Você está na página 1de 21

Universidade Federal de Pernambuco

Centro Acadêmico do Agreste

Lista de Exercícios – Cinemática Relativística


Prof. Paulo Peixoto
2018.1

Questão 1) Duas naves espaciais idênticas têm comprimento próprio 𝐿0 , cada. Em um


⃗ e −𝑉
certo referencial inercial, suas velocidades são 𝑉 ⃗ . Calcule o comprimento de uma
das naves no referencial da outra nave.

Questão 2) A estrela A está em repouso em relação à Terra, e a uma distância de 27 anos-


luz da mesma. Uma nave espacial está viajando da Terra em direção à estrela A, a uma
velocidade tal que a viagem da Terra até a estrela leva 12 anos (marcados com os relógios
no interior da nave). A que velocidade a viagem deve ocorrer em relação à Terra?

Questão 3) Mostre que se dois relógios estão sincronizados no referencial no qual se


encontram em repouso, então em um referencial no qual estejam se movendo com
velocidade 𝑉, ao longo da linha que os une, o relógio de trás fica adiantado de 𝐿0 𝑉/𝑐 2 ,
em que 𝐿0 é a distância própria entre os relógios.

Questão 4) Você conhece a transformação de Lorentz inversa:


𝑥 = 𝛾(𝑥 ′ + 𝑉𝑡 ′ ), 𝑦 = 𝑦′, 𝑧 = 𝑧′, 𝑡 = 𝛾(𝑡 ′ + 𝑉𝑥 ′ /𝑐 2 ), com 𝛾 = 1/√1 − 𝑉 2 /𝑐 2 .
Sejam A e B dois eventos com as seguintes coordenadas no referencial S’:
(𝑥𝐴′ , 𝑦𝐴′ , 𝑧𝐴′ , 𝑡𝐴′ ) = (0,0,0,2𝐿/𝑐) e (𝑥𝐵′ , 𝑦𝐵′ , 𝑧𝐵′ , 𝑡𝐵′ ) = (𝐿, 0,0,0).
Existe algum referencial inercial S no qual os eventos A e B são simultâneos? Justifique
sua resposta. Resolva este exercício com e sem o uso da transformação de Lorentz.

Questão 5) Segundo a Teoria da Relatividade Especial, não existem corpos perfeitamente


rígidos. Por quê?

Questão 6) Em um experimento de laboratório (em um grande laboratório), observa-se


que um múon percorre 800 m antes de se desintegrar. Um estudante, sabendo que o tempo
de vida de um múon é 2 x 10-6 s, conclui que sua velocidade é V = (800 m)/(2 x 10-6 s) =
4 x 108 m/s – mais rápido que a luz! Identifique o erro do estudante e calcule a velocidade
correta do múon, no referencial do laboratório.

Questão 7) Duas lâmpadas, separadas por uma distância 𝐿, acendem (no referencial em
que estão em repouso) nos instantes 0 e 𝐿/2𝑐. Encontre um referencial inercial no qual
essas lâmpadas acendem simultaneamente, ou então prove que tal referencial não existe.

Questão 8) Uma chapa quadrada de área 𝐴 está em repouso em um certo referencial


inercial 𝑅1 , que se move com velocidade constante de módulo 𝑉 em relação a um segundo
referencial inercial 𝑅2 . Sabendo que dois dos lados do quadrado são paralelos ao vetor
velocidade 𝑉 ⃗ , calcule a área do quadrado no referencial 𝑅2 . Expresse sua resposta em
função de 𝑉.

Questão 9) Refaça a questão anterior, agora com os quatro lados do quadrado não-
⃗ . Introduza os parâmetros que forem necessários.
paralelos ao vetor velocidade 𝑉

Questão 10) Duas lâmpadas, separadas por uma distância 𝐿, acendem (no referencial em
que estão em repouso) nos instantes 0 e 𝑇. Em um sistema de referência que se move na
direção da reta que passa pelas duas lâmpadas, elas acendem simultaneamente. O que
podemos afirmar sobre o valor de 𝑇? Justifique sua resposta. [Observe a semelhança com
a Questão 7.]
Questão 11) Você conhece a transformação relativística de velocidades:
′ 𝑣 −𝑉
𝑥 ′ 𝑣𝑦 ′ 𝑣
𝑣𝑥′ = 1−𝑉𝑣 2
, 𝑣𝑦′ = 𝛾(1−𝑉𝑣 2
, 𝑣𝑧′ = 𝛾(1−𝑉𝑣𝑧 2)
, com 𝛾 = 1/√1 − 𝑉 2 /𝑐 2 .
𝑥 /𝑐 𝑥 /𝑐 ) 𝑥 /𝑐

Usando-a, obtenha, no referencial S’, o módulo da velocidade de um pulso de luz que se


propaga no referencial S na direção e no sentido do eixo 𝑦.

