Você está na página 1de 1

O NOSSO PAPEL NO PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO

DEPENDER DO ESPÍRITO SANTO

Todos os cristãos têm o Espírito Santo em sua vida, mas nem todos os cristãos
têm o poder de Deus. Jesus dá uma bela ilustração disso em João 15.
Compara a nossa vida espiritual a uma videira e seus ramos. “Eu sou a videira
e vós os ramos. Se alguém permanece em mim, e eu nele, esse dá muito fruto;
sem mim nada podeis fazer” (Jo 15:5).
Nessa ilustração, o ramo é em tudo dependente da videira propriamente dita;
não pode produzir fruto por si mesmo. O fruto é uma obra interior. Se eu
amarrasse maçãs nos galhos de uma árvore morta, todo mundo iria perceber.
Isso se parece com um cristão quando diz: ”Vou amarrar um punhado de frutos
em minha vida. Um pouco de paciência aqui, um pouco de bondade ali, um
pouco de fidelidade lá. Vou fazer isso sozinho”. Não pode ser feito. É um
trabalho interior. Lembre-se: é o fruto do Espírito.
Talvez você esteja dizendo: “Como saber se estou permanecendo em Cristo?”
Como saber se estou preso a videira? Como saber se estou dependendo do
seu Espírito? É simples. Examine sua vida de oração. Suas orações
demonstram sua dependência de Deus.
A favor de que você ora? Seja sobre o que for que você ore, isso é o que te
mantém preso a Deus. Aquilo porque você não ora é o que está tentando fazer
sozinho. A oração é a análise química.
O segredo da dependência do Espírito de Deus é estar incessantemente em
oração. Orai em cessar. (1Tes 5:17).
Ore por suas decisões. Ore por suas necessidades. Ore por seus interesses.
Ore por sua agenda. Ore pelos problemas que está enfrentando. Ore pelas
pessoas que você vai encontrar. Ore pelas compras. Ore por tudo. Isso é que
significa permanecer, estar consciente de que Deus está sempre conosco e
praticar a presença dele. Quando orarmos, começaremos a ver o fruto se
desenvolvendo em nossa vida.