Você está na página 1de 15

DÍZIMOS E OFERTAS

PRETEXTOS DOS IMPIEDOSOS

“Se alguém ensina outra doutrina e não


concorda com as sãs palavras de nosso
Senhor Jesus Cristo e com o ensino
segundo a piedade, é enfatuado, nada
entende.”
(1Tm 6:3-4a)
Sólon Lopes Pereira

DÍZIMOS E OFERTAS
PRETEXTOS DOS IMPIEDOSOS

Vasculhando o manual da fé cristã, de modo


contextualizado, a verdade desponta. Fomos enganados!
Quem nos enganou? Deus nos adverte que nos últimos dias
sobreviriam tempos difíceis. Homens egoístas, avarentos,
arrogantes, atrevidos, tendo forma de piedade, negando,
entretanto, o poder da piedade. E agora? O que fazer? A ordem
foi clara: “Foge também destes.” (2Tm 3:1-5).
É preciso resgatar o evangelho simples, piedoso,
despojado e de renúncia pessoal, que foi substituído pela
religião empresarial, onde a igreja é um negócio, o evangelho
é um produto e o fiel é um cliente
DÍZIMOS E OFERTAS
PRETEXTOS DOS IMPIEDOSOS

2014
Editora: PerSe
Editorial: Sólon Lopes Pereira
Revisão: Juliano César Gomes
Capa: Vitor Marques de Jesus

Todas as citações bíblicas deste livro foram retiradas da


tradução Revista e Atualizada de João Ferreira de Almeida,
salvo expressa menção.

Qualquer parte desta publicação poderá ser reproduzida


mediante prévia autorização.

Brasília-DF
SUMÁRIO
PREFÁCIO...........................................................................13
ESCOPO E METODOLOGIA ...........................................17
INTRODUÇÃO ....................................................................23
PERÍODO PATRIARCAL .................................................27

O dízimo de Abraão ...................................................................27

O dízimo de Jacó ........................................................................34


OFERTAS DA LEI ..............................................................37

Ofertas obrigatórias ...................................................................37

Ofertas voluntárias ....................................................................41

Ofertas de sacrifícios ..................................................................43

Ofertas e sacrifícios na Lei: finalidade ........................................55


DÍZIMO DA LEI .................................................................57

A instituição do dízimo...............................................................57

Finalidade do dízimo na Lei ........................................................58

O dízimo dos dízimos .................................................................63

A periodicidade da entrega do dízimo ........................................64

Local de entrega e possibilidade de conversão em dinheiro.......71

Beneficiários ..............................................................................75

Resgate de dízimos ....................................................................76

Conclusão ..................................................................................77
PERÍODO PRÉ-EXÍLICO .................................................79

Reinado de Joás .........................................................................79

Reinado de Ezequias ..................................................................80

Reinado de Josias .......................................................................83


PERÍODO PÓS-EXÍLICO .................................................85

O governo de Neemias ...............................................................85

O profeta Malaquias ..................................................................88


A REVOGAÇÃO DA LEI DE MOISÉS .........................107
O MINISTÉRIO DE JESUS .............................................113

Nascido sob a Lei...................................................................... 113

As tradições dos anciãos .......................................................... 114

Sobre os dízimos ...................................................................... 117

Sobre as ofertas ....................................................................... 120

Sobre os impostos religiosos .................................................... 123

Sobre os impostos civis ............................................................ 124

Sobre dinheiro, bens, tesouros, riqueza e prosperidade .......... 125


O PERÍODO DA GRAÇA ................................................163

Dinheiro, riqueza, dízimos e ofertas em Atos ........................... 164

Dinheiro, dízimos e ofertas nas Epístolas ................................. 181

A riqueza e a fé nas epístolas ................................................... 230


DÍZIMOS E OFERTAS NA HISTÓRIA DA IGREJA .249

Relação entre riqueza, pobreza e favor de Deus ...................... 250

A introdução de dízimos e de ofertas na prática da igreja ........ 260


DÍZIMOS E OFERTAS NA IGREJA DESTE SÉCULO
.............................................................................................269

Dízimos e ofertas integram o período da graça? ...................... 270

Jesus aprovou a cobrança de dízimos pela igreja? .................... 270

O funcionamento da igreja é a razão de ser do dízimo? ........... 272

O dízimo está implícito nas cartas de Paulo?............................ 273

Os pastores de hoje são os sacerdotes de ontem? ................... 276

Paulo considerava as ofertas como sacrifícios espirituais? ....... 281

Dízimos e ofertas neopentecostais........................................... 283


A IGREJA CRISTÃ SEM DÍZIMOS ..............................311

O que Deus espera de um líder religioso? ................................ 312

O que Deus espera de um cristão? ........................................... 316

O primeiro obstáculo a ser removido ....................................... 318

O segundo obstáculo a ser removido ....................................... 322

O padrão: experiência ou norma? ............................................ 324

Viabilizando a igreja ................................................................. 326