Questão 12) Refaça a questão anterior, mas agora com o pulso de luz se propagando em
uma direção arbitrária, no referencial S.

Questão 13) Uma região plana de área 𝐴 está em repouso em um certo referencial inercial
𝑅1 , que se move com velocidade constante de módulo 𝑉 em relação a um segundo
referencial inercial 𝑅2 . Sabendo que o plano que contém aquela região é paralelo ao vetor
velocidade 𝑉 ⃗ , calcule a área da região no referencial 𝑅2 . Expresse sua resposta em função
de 𝐴 e 𝑉.

Questão 14) Quando Verônica, em seu foguete relativístico, passa pelo primeiro relógio
de Eduardo (que está em repouso em relação ao solo), os relógios C’ e C1 marcam zero
(veja a figura). No sistema de referência de Eduardo, o relógio C2 também marca zero.
a) Que instante marca o relógio C’ quando ele passa pelo relógio C2?
b) Que instante marca o relógio C2 quando o relógio C’ passa por ele?
Suas respostas devem ser dadas em função de v e L.

Questão 15) Na década de 1850, dois físicos franceses, Fizeau e Foucault, mediram a
velocidade da luz na água e obtiveram 𝑐/𝑛, em que 𝑛 é o índice de refração da água
(aproximadamente 1,33). Então eles mediram a velocidade da luz (em relação ao solo) na
água em movimento, enviando luz através de um longo cano com água fluindo com
velocidade 𝑉. Eles descobriram que a velocidade da luz relativa ao solo não foi
simplesmente 𝑐/𝑛, nem foi 𝑐/𝑛 + 𝑉, porque havia um termo extra (obtido
experimentalmente), resultando em: 𝑐/𝑛 + 𝑉 − 𝑉/𝑛2 . A explicação que eles deram
(incorretamente) foi que havia uma complicada combinação de ondas de luz na água e
ondas de luz no éter, e que a água em movimento arrastava o éter consigo apenas
parcialmente, de modo que a luz não adquiria toda a velocidade 𝑉 da água adicionada à
sua velocidade original 𝑐/𝑛. Use a fórmula relativística de adição de velocidades e as
devidas aproximações para encontrar a expressão 𝑐/𝑛 + 𝑉 − 𝑉/𝑛2 obtida
experimentalmente por Fizeau e Foucault para a velocidade da luz dentro da água,
relativamente ao solo.

Questão 16) Um astronauta deseja ir a uma estrela a 5 anos-luz da Terra (distância essa
medida no referencial da Terra). Calcule a velocidade que o foguete deve ter,
relativamente à Terra, para que o tempo de percurso, medido pelo astronauta, seja de 1
ano. Escreva sua resposta em função de 𝑐.
Questão 17) (Griffiths) Um barco é construído de modo que o mastro forma um ângulo
𝜃′ com a base. Um indivíduo à margem vê o barco viajando a uma velocidade 𝑉. Que
ângulo 𝜃 é observado pelo indivíduo?

Questão 18) Na questão anterior, o mastro é substituído por um holofote que forma o
mesmo ângulo 𝜃 ′ com a base. Agora, que ângulo 𝜃 o indivíduo diz que o “mastro de luz”
forma com a base?

Questão 19) (Moysés – modificada) Escreva as equações da Transformação de Lorentz


em termos das coordenadas 𝑥1 = 𝑥, 𝑥2 = 𝑦, 𝑥3 = 𝑧 e 𝑥0 = 𝑐𝑡. Note que elas adquirem
uma forma mais simétrica. Em seguida, escreva a TL, nessa nova forma, como uma única
equação matricial. Observe, novamente, a simetria.

Questão 20) (Moysés) O comprimento 𝑙 de uma régua em um referencial S em relação


ao qual ela se move com velocidade 𝑉 constante na direção 𝑥 também pode ser definido
por 𝑙 = 𝑉Δ𝑡, em que Δ𝑡 é o tempo que ela leva para passar por um ponto fixo de S. Mostre
que essa definição também leva à fórmula da contração do comprimento.

Você também pode gostar