Você está na página 1de 7

28/09/2017

Fungos
Micologia
Mais de 100 mil espécies
Cerca de 200: patogênicas
Decomposição: vegetal morto
Fungos Benefícios:
 Fonte e produção de
alimentos
Profª Camila Viena  Bebidas alcóolicas
 Drogas (penicilina)

Fungos: Características gerais Fungos: Características gerais


• Reino Fungi Os fungos apresentam nutrição
• Vegetais, animais, homem, detritos, no • Diferenças de células vegetais: absortiva (heterotróficos)
solo (em abundância) Aclorofilados
• Seres eucariontes Ausência de celulose na parede celular (exceto alguns fungos aquáticos)
Unicelulares: leveduras Não armazenam amido como substância de reserva
Multicelulares: bolores (fungos
filamentosos) e cogumelos (fungos • Semelhanças de células animais:
macroscópicos) Presença de substâncias quitinosas na parede celular
Capacidade de armazenar glicogênio

Estrutura da célula fúngica Estrutura da célula fúngica


• Núcleo
• Parede celular Carioteca
Estrutura rígida que protege a célula de choques osmóticos Cromossomos lineares compostos de dupla fita de DNA arrumados em hélice
Composição: glicanas, mananas, quitina (sem peptideoglicana)
• Ribossomos
Célula • Mitocôndrias
• Membrana citoplasmática bacteriana
• Retículo endoplasmático
Presença de esteróis (ausência na célula bacteriana)
• Aparelho de Golgi

1
28/09/2017

Reprodução dos fungos Reprodução dos fungos


As células fúngicas podem se reproduzir por brotamento, por alongamento Os conídios representam o modo mais comum de reprodução assexuada e
da hifa ou por formação de esporos. cumprem importante papel na dispersão dos fungos na natureza.

Existem duas categorias de esporos fúngicos: esporos sexuais ou assexuais


Os esporos sexuais são produzidos pela fusão de dois gametas.
Os esporos assexuados também são conhecidos como conídios.
Reprodução sexuada e
assexuada

Reprodução dos fungos Reprodução dos fungos


Mesmo os fungos com reprodução sexuada produzem em determinadas
fases de seu ciclo, estruturas assexuadas (os conídios) que asseguram a sua
disseminação.

 “Os esporos de fungos são estruturas muito resistentes ao calor, frio, ácidos e
outras substâncias químicas.”
Reprodução por meio de esporos:
Célula
crescimento de um novo organismo a
bacteriana
partir dos esporos

2
28/09/2017

Classificação dos fungos

FILAMENTOSOS

LEVEDURAS

DIMÓRFICOS

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


FILAMENTOSOS: BOLORES
FILAMENTOSOS: BOLORES • Hifa:
• São organismos multicelulares.
• As hifas septadas: têm um septo dividindo os
• Aspecto algodonoso, aveludado, com os mais filamentos em células distintas contendo núcleos.
variados tipos de coloração
• O corpo ou talo de um fungo filamentoso: hifa. • Nas hifas aseptadas (cenocítica): citoplasma não
está dividido em células. Não existe septos, cada
hifa é essencialmente uma célula longa contendo
muitos núcleos.

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


FILAMENTOSOS: BOLORES
FILAMENTOSOS: BOLORES • Micélio é uma massa de filamentos de hifas.
• Micélio vegetativo: desenvolve-se no interior do
substrato, funcionando como elemento de
sustentação e absorção dos nutrientes
• Rizóides

• Micélio aéreo: se projeta na superfície e cresce


acima do meio de cultura
• Porção reprodutiva
• Corpo de frutificação
• Conídios

3
28/09/2017

Classificação dos fungos


FILAMENTOSOS: BOLORES

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


LEVEDURAS: LEVEDURAS:
• No processo de brotamento:
• São seres unicelulares, geralmente maiores que as bactérias. • A célula-mãe origina um broto que cresce e recebe um
• São normalmente esféricos ou ovais. núcleo após a divisão do núcleo da célula-mãe.
• Blastoconídios (gêmulas): forma em geral arrendondada ou
• A maior parte das leveduras reproduz-se assexuadamente ovalada
por brotamento ou gemulação e por fissão binária. • Formação de células desiguais
• Formam-se os brotos ou as células-filhas, mas as
mesmas permanecem ligadas em cadeia formam uma
estrutura chamada: pseudo-hifa.

