Você está na página 1de 5

I E II TESSALONICENSES

I Tessalonicenses: O Senhor Jesus está vindo novamente


II Tessalonicenses: Ele ainda não veio
A primeira vinda de Jesus à terra foi um evento crucial na história mundial: veio para
morrer, ressuscitar; sua segunda vinda será um evento culminante: virá para levar para
si os que ele salvou por meio de sua morte. Paulo resume toda a alegria e glórias desse
ajuntamento dizendo: “E assim estaremos para sempre com o Senhor” (I Ts 4.17).
Das cartas escritas por Paulo I e II Tessalonicenses focam especialmente no tema do
retorno de Cristo. Ele dá os detalhes da profecia e mostra como os cristãos devem viver
à luz do retorno de Jesus Cristo.
I. A cidade de Tessalônica
1. Nome
2. Localização
3. População
4. Governo
5. Comércio
6. Religião
II. I Tessalonicenses
1. Autor: Paulo associado a Silvano/Silas (At 15.22, 27, 32, 40; 16..19-20; I Pe
5.12) e Timóteo ((At 16.1-3; Fp 2.19-22; I Tm 1.2; II Tm 4.9,21)
2. Lugar onde foi escrita: Paulo escreveu I Ts de Corinto, onde o apostolo
gastou 18 meses por ocasião da 2ª Viagem Missionária, logo após deixar
Tessalônica (At 18.1, 11).
3. Data: cerca de 52 d.C. Alguns dão a data de 50 d.C.
4. Ocasião: quando Paulo foi impedido de visitar os tessalonicenses (2.17-18),
ele fez três coisas:
 Ele enviou Timóteo para ministrar para eles em seu lugar (3.1-5)
 Ele escreveu esta epístola após receber as informações de Timóteo
sobre a Igreja (3.6-13)
 E oração! (3.10)
5. Propósito(s):
 Louvá-los por sua fé (3.6)
 Expor pecados (e.g. fornicação, 4.3; preguiça/indolência, 4.11) e
corrigir malentendidos, e.g., a respeito da segunda vinda de Jesus.
 Exortar os novos convertidos em sua nova experiência espiritual (e.g.
4.1-12)
 Responder falsas acusações contra Paulo. Tais acusações poderiam
ter sido as seguintes:
 Paulo era um mestre cujo interesse era pegar dinheiro dos
incautos tessalonicenses. Resposta de Paulo: 2.3, 9-10.
 Paulo era um bajulador que tinha em mente apenas alvos
egoístas. Leia 2.4-6.
 Paulo tinha receio de aparecer pessoalmente em Tessalônica
de novo. Leia 2.17-20.
6. Assuntos proeminentes:
 A segunda vinda de Cristo. A passagem doutrinária chave é 4.13-18
que versa sobre o arrebatamento da igreja.
 Ação de graças pela fé e perseverança dos tessalonicenses.
 Várias doutrinas: Deus o Pai; O Senhor Jesus (note 1.3; 5.9, 23, 28;
exortações a um viver santo; responsabilidades pastorais; evangelho;
o método de salvação; crentes; o mundo; Satanás.
 Exortações a um viver santo.
III. II Tessalonicenses
Poucos meses depois de escrever sua primeira carta aos tessalonicenses,
varias circunstâncias levaram-no a escrever de novo. Responde novas
perguntas e estende a exortação anterior do apóstolo a níveis mais
profundos e mais altos. A tônica é a segunda vinda de Jesus como em I
Tessalonicenses.
1. Autor: Paulo (1.1; 3.17), além de Silas e Timóteo (1.1).
2. Local: Corinto
3. Data: poucos meses depois da primeira, c. de 52 d.C..
4. Ocasião imediata e propósitos: quem quer que tenha entregado a primeira
carta ficou em Tessalônica o suficiente para verificar as condições da igreja e
reportá-las a Paulo na volta. As partes boas das informações merecem o
elogio de Paulo em II Tessalonicenses. Uma informação negativa era que
havia entrado na igreja o ensino de que o “Dia do Senhor” já tinha chegado
e, portanto, o fim de todas as coisas já estava sobre eles. Isto causou que
alguns crentes largassem suas ocupações e profissões, em antecipação do
toque da trombeta anunciando o retorno do Senhor. De modo que o
propósito da carta foi (1) elogiar e (2) corrigir doutrina e prática.
IV. Assuntos proeminentes
1. Antes do arrebatamento: perseguição (1.3-12)
2. Antes da Revelação: anticristo (2.1-17)
Capítulo 2 é âmago da segunda epístola. Esta passagem contem a mais
completa descrição da atividade e derrota do Anticristo do NT. O Anticristo é
descrito como “o homem do pecado” em 2.3. O ponto principal do capítulo
é que o Dia do Senhor não virá sem que o Anticristo seja revelado e adorado
como Deus pelo mundo.
Este é o pano de fundo das instruções de Paulo no capítulo 2:
 Na primeira carta, Paulo instruiu os tessalonicenses a esperar um
arrebatamento, ocasião em que crentes mortos ressuscitados e vivos
transformados seriam arrebatados para estarem com Cristo para
sempre (1 Ts 4.13-18).
 Na mesma carta, Paulo escreveu que o Dia do Senhor – tempo de
julgamento de incrédulos – viria sobre o mundo incrédulo como um
ladrão na noite ( I Ts 5.1-3).
 Depois de receber a carta os tessalonicenses continuaram a ser
perseguidos por sua fé. Então entra o falso ensino de que o Dia do
Senhor já havia chegado e trouxera tribulações aos tessalonicenses.
As perguntas naturais da igreja eram: Paulo não dissera que
seríamos arrebatados? Como, pois, o Dia do Senhor já chegou?
 Assim Paulo escreve a segunda carta, instruindo a igreja que as
tribulações que eles estavam experimentando não deveriam ser
confundidas com os julgamentos do Dia do Senhor contra os
incrédulos. Isto ainda estava para acontecer ( II Ts 1.7-9). Duas
antecederiam esse Dia do Senhor: grande rebelião contra o Senhor e
o aparecimento do homem do pecado, o instigador da rebelião.
 O alvo do apóstolo neste capítulo foi esclarecer a confusão existente
na mente dos crentes definindo as circunstâncias próprias de cada
um dos dois distintos acontecimentos.
 O anticristo: 2.1-12.
I E II TESSALONICENSES COMPARADAS

I TESSALONICENSES II TESSALONICENSES
Descreve como os tessalonicenses receberam a Menciona seu progresso na fé, amor e
Palavra de Deus paciência/perseverança

Ensina a iminência do retorno do Senhor