Você está na página 1de 11

Defendem que o líder deve mudar de acordo

com as contingências da situação e com as


características do grupo.
 Defende que o líder deve adaptar seu estilo
de liderança, ao grau de maturidade dos
liderados.
 Maturidade dos liderados: capacidade técnica
+ motivação.
M1: baixa capacidade e baixa motivação
M2: baixa capacidade e alta motivação
M3: alta capacidade e baixa motivação
M4: alta capacidade e motivação
Estilo do Líder:
E1: muito orientado para tarefa e pouco para
relacionamento.
E2: muito orientado para tarefa e
relacionamento.
E3: pouco orientado para tarefa e muito para
relacionamento.
E4: pouco orientado para tarefa e
relacionamento.
Liderança baseia-se em trocas entre líder e
liderado.

Existe uma troca (seja política, econômica,


psicológica) entre o líder e o seguidor,
enquanto ambos acreditarem que isso irá
beneficiá-los.

É uma transação, pura e simples.


O líder procura motivos
potenciais nos
seguidores, no sentido
de satisfazer
necessidades de alto
nível e assume o
seguidor como uma
pessoa total.
Na liderança
transformacional há
consideração
individualizada, ou seja,
há atenção pessoal, o
líder trata cada
empregado
individualmente, treina
pessoalmente, aconselha.
Aquele que promove revoluções, renova paradigmas,
evoca sonhos e é visto como um agente de
mudanças porque conduz seus seguidores a
transcender interesses pessoais na realização de
determinada ação em prol do sucesso do grupo.

A ligação entre líder e liderados no processo


carismático é carregada pelo conteúdo moral da
missão, fruto de determinada crença que conduz
os liderados à participação tendo, exclusivamente
como recompensa, a realização da missão ou a
tentativa de realizá-la.
O líder que pratica
coaching é aquele que
orienta seus liderados,
com o objetivo de
aprimorar o
desempenho e o
desenvolvimento de
habilidades e
competências
individuais e coletivas,
na busca constante de
melhores resultados
 Robbins (1999) conceitua Liderança
Visionária como “a capacidade de criar e
articular uma visão realista, crível e atraente
do futuro para uma organização ou unidade
organizacional que cresce e melhora a
partir do presente”.
 Articulada adequadamente, uma visão cria o
entusiasmo que as pessoas têm por
acontecimentos esportivos e outras
atividades de lazer, trazendo energia e
compromisso ao local de trabalho
1) De acordo com as teorias contingenciais de liderança, o que
determina o comportamento do líder são seus traços disposicionais.

2) Não se deve enxergar a liderança apenas como habilidade pessoal,


mas como um processo interpessoal dentro de um contexto
complexo, no qual outros elementos estão presentes. A liderança
não é apenas um atributo da pessoa, mas uma combinação de
quatro variáveis ou elementos: as características do líder; as dos
liderados; as da missão ou tarefa a ser realizada e
a) a conjuntura social, econômica e política.
b) os elementos imponderáveis apresentados na estrutura
organizacional.
c) o conjunto de regras estabelecido a ser cumprido por cada
colaborador na empresa.
d) os fatores socioambientais presentes na comunidade em que a
empresa está instalada.
e) as crenças religiosas e culturais praticadas pelos colaboradores de
uma dada comunidade.
3) No que concerne a liderança, assinale a opção correta.
a) O perfil carismático de liderança concentra sua atenção no
desempenho do funcionário ou grupo, enfatizando o cumprimento de
prazos, a execução das metas e o processo decisório.
b) Segundo McGregor, a liderança não é apenas atributo da pessoa, mas
um processo social complexo que envolve as motivações dos liderados,
a tarefa, o líder e o contexto dentro do qual ocorre a relação entre essas
variáveis.
c) A liderança de maneira geral corresponde ao uso da influência
coercitiva para dirigir as atividades dos membros de um grupo e levá-
los a realização de seus próprios objetivos.
d) O líder transacional se apoia nas necessidades de estima e
autorrealização dos colaboradores, oferecendo uma série de
recompensas de cunho emocional, como a própria realização da tarefa,
e, por isso, a maioria dos seus liderados é do tipo fiel.
e) De acordo com o modelo de Blake e Mouton, o melhor estilo de
liderança é o que se aproxima da possibilidade 5,5, ou aquele em que o
comportamento do líder é o mais próximo possível do equilíbrio entre a
necessidade de trabalho e a manutenção do moral das pessoas em nível
satisfatório.