
A seguir colocar tempera colorido (cores primárias) e exploramos as cores que
surgiram.
Usar chá de marcela, café e outras substâncias.
“A água é transparente”

AUDIÇÃO
_ Reproduzir em gravador (pode ser de celular, câmera digital) o som da água
caindo em copo, balde, vidro, plástico.
Colocar água em garrafinhas de vidro (cada uma com uma quantidade diferente
de água) e bater nelas com um ferrinho.
_ Comparar o som de uma gota de água caindo em diversos materiais diferentes
(panela, potinho plástico, vidro, numa porção de água, na mão do amigo).
_ Agitar as mão dentro de um tanque de água.
_ se a escola for perto da praia (felizmente é o meu caso – morram de inveja),
ir, observar o barulho das ondas, o movimento da marola, a cor da água, o
cheiro...

TATO
Tocar na água com diversas substâncias
Areia (meio copo de areia para um copo de água).
Maisena (mesma medida da areia)
Sal (três colheres de sal para um copo de água)
Açúcar (mesma medida do sal)
Tocar na água morna, gelada, na temperatura ambiente.

PALADAR
Provar água com sal, açúcar, café, chá, álcool, perfume (aproveitar para
trabalhar noção matemática de muito e pouco – muito sal, muito açúcar....).

OLFATO
Cheirar a água pura
Cheirar a água com diversas substâncias (vinagre, café, leite, perfume...).
OUTRAS ATIVIDADES
1. Jogo Derrete, Não Derrete.
Usar vidrinhos vazios, tampinhas, copinhos de remédio, potinhos de tempera.
Dentro de eles colocarem água e diversas substâncias
(farinha, açúcar, grãos, bala, gelo, bolo tinta, giz, papel, terra, cola grama,
casca de árvore, café solúvel, chocolate, leite, giz de cera, isopor, esponja,
óleo, vinagre, cebola, comprimido de remédio).
Usar etiquetas para classificar os vidrinhos e três bandejas. Em uma colocar
“derrete”, na outra “não derrete” e na terceira deixar todos os recipientes com
a água e a substância já misturada e classificada.
Pode ser observado depois de algumas horas ou na aula seguinte.
Separar nas bandejas o que derrete e o que não derrete.

2. Transportando Água
Como podemos transportar a água?
Transportar a água que se encontra em um balde para pequenas vasilhas.
Sem material: Apenas com as mãos
“Não dá? Então o que faremos?
Com material: peneira, garrafa, furadas, regadores, copos, funis, pires,
colheres...

3. Quantos Copos de Água Cabem Nessa Jarra?


Colocar água em uma vasilha grande e escolher uma jarra. As crianças deverão
transportar a água em copos até encher a jarra enquanto contam.
Podem usar colheres para encher um copo.

4. Quem Enche Primeiro?


É a mesma atividade acima, apenas divide a turma em equipes e cada equipe
tem que encher seu recipiente. Vence quem encher primeiro.

5. Como Se Faz e o Que Acontece?


O que acontece quando se tira cubos de gelo do congelador?
O que se faz com cubos de gelo e como se faz cubos de gelo?
Material: Um estoque de cubos de gelo (tirar da geladeira aos poucos)
Recipientes diversos para fazer moldes.
Desenvolvimento: Deixá-los brincar a vontade com o gelo e depois perguntar:
_ Podemos fabricar gelo? Como?
Encher novamente as formas e colocar no congelador.

6. Fogo e Água
Nessa altura da aula, as crianças já sabem que gelo é água, então colocamos
água em estado líquido no fogo para observarmos, depois colocamos gelo.
Observar o vapor subindo:
* Colocar um vidro no vapor e dar para as crian-
ças tocarem
* Colocar papel no vapor e observar.
Observação: Algumas das últimas atividades foram retiradas de documento da
Web, mas não tenho os créditos. Se alguém souber quem as criou, favor avisar-
me.

DRAMATIZAÇÃO: O CICLO DA ÀGUA


PERSONAGENS:Vários alunos.

DESENVOLVIMENTO

1ª Personagem — Uma menina representando a Água


FALA:
— Há, como é triste ser Água...!
— Fui feita para matar a sede, limpar, lavar, repor energia, dar vida!
— Vejam como estou agora:
* Fraca, cada vez mais poluída, indefesa.
— Não sei o que fazer!

