Você está na página 1de 2

Matriz de atividade individual*

Módulo: 1 Atividade: 8.2.1


Título: Motivação
Aluno: Rodrigo Guarinon
Disciplina: Gestão de Pessoas Turma: Equipe 5
Introdução
As pessoas são muito diferentes, claro, cada uma tem seus motivos para
trabalhar. Umas querem reconhecimento, outras, simplesmente, dinheiro.
Entre outros. Vejo que a motivação é fundamental para que as
organizações se diferenciem e consigam o máximo de seus colaboradores.
Porém, cabe aos líderes entenderem as motivações de cada individuo no
que se refere, principalmente, ao trabalho.

Teorias sobre motivação


A motivação é um conjunto de forças que leva as pessoas a agirem como
agem. A motivação é gerada de uma necessidade. Essa busca por
satisfazer a necessidade gera uma ação do individuo que pode trazer
recompensas ou punição. Portanto, motivação é pessoal. Ninguém motiva
ninguém, no máximo, incentiva.

Como a liderança pode trabalhar os estímulos


Os líderes devem, antes de tudo, saber ouvir. Não fingir que ouvem. Devem
criar empatia se colocando no lugar da pessoa. Deve entender a
necessidade individual e reconhecer contribuições.

Como forças energéticas, origem familiar e cultura podem influenciar no


estímulo à motivação.
Essas forças devem estar em equilíbrio para que o estímulo à motivação
seja efetivo. Esses fatores podem contribuir tanto positiva quanto
negativamente. Portanto, a influência dessas forças no individuo fazem a
diferença. O líder deve ser capaz de identificar todo esse universo e saber
tirar o melhor proveito do que a pessoa carrega no seu dna.

Exemplos práticos vivenciados ou conhecidos por você


Eu sou minha maior fonte de motivação. Procuro ter objetivos claros e
sempre tentar atingi-los. A força de satisfazer essas necessidades me leva
as conquistas, por mim, surpreendentes.
Cada etapa vencida é mais um estímulo a conquistar a próxima. Isso tudo
proporciona mais auto-conhecimento. Sem isso eu não saberia meus
limites, talvez, até mesmo, me frustrasse mais com as fases mais difíceis.

Conclusão
Motivação é, sem dúvida, o grande combustível do ser humano. Podemos
produzir coisas fantásticas se bem motivados. Mais uma vez a
responsabilidade dos líderes em saber, cada dia mais, lidar com as
pessoas. Identificar e ser sensível ao ponto de se colocar na visão do outro
para, literalmente, enxergar sua realidade. Podendo aprender e usar
técnicas aprendidas para estimular e conseguir resultados surpreendentes.

1
É um mundo de possibilidades e cada dia mais mergulho com paixão a
descobrir novas formas ser uma pessoa melhor para as outras pessoas.

Referências bibliográficas
CAVALCANTI, Vera Lúcia et al. Liderança e Motivação. São Paulo: Editora FGV,
2005.

LOVIZZARO, Marco Antônio V. Desenvolvimento Organizacional e Liderança.


São Paulo: Conteúdo do curso MBA – Gestão de TI (FIAP).

*Esta matriz serve para a apresentação de trabalhos a serem desenvolvidos segundo ambas as linhas
de raciocínio: lógico-argumentativa ou lógico-matemática.

Você também pode gostar