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


LEVEDURAS: LEVEDURAS:

• Candida albicans • Na fissão binária, a célula-mãe divide-se em duas células de


• Se fixa nas células epiteliais na tamanhos iguais:
forma de levedura • Alongamento celular,
• Quando alcança a forma de • Divisão dos núcleos,
pseudo-hifas invade os tecidos • Produção das células- filhas
mais profundos

4
28/09/2017

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


LEVEDURAS: DIMÓRFICOS:
 Espécie Saccharomyces
• Alguns fungos (geralmente
• Anaeróbios facultativos
patogênicos)
• Ausência de oxigênio fazem fermentação
• Produção de etanol nas bebidas • Crescimento como fungo
fermentadas filamentoso e na forma de levedura
• Dióxido de carbono na fermentação de • Pode variar de acordo com a
massas de pão temperatura

Classificação dos fungos Classificação dos fungos


DIMÓRFICOS: • COGUMELOS:
• PARACOCCIDIODOMICOSE São macroscópicos.
• Paracoccidioides brasiliensis
• Infecção sistêmica e disseminada Nem todos são comestíveis
• Vias: pele, mucosa, trato gastro-intestinal

Nutrição, crescimento e metabolismo Nutrição, crescimento e metabolismo

•Aeróbios obrigatórios, exceto espécies de leveduras fermentadoras


anaeróbias facultativas

•Não possuem mecanismos químicos fotossintéticos ou autotróficos


• São quimio – heterotróficos

5
28/09/2017

Nutrição, crescimento e metabolismo Nutrição, crescimento e metabolismo


•Saprofotismo / parasitismo / simbiose •Exigências nutricionais:
•Enzimas: lipases, amilases, proteinases, etc - carboidratos simples e complexos (amido, celulose)
•Capacidade hidrolítica de substâncias complexas: quitina, osso, - substâncias nitrogenadas inorgânicas (sais de amônia) e
plástico, couro, etc... orgânicas (peptonas)
•Processo essencial para obtenção de energia: oxidação da glicose - sais minerais (sulfatos e fosfatos)
(respiração) - Oligoelementos (Fe,Zn, Mn, Ca, etc)
- Fatores de crescimento (vitaminas)

Nutrição, crescimento e metabolismo Nutrição, crescimento e metabolismo


•Os fungos geralmente são mais adaptáveis a ambientes •pH ideal para cultivo: 5,6
hostis do que as bactérias. •Fungos filamentosos toleram pH entre ,1,5 a 11
•Ampla temperatura de crescimento: espécies psicrófilas, •Leveduras não toleram pH alcalino
mesófilas e termófilas.
•Preferem a obscuridade ou luz difusa: desenvolvimento
• Apresentam dimorfismo, segundo condições nutricionais ou vegetativo
temperatura de desenvolvimento: fungos agentes de micoses
•Procuram a luz: desenvolvimento reprodutivo
sistêmicas e subcutâneas.

Nutrição, crescimento e metabolismo Infecções fúngicas


•Micoses
“Essas características permitem que os
fungos se desenvolvam em substratos
diversos como paredes de banheiro, couro de
sapatos e jornais velhos.”

6
28/09/2017

Infecções fúngicas Infecções fúngicas


• Candida albicans : Candidose
“As drogas que afetam as células fúngicas • Histoplasma capsulatum: Histoplasmose
também podem afetar as células animais. Esse • Blastomyces dermatitidis: Blastomicose
• Aspergillus: Aspergilose
fato torna difícil o tratamento das infecções
• Cryptococcus neoformans: criptococose
fúngicas em humanos e em outros animais.” • Rhinosporidium seeberi: Rinosporidiose