2 ª Personagem – Um menino, representando um Ecologista


FALA:
— É amiga Água , tenho brigado muito para te defender, mas são poucos os que
me escutam.
Alguns homens se reúnem, discutem, falam em te proteger, que estão
preocupados em evitar que te maltratem tanto, que acabes sumindo da terra,
mas são muitos, os que não estão, nem ai para você.
— Não fique triste minha amiga, eu vou continuar lutando para despertar nos
homens, a consciência pela tua importância. Mostrar para eles que sem você é
impossível a vida na terra, para qualquer ser vivo.

3ª Personagem – (Menino ou menina) O Sol


FALA:
— É, eu estou decepcionado com a humanidade.
— Agora, com a escassez de água, tenho que aumentar o meu calor.
— Não consigo me controlar.
— Estou fazendo mal a terra, sem querer.

2ª FALA DA ÁGUA
— Vejam meus amigos, já não consigo nem se quer seguir meu ciclo
normalmente, pois falta EU, a água, muitas vezes...
— Eu tenho que estar nos corpos para sair no suor.
-- Eu tenho que esta nas plantas e nos animais, para sair em vapor
-- Tenho subir para a atmosfera, ser aquecida pelo meu amigo SOL, virar nuvens
fofinhas.
--Tenho que ficar geladinha, pesada, tão pesada que desço de lá como chuva, há
como é gostosa essa brincadeira, trás vida e felicidade aos seres vivos.
— Por favor!!! Cuidem de mim, eu não quero acabar, e chora.

RETORNAM AO PALCO: O SOL, ECOLOGISTAS E OUTROS PERSONAGENS.

Ao redor da água, começam a cantar:

A Água é minha amiga


Com ela posso contar
Pra lavar e tomar banho
E minha sede matar
Vamos todos protegê-la
E a natureza preservar
Resgatar suas nascentes
Para ela não faltar
Não fique triste amiga Água
De você vamos cuidar
Conscientizar a humanidade
Para vida que nos dás
Sequência didática: Cadê a água?
1. Elaboração: Professora: Joseana Fontoura e Educadora: Sandra Mathias

2. Título: Cadê a água?

3. Área de Formação Humana: Relações Naturais

4. Turma: Pré

5. Ano: 2010

6. Tempo estimado: 2 meses

7. Materiais necessários: água, copo, canetas, canetinhas, papel bobina, lápis de escrever, de cor, cola,
revistas, mapa, CDs, computador, giz, máquina fotográfica, embalagens de diferentes materiais,
tamanhos e formas, baldes, brinquedos de areia, chaleira, prato, geladeira, gelatina, jarras, colheres,
escova de dente e outros.

8. Objetivos:

• Explorar conhecimentos de diferentes áreas, aproximando-se gradativamente do conhecimento


científico.

• Observar e investigar fenômenos da natureza.

• Buscar soluções individuais e comunitárias em relação ao consumo da água.

9. Metodologia - Etapas

Todos precisam zelar pelo planeta em que vivemos tendo plena consciência de que zelar por ele significa
zelar por nós mesmos. A água é essencial para todos os seres vivos e para o equilíbrio do clima da terra,
pois, além de permitir o surgimento da vida em nosso planeta, há 4,5 bilhões de anos, abriga diferentes
organismos, desde os maiores mamíferos até os seres microscópicos.
No ser humano a água constitui mais da metade do seu peso. Sem água nós não existiríamos, bem como
os animais e as plantas. Por tudo isso, costumamos dizer que “A água é fonte de vida!”.

A questão da água vem sido discutida em todos os níveis da sociedade tanto nacional, como
internacional. A escola como disseminadora do conhecimento, não pode ficar fora dessas discussões,
tendo um papel importante de disparadora de situações e reflexões, que propiciem a busca do
conhecimento e uma possível conscientização social para as questões abordadas.

A ideia nessa sequência é a de propor alguns experimentos tendo a água como recurso instigante para
levar nossas crianças, a fazer perguntas e elaborar hipóteses, com situações-problemas relacionadas ao
cotidiano levando-os a prática da observação, da reflexão e do aprendizado, tendo em vista a
preocupação em iniciar os conceitos científicos com as turmas da Educação Infantil.

De acordo com as Diretrizes Curriculares para a Educação Municipal de Curitiba, “Ao pesquisar
elementos da sociedade e ou fenômenos naturais, a criança desenvolve o espírito científico e desperta
para a necessidade de preservação do meio ambiente. Nesse processo, o desafio que se propõe é o de
transformar as curiosidades infantis e os questionamentos que trazem em conhecimentos a serem
explorados e aprendidos, ampliando conhecimentos sobre o meio social e natural, nas diversas formas de
explicar e representar o mundo.”

1ª ETAPA – VOCÊ GOSTA DE ÁGUA?