CONCLUSÃO ....................................................................339
REFERÊNCIAS .................................................................345
Dedicatória
..................................................
Dedico este livro à minha esposa,
Roseli Pereira, que me apoia desde os
meus primeiros passos na fé cristã, e às
minhas filhas, Rebeca, Raquel e Rute,
por estarem sempre presentes em
todos os meus projetos e aos membros
da igreja Cristã Celeiros, que
acreditaram que a proposta deste livro
poderia ser colocada em prática.
Agradeço, ainda, aos meus amigos e
irmãos na fé que gentilmente fizeram
uma crítica prévia ao conteúdo desta
obra, escritor Ézio Luiz Pereira,
Juliano César Gomes e Ivan Martins.
PREFÁCIO

Convidou-me o Pastor Sólon, ilustre autor desta


instigante obra literária, para confeccionar o seu prefácio, a
título de apresentação, tarefa da qual me desincumbo com
especial satisfação e renovado prazer, após ler a redação
definitiva, mergulhando, atentamente, no teor do que foi escrito
e pesquisado, ao sabor das Sagradas Escrituras.

Decerto, a satisfação se intensifica por vários motivos. A


um, porque o escritor revela liberdade e neutralidade total para
enfrentar o tema, uma vez que não está refém de recebimento
de dízimos, nem à mercê de “líderes” impulsionados pela
ganância religiosa, o que lhe confere seriedade e legitimidade
para escrever o que escreveu. A dois, porque o seu texto está
dentro de um contexto, em conexidade coerente e lógica,
portanto não constitui texto isolado do todo; trata-se de
pesquisa sistemática e harmônica.

A três, porque o escritor foge da vala comum previsível


e, de forma ousada e vanguardista, parte para uma compreensão
epistemológica em sintonia com a verdadeira mensagem
bíblica, sem interpretações judaizantes forçadas. A quatro,
porque – a par da cientificidade – o autor respalda seus escritos
na espiritualidade, sem a qual cair-se-ia em mera interpretação
secular de um texto qualquer.

Colhe-se, pois, da pena do escritor requintado, a


preocupação em esboçar a historicidade do tema, pois que,
afinal, nas palavras do jusfilósofo Giorgio Del Vecchio, “o
presente sem o passado carece de sentido e o passado revive no
presente”, revelando conhecimento profundo sobre o tema e

13
como ele se desenvolve ao longo da história humana, em
sintonia com a revelação de Deus. Decerto, esta incursão
teológica é absolutamente distinta das que costumeiramente
aparecem aqui e ali. Assim é que, com clareza e objetividade –
mas sempre primando pela franqueza, característica do Pastor
Sólon – o escritor interliga cada pensamento com o tecido
bíblico, sem temer o “mercado religioso”.

Do que se observa, em síntese apertada, é que o autor


começa a enfrentar o tema do dízimo, no campo
veterotestamentário, na era patriarcal, em Abraão, alcançando,
posteriormente, o período da lei, fazendo alusão às diversas
ofertas veterotestamentárias, com as devidas corrigendas
doutrinárias quanto aos equívocos encontrados hoje.
Seguidamente, enfrenta o tema no período pré-exílico, pós-
exílico, até culminar com o ingresso na seara neotestamentária,
com o advento messiânico. A partir do ministério glorioso do
Senhor Jesus, o texto ganha cores interessantíssimas, até
culminar com o tema dentro do período da Graça, no interlúdio
da igreja contemporânea.

Mas não é apenas nessa agradável sequência histórica


progressiva que a obra merece as boas-vindas no cenário da boa
literatura cristã. É que o autor, com rara habilidade, passa a
dissertar sobre o tema dentro da história da igreja e seus
segmentos até a “igreja evangélica do século 21”, numa
constante preocupação em afastar as heresias que se veem
amiúde, à luz da Escritura Sagrada, em explanação exegética
escorreita.

Em tom de conclusão – e não quero me alongar porque a


leitura do livro não deve ser adiada por conta de um longo
prefácio – o Pastor Sólon proporciona à comunidade cristã uma
contribuição altamente significativa, inaugurando, assim, a sua
carreira literária que já se revela promissora, com credibilidade

14
e seriedade. Parabéns, Pastor Sólon, pela profundidade do texto
oriundo de seu punho, mas com a inspiração do alto.

ÉZIO LUIZ PEREIRA 1

1 Juiz de Direito – ES
Mestre em Direito pela FDC/RJ
Doutor em Teologia (Soteriologia) pela FATEF/RJ
Mestre em Teologia (Bibliologia) pelo SBTe/MG
Practitioner em PNL pelo INDESP/ES
Membro da Academia Cachoeirense de Letras
Escritor, autor de quatorze livros publicados.

15