 Questionamento sobre o conhecimento prévio dos alunos;


A professora bebe um copo de água na frente dos alunos e em seguida faz as seguintes perguntas:

1) Quem aqui bebe água?

2) Quem gosta de beber água?

3) Quem prefere tomar suco ou refrigerante, ao invés de água?

4) De onde costumam tomar água quando estão em casa: filtro, torneira, da geladeira?

5) Que cor tem a água?

A maioria das respostas será anotada com as informações. A professora e a turma farão um texto coletivo
com as primeiras informações para a sequência.

2ª ETAPA – ONDE ENCONTRAMOS ÁGUA NO PLANETA?

 Levar um mapa para a sala e questionar as crianças sobre a cor predominante do nosso
Planeta e porque no mapa a cor predominante está representada por azul. Anotar as considerações
feitas;
 Ouvir a música Planeta Água do Guilherme Arantes.
 Listar os lugares, que aparecem na música, que encontramos água;
 Mostrar às crianças, imagens no power point de paisagens com água, utilizando o computador
como recurso de imagens;
 Retomar a lista que havia sido feita e ver se precisa acrescentar mais algum lugar. O professor
alertará a turma para o fato de que grande parte desta água é de procedência marítima, portanto não
serve para ser consumida;
 Dividir a turma em grupos e pedir que produzam um painel de paisagens com água. A técnica
utilizada será recorte e colagem;
 Exposição do painel no mural do CMEI.

3ª ETAPA – COMO A ÁGUA CHEGA AS NOSSAS CASAS?

 Pedir que desenhem como acham que a água chega em nossas casas. Cada um explicará suas
ideias, com o apoio do desenho;
 Assistir ao vídeo do You Tube: A turma da Clarinha e o Ciclo da água. A Turma da Clarinha
 Constatar as hipóteses das crianças relacionando com os novos conhecimentos, por meio de
um texto coletivo, utilizando o computador como recurso para textos.
 Cada aluno desenhará o percurso que a água faz dos rios até nossas casas;
 Ouvir a música da Turma da Água, de Milton Karam, utilizando o computador como recurso de
áudio;

4ª ETAPA – O CICLO DA ÁGUA

 Dramatização do ciclo da água; A professora convidará os alunos para lhe ajudar a fazer uma
dramatização sobre o ciclo da água;
 Procurar ou simular poças de água pelo CMEI a fim de perceber a evaporação. (observar e
fotografar o início e o final do experimento); Questionar as crianças sobre o experimento. Quais as
mudanças ocorridas? Registro da atividade por meio de fotos. Estas fotos serão tiradas pelas próprias
crianças e visualizadas no computador.
5ª ETAPA – VIVA! BRINCADEIRAS COM ÁGUA

Brincadeiras com água, além de divertido, proporcionam situações de aprendizagem. As crianças


entrarão em contato com diversos materiais para poderem brincar, explorar e fazer suas próprias
descobertas. A priori irão levantar hipóteses e expor suas ideias, as quais posteriormente serão
comprovadas ou refutadas.

 TRANSPORTAR ÁGUA
Primeiramente propor as crianças que transportem água de um local a outro sem que utilizem algum tipo
de recipiente, só após poderão fazer uso de embalagens de diferentes materiais, tamanhos e formas.

Questionamentos:

Quem tem alguma ideia para transportar a água de um balde ao outro? Como podemos transportar a
água sem material? Não dá? Então o que faremos? Qual objeto deve ser utilizado para transportar mais
água e menos? Quais recipientes são mais eficazes? Qual o melhor pote a ser escolhido? Será melhor
pegar o grande, ou o pequeno? Qual embalagem cabe dentro do balde? O que poderemos utilizar para
encher uma garrafa pet, sem que para isso seja necessário colocá-la dentro do balde?

Filmar a atividade, observar as imagens e após discutir com as crianças o que aconteceu para comprovar
ou não às hipóteses a priori levantadas.

 MISTURA COM ÁGUA


Primeiro as crianças irão brincar livremente na areia utilizando brinquedos, como baldes, pás, colheres,
rastelinhos e peneiras para que possam dessa maneira explorar essa textura. Após será proposto que
construam castelos, bonecos ou quaisquer outros elementos dando formas à areia.
Finalmente, será proposto para trabalharem em pequenos grupos e experimentarem fazer a mistura da
areia com água e descobrirem qual a melhor textura para fazerem suas construções.

Questionamentos:

O que aconteceu com a água? Para onde foi à água? O que se transformou? A areia virou água ou a
água virou areia? Qual a diferença? O que acontecerá se agitarmos essa mistura de areia e água e
depois deixarmos em repouso?

6ª ETAPA - EXPERIMENTOS COM ÁGUA = EXPERIÊNCIA

 Vivenciar a transformação dos estados da água:


1ª AULA

Líquido para gasoso: Ferver um pouco de água em uma chaleira e observar o que acontece quando a
água está fervendo.

Questionamento: Para onde vai à água que estava na chaleira?

Aprendizado: O estado físico da água vai mudar com a temperatura. Se ela está líquida e a sua
temperatura aumenta, ela evapora, vira gás, vapor.

Gasoso para líquido: Depois que a água da chaleira ferver, colocar um prato transparente no bico e
observar.

Questionamento: O que acontece quando o vapor d'água atinge o prato?

Aprendizado: Esse vapor, ao esfriar, transforma-se novamente em água no estado líquido.


2ª AULA

Liquido para sólido: Realizar experimento por meio de culinária, com a receita da gelatina. Fazer a
leitura da receita na caixinha com o objetivo de apresentar diferentes portadores de texto. As crianças
realizarão a culinária e a professora servirá de escriba para fazer o registro da receita.

Questionamentos: O que acontecerá se colocarmos essa mistura na geladeira? E dentro do nosso


armário? E dentro do congelador? Podemos fabricar pedaços de gelo com essa mistura? Levar as
misturas para esses lugares e posteriormente, verificar se as hipóteses serão ou não comprovadas.

Aprendizado: Dependendo da temperatura do ambiente a água altera seu estado.

3ª AULA

Sólido para líquido: Levar as crianças até a cozinha do CMEI para mostrar o refrigerador e o congelador
de uma geladeira explicando a diferença de temperatura.

Questionamento: O que acontecerá se colocarmos o gelo dentro do armário?

Aprendizado: Associar o degelo à temperatura.

7ª ETAPA – DESPERDÍCIO

Como fonte disseminadora de conhecimentos, nós enquanto educadores, não poderemos ignorar práticas
abusivas relacionadas ao desperdício da água. Para tanto retomaremos os combinados do momento da
escovação de dentes com as crianças e após os levaremos para observarem as funcionárias
responsáveis pela limpeza do CMEI, utilizando a água no momento em que estão realizando a limpeza.

Questionamentos:

É necessário deixar a torneira aberta no momento da escovação dos dentes? O que limpa os dentes é a
quantidade de água utilizada ou a maneira como escovamos os dentes? Como devemos lavar os tapetes,
as calçadas, os brinquedos? É necessário deixar a torneira aberta esbanjando água? Qual seria a
maneira correta para fazer a limpeza? É necessário fazer essa limpeza diariamente?

8ª ETAPA - FEIRA DE EXPERIMENTOS

As crianças serão separadas por equipes e irão escolher um dos experimentos ou brincadeiras realizadas
para apresentar em uma feira com data a ser definida. Para auxiliá-los no momento das apresentações,
deverão realizar cartazes informativos sobre o que aprenderam.

10. Avaliação:

A avaliação será formativa, processual e permanente. Avaliaremos o processo das crianças, o percurso e
seus avanços, durante a prática educativa. Avaliaremos o aluno por ele mesmo.

11. Bibliografia

MATTOS, N. S. O ciclo da água: plim. 7. ed. São Paulo: FTD, 1999. (Coleção Viva a Natureza.)

OLIVEIRA, T. C. O sobe e desce de cristal e fofura: o ciclo da água. São Paulo: FTD, 1995.

SOUTTER-PERROT, A. A água. São Paulo: Melhoramentos, 1985. (Primeiro Livro da Natureza.)


ZIRALDO. A água nossa de cada dia. São Paulo: Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê,

SANEPAR. A água nossa de cada dia.

SANEPAR. Água direito humano e bem público.

Ciências na Educação Infantil, uma abordagem integrada. Jean Harlan e Mari Rivkin, 7ªed. Porto
Alegre:Artmed, 2002.

A água em pequenos passos. Michel François. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005.

A intervenção da escola no curso do rio. SEMA – Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos
Hídricos.

Aprendendo Ciências. César Coll e Ana Teberosky, 1ªed. São Paulo: Editora Ática 2002.

Como a água se transforma em vapor e o vapor se transforma em água? Retirada do livro “Ciências na
Educação Infantil, uma abordagem integrada de Jean D. Harlan e Mary S. Rivkin, pág.175”.

(http://www.youtube.com/watch? v=g26Wk4gpkws)

(http://www.canalkids.com.br/meioambiente/planetaemperigo/falta2.htm)

(http://www.chc.cienciahoje.uol.com.br).